Ir para conteúdo

Daniela C

Membros
  • Total de itens

    21
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Daniela C

    Berlim

    O tuismo em Berlim, sem dúvida, é um turismo histórico. Considero uma das capitais européias com menor custo para o turista, onde é possível transitar a pé, de bonde, metrô ou ônibus. Percebe-se nitidamente que a densidade populacional e baixa e o aspecto "frio" do alemão, que a vida inteira ouvimos falar, fica completamente desmistificado. Não são afetuosos, porém, simpáticos. Você poderá encontrar arquitetura mais medieval visitando o Centro Histórico de Spandau e opostamente, tudo o que há de mais moderno frequentando a Postdamer Platz. A região do Parlamento (próxima ao Portal de Brandemb
  2. Montevidéo pode ser desvendada em dois dias. Vale conhecer a ciudad vieja e, necessitando pegar um ônibus, o bairro de punta carretas que é a parte moderna desta capital. Além disto, vale apreciar um belo churrasco feito ao modo típico uruguaio.
  3. Paris é uma cidade plana, perfeita para ser conhecida a pé. Contudo alguns acessos podem e devem ser feitos de metrô (a malha metroviária é ampla). Em 5 dias, é possível se conhecer Paris (sem repetir nenhum local). Sugerimos a Catedral de Notre Dame, caminhar pela pequena Rue Mouffetard (estação Place Monge), pois se trata de uma rua gastronômica e extremamente graciosa em suas cores, souvenirs baratos, feira ao ar livre; caminhar pelo Quartier Latin (onde fica a Universidade de Sorbonne), Pantheon, Palácio e Jardim de Versailles (a visita levará um dia inteiro e o acesso ocorre apenas via tr
  4. Esqueci de mencionar algo importantíssimo! A Inglaterra não é um país caro. O que torna os produtos e serviços britânicos caros ao brasileiro é o nosso câmbio. Por isso, antes de viajar, sugiro verificar a cotação da moeda. O preço local é equivalente aos demais países da Europa com euro.
  5. Dublin é uma capilal pequena que basicamente em 2 dias é possível de ser conhecida. Os locais históricoe e com arquitetura relevante parav serem conhecidos são o Trinity College e o City Hall. O povo irlandês é extremanente simpático e hospitaleiro e que gosta bastante de pubs. São mais de 1.000 pubs nesta pequena cidade. Se você não tiver nada para fazer, não tem problema, entre em um pub e fique conversando a tarde ou noite inteira. Mas, cuidado: a maior parte dos pubs serve apenas bebidas e nada para comer! No mais vale uma visita ao Museu da Guiness, uma caminhada pela Rua Grafton (um dos
  6. Apesar de ser uma cidade 'cinza' e que pelo menos no inverno garoa todos os dias, trata-se de uma cidade inccrível de se conhecer. Com um dos metrôs mais antigos do mundo (150 anos), possui uma mobilidade urbana perfeita. A cada esquina há uma estação de metrô ou trem e todas fazem conexão levando-o aos locais mais distantes desta metrópole. Para uma imersão exploratória razoável, aconselho ficar de 5 a 6 dias e a adquirir o cartão Travelcard que apesar de caro (75 libras) permite a utilização de trens, metrôs e ônibus por 7 dias, de forma a ficar mais barato do que a compra de tickets individ
  7. Adriano, muito obrigada! Colocarei Londres no roteiro.
  8. Olá! Gostaria de saber se vale a pena viajar para Londres no inverno. A neblina se intensifica muito? Obrigada!
  9. Daniela C

    Roma

    marcioaguiar2005 escreveu: O que você recomendaria para mim, que terei apenas um dia (entre 8:00 e 16:00h) para visitar a cidade. Tipo, o Coliseum certamente irei. Eu tambem comprei o Roma Pass (http://www.romapass.it/?l=en). Se puder ajudar, agradeço imensamente! Oi, Marcio Também não sei usar esta ferramente direito. Não se preocupe. Concordo com o Marcos. Sugiro pegar um mapa de Roma e, a pé, ir do Coliseu ao monumento de Emanuelle Vittoriano (basta descer a Via dei Fori |Imperiali) e depois subir à Via dei Corso. À direita (durante a subida) é caminho para a Fontana di Trevi e à
  10. Apesar de não ter praia, por estar imersa no mar, Veneza possui ar praiano. Não há trânsito de qualquer automóvel, por isso a locomoção entre os pontos mais distantes ocorre pelos chamados vaporetos, que nada mais são que ônibus que transitam pelo grande canal que tem paradas como pontos de ônibus (7 euros a passagem). Em terra, Veneza, possui pequenas praças chamadas de “campos” os quais dão vazão de 3 a 5 vielas que podemos chamar de guetos, porque na prática são isto. Estes guetos desembocam em mais 3 a 5 guetos, onde passam de 2 a 3 pessoas no máximo. Ou seja, você se perderá com certeza,
  11. Florença é uma cidade que aparenta ter uma arquitetura mais antiga que Roma e é, sem dúvida, bastante menor e acolhedora. Ideal para se conhecer a dois. Para quem conhece arte é passagem obrigatória e deve-se conhecer à Academia, onde se encontra a estátua de Davi de Michelângelo e que é simplesmente magnífica! Além desta, vale conhecer (para os conhecedores de arte, que não era nosso caso) a Uffizi onde se encontram as obras de Botticelli e a Duomo que nada mais é que uma grande catedral. Para os que não conhecem arte, vale muito caminhar pelas antigas ruas de Florença, conhecer a Pharmácia
  12. Roma é um museu a céu aberto, aconselhada para quem gosta de fazer turismo histórico. Assim como em toda Itália, a arquitetura e urbanismo é antiga, preservando seu caráter histórico. Associe a isto um monumento histórico em cada bairro e uma cidade repleta de novas escavações sendo feitas. De todos os monumentos, o mais imperdível, sem dúvida, é a Fontana di Trevi. Além de sua representatividade histórica com a figura de Netuno ao centro, seja de dia ou de noite, é magnífico ficar observando a junção da arquitetura com o efeito da água “jorrando” na fonte. Acreditem: as fotos não conseguem
  13. Estive em Bruxelas e Bruges e a despeito desta ultima ser bonita (apenas), tratam-se de cidades muito caras, onde para se jantar você pode pagar em media 100 euros com um povo nada simpático e de estilo aristocrático. Mas, ao contrario de outras cidades aristocráticas como Viena que e linda, Bruxelas e cinza, suja e a garoa e uma constante. Para piorar, em decorrência da crise financeira, o que se vê pelas ruas e pelo metrô sao moradores de rua. Consome-se muitos frutos do mar nesta cidade, além dos maravilhosos wafles com cobertura as que mais parecem bolos e podem ser adquiridos em qualquer
  14. Daniela C

    Holanda

    A Holanda e um pais multi cultural. Em um dia e possível que se converse com pessoas de todos os lugares do mundo, mas, nenhum holandês. Todas as nacionalidades sao bem recebidas para habitar a Holanda. Alias, o holandês e lindo fisicamente e extremamente simpático e brincalhão. De toda a culinária, recomendo provar os queijos holandeses que sao maravilhosos e a visitar a cervejaria artesal Brouwerij Het Ij que fica em um moinho que antes abrigava um banho publico. as cervejas sao de outro mundo! Mas, cuidado! A Holanda e um pais muito caro. Um jantar em local simples não custa menos que 60 eu
  15. Quem esteve em Barcelona não quer ir a nenhum outro local da Espanha. Simplesmente vibrante, esta cidade catalã impressiona pela arquitetura de Gaudí exposta em cada canto da cidade (recomendo visitar todas, mas, especialmente o Parc Guell), as famosas ramblas que são deliciosas para serem caminhadas no verão e a orla praiana, onde se encontram os melhores restaurante para se apreciar uma boa paella com uma jarra de sangria. Recomendo que conheçam a Vila Olímpica e que nas ramblas, parem para provar churros mergulhados em chocolate quente. Para quem gosta, recomendo comer calamares fritos(lula
×
×
  • Criar Novo...