Ir para conteúdo

ADRIANO VIAJANTE

Membros
  • Total de itens

    20
  • Registro em

  • Última visita

Conquistas de ADRIANO VIAJANTE

Novo Membro

Novo Membro (1/14)

0

Reputação

  1. Amigo, obrigado a você e quando der acesse o link que lhe passeio do Youtube e do Flicker, pois ainda faltam muitas fotos dos lugares que visitei da Rússia, Finlândia, Áustria e Alemanha. Inclusive eu fui de trem de alta velocidade de Helsinque para São Petersburgo que foi sensacional em 3hr50, por 87 EUROS, comprado 45 dias antes diretamente no site, imprimido em casa e deu tudo certo. Creia que a Rússia é sensacional no verão e estava muito barato lá. Foi inesquecível e vim muitos lugares que você não foram inclusive museus sobre a História da URSS. Fique ligado e se tiver alguma dúvida ou curiosidade é só perguntar que terei o maior prazer em passar o que sei e vivi naquele mês maravilhoso naqueles incríveis rincões que tem até o céu é e o sol é diferente daqui e jamais imaginei que veria tantas coisas lindas como vivencie lá. Fui muito bem recebido em todo canto e andei de manhã, tarde, noite e madrugada e muitos russos me abordavam e até foto comigo queriam tirar. Em Moscou era como estar em São Paulo, mas numa cidade muito grande e com milhões de pessoas andando no metrô, mas é uma cidade muito mais organizada e me dei bem lá, pois comi muito bem e andei sem preocupação com violência e muitos me ajudaram quando tinha alguma dúvida, mesmo eles tendo dificuldade de entender meu inglês. Descobri também que muitas mentiras disseram sobre a sobre aquele povo trabalhador na época da ditadura aqui, pois aqui se fazia lavagem cerebral passando uma ideia falsa em vários aspectos sobre o sistema de lá na época do socialismo, sem nunca apontar um ponto se quer positivo. São culturalmente superiores a nós devido a antiguidade de seu povo e com uma educação melhor que a média nossa, sem falar que ainda não estão contaminados com certos comportamentos morais decadentes do ocidente, que muito vi em Berlim. Em fim, em que pese a Rússia ser menos desenvolvida que alguns países da Europa Ocidental, ela hoje é muito mais desenvolvida em várias áreas em relação a nós, principalmente na questão de trens e metrôs. Novamente muito obrigado pelas suas preciosas dicas. e desejo-lhe que viaje para muitos outros lugares maravilhosos do mundo que o Senhor criou e que Deus o abençoe em tudo... Adriano Bauru
  2. Prezado amigo, muito obrigado pelas dicas que você colocou neste site e que tanto me ajudaram a viajar por São Petersburgo e Moscou entre 21/08/13 e 02/09/13 e estou postando as fotos neste local: http://www.flickr.com/photos/[email protected]/ Inclusive, você verá as fontes do Palácio Peterhof, que infelizmente quando vocês lá estiveram não estavam funcionando devido ao inverno. No Youtube(http://www.youtube.com/user/ADRIANOVIAJANTE007/featured?view_as=public) também estou postando alguns pequenos vídeos que poderão dar uma ideia do que vi e que foi maravilhoso em todos os sentidos a linda Rússia. Realmente estava mais barato que o Brasil, principalmente São Petersburgo. Um grande abraço ADRIANO BAURU
  3. Prezado GetúlioM e Ronil, muito obrigado pelas dicas. Realmente esta de ter o local na migração inscrito no papel onde você ficará hospedado é estranho, mas deve ser os hotéis que informam ao governo, a moda KGB, até porquê, acredito que devido aos problemas com a Chechenia(terrorismo), devem ter haver alguma legislação obrigando aos hotéis e hosteis informarem quem e de onde as pessoas fazem reservas. Quanto ao escâner que você passou Getúlio é inacreditável tal constrangimento, mas num mundo cada vez mais violento e louco que vivemos, até entendo ele fazerem isto.... Consegui reservar toda a hospedagem e os aviões por dentro da Euorpa(Berlim para Helsinqui e Moscou para Vienta) e meu roteiro será este: Brasil-Lisboa Lisboa-Berlim Berlim-Helsinqui Helsinqui-São Petersburgo São Petersburgo-Moscou Moscou-Viena Viena-Lisboa Lisboa para São Paulo, sendo que passarei apenas uma noite na ida e na volta por Lisboa, que já conheço, pois o voo somente sai para Berlim no dia seguinte e aproveitarei para matar a saudade do maravilho bacalhau português....espero não engordar muito... A viagem começa em 11 de agosto e chego ao Brasil dia 13 de setembro de 2013. Um grande abraço a todos e assim que chegar passo informações e explico tudo e as dificuldades. Adriano Bauru
  4. Prezado MCM, muito obrigado pela dica. Entrei em contato com o Hotel em São Petersburgo para saber como eles fazem relatando o problema e eles me disseram que somente a primeira diária feita pelo booking.com cobrarão no cartão, sendo que o restante poderia pagar em dinheiro, que aliás prefiro, devido a esse maldito IOF 6,5 que acaba indo no final para os mensalões por aí. Entrarei em contato com os outros e verei com eles como proceder para não ter correr o risco de pagar em duplicidade. Novamente muito obrigado e boas viagens. Adriano Bauru
  5. Prezado amigo, gostaria de mais algumas informações, pois minha viagem para Rússia já está certa e fiz as reserva dos hotéis pelo Booking. O que necessito saber é: fazendo a reserva do hotel pelo booking, na saída do hotel(check out) é necessário apresentar cartão de crédito para efetuar o pagamento ou o sistema do hotel já faz diretamente, não havendo necessidade de apresentar o cartão para o débito? Pergunto isto, pois sempre usei o HostelWorld e ao chegarmos, quando reservamos por este site é que é cobrado o restante do valor, pois no ato da reserva no site é cobrado 10 porcento, portanto, os outros 90 pagamos ou em dinheiro ou com o cartão na entrada do hotel. Como é com o Booking? Você se lembra como foi o procedimento, pois tenho receio de acabar tendo dupla cobrança, pois li na net que quase ocorreu isto la em Moscou com um brasileiro num hostel. Att. Adriano
  6. Prezado Ronil, esqueci de perguntar também qual foi a estação de trem que você desceu em Moscou quando vei de São Petersburgo com o sapsan, pois ficarei hospedado num Hotel e tenho que ver como irei de metrô desta estação. obrigado. Adriano
  7. Prezado Ronil, tenho mais algumas dúvidas e gostaria que você me ajudasse, por favor. Já está tudo certo tanto a reserva de voo como a hospedagem na Rússia, São Petersburgo e Moscou, que ficarei na primeira entre 21 e 26 de agosto e a segunda, entre 26 e 02 de setembro de 2013. Ocorre que entrarei na Rússia pela Finlândia com o trem sapsan. De São Petersburgo para Moscou também irei com este tipo de trem também. O que gostaria que você me explicasse é depois que compramos pelo site, como devemos proceder: Basta imprimir e entrar no trem em São Petersburgo para Moscou, mostrando o papel impresso e o passaporte ou é necessário fazer algum check in em alguma máquina para imprimir algum bilhete? Se for necessário fazer check in, como você fez, pois estas máquinas não mostram a tela somente em Russo? Não há necessidade de validar nada em alguma máquina? Quando estive na França e Itália tinha que validar o bilhete em alguma máquina, se comprava lá antes de embarcar no trem, mas se fosse bilhete trazido do Brasil, na França não era necessário validar o bilhete nas maquinas lá na estação de trem antes de embarcar. 2) Outra dúvida que tenho é referente a existência de algum registro no Hotel: Sei que não há mais necessidade de visto para nós entrarmos na Rússia, passando apenas pela migração, que no meu caso será dentro do próprio trem proveniente de Helsinque, mas na migração eles carimbaram seu passaporte ou lhe deram algum papel para você apresentar no Hotel, visando pegar um registro ou algum carimbo neste papel para na saída entregar na migração? Outra pergunta que lhe faço é quando você chegou do aeroporto Domodedovo para sair da Rússia, você achou com facilidade o local para check in, ou seja, há placas em inglês para nos localizarmos no aeroporto? Como foi a migração na saída, entregou alguma papel ou foi carimbado seu passaporte? Pergunto isto, pois sairei da Russia por este aeroporto e irei para Viena conhecê-la no dia 2 e lá ficarei até o fim da viagem até o dia 11 de setembro. Pergunto tudo isto para diminuir a dificuldade, pois todos as pessoas que postaram algo sobre a Rússia, reclamam sempre do problema linguístico que é um pesadelo, devido a alfabeto cirílico não havendo quase nada nas cidades com placas em inglês, correto? Att. Adriano
  8. Prezado amigo viajante Ronil, mais uma vez agradeço pelas suas brilhantes observações e dicas importantíssimas sobre tais lugares. Você tem razão sobre tudo e principalmente sobre não passar rápido demais por cidades principalmente no Velho Continente, pois para nós começarmos a ver e sentir um pouco melhor tais povos e culturas diferentes da nossa, somente ficando mais dias, pois realmente você irá fotografar em alguns segundos tais lindos lugares, mas não desfrutará do ambiente e a atmosfera que é sempre mágica para os que estão a passeio. Como tenho tempo para ficar lá na Rússia, pois estou aposentado, irei certamente ficar no mínimo 6 noites em Moscou e umas 7 noites em São Petersburgo, mas ainda não decide se volto via Helsinque de trem(Allegro), depois Tallinn( DE BARCO)(revê-la, pois fui em dezembro de 2010 e é linda neste período), Berlin(avião), Praga(trem) e finalmente Áustria(de trem), sendo que se fizer a volta para o ocidente dessa forma também será fascinante, pois não conheço Helsinque. Realmente se a pessoa tiver tempo e dinheiro para ficar mais dias nestas cidades, tão importantes do ponto de vista histórico e cultural, não irá perder nada, visto que não é sempre, para quem tem poucos recursos, que se pode voltar a tais lugares. Sempre que venho da Europa, passado algumas semanas, é como se tivesse sido um breve sonho e tenho a sensação que deveria ter ficado mais e mais em cada uma das cidades que conheci. A primeira vez que fui lá em 2010, setembro, fiquei em Paris apenas 5 noites e depois não via a hora de voltar lá e agora em julho foi a terceira vez e não me canso de admirar tal cidade em todos os aspectos, pois é fascinante e é diferente daqui e é maravilhosa andar pelas suas ruas sem preocupação neste mês devido ao clima ameno, o sol radiante e suave, sem falar em seus prédios com uma arquitetura incrível dando um charme único nesta mais charmosa capital europeia. Respeito opinião diferente. Sei como é sentir saudades desses lugares e é sempre bom relembrá-los, principalmente quando dá tudo certo durante a viagem. Quando vejo as fotos que tirei é como um sonho e nem acredito que fui em tais lugares tão lindos, principalmente para quem teve uma vida de dificuldades no passado como tive. Graças a Deus vi tudo isto:(Alemanha, Portugal, Espanha, Itália, Bélgica, Suíça, Israel, Estônia), sendo que na América do Sul só não conheço Venezuela, Equador, Colômbia e Guianas. Na América do Norte apenas conheço um pouco do USA. A impressão que tive sobre o vídeo que lhe indiquei deste repórter e escritor é a mesma que a sua, pois efetivamente o rapaz é muito para baixo e está a procura de situações decadentes para se inspirar e produzir literatura, pois vive disso e parece que o mesmo é.... Estranho que o mesmo foi para São Petersburgo imaginando que lá veria uma sociedade dos livros de autores russos de séculos atrás, quando basta ler alguma coisa na Net para sabermos que tal sociedade hoje não tem nada a ver com a realidade de 150 anos atrás, visto que a tecnologia existente na época era extramente limitada e a miséria era grande. Só para citar um exemplo, o grande compositor e músico Tchaikovsky, morreu de diarreia, devido a ter consumido um copo com água sem tê-la fervido e por isto contraiu cólera terminando seus dias miseravelmente, pois não havia tratamento de água naquela época em São Petersburgo. Na realidade este rapaz, que já conhecia outros países Europeus, foi sem entender que não há como reproduzir o mundo que os escritores russos viveram do século XIX, pois muito pouco ficou daquela época a não ser alguns prédios e monumentos que foram seguidas vezes restaurados. Ingenuidade dele e puro romantismo intelectual. É como ir a Jerusalém e pensar que a atual é a mesma que existiu na época de Cristo Jesus,... esqueça, nem em sonho, mas aqui não é lugar para explicar isto, pois estamos falando de Rússia. Vou seguir suas sugestões e novamente muito obrigado. Adriano Bauru
  9. Prezado amigo, muito obrigado pelas informações preciosas e parabéns pelo relato que ficou excelente. Se puder, gostaria de mais um esclarecimento, não querendo abusar de sua boa vontade. Você explicou que se compra os bilhetes para o metrô. 1) Há um guichê com um atendente para se comprar tais bilhetes de metrô nas estações, é isto? Se você falar em inglês onde se vende bilhetes de metrô, fazendo o pedido, eles não entende? Teria que levar escrito ou falar em russo de forma improvisada? 2)Qual o preço dos dez bilhetes que você pagou em rublo? Pergunto isto para poder calcular quanto irei gastar e ter uma ideia do custo de vida lá em relação aqui e levar dinheiro suficiente para não ter surpresas desagradáveis. 2.1) Onde tomo o trem do centro de Moscou para o aeroporto Demodedovo? Onde fica a estação de trem que você foi para pegar o de alta velocidade para São Petersburgo? 3) Eu entrei no site do Hotel que vocês ficaram para ver o preço e descobri que o valor em rublo é 4500, por noite, durante a semana, sendo 3500 a diária no fim de semana, em quarto apartamento individual, achei caro, pois irei sozinho, portanto vou procurar outro. 4) Tenho um mês para ficar pela Europa entre final de agosto e setembro de 2013, portanto, vou seguir seu concelho e aumentar mais um dia nas duas cidades, ou seja, 6 noites em Moscou e 6 noites em São Peterburgo, pois tais localidade não se volta todo dia e é muito longe do Brasil, sem falar que quando chegamos estamos totalmente quebrados, pois são muitas horas de voo sem dormir direito. 5)Vi que vocês foram em Outubro. Como estava o clima, ou seja, conseguiu algum dia de sol, e a temperatura, fazia muito frio? Pois pesquisando na net vi que neste país sol é coisa rara e parece que está sempre nublado ou chovendo no verão devido a latitude. Vou levar um blusa de frio e um luva, pois sei, pelo que passei na Estônia, que quando vem o frio é de rachar.... 5.1) Qual o horário que escurecia em Outubro? 6) E quanto a furtos? Você percebeu algo, pois como a Russia é pobre como nós, apesar de ser um país colado na Europa Ocidental, devido a crise e por tudo que ocorreu na era comunista, sei que lá tem várias máfias hoje instaladas e problemas com álcool também. Conheço bem a História deste País, daí meu interesse em visitá-lo, pois sempre tive vontade de conhecê-lo, pois é um "mundo" diferente do nosso e deve ser fascinante. Por favor, de uma olhada no relato deste jornalista e me diga o que você acha, se tiver tempo, pois o mesmo esteve lá e pintou um quadro negativo, mas percebi que o foco dele era diferente do seu e do meu, pois ele estava atrás de um tipo de informação para escrever uma obra ficcional : hhtp://www.youtube.com/watch?v=pQdxdgCgLA4&feature=related Att. Adriano
  10. Tenho também mais outra dúvida, pois lendo vosso relato, você afirmou que é possível de São Petersburgo ir para Helsinque de Trem de Alta Velocidade. Como faço isto? Pois em 2010 fui para Tallinn em dezembro e como o objetivo não era ir para Russia, mas ir apenas a Tallinn, Itália e Portugal, mas principalmente Tallinn curtir o inverno, não pesquisei como ir desta cidade para a Russia até porque naquela época necessitava de visto. Hoje sei que não há necessidade do visto para brasileiros para a Russia. Sei que de Helsinque há navios enormes que levam duas horas para vir para Tallinn, podendo ser uma opção voltando para a Europa ocidental, ou seja, sair de São Petersburgo de trem para Helsinque, depois ir para Tallin de Barco e de Tallin ir para Alemanha de trem, depois República Theca, e finalmente Viena na Autria, tudo dentro e um mês. Se puder me esclarecer como faço para sair de São Petersburgo de trem para Helsique, por favor, fico aguardando. Att. Adriano
  11. Prezado amigo, irei em setembro de 2013 para Russia, entre outros países, pretendendo ficar 5 noites em Moscou e mais 5 noites em São Petersburgo. 1)Gostaria de saber se este número de noites é suficiente para ver as principais atrações turísticas? 2)Se chegando no aeroporto de Demodedovo, após passar o controle migratório há casa de câmbio para se obter a moeda russa? 3)Irei apenas conhecer Moscou e São Petersburgo e desta última cidade voltarei para a Europa Ocidental de avião(Alemanha ou Austria) e se há algum problema para sair por São Petersburgo em vez de Moscou? 4) Como você fez para comprar os bilhetes de metrô? Como são as máquinas? É possível usar rublo, cartão e moeda? Há a opção em inglês ou somente russo nas máquinas que vendem bilhetes do metrô? É possível conseguir mapa do Metrô no aeroporto? Obrigado.
  12. Prezada Gisele e Patty, polêmicas aparte daqueles que têm dificuldade de entender o significado de se prestar informações úteis aos viajantes, passo a fazer algumas considerações sobre Roma, visando ajudar aos que nunca lá estiveram: Normalmente se chega em Roma pelo seu principal aeroporto denominado Fiumicino, deste aeroporto existe sistema de trem que deixa na Estação Central Termine. O preço aproximado é 6 Euros, mas não se deve esquecer de validar o bilhete antes de subir no vagão, visto que se não o fizer, havendo fiscalização, será cobrado 100 Euros de multa. Cuidado, pois também há um outro trem que encosta na plataforma do lado e não irá para Estação Termine. Esta estação de trem Termine, como em quase todos os países europeus, tem em seu subsolo acesso para o metrô. Há duas linhas em Roma e eles estão fazendo uma terceira, mas demorará para terminar. Tenham cuidado dentro do metrô, pois há batedores de carteira, ou punguistas, que estão ávidos para furtar o dinheiro dos turistas. No metrô há máquinas para comprar bilhetes e não aceitem ajuda de ninguém, pois há muitos espertalhões querendo gorjeta apenas para apertar o botão para que a máquina lhe emita o bilhete, devido a possível dificuldade do turista em ler como proceder. Não aceitem ajuda, pois basta olhar as pessoas comprando ao lado e fazer o procedimento igual, e pronto, sai o bilhete do metrô igual ao de São Paulo. Outra coisa é que os trens do metrô não são do tamanho das plataformas, portanto fiquem espertas ao local de embarque, pois os trens são menores que as plataformas e muitas vezes durante o dias úteis, estão lotados. O transporte público em Roma é ruim, se comparado com Paris, Suíça, Frankfurt e etc. O melhor que se deve fazer é reservar um albergue próximo sempre as estações centrais de trem, pois fica fácil para tudo. Em Roma é fundamental ficar próximo a estação de trem Termine, principalmente pelo fato de ter poucas estações de metrô e serem distantes umas das outras. Os ônibus sempre estão cheios e são demorados. Ficando próximo a estação Termine é possível ir a pé em poucos minutos ao Coliseu e ao complexo de ruínas do antigo Império Romano, depois andar até o Vaticano, pois toda a caminha do Coliseu ao Vaticano é plana. Do Vaticano se visita a pé Villa Borguese, bem como o centro da cidade, voltando para a estação Termine, onde se poderá passar pela Fonte de Trevi e outros pontos turísticos, como Castelo de Santo Ângelo, Phanteon, Foro Imperial, Mercado Troiano(neste lugar há um museu). Pesquise estes lugares pelo Google Earth, pois poderão constatar onde fica geograficamente e fazer o roteiro que melhor convier a cada um. Um passeio também imperdível é a Via Ápia, que poderão acessá-la de forma fácil e econômica, bastando tomar o metrô em Termine e descer na Estação Garbatela, sendo que após sair da estação basta percorrer a via Ostiense até o final cruzando uma enorme Via Cristoforo Colombo e continuar por uma trilha num enorme terreno baldio que saíra na Via Apia Antiga em frente a uma Igreja Católica chamada Domine quo vadis. Na via Ápia vocês encontrarão diversas Catacumbas construídas pelos primeiros cristãos em Roma e vale apena visitá-las, pois verão como eram enterrados tais pessoas e como estas catacumbas foraM feitas, sendo incrível tais construções inclusive servido para refletirmos sobre a nossas vidas tão curtas neste mundo e como somos finitos.... Recomendo irem em dia de sol na parte da manhã para após visitarem as catacumbas,(há guias em espanhóis e não se entra sem eles e a visita é de 30 minutos), poderão fazer um linda caminhada por algumas horas pela Via Ápia Antica sem medo de assalto, pois apesar de ser um lugar ermo e periferia de Roma, não há a desgraça que temos aqui, que são as favelas e miséria e crimes violentos, que jamais nos animaria a percorrer tal local, que é bucólico, encantador com uma paisagem que até nos faz recuar no tempo imaginando os romanos por lá com seu incrível exército passando. Abaixo postarei umas fotos para vocês terem uma ideia. Uma das fotos consta uma interessante companhia que apareceu quando estava almoçando embaixo de uma arvore na Via Ápia Antiga... Logo mais neste tópico também darei uma dicas para quem quiser ir de Roma para Pompeia, pois é próxima e não se deve perder esta oportunidade jamais, se tiver tempo. Pessoal, se tiverem condições e tempo, adquiram estes obras que lhes trará muito conhecimento sobre o Império Romano e como era seu exército a quase 2000 anos atrás: Historia do Povo Hebreu, do escritor da antiguidade chamado Flávio Josefo(livro fantástico e envolvente, testemunha ocular da queda de Jerusalém em 70 DC, bem como viveu em Roma até o ano 103), bem como A Vida dos Doze Césares, do escritor Romano Suetônio, e o livro Os Césares, Apogeu e Loucura de Ivar Lissner. Procurem em sebos, que certamente encontrarão. Boa viagem a todos.
  13. Prezado Sr. Paulo, veja que este tópico não deveria ser usado, como V.Sa. fez, para julgamento e depreciação da opinião de outras pessoas, visto que este espaço é para orientar, esclarecer e trazer algo de útil àqueles que pretende conhecer outras localidades e não querem ter muitas dificuldades, principalmente fora do nosso país. Em nenhum momento V.Sa. fez qualquer contribuição para a pessoa(Gisele), que deu azo a abertura deste tópico, pelo contrário, V.Sa. apenas e tão somente centrou o seu interesse em retirar algumas frases do contexto que escrevi para denigrir de forma equivocada e sem qualquer base sólida, com argumentos frágeis, minhas opiniões sobre os lugares que visitei, fazendo observações despropositadas e maldosas. Quem é V.Sa. para me julgar? Por outro lado, todos que lerem suas observações verão que não disse uma palavra ou deu qualquer dica para quem quer que fosse no sentido de apontar alguma fonte de informação sobre hotéis, albergues, livros, guias ou postar alguma foto, visando ajudar qualquer viajante a escolher se deve ou não ir a alguma dessas cidades europeias. Veja que minha opinião se estriba em conhecimento empírico e histórico, visto que estive nestas cidades e não me limitei a fazer um passeio de forma alienada e sem informação prévia sobre o local. Se V.Sa. tivesse observado atentamente o que a pessoa que abriu este tópico solicitou, veria que a mesma pediu dicas para sua viagem, o que V.Sa. não deu. Portanto, as dicas que eu passei não foram com o objetivo de impor uma mudança de roteiro a ninguém, mas apenas opinar sobre uma realidade que vi, visando dar uma visão para os que lerem refletirem sobre se vale ou não apenas ir em tais lugares dentro da condições e interesses de cada um. Espero que V.Sa. entenda que tal espaço não deve ser usado para julgar ninguém, mas apenas para informar, inclusive opinando sobre tais locais no mundo, procurando ajudar os que não têm conhecimento sobre tais realidades. Diga-se de passagem, em que pese as obras de Gualdi ter sua importância, não vejo justificativa suficiente para gastar tanto dinheiro e tempo em se deslocar a Barcelona para apreciá-las, pois há muitos outras obras grandiosas em muitas outras cidades europeias que valem mais apena vê-las, em vez de se ir a Barcelona, bem como pelos outros motivos já expostos. Esta é minha opinião, o que não necessariamente V.Sa. precisa concordar. Felicidades...
  14. Prezada Gisele e Patty, abaixo também posto uma foto de uma rua do centro de Bruxelas para vocês terem uma ideia de como é interessante tal cidade. Os trens saem da Gare du Nord(uma das estações de trem de Paris), podendo ser comprado a passagem pelo site da http://www.voyages-sncf.com/, que pode ser adquirido via internet e imprimido aqui ou compre em Paris na estação citada acima, mas lembre-se que se comprar lá deve validar o bilhete numa máquina antes de entrar no trem, não esqueça se não dá problema. Em Paris fiquei neste hotel duas vezes, visto não ser caro e é muito bom e bem localizado, fácil para ir para qualquer lugar: http://www.hotelbellevue75.com/index-gb.htm Mais informações sobre Paris, vale apena adquirir este guia: GTB - Guia do Turista Brasileiro Também tem um Blog descolado de uma brasileira que mora lá: http://www.conexaoparis.com.br/ Neste Blog há dicas são muito boas e de muito bom gosto. Prezadas amigas, certamente você adorarão Paris, só de falar sinto saudades de lá. Daqui uma semana irei para Israel(Jerusalém, Tel Avi, Mar Morto, Massada, Cesareia), Alemanha(Frankfurt, Nuremberg, Munique, Rothemburg,), mas não dará para passar em Paris.... Não deixem de ir a Galeria Lafayette comer uns doces, pois veja abaixo o que as espera...são divinos e fantásticos.... O ano que vem irei pela primeira vez a Russia, aí sim voltarei a Paris...
  15. Gostaria de esclarecer Gisele que eu não estou dizendo que não se deve conhecer Londres, mas quem conhece bem a História da Humanidade, sabe que Paris e Roma são infinitamente mais interessante para ser explorada nos detalhes. Em Roma há via Ápia e suas catacumbas, todo o complexo histórico romano de séculos e séculos atrás, o Coliseu, dezenas de ruínas romanas próximas, os diversos museus, (principalmente o Museu Nacional Romano e do Vaticano), Villa Borghese e etc. Só a Via Ápia, para quem conhece e deseja andar em um local maravilhoso na saída de Roma(um pequeno trecho, visto que ela vai até o sul da Itália), é um dia de passeio, pois esta antiga estrada Romana está repleta de sítios arqueológicos com uma paisagem e um clima, principalmente em setembro, de tirar o fôlego. Agora Londres, infelizmente é cara e somente se deve ir depois de conhecer bem Roma e Paris, que são cidades incomparavelmente mais interessantes em todos os sentidos, a não ser que se deseje ver rei e rainha e seus convivas, que vivem de forma parasitária as custas do povo, com diversos escândalos sexuais, que vira e mexe estão nos tabloides de lá, uma relógio que todo mundo já viu em fotos e filmes e nada mais. A cidade de Londres nem em sonho tem os atrativos de Paris ou Roma, para quem conhece bem história...sabe que não estou falando mentira. Com relação a Tallinn, esta cidade é facilmente acessada de Frankfurt, via aérea e não fica do outro lado do mundo não... Como você irá à Alemanha, dá para dar um chegada lá, se quiser, e se for lhe recomendo o Hotel Kalev, que por apenas 55 Euros você terá um lindo apartamento, café maravilhoso servido à vontade, bem como o complexo aquático todo aquecido com piscina de 50 metros, mais ofurôs enormes e diversas saúnas, sem falar na sala de ginástica, estando colado na Old City, bastando dar uma olhada no site: http://www.kalevspa.ee/?lang=en Diga-se de passagem que a Estônia é barata, com os preços praticamente iguais aos daqui...na maioria das vezes até pagamos para comer mais em conta lá... Falo isto por que fiquei neste Hotel e foi espetacular... Se conhecer Paris e Roma primeiro, creia que se decepcionará com Barcelona, pois tal cidade vive de uma falsa propaganda que é demais..., cheia de belezas e etc., etc. etc., mas não é verdade, pois é basicamente igual a Madri em termos de arquitetura, apenas tendo um diferencial com relação há umas poucas construções feitas por um arquiteto renomado de lá chamado Gualdi, mas não é tudo isto que compensa gastar dinheiro indo lá. Tal cidade no verão tem o clima seco, trânsito horrível, extremamente poluída, cheia de batedores de carteiras e malandros querendo tomar um troco do turista incauto, hostais caros e fuleiros, o porto é feio e nas proximidades há muitos prédios cheios de migrantes, que são descriminados e muitos tem comportamento suspeito e é até perigoso andar à noite, principalmente agora devido ao auto índice de desemprego por causa da crise na zona do Euro. Não recomendo a ninguém Barcelona e tenho certeza que existem muitas outras cidades muito, mas muito mais interessante e lindas para se ver do que esta na Espanha, por exemplo, Bruxelas, na Bélgica, que fica há 1h30 de trem de alta velocidade de Paris, dando até para fazer um bate e volta, se não tiver como ficar alguns dias lá. Sem falar das cidades suíças...Abaixo postarei uma foto de um passeio que fiz em Zermat na Suíça para você comparar com fotos de Barcelona....Não entre nessa que Barcelona é o 'bicho", cheia de farras e bebedices, pois você irá se dar mal....Isto é pura ilusão..., ou seja, se a pessoa quer se embebedar, não precisa ir a Europa, ...na Europa se deve aproveitar para se ver cultura daqueles povos em todos os aspectos... A escolha é sua, respeito opiniões divergentes, mas estou apenas lhe dando umas dicas para você aproveitar o melhor das cidades na Europa...
×
×
  • Criar Novo...