Ir para conteúdo

DEBORAMACHADO

Membros
  • Total de itens

    11
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

5 Neutra
  1. Oi Gabriel, você vai chegar por onde? Acredito que tudo dependeria da burocracia do profissional que vá te atender. No Vietnã eles são bem rigorosos em relação a visto no aeroporto (que foi a minha experiência), mas por terra não sei te dizer. Em relação ao Camboja, entrei por terra e acredito que não teria nenhum problema. Bom, mande notícias sobre sua aventura. Abraço, Débora
  2. Oi Alex, o visto é bem tranquilo sim, ao desembarcar voce logo vê um guichê para Visto (visa on arrival), você compra o selo, cola e eles carimbam em cima ao passar na alfandega. Pode ficar sossegado. Abraco
  3. Oi Pedro, tudo bem?! Eu levei pelo vtm pela praticidade mesmo, mas a cotacao de dolar e euros é boa tambem, na verdade tanto faz. A vantagem de levar o dolar ou euro é que fica bem mais em conta por causa do iof do cartao. Muitos lugares ainda aceitam essas moedas como pagamento, mas ai voce perde muito pq a conversao nao é boa pra gente. Voce precisara de 15 dolares, se nao me engano, para o visto no aeroporto. Em relacao ao vtm, consegue achar facil caixas de atm no país.
  4. Pelo site booking.com, que é por onde faço as reservas, tem os preços discriminados. Em um quarto com 4 camas acho que paguei 25 reais por dia. Mas é so procurar no site que dá pra ver a cotação na data desejada.
  5. Tomadas de duas bolinhas sim! Mas de qualquer forma recomendo comprar adaptador universal para qualquer viagem! O sie www.dx.com oferece com o preço ótimo e, apesar de demorar um pouquinho p chegar é bem confiável.
  6. GRÉCIA - ATENAS - 3 dias Foram apenas 3 dias na Grécia, mas que foram suficientes para conhecer os principais pontos turísticos de Atenas. Não fui para as ilhas porque era Janeiro e, como é inverno a maioria delas sequer abre, o que resume minha viagem apenas à capital. Cheguei no aeroporto de Atenas, um tanto afastado do centro e pontos turísticos. Para se usar o carrinho de carregar mala é cobrado o valor de 1€. Os câmbios dentro do aeroporto, assim como em qualquer lugar do mundo, tem cotação muito alta e os caixas cobram taxa para saque, mesmo sendo VTM. Deixe para sacar no centro. TRANSPORTE EM ATENAS - Do aeroporto para o centro existe um meio simples e barato que é o ônibus x95, que tem como ponto final a praça Syntagma, local bastante central e que dá acesso fácil à grande maioria dos hostels. Valor 5,00€. Estudante com carteirinha internacional paga meia (2,50€). Serviço é 24h, compra-se o ticket em uma banca do lado de fora do aeroporto, ao lado do ponto. Lembre que você deve validar o ticket na maquina. Esse ônibus é muito util e não tem como errar. Existe tambem a opção do metrô, mas custa 6€, não usei porque todos dizem que alem de mais caro demora mais para passar. - Para as outras atividades em Atenas não precisei de meios de transporte porque é tudo muito perto e andar pela cidade é admirável. - Utilizei o metrô só para testar e realmente é muito bom, mas para visitar pontos turisticos é desnecessário. Valor de 1,40€, e 0,70€ para estudante com carteirinha. HOSTEL EM ATENAS - Fiquei no Pella Inn http://www.booking.com/hotel/gr/pella-inn-hostel.en.html . Hostel muito bem localizado, tem uma vista maravilhosa do Parthenon, próximo de vários restaurantes e permite caminhada ate pontos turisticos. A desvantagem é que não oferece café da manhã. Tem internet wi-fi disponível e computadores no hall. Funcionários muito atenciosos e flexíveis nos horarios de check-in. Preço excelente. Recomendo bastante. Fica a uns 7 quarteirões da praça Syntagma O QUE FAZER E ONDE IR EM ATENAS Em Atenas você pelas ruas sem procurar nada em eapecífico e acaba trombando com todos os monumentos, então não precisa preocupar que verá tudo mesmo se não quiser. Em Atenas utilizei 2 apps para iPhone e Ipad que me ajudaram bastante: CityMaps2Go e CityGuides by Tripadvisor. O CityMaps2Go ajuda muito para você se situar no espaço, ver se está chegando ou não em algum ponto e o CityGuides byTripadvisor te oferece roteiros para visitar os pontos mais próximos na melhor ordem. - Museu de Acropolis - 6€, sendo que para estudante com ISIC é 3€ Funcionamento - Terça – Domingo: 8h00 – 20:00, Sexta: até as 22h00. Fui no primeiro dia e vale a pena ser o primeiro lugar visitado. Te dá informações importantes para entendimento de muita coisa nos monumentos. A passarela de entrada é de vidro a fim de permitir a visualização de um sitio de escavação que existe embaixo do museu. Impressionante. O acervo em si não é assustador de grande como é o do Museu do Egito, mas tem uma distribuição ótima. Apesar de muitas peças estarem em ruim estado de conservação, existem muitas legendas explicativas. O Museu tem um organização por períodos que deve ser seguida e facilita entendimento. No segundo ou terceiro piso exibem um video expositivo sobre o Parthenon, muito interessante. Nao permite maquina fotograficas (ficam em um escaninho na entrada) Sobre os monumentos não darei muitas explicações porque só da pra ter ideia quando está lá. - Depois de visitar o museu de Acropolis saia e vire a esquerda na rua Aeropageitou e vá reto até o Teatro Heirodeion. Tem ótima acústica e apresentações até hoje. - Acrópoles -12€ e 6€ para estudante. Horario: 8h00 – 19h00. Abriga uma grande quantidade de monumentos: Parthenon, o Propileu, o Erecteion e o templo de Atena Nike. Onde tem uma bandeira da Grecia a vista panorâmia é linda e merece minutinhos de descanso. - Monte de Pnyka - saindo de Acropolis vire a direita e esquerda Esse monte atrai muitos atenienses no domingo para fazerem piqueniques - Bairro Plaka - depois do Monte de Pnyka é so descer a colina, virando a esquerda e vai chegar num bairro muito bonitinho, ruas estreitas, casas parecendo de boneca, bichanos por toda parte e lojas encantadoras e monumentos por toda parte tornam o bairro excelente para caminhada. Brettos bar fica logo abaixo de Acropolis e atrai muitos turistas a noite. - Praca Monastiraki - adorei comprar o café da manha la perto e comer sentada na praça observando o movimento dos gregos - Monte de Lykavittos - perfeito para ver o pôr do sol. A subida é um pouco cansativa, mas la em cima vale a pena. Subir às 16:30 no máximo pois até chegar no topo você perde uns 30 minutos e é melhor que correr o risco de chegar depois que o sol se poe. - Bairro Gazi - na praça principal existem vários bares, casas de dança, nada parecido com as boates brasileiras mas interessante visita à noite. Não é um lugar muito turístico, é o lugar onde geralmente os gregos frequentam mesmo. A maioria das casas não cobram para entrar mas exigem consumação: uma garrafa de cerveja gira em torno de 7 € dentro da casa. Já se comprar fora (em bancas na praça) o preço é de 3€. ONDE COMER EM ATENAS - Atenas tem muitas opções de comida gostosa, mas por se tratar de Europa alimentação sai caro. - Muitas padarias oferecem delícias folhadas, deve experimentar.
  7. Estive no Egito por 1 mês, passei janeiro todo me encantando pelo país. Fiz um pequeno relato das principais curiosidades e orientações para a viagem.http://www.mochileiros.com/egito-30-dias-t81162.html . Qualquer dúvida estou a disposição. Abraço
  8. Fiz o trajeto Cairo-Luxor, Luxor-Aswan e Aswan-Cairo. Preferi que o retorno fosse direto e as atividades em Aswan so mais lights, boa pedida para fim da viagem. Abraço
  9. Estou fazendo o relato da Turquia hoje, devo enviar a noite. Nao fui a Abu Simbel nao, é um ponto que realmente atrai muito turistas, mas no fim da viagem vai ver que é bastante cansativo. Optei por nao ir, mas se voce estiver disposto pode incluir. Em relaçao as passagens é bom comprar as de volta no Cairo antes de ir sim. Dependendo da epoca fica dificil achar, como em janeiro que e periodo de ferias. Nao tem necessidade de comprar o sleep train, que tem o preço muito alto, vendido inclusive em dolares. Foi na segunda classw do trem normal, é bom, só os banheiros deixam muito a desejar.
  10. Fiquei 30 dias completos no Egito, tempo que considero ideal e suficiente para conhecer e desfrutar da história, paisagens e cultura local. Fiz um estágio no Cairo durante a semana e nos fins de semana viajava. Dessa forma, imagino que para quem planeja viajar somente a turismo 20 dias é o suficiente. Para os viajantes que têm iphone ou ipad recomendo comprarem o app CityMaps2Go. Foi bastante útil pois tem o mapa de todas as cidades com gps offline, quebrou muito o galho. [t1]CAIRO[/t1] VALORES: 1 Real = 3 Libras Egípcias METRÔ - 1LE TAXI DISTÂNCIAS MÉDIAS - 10LE ÁGUA 500ml - 1,5 a 2LE SUCO EM LATA - 3LE CROASSAN - 1 a 2 LE KOSHARY - 6LE PROMOÇÃO BIGMAC - 17LE LENÇO CABEÇA - 25 LE NÚMEROS ÁRABES É importante saber os números no momento de fazer compras em mercadinhos locais em que os vendedores não entendem inglês (em geral a maioria sabe, mas achei bastante útil saber os números) - pronúncia 1- warrid 2- et nin 3- teléta 4- arbá 5- ramsa 6- sêta 7- sabá 8 - tamânia 9 - tesá 10 -ashra Os números árabes são diferentes dos nossos e a maioria das etiquetas e vitrines terão o número árabe, o link abaixo mostra cada um deles: http://www.google.com.br/imgres?imgurl=http://www.al-muminun.net/portal/images/stories/numeros-arabes.jpg&imgrefurl=http://www.al-muminun.net/portal/aprender-arabe/84-aprender-os-numeros-em-arabe-com-a-sua-pronuncia.html&h=205&w=605&sz=60&tbnid=bU9oBpObzp1ZTM:&tbnh=41&tbnw=120&zoom=1&usg=__y_b9PS6GuoGDjTFMJj-WUQ-34g8=&docid=UIwSnYgq_DM3CM&sa=X&ei=c9thUejSIcumrAfwlIDwDw&ved=0CDcQ9QEwAg&dur=2896 SAUDE NO EGITO - 95% da população egípcia tem ou ja teve hepatite A, que é transmitida via fecal-oral por alimentos, água ou mãos contaminadas. Para se ter uma viagem tranquila é essencial que se tenha certos cuidados na alimentação como evitar saladas e água sem ser de garrafinha. Existe a vacina que não é oferecida pelo SUS mas que é de grande utilidade e merece ser paga. Quando viajei não vacinei e não contraí a doença, mas uma amiga na mesma situação voltou com hepatite. AEROPORTO DO CAIRO: - Para entrar no Egito é necessário que se pague 15 dólares para o visto de 30 dias. Não precisam preocupar com Visto enquanto estiverem no Brasil, não existe possibilidade de deportação no Egito por causa disso. Antes de pegar as bagagens terá um balcão à direita com câmbios e onde pegará seu visto. - O aeroporto não possui Wi-fi, logo não vá com a expectativa de que possa fazer qualquer consulta na internet, anote tudo o que você vá precisar antes, como endereço de hostels, restaurante, qualquer coisa. - Super indico que comprem de uma vez o chip telefonico da empresa Mobinil dentro do próprio aeroporto (atendentes de lá têm o inglês melhor que qualquer outro da cidade). Comprei o chip com crédito suficiente para 1GB de internet mensal + 10LE no valor de 45LE. Essa internet é de ótima qualidade, funciona dentro de todo o país, em rodovias, no deserto, no meio do mar, literalmente. Podem confiar. e em relaçaõ às 10LE que terá para ligações e sms garanto que serão suficientes (cada minuto de ligação custa 0,15LE, ou seja 5 centavos, incrivel não? E os smss se não me enganam custam 0,50LE). Não existe interurbano no Egito, logo, se você estiver em Luxor, extremo sul do país pagará o mesmo valor em ligações. - Assim que sair da sala de desembarque com as salas será bombardeado por taxistas oferecendo o serviço (pelo menos uns 20, com inglês deplorável, você custa a entender a palavra TAXI, hahahaha). Os egípcios (comerciantes) aproveitam sempre, em qualquer situação, para arrancar dinheiro fácil de turistas, verá isso o tempo todo. existem 2 tipos de táxi no Cairo (os pretos com amarelo são aqueles que têm taximetro, os outros não possuem e fica por conta da negociação). É essencial que haja a negociação antes de entrar no táxi, se deixar para perguntar o preço quando chegar no destino cobrarão 200 LE, o que sairia por menos de 50 se tivesse perguntado antes. Jamais faça nada antes de perguntar o preço, tudo no Egito é negociado e sai mais ou menos por 1/3 do preço estipulado inicialmente. Ou seja, mesmo perguntando o preço antes você ainda deve jogar o preço lá em baixo pra conseguir o preço correto. Do aeroporto para o centro não fui de taxi (tinha amigos que foram me buscar), mas acredito que 50 LE seja o valor mais provável. Quando os taxistas vierem oferecer o serviço pergunte o preço até o destino, inicialmente não vão querer responder, mas exija um valor. Se disserem 100LE pode falar 30LE. Não vão aceitar de início, mas se você sair para olhar com outro taxista o primeiro corre atrás de você para fechar o preço (o segredo no Egito está em saber negociar, faça dessa forma e seu dinheiro durará bastante). Lembrando que você deve ter o endereço do hotel anotado com referencias para o taxista. HOTEL NO CAIRO Fiquei no Cairo Paradise Hotel http://www.booking.com/hotel/eg/cairo-dreams.pt.html?aid=311840;label=cairo-dreams-tKrnJFdzJAkRy0ClLh277QS22425915673:pl:ta:p1:p2:ac:ap1t2:nes;ws=&gclid=CIyIp5ixubYCFdEO6wodSkwAoA, esse não é um hostel propriamente dito, mas se você planeja viajar com pelo menos uma pessoa para dividir o quarto recomendo demais. Não é nada luxuoso, nada bonito, mas extremamente funcional, limpo e ótimo para descansar, que para mim era o único objetivo. Os funcionários são muito atenciosos, oferece café da manhã simples (pão, queijo, geléia, ovo, bebida), tem wi-fi nos em todos os quartos e é limpo. Parece bobagem, mas no Egito café da manhã e wi-fi nos hotéis é raridade. Esse hotel fica próximo ao metrô (melhor meio de transporte da cidade e muito barato), próximo a restaurantes bons e baratos (GAD, El Abd Patisserie, Mc Donalds, Koshary Tahir...), relativamente próximo à praça Tahir (uns 7 quarteirões, é bom não ficar muito perto por causa das comuns manifestações que lá ocorrem. Estive lá em Janeiro de 2013, exatamente no período em que houve manifestações sobre a primavera árabe de 2 anos atrás). Recomendado. Talvez assuste com a faixada, mas não preocupe, vale a pena. TRANSPORTE NO CAIRO: CARRO - Nem pense em alugar um carro no Egito, o transito é caótico e sem nenhuma lei depois da revolução. os carros podem optar pela direção na rotatória, ninguém obedece contra-mão, não existe faixa de pedestre (devem atravessar na frente dos carros mesmo, não precisa ter medo, só cautela), pedestres andam no meio da rua porque as calçadas estão dominadas por comerciantes, e buzina, acostume-se com ela porque terá esse som o tempo todo. METRÔ - Custa 1LE. - Quase qualquer lugar que deseja ir conseguirá via metrô. É o mais utilizado pela população local e você também pode usar porque é bastante simples, mas deve seguir algumas orientações. A maioria das estações são subterrâneas e bem sinalizadas em relação a nomes, sentidos e mapas. Quando descer as escadas verá a bilheteria, onde deve comprar o ticket (tente utilizar os números em árabe pra já ir familiarizando).O ticket é amarelo com uma barra preta e você deve mantê-lo consigo até saída do metrô, não jogue fora. Analise no mapa para onde deseja ir e procure a placa com o nome da direção. - Assim que chegar na plataforma correta observe que existem placas azuis no alto com o símbolo de mulher escrito lady, esse é o local onde o vagão exclusivo para mulheres pára. O metrô é dividido em vagões para mulheres e vagões mistos. Se você vai num grupo misto e vai pegar o metrô em horário de pico, terão que se separar pois o vagão misto fica bastante cheio e a presença de uma mulher não-muçulmana (sem lenço na cabeça), atrairá muitos olhares. É proibido que homens entrem nos vagões femininos (possível inclusive de ser agredido). Os vagões são assim divididos pois as mulheres se sentem mais a vontade e protegidas em vagão separado. Em horário comum, em que os vagões estão vazios não existe problema nenhum em uma mulher entrar no vagão misto. - Fique esperto na porta quando o vagão estiver cheio porque os egípcios não sabem usar metrô direito (ficam todos empacados na porta) e acaba que você tem que usar da força para ir empurrando e conseguir sair (fique esperto senão e porta fecha e você fica). - Outra observação é em relação ao comportamento da mulher no metrô - quando entregar seu ticket na saída não entregue na mão do funcionário, basta deixar em cima do balcão, no Egito a cultura islâmica é muito forte e qualquer contato com homens já é considerado estranho. Logo, se você quiser se passar por egípcia nada de tocar os homens. TÁXI - O taxi no Egito é bastante barato, mas nada comparado ao metrô e exige negociação na maioria das vezes, então não recomendo muito porque verá essa negociação constante acaba cansando. - Corridas médias custam o valor de 10 LE, como disse negociável - Muitos taxistas não aceitam a corrida quando é muito próximo ao local de destino, então você pára o táxi, explica o local e muitas vezes aceleram sem dar nem satisfação ORIENTAÇÕES PARA MULHERES: - Chamarão atenção da população naturalmente por não fazerem uso do lenço na cabeça (no Egito, 99% da população é muçulmana e desses digamos que 80% das mulheres usem lenço na cabeça e 20% usem burca) - No início fiquei muito incomodada com os olhares, que vinham principalmente por parte das mulheres, então providenciei um lenço (comprei no valor de 25LE, preço justo), aprendi a colocar e comecei a usar. Ninguém olhava para mim, achei o máximo. Mais pra frente não estava mais tão preocupada e acabei por ficar sem o lenço mesmo, mas recomendo a experiência. - O islamismo não permite que as mulheres toquem os homens, então você pode evitar comprimentos, abraços e beijos no rosto, que no Brasil são tão comuns, mas lá são mal vistos. - As roupas devem ser o mais discretas possível. Pelo amor de deus não usem decotes, short ou saias curtas. Qualquer roupa que marque o corpo da mulher já atrai olhares. Recomendo calças mais soltas, nada em exagero também, mas só não me venha usar legging. Nada de transparências também. Parece extremismo e realmente é para a nossa visão ocidental e liberal do Brasil, mas verá que se levar essas roupas chegando lá vai arrepender por ocupar sua mala a toa. Fui no período do inverno, o que facilitou bastante. Inclusive recomendo a visita nesse período porque dizem na no verão é muito muito quente. - Não andem sozinhas à noite em ruas mais desertas. Sofri uma tentativa de assalto andando em umas ruas próximas ao Nilo (passou um táxi e, o passageiro do banco de trás agarrou minha mochila). Então deem preferência às ruas movimentadas à noite. Durante o dia não vejo muito problema. - Usem o vagão feminino do metrô em horários de pico -pra entrar em mesquitas devem cobrir a cabeça com lenço - Não deem muita conversa para os homens na rua ORIENTAÇÕES NO COMÉRCIO - Não existem supermercados, verá vários mercadinhos na rua que vendem bobagens para comer durante o dia. Em alguns desses locais exite etiquetas com preços, mas na maioria dos casos você deve perguntar o valor ao vendedor (que colocará o preço que ele quiser). Dependerá então se o vendedor será honesto ou não ao dizer o preço, vou colocar alguns valores como referência para não serem "assaltados": Agua 500ml (1 a 2LE), Suco com pedaço de frutas Cappy (3LE), croissant Molto (pequeno 1LE; grande 2LE), KitKat (3LE), torradinhas (0,50LE) - Pechinchem sempre (da forma que falei antes, pergunte o preço, ofereça 1/3 do valor sugerido, diga que está caro e saia, o vendedor irá diminuido o preço até quase 1/3 mesmo. Ele sempre tentará te convence de que seu produto é o melhor, não acredite é tudo igual), funciona na grande maioria das vezes. Mas pode ser que o vendedor te ofereceu o preço justo e que não abaixe nada mesmo. Depende de sorte. - Se você não pretende comprar nem pergunte o preço, pois terá amolação dos vendedores, que tentarão te vender de qualquer jeito - Evite dar notas grandes para compras de baixo valor ORIENTAÇÕES GERAIS - No Egito casais não podem beijar, abraçar na rua. Qualquer manifestação de carinho deve ser feita longe de qualquer outra pessoa. Isso é sério, presenciei um casal de turistas que tinha dado selinho na rua e que foi abordado por um guarda mostrando arma de fogo. Essa lei não vigora para turistas, somente para nativos, mas para evitar conflitos, melhor evitar. - A ingestão de bebida alcoólica é proibida na rua, somente dentro de casa é permitida. Existe para vender, é extremamente caro, mas não se atreva a ficar bêbado nas ruas do Cairo. - O hábito mais comum é o Narguile (famoso shisha), cujo cheiro está incrustado na cidade toda - vale a pena experimentar; diversos sabores para escolher. SEGURANÇA NO EGITO - O islamismo favorece muito a segurança no país . Os lojistas deixam manequins dormirem fora da loja, as lojas dormem abertas e é muito raro ouvir casos de assaltos. - Obviamente não se deve dar sorte ao azar (evitar andar em ruas desertas a noite é essencial). - A mania brasileira de sempre olhar pra trás pra ver se tem alguém seguindo chega a ser cômico para os egípcios - No período em que estive o índice de assaltos e estupro tinham aumentado por causa das manifestações que estavam ocorrendo (em situações semelhantes de movimentação da população é ter cuidado redobrado) - Existe pena de morte por enforcamento no país em algumas situações (assalto com armas, assassinato, latrocínio, estupro e tráfico de drogas) O QUE E ONDE COMER NO CAIRO - Suco com pedaço de frutas Cappy (3LE) -o melhor suco que já tomei, delícia - em vendinhas na rua - Croissant Molto (pequeno 1LE; grande 2LE) - tem de vários sabores, chocolate, queijo, azeitona, vale a pena experimentar, bom deixar na mochila pra quando bater aquela fome - em vendinhas na rua - GAD - comia sempre no que era próximo ao hotel que fiquei, nos horários de pico o atendimento é bem ruim (os egípcios almoçam cerca de 16h), mas em horário normal é excelente. Recomendo os sanduíches (o com kofta é uma delícia, mas o de shawerma de frango ou carne também são ótimos; valor médio de 8LE); falafel (bolinho de feijão bem típico; você come beliscando com o pão e molhando em algum molho - cerca de 5LE com 6 bolinhos, cesta de pão incluído), sugiro a Tahina (molho de grão de bico, bastante tradicional), Fatir (tipo uma panqueca com massa fininha, recomendo a de creme com castanha) - Koshary - uma comida bastante tradicional com macarrão, arroz, grão de bico, lentilha e molho de tomate; você encontrará em vários lugares da cidade, comi em vário tamb´me, mas o mais gostoso que achei foi o do Tom & Basal, vale muito a pena experimentar http://www.tripadvisor.com.br/Restaurant_Review-g294201-d3639298-Reviews-Tom_and_Basal-Cairo_Cairo_Governorate.html - Doces comemorativos ao aniversário do profeta - o aniversário ocorre em janeiro, logo pude deliciar dessas delicias a que mais gostei foi essa da foto (o de baixo à esquerda, branco com laranja), se tiver oportunidade procure - nas vendinhas da rua (custa de 1 a 2LE) O QUE VISITAR NO CAIRO - A carteirinha de estudante internacional é de grande utilidade no Egito, a grande maioria dos lugares aceita com desconto de 50%. Vale muito a pena fazer o seu. - Primeiramente gostaria de dizer que muito mais do que lugares turísticos Cairo tem uma riqueza cultural muito grande e acho que cada um que visitasse deveria gastar um certo tempo andando pelas ruas, analisando as pessoas e seus comportamentos - EGYPTIAN MUSEUM - 30LE - incrível, tem um enorme acervo de antiguidades, para os que gostam da história, perderão horas, senão o dia todo no seu interior. Já os que não são muito chegados, garanto que ainda assim 4h pelo menos serão necessárias para cansar. - CAIRO TOWER - 70LE - foi a entrada mais cara que paguei, mas vale a pena pela vista panorâmica maravilhosa da cidade (mais de 180 metros); comerciantes oferecerão para tirar fotos no alto ou tentarão vender papiros aos turistas, acreditem não vale a pena, vão cobrar preços absurdos - CITADEL OF SALAH AL-DIN - 25LE Um pouco afastada da cidade, não dá para ir de metrô, recomendo um táxi mesmo, lembrando da pechincha. Tem uma mesquita maravilhosa no interior (todos devem retirar os sapatos para entrar) e vários museus interessantes - NILO - o Nilo divide a cidade do Cairo de Giza, tem vários restaurantes na orla, mas sinceramente não recomendo por serem muito caros para os padrões egípcios, mas dizem que são muito bons (e o preço é relativamente barato para o Brasil, cerca de 50 reais por pessoa num restaurante de Luxo). Além dos restaurantes, o Nilo possui balsas que tocam músicas no período da noite (é considerada a boate dos egípcios); a balsa cruza o Nilo em uma viagem que custa 2LE e durante a viagem de cerca de 10 a 15 minutos você vai presenciar a dança do povo. Muito interessante, recomendadíssimo se pretende conhecer a cultura mesmo. Você pode se aventurar na dança e garanto que vai gostar, mas cuidado casais, nem pensem em dançar juntos pois é falta de respeito à religião (vi um casal brasileiro que estava dançando forró e que foi chamado atenção). - PIRÂMIDES EM GIZA - não possui metrô até as pirâmides, mas para economizar pode pegar o metrô até Giza e da estação pegar um taxi para as Pirâmides. Fui no inverno e garan to, mesmo assim fez muito calor. A área é incrivel, surpreendente como as pirâmides ficam tão próximas à cidade e o quão grandes e exuberantes são. É um tanto quanto chocante. Você já entra e dá de cara com a Esfinge, logo a frente verá as pirâmides. Será oferecido insistentemente passeios a cavalo e passeios a camelo. Pelo amor de Deus não cometam a burrice nem de olhar no rosto desses homens, muito menos de tentar um desses passeios. Primeiro, uma vez que cogita a idéia do passeio, tipo perguntando o preço, eles não deixarão você de lado até que você vá embora; então, se não pretende gastar um dinheiro bom, não dê papo. Segundo, os cavalos são muito ruins e o passeio de camelo nada mais é que dar uma voltinha de 5 minutos, nada demais. Quando estiver andando na área das pirâmides cuidado com os camelos, pois eles quase te atropelam o tempo todo. - AL AZHAR PARK - É um parque que tem uma vista panorâmica muito boa da cidade, bonita ao pôr do sol - KHAN EL KHALILI - Mercado turístico onde se vende de tudo e os vendedores falam qualquer idioma, de verdade. É uma experiência que chega a ser engraçada do tanto que os vendedores são persuasivos para tentar te convencer a compra. Novamente, mais do que em qualquer outro lugar, você tem que pechinchar, e muito e caso não pretenda comprar nem pergunte o valor pois você terá uma dor de cabeça pra ir embora sem nada. É lá que você encontra as lembranças pra presente, lenços por exemplo são ótimos, (cobrarão 50LE no melhor de todos, mas o valor correto é 25LE, então pode falar 20LE e insistir que vai conseguir) - MESQUITA DE SULTAN HASSAN - 15LE - mesquita maravilhosa, vale a pena a visita, as mulheres devem cobrir a cabeça e todos devem tirar o sapato para entrar [t1]DESERTO BRANCO E PRETO[/t1] Fiz uma viagem ao deserto, maravilhosa muuuuitíssimo recomendada. Não percam. A pessoa que oferece o serviço chama Hamada e o site é http://www.desert-safari-egypte.com . Lá você encontrará informações sobre os passeios. Fiz o de 2 dias e uma noite e foi perfeito. No primeiro dia visitamos o deserto preto, que tem origem vulcânica, paisagens incríveis, antes do pôr do sol a equipe arma o acampamento, faz um jantar simples e delicioso, na fogueira, e todos dormem ao ar livre, com sacos de dormir e cobertores suficientes para o frio do deserto. No dia seguinte tem o cafe da manhã e a visita ao deserto branco, de formações rochosas brancas maravilhosas, que parecem gelo. O preço inclui todo o serviço, inclusive transporte do Cairo para o deserto de ida e volta. recomendo levarem roupa de frio e água. O preço, como tudo deve ser negociado, mas gira em torno de 600LE por pessoa, carinho, mas vale a pena. [t1] ALEXANDRIA[/t1] Fui de trem pra Alexandria, paguei acho que 25 LE pelo trajeto, umas 3h de viagem. O trem não é nada de luxo, mas tem lugar marcado, é limpo e funcional. Alexandria fica no extremo norte do país e é o local mais frio. A cidade é ótima, padrão mais europeu. Fiquei 2 dias, recomendo os 2, nada a mais, nada a menos O QUE VISITAR: - BIBLIOTECA - maravilhosa, tem uma estrutura e acervo incríveis. Uma das maiores do mundo vale muito a pena a visita - não permite entrada com bolsa - CORNICHE - vale a pena andar pelo calçadão, admirar o mercado de peixes - FORTE DE QAITBEY - cidadela interessante, fica à esquerda do corniche; vista bonita do mar, possível entrada nos quartos, torres - CATACUMBAS - são subterrâneas de influência Greco-Romana, banheiras para purificação do corpo, locais para conservação, ambiente um pouco sobrio e não indicado para clautrofóbicos, mas muito interessante passeio - MONTAZAH PALACE GARDENS - jardim bem grande, que leva a uma ponte maravilhosa ao pôr do sol, interessante - ANFITEATRO ROMANO - fica mais no centro da cidade, bem interessante, estrutura um tanto destruída pelo intemperismo, mas acústica permanece intacta, como se tivesse um microfone [t1]HURGHADA[/t1] Cidade litorânea mais ocidentalizada, onde fiquei 3 dias. Fiquei no Heliopolis Residence http://h-hurghada.com/ ; ótima localização, não oferece café da manhã - a agência turismo da frente oferece os serviços 1º DIA - tour safari - Eastern Desert http://www.tripadvisor.com.br/Attraction_Review-g297549-d553102-Reviews-Eastern_Arabian_Desert-Hurghada_Red_Sea_and_Sinai.html Passeio completamente turísco, mas que pelo preço de 100LE vale a pena. Inclui passeio de beach buggy, jeep. Carro 4x4 leva para acampamento de beduínos (refugiados de países em crise que encontraram o deserto como abrigo e fonte de paz). Oferecerão ervas milagrosas, que curam alergias, cânceres, emagrece, enfim... pura lorota e o incrível é que tem muito turista que compra. Passeio com camelos, bastante divertido. Almoço delicioso a vontade (kofta, tahina, pão, arroz, baba ganush e salada No fim do dia há apresentação de dança típica (não recomendo, muito turístico e nada demais, nenhuma organização) 2º DIA - Mergulho Fomos com o instrutor Tarek. Contato http://www.facebook.com/tarek.khames2?fref=ts . Altamente recomendado, oferece o mergulho, incluindo transporte, alimentação e equipamentos por 150 LE. Só entrar em contato com ele. Foi maravilhoso. O mar vermelho é bonito demais, água limpíssima, azul que até dói. O mergulho teve duração de uns 40 minutos, foi ótimo, deu pra ver muita coisa e é uma experiência fantástica. 3º DIA - Praia A praia disponível em Hurghada é somente privada, tive que pagar 100LE para ir de barco para uma ilha sem nenhuma infra-estrutura. Não caiam nessa. Hurghada nem parece Egito pois a grande maioria dos moradores são estrangeiros e na rua só se vê turistas. Nada de burcas, nada de lenços, tudo muito ocidentalizado. [t1]LUXOR[/t1] De Cairo para Luxor fomos de trem - 60 LE, 12 horas de viagem- muito cansativa, mas vale bastante a pena pra quem pensa em economia. 1º DIA TEMPLO DE LUXOR - 25LE - fui no período da noite, em que há um jogo de luzes que valoriza. Muito bonito, fica no centro da cidade. Ótimo TEMPLO DE KARNAK - 35LE - área gigante com muitos monumentos incríveis, colunas, esfinges, pra mim foi o lugar mais rico visitado no Egito. Obrigatório Bom, contratamos um motorista para o dia, no valor de 200LE, se estiver em grupo vale a pena dividir, mas se não me engano existem ônibus que levam aos pontos turísticos também. Acho que o carro dá uma liberdade muito melhor, valeu bastante a pena pois todos os pontos são bem distantes do centro de Luxor. Não entrarei muito em detalhes senão acaba tirando a graça de tudo. 2º DIA VALE DOS REIS - 40LE - fica afastado do centro, com mais de 60 tumbas, incluindo a de Tutankamon (valor de 50LE pago à parte, não entrei pois já tinha lido que as coisas mais interessantes estavam no Egyptian Museum), existem tumbas muito bem preservadas, outras menos, mas são maravilhosas. A arte egípcia é admirável, pena que é proibido tirar fotos e não tirem mesmo. Um amigo tentou tirar com o Iphone escondido e, um dos guardas viu, avançou na mão dele e tomou o celular. Colocou no bolso e se negou a devolver. Com muito custo, pagando 50LE o guarda devolveu. TEMPLO DE HATSHEPSUT AT DEIR EL BAHARI - 15 LE - bacana demais, escadaria e monumentos de grande imponência. TEMPLO DE MEDINAH HABU - interessante, mas pouco conservado, para quem não é loucamente apaixonado acaba se cansando porque é tudo muito parecido De Luxor para Aswan fomos de trem, 15LE. [t1]ASWAN[/t1] ILHA E TEMPLO DE PHILAE - 50LE - lugar maravilhoso, após um passeio de barco até a ilha, entramos num templo que foi transferido de lugar, sim, para evitar que fosse destruído pela água, mudaram todo o templo de posição e colocaram na ilha. Apesar dessa mudança, o templo ainda preserva grande quantidade dos monumentos. Muito bonito, vale muito a pena; PASSEIO DE FELUCA - na corniche de Aswan você contrata uma feluca para fazer passeio no Nilo. Altamente negociável, não lembro o valor, acho que foi 80LE. Velejando, passa-se 2h no Nilo em média, após ir Jardim botânico e volta. ILHA BOTÂNICA DE ASWAN - ótima para um passeio tranquilo, vegetação muito bonita e grande variedade. Destino em passeio de feluca De Aswan para Cairo de trem 70LE. Voltei de ônibus pois as passagens de trem tinham acabado. Em Aswan as passagens de ônibus são vendidas na praça principal. Não recomendo o ônibus pois a viagem é bastante longa, o ônibus pára muito e as paradas são longas, pois os passageiros devem rezar no momento certo. Então, chegando em Aswan já compre sua passagem de volta para não ter perigo. Na realidade recomendo comprar em Cairo de uma vez, antes de viajar para Luxor, é mais garantido OBS- alimentação nas cidades do interior é mais caro, chegando a ser quase o dobro do valor do Cairo. QUALQUER DÚVIDA ESTOU A DISPOSIÇÃO, BOA VIAGEM!
  11. Oi Mauro, quando li a respeito dessa "City of the Dead", fiquei encantada, parece ser muito interessante e as fotos são incríveis. Entretanto, li muita coisa falando que não era aconselhável entrar sozinho, sem um guia ou taxista, por segurança. Estou num grupo de 3 pessoas (eu e 2 amigos) e gostaríamos muito de visitar esse local. Quando foi estava sozinho, como fez? Obrigada
×
×
  • Criar Novo...