Ir para conteúdo

s.amorim

Membros
  • Total de itens

    26
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que s.amorim postou

  1. Bom galera,foram uns 930kms rodados de muita emoção e aventura,na bagagem novas amizades,mais histórias pra contar... Espero que tenham gostado e me disponho pra tirar as dúvidas dos que quiserem fazer o roteiro. Agora ficarei uns meses sem viajar(já rodei 3330kms de fevereiro pra cá)mas assim que puser os pneus na estrada compartilho com vcs. Grande abraço à todos.
  2. Deixamos a pousada depois de tomarmos café,seguindo o conselho de um colega,resolvo retornar por outro caminho. Subimos novamente a chapada e encontramos mais belas paisagens... Descemos da chapada e encontramos a triste realidade do sertão:A SECA. Plantações de milho perdidas por falta de chuva Mas no meio de tanto sofrimento aparecem marcas do progresso:A TRANSNORDESTINA. Observem ao fundo da foto... São os vagões que espalham material pela obra...
  3. Depois de visitarmos o museu paramos numa lanchonete pra comprar uma cajuína(refrigerante de cajú)e comer uns biscoitos que ficaram na mochila(no Arajara Park não é permitido entrar com comida,eles revistam a mochila e confiscam só devolvendo na saída...ME SENTI NO QUARTEL...rs). Resolvemos seguir a dica do vigia e fomos ao Pontal. Ah! ao sairmos do museu,como forma de agradecimento,demos alguns biscoitos e chocolates para nosso amigo vigia...foi aí que ele sugeriu o Pontal,ou seja,tratem bem à todos que encontrem pela frente nessas viagens...vcs não sabem o que eles têm a oferecer... Mais um lugar íncrivel... Descendo do mirante por uma estradinha de terra batida Adoro essas arquiteturas de igrejas E ainda tem a paisagem do retorno pra completar o dia... Na volta passamos no Crato(CE) na casa de nossos amigos(do Arajara)e foi uma festa,fui presenteado com uma garrafa de cachaça que vem com um cajú inteiro dentro(tinha 8 anos de guardada)...fechamos com chave de ouro nosso passeio,porque não existe nada mais especial do que boas amizades.
  4. Deixamos o Arajara por volta de meio dia,nosso amigo disse que Santana do Cariri(CE)ficava uns 50km então resolvi partir pra conhecer um museu de paleontologia no meio do sertão cearense Ao chegarmos demos de cara com uma porta fechada,mas depois de mais de 50km(deu uns 65kms)resolvi que ia ao menos olhar pelo vidro,foi aí que apareceu o vigia,conversamos e ele abriu as portas para nossa visita,muito prestativo,acendeu todas as luzes e explicou algumas coisas que tinha conhecimento,inclusive nos indicou um outro lugar pra visitar:Pontal de Santana do Cariri. Inacreditável que exista um museu desses aqui...estou encantado com o que vejo... Esse foi encontrado aqui(o original está no Rio de Janeiro) Saca só o tamanho desse moleque que também habitava essa região...
  5. Acordamos cedo e partimos em direção o Arajara Park... Estamos na reserva florestal do araripe Ao chegar no Arajara descobri que se vc completa ano no mês da visita a entrada é gratuita(economizei R$24,00) O lugar é "muito massa" e a água tava gelada pra [email protected]#*o...rs Depois de entrar na água vc se acostuma com o "gelo"...rs Desci no toboágua...mas "dona maria" não conseguiu tirar a foto...rs...sensação de queda livre... Aqui é outro lugar que recomendo,nos divertimos muito e de quebra ainda fizemos uma amizade muito boa com uma família do Crato(CE)...valeu o passeio.
  6. Depois da visita ao Horto voltamos para a pousada pra descansar um pouco... A noite fomos no Shopping Cariri(está um caos com a reforma),mesmo assim estava lotado,quase não achavámos vaga pra "mary poppins"...hehe...compramos algumas bobagens para colocar no frigobar do quarto,voltamos na pousada pra deixar a mochilar e depois fomos procurar uma pizzaria. Em frente a pizzaria uma utra praça bem bacana E olha só...vc ganha uns quilinhos na pizzaria e perde aqui,gostei... Voltamos na rótula que da acesso ao shopping só pra fotografar essa fonte... Agora é hora de ir descansar um pouco que amanhã tem mais...
  7. Depois de andar bastante pelo centro,passamos na frente do comércio de Seu Lunga(estava fechado)e seguimos para o Horto,onde fica a estátua do Pe Cícero.A visão é panorâmica de toda região,indescritível essa paisagem(parece que não estamos no sertão). E estar aqui e não tirar uma foto dessas abaixo é como não ter visitado o lugar...hehe No mesmo lugar tem um memorial dentro do memorial tem umas estátuas de cêra reproduzindo cenas do cotidiano do Pe Cícero Eu não conheço bem,mas percebe-se pela cena que algumas figuras ílustres da época eram frequentadores de sua residência,creio que algumas decisões políticas passavam por ele. Tem também umas peças de madeira no formato de membros do corpo espalhado pela casa,deixados pelos devotos para agradecer a cura de algum mal,vestidos de noiva para agradecer o casamento,entre outros... E não posso esquecer dos potes grandes de água(reparem nas canecas penduradas)onde os devotos bebem para se purficarem Foi uma visita emocionante,onde religião,politica e muita devoção se misturam(RECOMENDO À TODOS)
  8. Chegamos a Juazeiro do Norte(CE) por volta de 10:30h,fomos direto pra Pousada Portal do Cariri(por R$80,00 a diária/casal deveria ter um café melhor),tomamos banho,procuramos um lugar pra comer e a funcionária da pousada disse que tinha um restaurante na mesma calçada com uma comida caseira...descobri que tempero de comida é fome...rs. Resolvemos ir conhecer o comércio(esqueci que era véspera de feriado e tava lotado) fomos ao mercado central,muito artesenato e com preço bom,mas lá tem de tudo um pouco... Dessa vez resolvi conhecer a cidade...tem praças bonitas e organizadas,estavamos nessa praça abaixo(Pe Cícero)querendo tomar uma água de côco,avistamos uma barraca interessante,do "alagoano",o cara é uma figura,mais um que veio tentar a sorte aqui,é muita gente de fora...tomamos uma água geladaça(R$1,00 copo) e boa e ainda pedimos pra ele tirar uma foto nossa...rs
  9. Aqui começa a subida na chapada do araripe,me recordo quando passei por aqui há uns dois anos com "anastácia"...( ). Nesse momento estavámos bem no alto da chapada,incrível que a vegetação e o clima muda absurdamente para o costumamos encontrar no sertão,é um verdadeiro espetáculo da natureza.
  10. Olá amigos,olha eu aqui de novo... Como estava ficando mais "viajado" no 14 de maio,resolvi fazer diferente:comemorar meu niver na estrada. Então resolvi conhecer as belezas do meu sertão,fui para região do cariri... Saímos cedo(05:00h)e pegamos o nascer do sol na estrada... Depois de rodarmos uns 100km paramos pra tomar um café...e olha só que homenagem ao sertanejo... O clima estava agradável,propício à aventura,por volta de 08:00 já avistávamos a chapada do araripe... Mas ao passarmos em Exu(PE) foi impossivel deixar de visitar o museu do gonzagão,e nesse ano de centenário então... Nessa varanda Luiz Gonzaga criou muitos sucessos... Eu também tentei... A visita foi inesquecível,pensar que eu estava onde Luis Gonzaga viveu...não há fotografia que revele essa emoção...guardamos na memória e continuamos nossa viagem.
  11. Pois é galera,depois de 1400kms rodados chegamos em casa com a alma lavada,rever o lugar onde passamos boa parte de nossa infância foi revivê-la...o póoximo destino eu ainda não sei,mas com certeza vem parar aqui,pra dividir com vcs essa emoção que é viajar de moto. Grande abraço a todos.
  12. Depois de mais de 24 anos estavamos chegando onde vivemos parte de nossa infância(a expectativa aqui já era grande)... chegando em Ibipeba(BA) ainda falta uns 50km de terra... a velocidade não passa dos 60km/h...a viagem fica mais longa...resolvemos para numa sombra e descansar,tomar uma água... Enfim chegamos a Mirorós(BA)...trocamos de roupa e vamos ver a barragem e tomar banho na bacia...
  13. Nos despedimos de Lençois com um belíssimo café da manhã,preparado com muito capricho por D.Ana(doce lar hospedaria)...esse lugar é fántastico,agora entendo porque muitos visitam e ficam por aqui mesmo,D. Ana é esposa de Seu Renan(uma figuraça)vc chega dos passeios e fica batendo papo com ele e a galera que vai chegando(muito massa)...mas temos que partir,ainda nos restam mais de 800kms pra rodar... Saída de lençois Morro do Pai Inácio(ficou faltando ir nesse lugar)
  14. Depois de almoçar e fomos pro ribeirão do meio mesmo com pouca água ainda dá pra descer pelo toboágua natural...
  15. A noite fomos comer uma pizza e tomar uma gelada... No dia seguinte fomos a cochoeira da primavera,embora com pouca água(a falta de chuva aqui tbm é um problema)estava muito agradavel e curtimos muito... Passamos pelo mirante de lençois Salão de areias coloridas terminamos esse passeio com um banho gelado nas banheiras naturais do serrano e tomando aquela gelada...
  16. Ao voltarmos pra Lençois nos deparamos com uma cena tipicamente do interior baiano,achavamos que essa prática estava extinta e relembramos nossa infância,pois quando criança cosumavamos no intervalo da escola lancharmos pão saíndo do forno com copos de suco(mancha-pulmão)... Vai a dica: pra quem tiver com sede em Lençois e pouco dinheiro,procure a "venda" do seu Diva,copos de suco por R$0,10... Revivemos nossa infância... e a padaria fica em frente...
  17. Olá galera,olha eu aqui de novo... Dessa vez pra dividir com voçês nosso rolé de moto pela chapada(não a foto que revele a emoção dessa viagem),dessa vez meu irmão me acompanhou e havíamos planejado um rolezinho juntos,ele de hornet e eu na minha xre(qdo paravamos pra abastecer o q pegava na minha era a mesma qtde na dele,minha mary poppins no limite e ele de boa a 130/140km/h). Parada pra tomar café em Capim Grosso(BA) Chegamos à Lençois(BA) às 12:30h,pegamos um trecho que era só buraco,em boa parte da bahia as estradas estão em péssimo estado de conservação,mesmo um pouco cansado após rodar mais de 500km passamos na pousada doce lar depois almoçamos e partimos para mucugezinho. Poço do diabo
  18. 18:00h:Chegamos em casa,a volta foi um pouco mais cansativa talvez pelo horário,mas fiz várias paradas pois não tinha tanta pressa e queria curtir a paisagem com calma(o retorno é sempre mais calmo). A viagem foi tranquila para quem não fez muito planejamento,a cada viagem um aprendizado novo,uma experiência para as que virão(espero muitas ainda),voltamos renovados,é como se o cansaço fosse uma desintoxicação de todo estresse do dia-a-dia...mal acreditamos que tinhamos rodados mais de 1000km,isso nos motiva a ir cada vez mais longe e curtir a bordo de nossas motos acompanhados de nossas fiéis garupas(se pilotar é cansativo imaginem ficar ali parado). Agradeço a Deus por nos guardar pelas estradas,aos que nos receberam com muita alegria,a minha esposa que me apoia e acompanha em minhas aventuras e aos que nos proporcionaram guardar algumas recordações(os fotografos da estrada) Espero que tenham gostado do meu relato,como é o primeiro relevem os erros... Resumo: Distancia percorrida: 1056.3 km Combustível queimado: 54,26 litros Gasto com combustível: R$151,80 Gasto com pedágios: R$4,20 Gastos diversos: R$ 120,00 Descansando pra próxima
  19. Durante toda viagem(como já havia dito)solicitava aos que passavam para tirar uma foto,nessa daqui um carinha estava com o celular na mão,quando pedi pra ele tirar uma foto da gente ele apontou o celular e aí lembrou que era com mina câmera(foi muito engraçado)mas as fotos ficaram legais. daqui a alguns dias quero passar aqui de novo(é a entrada pra chapada diamantina) Alguém não gosta de Juazeiro(BA) e Petrolina(PE)...nessa hora a minha esposa começou a ficar preocupada,estava começando o cansaço e ainda faltava 233km então paramos pra tomar uma água de côco 15:30h:estavámos mais perto,chegamos em Senhor do Bonfim(BA),abastecemos no mesmo posto e dessa vez segui o conselho da frentista e fui lanchar onde ela tinha indicado(realmente bem melhor),o almoço acabou sendo esquecido e a essa altura já não tinha mais vontade de almoçar,qualquer coisa pra me manter em pé servia.
  20. nesse trajeto a viajem começou a ficar incômoda,pois a mochila ficou um pouco em cima do banco,o que projetava a garupa pra frente e eu fiquei numa posição ruim,quando chegamos em Feira de Santana(BA) fui procurar um baú pra facilitar minha vida,procurei um de 45l mas só encontrei um GIVI 33(vai esse mesmo)já tinha perdido 2 horas dentro de feira,na CC onde encontrei o baú tinha uma African Twin 750(relíquia) 11:40h:enfim saímos de Feira de Santana(BA),a viagem se tornou mas confortável,a bagagem coube quase toda no baú,o que sobrou foi na mochila amarrada em cima dele(acho até mais bacana assim)continuamos tranquilos nosso retorno,as estradas estavam bem menos movimentadas.Fizemos uma parada en Tanquinho(BA) para fazer um lanche(planejamos almoçar mais adiante). 12:35h:chegamos em Riachão do Jacuípe(BA),a velocidade variava entre 120/130km/h(estava querendo recuperar o tempo perdido com o baú),paramos no posto(gasolina:R$2,61)abastecemos e seguimos nossa viagem
  21. Quinta feira 23 de fevereiro de 2012 08:00h : acordamos cedo(acreditem,é a primeira vez que acordo cedo aqui)e tomamos café,amarro a bagagem na garupa(dessa vez sem sacos de lixo)e saímos em retorno pra casa,embora tenha sido fantástica a estadia,temos que voltar pra casa,a ansiedade agora é retornar e ver como tudo estar depois de 7 dias...paramos pra abastecer(gasolina:R$2,84)e o carro a minha frente tem placa de Petrolina(PE),mas eles vem por outra estrada e não quero arriscar,melhor voltar por onde já conheço. Na saída cruzamos com um trem de carga dentro da cidade saindo de Camaçari(BA) na volta pedíamos a quem encontravámos pela frente para tirar as fotos,essa foi a moça do pedágio e essa foi uma cara que ia passando de bicicleta(acho que ele não tinha muita prática) melhor eu mesmo fotografar
  22. Terça feira 21 de fevereiro de 2012 Mais um dia acordando tarde(tô ficando mal acostumado),planejamos ir à praia hoje,já saímos por volta de 10:00h,fomos para a praia de imbassai,uns 55km de distância daqui. Quarta feira 22 de fevereiro de 2012 Tinha planejado voltar pra casa ontem,mas como já fazia tanto tempo que não via a turma acabei adiando o retorno,amanhã estarei pegando a estrada de volta pra casa,então fizeram um churrasco de despedida(de novo no sítio).
  23. Depois de "bater um baba",nadar na represa e comer uma feijoada,o que o baiano faz? Pois é,não poderia fazer diferente... O dia foi excelente,estava realmente precisando de um dia assim(desestressante)mas tudo que é bom acaba rápido e antes de escurecer voltamos para cidade. A noite ficamos em casa jogando PES2011..rsrs...tava enpolgado com os dois gols...me sentindo o Ronaldo fenômeno com meus 105kg...kkkk
  24. Esqueci de comentar, arembepe tem uma vila hippie, se passarem por lá não deixem de visitar. Segunda feira 20 de fevereiro de 2012 Os amigos possuem um sitio próximo a cidade e hoje é dia de curtir uma feijoada no sitio,com direito a banho de represa e futebol(acreditem,eu fiz 2 gols),a viagem ta sendo uma alegira só...desde de sábado que não ando de moto(estou com abstinência)então resolvo ir nela pro sítio. Feijoada em panela de barro... Eu não resisto o cheiro e... minha moto virou parque de diversão...
  25. Olá amigos, sou novo por aqui e gostaria de deixar meu relato sobre meu passeio de moto de Petrolina (PE) a Camaçari (BA), algo em torno de 1000 km ida e volta. Tinha comprado recentemente a moto (estava com menos de 500 km) e aproveitei o feriadão do carnaval para visitar uns amigos (alguns já não via há uns 15 anos) o único contratempo seria a revisão de 1000 km(se não fizesse perdia a garantia)...entrei em contato com a CC de lá para saber se funcionaria no sábado18/02 e daí resolvi partir um dia antes. sexta-feira 17 de fevereiro de 2012: 05:30h:Embora tenha chovido forte por toda noite não desmotivei e saí de casa (ainda escuro)após conferir equipamentos e se a bagagem(uma mochila trilhas&rumos 75 litros embalada em sacos de lixo para não molhar)estava bem amarrada partimos em direção ao posto de gasolina(gasolina:R$2,99),parecia ainda não acreditar que estava prestes a rodar uns 500km,subimos na ponte sobre o rio são Francisco,logo já estávamos na Bahia,o dia começava amanhecer quando estava saindo da cidade de Juazeiro(BA)seria o mais longo percurso feito num único dia e a bordo de uma moto que gerava muita expectativa. O dia já estava claro e o tempo continuava nublado, com uma leve garoa a viagem ficava mais prazerosa e divertida, o grande perigo nesse trecho, no entanto são os animais (facilmente confundido o cinza dos jumentos com o asfalto) a velocidade variava entre 100/110 km/h. 07:00h: após rodar uns 130km chegamos a Senhor do Bonfim(BA) onde paramos pra tomar café e aprendemos a primeira grande lição dos viajantes:PERGUNTE SEMPRE O VALOR ANTES DE CONSUMIR. O cara da lanchonete me cobrou R$3,50 numa lata de suco (deve ta incluída a taxa de visitação pois na parede tem muita foto de "celebridade",nem arrisquei fotografar )mas como diz o ditado: "chapéu de otário é marreta" paguei e segui para o posto de gasolina(gasolina:R$2,88)e foi ali que a frentista me disse ,após eu reclamar do valor do lanche, que isso sempre acontece com quem é “de fora”...e me indicou outro lugar,mas agora já era tarde - deixa pra volta... Seguimos viagem e o trânsito começava a ficar intenso, afinal era véspera de feriado, e muitos desciam para capital baiana para curtir o carnaval. 08:40h:já tínhamos rodado mais de 250km quando chegamos no distrito de Itatiaia(São José do Jacuípe-BA)paramos no posto para abastecer(gasolina:R$2,69),esticar as pernas e tomar um cafezinho. A partir daqui a velocidade de cruzeiro passou a ser de 110/120 km/h e sentia que uma bolha cairia bem. Faltava menos da metade do percurso para chegar, a moto se comportava bem, as ultrapassagens eram feitas com mais segurança, a viagem se mostrava mais divertida. Por volta das 11:00h entravamos na BR-116,impossível fazer uma ultrapassagem até chegar em Feira de Santana(BA) 11:40h: chegamos em Feira de Santana(BA) após longo trecho de transito intenso e lento esperei encontrar um posto ESSO (gasolina:R$ 2,59)pois já vinha abastecendo com a gasolina vermelha,aproveitamos para tomar uma água e colocar crédito no celular. Após trocar o dinheiro para o pedágio seguimos viagem,já estávamos mais de 400km distante de casa e o destino estava bem próximo,estava ansioso pra rodar na BR-324 com minha moto nova.Nesse trecho a velocidade era 125/135km/h,foi aí que me surpreendi com a moto pois estava com garupa e bagagem.Ao chegarmos no acesso ao canal de trafego(BA-522)minha esposa perguntou se eu já conhecia a estrada,daí vem a segunda lição:CONSULTE NO GOOGLE MAPS O TRAJETO. Parecia que estava em casa, conhecia bem os acessos e sabia exatamente onde estava rodando. 12:30h : chegamos a casa de meus amigos,encontrei sem nenhuma dificuldade apesar de ter uns 15 anos que não andava lá,o calor insuportável sob a jaqueta impermeável me faz pensar em trocar por uma SUMMER. Agora era só alegria, rever todo mundo era reviver minha infância, e apesar de ter acordado umas 04:00h fomos dormir depois de 01:00h conversando com a turma. Mal acreditava que tinha rodado uns 500 km e já tinha chegado (nem queria pensar na volta). Sábado 18 de fevereiro de 2012 A moto já estava com 1055 km rodados, levei a moto na CC MOTOPEMA, onde foi trocado filtro e óleo (R$ 62,00), além de lubrificações de rotina. A atendente disse que estaria pronta as 10:30h,quando retornei para pegar a moto(terceira lição: NUNCA DEIXE SUA MOTO NA MÃO DE ESTRANHOS,ACOMPANHE TUDO) estava terminando e não eu tempo de lavar,mas tudo bem,moto em viagem é isso mesmo:muita sujeira... Voltei para a casa dos meus amigos quase 13:00h,almoçamos e fui dormir um pouco,afinal:estava na Bahia,pra que pressa?! À noite fui a Lauro de Freitas (BA) onde teria um aniversário da filha de uma amiga (tava com sorte, mal chegara e já tinha festa... êita Bahiiiaaa) Domingo 19 de fevereiro de 2012-02-25 Chegamos tarde da noite anterior, acordamos tarde... almoçamos e partimos para praia de arembepe onde visitamos o projeto TAMAR.
×
×
  • Criar Novo...