Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Vicentini

Membros
  • Total de itens

    29
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra

Sobre Vicentini

  • Data de Nascimento 12-12-1986

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    Pico da Bandeira - Subida pelo lado de MG (08 vezes e contando)
    Morro do Moreno - Vila Velha - ES
    Pedra Azul - ES
    Mergulho em Arraial do cabo / Cabo frio / Búzios
    Cachoeira de Matilde - ES
    Hidrolandia - Iuna - ES
    Salto São Francisco - Guarapuava PR
    Cambara do Sul - RS
  • Próximo Destino
    Pico do Paraná - PR
    El Calafate - Argentina
    El Chalten - Argentina
  • Ocupação
    Waiter Treinador - Outback

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Estou procurando informações sobre o Mini Trekking. Pelo site da Hielo & Aventura tem uma diferença muito grande (cerca de AR$800) em escolher o passeio com transfer ou sem. Minha duvida é....existe onibus de linha que faça El Calafate x Glaciar Perito Moreno? E alguem que ja fez o mini Trekking sabe me informar que horas que o passeio começa?
  2. Li em vários lugares que a alta temporada começa agora dia 01 de outubro. Devo esperar muito movimento? Estou indo para lá dia 05 de outubro. Ja seria prudente reservar todos os hostels pelo caminho que vou passar ou ainda não tem muito movimento nessa data e daria pra ir reservando lá na hora? Quanto ao clima, o inverno bravo ja vai ter passado, mas ainda sim vou encontrar neve por la e temperaturas muito baixas?
  3. Boa tarde gente, Alguem tem noção de como esta o clima e o movimento de El Chaltén em Outubro. Li que a partir de outubro começa a Alta Temporada, mas não tenho noção se isso implica em muito movimento na cidade, Hostels lotados,etc... Tenho intenção em ir agora começo de outubro e estou na duvida se ja reservo algum Hostel ou se deixo para barganhar um mais em conta lá na hora
  4. Vicentini

    El Chaltén

    Boa tarde gente, Alguem tem noção de como esta o clima e o movimento de El Chaltén em Outubro. Li que a partir de outubro começa a Alta Temporada, mas não tenho noção se isso implica em muito movimento na cidade, Hostels lotados,etc... Tenho intenção em ir agora começo de outubro e estou na duvida se ja reservo algum Hostel ou se deixo para barganhar um mais em conta lá na hora
  5. Estou planejando ir agora em outubro 2017 tambem...só achei esses horarios: El Calafate x Puerto Natales Empresa: BUS SUR Domingo, Quarta, Sexta 08:00 - 13:00 Valor 25.000 CLP Empresa: Turismo ZAAHJ Terça, Quinta, Sabado 08:00 -13:00 Valor USD 37,00 Pela BUS SUR consegui ver no site deles, e pela Turismo ZAAHJ tive que manda um email e eles me responderam com essas informações que coloquei ai... DETALLO EL SERVICIO SOLICITADO: EN EL MES DE OCTUBRE NUESTRAS SALIDAS DESDE EL CALAFATE HASTA PUERTO NATALES MARTES - JUEVES Y SÁBADO 08:00 HRS DURACIÓN DEL VIAJE 05 HRS APP VALOR POR PERSONA .................. USD$ 37 .- SI USTED REQUIERE EL SERVICIO DEBE INFORMARNOS FECHA EXACTA EN LA CUAL LO NECESITA, PUEDE EFECTUAR LA COMPRA MEDIANTE PAY PAL IMPORTANTE: DEBE ENVIAR LOS DATOS PERSONALES DE TODOS LOS PASAJEROS (NOMBRE, APELLIDO, NACIONALIDAD, FECHA DE NACIMIENTO Y NUMERO DE PASAPORTE)
  6. Esse final de semana peguei meu uninho, minha esposa e mais 02 amigos e fomos desbravar a tão falada Hidrolandia, que fica no distrito de Iuna - ES. Acesso esse blog a muitos anos, mas hoje é a primeira vez escrevo um relato aqui, visto que não encontrei nada sobre a região. Embora Hidrolândia seja um distrito de Iuna, ela fica um pouco longe da entrada da cidade (aprox. 26km). É uma região localizada aos pés do Pico da bandeira, e não sei dizer se fica dentro do PARNA Caparaó. Saindo de Vitória, pegando a BR 262 sentindo Minas Gerais, segue-se 200km (cerca de 3 horas e meia). A entrada para Hidrolândia não esta sinalizada, mas fica a cerca de 300 metros antes de chegar ao Posto Fiscal da Secretaria da Fazenda - ES, da pra se ver uma entrada a esquerda, uma descida em estrada de chão. Se voce passar pelo posto fiscal, é só fazer o retorno e entrar a direita uns 300 metros após o posto fiscal, o que foi que aconteceu comigo eheheh. Entrando na estrada de chão as placas começam a aparecer e ai fica mais facil de se localizar. Nossa primeira parada foi no camping Cachoeira do Dioney, ou antigo camping Rio Claro. Foi cerca de 14km do começo da estrada de chão até o camping. No caminha passamos pela entrada para Hidrolandia. Decidimos primeiro ir ao camping para montar acampamento e depois desbravar a região. Sobre o camping: O camping tem uma estrutura muito curiosa. Na propriedade se passa um rio, e o dono (Dioney) fez um pequeno desvio e nesse desvio uma barreira, formando assim uma piscina. Do lado da barreira uma estrutura em madeira. Essa barreira é funda, dando até pra pular da estrutura de madeira sem medo. A estrutura de camping é boa, uma grande area verde, com pontos pra se fazer fogueira para churrasco e pontos de energia bem localizados. Tem tambem uma cabana com um bar, aonde são vendidos salgados e bebidas em geral, alem disso possui SKY e sinal wi-fi com velocidade razoavel, mas se tratando do local, chegou a ser surpreendente esse tipo de estrutura.O dono é uma pessoa bem receptiva e nos deixou bem a vontade, nos mostrou toda a propriedade, deixou o freezer dele a nossa disposição, se precisasse gelar agua ou qualquer coisa do tipo. Os pontos negativos que não pude deixar de falar, pois não da pra passar batido: o camping embora seja muito bonito devido a sua natureza, esta um tanto quanto abandonado. Claro que não podemos esperar muito de banheiro de camping, mas esse em especial era tenebroso, nao via uma limpeza a um bom tempo, e olha que ja vi muito banheiro ruim de camping. Aranhas e outros insetos tomam conta do banheiro, portas enferrujadas e cabeamentos do chuveiro a mostra, ferrugem para todo canto, paredes sem reboco e muito mofadas, coisas que com uma pequena manutenção poderiam ser resolvidas, mostrando assim um certo abandono pelo proprietario. A cozinha tambem é outro ponto negativo a se falar, tudo muito sujo, minha esposa não é fresca mas chegou num ponto de se recusar a entrar na cozinha.O fogão industrial tinha restos de comida em volta, crostas de gorduras,parece que não ve uma limpeza a tempos, assim como o fogão a lenha com muitas panelas em cima dele com coisas mofadas dentro. Não sei se por ser uma epoca de baixa temporada, as coisas estavam meio jogadas, mas o que vimos ali não pode ser ignorado, mas enfim, não foi o suficiente para estragar o nosso passeio. Montamos acampamento e ja pegamos o carro para voltar cerca de 5km para chegarmos em Hidrolandia. O lugar é uma propriedade privada. Assim que chegamos vemos uma cancela bem rustica aonde é informado que é proibida a entrada de bebidas, alem de ser cobrado uma entrada de R$ 5,00 por pessoa. Estacionamos o carro e entramos. Na casa principal foi montado um bar com umas mesas de madeira para o lado de fora. Lá nos finais de semana é servido um almoço com o custo de R$ 20,00, servido em forma de PF. Achamos um pouco salgado, mas por não se ter mais nada em volta e a fome batendo pesado encaramos. Não posso reclamar da comida, simples mas boa e em grande quantidade. Após nosso almoço, demos uma descansada e ja descemos pela trilha sinalizada ao lado do banheiro. Depois de uns 100 metros de descida de trilha chegamos ao primeiro poço. A agua cristalina é realmente muito bonita, da pra se ver o fundo de pedras. A agua é bem gelada, mas não tanto para nos impedir de entrar. Esse primeiro poço embora não pareça é fundo e da até para arriscar uns saltos do alto da pedra. Depois de apreciar continuamos descendo a trilha agora de pedras. Nesse ponto é preciso um pouco de coordenação motora e bastante atenção. O caminho tem muitas pedras soltas e quedas as vezes grandes o suficiente pra se machucar feio caso voce escorregue e caia por la. Descemos uns 50 metros de dificuldade moderada e chegamos em outro poço agora maior e mais fundo. Ficamos curtindo o local que é estonteante de lindo e como ja estava escurecendo resolvemos voltar, ja que iria demorar pra voltar pelo trecho de pedras. Voltamos para o nosso camping, encaramos o banheiro tenebroso, tomamos um banho e fizemos nossa janta, strogonoff de frango desfiado da VAPZA com arroz e batata Lays. Não é só porque estamos acampando que temos que comer mal né =D De bucho cheio, conversamos um pouco e com o friozinho batendo ja nos recolhemos para descansar e encarar um outro dia. Acordamos cedo e decidimos após o cafe aproveitar a estrutura do camping. Após uns pulos e tentativas de atravessar o slack-line montado por cima da piscina decidimos explorar mais a região e fomos ao poço do egito. Logo após sair do camping continuamos seguindo em frente e dobramos a primeira esquerda. Após subir uma estrada apertada chegamos no poço. Fomos surpreendidos na entrada com a cobrança de R$ 10,00 por cabeça. Relutante acabamos pagando, ja que a gente ja estava la mesmo. O poço é bem bonito, de mais facil acesso que Hidrolandia, pra quem não gosta de se arriscar nas pedras, é uma boa pedida. Mas como gostamos de programa de indio mesmo, o sangue de cabra escaladora dos alpes ferveu na veia e fomos descendo o rio pelas pedras e após uns 50 metros de descida encontramos um poço bem maior, mais fundo e lindo demais. A mistura do verde em volta da região, com as pedras e agua cristalina fazem o lugar ter uma beleza impar. Demos uns bons mergulhos e depois com um pouco de câimbra devido a agua fria tomamos rumo de volta a nossa base. Depois de um descanso e um merecido almoço, desarmamos acampamento e rumamos de volta a Vitória. Uma ótima trip pra quem não tem muito tempo. Fomos no sabado, voltamos no domingo e curtimos bastante a região. Ficamos de voltar mais vezes, pois ainda tem lugares para serem visitados. Espero que tenham gostado do relato. Por enquanto ainda não tenho todas as fotos que tiramos, mas a medida que eu recebe-las vou atualizando o post. Custos: Gasolina: ida e volta deu um tanque cheio do UNO. R$ 140,00 Camping: R$ 20,00 por cabeça Hidrolandia: R$ 5,00 por cabeça de entrada + R$ 20,00 do almoço Poço do Egito: R$ 10,00 por cabeça
  7. Andar de bike por Floripa é tranquilo? Tem ciclovias? Os lugares são longe um do outro? Pretendo passar uns dias com minha esposa..estamos pensando em ir para um camping e de quebra alugar bike pra conhecer um pouco da região...praias, parques, etc
  8. Show de bola! Valeu pelas informações. Pretendo encarar uma nova subida agora final de setembro, vou aproveitar e explorar essa trilha ae
  9. Humm...rapaz...pra falar a verdade eu ja tinha visto ela....mas fiquei em duvida de afirmar se ela era ou não...e no blog q eu vi..o camarada tirou foto bem perto dela..tem até um poço....ou seja..deve haver alguma trilha que leva até ela
  10. Gente, alguem tem alguma informação sobre uma cachoeira que se acessa do Terreirão. Ouvir dizer sobre ela esses dias...ja subi umas 8 vezes e nunca tinha ouvido falar sobre ela...pelo menos no Terreirão não vi nenhuma indicação de trilha para cachoeira
  11. Rapaz....a não ser que vc sinta muuuito frio nos pés, não acho necessário. Quem sabe dentro da barraca, mas na trilha não vejo necessidade. Como vc vai com um calçado adequado, o pé vai estar bem protegido, e esquenta enquanto vc anda. Ja subi uma vez em julho, fazendo -7ºC com uma bota Guartelá e uma meia dessas normais...nem foi meia pra trekking...e foi tudo numa boa
  12. Tudo vai depender do seu preparo fisico...essa ultima vez q foi eu e um amigo....fizemos troqueira x terreirão em 1:40 e depois terreirão x pico em 2 horas... Lembrando que a gente descansou bastante entre a primeira e a segunda subida...e fomos num ritmo tranquilo..sem correr muito...com algumas pausas pra descansar
  13. É...não tem jeito...toda vez q me programo para subir..me programo pra ir de sexta pra sábado...e no inverno que da + gente...vou durante a semana...pq é sem noção mesmo...alem de serem inconvenientes e sem educação, são porcos..jogam o lixo no chão..e nas trilhas.....o parque deveria ser + severo com relação a isso...infelizmente as melhores trilhas no Brasil são as que tem pouca estrutura...que ai essa tipo de gente não aparece por lá...é muito esforço pra eles kkkkk
  14. Fala Marcos, creio que se voce for fazer o basico: Tronqueira x Terreirão x Pico da bandeira, não tem necessidade de contratar um guia. A trilha esta muito bem sinalizada, estive lá agora nos dias 04 e 05. Se você ja tem experiencia em trilha, pode ir tranquilo que não tem erro!!
  15. Comprei no site da Decathlon online o Quechua 300 Como li nos comentarios antes, ele tem 03 estagios, então é bom pra guardar dentro da mochila, e não tem sistema de amortecimento. Tão logo ele chegou, ja fiz logo um teste subindo com ele no pico da bandeira e posso dizer que o bixinho aguentou o tranco..gostei muito da compra. No meio da trilha uma menina se acidentou, torceu o pé e paramos para ajudar ela. Digamos q ela estava um POUQUINHO acima do peso. Emprestei o bastão para ela ir se apoiando até conseguir descer a trilha, e ele aguentou numa boa. Gostei muito dele e recomendo a compra
×
×
  • Criar Novo...