Ir para conteúdo

DiógenesSP

Membros
  • Total de itens

    29
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Camila, eu nunca estive em Cambará mas tenho pesquisado bastante já que pretendo viajar para a região mais ou menos na mesma data. Pousadas tem bastante, depende do bolso e do que procura. Falam bem da Pousada da Simone, tem também a Pousada Por-do-Sol, Pousada Paraíso, Pousada Cambará... essas parecem ser as mais acessíveis, depois tem outras melhores e mais caras. Quanto ao trajeto, pelo que pesquisei e me falaram, as estradas de terra da região são meio complicadas, até dá pra passar com carro de passeio mas exige bastante cuidado e paciência, o que pode atrasar bastante a sua viagem. Alguns posts acima o Arlei explicou que um bom caminho seria sair de Cambará, seguir até São José dos Ausentes, passar por Silveira chegando em Bom Jardim da Serra (há 3 caminhos diferentes depois que passar por Silveira). Aí vc pode descer a Serra do Rio do Rastro e subir, continuando depois até Urubici. Mas tem longo trecho de estrada de terra. Se quiser somente asfalto tem a Rota do Sol. Saindo de Cambará você deverá voltar a Tainhas, descer a RS-486, seguir para o norte, passar por Criciúma, Lauro Muller, e aí subirá a Serra do Rio do Rastro, seguindo depois para Urubici. Recomendo a Serra do Rio do Rastro, Urubici e região, há bons atrativos a conhecer por lá. Fiquei hospedado em Urubici em julho/2013.
  2. Arlei, agradeço a resposta. Pelo que vi no Street View do Google tive impressão que a serra do Faxinal (Praia Grande) seria a pior opção mas você me falou o contrário. O meu carro é um Renault Stepway, não tenho tanta preocupação com altura pq ele é 5 cm mais alto que a versão normal, mas não quero abusar pq não acho tão resistente para off-road. Então a melhor opção seria a Rota do Sol... é que eu gostaria de passar por ela na descida, que parece ser melhor para apreciar as paisagens, tem os mirantes, etc. Mas se for o caso passo na ida e na volta então. Se puderem / quiserem opinar no meu roteiro, pensei no seguinte (nesta ordem): - Cambará do Sul (1 dia para cada Canion) - Bento Gonçalves (2 dias, vinícolas e rio das Antas) - Gramado/Canela/S.Fco Paula (2 dias, Gramado e Canela já conheço) Descer a rotal do sol e subir sentido SP pelo litoral, talvez passe 1 dia em Blumenau Tenho vontade de conhecer também Treze Tílias, mas aí teria que voltar pela 116, até toparia passar por um caminho diferente mas não quero deixar de descer a rota do sol... descer e subir novamente, sem contar o desvio por causa de Treze Tílias, não sei se vale a pena... ãã2::'> muitas dúvidas.
  3. Pessoal, tenho feito pesquisas mas não consegui chegar a uma conclusão. Pretendo viajar ao RS no final de julho, saindo de carro de SP. O primeiro destino é Cambará do Sul mas estou em dúvida sobre o melhor caminho, visando evitar estradas de terra muito complicadas. A serra da Rocinha é uma boa opção? Vi que são cerca de 50 km de terra, porém pelo Google Maps parecem estar bem transitáveis. Ou valeria a pena fazer distâncias maiores indo pela BR-116 desde Curitiba e passando por Vacaria, ou BR-101, subir a Rota do Sol até Tainhas e RS-020? Agradeço quem puder contribuir com informações.
  4. Ótimo relato, obrigado por compartilhar. Já havia lido um outro relato seu aqui no site. Uma pergunta: qual lente usou na câmera reflex? As fotos ficaram muito boas, parece que com a minha não consigo fotos desse nível Um abraço
  5. Ótimo relato, uma aventura só de ler Parabéns pelas fotos e pela iniciativa de levar o plano adiante, mesmo sem companhia.
  6. Muito legal seu relato, bem detalhado e com ótimas fotos. Embarco para a Patagônia dia 18/01 e esse relato com informações recentes veio em boa hora. Vou acompanhar o restante e se precisar de alguma informação, perguntarei.
  7. Gostei das fotos, mais um lugar para colocar na wish list. Abraço
  8. Então quer dizer que "sem querer" você chegou a esse lugar? Que sorte hein... Ótimas fotos, deu vontade de conhecer. Concordo quando dizem "Santa e Bela Catarina". Por isso eu tenho vontade de voltar mais e mais e mais vezes pra lá. Obrigado por compartilhar
  9. Sim, isso mesmo Lielto, logo após essa fenda começam as curvas da serra do corvo branco. Eu não animei de descer porque um trecho não é asfaltado mas depois me arrependi, deixei de conhecer. E você, quais lugares visitou na região?
  10. Valeu, bom que tenha gostado, e obrigado pro desenterrar o tópico, assim eu vi as fotos novamente e relembrei a viagem. No mirante tinha muitos quatis sim, algumas pessoas dão comida e eles estão sempre lá. A Serra do Corvo Branco eu não desci, fica para uma próxima. Abç
  11. Marcos, não imaginava que o Pantanal recebesse muitos turistas europeus... por outro lado não é de se estranhar que pouquíssimos brasileiros conheçam a região porque, além da questão da distribuição da renda que você comentou, temos os preços abusivos nas passagens aéreas... o que se paga numa passagem SP-Nordeste dá para comprar SP-Peru ou SP-Patagônia. Quanto à Europa, ainda não conheço. Quando pensamos num país europeu logo pensamos em arquitetura, cultura, etc, que é o forte desses lugares... e outra, procuramos lá esses itens porque belezas naturais temos de sobra por aqui. Aproveitando, qual o seu equipamento fotográfico? Sou entusiasta na fotografia e gostei da qualidade das suas fotos. Usa alguma lente diferente do padrão 18-55, que acompanha a maioria das câmeras SLR de entrada?
  12. Passei pela região em julho/2013, quando voltava da serra catarinense. Gostei da região, pena que era inverno, clima que não combina com praia, e tudo estava muito vazio. Mas foi bom para conhecer um pouco e colocar na lista para voltar quando puder. Obrigado por compartilhar.
  13. Ótimo relato, obrigado por compartilhar e enriquecer o fórum. As fotos então nem se fala, maravilha. Eu acho curioso encontrar europeus nesse tipo de lugar, é para pessoas que buscam algo bem específico, no caso contato total com a natureza. O "padrão" quando esses caras vêm pra cá é conhecer o Rio de Janeiro.
  14. Viajar sozinho não é ruim como muitos pensam, e ficando em hostel você tem possibilidade de fazer amizades. Como você relatou, não foi o que aconteceu, mas foi exceção pq o pessoal que se hospeda em hostel geralmente é aberto a amizades, mesmo que seja só durante os dias em que está por lá. Bacana o relato, mas posta umas fotos aí, sô. Fica mais interessante.
  15. Bacana o relato e ótimas fotos. Já passei pela região e é muito bonito. Parabéns pela disposição em fazer tudo isso, inclusive acampar, sem carro. Vou aguardar os próximos capítulos.
×
×
  • Criar Novo...