Ir para conteúdo

Chrisp

Membros
  • Total de itens

    19
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

21 Excelente

Outras informações

  • Ocupação
    adm. empresas

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Fui pra La Paz algumas semanas atras, fiquei 4 dias. Fiz Monte chacaltaya (com neve!) + Death Road. Tudo correu bem, tanto na cidade quanto nos passeios foram o ponto alto da viagem de 1 mês que começou no Peru. Copacabana lugar bem legal com refeições e bebidas baratas. Passeio da ilha da lua e sol tendo que pagar 10 bolivianos em cada ilha, mas nenhuma surpresa nisso. Pensei que Bolivia ia ser uma merda mas fiquei positivamente surpreso, to recomendando pra todo mundo.
  2. Voltei agora e conheci várias meninas de diversas nacionalidades viajando sozinhas. Se vc não inventar de sair de circuito turistico padrão, não tentar ser mão de vaca demais em taxi ou transporte público e não voltar de madrugada pra casa sozinha, acho que não irá enfrentar perigo nenhum.
  3. Fui lá uns dias atrás. Ida e volta pela Hidrelétrica = 60 soles na média. Mas eu arreguei pq era epoca de chuvas e poucos dias antes morreu uma argentina com uma rocha que deslizou e caiu bem em cima dela na Van. Ida e volta de trem a partir de Ollantaytambo = média de 130 USD, mas na peru rail tava uma promo de 95 USD indo a tarde e voltando na noite do outro dia. Pra ir pra Ollantaytambo na Calle Pavitos sai Van por 10 soles (volta eles ficam na porta da estação de trem já te gritando Cusco 10 soles). Guia te cobra 20 soles em grupo grande, eu paguei 25 num grupo pequeno. A guia me abordou quando eu tava comprando a passagem de águas calientes pra Machu Picchu. Ficam vários ali, na fila pra entrar no onibus também. Eu comprei só a ida por 12 USD, a volta eu desci a pé mesmo (1h30 de caminhada da porta de machu picchu até aguas calientes)
  4. Continuando as dicas de transporte pra quem ta na duvida entre Rodoviária e PeruHop. De Arequipa pra Puno tinha opções de ônibus a partir de 30 soles, mas em empresas que nunca ouvi falar, então resolvi tirar o escorpião do bolso e ir de Cruz Del Sur que me cobrou 70 soles. Na rodoviária de Puno o hostel me buscou grátis. De Puno pra La Paz, contratei taxi da Plaza de Armas até a rodoviária e paguei 6 soles. Comprei o ônibus da Titicaca (uma empresa de cor laranja)pra La Paz por 40 soles e fiquei positivamente surpreso. Ônibus parecia bom, as cadeiras eram largas e confortáveis, que viravam cama (ou semi cama, sei lá) só sei que a viagem foi tranquila, direto pra La Paz (sem precisar atravessar balsa nem nada). Foda foi a demora de 1h30 na imigração pra Bolivia. Da Rodoviária de La Paz até o hotel em Sopocachi foram 25 bolivianos no táxi (divide por 2 pra ter o preço médio em reais). De La Paz fui pra Copacabana contratando um ônibus da Diana Tours, que fica na Calle Sagàrnaga por 40 bolivianos, ele te busca no hotel (ou na praça onde fica o Café Ciudad pra quem fica fora do Centro). Ônibus de viagem simples já que a viagem é curta e cheio de turistas (só tinha turistas na verdade). Em Copacabana o ônibus parou bem perto do hotel, então não gastei táxi. De Copacabana pra Cusco, fiquei com bastante duvida sobre qual ônibus contratar. Todas as empresas só tinham relatos ruins na internet, mas a dona do hostel recomendou a Huayruro Tours, que me cobrou 90 bolivianos na passagem. Novamente, positivamente surpreso, ônibus bonito e aparentemente seguro, poltronas ok, só não dava pra saber se o descanso dos motoristas era respeitado pela empresa e tal, mas enfim, o ônibus saiu as 18h, fez uma parada em Puno de 1h30 para os passageiros jantarem. Ai tomei um Dramin, entrei no onibus e só acordei em Cusco, então se o motorista dormia nas retas e acordava nas curas, não deu pra saber, só sei que cheguei vivo. Da Rodoviária de Cusco até a Plaza de armas. mais 8 soles de taxi. Resumindo todos os gastos de transportes: Taxi rodoviária Lima = 9 soles. Onibus Lima - Paracas = 42 soles Van de Paracas - Hhuacachina = 20 soles Taxi Huacachina até Rodoviária Ica = 7 soles. Onibus Ica - Nasca = 14 soles. Onibus Nasca - Arequipa = 85 soles. Taxi até plaza de armas Arequipa = 8 soles. Taxi pra Rodoviária Arequipa = 8 soles. Onibus Arequipa - Puno = 70 soles. Taxi Plaza de Armas até Rodoviária Puno = 6 soles. Onibus Puno - La Paz = 40 soles. Taxi Rodoviária até Sopocachi = 12 soles. Onibus La Paz - Copacabana = 20 soles. Onibus Copacaba - Cusco = 45 soles. Taxi até hotel = 8 soles. Total = 394 PeruHop = 806,76 E indo por conta ainda tive uma parada em Nasca que não teria com a PeruHop, uma maior flexibilidade de horários e diárias economizadas com 3 noites que passei no ônibus.
  5. Aqui ninguém tá tocando no assunto. Acabei fechando os tours com a única agência que me alertou do perigo por ser epoca de chuvas e ter me falado deste acidente. Inclusive indicou uma promoção da Peru rail de ida e volta por 95 usd que em nenhum lugar divulgavam, nem na própria agência da Peru rail, só depois que toquei no assunto que reduziram o preço oficial de 130 usd
  6. Fiquei um tempo sem aparecer, mas vamos lá. Em Huacachina fiquei no hostel famosinho Bananas Adventure, mas não recomendo. Apesar de ser bem caro, S/ 150 diária casal em quarto privativo (inclui passeio de buggy para as dunas mas que custa 50 soles fora, ou menos se negociar), não tinha coisas básicas como geladeira ou fornecimento de toalhas, coisas que todos os outros lugares bem mais baratos ofereceram durante a viagem. De Huacachina para Nasca (uma parada que Peru Hop não faz), gastei 7 soles de táxi até a rodoviária de Ica e 14 soles na passagem de Ica a Nasca pela cruz del sur. Em Nasca, o hostel que fiquei eu preciso recomendar: Nasca Travel One Hostel https://www.booking.com/hotel/pe/nasca-travel-one-hostel.es.html Diária de apenas 50 soles e te buscam na rodoviária, te levam pra rodoviária, guardam sua bagagem após o fim da diária enquanto vc faz passeios e ainda pode tomar banho na volta na hora de buscar as malas. Além disso, quarto completo pra casal com banheiro privativo, toalhas, cozinha, café da manhã,wifi bom, etc, tudo isso por apenas 50 soles a diária pra casal. De nasca, da pra visitar as linhas através de um mirador, gastando bem pouco, seguindo as dicas do http://mundosemfim.com/conhecendo-as-linhas-de-nasca-sem-gastar-quase-nada/ Também fizemos o passeio de Buggy indicado pelo Mucuvinha http://mundosemfim.com/explorando-o-deserto-de-nasca-um-tour-pelas-reliquias-do-peru/?relatedposts_hit=1&relatedposts_origin=3481&relatedposts_position=2 Custou 60 soles (ou 70, não estou me lembrando com certeza), dura 4 horas e termina com sandboard, enquanto o de huacachina é tipo 1h30 e só sandboard, neste se vê mais coisa. Como disse antes, o tour era as 14, minha diária terminava as 12, ainda assim pude deixar as malas no hostel e tomar banho na volta as 19h e ser levado de graça na rodoviária, onde comprei o ônibus para Arequipa por 85 soles na Tepsa. Em Arequipa, 8 soles taxi da rodoviária até o hostel próximo da PLaza de Armas.
  7. Passei por Lima a poucos dias. Ainda não parei pra fazer as contas, mas tô achando que até mesmo cartão de crédito tá valendo a pena. Nas casas de câmbio 1 dólar = 3,24 soles 1 real = 0,94 soles Acabei de comprar uma passagem de ônibus no cartão de crédito, deu 28 soles e tá aparecendo como R$28,06 no cartão de crédito (depois vai ter IOF ainda)
  8. Dei azar em Paracas e por causa das más condições do mar, a semana inteira não terá passeio da islas ballestas. O menor preço que encontramos era de 45 soles pelas islas + reserva nacional (as taxas dos parques, que totalizam 22 soles, seriam pagas a parte) Transporte de Paracas direto para huacachina achamos por 20 soles por pessoa. Acabamos fechando um esquema de passeio da reserva nacional + ida pra huaca por 35 soles por pessoa.
  9. Busão da perubus super aprovado, parece avião até com telas de entretenimento Wi-fi funcionando
  10. Montando meu roteiro, na dúvida entre ir ou não pela peru Hop, acabei decidindo por tentar por conta própria, sai menos da metade do preço e alguns horários de viagem são melhores que o da Peru Hop. Hoje vou pra Paracas, tinha ônibus da Cruz de Sur por 52 soles saindo 6 da manhã, mas aí teria que acordar muito cedo, perder café da manhã do hotel... Comprei da perubus por 42 soles pela internet mesmo, saindo as 12 45 Estranho que mandam chegar com 1 hora de antecedência pra despachar bagagem, nunca vi isso. Tem que levar passagem impressa ( tá cheio de lan house que imprime baratinho) Uber de Miraflores até saída do ônibus dando 9 soles
  11. Ontem entrei na minha primeira furada aqui no Peru. Antes de vir, fiquei sabendo de um passeio fora do roteiro turístico comum, uma visita noturna na Fortaleza Real Felipe, que pertence e é guardada pelo exército, com temática sobrenatural, também chamado de tour do medo (http://www.realfelipe.com/visitas-nocturnas) que parecia interessante. No balcão de informações turísticas do aeroporto se encontra um folheto com informações do local. Porém, os problemas já começam antes de ir. Na duvida sobre se era necessário fazer reserva, ante as informações desencontradas na internet, enviei e-mail através dos contatos disponíveis no site e mandaram entrar em contato no telefone. Mandei zap para o fone indicado, visualizaram mas não responderam. Então resolvi ligar para o telefone fixo do site, gravando a ligação, e lá fui informado que os tours eram apenas nos sábados e as 19 horas, ao contrário do que constava os folhetos e sites que diziam que podia ser de sexta ou sábado e com diversos horários, mas que bastaria chegar com 30 minutos de antecedência para participar. Ok, do meu passeio na Huaca Huallamarca, peguei um Uber direto à esta fortaleza que fica a 16km de Miraflores, para garantir que chegaria no horário e planejava voltar de ônibus, conforme indicações que vi no aplicativo que indiquei antes. No caminho para o local, Lima foi ficando cada vez mais feia e mais pobre, em alguns momentos o uber passou por lugares bem sinistros, que pareciam as favelas do Rio ou São Paulo, com a diferença de as ruas serem mais largas. Só começava a lembrar dos casos de turistas que entram em rua errada no Rio e são recebidos aos tiros. Chegando na fortaleza umas 18h00, uma hora antes do inicio do tour, fomos informados pelos soldados da entrada que não existia passeio noturno nenhum naquele dia. Conversamos e até mostrei a minha gravação da conversa no telefone para o soldado, que então percebendo que eu estava certo, resolveu ir colher mais informações lá dentro da fortaleza, mas voltou confirmando que neste dia não teria nada. Os soldados foram gentis e solícitos no atendimento, mas disseram que nada poderia ser feito. Ok, tempo e dinheiro perdidos, logo em frente à fortaleza deveria passar um ônibus que nos levaria direto para o começo de Miraflores segundo o aplicativo Moovit. Pórem, o tempo foi passando e nada do bendito ônibus, alias só passavam várias vans bem destruídas e pequenas lotadas de gente indo para locais que não conhecíamos. Fomos conversar com os soldados e eles não conheciam o ônibus indicado pelo Moovit e não faziam ideia de como chegar a Miraflores de ônibus a partir dali. Agora já estava anoitecendo e resolvemos chamar um uber. Mas os motoristas cancelaram a corrida por 3 vezes. Começamos a ficar tensos. Esperamos passar alguns táxis menos feios, mas todos eles negaram corridas para Miraflores, sabe-se lá pq. Voltamos a insistir no Uber, até que milagrosamente um motorista aceitou a corrida e, apesar de demorar pra chegar por fazer uns caminhos estranhos no mapa, acabou chegando. Conversando com o motorista, ele disse que os outros ubers negaram a corrida pq a região é extremamente perigosa e violenta. Ele mesmo pensou várias vezes em desistir da corrida, mas como ele era da região de Miraflores e precisava voltar para lá, viu que estávamos em frente um lugar turístico e com nomes de turista, resolver passar perto para tentar a sorte, mas estava pronto para correr caso sentisse algo suspeito. A tensão do motorista enquanto passava pelos trechos de favela era visível. Os motoristas aqui já dirigem agressivamente, ele estava em dobro querendo sair daquele local o mais rápido possível, só voltando ao normal quando chegou na avenida que beira a costa. No caminho ele comentou que ali não era lugar de turista e demos muita sorte, pois mesmo os moradores de Lima só vão para aquela região quando são sequestrados e amarrados no porta-malas. Chegando no hotel, encontrei uma noticia dos 10 lugares mais perigosos da região mais perigosa do Peru, eu passei por 3 deles... (https://elcomercio.pe/lima/diez-barrios-callao-son-alto-riesgo-pnp-250778) Aprendemos que Miraflores, Barranco e região é um oasis, uma ilha de perfeição no Peru. Ali você tem a sensação de bastante segurança e de um lugar muito desenvolvido, talvez até mais que as cidades brasileiras, mas ali não é o Peru de verdade. E não queiram conhecer o Peru de verdade. Ps: O aplicativo moovit havia funcionado bem para irmos ao zoo, ao bairro de Barranco e a Plaza de Armas, mas falhou num momento bem importante, então cuidado no uso ao irem para regiões mais distantes.
  12. O Google maps não mostra trajeto ônibus. Mas o https://moovitapp.com/index/es-419/transporte_público-Lima-1102 Sim. Hoje usei pra ir de Miraflores só zoológico e funcionou perfeitamente, indicando o ponto certo de pegar o ônibus, a linha e ligar de descer
  13. Cotação dólar hoje a 3,24 na Av larco. Real a 0.94. Preço meio padrão, Caria um centavo ou 2 pra baixo em outros lugares. E aquelas pessoas que fazem câmbio na rua, tem cotação pior ou a mesma das casas de câmbio.
  14. Olá, estarei durante o mês de março no Peru, vou tentar passar umas dicas ao vivo, depois da viagem farei o relato ao vivo. Primeira dica, usar o transfer abaixo do aeroporto para Miraflores, 35 soles pro casal, te deixa na porta do hotel. https://www.quickllama.com/ Dá pra resolver tudo pelo zap e pagar na hora, que ficou em 12 usd.
  15. Eu fiquei com esta duvida também. Mas no final acabei decidindo fazer por contar própria (mas passando por todos os locais do tour completo dele). Desvantagens do PeruHop: Peru Hop sai quase 3 vezes mais caro que ir por conta própria. Alguns trechos da viagem tem uns horários bem ruins, viajando de dia por exemplo. Vantagem: Comodidade. Indo de onibus normal vai dar um pouquinho mais de trabalho pra pesquisar, mas acho que vale a pena no final.
×
×
  • Criar Novo...