Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Kryptos

Membros
  • Total de itens

    23
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Mas que lei babaca!!! Galão de no mínimo 5 litros? É isso mesmo?! Palhaçada!!! "Para a venda do combustível é necessária a compra de um galão com capacidade mínima de cinco litros. O material é padronizado e deve ser certificado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). O produto pode ser adquirido nos postos ou em lojas especializadas e custa em torno de R$ 10." Fonte: http://www.alternet.com.br/portal/2014/01/10/resolucao-proibe-a-venda-de-gasolina-em-garrafas-pet/ Estava eu pensando em usar um galão desses de óleo de 1 litro com bocal largo, mas com essa lei ai complica hein!
  2. Vídeo falando sobre a nova regra: Saco plástico e garrafa pet estão proibidos mesmo. Agora deve-se usar um galão com o selo Inmetro.
  3. Olá, Bullseye. Em vez de jogar fora, acho mais apropriado dar o restante para o frentista botar no carro dele! rs... O único inconveniente é que agora os postos não são mais autorizados a encher garrafas pet por conta do bocal ser muito estreito e ter perigo de derramar liquido no posto aumentando o risco de incêndio. Tenho de encontrar alguma alternativa barata de galão, um que eu possa jogar no lixo após o uso, como fazíamos com a garrafa pet. Ou então, não sei se ainda são permitidas, aquelas sacolas plásticas de dois a cinco litros que os postos ofereciam. Ouvi dizer que saiu uma lei que diz que o galão daqui pra frente deve ser rígido. Alguma solução para isso? rs...
  4. Pessoal, tenho uma dúvida. Quando vamos acampar, previamente compramos etanol no posto em galão de 2 litros ou mais e deixamos esse galão em casa e só abastecemos um pequeno tubinho com tampa de rosca na quantidade que vamos usar (1, 2, 3 ou mais dias). Agora, no caso de um cicloturismo (envolvendo acampamento diário) em que ficamos na estrada por vários meses ou até anos, não temos como comprar 2 ou mais litros de etanol e ficar carregando o bendito galão e creio que os frentistas não abasteceriam apenas alguns "emiéles" nesses tubinhos pequenos que carregamos. Então, como fazer? Nesse caso é melhor "esquecer" a espiriteira? Eu acho a espiriteira tão prática... Alguma solução?!
  5. Olá, Edver! Ótima ideia! Qual borracha você usou para fazer esse chinelo branco? Onde posso encontrar essa borracha de 2 ou 3mm de espessura?
  6. Pessoal, esse site é bom mesmo! Várias dicas valiosas. O dono do site fugiu de casa com 16 e está até hoje nas estradas depois de muitos e muitos anos... Ele passa todas as dicas. Recomendado! :'>
  7. Pessoal, a ideia é excelente. Recentemente voltei da Ásia, mas estou insatisfeito com a vida normal e quero viver viajando. Já estive em vários países e agora tenho certeza que não quero viver fixo no Brasil. Eu sou nômade por natureza. Sou muito simples, desapegado! Não me adapto à vida comum. Precisamos pensar em coisas básicas e importantes tais como: 1) Como entrar na Europa sem dinheiro para comprovar capacidade de permanência? 2) Como entrar na Europa sem seguro viagem obrigatório? 3) Como entrar sem grana em países que exigem visto e cobram pelo mesmo, às vezes até caro? 4) Penso em pedir comida nas casas, vcs acham que rola? Nunca testei. 5) Vou dormir em barraca todos os dias fora de camping para economizar, mesmo que seja ilegal. A pergunta é: Como se virar com banho e lavagem de roupa? 6) Quero viajar de bike, esse transporte é barato e muito prático. Vocês farão o mesmo? 7) Viajar sem grana nenhuma, acho que é impossível, hein! Já até pesquisei a vida de viajantes que dizem ter feito sem nenhum dinheiro, mas eu não acredito. Só os vistos já consomem uma grana.
  8. Gente, olha só esse problema com Assistência Médica Indenizada VISA. Fiquei preocupado e agora desejo fechar um seguro complementar. Complicado... SEGURO VIAGEM VISA NÃO COBRIU NENHUMA DESPESA NO EXTERIOR E ESTOU A QUASE 2 MESES SEM RECEBER MEU REEMBOLSO http://www.reclameaqui.com.br/2424724/sac-visa/seguro-viagem-visa-nao-cobriu-nenhuma-despesa-no-exterior-e/
  9. Oi, Paulorco. Agradeço sua ajuda, porém meu problema é outro. Eu já recebi o Certificado dessa Assistência Médica Indenizada Visa. A minha dúvida é a citada acima. Preciso nomear um ou mais beneficiários que possam receber a grana da indenização em caso de acidente aéreo comigo resultante de desmembramento, invalidez permanente ou morte. Só preciso nomear, entendeu?! A VISA disse que eu devo fazer isso no banco onde sou correntistas. Liguei lá, mas ninguém sabe informar. Preciso de ajuda nesse sentido. Alguém aí sabe como fazer? Grato!
  10. Estou na mesma situação e ainda não encontrei solução. Eu ligo na minha agência do HSBC e eles também não sabem informar direito. Ficam só no achismo. Se esse banco não sabe, quem vai saber? HSBC é horrível. Só tenho dor de cabeça com esse banco. Não recomendo. Bom, de qualquer forma, vou ligar em outras agências para ver outros gerentes sabem a resposta. Alguém aqui já fez esse procedimento de cadastrar beneficiário no banco em caso de acidente aéreo que resulte em morte, desmembramento ou invalidez permanente? Como fizeram (em qual banco) para cadastrar um ou mais beneficiários? Ajude-me, please!
  11. Oi, Luiz. Agradeço-te pela boa resposta. Eu fico mais seguro ouvindo de alguém que já passou pela experiência. Se não me engano, tem um post seu sobre a África do Sul que eu gostei bastante. Acho que é seu. (rs-rs) Eu li há um tempo já. Vou fazer isso. Espero conseguir usar bastante o cartão de débito, pagando direto pela maquininha, sem precisar sacar. É, já me falaram que não vale a pena levar traveller checks pela inconveniência de ter de andar com eles, trocá-los em locais próprios e tal. Já descartei essa possibilidade. Não quero ter muita preocupação com isso. Espero chegar logo lá e poder ajudar o pessoal aqui que tem dúvidas e quer ir para lá também. Essa troca de informações é de vital importância para mantermos esse fórum. Muito agradecido.
  12. Ninguém para ajudar??!!?? Esse povo está só na praia tomando água de côco... rsrs... Merecem isso: Quem puder ajudar, please!
  13. Olá, Drok. Já anotei seu e-mail, Vou enviar uma mensagem para vc. Assim, podemos manter contato. Estou um pouco preocupado com o setor de imigração, já que estou indo para ficar 3 meses e vou sem fechar escola. Meu inglês é razoável, só quero aperfeiçoar a fala. Já testei meu inglês com nativos anteriormente e consegui manter uma boa conversar, entender, falar, explicar, etc, um pouco travado, mas nada que 3 meses turbinados não resolva. rsrs... Hoje eu vou fechar seguro e moradia. Estou lendo toda a apolice e tentando entendê-la. Isso demora. Abraço e que dê tudo certo para vocês.
  14. Olá, mochileiros e mochileiras! Este tópico ajudou-me muito. Excelente! Vou para África do Sul agora em Outubro e tenho ainda algumas dúvidas: 1) Sou correntista no HSBC. O cartão Visa Electron HSBC é aceito na África do Sul? Alguém já usou por lá? Compensa? É a opção mais barata de todas mesmo? 2) Existe algum limite (valor por dia/semana/mês) para uso do Visa Electron no exterior? 3) Vou levar dinheiro também, um pouco em Rands e talvez um pouco em Dólar Americano ou Euro ou Libra. O que seria melhor para este destino? 4) Aqui no Brasil, existe algum banco ou casa de câmbio em especial que oferece boa taxa de conversão de Reais para Rands? Para ter uma opção a mais (backup plan), eu adquiri um Visa Travel Money e o carreguei com o valor mínimo em Rands (moeda local). O câmbio na Confidence foi absurdamente caro, um roubo. As únicas vantagens do VTM são a praticidade e a segurança mesmo. Já ouvi dizer que o Traveller Check está em desuso, mas talvez eu use um pouco, por segurança, só para ter mais uma opção. Acho que estou cometendo excessos!
  15. Olá, Isabela. Eu vou para África do Sul dia 15 de Outubro (já comprei passagem) e vou permanecer no país até 15 de Janeiro (3 meses), com possibilidade de prolongar o tempo dependendo das circunstâncias. Eu estudei inglês aqui no Brasil um tempo atrás e venho estudando por conta própria até hoje e já consigo me virar de modo razoável. Eu preciso é adquirir ótima fluência agora. Vou pra lá para conversar o máximo possível com as pessoas. Acho que 3 meses falando sem parar vai ser ótimo. Meu destino é Cape Town. Vou fechar 1 semana em algum hostel, mas pretendo conseguir moradia fixa por lá também. Não tenho tanto recurso ($$$), então preciso economizar. Minha prioridade é adquirir fluência. Não vou passear e nem viajar tanto dentro do país, mas pretendo fazer os passeios principais (os mais legais), conhecer a cultura local, etc. E aí, já chegou em Cape Town? Como está sendo? Conte pra gente. E de repente, se você encontrar residência fixa aí mais barata, talvez eu tenha interesse em dividir. Preciso fechar seguro viagem, mas ainda não sei onde comprar. Você fez o seguro? Se sim, onde? Abraço e bom divertimento! Estou chegando em breve... Ansioso, claro!
×
×
  • Criar Novo...