Ir para conteúdo

Hiltonmc

Membros
  • Total de itens

    42
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

14 Boa

Sobre Hiltonmc

  • Data de Nascimento 11-04-1963

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Prezada Renata Fiquei encantado com o seu relato, te confesso que essa sua frase abaixo entre aspas me deixou com lágrimas escorrendo de saudade, preciso voltar urgente ao Acre. "O caminho é lindo, vimos pegadas de antas, veados, onças e vimos muitas aves, nambus, e um bando de macacos cara de sola, endêmico da região." O Acre e seus endemismos, todas as palestras que eu dou eu cito essa particularidade da floresta amazônica do Acre que tem espécies endêmicas. Por exemplo, existem tamanduás-de-colete por todo o Brasil, mas o do Acre é uma subespécie (Tamandua tetradactyla quichua) que não tem "colete" (uma macha escura na pele simulando um colete) e assim por diante. Achei importante você citar para enviar texto para o Sr Nilson, realmente não é todo mundo que tem disposição para ouvir áudios demorados. Parabéns por elogiar o tratamento que os locais te deram "levamos a super marmita deliciosa que Miro fez pra gente". Eu tenho também muitas saudades do Miro e da família dele. As suas atualizações de telefones e contatos são muito importantes, vou fazer referência ao seu relato em minha publicação. Essas viagens são eternas, quando fui em 2015 fiz amizade com umas pesquisadoras acreanas e até hoje mantenho contato com elas, inclusive uma delas (a Thalita Figueiredo) acaba de retornar de uma volta ao mundo em que passou pela América do Norte, África, Oceania, Ásia e Europa. Na Serra do Divisor a Thalita também fez um relato lindíssimo o qual faço referência e você também fez. Valeu! Abraços capixabas de Hilton
  2. Amigos do Mochileiros, recomendo a leitura do relato da @Renataasm que faz atualizações importantes de contatos, preços e pessoas e mostra mais uma visão poética da Serra do Divisor. Parabéns a ela. Segue o link .
  3. Passei para desejar boa sorte aos colegas que estão indo, agradecer novamente à @Érica Martins pela valiosa contribuição de um novo roteiro e quando entrarem na floresta não se esqueçam de pedir licença "Com licença Pai da Mata", pois os caboclos da região assim o fazem e estarão protegidos. Um forte abraço capixaba para todos de Hilton.
  4. Sensacional. Érica. Parabéns pelo passeio e obrigado por ter compartilhado esta nova rota passando pela Floresta Nacional do Amapá. Se hospedar na casa de um ribeirinho é o máximo, pois se conhece com profundidade este gigante chamado Brasil! E adorei a simpatia da Glorinha. Este é o Brasil que conhecemos e que amamos, um Brasil de muitas cores e muitas raças em que todos se harmonizam e se orgulham de serem brasileiros. Valeu!
  5. @Érica Martins, fico feliz que meu post tenha contribuído para o seu projeto Tumucumaque e a partir de hoje serei seu torcedor número 1 para que dê tudo certo e você possa nos contar na volta como foi. Volto a enfatizar, quando estiver dentro da floresta, gaste seu tempo ouvindo os sons da floresta, são incríveis e indecifráveis. Como escrevo no meu relato, Tumucumaque é do tamanho do Espirito Santo (onde moro), então as possibilidades de trajetos são muitas, eu tenho vontade de voltar e fazer um trajeto diferente, então talvez a sua ideia possa vir a servir para mim. Sucessos! Abraços capixabas de Hilton
  6. Frank, muito bem relatado e fotografado. De todas as fotos, destaco a foto entre as sapopemas (raízes da árvore) e de tudo que você escreveu destaco este trecho que indica uma enorme sensibilidade de sua parte "Por onde passamos ninguém se falava em dinheiro nem valores, era como se fossemos da família, mas claro que tudo tem custos e não fomos pra explorar ninguém,..." . O espírito é esse mesmo, parabéns! Minhas saudações também para Thalita Figueiredo que fez o primeiro comentário, ela e sua turma foram brilhantes companhias na Serra do Divisor há dois anos em que produzimos dois bons e saudosos relatos nos Mochileiros. Abraços capixabas de Hilton
  7. @StanlleySantos , o que eu senti quando passei por Tepequém foi exatamente a sensação que você escreve, ou seja, procurar lugares pouco visitados e fazer um relato fotográfico. Assim eu escrevei esse dois relatos que já serviram de inspiração para milhares de pessoas. Parabéns novamente pela iniciativa, isto se chama Ciência Cidadã! Compartilhamento! Tumucumque, a floresta! Um sonho realizado! https://www.mochileiros.com/topic/32725-tumucumaque-a-floresta-um-sonho-realizado/ Igarapé Ramon (Serra do Divisor - ACRE) - uma odisseia na fronteira com o Peru! https://www.mochileiros.com/topic/43051-igarapé-ramon-serra-do-divisor-acre-uma-odisseia-na-fronteira-com-o-peru/ Abraços Hilton Monteiro Cristovão Vitória - ES
  8. Estive no Tepequém em 2013 me baseando no relato de A Montelo, fiz algumas adições de informações no próprio relato dela. Você foi e brilhantemente fez um relato completo com fotos muito boas e dando dicas de tudo, meus sinceros parabéns! Será fonte de consulta para os próximos Mochileiros. Hilton Monteiro Cristovão Vitória - ES Tumucumque, a floresta! Um sonho realizado! https://www.mochileiros.com/topic/32725-tumucumaque-a-floresta-um-sonho-realizado/ Igarapé Ramon (Serra do Divisor - ACRE) - uma odisseia na fronteira com o Peru! https://www.mochileiros.com/topic/43051-igarapé-ramon-serra-do-divisor-acre-uma-odisseia-na-fronteira-com-o-peru/
  9. Caro Léster Oliveira, um super parabéns para você pelo relato fotográfico, uma visão geral de tudo, modo de dormir, pessoas, culinária, animais silvestres, etc. Uma das fotos mais bonitas que já vi da ponte Manaus x Iranduba. "...A partir de agora, o rio Amazonas será nosso companheiro de viagem". Gostei muito desta frase, você realmente entrou de corpo e alma no espírito Amazônico, parabéns! A foto de Parintins e de Alter-do-Chão no por do sol ficaram divinas. Gostei das fotos das aves gaivota e talha-mar na ponta Cururu, preguiça, lagoa Verde. Destaco a foto de você e sua turma na frente do "telefone de índio", como é conhecida a sapopema. Parabéns! Abraços capixabas de Hilton
  10. Caro Léster Oliveira, li seu relato Alter-do-Chão, Flona Tapajós (alter-do-chao-pa-03-a-10-01-2015-t107831.html), como você mesmo relata, teve que desmontar o tripé "devido a chuva que começou a cair mas que passou logo". Portanto a chuva na Amazônia não respinga, ela encharca, mas passa logo, então na hora que começa a chover, fica-se mais preocupado em proteger os equipamentos do que fotografar. Mas eu levei um celular desses que tiram foto até debaixo d'água, me arrependi completamente, as fotos na hora da chuva ficaram horríveis. Assim se você tiver uma Go-Pro ou similar, leve, pois vale à pena e a chuva, apesar de forte, é muito bonita e merece ser fotografada. Estou planejando uma viagem ao Parque Nacional Pacaás Novos em Rondônia, pretendo usar a minha DSLR para fotografar na hora da chuva, vou envolvê-la com o saco plástico de espessura 0,10 mm. Já fiz muitos testes, está aprovado. Com relação ao Parque Nacional da Serra do Divisor, o Acre é um estado lindo e a Serra do Divisor, um lugar mágico. Em 2016 o biólogo Ricardo Plácido fotografou a ave choca-do-acre (Thamnophilus divisorius), mais uma espécie endêmica da Serra do Divisor. Sucessos, boa viagem e não se esqueça de relatar também! Abraços capixabas de Hilton
  11. Segue reportagem do Olimpio Guarany ( Repórter da Amazônia ) sobre Tumucumaque publicada no Youtube.
  12. Caro Thiago Guerreiro Sua gentileza de enviar o tracklog da trilha para o Platô da Serra do Tepequém foi muito útil, ela foi incorporada ao mapa do projeto Track Source (http://www.tracksource.org.br), são mapas gratuitos feitos por milhares de voluntários e atualmente são os melhores do Brasil. Veja figura em anexo. Abraços de Hilton
  13. O Acre é realmente uma terra encantada e fica muito mais perto do que se imagina com uma estrutura de transporte aéreo, rodoviário e fluvial muito boa. Parabéns pelo relato em que você transpira emoção e mostra através de lindas fotos a riquesa do arvorismo e da culinária acreana. Abraços capixabas de Hilton #PatiuAcre
  14. Prezada Talita Vilela Eu me hospedei na Pousada Lauro Gondim na Serra do Tepequém, os proprietários chamam-se Evaldo e Vagna. Ligue para eles, que eles farão o contato com o Norton, você marca um horário e pode conversar, pois ainda não pega telefonia celular no Tepequém. Esta pousada tem Internet. Você pode também enviar mensagem para o Norton pelo WhatsApp (95) 9142-4023, ele responde assim que estiver próximo a uma pousada com Internet. Telefones da Pousada Lauro Gondim : (95) 3593.2930 (Tepequém) / (95) 3626.8037 (Boa Vista) / 99142.0553 (Boa Vista) Email : [email protected] Não se esqueça de publicar aqui na volta como foi sua viagem ao Tepequém, pois quero voltar lá em breve. Boa viagem
×
×
  • Criar Novo...