Ir para conteúdo

Leopoldo Souza

Membros
  • Total de itens

    19
  • Registro em

  • Última visita

Conquistas de Leopoldo Souza

Novo Membro

Novo Membro (1/14)

0

Reputação

  1. Obrigado ,cara! Pode apostar que vai rolar um Mega Relato quando voltar... Não to com tanto medo da imigração não.. quer dizer.. não é o maior medo.. meu medo principal é chegar lá e não conseguir fazer saques/débito com cartão Visa, uma vez que o Visa electron não ficou pronto (mesmo eu tendo pedido 20 dias antes).... Vamo que vamo...e que dê tudo certo..
  2. Amanhã a essa hora estarei sobrevoando o atlântico... tá rolando uma tensão pré-viagem.. hahaha muito medo de ficar na imigração ou de dar problema com os cartões...
  3. Estou querendo visitar Stonehenge na minha visita à londres, entre os dias 18 e 24 do mês que vem.. já olhei vários tours de várias empresas.. mas não consegui me decidir.. as dúvidas são: 1- Ir somente a stonehenge ou pegar os tours com bath? 2- Qual empresa escolher? Evans Evans ou golden tours??? Alguem tem alguma experiência com alguma das duas para dividir?? 3-Qual o melhor horário para ir? Manhã ou Tarde? Obrigado!!
  4. Eu inativei (e agora de noite confirmei a inativação) da função de crédito do meu cartão... imagino que isso vá ser suficiente
  5. Adriano, acabei de receber uma notícia um tanto quanto ruim... ) Meu pedido de cartão só de débito (visa electron) não consta no sistema e um novo pedido leva 15 dias pra chegar (viajo em 10). Pelo que fala no site do BB, alguns países não aceitam débito/saque de cartões com a bandeira Visa (que é o meu caso). Quando você fez os saques/débitos no cartão do Itaú, a bandeira era visa (com selos do visa electron /plus no verso) ou era mastercard/maestro??
  6. Hhahaha.. tô relaxando, tô relaxando (mentira!) Na verdade eu tô me acalmando sim, tô vendo que a estratégia não é das piores.. e vai me dar certa segurança quanto às possibilidades. Percebi também que um erro de estratégia p cá ou pra lá não vai me falir, realmente. No transporte eu vou comprar o travelcard p 7 dias (ou seja, não precisarei recarregar) pois ele me dá transporte ilimitado em metrô e bus e me permite usufruir da promoção 2 for 1 de algumas atrações de londres, (london eye, madame tussaud´s) na qual eu pago 1 ingresso apenas e levo 2, desde que o apresente (o oyster n serve p promo) Respondendo ao Renisson, é bem isso que o adriano disse mesmo. EM TEORIA débito em conta é a melhor opção possível... mas é sempre bom se prevenir de eventuais falhas..
  7. Adriano, Fazer o VTM só em euros?? Caso use ele para libras eu não perderia uma quantia absurda pela taxa de conversão que eles usam? Eu tinha pensado em colocar 100 libras pois, só na chegada à londres já teria um gasto de 60 libras (2 travelcards - eu e minha namorada). Aliás, a máquina pra comprar os cartões de transporte aceita o débito com o cartão de banco? --- A minha intenção era tê-lo pra qualquer emergência.. mas percebedo que o cartão do BB tá funcionando, gastar o saldo do VTM logo, pra não calhar de voltar com saldo, entendeu? Essa minha linha tá equivocada?
  8. Gabrieh,MUITO obrigado por compartilhar a experiência...me aliviou um pouco... te mandei um email, gostaria de perguntar algumas coisas.. rs É, Adriano, já me falaram que eu to entrando nessa paranóia... mas é impossível uma vez que o $$ é limitado e se quer aproveitar ao máximo, mas vou tentar me policiar e curtir esses 11 dias de ansiedade e tensão pré-primeira viagem... A estratégia financeira que vou seguir é a seguinte: 1-VTM com a menor quantia possível (como não tenho ainda, terei de fazer um com 100 euros e outro com 100 libras) 2-cerca de 200 euros e 100 libras em papel moeda (o que acham) 3-usar o débito/saque do BB pro restante 4-cartão de crédito para hospedagens, emergências e compras (talvez)... desde que tenha certeza absoluta de que usam a cotação comercial (vou confirmar amanhã e posto aqui) acho que segui bem as dicas de vocês..Obrigado por elas!!
  9. Sim sim, o que eu disse antes só serve se o cartão de crédito usar a cotação comercial. Usando a turismo, o débito em conta é, de longe, a melhor opção. Fiquei encucado agora.. se a informação dada pelo telefone estiver errada, ferra tudo, pois pretendia/pretendo pagar as hospedagens no cartão de crédito. Se o débito fosse feito com a cotação comercial seria uma maravilha!! rs Mundo Perfeito! Adriano, existe um lugar onde eu possa conferir as redes que não cobram pelo uso do ATM? De qualquer forma, tentarei usar sempre esses que você citou aí..
  10. Eu, particularmente, não consigo ver o VTM como melhor opção por causa das taxas de conversão bem mais altas que a do BB (cerca de 10 centavos, sempre). Uma coisa que andei pensando. Liguei pra minha administradora do cartão de crédito e confirmei que eles usam a cotação COMERCIAL pras comprar feitas no exterior. O IOF nesse caso é 6,38%. A libra hoje (28/01) está 3,20 segundo o site do UOL. Então...3,20 x 1,0638 (os 6,38% do IOF) = 3,41. A libra na casa de câmbio tá 3,60..3,56... Usar o crédito sai BEM mais em conta.. mesmo com o IOF alto... é isso mesmo??? Se for, preciso rever minha estratégia.
  11. Acabei de falar com o meu gerente do banco do brasil sobre débito/saque no exterior. Ele me recomendou emitir um novo cartão (electron) só de débito para evitar os problemas que costumam acontecer de a operadora estar passando tudo no crédito, mesmo tendo sido escolhida a função débito. Esse cartão electron é bem aceito ou Costumam implicar, é difícil de achar atms pra sacar? Ele falou que é um cartão do BB normal, exceto pelo crédito. Essa opção (desde q funcione) é realmente vantajosa pois a taxa do BB é a menor (sem contar a incidência de IOF). Hoje por exemplo, enquanto todas as agências estão a 2,89..2,88 o BB vende a 2,78. Não tenho certeza se o valor das agências já tem IOF embutido, mas ainda que tenha, ganho 0,02 centavos/Euro Imagino que vá seguir a sua dica, Adriano, e usar meu próprio cartão em grande parte da viagem...
  12. Obrigado pelas dicas, Adriano... meu banco é o Banco do Brasil.. amanhã mesmo vou ligar para o atendimento deles e me informar mais sobre as taxas deles e tudo mais.. e colocar na ponta do lápis pra ver se é e o quão mais vantajoso seria isso. Eu já havia descartado essa possibilidade pois li muitos relatos aqui de problemas ao efetuar o saque (cartão preso) e a pessoa ficava sem grana. Você não teve problema algum com relação a isso em dezembro? Eu estava pensando em fazer o VTM e zerar o saldo dele na viagem.. de qualquer forma.. exatamente pelo motivo que você salientou. Gostei muito de saber que a ÚNICA diferença são as taxas pois aonde eu estava pensando em fazer está muito mais caro que as outras... apesar disso parece uma agência extremamente organizada, e já recebi boas recomendações (só fui parar pra pensar que no final são todos do mesmo banco hoje)
  13. Apenas ressucitando o tópico.. falta menos de 1 mês p viagem (saio dia .. as hospedagens estão compradas, passagem de trem também... e como o câmbio tá ruim, tô com muito pouca grana já trocada.. Os roteiros diários estão sendo montados (mas estõ aceitando dicas.. podem mandar) Lá pro dia 1 de março, se td der certo, vou começar a escrever os relatos, pra ajudar a galera... Vou aproveitar e colocar aqui uma dúvida que postei em outro tópico.. "Olá a todos... Gostaria de perguntar sobre a aceitação do VTM como cartão de débito em Berlim, Londres e Amsterdã.. cidades para a qual viajo daqui a 1 mês Além disso, gostaria de saber se a agência emissora do meu cartão (cotação, casa aliança, etc) influencia em algo, uma vez que são todos do Banco Rendimento.. pergunto isso pois a cotação (onde andei pesquisando) pratica taxas de conversão 5 centavos mais caras p euro e quase 10 pra libra (comparando com a casa aliança e Lyg tur) Por último, gostaria de saber sobre a proporção vtm/cash recomendada.. estou pensando em 70% da grana da viagem no vtm.. [é boa? Alguem tem alguma dica com relação a isso??? Obrigado!""
  14. Marcos, Muito obrigado pelas dicas, estão sendo de muita ajuda MESMO! Estamos com Tudo relativamente acertado e o Festival não mexeu nos preços nem na disponibilidade do albergue. O grande medo era isso atrapalhar o resto da viagem (cidade absurdamente cheia, filas infinitas e afins). Pelo que você e o Ratto estão falando, isso não é dos grandes problemas... ufa Conseguimos um albergue bem barato em Berlim e um outro não tão barato, o Stayokay, em Amsterdã. Surgiram também dúvidas sobre o Berlim welcomecard, se valeria a pena comprar e tudo mais, a princípio, parece que vale a pena pagar 30 euros no de 5 dias, podedo usar o transporte + descontos em pontos turísticos, o que acham? Alguém já comprou algum card desse tipo?
  15. Acabo de ver que o Festival de Cinema de Berlim bate com a data da minha viagem. Será que isso prejudicaria muito a minha viagem, e a visita aos pontos turísticos e etc??
×
×
  • Criar Novo...