Ir para conteúdo

tata22

Membros
  • Total de itens

    18
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que tata22 postou

  1. Carol, super obrigada pelo relato. Comprei as passagens para abril (17 dias) e, embora seja aventureira de carteirinha, me bateu um frio na barriga por estar sozinha num lugar tão peculiar e cheio de "adversidades". Acho que meu roteiro vai ser mais ou menos parecido com o seu. Eu gostaria de ir a Santiago e Baracoa, mas acho que vai ser demais para 17 dias (detesto correria, prefiro conhecer menos lugares, com mais calma). Enfim, posso te escrever mais tarde caso pinte alguma dúvida? Desde já, obrigadíssima. Renata
  2. Oi gente! Respondo apenas para poder receber notificações de outros mochileiros. Acabo de comprar minha passagem! Vou dia 13 de abril e fico até 2 de maio. Ainda montando um roteiro, um pouco apreensiva por ir sozinha, mas empolgadíssima. Boa viagem a quem vai antes! PS: E, claro, se alguém estiver por lá nesse período, dê um toque!
  3. Pessoal, acabei de voltar. Cheguei em Uyuni (de Potosí) por volta da meia-noite. Fui dormir no hostel Piedra Blanca (MUITO recomendado! lençóis de fleece com cheirinho de amaciante! mais cheiroso que na minha casa!)... Acordei cedo no dia seguinte, por volta das 8h, e fui perambular pelas agências. Fechei o tour de 3 dias com a Blue Line (seguindo uma recomendação aqui do fórum e o sexto sentido, claro). Você pode fechar na mesma manhã... Os passeios saem todos por volta das 10h30/11h. Foi ok. Custou 680 bolivianos (negociem. Sempre!). A comida foi boa e farta. O guia, Edwin, foi ok, mas muito caladão, tímido. Não tivemos muitas explicações de nada. Quando perguntávamos, ele respondia de boa, mas era fechado. A única coisa que me irritou bastante foi o alojamento da primeira noite, um vilarejo chamado Alota. Nunca dormi em camas tão desconfortáveis na vida! E o estado dos banheiros (na noite seguinte também) era lastimável. Sou super relax com essas coisas, durmo em qq lugar e tal. Tenho frescura zero. Mas um mínimo de higiene é necessário. Me decepcionou ver uma infra-estrutura turística tão mambembe. Tipo, ninguém espera hotel 5 estrelas, mas eu também não paguei um tour nas férias para sofrer... Irritou profundamente chegar em Alota, por exemplo, e me deparar com banheiros fétidos. Havia 4 jipes... Ou seja.. Ao menos 24 turistas no local (uma vez que cada jipe leva 6 + o motorista). Depois do jantar já era impossível entrar no banheiro... Relaxei e pensei "ok, vou dormir. No stress. Amanhã acordo cedo, antes de todo mundo, sou uma das primeiras e pego o banheiro limpo". Era a estratégia... ERA... Ha! Quem disse que o banheiro foi limpo durante a noite???? Ledo engano. De manhã a situação estava pior ainda. TRASH. Pequenas coisas, mas que chateiam um pouco.
  4. tata22

    Downhill em Coroico

    Assino embaixo, turma! Também fiz com a Xtreme no mês passado e foi, sem dúvida, um dos pontos altos da Bolívia. O passeio é LINDO! Fantástico! Paguei 370 bolivianos, e o equipamento realmente é de primeira, assim como as bikes. Na descida, vi outros grupos, de outras agências, com míseros coletinhos e capacetes... Deu até pena. O guia Ariel é super gente boa, o lanche foi ótimo, assim como o almoço (e a piscininha!). Melhor indicação ever.
  5. Amigos, Cheguei do passeio ha dois dias (estou em La Paz agora). Cheguei tarde da noite em Uyuni e fui dormir no hostel Piedra Blanca, a MELHOR noite de sono ate agora, disparado. Banheiro confortavel, agua quente e cama macia, cheirosa e com muitos lencois de fleece. Super recomendo. Enfim, acordei cedo no dia seguinte e fui batendo de agencia em agencia. Eles normalmente precisam de cerca de uma hora para se organizar e partir para o salar (as saidas ocorrem entre 10h30 e 11h). Ou seja, nao se preocupem. Da para fechar tudo no mesmo dia. Fechei o passeio de 3 dias com a Blue Line. Choramingando um pouco saiu por 680 bolivianos (alem dos 150 que temos que pagar no parque nacional da Laguna Colorada). A comida foi otima, o motorista, Edwin, otimo tambem. O carro nao quebrou. O porem ficou por conta da primeira noite. Dormimos numa vila chamada Alota. CAOS na terra. Eu odiei. Camas MUITO desconfortaveis, frio, nao havia cobertores o suficiente e o estado dos banheiros era de chorar. Simplesmente CHORAR. Mesmo. Sei que ha outra opcao de pernoite, no vilarejo de Villa Mar. Pelo que ouvi, parece melhor. Se puderem escolher, fujam de Alota. Fora essa primeira noite quase demoniaca, tudo ok. Em tempo: nao pudemos ir a Isla del Pescado. Nenhuma agencia esta indo. Parece que este ano choveu um pouco demais na regiao e o terreno esta encharcado. Ou seja, os carros ATOLAM. Na semana passada, parece que um grupo de suicos ficou preso la e passou o maior perrengue. Por isso, nenhuma agencia esta se atrevendo a ir. Nada es perfecto. Abs.
  6. tata22

    La Paz - Onde ficar?

    Estou em La Paz agora, no Copacabana. Excelente custo x beneficio. Estou pagando 88 bolivianos por um quarto privado com banheiro e tv (eu precisava de uns dias de "princesa" depois da pauleira do salar, rs. Principalmente pq cheguei aqui passando mal. Rolou febre, diarreia, vomito e sei la mais o que). Trash. Enfim, me recuperando, bem melhor. Mando um alo para agradecer a voces a dica do hostel, do onibus da Todo Turismo e tantas outras.
  7. Pessoal, Mais um update. Voei de Sta Cruz para Sucre com a Tam. O taxi de Viru Viru para o aeroporto domestico, Trompillo, custou 60 bolivianos. O voo foi otimo, apesar de a aeronave ser velha. Serviço de bordo atencioso e lanche gostoso, mesmo sendo um voo de singelos 35 minutos. Achei incrivel. As aeromoças, aliás, são da Aeronáutica, trabalham uniformizadas. Um barato! Mt melhor que muitos voos da Gol no Brasil, trust me. Outra info: um táxi do aeroporto de Sucre para o centro saiu por 25 bolivianos. Agora, estou em Potosí. Mais info, em breve. Se slguém precisar de alguma coisa, só mandar um alô!
  8. Amigos, Escrevo o update diretamente de Viru Viru! Esqueçam a AeroSur! Balcão fechado, não há voos para Sucre. A situação é irregular. Ontem partiu apenas um voo, internacional. A boa notícia: duas opções para chegar de Sta Cruz a Sucre: A) BoA, daqui de Viru Viru (o voo não é direto, tem conexão em Cochabamba) B) Tam, do terminal de Trompillo, voo direto Ambas custam 55 dólares! Aproveito para agradecer as muitas dicas. Prometo retribuir em breve! Se alguém estiver por essas bandas, gimme a shout! Abs, Renata
  9. Obrigada, Lico. Eu também liguei para SP, nesse mesmo número, falei com a funcionária Poliana da Silveira. Ela me disse a mesma coisa. Porém, convenhamos, com toda a boa vontade da equipe de atendimento da Aerosur em SP, não são eles, aqui, que podem nos dizer, com certeza, que a companhia vai manter seus compromissos. Ou seja, não recomendo a ninguém emitir passagens com eles por enquanto - sob o risco de ter que se complicar, com viagens frustradas e aquela dor de cabeça para conseguir estorno de cartão de crédito. Eu estou tentando falar com a Tam, na Bolívia. Eu gostaria de confirmar, com 100% de certeza, de que eles operam voos Viru-Viru/ Sucre, conforme nosso colega aí de cima relatou (mania de repórter, sorry, rs). Mas é inacreditável a dificuldade... Tem que ficar insistindo o tempo todo. Ninguém tem essa disponibilidade, né? *sighs* Continuarei insistindo. Posto a informação em breve (espero, rs). Abs.
  10. Tentei agora ligar para o escritório da Tam em Santa Cruz para confirmar se há voos partindo do Viru Viru ou só do outro terminal mesmo. Claro que não consegui falar. Argh. Continuarei tentando; prometo postar alguma info assim que tiver.
  11. Pessoal, Não sei se estão acompanhando... Endividada, a Aerosur pediu concordata há dois dias e seus aviões estão no solo, deixando milhares de passageiros na mão dentro e fora da Bolívia. A imprensa boliviana diz que o governo do Evo não pretende socorrer a empresa porque isso "é o exemplo da má gestão do setor privado". O impasse está no ar. Enfim, política à parte, isso coloca um pequeno empecilho na minha viagem. Parto dia 30 para St Cruz, no velho voo da Gol com chegada 1h20m em Viru Viru... Minha ideia era acampar no terminal mesmo e pegar o primeiro voo da Aerosur, na manhã seguinte, para Sucre - o que já não sei se será possível. Vi que a Tam boliviana voa de Santa Cruz para Sucre também. Mas, pelo aeroporto doméstico, de Trompillos, certo?! Minha dúvida, de caráter técnico: alguém sabe como ir de Viru Viru para Trompillos? Há ônibus? Qual a distância média? Ou, no caso de táxi, quanto custaria mais ou menos? Só para eu ter uma ideia e não ser "ripped off" logo na chegada... Safe travels everyone. Abs!
  12. tata22

    Potosí e Sucre

    Opa! Obrigada, João! Anotado! Finalmente sai uma dica de Potosí, rs. Tava difícil. Abs!
  13. tata22

    Potosí e Sucre

    Lugar agitado, bar e balada? Tô fora! Passei da idade, rs. Super obrigada pela dica, Maria. Anotadíssima! Super ansiosa pela viagem. Falta menos de um mês! E Potosí? Ninguém se manifesta?
  14. tata22

    Potosí e Sucre

    Turma, Estou procurando dicas de hospedagem atualizadas para uma noite em Sucre (vi elogios a um tal Forastero Guest House) e duas em Potosí (aonde os relatos são bem caóticos). Continuo nas pesquisas. Se alguém tiver voltado recentemente e quiser dar um testemunho de onde passou a noite, agradeço. Abraços.
  15. Oi Monica! Olha, eu fui no ano passado. E acabei... voando! Dá uma olhada no skyscanner, kayak, esses sites de comparação de voos. Lembro que a passagem de trem de Budapeste para Belgrado era algo em torno de 60, 70 euros. Achei um voo por 100 euros! É quase uma ponte aérea, tipo 1h. SUper valeu a relação custo-benefício. Uma dica importante: dê uma checada na questão do visto! Até o ano passado, a Sérvia ainda era a única das ex-repúblicas da antiga Iugoslávia que ainda exigiam visto de brasileiros! Eu viajei usando um segundo passaporte que tenho para driblar isso. Em tempo: outra dica infalível é o Spirit Hostel em Belgrado. Nunca fui tão paparicada num hostel! A infra deles é inacreditável! Você já imaginou um albergue onde cada um ganha seu próprio roupão (cheiroso) e pantufas? Mega confortável e bem localizado. Simplesmente apaixonei! Boa viagem! Eu simplesmente amei! Belgrado é TUDO. Os Bálcãs, na verdade, são inacreditáveis. Paixão só.
  16. tata22

    Huayna Picchu

    Amigos, Perdão pela insistência... Já li as dezenas de tópicos sobre o assunto, mas a dúvida persiste. Estou chateada porque não consegui fechar a trilha inca para maio, quando tiro férias. Infelizmente, vou fazer a visita de trem mesmo. Entrei no site para verificar as reservas e fazer o pagamento, mas não entendi uma coisa: Quando se coloca lá "MachuPicchu", tem as opções: "MachuPicchu" e "MachuPicchu-HuaynaPicchu". Quero visitar tudo, claro. A dúvida é: devo comprar a segunda opção, é isso? (E, separadamente, reservar as passagens de trem?) Gracias!
×
×
  • Criar Novo...