Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

HenriqueVanni

Membros
  • Total de itens

    80
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    1

HenriqueVanni venceu a última vez em Agosto 7

recebeu vários likes pelo conteúdo postado!

Reputação

11 Boa

Sobre HenriqueVanni

  • Data de Nascimento 21-08-1991

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    Peru, Nova Zelândia, Chile, Estados Unidos, Bolívia, Espanha e Panamá

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Eai Nilão! Desculpe a demora em responder! Se não me engano, fiquei na ilha INA (Narasgandub Bibbi).
  2. HenriqueVanni

    Buenos Aires

    Falae Galera! Em janeiro de 2018 irei para Buenos Aires com a namorada e iremos à um show + jantar de tango. Em todos os lugares que pesquisei, os preços giram em torno dos 700 reais para o casal. Iremos no Tango Porteño. Pelo decolar.com, conseguimos o valor de R$440 reais para o casal! Praticamente metade do valor geralmente vendido. Alguém já usou o decolar para esses fins? Deu certo? Vocês aconselham a compra? Valeuuuuu!
  3. HenriqueVanni

    Tango em Buenos Aires

    Fabiano, o motivo da postagem no fórum de mochileiros é justamente por isso, porque em tese, nós, pelo estilo de viagem temos gostos parecidos e orçamentos limitados hahaha
  4. HenriqueVanni

    Tango em Buenos Aires

    rkoerich, cara valeu pela sugestão! Outras pessoas comentaram desse comigo também e todos tiveram uma experiência bem bacana! Li sobre uma galera criticando também, mas os elogios foram bem maiores! Ficarei bem no centro de Buenos Aires, bem próximo a hospedagem tem um outro chamado Tango Portenho, que aparentemente é super bom também! Tô entre esses dois!
  5. HenriqueVanni

    Tango em Buenos Aires

    Falaê pessoal! Numa boa? Estou planejando uma vigem para Buenos Aires no ano que vem com a mulher amada! Dentre as coisas que gostaríamos de fazer está o tradicional tango portenho com um bom jantar! o problema é que já pesquisei inúmeras casas de oferecem o espetáculo, já li recomendações e críticas em diversos sites mas as informações são muito contraditórias! É claro que cada um tem a própria experiência e forma de analisar o evento como um todo, mas confio mais no pessoal daqui do Mochileiros, por questão de perfil, talvez tenha mais chances de condizer com o meu e o da minha Pitanguinha viajante! Sendo assim, se possível, gostaria de saber se vocês podem indicar qual show de tango assistiram, se o serviço é bacana, comida gostosa e claro, se puderam citar o valor, é melhor ainda! Valeuuuuuu!
  6. Obrigado pelo relato, Anselmo! Estou programando uma trip pra Argentina em janeiro e as informações de preço ajudaram bastante! Principalmente no que se refere aos eventos futebolísticos hahahaha
  7. Como San Blás foi o ponto alto da viagem, e acredito que seja o de maior curiosidade da galera, vou incluir mais algumas fotos desses ótimos 3 dias! Continua....
  8. San Blás No dia anterior fechei o pacote para San Blás na recepção do Hostel. O valor total foi de US$ 165,00. Com duas noites de hospedagem na Ilha, com 3 refeições por dia, 3 passeios e transporte de ida e volta para a Cidade do Panamá. Sobre San Blás: "O Arquipélago de San Blas (também conhecido antes como Arquipélago das Mulatas) é um conjunto de 365 ilhas pertencentes ao Panamá situadas frente a costa norte do Istmo, ao leste do Canal do Panamá. É o lar dos índios Kuna, que formam parte da comarca Kuna Yala ao longo da costa caribenha do Panamá." Acordei as 5h da manhã e o transporte chegou no hostel ás 5h30, antes de partir para o porto dos índios Kuna para San Blás, paramos em um mercado para comprar alguns suprimentos para a viagem. É muito importante comprar água, pois é a matéria prima mais rara nas Ilhas! É bom levar alguns snacks também, como salgadinhos e barrinhas de cereal. No caso das bebidas, exceto água, não compensa levar e eu também não considero legal, pois os índios tem uma pequena venda, com preços justos e acho que vale valorizar um pouco a estrutura deles, e até como uma pequena fonte de renda. Acomodação: Os dormitórios são pequenas ocas feitas pelos próprios índios Kuna, são simples e rústicos, mas bem bacanas! As ocas são pequenas e há apenas a cama dentro dela. Vale ressaltar que não há energia elétrica nas ilhas, o que faz a experiência e a tranquilidade muito mais gratificantes! Vale a pena deixar o celular de lado, ler um bom livro, meditar e principalmente relaxar! Alimentação: O cardápio é feito pelos próprios índios, de acordo com o que pescam ou tem em estoque. Geralmente servem algum peixe com arroz, chips de banana e uma salada. Em uma das refeições tivemos sorte! Um dos índios pescou algumas lagostas e elas foram o prato principal! A comida é simples e gostosa! Estrutura da Ilha: Como citei anteriormente, a Ilha é muito rústica e não possui infraestrutura, mas há algumas redes e cadeiras espalhadas por ela! Não há energia elétrica, mas os Kunas possuem pequenos geradores. Por do Sol Para mim, o ponto alto da ilha! O por do sol é fantástico e vale a pena ser admirado sempre que possível! Continua...
  9. Cidade do Panamá! O intuito desse relato é mostrar que o Panamá é muito mais do que um Canal e um StopOver para ir aos EUA. A cidade do Panamá é a capital e cidade mais populosa do país, possui edifícios incríveis, sofisticados e realmente muito chiques. A qualidade de vida na Cidade é incrível! Bem, fiquei hospedado no El Machico Hostel, é um albergue de primeira, bons quartos, infraestrutura muito bacana, bem localizado, possui piscina, café da manhã, mesa de sinuca, video game, cozinha, vende cervejas e refrigerantes por 1 dólar e possui aluguel de bikes! Além de oferecer o tour para San Blás e outros passeios. O site do hostel é: https://www.elmachicohostel.com/ O valor da diária foi de US$ 15, para um quarto com 6 pessoas e banheiro compartilhado. O objetivo do primeiro dia foi conhecer o básico da Cidade do Panamá e reservar o tour para San Blás. Aluguei uma bike no hostel por US$6.00 e poderia ficar com ela por 5 horas. Decidi percorrer a ciclofaixa que fica beira-mar e aproveitar para comer no Mercado de Maríscos. Pedalei até o Casco Viejo, que é considerado o centro velho de Panamá City, o movimento dele é bem baixo durante o dia, mas dizem que a noite o lugar é sensacional! Saindo do Casco Viejo, fui ao Mercado de Maríscos, pra quem gosta de frutos do mar, o lugar é perfeito! A Estrutura é simples mas o atendimento e os pratos são muito bons! Bati um Ceviche de Camarão! Estava muiiiiito bom! O Ceviche + Gatorade custou US$ 4,50. Há pratos mais baratos e outros muito mais caros, mas o custo benefício compensa muito! Até porque é impossível comer uma lagosta aqui no Brasil pagando os US$10 que eles cobram por lá! Enfim, o lugar é simples mas a comida, o atendimento e os preços compensam muito! Vale a pena! Depois da pedalada, voltei ao Hostel e feche o passeio para San Blás! Mais detalhes no próximo post! Continua....
  10. Falaê pessoal! Depois de percorrer o Caminho Inglês para Santiago de Compostela: https://www.mochileiros.com/topic/60177-caminho-inglês-de-santiago-de-compostela-fotos-valores-dicas-perrecos-e-experiências/?tab=comments#comment-652252 E de me aventurar pelas montanhas bolivianas: https://www.mochileiros.com/topic/52252-missão-bolívia-9-dias-de-diversão-e-3-horas-de-decepção-sozinho-fotoscustosdicascausos/ O novo destino foi o Panamá! Sou de São Paulo e sempre tive curiosidade em conhecer o Panamá, mas nunca havia encontrado uma boa passagem para lá! Até que, do nada, apareceu uma passagem de SP - Panamá por R$2.300,00! Logo, desisti! Não cabia no orçamento... Mas, no mesmo dia, apareceu uma passagem RIO-Panamá por R$1.300,00! Aí não perdi tempo e comprei a passagem! Com mais R$238,00 comprei a passagem SP-RIO, todas os voos saíram e chegaram pelo aeroporto do Galeão. TimeTable: 22/08/2017 - Voo São Paulo - Rio de Janeiro 23/08/2017 - Voo Rio de Janeiro - Bogotá (escala) - Cidade do Panamá 24/08/2017 - Cidade do Panamá 25/08/2017 - San Blás 26/08/2017 - San Blás 27/08/2017 - San Blás 28/08/2017 - Cidade do Panamá 29/08/2017 - Cidade do Panamá 30/08/2017 - Voo Cidade do Panamá - Bogotá (escala) - Rio de Janeiro 31/08/2017 - Rio de Janeiro 01/09/2017 - Rio de Janeiro 02/09/2017 - Voo Rio de Janeiro - São Paulo Custo Total da Viagem: R$ 4.111,65 Sobre o Panamá: O Panamá é um país pequeno, situado entre a Costa Rica e a Colômbia, sua moeda é o Balboa que tem o valor de 1/1 em relação ao dólar americano, no país as moedas que circulam são de balboa e dólar e as notas são apenas de dólar. A língua oficial é o castelhano. Possui uma história muito rica e interessante, além de grandes contrastes com verdadeiros arranha céus, cassinos super elegantes e verdadeiras praias paradisíacas no mar do Caribe. Nos próximos tópicos vou detalhar o dia a dia dessa trip, com fotos, valores, dicas e sempre disposto e responder dúvidas!
  11. Falaê Erich! Então cara, algumas das fotos foi tirada por uma Nikon P500, mas ela é velha já hahaha! A maioria das fotos mesmo foi tirada pelo celular! O Asus tem um modo de câmera chamado "super resolução", aí as fotos ficam bem bacanas! Abraços!
  12. HenriqueVanni

    Panamá: muito mais que um canal - 6 noites

    Obrigadão Wellington! Opa! Show de bola, cara! O que puder colocar de informações novas, agradeço muito! Sigo acompanhando o relato!
  13. HenriqueVanni

    Panamá: muito mais que um canal - 6 noites

    Fala Wellington! Muito legal a viagem! Vou para o Panamá agora em agosto, com um roteiro muito parecido com o seu! Qual foi o valor do tour para San Blás? Abraços!
  14. Só não se esqueça a doleira pra evitar os perrecos! Como disse no relato, fui furtado na Bolívia! Então todo cuidado é pouco (em qualquer lugar do mundo, né?) Boas Viagens!!!
  15. Falaê Vageare! Cara, levei em espécie mesmo! Na Bolívia eles aceitam para conversão tanto o dólar quanto o real. Mas eles são muito chatos com o estado de conservação da nota, se estiver um rasguinho, o menor que seja, a nota será recusada! E também, eles só trocam notas de 100 (dólares ou reais). Honestamente eu não botei muita fé na infraestrutura da Bolívia, acredito que em muitos lugares o cartão não seja aceito! (Principalmente para suveniers ou restaurantes mais simples). No Peru é só alegria! Aceitam cartões em todos os lugares e a estrutura das instalações passa bastante credibilidade! Eu só levei em espécie, o IOF do VTM é muito abusivo! Mas, por segurança, sempre vale levar um cartão (no meu caso, sempre o de crédito*). *Só o use em situações emergenciais!! Se não o IOF te arromba também hahaha
×