Ir para conteúdo

sodre1502429690

Membros
  • Total de itens

    16
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre sodre1502429690

  • Data de Nascimento 14-03-1988

Bio

  • Ocupação
    Músico
  1. Lembro de ter lido em algum tópico alguém comentando que conseguiu comprar com visa internacional (sem ser verified by visa). Alguém tentou aqui?
  2. Poxa, bacana! E bem parecido com o que eu fiz por aqui. Vamos nos encontrar no vôo da TAM até Santa Cruz, depois em Uyuni (vcs estarão em quantas pessoas? Provavelmente enontraremos um casal de amigos por lá... Se formos 6, ao todo, poderemos conseguir um bom preço fechando um carro). Iremos para La Paz na mesma data que vc e também iremos para Copa e Puno na mesma data. A única diferença é que vamos para Cusco direto (pretendo ir para Machu PIcchu no dia 19, apesar de não ter nada comprado...) e nosso vôo de volta é no dia 24, partindo de Santa Cruz.
  3. Pretendo chegar em Uyuni na noite de sexta, pra fazer o passeio no sábado. Se tiver alguém querendo baratear o passeio a partir do outro lado, pode entrar em contato comigo.
  4. Nossa! Mas como assim vc mandou os dados do cartão? rs... Eles cobraram algum extra pelo serviço? E a entrada em Machu Picchu? Foi assim também?
  5. Então... Com essa mudança que a Camila falou, é bem prudente comprar antes, sim, pelo menos para Wayna Picchu. Os trens também são disputados... De resto, acho que dá pra fazer tudo (cada um dos passeios, albergues, passagens... tudo!) por lá, quando chegar. Acho que só as passagens do trem para Águas Calientes (que não pretendo pegar) e as entradas de Machu Picchu que vale comprar antes, já que esses valores são tabelados (e, portanto, não oferecem vantagem alguma ao se comprar na hora e correr o risco de não conseguir, o que é provável em alta temporada). A dureza é conseguir comprar antes c
  6. Na verdade, só vou saber quando estiver por lá, mas pelos relatos que li separei algumas opções: Hotel Torino, Hostel Copacabana, Hostel Loki e, agora, Wild Rovers. rs
  7. mrcsmkt, Não sei se falava comigo, mas de qualquer forma,talvez nos esbarremos por lá, sim. Já sabe onde vai se hospedar?
  8. O (horroroso) site é esse: http://www.machupicchu.gob.pe/ , mas precisa de um cartão internacional que seja Verified by Visa (dizem que no Brasil só o Bradesco é assim). Tem alguns tópicos sobre isso, mas não vi nenhuma solução definitiva. Vi gente que comprou através de agência brasileira, mas o que era pra custar uns 120 (?) reais saiu por 180. Tenho medo de comprar na hora e "perder a viagem", sabe? Acho que na pior das hipóteses vale mais pagar mais caro do que correr o risco de não entrar. Camila, a dica é boa mesmo. Acho que essa rota no verão é impraticável (no inverno já tem um boc
  9. Se a ideia de andar sobre os trilhos te deu frio na barriga, dá uma olhada no naipe da estrada que vamos passar de van. Tem um vídeo aqui do Leo (tópico sobre Machu Picchu em Toyota Hillux alugada, ou equivalente) que mostra um pedacinho de dar medo. rs... Vc está pensando em entrar em Machu Picchu quando? Como vai fazer para comprar? Tentaremos pegar pro dia 19 (um casal de amigos nossos vai estar por lá nessa data).
  10. Ariane, Não estou tentando comprar o trem, não. Pretendo fazer essa rota alternativa que postei acima, principalmente para economizar a passagem do trem, que é bem carinha (bem, essa rota também parece interessante, não é?). A pé mesmo parece que é só umas 3 horas... O restante do trajeto é todo feito entre vans e ônibus. Leva-se um dia inteiro (saindo bem cedinho e chegando em AC quando o sol estiver se pondo, sujeito a atrasos...rs) E o melhor: custa só uns 30 soles e não tem a burocracia de comprar passagem no trem com essas dificuldades de verified by visa. Por que esse povo todo não u
  11. O que anotei nas minhas coisas é de um outro tópico daqui (nomeado como "rota alternativa para Machu PIcchu" ou algo equivalente): 1- Pegar o bus de Cusco a Quillabamba e pedir pra descer em Santa Maria. 2- Pegar van ou micro-bus de Santa Maria a Santa Teresa. 3- Em Santa Teresa, tem umas vans que te levam até a hidrelétrica, pois é de lá que se sobe pra Águas Calientes. 4- Da hidrelétrica a Àguas Calientes, você pode ir caminhando pelo trilho do trem, ou pode pegar um dos trens que sobe de lá até Águas Calientes (cidade onde se sobe pra Machu Picchu). O trem custa 8 dól
  12. Camila, Esse é o meu medo mesmo: não conseguir comprar Huayna Picchu. Aliás, mesmo que só quisesse Machu Picchu, não me sentiria muito confortável em ir pra lá sem a garantia de que iria conseguir... Complicado isso! rs... Acho que é a única parte da viagem que precisa ser bem organizada.
  13. O trem sai terça e sexta às 15:30 e domingo e quarta, às 19 horas. Os valores eu não sei direito, vi num relato mais ou menos novo (já não sei qual) que o preço era de US$16 e todos dizem que a viagem é belíssima. No nosso caso, preferimos (pelo menos por enquanto... Lá tudo pode mudar) não fazer Sucre e Potosí, porque só passaríamos nos lugares, não aproveitaríamos e acabaríamos tirando um tempo precioso dos locais que mais nos chamam atenção (La Paz; Salar; Cusco e companhia; Titicaca). Dessa forma, voltaríamos para La Paz para fazer o Downhill e Chacaltaya (os outros passeios não inter
  14. Se tiver a opção de comprar no exterior (ou provar a mochila em alguma loja e pedir alguém para trazer), é possível pagar preços justos por mochilas muito boas. Uma Deuter que aqui custa uns 600-700 reais pode sair por 160 dólares.
×
×
  • Criar Novo...