Ir para conteúdo

chs666

Membros
  • Total de itens

    3
  • Registro em

  • Última visita

Conquistas de chs666

Novo Membro

Novo Membro (1/14)

0

Reputação

  1. Salve meu amigo, tudo bem? Bom revelo por aqui... Adorei o seu video, ficou muito bom! Pena que voces nao tinha, mais tempo pra chegar no pico, foi muito dificil chegar, mas valeu a pena, nao vimos nada, mas so de chegar valeu a pena.... Nossa, pra quem nunca fez nada, voces estao otimos! Forte abraço Carlos H Schneider
  2. Meu caro, vou dar a minha opinião pela marca, pois não conheço as barracas. Sem duvida eu compraria a Lafuma! é uma super marca francensa, bem conceituada na Europa, ja a nautika, bom eu tenho uma barraca nautika, mas so utilizo para camping, jamair iria usar uma nautica pra fazer trilha ou uma travessia. eu tenho uma Colemann Hollings 2 que quebra um galho. usamos uma barraca da Guepardo e com o vento quebrou..... e era uma barraca boa, geodesica e tal.... bom acho que é isso, abraço Carlos
  3. Bom, a ideia de subir o PP foi de um amigo/irmão meu que ja estava doido pra subir e eu me enrolando, sempre com um desculpinha e tal.... no ultimo feriado, do dia 1º de maio 2012, a minha namorada resolveu visitar uma amiga no Rio de Janeiro, claro que fiquei super feliz com a ideia da minha namorada ir sozinha pro Rio, visitar uma amiga , mas tudo bem, foi o que precisava pra subir o PP, um feriado livre e nada pra ficar pensando (mesmo por que são coisas que colocam na nossa cabeça, e ficar pensando na namorada no Rio não iria mudar nada ) Pronto, agora pensei, vai ser moleza, estava vendo os niveis de subida, inclinação, ganho de altitude x distancia percorrida, pensei pô tranquilo. Passamos no mercado pra fazer as comprar (depois faço o inventario das coisas que levamos) na sexta a tarde, arrumamos as coisas e partimos. Saimos de Joinville/SC rumo a fazenda, sabiamos mais ou menos aonde ficava, pelos relatos e indicações do site, mas não sei porque colocamos no gps do celular, "fazenda pico parana", e achou! pensei, ta muito facil.... fomos seguindo o gps que ia batendo com as indicações e tranquilo.... paramos no posto e perguntamos: - " Aqui é o Tio Doca?" - "não, é um pouco mais pra frente do outro lado da rodovia" - "legal, estamos perto, para a fazenda PP entramos aonde?" - "Vai indo, e entra na primeira estradinha a direita" a essa altura da viagem ja era quase 9 horas da noite, pensei novamente, estamos tranquilo, o GPS diz a mesma coisa do frentista, estamos bem, vai ser super facil! Gps mandando com auxilio do frentista, não tinha erro, era so andar os 7 km mais ou menos em estrada de chao e chegar! fomos indo, indo, indo, indo, indo, indo, não chegava, nao chegava, tinha passado os 7 km, 8 km, 9km e nada... ate que simplesmente a estrada acabou do nada numa casa era claro que estavamos perdidos, estavamos na estrada errada, maldito gps e frentista! olhei no relogio do carro e vi, 9:25, falei pro meu amigo, não vai dar tempo de entrar na fazenda antes das 10, vamos dormir na porteira hj! e começamos a voltar num pau pra tentar recuperar o tempo perdido, o coitado do meu carro se lascou todo, imagem que tenho um Honda Civic velho, banherão correndo a noite em estrada de barro de volta a BR seguimos em frente e ate chegar a estradinha antes da ponto, assim como nos sabiamos, quase na frente do "Uncle Toba" (acabou virando de tanto que xingamos uns aos outros) e este acabou firando o bordão da viagem, "uncle Toba", chegamos na fazenda 9:55, ufa deu tempo!, tiozao (Dilson) muito bacana, gente boa de mais, sem palavras, ate emprestou o celular dele pra fazer uma ligação pra namorada. estavamos sozinhos no camping, tempo friozinho, com cara de chuva, falamos ta tudo bem! armamos a barraca, comemos um pouco, tomamos uma cerveja e fomos dormir! Outro dia, nublado, com mais cara de chuva, menos frio, arrumamos as coisas, abraço no Dilson e boa sorte, iniciamos a trilha pessados, a ideia era passar duas noite por lá, então comida pra 3 dias pra 2, pesa! Primeiros 50 metros, muita lama e uma paradinha pra arrumar as coisas nas costas, falei " estamos Fu%$#", mas vamos em frente, estava e estou ainda, com o mesmo preparo do Ronaldo e do Adriano na fase Corinthians, praticamente um Rei Momo de carnaval. Demoramos um pouco pra nos adaptar ao nosso ritmo e passada, iamos parando e conversando bastante, afinal tinhamos tempo e queriamos aproveitar. primeira grande parada foi na Pedra do Grito, que beleza, uma paradinha pra comer uma barra de cereal e descansar um pouco. Ficamos ali por uns 30 minutos, batendo um bapo e vendo como clima estava mudando, observando a velocidade das nuvens. Mesmo momento que iniciou a transformação do nome, ja diziamos, "que [email protected], essa porcaria de Pico Parana" Seguimos em frente rumo ao Getulio, tranquilos, parando a cada 3 ou 4 metros pra descansar tomar um golinho de agua.... tinha imaginado que a caminhda seria em grandes momentos em campo de altitude, com vegetação mais baixa, mas é exatamente ao contrario, mata fechada e muita lama. Chegando no Getulio, clima mudou completamente, muito vento, um pouco de chuva, novamente paramos para ver a paisagem, e aproveitar pra ligar pra todo mundo, ja que la funcionava o celular, houve momentos tristes, pois lembrei que minha namorada estava no Rio curtindo uma praia e eu me fod34ndo com chuva e vento , mas fazer o que, tinhamos que subir. Seguindo em frente, os indicios da mudança de PºP para PªP ja eram fortes, chegamos na primeira bifurcação, Graças a Deus, não aguentava mais caminhar e reclamar Passamos pela bica, pra encher as reservas de agua e fazer uma pausa, ja que estava começando a ficar dificil o caminho.... Dai lembramos, agora vai começar as raizes, a parte "mais dificil", meus amigos, que inferno foi esse trecho, chuva, neblina, frio e muita, mas muita lama e as infernais raizes e arvores caidas. Não conseguiamos progredir no meio da trilha um centimetro em menos de uma hora!!!! O meu oculos simplesmente "pararam de funcionar" de tanta humidade ele ficou completamente enbaçado por horas, fazendo com que não visse nada, o que tambem não mudaria muita coisa, porque a neblina estava muito densa. Olhavamos no GPS o quanto a gente andava e era desanimador, poucos metros em varios minutos, acho que neste momento mudou o nome de Pico para Pica Parana. A nossa moral foi baixando de um jeito, o desanimo foi pegando, frio, chuva e não tinhamos vistos ninguem indo pro PP, o que nos vez pensar varias vezes que tinha sido uma má ideia subir naquelas condições de tempo. ] Seguimos reclamando e tentando caminhar no meio das raizes e arvores caidas.... foi dificil e chato! acho que o meu amigo queria me matar, ou ate tentou, ainda nao tenho certeza. Chegamos na segunda bifurcação, que alivio, sabiamos que estamos longe da meta (A1, a ideia inicial era o A2 hahahaha), mas estavamos bem, molhados, com frio, cansados mas bem. Continuamos subindo, descendo, subindo, caindo, rolando, subindo, ate chegar ao ponto de pensar "mas que porra essa Pica", merda do "Uncle Toba" e por ai foi. Estavamos tão cansados que nem pra tirar mais fotos tinhamos mais saco..... passamos pela agua com ferro (sei la por que o nome, mas acho que alguem fez uma analise quimica da agua) e mais um "pouco" chegamos no A1, mortos, cansados, molhados, com frio... era 4 da tarde, ou seja, levamos quase 8 horas pra fazer um trajeto que levaria 4 ou 5 horas!!! Montamos a barraca a baixo de chuva e o vento começou a apertar, foi dificil achar lugar no meio de tanta lama no A1. Entrei na barraca e fui trocar de roupa, agora com roupa seca as coisas iriam melhor! Engano desgraçado, era tanta chuva e huminade que comecou a entrar agua na barraca, e acabei me molhando novamente, o que me deixou muito puto! ja era quase noite, quando ouvimos vozes, dai falamos, tem gente chegando, beleza. Era so um camarada que estava na frente pra achar o A1, pois estavam em 7 pessoas e ja estava ficando escuro e eles estavam muito pra tras, o meu amigo foi ajudar um pouco eles pra eles chegarem bem no A1, dai foi conversar um pouco e ouvir as mesmas reclamações, pensei comigo, não sou o unico que estava reclamando. Ajudamos o grupo a montar as barracas e fomos logo tratar de comer e "dormir". Quem esteve na regiao de Curitiba, pode ver que na noite de sabado caiu o maior temporal na regiao, na Pica Parana, não foi diferente, mas pior! chuva muito forte a noite inteira, e o vento! Cara que vento desgraçado, a barraca simplesmente dobrava ao meio! e não tinhamos uma barraca ruim, era uma geodesica, que ja aguentou muita chuva e vento! Não dormimos a noite inteira, raios e trovoes nos acordavam e a barraca simplesmente encharcada. a gente so ouvia o pessoal da barraca do lado desesperado. Foi uma noite do inferno! na manha seguinte, acordamos e tinha parado de chover, resuldado da tempestade: Barraca quebrada, o vento quebrou uma das varetas da barraca! e todo o nosso material molhado. Saimos da barraca e fomos ver o pessoal que tinha acampado ao lado, estavam todos desolados, com frio, molhados e arrumando as coisas para voltar. Ajudamos eles a desmontar as barracas e foram embora.... Novamente ficamos sozinhos na Pica Parana, molhados, com frio e eu puto da cara.... Deixamos as barraca "montada" no A1 e seguimos, Eu so pensava na minha namorada no Rio e voltar pra casa, o meu amigo que foi me animando e dizia " Cara, vamos lá, falta pouco" e "Porra, chegamos ate aqui, vamos até la seu [email protected]" frases como essa motivam!!!! hahahahahah E foi assim até até o A2, um pouco antes ou depois, não lembro, paramos pra um lanche, pois não tinhamos almoçado, o visual era demais! anima qualquer um que estava pensando desistir, ainda bem que o meu amigo ia me motivando com frase animadoras!!!! Saudação a Pica Parana hahahahaha mais um pouco chegamos, meu amigo um pouco na frente e eu atras...... depois de muita, mas muita lama, frio, molhados, chegamos ao Pico Parana, muito vento e sol resolver aparecer por 13 ou 15 segundos! A visibilidade não estava legal, não dava pra ver muito longe, a baia de Paranagua nem em sonho la de cima, vimos um pouco ela perto do A2, mas muito pouco.... Mas tirando o ruim, foi muito bom chegar la em cima! Estavamos no topo do PP, e sem a ajuda do meu amigo, eu nao teria chegado, tenho que registrar a paciencia dele aqui! Algumas fotos, um pouco de agua e descer para o A1. Iniciamos a descida felizes e realizados, principalmente eu, que estava desanimado! Vimos de longe duas ou tres pessoas que estavam vindo, fiquei um pouco feliz, pensei que iriamos ser os unicos naquele final de semana! não demorou muito, nos encontramos nos primeiros grampos, era um casal extremamente formidavel e simpatico, ele ja tinha subido inumeras vezes e ela era a primeira. Conversamos um pouco e ele nos ofereceu um pouco de refrigerante Citrus! aquele foi o melhor presente que ja ganhei!!!!!! O refri desceu como uma cerveja gelada! Voltamos ao A1 e encontramos mais gente subindo ao PP, conversamos um pouco com cada, preparamos uma super refeição, conversamos mais um pouco e fomos dormir. Continuavamos molhados, as coisas continuavam molhadas, para voces terem ideia, dormi com os pes dentro de um saco estanque pra nao molhar os pes no saco de dormir... foi ninja dormir assim. Iniciamos a descida tranquilos, a volta foi super rapida, encontramos bastante gente subindo, o dia esta melhor com um pouco de sol.... chegamos na fazenda, abrimos o cooler que tinha ficado com umas cervejas no gelo e fizemos aquele brinde e desceu magnificamente bem!!!! foi muito bom ter ido e voltado, foi dificil mas valeu a pena! Vamos voltar!
×
×
  • Criar Novo...