Ir para conteúdo

360meridianos

Membros
  • Total de itens

    10
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Bio

  • Ocupação
    Jornalista profissional e blogueiro de viagem

Outras informações

  1. Olá! Bom, é necessário ter algumas precauções, tipo usar roupas longas, evitar grandes aglomerações e evitar o uso de transporte público. Também não é uma boa ideia andar sozinha de noite. O ideal, francamente, é achar uma companhia. Dá uma olhada nesses dois textos aqui: http://www.360meridianos.com/2012/01/as-mulheres-na-india-ou-falta-delas.html http://www.360meridianos.com/2013/02/guia-para-mulheres-india.html
  2. Nem só de trekking e de aventura vive o Nepal. Nós mesmos – assumidamente sedentários – estivemos lá em maio de 2012, num mochilão que durou cerca de 10 dias no país. Na época vivíamos na Índia, onde fomos fazer intercâmbio e trabalhar numa empresa de TI. Acabado o tempo do trabalho, resolvemos explorar o país que fica no norte da Índia. Compramos uma passagem de avião de Nova Délhi até Katmandu. Da capital do Nepal nós seguiríamos para Hong Kong (o que é uma história para outro post). Neste vou contar o que fizemos e como foram os dias que passamos no Nepal. Antes, um esclarecimento. Não
  3. Olá Vidotti. Se possível, evite a Índia de junho a setembro, época das monções. O calor fica insuportável em alguns lugares, embora no norte a situação seja um pouco melhor do que no sul. As melhores temperaturas ficam de outubro a fevereiro.
  4. Oi gente! Em 2011 resolvemos largar empregos para fazer um intercâmbio de 6 meses na Índia. Como se isso não fosse o bastante, colocamos no roteiro também uma viagem de volta ao mundo. Ficamos cerca de 1 ano fora do país, e passamos por Espanha, Itália, França, Inglaterra, Índia (6 meses morando e trabalhando lá), Nepal, Hong Kong, Malásia, Cingapura, Tailândia, Indonésia, Nova Zelândia, Chile e Peru. Fizemos toda a viagem de forma independente e gastando muito pouco - mais muito pouco mesmo! Na Índia o gasto diário era de U$ 13. Narramos todas as histórias no blog 360meridianos. Vol
  5. Eu nem tinha colocado uma mochila nas costas quando comecei a sonhar em visitar a cidade inca. E, hoje eu sei, muitos mochileiros têm em Machu Picchu uma espécie de TCC, o projeto de graduação e formação dele enquanto viajante. Com a gente não foi assim, mas não por falta de vontade. Machu Picchu sempre esteve na lista de prioridades, mas acabou sendo a última parada durante nossa viagem de volta ao mundo. Estivemos lá em julho deste ano, e agora vou contar pra vocês um pouco dessa aventura, incluindo também algumas informações sobre Cuzco, o Vale Sagrado e Lima. Vamos viajar? Nós separamo
  6. Oi Raquel! Desculpa a demora, estava viajando e por isso só vi sua pergunta hoje. Então, nós estivemos na Tailândia em junho. Choveu bastante em Phuket, e isso afetou um pouco nossa viagem sim. Ficamos 8 dias na praia, e choveu bastante em 5 deles. Ou seja, é uma época em que há esse tipo de risco. Tirando a praia, todo o restante da viagem foi tranquilo e a chuva não atrapalhou. Você já leu esse post do Viaje Aqui? http://viajeaqui.abril.com.br/blog/viajar-bem-barato/asia-modos-de-usar-parte-1-entendendo-as-moncoes-e-fugindo-delas/ Deixo o link porque foi muito útil quando planejamos nossa
  7. Continuando a série de relatos sobre os 14 países onde estivemos durante nossa volta ao mundo, vamos agora falar de um destino que é desejado por muitos brasileiros: a Tailândia. A Tailândia era o país do sudeste asiático que mais queríamos conhecer. Um pouco por causa das lendárias praias, também pelo clima festeiro, mas muito pela cultura única e pelos lugares exóticos. Ficamos no país durante 18 dias, em junho de 2012. Nosso planejamento era ficar uns dias em Bangkok. De lá iríamos até Chiang Mai, no norte. Alguns dias depois iríamos até Phuket, de onde seguiríamos para Ko Phi Phi, a f
  8. Não vou mentir pra vocês: viver na Índia é desafiador. Não que seja ruim, muito pelo contrário, é um aprendizado atrás do outro, mas fácil também não é. Conheço muita gente que foi à Índia e fala maravilhas do país, só traz de volta impressões positivas. Isso costuma acontecer para quem visita o país de férias. Como a Índia é um dos países mais baratos do mundo para se viajar (eu gastava ridículos U$ 13 por dia), quem sai do Brasil pra ficar um mês por lá costuma ter a vida de um marajá, sendo poupado de todos os problemas do país. Esse não foi o nosso caso. Desembarcamos na Índia para faz
  9. Oi Heka! Pode deixar que vamos postar os relatos detalhados de cada um dos países!
  10. Olá a todos! Chegamos há dois meses de volta ao Brasil, depois de passarmos cerca de um ano em uma viagem de volta ao mundo. 3 pessoas participaram da aventura, todos jornalistas de Belo Horizonte. Durante a viagem pisamos em 4 continentes (América do Sul, Europa, Ásia e Oceania) e 13 países (Espanha, Itália, França, Inglaterra, Índia, Malásia, Nepal, Hong Kong, Tailândia, Cingapura, Indonésia, Nova Zelândia, Chile e Peru). A viagem foi feita com um ticket de volta ao mundo da Oneworld, pool de companhias aéreas que conta coma British e a LAN, entre outras. Custou U$ 3,700. Resolvemo
×
×
  • Criar Novo...