Ir para conteúdo

jackese

Membros
  • Total de itens

    13
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Nos dias subsequentes, andamos muito por Santiago. Dá para conhecer muita coisa on foot. E quando precisamos de um transporte público, não há receio. Gostei do sistema de transporte santiaguino. Achei eficiente. ônibus, metrô, gostei. vale a pena ir aos Cerros ( umas colinas enfeitadas para agradar à família real, segundo um guia q arranjamos). os parques tbm são bem legais, museus, enfim, culturalmente falando, santiago é dez. tbm vimos umas manifestações de estudantes.Vimos muita coisa legal. Voltaria ao Chile, mas em um período de clima mais ameno.Quanto aos custos, creio q gastei lá, em
  2. Débora, obrigada! hoje tentarei terminar este relato. Infelizmente, muita coisa se perde em um ano:preços e detalhes. Mas darei o máximo de informações que lembrar. Chegamos ao Chile por volta de uma da tarde. Ficamos esperando nossas malas, mas elas não apareciam na esteira.Então, pedimos ajuda a um funcionário da Tam, e ele as encontrou jogadas em um canto. Deu um alívio. Ufa! Fui tentar sacar dinheiro em um caixa, no aeroporto mesmo, e um taxista muito "espertinho" se intrometeu na hora e disse que eu estava fazendo errado. Ele nos "ajudou", e acabamos indo com ele para o nosso hostel
  3. Continuando... Andei meio preguiçosa e acabei não concluindo o relato. Espero que hoje consiga fazê-lo! Estávamos em pleno inverno chileno: muito frio, realmente. Andamos pela cidade e tentamos conhecer o máximo possível sem ônibus: o parque Florestal, o Cerro de Santa Lucía. Plaza de Armas, a Biblioteca, os Museos, enfim, muitos lugares e impressões. Os chilenos são bem educados mesmo, mas um tanto quanto " na deles". Digo isso, em comparação conosco, brasileiros. Não tive problemas quanto a postura deles. Gosto muito do espanhol, e o falo. E percebi, que realmente, eles não fazem questão
  4. 21 de junho: Nossa viagem começa com a partida para Guarulhos. O voo saiu de Ssa às 18:50. Tivemos que passar a noite no aeroporto devido a Tam, que realizou várias mudanças nos voos. A noite em Guarulhos foi horrível: frio e sono. O voo rumo a Santiago saíria às sete da manhã. Até que tenttamos dormir, mas alguns fiscais da Infraero não deixaram que deitássemos no chão. 22 de junho: chega o tão aguardado momento de decolar. Voamos com a Lan. Foi bem legal. O lanche foi um maravilhoso café da manhã. O voo levou umas quatro horas e meia. mas foi tranquilo. Dica: se vai conhecer Santi
  5. Como forma de agradecimento por todas as informações que encontrei aqui, neste site, postarei um relato da viagem que realizei no período de 21 de junho a 01 de julho deste ano. De forma geral, tive uma boa impressão do Chile, pelo menos da parte que conheci: Santiago, Valparaíso, Viña del mar e Farellones. Os chilenos são bem educados, especialmente no trânsito. Gostei do sistema de transporte público: muito eficiente comparado ao que estou acostumada. Não farei um relato muito detalhado, mas darei uma visão geral do que foi cada dia, dicas e informações que julgo úteis. Realizei a via
  6. Olá! Gostei de suas dicas, mas vc poderia me dizer quanto gastou no período em que esteve no chile? Abraços!
  7. Olá! estou programando uma viagem para o Chile, no ano que vem.Gostei das informações trazidas pelo seu relato. Você poderia dizer quanto gastou durante toda a viagem? Obrigada, Jackeline.
  8. Olá! Tudo bem, Carla? Olhe, no período em que ficamos por lá, o Sol começava a se por às 18:30. No verão, os dias são beeem longos.Às vezes, nem nos dávamos conta de que já passava das oito da noite, porque o" dia" ainda estava bem claro.rsrs Espero ter ajudado.
  9. E aí ,Thiago? Tudo certo? Olhe, a gente também teve essa dúvida, foi aí que li em algum lugar que poderia ligar pro banco e liberar meu cartão para uso internacional. Mantive o dinheiro em conta e sacava em pesos lá no Uruguay em caixas que tinham a bandeira correspondente. O cambio é feito com base na cotação do dia. Vc paga uma taxa a cada saque, por isso é bom sacar uma quantia para tres dias ou mais, conforme vc queira.A taxa é de 78 pesos para qualquer valor!Mas, como tinhamos também um valor em reais, trocamos em uma das muitas casas que há na avenida 18 de julho. Um real sempre
  10. Bem...Vou tentar concluir: Chegamos em Colonia. Ficamos no Hostel Colonial, muito legal , limpo e organizado! À tarde fomos ao centro Histórico(pretendíamos ir a Bas, mas as passagens estavam bem caras pro nosso bolso). O centro é um lugar bem interessante mesmo e ver o sol se pondo sentada à beira mar del Plata foi espetacular... [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120323223941.JPG 500 375 Legenda da Foto] Por do soll em Colônia . [ ].[/picturethis] Mas não há muita coisa para se ver em Colonia, No dia seguinte pegamos umas bicicletas e demos outra volt
  11. Olá, Juliana! Tudo bem? Claro que posso! À medida que vou relatando, darei as dicas, mas se vc quiser algo mais especifico, me fale que respondo por aqui, o mais rápido possível...rs Abraço!
  12. Olá!! En janeiro deste ano, realizei um grande sonho: conhecer um país de habla hispana. Sou licenciada em Espanhol e a realização de uma imersão é um desejo de 10 entre 10 estudantes e amantes de uma lingua estrangeira. Ao planejar a viagem, que realizei com um amiga, visitei muitas vezes este site em busca de informações, as quais foram super importantes para o sucesso de minha viagem.O plano era passar uns quinze dias, mas minha amiga achou q era muito tempo e que a grana poderia não dar . Reduzimos para sete dias e embarcamos no dia 10 pela Gol (as passagens custaram R$917,
×
×
  • Criar Novo...