Ir para conteúdo

Davi Leichsenring

Membros
  • Total de itens

    1.073
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    10

Davi Leichsenring venceu a última vez em Maio 1

Davi Leichsenring tinha o conteúdo mais apreciado!

Reputação

280 Excelente

8 Seguidores

Últimos Visitantes

3.332 visualizações
  1. Primeiro pesquise os países que querem visitar, depois pesquise o clima na região. Tá ficando difícil, já tão querendo roteiro pronto até pra definir pra onde viajar.... Poxa, cara, não custa dar uma pesquisada antes?
  2. Aí precisa entrar em contato com advogado pra descobrir como resolver isso. Teria que retificar seus documentos, porém isso não é impedimento para viajar, e fora o Brasil, não tem como verificar essa informação. Então não se preocupe com seu passaporte, tá ok pra viajar. Você pode ir para o cartório onde nasceu e perguntar sobre esse detalhe, e como resolver.
  3. O nome da sua mãe fica como o nome de quando você nasceu, se está de solteira em todos os seus documentos, então é esse mesmo.
  4. O seguro viagem não é obrigatório, o que pedem é seguro saúde. Apesar de ser bem comum as pessoas misturarem ou confundirem os dois. O seguro viagem é para caso tenha cancelamento de passagem, perda de bagagem, e tudo relacionado a viagem do aeroporto A ao aeroporto B, não inclui a viagem per se. O seguro saúde é para caso precisar um hospital, ou tiver que retornar a casa por um problema de saúde, etc. O seguro saúde é bom fazer nem que não fosse obrigatório, porque se por acaso tiver que usar um hospital, por qualquer necessidade, você poderá ter uma conta salgada para pagar, então faça
  5. Eu já não acho corrido, cidades como Toulouse, Carcassonne, Montpellier, Annecy são pequenas em que um dia inteiro se vê a parte turística. Porém se torna um tanto cansativo ficar mudando de cidade a cada 2 dias. Na Suíça prepare o bolso, porque as coisas são muito caras. Acho também que dá para pegar uns dias dali e colocar na França, pois a não ser que planeje fazer algo mais específico, a Suíça possui cidades pequenas, então se gasta pouco tempo nelas para conhecê-las. Mas depende do que você planeja fazer na viagem, se é conhecer só as cidades, ou se planeja fazer caminhada, parq
  6. Se vai de Berlin a Amsterdã, visite as cidades de Hamburgo e Colonia.
  7. Fazer uma estimativa certa seria acertar na loteria, porque depende muito do estilo de viajante. Depende da quantidade de museus que pretende conhecer, que tipo de atrações lhe interessa, se viaja com trem, avião, ônibus, se se hospeda em hostel, ibis ou hotel mais caro, se come qualquer coisa, ou gosta de experimentar comida local em restaurante, se gosta de sair pra balada, etc. Porém, para um estilo mochileiro mais "comum", que fica em hostel, come geralmente em fastfood ou comida mais de rua, não visita muitas atrações e nem sai muito a noite, eu diria que teria uns 70 euros de gasto
  8. Nao acho tao corrido, faria pequenas modificações: Passaria o dia 6 a 9 em Munique, por causa da viagem entre Holanda e Munique è longa, então o dia 6 é meio perdido. Ficaria do dia 9 ao 13 em Viena, em um bate-volta iria para Bratislava Precisa calcular os trajetos na Polônia e Tcheca, pois eles não possuem trem rápidos, então alguns trechos podem demorar 10h para fazer.
  9. Frankfurt e Stuttgart são cidades muito comuns, não tem quase nada que valha a pena passear por turismo. Eu iria para Munique, fica meio caminho para Viena e é muito mais interessante. Bratislava é uma cidade bem pequena, em meio dia você já a conhece toda, nem precisa dormir, já que são menos de 1h de viagem de Vienna. Budapeste também não é tão grande assim para 4 dias. Eu trocaria esses dias com Vienna. Não tem nenhuma cidade entre Cracovia e Praga que valha a pena parar 2 dias. Talvez uma parada em Brun, que é na Tcheca.
  10. Ok, acho que usei a palavra errada, mas foi baseado em alguns tópicos que já vi da pessoa comentar "passar 3 meses" e já vir com 2 pé em cima dizendo que trabalho ilegal é crime, de que vai presa, etc. sem deixar a pessoa esclarecer a situação. Todo trabalho edifica o homem, eu acredito nessa máxima. Eu acho muito diferente de ser corrupto, de dar jeitinho, de tirar vantagens, que são coisas imorais, porque o trabalho justo (na questão do que está fazendo, e não onde) é a base do ser humano, é algo moral (ou deveria ser), por isso não julgo pessoas que tentam uma vida melhor fazendo isso
  11. Não, isso é o limite màximo em que podes levar moeda em espècie sem declarar. Ou seja, caso alguem esteja entrando na Europa com 10.000 euros em especie (cartào não conta) deve declarar na alfandega. Igual no Brasil, ao sair do Brasil, se tiver mais de 10.000 reais em espècie, deve declarar na receita federal. E, qualquer coisa, declarar não paga imposto, é sò para verificarem que comprou de casa de cambio.
  12. @Jana.AOl A Europa não possui um clima único, quanto mais ao sul, mais ameno é o inverno. Na Grécia mal neva durante o inverno, em Abril já fica uma temperatura mediana, entre 10 e 20 graus. Grécia fica a 2.500 km de Portugal, então não dá para dizer que o clima vai ser semelhante. Se seu foco for praia, então não é uma boa época, pois não vai pegar nenhum dia quente. Se for para conhecer a cidade e museus, sim, dá pra ir.
  13. Você está vendo para saída do Brasil, tanto que comentou da receita federal, que é brasileira. Na Europa são em euros. https://ec.europa.eu/taxation_customs/individuals/cash-controls/who-needs-declare_en
  14. limite de 10.000 reais é apenas em espécie e entrada no Brasil, nos países com euro são 10.000 euros. Se não me engano é a cada 30 dias. Leve um extrato do saldo do cartão, e cartão de crédito ajuda tbm, apresente só se pedirem. Eu diria que 99% das vezes é tranquilo passar na imigração.
  15. @thatabarbosa Dos países mencionados, o que posso dizer sobre gastos: Áustria, (que é centro) é um dos países mais caros da Europa, mesmo em comparação com países do oeste. Um hostel vai custar a partir de 30 euros em geral, gasto com comida também vai ser uns 15-20 euros por refeição. Espere gastar uns 50-60 euros por dia. Os outros países já tem um custo bem mais em conta, se encontra hostel por uns 10 euros, e dá pra comer bem com 10 euros por refeição, então eu acho que dá tranquilo gastar não mais que 20-30 ao dia. Esse custo não é nada luxuoso, mas também não é o mais b
×
×
  • Criar Novo...