Ir para conteúdo

Cecilia Arruda

Membros
  • Total de itens

    27
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Marley, seu relato super detalhado vai ser muito útil para a minha ida a Curitiba, agora em Abril! Adorei também as dicas sobre o Largo da Ordem!!! Abraços!
  2. Keka, Como só teremos três dias na Serra, escolhemos Canela, Gramado e Bento Gonçalves para conhecer. A Serra Gaúcha tem muitas opções de passeios e para conhecer melhor cada lugar, decidimos por três pontos mesmo! Você achou o aluguel do carro fundamental? Estamos avaliando se alugamos ou não... se dá para fazer os passeios a pé e de táxi.... Abraços!
  3. Keka, Seu relato está sendo super útil para a montagem do meu roteiro pela Serra Gaúcha! Muito obrigada pela riqueza de detalhes!!! Abraços!
  4. Sandra, seu relato continua muito útil! Por diversos motivos, só conseguirei ir para Piranhas na próxima semana (depois de tanto tempo, finalmente estamos de férias e com hospedagem reservada). Muito obrigada pelas suas dicas!
  5. DIA 5 Segundo dia na Argentina e uma cidade inteira para explorar! Pra quem tem pouco tempo, como nós, o Buenos Aires Bus é uma opção perfeita. Mas antes, uma parada no banco para cambiar dinheiro. Aproveitamos e já paramos na Casa Rosada. Compramos o tíquete com validade de 24h. Esses são os pontos de parada, onde você desce se quiser: Descemos na parada 7: Estadio do Boca Juniors. Os preços do Museo de la Pasión Boquense são: MUSEU: 55 PESOS MUSEU + VISITA EXPRESS: 60 PESOS MUSEU + ESTADIO TOUR: 70 PESOS Optamos por fazer o museu e a visita express ao estádio e valeu muito a pena. O museu é um retrato da paixão arrebatadora que os argentinos tem pelo futebol... seus ídolos, os grandes jogos, os títulos, os símbolos, as estatísticas, a própria torcida. E o estádio por si só já é uma atração. De lá, caminhamos até o Caminito. Ouvimos alguns comentários sobre ser um percurso perigoso, em um bairro com muita criminalidade. Entretanto, entre esperar o Buenos Aires Bus novamente e andar um tiquinho, decidimos ganhar tempo. O Caminito é uma graça, super colorido, com um mercado de tranqueiras (souvenirs) variadas pra presentear os que ficaram em Recife. Os garçons dos bares e restaurantes parecem conhecer todos os times de futebol do mundo e ficam tirando onda com os turistas, como forma de chamá-los para consumir nos seus estabelecimentos. Como todos os meninos estavam com camisas do Santa Cruz, o assédio foi grande. Demos mais algumas voltas no entorno antes de provar mais empanadas e seguimos para o ponto de parada do Buenos Aires Bus.
  6. DIA 4 A programação do dia incluía conhecer Colonia del Sacramento e de lá, partir de mala e cuia para Buenos Aires. Por isso, ao invés de um ônibus, rachamos um táxi para ter menos trabalho com as malas. Como estávamos em seis pessoas, foram necessários dois táxis e o gasto por casal foi de 85 pesos. No Terminal Tres Cruces, voltamos ao guichê da COT para comprar as passagens para Colonia. Já tínhamos perdido o ônibus das 7h45, então a próxima opção era às 9h30. Aproveitamos para comprar as passagens do Buquebus de Colonia para BsAs e fomos "apresentados" à dinâmica de venda do Buquebus e Seacat. As duas empresas também comercializam passagem para o mesmo barco, sendo que as primeiras passagens compradas são mais baratas e em lugares melhores. Por termos comprado no mesmo dia da viagem, parte do grupo conseguiu um preço mais em conta e na "primeira classe" e eu e meu marido compramos mais caro, pra ficar na "geral" do barco... E isso ainda foi sorte porque inicialmente só havia seis passagens para a primeira classe/mais barato e depois de processar as quatro primeiras passagens, já não havia mais nenhuma disponível. Por isso fomos alocados na geral/preço mais caro. Se tivéssemos demorado mais, talvez não houvesse passagem alguma. PASSAGEM MVD - COLONIA: 236 PESOS TX DE EMBARQUE: 10 PESOS PASSAGEM BUQUEBUS COLONIA - BSAS: 2000 PESOS DICA: Se você já tem uma programação fechadinha, sabe o horário que vai pegar o buquebus, compre LOGO. Comprar antecipado = melhores tarifas A viagem para Colonia dura 2h45 e quando chegamos lá, já passava das 12h... Guardamos as bagagens na rodoviária mesmo (duas malas por 100 pesos), pegamos um mapa da cidade e alugamos seis bicicletas (130 pesos cada). O primeiro ponto escolhido para visitação foi a Plaza dos Toros, uma decisão infeliz. O lugar é bonito mas não está aberto para visitação e é distante 6 km de onde estávamos. Na ida é ótimo: descida e a favor do vento. Na volta, o tempo era pouco, e a subida contra o vento. Meu sedentarismo quase crônico me deu o maior trabalho! Colonia é linda, uma riqueza... as ruas de paralelepípedos, casinhas charmosas, carros antigos que viraram jardins, restaurantes com mesas na rua, ruínas, portais. Há também um tíquete que dá direito a conhecer os museus da cidade. Pena que ir e voltar da Plaza dos Toros comeu parte do nosso tempo e vimos tudo de forma muito rápida. De repente, já era hora de devolver as bicicletas e embarcar rumo a Buenos Aires. No Terminal, super moderno, passamos pelo processo de imigração que foi super tranquilo. O barco é confortabilíssimo, não balança e os passageiros da "primeira classe" ganham uma tacinha de espumante. Nós, pobres mortais da geral, nos contentamos com empanadas compradas na rodoviária. Uma hora depois, pudemos apreciar a vista de Buenos Aires. O que mais li por aqui foi sobre ter cuidado com os taxistas argentinos e sempre procurar os credenciados. Não tivemos problema no percurso terminal de barcos - hotel (centro da cidade). Ficamos no Hotel Room Mate Carlos. Após o check-in, banho e rua! Andamos bastante pela 9 de Julio, passando pelo Obelisco, pelo Teatro Cólon, até chegarmos ao El Cuartito, pizzaria bem tradicional, frequentada em sua maioria pelos locais. Delícia de pizza, delícia de Quilmes... Na volta, a caminhada foi novamente tranquila, apreciando o bairro, a largura da avenida, parando nos kioscos para comprar alfajor. OBSERVAÇÕES: A partir de Buenos Aires, tudo ficou ainda mais corrido e eu parei de anotar os gastos no caderninho A compra dos primeiros pesos argentinos foi com a calculadora a postos, verificando a melhor cotação e a melhor forma de comprar (se de reais para pesos argentinos ou de pesos uruguaios para pesos argentinos). O Hotel é lindo por dentro e por fora... um prédio antigo com instalações bem modernas, de design e quartos tipo loft. Na época (Jan/2013), o preço foi bem legal, mas meus amigos que viajaram em Julho pesquisaram por lá e as tarifas tinham subido muuuito.
  7. Planejo fazer esta viagem no início do próximo ano e estou encantada com o seu relato!
  8. Obrigada pela resposta, Henrique! Na minha programação, eu coloquei opções de saída noturna tanto em Copacabana mesmo (onde vou me hospedar), quanto na Lapa. Quando estiver mais próximo, também vou dar uma olhada na Lista Amiga, pra ver as festas que vão acontecer no período. Ainda tenho uma dúvida: quando vocês saíam de noite, iam a pé, usavam ônibus mesmo ou pegavam táxi? Abraços!
  9. Henrique, Excelente o teu relato! Muito detalhado! Estou indo para o Rio no próximo mês e anotei várias das suas dicas. Só uma dúvida: vi que vocês não fizeram nenhuma programação à noite que não fosse em Copacabana mesmo... quando vocês saíam de noite, iam a pé para os lugares próximos, usavam ônibus mesmo ou pegavam táxi? Abraços!
  10. Olá, aalves! Espero que esse roteiro tenha sido útil. Qualquer dúvida, pode me perguntar! Esse é o link do meu Relato de Viagem (ainda não está completo): relato-de-viagem-montevideu-punta-del-este-colonia-buenos-aires-janeiro-2013-t81288.html Abraços!
  11. Rebeca, Como o Constantino falou, dê uma olhada nos aluguéis por temporada. Uma opção interessante é o airbnb: https://www.airbnb.com.br/ Vou para o Rio de Janeiro em Outubro e aluguei um espaço legal em Copacabana por um precinho mais camarada do que várias opções de hotel e um pouquinho mais caro do que alguns hostels. Tem também a opção de alugar apenas o quarto, que é ainda mais barato. Abraços!
  12. Vale a pena, antes de viajar, consultar o Lista Amiga (http://listaamiga.com/) e ver quais as festas agendadas para o período de estadia no Rio. Se gostar das opções, é só marcar o nome na lista amiga do evento e aproveitar os descontos na entrada!
  13. Estou de viagem marcada para o Rio de Janeiro em Outubro e tenho andado a caça de opções gastronômicas e etílicas, essenciais em todas as viagens. Segue o que encontrei até agora. Fontes: Mochileiros.com Viajenaviagem (http://www.viajenaviagem.com/) Pratopradois (http://www.pratopradois.com/) Destemperados (http://www.destemperados.com.br/regiao/rj) ViciadaemViajar (http://viciadaemviajar.com/category/brasil/rio-de-janeiro/) Boteco Belmonte - É um bar que serve comidas e beliquetes gostosos! Imperdíveis são os pastéis (o de camarão é obrigatório!), as empadas gorduchinhas e o risoto de camarão (que é uma refeição mesmo, de lamber os beiços). Tem várias unidades no Rio, que funcionam até tarde (e abrem cedo), nos bairros de Ipanema (Rua Teixeira de Melo, 53), Jardim Botânico (rua Jardim Botânico, 617), Copacabana (Rua Domingos Ferreira, 242), Urca (Avenida Portugal, 986), Lapa (Avenida Mem de Sá, 82), Leblon (Rua Dias Ferreira, 521) e Flamengo (Praia do Flamengo, 300). A decoração é bem simples, mas é tudo organizadinho. Para os paulistas, o Belmonte lembra o Bar do Juarez. O mesmo dono tem outros dois bares: o Antonio's (Na Avenida Mem de Sá, 88, na Lapa) e o Boteco da Garrafa (na Rua Bolívar, 27, em Copacabana). O Antonio's também é legal e tem um cardápio parecido com o do Belmonte. Cervejaria Devassa - É uma rede de bares mais arrumadinhos, com decoração mais bonitinha. Serve o chopp com o mesmo nome da casa. Quase todas abrem para almoço e ficam funcionando até tarde da noite. Tem unidades em Ipanema (Rua Visconde de Pirajá, 539 - (21) 2540-8380), Centro (Rua do Rosário, 90 - lj A - (21) 2253-9624 / (21) 2223-0167), Copacabana (Rua Bolivar, 8, LJ A - (21) 2236-0667), Flamengo (Rua Senador Vergueiro, 2 - ljs B, C e 1C - (21) 2556-0618 / (21) 2556-0538), Ipanema (Rua Prudente de Moraes, 416 - (21) 2522-0627), Leblon (Rua Rainha Guilhermina (21) 2512 3578) e Barra. Na Barra, são quatro unidades: Jardim Oceânico (Av. Olegário Maciel, 130 - Loja C), Shopping New York (Av. das Américas 5000 loja 114 - (21) 2431 8251), Praia da Barra (Av. Lúcio Costa, 3460, Loja 101, 102 e 103 - (21) 2496-8989) e Shopping Rio Design Barra (Av. das Américas, 7.777, 3º piso - lj 301/302 - (21) 2431-3649). Botequim Informal - É uma rede de bares "arrumadinhos" e mais bem decoradinhos e "mauricinhos", como a Devassa. Mas é gostoso também! São 12 unidades espalhadas pela cidade, nos bairros do Leblon (Rua Conde Bernadotte, 26 - Telefone: 21 - 2540-5504 e no Shopping Leblon, na Av. Afrânio de Melo Franco, 290), Ipanema (Rua Barão da Torre, 348 - lojas A e B - Telefone: 21 - 2247-6711), Botafogo (Botafogo Praia Shopping, na praia de Botafogo, 400), Humaitá (Rua Visconde de Caravelas, 123), Copacabana (Rua Domingos Ferreira, 215 e Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 434), Arpoador (Rua Francisco Otaviano, 67), Barra da Tijuca (Shopping New York City Center, na Avenida das Américas, 5000) e em mais quatro endereços. Manuel e Juaquim - O ambiente é descontraído e com cara de boteco como o do Bar Belmonte e menos "mauricinho" que o bar Devassa. Mas os belisquetes são muito bons também! Eu adoro a linguiça, o provolone à milanesa e a banana com sorvete. Eu vou sempre na unidade do Flamengo (Rua Almirante Tamandaré, 77, esq. c/ Rua do Catete, Telefone: 21 2556.7385) , mas eles têm bares em vários bairros. Em Copacabana são três unidades (Av. Atlântica, 3806 - Posto 6 - Telefone: 21 2523.1128; Av. Atlântica, 1936 (esq. c/ Rua República do Peru) - Posto 3 e Rua Siqueira Campos, 12 - Telefone: 21 2549.3550). Outras unidades ficam em Jacarepaguá (Rua Araguaia, 235 - Freguesia - Telefone: 21 3414.1858), Ipanema (Rua Barão da Torre, 162, esq. c/ Farme de Amoedo - Telefone: 21 2522.1863), Anchieta (Av. Cipriano Barata, 30 - Telefone: 21 2455.2906), Lapa (Praça João Pessoa, 7, esq. de Gomes Freire c/ Mem de Sá - Telefone: 21 2232.3775), Engenho de Dentro (Rua Pernambuco, 384, esq. c/ Rua Dr. Bulhões - Telefone: 21 2592.5131) e Tijuca (Rua São Francisco Xavier, 68 - loja A, esq. c/ Rua Heitor Beltrão - Telefone: 21 2147.7308) Joaquina - É um bar bonitinho, arrumadinho, não tem tanta cara de boteco. Serve espetinhos e pastéis bem gostosos. Tem duas unidades. Uma fica na Cobal (Cobal em "carioquês" é um centro que reúne stands que vendem frutas e verduras, mas que também tem restaurantes e bares. São duas "cobal" no Rio: a do Leblon e do Humaitá. Ambas têm muitas opções de bares e restaurantes despojados) do Humaitá, na Rua Voluntários da Pátria, 448, telefone (21) 2535-2774 e 2527-1722. A outra fica na praia do Leme, na Av. Atlântica 974, Loja A, telefone (21) 2275-8569 e 3647-8569. Jobi - Pequeninho, com poucas mesas, está sempre cheio. Tem salgadinhos maravilhosos e é bem botecão. Se tiver paciência para esperar, confira esse bar, que é uma instituição do Leblon. Eu só fui uma vez, mas adorei. Fica na Avenida Ataulfo de Paiva, 1166, Leblon. O telefone é 21 -2274-0547. Extras: Vale provar o bolinho de aipim com carne seca e caturipy, os famosos bolinhos de bacalhau e o sanduba da carne de panela. Cervantes - Bar com mais de 50 anos de vida e com cara de boteco, é famoso pelos sanduíches de abacaxi com pernil e filé com queijo. Fica na Avenida Prado Júnior, 335, Copacabana. O telefone é 2275-6147. Shenanigan’s Irish Pub - Endereço: Rua Visconde de Pirajá, 112 A – Ipanema – Rio de Janeiro, RJ Contato: (21) 2267-5860 Vale provar + preços: Chopp Heineken (R$7), Chopp Brahma (R$7), Pint Heineken (R$12,50), Chicken Fingers (R$27) Site: http://www.shenanigans.com.br/ Bibi Sucos - Tem mais cara de “point” e tem um cardápio de comida mais polpudo. Copacabana: Bibi Sucos na Miguel Lemos, 31, esquina de N. Sra. de Copacabana. Leblon: Bibi Sucos na Ataulfo de Paiva, 591, entre João Lira e José Linhares.Bibi Sucos na General Guedes da Fontoura, 800, próximo à Olegário Maciel. BB Lanches - Rua Aristoteles Espíndola, 64 A - esquina Ataulfo de Paiva Leblon Rio de Janeiro/RJ Fone: (21) 2294.1397 Aceita todos os cartões. Mais: 10 pastéis para comer no Rio de Janeiro - http://www.destemperados.com.br/regiao/hot-list/10-pasteis-para-comer-no-rio-de-janeiro 11 lugares imperdíveis no Rio de Janeiro - http://www.destemperados.com.br/regiao/hot-list/11-lugares-imperdiveis-no-rio-de-janeiro Café da manhã no Parque Lage: http://www.destemperados.com.br/regiao/rj/d-r-i-cafe-du-lage-pro-dia-nascer-feliz Se os cariocas puderem ajudar comentando sobre esses lugares e trazendo mais sugestões, será massa!
  14. Karen, Estou indo para o Rio em Outubro deste ano e adorei o seu relato. O perfil dos passeios que vocês fizeram é bem o que eu e meu marido curtimos fazer! Dicas anotadíssimas! Abraços!
  15. Cecilia Arruda

    Fortaleza

    Luciano, você acredita que eu não fiz esse passeio? Eu havia lido sobre ele aqui no Mochileiros mas de forma bem pontual e terminei me embananando um pouco com os horários.
×
×
  • Criar Novo...