Ir para conteúdo

JDEODATO15

Membros
  • Total de itens

    34
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra

Sobre JDEODATO15

  • Data de Nascimento 12-10-1982

Bio

  • Ocupação
    Profissional liberal

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. JDEODATO15

    Potosí e Sucre

    Que lugar LINDOOOO Estou embarcando dia 12/10 e vou tentar ir numa excursao para la...
  2. Opa pessoal, td bom? Já fiz um mochilao para o Peru, tenho inclusive relato, desta vez minha noiva quer embarcar nesse roteiro q fora inicialmente desenhado, sabendo q o roteiro do Rafaelgvs e mais em conta, por isso estou aqui para aceitar e dar sugestões. Se fizerem um grupo de ZAP, me chamem no privado q passo nossos números. Abs
  3. Luiz Beduino, blz cara. Desculpa pela demora! Estava sem acessar o site. Bom, a empresa Movil Tour fica no Centro de Lima, tem um local, rodoviária, que não recordo o nome, mas e onde situa-se todas as empresas de ônibus. Registre que existem outras empresas que cobrem a regiao. Dica-se de passagem a vista panorâmica e LINDA! Se for, de preferencia a janela do lado do motorista, pois a viagem e toda margeando o Oceano Pacifico. Quanto a sua indagação em relação a SUPE, fica um vilarejo depois de Huacho. Para se chegar a esse vilarejo, somente de lotação. Espero ter colaborado com sua duvida.
  4. Bom saber que tenho conterrâneos ajudando o forum. Estou partindo dia 14/09 e vou postar meu relato sobre a Europa, assim como fiz em outras viagens. Forte abraco Luciano.
  5. Carol, boa tarde. Estarei em porto entre os dias 22-24/09. Meu pai morou aí na década de 70 e nunca mais voltou! Então, queria traçar o roteiro que ele fez e conhecer essa magnífica cidade.... Espero que possamos nos comunicar para pegar dicas, serão sempre bem-vindas. Abs.
  6. FLORIPA - Tirandentes. 1 DIA Sai de Fortaleza no sábado, 18/04 com conexão em São Paulo. Chegando em SP, Claudia, que fez o esteve comigo no mochilao do peru estava a minha espera. Levei um mimo para ela como forma de recordação do nosso nordeste, uma rede! Ficamos papeando enquanto aguardava minha conexão rumo a Floripa. Chegando no aeroporto de floripa, impressionou-me uma capital ter um aeroporto tão acanhado, enfim, descobri que a rodoviária deles e muito melhor que muitas que já andei por aí, então ta valendo. Tinha lido em relatos por aqui que valeria a pena pegar uma bus em direção a lagoa da conceição, contudo, iria demorar mais de 2hrs para chegar no meu destino. Ao sair encontrei com um cara que ofereceu serviços de transporte, dica-se de passagem, não era taxista, mas me passou confiança, vamos lá. Cheguei aos hostel, Panorama hostel e a moçada estava a minha espera. Haviam programado de irmos no John bull, uma casa de shows pop rock muito falada por aqui e queríamos conhecer e aproveitar a noite. Ledo engano, ao passarmos por ela não havia um cristão na fila e não poderíamos ir sem antes batermos aquele rango. Indicação do site e também de locais a casa do pastel, putz, muito bom mas o que era para ser apenas um rango, todos saíram extasiados de tanto comer!! Demoramos cerca de uma hora e ao passarmos na John bull estava lotada e não tínhamos como entrar, droga de pastel!!! Sem opções, começamos a rodar a ilha atrás de algum canto para sentarmos e papearmos, mas tudo estava lotado! Enfim, qse estávamos desistindo qndo encontramos um pub bacaninha, n recordo o nome, tava tocando um sertanejo sem vergonha.... Observação quanto ao hostel: bem localizado e a estrutura muito boa, ambiente familiar, fomos na baixa estação, mas pelas fotos do booking parece ser mto zoacao na alta estação. Diárias de 40,00, café da manhã incluso. 2 DIA Acordamos relativamente cedo e fomos bater pernas nas praias da ilha. Fomos a praia mole, depois a praia da lagoa, aproveitamos o horário e almoçamos num restaurante de la, seguimos em direção a outras praias. Chegamos no hostel por volta das 18hrs e tínhamos que recarregar as baterias pq nesse dia haveria um show do Cristiano Araújo no Fields. Rumamos ao Fields por volta das 23hrs e foi aquela animação. Regressamos por volta das 4 da matina! 3 DIA Thais havia voltado para balneário Camboriú e nos havíamos tirado o dia para irmos ao Mirante Morro da Cruz, rumamos em direção ao TILAG e pegamos o bus em direção ao TICEN, ao lado da rodoviária. Observação relacionada aos terminais, lá são extremamente rigorosos quanto a horários, então todos os ônibus saem nos horários previstos nas indicações encontradas no site da prefeitura ou se pode baixar um aplicativo. Ao retornarmos do mirador, Rogério passou na rodoviária para comprar as passagens para balneário camburiu, contudo, sugeri de irmos juntos, já que não sabia o dia que voltaria a esse estado. Passagens compradas e vamos almoçar/jantar, não havíamos comido nada ainda. Indicação do site e o restaurante bokas, 5 ao todo na cidade de Florianópolis. Muito bem servido, a porção e enorme e sem restrição para saladas e arroz. Regressamos para recarregar as baterias, pois iríamos ao Mustafa, casa de show, muito boa, por sinal. 4 DIA Pegamos um taxi para irmos a rodoviária, pois nosso tempo já estava um pouco apertado, chegamos a tempo de embarcarmos e aproveitar cada pedacinho daquele paraíso chamado balneário Camboriú. Chegamos por volta do meio-dia, e rumamos ao shopping para batermos um lanche rápido. Como não havia pesquisado a forma de como chegar na orla, via rodoviária, tivemos que nos render a outro taxi! Para nosso azar, dia de feriado deu bandeira 2, ou sejam os dois táxis que pegamos foram absurdamente caros! Dica: existem ônibus, óbvio, foi o trajeto que usamos na volta! Chegamos ao parque Unipraias, pegamos o bondinho em direção a praia das laranjeiras. Local paradisíaco, dai onde um cidadão muito cortes puxou assunto conosco, pelo fato de o Rogério estar com uma blusa da seleção da argentina. Explicou que há tempos atrás, o fato de hoje aquele lugar ser o que é, foi pelo fato de que os argentinos na época da bonança econômica vieram com muito dinheiro, naquela época a conversão era o contrário. Logo o turista que trazia consigo 1.000,00 pesos argentinos correspondia a R$ 2.000,00 reais, quando a cerveja em lata custava algo em torno de 1,80 porção de camarão custava 15,00 e um prato de lagosta 45,00. Nos dias de hoje a mesma latinha custa 10,00, a mesma porção de camarão 90,00 e pasmem, o mesmo prato de lagosta 240,00. Absurdo? Não, externalidade positiva, lei da oferta/procura. Hoje o balneário, graças aos hermanos e conhecido mundialmente, fortalecendo assim, a economia local. Ficamos aproximadamente umas 3 horas na praia, sem meter a mão no bolso! Kkkkkk, tinha uma aranha dentro do meu bolso que não me deixou gastar nada! Kkkkkkkk. Valeu a pena... Regressamos e tiramos mais algumas fotos do mirante, para enfim embarcarmos num passeio pela orla, onde iríamos descer próximo ao camelodromo para voltarmos a floripa, via bus. Estava chegando o fim de mais um mochilao, que aproveitamos bastante, retornando a fortaleza no dia seguinte pela manhã. Custo aproximado da viagem: R$ 700,00.
  7. Thuany qndo será sua viagem? Estou programa a minha p setembro/outubro. Abs
  8. Opa Heliojr10 estou programando meu mochilao para setembro/outubro. Vc já fechou as passagens?
  9. Thy posta o seu relato aqui para ajudar mais Mochileiros, isso e, se tiveres feito. estou programando a minha para setembro/outubro. Abs.
  10. Gostei, bem resumido. Estou vendo a logística e aprovei bastante as planilhas, serão úteis. De acordo com o mês, vi que pegaste mto solllll, nesse caso, melhor seria entre agosto/setembro? Abraços.
  11. João, xará. Já li muitos relatos aqui no Mochileiros para preparar meus mochiloes e seguramente o seu está entre os top 5. O por que da Europa? Foi uma das indagações que eu fiz a mim, ao escolher esse roteiro. Não só pela história, que sou fascinado, mas também pela cultura exponencial que aquele continente oferece. Sobre a visitação de Auschwitz, será memorável para as vidas que se foram, e com certeza estará incluído em meu roteiro. Certamente, vc contribuirá e muito para confecção do meu roteiro. Estou sendo bastante prudente, pois irei solo, e qnto mais tempo de pesquisas, melhor. Excelente o seu relato em todos os termos, dicas, gastos e hostels. Forte abraço.
  12. ROTEIRO DE UMA VIAGEM - URUGUAI - ARGENTINA - FOZ DO IGUACU - PARAGUAI. USS 100,00 - R$ 270,00 - 2.345,00 pesos uruguaios 1 DIA Sai as 2:30 de fortaleza rumo a motevideo num voo da tam, com conexão em SP. Chegando a SP, Rogerio estava a minha espera, pois tínhamos feito o roteiro juntos. Chegamos em Montevideo as 11:00hrs. Pegamos as mochilas e fomos trocar dollar por pesos uruguais, na cotação de 2.027,00/100,00 dólares. Ja tinha visto em alguns relatos por aqui; que na saída do aeroporto tem taxis, vans e ônibus que nos levam para o terminal três cruces. De fato, bem fácil a locomacao do aeroporto para o terminal, assim que sai do aeroporto pega-se a esquerda, anda menos de 50m e tem uma parada de bus. Não tem o inconveniente de laçadores e insistentes no seu pe. Após 40min, estimativa do trajeto, chegamos ao terminal, pagando menos de R$ 6,00/pessoa. Esse mesmo trecho de taxi sai por R$ 130,00! Pegamos um taxi e rumamos ao hostel Ukelele, fizemos o check in e caímos na 18 de Julio, avenida central, que nos levou a cidade velha. Batemos as famosas e clássicas fotos da praça da independência; palacio salvo, memorial a Urtigas, dentre outros monumentos. Estávamos com muita fome e fomos procurar algo o que comer no mercado do porto, poucas quadras adiante. Não se pode deixar de conhecer o mercado do porto, pratos deliciosos por um preço melhor ainda. Comemos uma indicação do garçom que nos atendeu, que de quebra falava português, dica-se de passagem, 70% do turismo local são de brasileiros, ou seja, não se espante com a quantidade de pessoas falando em português. Depois de saciados voltamos ao hostel, e não agüentávamos mais de tanta comida, que fomos dormir!!! Isso era por volta das 18:00 hrs. Ao acordarmos o sol ainda estava a pique, anoitece por volta das 19:00hrs! Ficamos de bobeira no hostel bebericando e jogando conversa fora. 2 DIA Levantamos um pouco tarde, tendo em vista o dia corrido de ontem. Tínhamos como plano conhecer o museu dos andes, pois havia lido aqui que era bem interessante. Saimos do hostel e fomos a fuentes dos cadeados, não que eu queria ter "jurado amor" pelo meu roomate, Rogerio Moreira, kkkkkkkkk. Estava nos relatos e não poderiamos deixar de ir. Fotos tiradas, fomos ao mirador, no prédio da municipalidade, ao lado da central de informacoes turistica, pega-se o mapa da cidade e tem uma funcionaria muito receptiva que explica sobre o que vale a pena visitar. Subimos ate o 22 andar. Pode-se observar toda a cidade, em 360 graus. Vale a pena a visita. Fotos tiradas, rumamos para museu dos andes. Informações a parte sobre o museu dos andes; fomos muito bem recebidos pelo dono do estabelecimento, que fala varias línguas. Inicialmente fizemos o tour so, depois apareceram duas russas, ao passo que ele, dono, nos perguntou se podíamos acompanhar o tour em inglês. Como eu já havia morado nos EUA nao foi problema para mim. Confesso que estou enferrujado, mas deu para entender 90%, rsrsrsrsrs. O rogerio como não tinha muito habilidade no inglês, eu ia traduzindo aos poucos. Ao final do tour tem uma ante-sala onde o proprietário do estabelecimento nos convidou para papearmos, juntamente com as 2 russas. Ficamos longos minutos conversando, onde tirei uma lição muito importante para minha vida; "o ser humano não e nada sem estudos e informações". Apesar de estarmos super atrasados para a visitação que começaria as 15hrs no palacio legislativo, não podíamos interromper a conversa, que foi muito proveitosa como dito alhures. Saimos apressados e pegamos um taxi rumo ao palacio legislativo, onde chegamos uns 5 minutos atrasados, mas logo conseguimos pegar a visitação guiada que são em três línguas; inglês, espanhol e português. Ao final de aproximadamente 45 min, a guia encerrou dando boas vindas a nos do Brasil. Pegamos um ônibus rumo a POCITOS, queríamos ir as famosas ramblas, localizadas ao longo da orla marítima, inicialmente paramos no shopping em Punta Carretas, batemos um rango rápido, pois ja beirava 17 hrs e ainda não havíamos almoçado! Depois seguimos em direção ao Farol de Punta Carretas, que ao meu ver e do Rogerio não tem nada de interessante, mesmo estando em alguns relatos. Pegamos um taxi, depois de varias tentativas frustradas, e fomos a Pocitos e batemos a clássica foto do nome de MONTEVIDEO. Seguimos mais adiante e paramos num outro shopping, Montevideo, conhecemos o famoso chivito, muita batata frita. Saciados fomos para o hostel, pois ja beirava 22 hrs e tínhamos feito a programação do dia seguinte. 3 DIA Acordamos um pouco tarde, pois só havíamos programados de conhecermos o teatro Solis, uma visitação guiada que sai pontualmente as 11hrs, contudo, na ida decidirmos desistir, mas entramos e batemos as clássicas fotos do interior. Com o guia doado na central de informações turísticas queríamos ir ao Palacio do Governo, historia de todos os presidentes, e praça Zalabar; muito sem sal, mas como tinha sido a primeira casa do governo, decidirmos fazer um bate volta, nessa altura ja estávamos próximos ao mercado do porto, e nada melhor que comermos um "assado" indicado por um amigo de faculdade. De fato valeu muito suculento, uma costela. Saciados, fomos ao hostel pegar as mochilas que já estavam prontas para partimos para Punta Del Este. Chegamos em tempo, mas a nossa maior dificuldade era achar taxis disponíveis, ADVERTÊNCIA: OS TAXIS NAO PARAVAM, NAO ME PERGUNTE PORQUE! Acho que porque temos cara de LOUCOS, kkkkkkkkkkkkkk. Chegamos ao terminal três cruces aos 45 do segundo tempo e quase perdíamos o ônibus! Viagem de aproximadamente umas 2:30, o terminal fica ao lado do ponto turístico de La mano, bem próximo ao hostel que tínhamos reservado, el viajero Rogerio saiu para apreciar as belas paisagens de Punta e eu fiquei botando as roupas em dias, lavando. Ele regressou e fomos bater perna no centro turístico de Punta. A cada passo um encanto diferente, detalhes a parte; vale muito a pena conhecer, e pura ostentação. Eu que sou um reles mortal, fiquei boquiaberto. 4 DIA No cafe da manha tivemos a oportunidade de encontramos vários brazukas, e nos informaram sobre um tour guiado, e essa informação calhou como uma luva. Como o tour so sairia as 16:30, fomos andar pela orla marítima, no meio da nossa andança achamos um bar e entramos, ficamos bom tempo papeando com os proprietários, muito solícitos, em todos os lugares fomos muito bem recebidos. Depois de algumas cervejas retornamos a orla e fomos ao mercado dos peixes, onde tive o meu primeiro contato com um leão marinho. Existe uma ilha próxima, ilha dos leões marinhos, mas o preco e um pouco salgado, então não compensaria pagar, se já havíamos visto uns no mercado dos peixes. Na volta batemos um rango no Mc Donalds e regressamos ao hostel. O tour guiado começou as 16:30, aproximadamente, fomos conhecer os pontos turísticos de punta, uma cidade eminentemente nova e turística. Não tem muitos pontos históricos. Fomos a la mano, farol, rambla, bevelry hills, ponte ondulada e finalmente casa pueblo, Carlos Vilaro. Esse artista deu estadia na época da ditadura, 1964-1985, ao nosso famoso compositor Vinicius de Morais, que compôs uma musica em co-autoria com Toquinho, A CASA. Por de sol sensacional, tem uma magia, inigualável! Regressamos ao hostel e fomos fazer umas pizzas para os brazukas, regada a cerveja e boas companhias. 5 DIA Acordamos, fizemos o check out e fomos pegar o bus, com destino a colônia del sacramento, a única cidade do uruguai colonizada por portugueses. Chegamos por volta das 18:00, fizemos o check in no hostel che lagarto. Conhecemos 2 brazukas que estão indo a Patagônia Argentina, sem um puto no bolso, pegando carona e trabalhando em hostels. Muito bacana a historia dos caras. Fomos bater perna pela cidade, rambla, e ver o por do sol. Sentamos num bar, Santa Rita, muito aconchegante, bebericamos e jogamos conversa fora! 6 DIA O buquebus partiria as 17:15 para Buenos Aires, logo, ficamos de boa na cidade velha batendo perna, infelizmente não conhecemos nenhum museo. Deu a hora do almoço e estava "morto" de fome, pois o cafe da manha foi bem módico. Pegamos um prato para 2, muito bem servido. Os menus executivos são bem servidos no Uruguai. Iriamos para a praça dos touros, deixamos de conhecer, tendo em vista o horário que estava exíguo. Fizemos o check out e fomos ao porto, com 2 hrs de antecedência, para fazermos o procedimento imigratório. Chegamos a Buenos Aires por volta das 18:30, fomos ao Hostel Suites Florida fazer o chek in e demos uma volta pela Calle Florida, rua com a maioria das lojas e onde esta localizado a Galeria Pacifico. 7 DIA Acordamos cedo e começamos a bater perna pela cidade de Buenos Aires, fomos ao teatro Colon, depois a Plaza 25 de Mayo, onde esta localizada a casa Rosada. Bateu a fome e caminhamos em direção ao Puerto Madero. Depois de saciados, o Rogerio queria conhecer o estádio La Bombonera, Boca Juniors. Pegamos um taxi, e em poucos minutos chegamos! Fizemos o tour guiado e partimos para o Caminito, onde um senhor muito gentil ofereceu uma mesa. Sentamos e tomamos umas quilmes, ao som e danças de tango. Ressalvas a parte do Caminito, fica em um bairro periférico, eles fecham cedo, logo, tivemos que voltar para o Hostel antes das 19 hrs, dia ainda. Coincidentemente o Elcio de SP chegou no hostel, vindo de Colonia, o conhecemos em Punta. Ele esta vindo de SP de carro, putz maneiro a forma como esse cara encara as coisas. Tomamos umas quilmes e jogamos conversa fora! Dia bastante produtivo. 8 DIA Acordamos tarde e para minha tristeza, meu companheiro de viagens amanheceu adoentado! Não o podia largar e sair fazendo os tours, ate porque bastante coisa eu já conhecia em Bs As, 2 vez na cidade portenha. Da ultima vez que passei por aqui, deixei dois roteiros do lado de fora, quais sejam: Rio Tigre e zoológico Lujan. Fiz uma reserva em nosso próprio Hostel, para o Rio Tigre, que sairia as 14 hrs. Detalhes a parte sobre o Rio Tigre; existem 2 passeios nesse rio, a um: passeio turístico que mostra a população ribeirinha, barcos abandonados e um parque de diversões. A dois: passeio mais caro que vai para as ilhas que cercam o Rio Tigre, as mansões dos milionários, que infelizmente não fiz! Impressão quanto ao passeio um, não gostei!!! Explica-se: basicamente mostra a realidade dos povos que habitam naquelas áreas, sem muitos arrodeios. Se tivéssemos feito o roteiro inverso, acredito que teria curtido mais aquele passeio, mas depois de passar por Punta Del Este, nada se compara ao glamour e ostentação daquela cidade. O passeio incluía uma passada pelo cidade do Tigre, nada demais ao que vemos no Brasil. Cheguei ao hostel e encontrei com um cara que havia visto no check in de SP, o cara já tinha tomados umas a mais e tava querendo conhecer o Puerto Madero. Como estava com fome, o acompanhei e fomos ao Las Lilas, restaurante muito bom, indicado por aqui! 9 DIA Não podia largar o Rogerio de mão, passamos o dia no hostel. Finalzinho da tarde ele achou que podia andar ate o cafe Tortoni, como era próximo, o acompanhei e tomamos um cafe, só para não passar batido um dia!! Como nao havia muito o que fazer, comecei a pesquisar os meios de se chegar a assunção, via cidade del este, pois meu voo para Fortaleza partira de la! Descobri que vou passar perrengue!!! 10 DIA Enfim, fomos a emergência do hospital, pois a situação do cara havia piorado, pior coisa acredito eu e vc esta fora de sua casa e não ter ninguém para prestar solidariedade, pensando nessa óptica o acompanhei. Para nossa tristeza a autorização so tinha validade para um dia. tivemos que passar umas 3 horas entre telefonemas e emails para o Brasil para ele, enfim, conseguir a consuta. Ja beirava as 17 hrs e fomos para uma livraria nas cercanias, El Ateneo. Essa livraria era um antigo teatro que o proprietário reformou, mas permaneceram as características. Muito bacana!! Depois, não podíamos deixar de tirar a foto da famosa Rosa, vizinho a faculdade de direito. Retornamos ao Hostel e encontrei com o cara de SP, que havíamos jantando no puerto madero, ele tinha marcado umas baladas por Palermo. Opa, vamos nessa! Fiquei no bar do hostel e encontrei com dois cariocas, putz super gente fina!! Ficamos jogando conversa fora, quando descobrimos que a balada de Palermo tinha que pagar 150 pesos só para entrar!! Cai fora, teria que fazer o check out cedo, iríamos a Puerto Iguaçu. 11 DIA Acordei numa ressaca FDP, enjoado, dor de cabeça.... N precisa de maiores comentários, kkkkkkkkkk. Tomei um efervescente e parti para comprar umas roupas. Ja beirava o horário de fazemos o check out, pegamos as mochilas e partimos para o aeroparque, nosso voo sairia as 12:50. O aeroporto estava lotado e quase perdíamos o voo, pois a fila do check in estava quilométrica. Ninguém da empresa havia feito a chamada para o voo, ao menos que não tenhamos escutado. Passado esse aperreio, embarcamos Por volta das 14:30 hrs estávamos em Puerto Iguazu. Detalhes a parte sobre essa localidade; o aeroporto dista 25 Km da cidade, logo, bastante atenção, pois existem taxis que saem por 220 pesos, algo em torno de R$ 55,00. Existem ônibus, mas são escassos, então, se tiverem em 2 ou mais pessoas, vale a pena rachar um taxi. Chegamos no Hostel El Guambe, a Simone ja estava a nossa espera. Fizemos o check in e partimos para conhecer a cidade. Paramos num restaurante na Avenida Cordoba, Aqva, fomos muito bem servidos! A cidade e bastante resumida, estávamos indo a feirinha que existe nas cercanias e paramos num comercio onde vende varias cervejas, Codigo Cerveza, na hora que entramos encontrei os 1 nordestinos em toda a minha viagem, Rogerio e Isabel, ambos da Bahia. Casal muito bacana, deram umas dicas sobre as cataratas. Na saída, fomos ao nosso destino, feira, para nossa infelicidade, pois la estava lotada e tinha muita coisa gostosa!! La vende tudo relacionado a gourmet. Vale a pena conferir! Pegamos um taxi em direção ao Ice Bar, um empreendimento dentro de uma câmera frigorifica, onde a temperatura interna e de -10 Celsius. Ficamos la por 40 minutos, mas infelizmente minha esofagite atacou e senti muita dor. Tive que recorrer aos antiacidos. Depois de automedicado voltamos ao hostel e fomos bebericar um pouco!! 12 DIA O grande dia, CATARATAS DO IGUACU, lado argentino. Pegamos o ônibus na rodoviária e chegamos por volta das 11 hrs na entrada do parque. A entrada custa 150 pesos, R$ 37,50. Dentro do parque rumamos em sentido ao trem ecológico, para quase na porta das cataratas, andamos alguns km, e fizemos os 2 percursos, o superior e o inferior. A duração da visitação durou umas 3 horas. Sai extasiado, simplesmente um local magico! Pegamos o ônibus de volta a cidade, e queríamos ir a feirinha, pois havia me dado agua na boca as comidas de la, mas para nossa infelicidade estava quase tudo fechado, e para piorar a situação eles não aceitavam cartões de credito, só a vista. Como estava no meu ultimo dia na argentina o dinheiro em espécie tinha acabado. Nada de desanimar, estava com cartão e fomos a um restaurante indicado pelo tripadvisor, Color, na própria avenida Córdoba, quase ao lado da rodoviária deles. As carnes dos hermanos não precisa de comentários, excelente!! Passei muito bem, de tanto comer!! Chegamos no hostel e queríamos ir ao cassino que fica quase na fronteira com o Brasil. Íamos apenas brincar, mas a brincadeira me custou U$$ 100,00, quase morro, kkkkkkkk... A única diferença dos cassinos que ja andei e que nao servem comidas!! Buaaaa, ficamos com fome!! 13 DIA Acordamos cedo, pois havíamos programado de irmos a Binacional Itaipu, entre Paraguai e Brasil. Pegamos um taxi e as 9hrs estávamos no hostel em Foz do Iguaçu que o Rogerio iria ficar juntamente com a Simone. Eles fizeram o check in no hostel Concepet, nota 10!!!! O recepcionista agendou nossa visita completa, R$ 64,00/pessoa saindo no horário de 13:30. Deixei minha mochila no quarto e fomos sacar grana, pois estava só com dólares. Achei a cidade muito bacana, ainda mais as mulheres, que são lindas, paranaenses vocês estão de parabéns. Estavamos andando para o centro e localizamos o woods, bar sertanejo presente nas maiores capitais, Fortaleza ainda não tem. Para minha infelicidade, era uma segunda e queria muito uma farrinha!! Depois de sacarmos real, fomos em direção ao terminal de bus municipal. Os ônibus de Foz são todos novos e conservados, pagamos R$ 2,90 e o trajeto demorou cerca de 30 minutos ate a Binacional. Bom, detalhes a parte sobre a Binacional de Itaipu; o maior legado realizado na época da ditadura militar, com mais de 85% da tecnologia empregada na usina, brasileira. Senti orgulho, o negocio e gigantesco!! Vale a pena da uma lida na wikipedia para saber sobre esse mega acordo realizado entre Brasil e Paraguai. Valeu cada centavo pago pelo passeio! Retornamos ao centro e estava super preocupado em ir para cidade del este, pois meu regresso partiria de assunção, paraguai. Achamos um local de venda de passagens e reservei minha vaga num ônibus que sairia as 1 da manha. Retornamos ao hostel, Rogerio e Simone foram tomar banho de piscina e eu fiquei bebericando e jogando conversando com a mocada brasileira. Parti para a rodoviária por volta das 11:30. 14 DIA Cheguei em Assunção as 6 da manha aproximadamente, e peguei um taxi rumo ao hostel El Viajero, o mesmo da rede que ficamos em Punta Del este, Uruguai. Fiz o check in na hora que cheguei, peguei a mochila e fui rodar o centrinho histórico deles. Das cidades que eu passei a impressão que tive e de que a economia deles não estava boa, mas segundo informes locais, a economia nunca esteve tão boa! Vai entender... ônibus velhos, ruas esburacadas, cidade suja. Mas deixando as diferenças sócias e locais de lado, tem coisas interessantes para se visitar. A cidade e muito grande, aproximadamente 4 milhões de habitantes, comparada a Montevideo que possui 1,5 milhões. Não fiz nem 10% do roteiro que existe, pois meu tempo era exíguo. Adendo, a cidade de Assunção recebe milhares de estudantes da America do Sul, pois as especializações/mestrado existentes são os mais em conta. Vale a pena uma pesquisa na internet, Faculdade San Lourenço, para quem quiser um titulo de mestre. Almocei em um restaurante indicado pela recepcionista do hostel, El bolsi, muito bom e num preço bacaninha!! Depois de saciado dei um pulo numa loja nas proximidades de onde estava. Relativamente os preços de roupas no Paraguai e mais caras que as da Argentina. Logo que for pesando comprar algo, reserve outro pais, os preços de la são bem parecidos com o do Brasil. Depois rumei para um shopping, para comparar preços, a ida não valeu nada a pena, pois estava mais caro ainda!! hehehehhehe Regressei ao hostel e constatei o que relatei acima, a cidade estava na iminência de receber milhares de estudantes, um deles do Rio Grande do Norte estava hospedado la, conversamos altos papos, ate o cara se mandar com uma mina para um bar!! Fui tirar um cochilo pois havia pedido um taxi para o aeroporto, meu voo sairia as 4 da manha. 15 DIA Depois de varias horas de espera, meu voo, TAM, havia sido cancelado!! Phoda!! Exigi um hotel, porque os caras queriam que eu dormisse no lobby do aeroporto sob o pretexto de me pagarem um cafe da manha... Muito bonito para eles!! Fui para o hotel e fiquei ate as 7:30, horário que uma van iria me pegar, que nunca apareceu!! Sorte minha que tinham dois comissários da própria empresa que iriam para o aeroporto. Quando os vi saindo, indaguei se iríamos juntos, pois o voo era o mesmo e eles disseram que a TAM não tinha carro nenhum. Eeles iriam por conta. Para nao ficar no meio do caminho e perder o voo, embarque numa van com eles. Regresso a Fortaleza, chegando as 20:30. NOITE DE NATAL.
  13. Belo e magnífico relato jrcastro. Servirá para minha programação, farei MTV, punta e colônia. Abs.
  14. Olá mad-br, bom dia. Eu levei dólar, li em todos os fóruns que compensa mais que o real. Quanto ao voo de cartagena, eu paguei por fora, mas achei bastante em conta, média de 425,00 ida/volta/pessoa. Abraços.
  15. TAXA DE CONVERSAO APROXIMADAMENTE 195.000 cops - R$ 252,00 - U$$ 100,00 1 DIA Partimos de fortaleza pontualmente as 16:40 no voo direto da avianca rumo a Bogota. Fomos num A319, muito desconfortável, as cadeiras não oferecem uma inclinação boa, contudo, o serviço de bordo compensou. Chegamos em Bogota as 20:30, para nos do nordeste a diferença de horário são 2 horas, fomos direto trocar dólar por pesos colombianos, na taxa de conversão de 192.000, a pior, mas como havíamos programado de irmos cedo para as ilhas do rosário e praia branca, decidimos fazer o cambio no próprio aeroporto. Nosso próximo voo para cartagena sairia as 23:17, mas minha namorada, insistia em ficar no dutyfree pesquisando preços, e eu a apressando para que não perdêssemos o voo. Aproximadamente 21:20 estávamos fazendo o check in na avianca, A320, mais confortável que o A319, onde por fim, conseguimos dormir!! ufa!!! Chegamos as 1:00 e ja fomos pegando o taxi, dica importante, la existe um guiche onde se diz para onde vai e vc ja sabe quanto paga pela corrida. Mto bacana, sensação de que não serás enrolado! Ficamos no Hotel La Magdalena, super indico, bom e barato, muito próximo das muralhas, apesar de ser num bairro periférico, mas achamos seguro! Pagamos 300.000 cops, por 4 noites, conversão sai menos de R$ 100,00/dia. 2 DIA Acordamos cedo, pois ja tinha pesquisado por aqui que o preço na lancha rápida sairia por 55.000 cops/pessoa e fomos informados que uma senhora iria buscar um casal que havia fechado no dai anterior, brasileiros, que sorte!! Fomos juntos para o local de embarque, que fica próximo a praça do relógio. Ja tinha ouvido falar da desorganização dos passeios, e constatei que era verdade, pessoas super mal preparadas, mas gentis. Fizemos aquela programação de turista, agua, snacks, protetor solar e cervejas!! Fizemos as ilhas do rosário, inicialmente, que são rodeadas por 27 ilhotas, dentre elas destaca-se o oceanario, onde existe apresentações dos tubarões e dos golfinhos, para nos que nunca tínhamos visto nada igual, compensou cada centavo pago! CUIDADO!! ELES TE OFERECEM SNORKEL, DIZENDO QUE E GRATUITO, DEPOIS DIZEM QUE SO PAGA SE VC GOSTAR!! Não caiam nessa esparrela, ou vc vai ao oceanario ou faz snorkel. Como ja tinha feito em porto de galinhas/pe, achei meio sem graça fazer denovo, então, para os marinheiros de 1 viagem, optem pelo oceanario, ate porque vc não encontra outros na America Latina. Fotos tiradas e explicações dadas, fomos a playa blanca, maios ou menos 25 minutos na lancha. Chegamos na famosa playa blanca, para nos que temos praias belíssimas, não houve uma reacao de espanto como outros fazem, agua transparente, nada mais! O tempo que ficamos na praia, aproximadamente umas 2:30, fomos importunados por vendedores ambulantes e massagistas que a todo momento vinham oferecer serviços. Chegamos aos hotel por volta das 17:30, e logo saímos para bater pernas com o casal de minas no centro histórico, cidade amuralhada. Lindo, muito bacana as ruelas que envolvem a cidade antiga. Depois de algumas horas rodando, nada melhor que um belo jantar num restaurante chamado santissimo, pecamos horrores, a comida e muito boa! 3 DIA Acordamos por volta das 8:30 da manha e fomos a praca do relógio, queria um tour guiado, e nos disseram por aqui que la encontram-se alguns guias, decerto verdade, na porta de entrada da cidade amuralhada encontramos um, Mauricio, apresentou-se como historiador e autor coadjuvante de um filme que ganhou oscar em 2007, chamado "um amor nos tempos do cólera, um livro de Gabriel García Márquez", falou com tanta propriedade que preferi acreditar, heheheheheheeh. Bom, o senhor já com seus 70 anos de idade, mas com o físico de um adolescente de 15 anos, subia as ladeiras da cidade correndo, sim correndo!! Nos, mortais, com as línguas de fora, rsrsrsrsrsrsrs. City tour durou aproximadamente 2 horas, e estávamos espavorido de fome, quando o Sr. Mauricio nos perguntou o que queríamos comer.Informamos, preferencialmente comida típica da cidade. Nos alertou que a maioria dos restaurante na cidade amuralhada são caros. Nos levou para um restaurante no bairro Getsemani, bairro que estávamos hospedados. O restaurante era tão bom quanto o citado acima, La Tinaja. Estávamos cansados de tanto andar na cidade amuralhada que resolvemos recarregar as baterias para a noite que nos aguardava! Saímos de bobeira e sem rumo dentro da cidade amuralhada, quando nos bateu a fome, lembrei da indicação de um restaurante peruano chamado atahualpa, localizado na Calle 2 de Badillo, 36-95, simples mas excelente, comemos uma beringela gostosíssima! 4 DIA Acordamos um pouco tarde, e fomos atras de tomar cafe da manha, o hotel não oferece esse serviço, achamos um ha poucos metros, nos ofereceram uma arepa, horrível, mas estávamos na chuva, entao.... Fomos para o bairro Boca Grande, pois minha namorada achou na internet um site que vendia produtos femininos, maquiagens, perfumes, e tudo o que vc imaginar relacionado a beleza, LA RIVIERA, localizado na Av. San Martin. Muitas coisas em conta, MULHERADA, aproveitem!!! Depois fomos ao famoso Castelo San Felipe, onde nos apresentaram um guia chamado Rafael Montes Miranda, email: [email protected], telefone 3168405293, um cara super atencioso. Fala devagar para nos que não temos muita familiaridade com o espanhol, entendemos muito bem. Fomos no hostel tomar aquele banho, a humidade da cidade e muito alta, depois fomos em direção ao restaurante, também indicado aqui, Juan del Mar, plaza de san diego. Detalhe que não posso deixar de comentar, todas as refeições que fizemos são muito bem servidas, ou seja, um prato da para dois. A dica e, pedir uma entrada e um prato principal. Comemos muito bem nesse restaurante. Tem umas musicas caribenhas que são peculiares aos nossos ouvidos. 5 DIA Acordamos cedo, pois era nosso ultimo dia e tínhamos que aproveitar o máximo das ultimas informações que aquela cidade nos oferece. Fomos iniciamente ao museu da inquisição e em seguida no museu do ouro. Sobre o museu da inquisição, muitos de nos ja sabemos o que se passou naquelas épocas da "treva", alguns objetos de tortura e historia de alguns mártires da época. Tivemos a oportunidade de fazer o tour guiado com o presidente da associação dos guias de cartagena, quando o falamos que havíamos feito o tour da cidade com um Sr. chamado Mauricio, ao passo que ele disse que o guia era PIRATA! ADVERTÊNCIA: Todos os guias são registrados num conselho que existe, parecido com o crea, corem, crc. Então, exijam a credencial antes de fechar qualquer passeio. Sobre o museu do ouro, muito pequeno frente ao de Bogota, que iríamos conhecer no dia seguinte. Irei explanar mais no tópico seguinte. Ja eram quase 13hrs e fomos ao La Mulata, indicação do site e reconhecido pelo tripadvisor, em resumo: bom e barato! Vale a pena conferir. Retornamos ao hotel para fazer o check out, e seguimos rumo ao cerro de la popa. O taxista queria nos extorquir, cobrando o valor de 60.000 cops, nao aceitamos e depois de muita insistência ele fez por 30.000 cops, ida/volta. La fizemos bate e volta, so para constar nas fotografias e memória. Local bacana, mas acredito que pode deixar de ser visitado, pois não oferece muitas opções a não ser a fotografia, Detalhe: cobram a importância de 9.000 cops para adentrar no mosteiro que existe. Retornamos ao Las Bovedas, para fazer compras de souvernirs, depois fomos a praça de San Domingo, tomamos algumas cervejas e jantamos uma pizza, esperando o tempo passar, pois nosso voo sairia as 23:30 rumo a Bogotá. 6 DIA Acordamos cedo, fomos trocar dólar por cops, nas proximidades do Museo del Oro. Parada obrigatória para quem vem para Bogota, ingressamos no museo del oro por volta das 9:00 hrs, passamos 3 horas conhecendo toda a historia que envolve os vários povos que habitaram a grande colombia nos anos que antecederam o nascimento de Jesus Cristo. Fotos tiradas e explicações dadas, fomos ao museo de botero, nas cercanias da candelária. Vale a pena visitar, não existe apenas um artista nas ante-salas do museu. Existem nomes como Picasso, Bodin, Monet, Estes, dentre outros. Ademais todas as pinturas expostas são ORIGINAIS, que foram doadas a Botero, visita durou umas 2hrs. Fomos ao museo de la independência, vizinho a catedral, bem fácil de ser localizada. Na mesma rua do museu existem vários restaurantes de comidas típicas, das quais nos deliciamos com um prato. Vale lembrar, todos os pratos a la carte servem muito bem duas pessoas. Saciados, fomos para o hostel pegar casacos, pois queríamos ver o por do sol no cerro monteserrate. Devido ao transito nesse horário chegamos um pouco atrasados, mas mesmo assim queria subir, pois tinha ouvido falar que la em cima tem um restaurante muito bom, san isidro. Restaurante francês bastante caro, mas vale a pena, principalmente para quem quer "engabelar" a mulher, rsrsrsrsrsrsrs Ficamos aproximadamente umas 3hrs. Descemos do cerro umas 22:00, funcionários do funicular bastante atenciosos, chamaram um taxi e esperaram nosso embarque. Hostel, recarregar as baterias. 7 DIA Tiramos todo o dia para irmos para zipaquira, catedral do sal. Acordamos umas 8hrs, e fui ratificar os meios de se chegar la. Bom, para nos mochileiros nada e difícil, ou melhor, quem tem boca vai a roma, rsrsrsrsrsrs. Irei explicar o modo de como cheguei la: estava nas proximidades do terminal do museo del oro, na candelária. Existem duas estações da transmilenio, 1 - museo del oro, 2 - las aguas. Pega-se a rota B74, portal norte. Dica; nos terminais, os ônibus tem um local de parada, ou seja, nenhum ônibus invade o espaço do outro, logo, quando vc descer no portal norte, vc devera voltar pelo mesmo canto de descida. Logo na saída, tem varias empresas que fazem o trajeto intermunicipal, e so ir para a placa de zipaquira e correr para o abraço! Chegando la, descemos no fim da linha, andamos algumas quadras e chegamos a tao esperada catedral do sal. Fizemos um passeio guiado de aproximadamente 45 minutos, depois ficamos por conta, tirando fotos e apreciando as belas paisagens. Pagamos um passeio de trem para conhecermos a cidade e depois rumamos para um restaurante em Chia chamado Andres Carne de res, comentários a parte, a melhor carne que comi! Pedimos uma entrada de champignon com queijo e como pratos principais carne! A saída do restaurante e um pouco confusa, pois descemos na porta do restaurante, contudo, após saciados, tivemos que andar umas 5 quadras para pegamos a condução rumo a Bogota. Chegando a estação norte, pegamos o mesmo B74 pare retornarmos ao nosso hostel. 8 DIA Tiramos o dia para compras, em dois locais; calima e titan. Vale a pena conhecer esses dois centros comerciais, mais parecidos com shoppings. Apesar da proximidade do calima ao centro comercial de las Américas, minha namorada queria conhecer esse outro, titan. Um pouco distante um do outro, mas compensou a ida, muitas lojas de marca boa, victoria secret, armani exchange, náutica, forever 21, dentre outras. Para dirimir qualquer dúvida sobre o transporte público, resolvermos pegar o transmilenio para voltarmos para o hostel. Saindo do centro comercial titan em direção ao museo del oro, pega-se o H20 em direção ao avenida Jimenez. Desce e pega o I23. Bem fácil de usar e em todos os terminais existem funcionários apto a ajudar e muito policiamento. Regresso a fortaleza, no voo direto da avianca. Em resumo: fiquei impressionado com o pais, totalmente diferente do que vemos nos noticiários. Uma cidade moderna, no meu ponto de vista comparável a Buenos Aires e melhor que Lima. População altamente educada e receptiva. Ao agradecer vc sempre escutara: "com mucho gosto", ou seja, fazem questão de passar as informações corretas. Em termos culturais, observei que se dizem precursor do que seria a grande Colômbia, abrangendo vários países andinos, de vários povos e diversidades. VALE MUITO A PENA CONHECER!!!
×
×
  • Criar Novo...