Ir para conteúdo

Ramon Braga

Membros
  • Total de itens

    6
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra
  1. Então, só inglês... A parte turística eles falam inglês. Não tem muita dificuldade não. Na verdade na maioria das vezes eles falam outros idiomas também, exceto português...
  2. Lembrei de outra coisa, em Sharm tem tour de bate e volta para Petra nas agências. Só não sei valor, porque na época eu não podia ir e ficar, eu teria que voltar para o Egito. Só atualizando o ano rs. A viagem foi em agosto de 2019!
  3. Fala Bruno! Blz? Cara, então são duas coisas verem distantes uma da outra. Não há voos Egito x Jordânia. E você fazendo esse trajeto de ida e volta você ia perder pelo menos 4 dias só de translado... Segeu abaixo um relato da minha viagem: Em agosto do ano passado (2018) eu fiz um mochilão entre Egito e Jordânia que durou 2 semanas. O Egito não é um país fácil de mochilar, você de qualquer forma vai precisar de algum guia turístico pra poder te levar a alguns lugares. Você deve saber que as pirâmides não ficam em Cairo propriamente, elas ficam em um cidade próxima (em torno de 30 minutos de carro para chegar lá) Gizé. Não há meio de transporte para chegar lá, você vai precisar pegar um táxi, um Uber (algo quase impossível de se fazer em Cairo rs o Uber nunca chega), ou alugar algum carro pra te levar lá... Os preços no Egito são bem baratos, então acho que vale a pena ir numa agência e contratar um tour com guia. Se você ficar em hostel pode tentar encontrar uma galera pra dividir os custos... Por falar em Hostel super recomendo o Tahrir em Cairo. Pois bem, uma vez finalizada sua jornada no Egito as opções que você tem para ir à Petra não são tão fáceis. O que eu fiz foi o seguinte: Depois de Cairo, visitei a parte sul do Egito, fui até Luxor de trem, de lá conheci alguns lugares, peguei um cruzeiro no Nilo, e terminei em Luxor mesmo. De Luxor pegamos um voo para Sharm El Sheik, é um balneário no mar vermelho ultra descolado do Egito. De Sharm pegamos um ônibus em direção a Nuweiba, de lá pegamos um Ferry para cruzar para a Jordânia descendo no porto de Aqaba. Chegando em Aqaba (já é Jordânia) vc pode dar entrada no visto pelo porto mesmo, entrando por Aqaba você não paga a taxa do visto (pelo menos quando eu fui o funcionário imigração ficou muito feliz de a gente ser brasileiros). Depois do processo de imigração você sai do lugar e já tem um monte de taxistas querendo te levar ao seu destino. Confesso que essa parte é meio complicada porque não tem transporte público com frequência também, e você tem que barganhar o preço. Como não tínhamos muito tempo negociamos um transfer naquela muvuca mesmo direto para Petra. Mas se você quiser pode ir até a cidade, que também é um balneário muito charmoso, e bem caro, e tentar pegar um ônibus para Petra, mas isso tudo deve te custar uns dois dias... Acabando que o transfer que levou a gente negociou conosco para nos levarmos até Amã, pois também não tínhamos passagens de ônibus. O preço que ele fez valeu super a pena porque durante a nossa ida para Amã ele nos levou no deserto e no mar morto para tomarmos banho. Resumindo: Pra vc ir de Cairo para Petra, sugiro você pegar um voo de Cairo para Sharm El Sheik, de lá você pega o ônibus até Nuweiba, de Nuweiba o ferry para Aqaba e de lá um transfer para Petra. Quando pesquisei não tinha voo direto de Cairo para Amã. Todos os voos primeiro iam para a Europa, isso mesmo, Europa, e depois iam para Amã. Tem a opção de vc não utilizar o Ferry. Que seria você cruzar a fronteira do Egito com Israel e depois de Israel com a Jordânia, mas eu não aconselho a fazer, primeiro por custos, e segundo por correr riscos de Israel implicar com a imigração. Já li vários relatos que eles não são muito receptivos nessa fronteira. Apesar de que mesmo indo de ferry o transfer que peguei pra ir pra Petra me levou próximo à fronteira de Israel pra trocar de carro rs... Se você optar por atravessar para Israel você tem que chegar à cidade de Taba (última cidade do Egito) e aí atravessa para Éilat (Isarael) e de lá para Aqaba (Jordânia). Custos (€£ = Libra Egípcia / JOD = Dólar Jordaniano): Vôo Luxor x Sharm Sheik: R$246,00 Onibus Sharm El Sheik x Nuweiba €£95,00 Taxi Hotel Sharm pra rodoviária €£200,00 Ferry boat Nuweiba x Aqaba U$75,00 Transfer Aqaba x Petra JOD 50,00 Ingresso Petra by night JOD 17,00 Ingresso Petra 1 dia JOD 50,00 Transfer Petra X Amã (com o tour): JOD 90,00 Entrada Amman Beach Resort JOD 15,00 (local onde você pode tomar banho no mar morto, é uma estrutura de um clube, que possui piscina, chuveiro e restaurantes). É importante lembrar que não é qualquer lugar do mar morto que pode tomar banho. Esse clube já é bem próximo de Amã, menos de uma hora de carro. Uma sugestão que eu te dou é se você não tem mais tempo, não recomendo você ir a Petra. No final das contas você não visitar nada. Aproveita esse tempo e fique apenas no Egito, que é um país que tem muito mais a oferecer do que ir só às pirâmides. Inclusive 7 dias também nao seria suficiente, mas se é o tempo que você tem ficaria apenas no Egito
  4. Fala João! Estive no Egito em agosto do ano passado (2019). O que vc quer saber?
  5. Olá pessoal Estive no Chile agora ema Julho. Me hospedei no Andes Hostel. http://www.andeshostel.com/mb/ Super recomendo. A localização é ótima, os funcionários são muito simpáticos, te ajudam de diversas formas... O ambiente é irado. Pessoas de tudo quanto é lugar do mundo. As acomodações são boas. Como ponto negativo diria que não tem banheiro privativo (é compartilhado) e também não tem elevador, pra que tiver muita mala é ficar no 4° andar (último) pode ser cansativo. Ele fica em frente a uma estação de metrô, o Bellas Artes. Ah, outras opções seria o HRado. É top também. Fica num bairro boêmio de Santiago (Pátio Bella Vista). Espero ter ajudado!
  6. Fiz um intercâmbio mês passado parao Canadá. Quem tiver a oportunidade de ir vale muuuuuito a pena! O Canadá é um país lindo. Fiquei na west coast, em Vancouver. Fui a Whistler, cidade que tem a maior estação de esqui da América do Norte. É uma pequena vila que cediou parte dos jogos olímpicos de inverno junto com Vancouver. Se você for pra a west coast não pode deixar de visitar também Victoria, é umailha e a capital da British Columbia. Lá o clima é bemparecido com o do Brasil, é bem quente! Possui O jardim mais lindo do mundo, o Butchart Garden, procurem no google e vejam por si mesmos! Parti de Vancouver em direção à Rocky Mountain, éna província de Albetra, é um conjunto de montanhas de milhões de anos de formação que se estende até os USA. É como se fosse a Cordilheira dos Andes da América do Norte, entretanto as Rockies são muito mais velhas e as paisagens são de tirar o fólego. Se alguém quiser uma dica me mandem um email, será um prazer ajudá-los. Fui também. A NYC, a cidade realmente é uma selva depedras, nunca dorme... É uma viagem incrível, você se sente no topo do mundo. Outra cidade que visitei nos USA foi Seattle, é uma cidade próxima do Canadá, também na costa oeste. Não achei muito legal, é meio sem graça. Enfim, viajar é muito bom...
×
×
  • Criar Novo...