Ir para conteúdo

maom

Membros
  • Total de itens

    13
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que maom postou

  1. Olá Meu filho teve o reconhecimento da cidadania em Jesolo,recentemente,16/06,e não devolveram nenhum documento.Ficaram todos lá. Abraços Maria
  2. quote:Originally posted by r.heleno []e ai galera alguem pode me dar uma força dizendo quem conhece na italia alguem que te ajude como moradia e apoio para tirar a cidadania pois estou indo para là quem poder ajudar agradeço de coraçäo obrigado heleno id="quote">id="quote">Heleno Mandei uma resposta nesse e-mail que vc deu no forum mas,voltou.Dê um endereço válido,ok? Abraços
  3. quote:Originally posted by Dalabarba Gente, moro no interior de Mato Grosso e por aki não tem nem um curso de italiano, eu poderia fazer por correspondencia? alguem sabe de alguma escola q faz isso? obrigado.. id="quote">id="quote">Oieeeee Tudo bem? Tem esse site com curso on line.Não entrei para ver,mas vc pode tentar,né? http://www.torredibabele.com/pt/online.htm Abraços
  4. Saiu essa data no modelo que nada tem com sua procura.Foi erro meu de mandar com a data.Desculpe-me
  5. quote:Originally posted by Rod.Mar Topico Agrupado id="red">Topic author: GUIANA Subject: Certidão de Nascimento/ Casamento na Itália Posted on: 09/07/2005 22:57:34 Message: Olá galera!! Preciso de uma informação: Meus bisavós nasceram e se casaram na Itália, mais precisamente na Comune di Gorgo al Monticano, na Província Di Treviso, na região do Vêneto. Gostaria de saber onde consigo e como obter as certidões originais de nascimento/casamento deles? Se é na Comune di Gorgo al Monticano ou na Província di Treviso?? Agradecida desde já, Ana Replies: id="quote">id="quote"> Se é para ajudar,famos fazer direito,né?Esse é um modelo para enviar para o comune. ------------------------------------------------------------------- Al Signor Sindaco Del Comune di----------- Italia Sono discendente di------------ , nato in codesto Comune il 03.29.1880, figlio di --------- e di ------------- emigrato in Brasile. La prego di voler cortesemente inviarmi una copia dell'estratto dell'atto di nascita del predetto nonché informarmi delle sue complete generalità e di ogni altro elemento di identificazione. In attesa di un cortese cenno di riscontro, colgo l'occasione, Signor Sindaco, per porgerLe i sensi della mia più alta stima Local,data nome endereço-CEP telefone para contato endereço e-mail ----------------------------------------------------------------- Eles demoram um pouco porque muitas pessoas pedem pesquisas.É paciência que deve-se ter. Vou colocar assim que achar outros modelos,nem sei se já tem no site. abraços
  6. quote:Originally posted by pauloldc Alguém por favor teria como mandar um exemplo de "CARTA OSPITALITÀ" para dar entrada do Permesso di Soggiorno?? Não estou conseguindo arrumar nenhum modelo para que meus familiares na Itália faça pra mim... E eu gostária de saber se esta serve como "visto de entrada". Já que irei para Itália como turista e gostária de saber se a mesma não serveria para que eu não precisasse de reservas de hotel. obrigado id="quote">id="quote">OIIIII!!! Finalmente consegui encontrar para vc.Se alguem já mandou,ótimo. --------------------------------------------------------------- Dichiarazione di Ospitalità ALLA QUESTURA DI-------- UFFICIO IMMIGRAZIONE DICHIARAZIONE DI OSPITALITA'. Il sottoscritto nato il a residente a via nazionalità telefono professione consapevole delle conseguenze previste dall'art.12 comma i del D.L.25.07.98 nr.286 del Testo Unico in materia di stranieri, che dispone "salvo che il fatto costituisca più grave reato, chiunque compia attività dirette a favorire l'ingresso degli stranieri nel territorio dello Stato in violazione delle disposizioni del presente T.U. è punito con la reclusione fino a 3 (tre) anni e con la multa fino a 15.494.00 euro" CON LA PRESENTE COMUNICA DI VOLER OSPITARE PER MOTIVI DI TURISMO il cittadino straniero nato a il di nazionalità il sottoscritto informa altresì: 1- di avere con la stessa persona legami di (parentela/amicizia/altri) 2- di sapere con certezza, che la stessa persona nel proprio Paese di origine: - svolge la seguente attività lavorativa - trae mezzi di sussistenza da (se non lavora) - di possedere le disponibilità economiche ed abitative per poter ospitare il suddetto cittadino straniero. Il sottoscritto dichiara di provvedere - fornirgli alloggio presso la propria abitazione sita a - comunicare alla Questura la presenza dello straniero ospitato presso la propria abitazione entro 8 giorni dalla sua entrata nel territorio italiano; - assicurare il suo rientro al Paese di origine entro i termini previsti segnati sul permesso di soggiorno che lo straniero dovrà consegnare alle Autorità di frontiera italiana all'uscita dal territorio. In fede ------------------------------------------------------------------- Como nosso italiano é quase nada,peça para alguém traduzir para vc e ver se é essa mesmo,tá?Espero que seja. Abraços
  7. quote:Originally posted by iurimicucci Rodrigo, Queria saber o seguinte, como te perguntei antes... Para que pedem na Italia a certidão de não naturalização do antepassado se já levamos ela devidamente traduzida? Pode me explicar? Entre estas cidades qual vc indicaria para dar entrada no processo? Torini, Mantova ou Monfalcone? Abraços... id="quote">id="quote">oi para todos Vou sim colocar os procedimentos certos na Italia,mas como foi meu filho quem foi,preciso pedir a ele os detalhes certinhos.Aguarde um pouquinho,tá? Quanto ao que o comune pede para o consulado,não é certidão de não naturalização do italiano em questão,mas sim a certeza que no consulado não tem nenhum pedido da família de renuncia da cidadania italiana.Caso alguém,por qualquer motivo tenha renunciado á cidadania,coisa que pode acontecer,então nada feito.Não sei se há como resolver depois se acontecer.Vou pesquisar. Abraços
  8. quote:Originally posted by 2xdee Fiquei confusa, afinal reconheço ou não a firma de quem traduziu...? sim, vou contratar um tradutor juramentato e sim sou de SP hehe id="purple">id="size1">id="Verdana"> id="quote">id="quote"> Oi Eu entendo você porque quando fiz o processo todo também fiquei um pouco confusa.É um processo simples,mas deve-se dar um passo de cada vez. 1-Juntar todos os documentos. 2-Verificar se os dados estão corretos(datas,nomes,etc) 3-Caso haja erros,fazer a correção(retificação)desses erros(atraves de um processo jurídico,com um advogado) 4-Se seu caso precisar desse processo de retificação,assim que o juiz assinar esse processo,o advogado deve devolver o mandado para você,que deve levar a cada cartório onde estão os documentos para o "cumpra-se" do juiz. 5-Ainda nesse assunto,o cartório vai fazer novo(s) document(s),agora já corrigidos,e você terá que pagar nova via desse documento(esses documentos não devem ter a firma reconhecida quando forem emitidos.Será dinheiro gasto sem necessidade.) 6-Depois de todos documentos emitidos, já corrigidos(retificados) e sem firma reconhecida,você levará todos para terem a firma reconhecida num "TALELIONATO de NOTAS DA CAPITAL" do estado onde você reside.Isso torna os documentos legais no Brasil. (lembre-se que o consulado tem os estados certos para atender.Veja nesse site http://www.italconsul.org.br/bilingue/pag/_rete_cons_in_Brasile_.htm 7-Depois das firmas dos cartórios já reconhecidas,você vai levar para um "TRADUTOR PÚBLICO JURAMENTADO" traduzir todos os documentos para o italiano. 8-Assim que o tradutor terminar as traduções, você vai novamente ao "TABELIONATO DE NOTAS DA CAPITAL" e reconhece a firma do tradutor. Isso torna os documentos legais aqui no Brasil. 9-Organize os documentos, tendo como primeiro, o nascimento do italiano,depois da mulher do italiano,casamento,óbitos e assim por diante,cada um com sua tradução,grampeados,bem organizados.Os consulados gostam dessa organização. 10-Com esses documentos você deve juntar um comprovante de residência(conta de luz,recibo de escola,faculdade,claro que deve estar em seu nome) 11-Para não ter surpresas(dificilmente acontece de se perderem)seja prevenido e tire cópias autenticadas de todos documentos e guarde com você.Isso é só sugestão. 12-Levar tudo ao consulado que atende seu estado,e pedir para legalizarem os documentos(isso torna os documentos legais na ITALIA).Em São Paulo perguntam se vai para Itália,mandam preencher um papel com nome,endereço e telefone para contato, da pessoa que vai para Itália.Tiram um xerox desse papel que tem um número para simples cadastro de atendimento.Não é número de fila para atendimento.Esse xerox será solicitado quando for buscar os documentos.Guarde bem. 13-Quando o consulado ligar dizendo que está pronto,esteja com o dinheiro preparado,pois esse pagamento das legalizações só deve ser feito diretamente no caixa do banco,nada de pagamento eletronico.Vá no dia marcado ou corre o risco de ir para o fim do atendimento, de novo. 14-Chegando ao consulado você vai pegar um boleto,pagar no banco,levar o boleto novamente para o caixa do consulado.Só depois de dois dias vai voltar ao consulado para buscar os documentos legalizados.Isso acontece no consulado de São Paulo,onde fiz as legalizações. 15-Depois é partir para a Italia,fazer o permesso,dar entrada no comune e aguardar.Alguns dias e festejar com os amigos. Acharam difícil?É trabalhoso,não difícil. Será que agora há dúvidas?Vamos esperar para ver. Abraços Maria
  9. quote:Originally posted by mundoafora Rodmar obrigada pelas informações. Estou assim perdidaça com isso tudo. Tenho escrito num livrinho do meu bisavo o lugar onde ele nasceu, é Mira ah e tem tambem a data do aniversrio dele e da minha bisavo (que é brasileira). Como eu faço para conseguir a certidao de nascimento dele lá na Italia. Se eu escrever para algum lugar aqui no Brasil tipo consulado eu consigo isso? como eu faço? id="quote">id="quote">Olá Você pode entrar no site da comune de Mira http://www.comune.mira.ve.it Aí tem muitas informações Abraços
  10. quote:Originally posted by crtrad e ae minha amiga maria!!! só um coisinha - tradutor com firma reconhecida não é o mesmo que tradutor juramentado - creio eu.. só com firma é bem mais simples, para um tradutor ser juramentado é algo bem mais complexo - acho que as minhas traduções foram simples - ainda não recebi meus documentos de volta do consulado - ainda estão lá para legalizar - só então vou ver se minhas traduções estavam ok. beijos pra ti cristiane[] quote:Originally posted by maom quote:Originally posted by You cant take me out Resposta Incorreta.. O reconhecimento de firma è da assinatura do TABELIAO q assinou a certidao. Os outros reconhecimentos (das traduçoes, conforme informado pelo EDITOR) serao feitos no consulado (isso è q è chamado de LEGALIZAçAO) Podem verificar nas certidoes (aqueles q ja legalizaram) que vem escrito: VISTO PER LEGALIZZAZIONE DELLA FIRMA DEI SIGNOR: (e o nome do tradutor) Esta è a legalizaçao do consulado (que reconhece firma da assinatura do tradutor) O reconhecimento no 27°, è das assinaturas dos tabelioes que emitiram as certidoes de nascimento, casamento e obito. PS: no 27° encontram-se os registros de QUASE todas as assinaturas de tabelioes, mas em alguns casos (onde nao exista la) sera necessario o pedido ao cartorio de registro da capital do estado que emitiu as certidoes. PS2: Como o editor informou anteriormente (neste caso, esta correta a informaçao)No caso da negativa de naturalizaçao, nao existe necessidade de reconhecimento da firma no cartorio da capital (27°) pois a mesma nao è emitida por nenhum cartorio, e sim pelo MJ. Esta certidao, sera somente reconhecida a firma da traduçao e diretamente PELO CONSULADO. Beijinhos Barbie. quote:Originally posted by Rod.Mar quote:Originally posted by 2xdee duas coisas que não consigo entender: - precisa reconhecer firma de quem fez a tradução dos docs? Pq uma vez eu lí que não era preciso, pq o consulado meio que já "reconhecia" de quem era. - precisa reconhecer a firma de quem assinou a negativa de naturalização? [] id="quote">id="quote"> Bruna ... precisa sim reconhecer firma do Tradutor!! Da negativa naum pois o consulado reconhece! id="quote">id="quote"> id="quote">id="quote">Por favor,gente Esse processo já é complicado para nós.Não vamos "embolar" mais a cabeça de quem ainda não teve o reconhecimento da cidadania.O tradutor "DEVE SIM TER SUA FIRMA RECONHECIDA EM TABELIONATO DA CAPITAL"! Quando a tradutora, que fez minhas traduções, me enviou tudo pronto,mandou junto um aviso que isso devia ser feito ou como o consulado vai ter a certeza,mesmo sabendo que ela é juramentada,que a assinatura é dela mesmo?Só o tabelião para "jurar" que foi ela(ele) quem assinou tudo.Mesmo sendo reconhecidas as firmas,se o consulado tiver alguma dúvida,liga para os tabelionatos para conferir.E porque voces vão correr o risco de ter tudo devolvido? Desculpe pela correção,Barbie. Maria Aparecida id="quote">id="quote"> id="quote">id="quote"> Olá Cris Agora você me preocupou.Sua tradução não foi feita por um tradutor juramentado?Mas,essa é uma exigencia do consulado,tanto que o consulado tem uma lista com os nomes dos tradutores juramentados.Eles são autorizados para traduzir para o italiano.E firma é o reconhecimento da assinatura desse tradutor pelo tabelionato.E você tem que ver logo isso.Liga lá para se informar. Beijos[]
  11. quote:Originally posted by You cant take me out Resposta Incorreta.. O reconhecimento de firma è da assinatura do TABELIAO q assinou a certidao. Os outros reconhecimentos (das traduçoes, conforme informado pelo EDITOR) serao feitos no consulado (isso è q è chamado de LEGALIZAçAO) Podem verificar nas certidoes (aqueles q ja legalizaram) que vem escrito: VISTO PER LEGALIZZAZIONE DELLA FIRMA DEI SIGNOR: (e o nome do tradutor) Esta è a legalizaçao do consulado (que reconhece firma da assinatura do tradutor) O reconhecimento no 27°, è das assinaturas dos tabelioes que emitiram as certidoes de nascimento, casamento e obito. PS: no 27° encontram-se os registros de QUASE todas as assinaturas de tabelioes, mas em alguns casos (onde nao exista la) sera necessario o pedido ao cartorio de registro da capital do estado que emitiu as certidoes. PS2: Como o editor informou anteriormente (neste caso, esta correta a informaçao)No caso da negativa de naturalizaçao, nao existe necessidade de reconhecimento da firma no cartorio da capital (27°) pois a mesma nao è emitida por nenhum cartorio, e sim pelo MJ. Esta certidao, sera somente reconhecida a firma da traduçao e diretamente PELO CONSULADO. Beijinhos Barbie. quote:Originally posted by Rod.Mar quote:Originally posted by 2xdee duas coisas que não consigo entender: - precisa reconhecer firma de quem fez a tradução dos docs? Pq uma vez eu lí que não era preciso, pq o consulado meio que já "reconhecia" de quem era. - precisa reconhecer a firma de quem assinou a negativa de naturalização? [] id="quote">id="quote"> Bruna ... precisa sim reconhecer firma do Tradutor!! Da negativa naum pois o consulado reconhece! id="quote">id="quote"> id="quote">id="quote">Por favor,gente Esse processo já é complicado para nós.Não vamos "embolar" mais a cabeça de quem ainda não teve o reconhecimento da cidadania.O tradutor "DEVE SIM TER SUA FIRMA RECONHECIDA EM TABELIONATO DA CAPITAL"! Quando a tradutora, que fez minhas traduções, me enviou tudo pronto,mandou junto um aviso que isso devia ser feito ou como o consulado vai ter a certeza,mesmo sabendo que ela é juramentada,que a assinatura é dela mesmo?Só o tabelião para "jurar" que foi ela(ele) quem assinou tudo.Mesmo sendo reconhecidas as firmas,se o consulado tiver alguma dúvida,liga para os tabelionatos para conferir.E porque voces vão correr o risco de ter tudo devolvido? Desculpe pela correção,Barbie. Maria Aparecida
  12. quote:Originally posted by Rod.Mar quote:Originally posted by Don Juan de Marco Rodrigo... A respeito das traduções, quando se fala em levar ao tabelionato, este tem que ser da origem do documento? Por exemplo: a certidao de nascimento do meu pai e a minha são de cidades diferentes. Tenho que levar no tabelionato especifico destas cidades, ou poderei levar somente no da capital, para em seguida fazer as traduções e posteriormente levar novamente ao tabelionato p reconhecimento de firma do tradutor e em seuida, enfim, levar para legalizá-los.´Meu raciocinio está correto?? SEr for assim, terei que gastar novamente com as traduções ( vou apenas tentar pegar um desconto, visto que o tradutor ja deve ter arquivado minhas traduções, rs). Obrigado pelas informações. Michael DArolt id="quote">id="quote"> Michael ... é isto ai!! O Tabelionato que vc tem que levar TEM QUE SER DA CAPITAL, geralmente os tabelioes tem firma no 27 Tabelionato de notas .... dai para frente é como vc disse mesmo!!! Buona Gionata Bello!! id="quote">id="quote"> []Olá Michael Pode crer no que lhe passei por email.Leva para reconhecer as firmas em "TABELIÃO DA CAPITAL".Cada cartório tem sua firma em um tabelionato,mas como disse a mensagem anterior,no 27º tabelionato de notas reconhece a firma da maioria dos cartórios.Quanto ao tradutor já ter arquivado suas traduções,ele tem como ver isso,já que são registradas em livros,quando ele é juramentado.E como ,se é juramentado,não avisou voce que as firmas deviam ser reconhecidas primeiro para depois traduzir?Isso ele sabe.Ou não?Fico irritada com esses erros primários! Abraços
  13. Olá pessoal Estou aqui para dividir com voces a alegria.Hoje,depois de tanto esperar,meu filho recebeu a identidade italiana.Foi um longo percurso,procurando documentos,sem pistas nenhuma,eu consegui. Por isso não desistam dos seus direitos.Se está muito difícil,façam como eu fiz:rezem.E DEUS com certeza vai ajudá-los. E voces do forum também me ajudaram com as dicas.Um pedacinho dessa cidadania é de voces também. Muito obrigada! Abraços Maria
×
×
  • Criar Novo...