Ir para conteúdo

Magno_Fugisava

Membros
  • Total de itens

    41
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Magno_Fugisava postou

  1. Oi Leticia Eu fui sem reserva mesmo, apenas com o endereço. Mas na região do Copacabana há alguns outros hostels também... A LAB era controlada pela VASP no passado. A chegada em LA Paz é muito legal.. Do lado direito do avião avista-se montanhas nevadas.. Do aeroporto vc poderá avistar o Ilimani com seu pico nevado ! Desejo a vc muita diversão !! Mande noticias assim que possivel, ok? Abraços
  2. Oi Leticia Está chegando hein... bom, o passeio Sai de S.P Atacama de manhã. Acho que sai umas 9:00h. Eu fiz pela Colque tour. Saimos umas 12 pessoas em um micro onibus. Em SP de Atacama vc carimba o seu passaporte de saida do Chile, vai com o micro onibus até a aduana da Bolivia (leva uns 40 min. Carimba o passaporte de entrada na Bolivia e dai é que fomos divididos em dois Toyotas 4x4. São duas noites e no terceiro dia, lá pelas 15:00h vc chega na cidadezinmha de Uyuni. Neste mesmo dia vc pode pegar o onibus ou o trem. Para o onibus sai a noite. Acho que lá pelas 20:00h. Dizem que é um lixo essa viagem, pois vai gente no corredor e a estrada é de terra. Eu fui para Oruro de trem, mas aviso que não há trem em todos os dias da semana. Veja o site da FCA, cujo link esta no meu relato. Eu consegui casar a minha chegada em Uyuni com a data que tem trem. O trem sai de madrugada, lá pelas 1:00h da madrugada de sexta feira. Nesse meio tempo, paguei uma diária em um hostel pra dormir um pouco e tomar banho descente.. hehehe O trem chega em Oruro lá pelas 10:00h da manhã. Chegando na estação de trem,eu tomei um taxi e fui direto pra rodoviaria, pois queria ir logo pra La Paz e conhecer Tiwanaco, mas devido ao furto, só consegui conhecer a delegacia de Oruro e a embaixada do Brasil em La Paz.. hehehe, mas pelo que vi, a cidade de Oruro não parece ser muito turistica. Dizem que Potosi e Sucre são mais interessantes. Onibus de Oruro para La Paz tem quase toda meia hora. Há umas 4 empresas que fazem este trajeto. De Oruro para La Paz demora umas 2 a 3 horas, se não me engano... Bom, acho que é isso... qualquer coisa, já sabe !! estou por aqui.. Qual é a cia aérea que vc vai? ouvi dizer que a Varig não faz mais a viagem até la Paz... Abraços
  3. Ola Leticia Eu preferi levar tudo em dinheiro. Dessa forma eu andava com uns USD1900,00 na minha pochete, amarrada na cintura, dentro da calça. O dinheiro local que eu usava para gastar na cidade, ficava em uma outra carteira. Isso era pra evitar ao máximo expor a pochete. Eu preferi desta forma pois tinha receio da disponibilidade de caixas eletronicos para sacar dinheiro. Dessa forma, nem fui atras desta informação, mas acho que não são todas as cidades que vc conseguirá sacar o dinheiro. Entre em contato com a sua operadora de cartão de crédito, que eles devem ter a relação das cidades. Outro motivo pelo qual eu evitei de usar o cartão era o medo da desvalorização cambial. Os cartões que levei eram de crédito, desses que utilizamos normalmente. Sei que deve estar muito pensativa a respeito, pois é um montante consideravel para levar junto ao corpo. Se não me engano, no tópico de dicas bolivianas ou chilenas há um topico de discussão sobre isso... de uma olhada por lá também, ok? Há a opção dos travelers, que são um pouco mais seguros em função do contrato prever um seguro contra roubos, mas mesmo assim, neste caso é melhor consultar o banco para ver se há agencias que façam o ressarcimento, em caso de roubo, nas cidades que vc passará... Bom, acho que é isso... Qualquer duvida, estou a disposição ! Abraços
  4. Oi Leticia Pode perguntar a vontade ! no que eu conseguir responder, pode contar comigo ! Vamos lá: - Vc acha importante fazer aquele seguro saude internacional? vcs fizeram? Eu não fiz este seguro internacional. Decidi correr o risco, mas se vc preferir não correr este risco, acho bom verificar se a empresa tem cobertura e atendimento nas cidades que vc vai. - Como funciona a travessia do Uyuni? Sao 3 dias e 2 noites? Onde a gente dorme? A travessia sai de SP Atacama e vai até Uyuni (ou no sentido contrário). Dura 3 dias e 2 noites. Caso vc queira voltar a cidade de origem, vc paga um pouco a mais e dai a volta se dá no mesmo dia da chegada a cidade de destino. Esta volta a origem deve durar umas 10 horas. A gente dorme em uns refugios que existem no caminho, ou seja uns casarões, com diversos quartos coletivos (não tem outra opção), de tijolos, bem construidos, com cama de solteiro, cobertores, etc. A alimentação já estava incluso no pacote e a agua era por sua conta. Levando uns 5 litros dá tranquilamente. Nestes refugios o pessoal vende alguma coisinha para comer e também água... então é bom vc trocar um pouco de dinheiro Boliviano em SP Atacama... Na primeira noite, ficamos em um refugio que tinha um banheiro sem agua corrente. Dai vc tem que escovar os dentes com agua mineral. Não dá pra tomar banho neste dia... No segundo dia ficamos em um outro refugio, também no mesmo estilo. Este fica bem na entrada do Salar. Este também tinha quartos coletivos e banheiro no quarto com agua corrente. Dai nesta deu pra tomar banho sossegado ! - No passeio em Puno, as mochilas ficam na rodoviaria? Exato ! As mochilas ficam nos guiches da cia. - qdo foi de Ollanta par MP vc levou as mochilas ou deixou no hotel? Levei apenas uma mochila com roupas e outras coisas suficiente para duas noites. A outra mochila ficou no hostel. Para Machu Picchu leve repelente !! Acho que é isso, se tiver mais duvidas, é só mandar. Em algum lugar do meu relato há um link que contem algumas fotos da viagem. Infelizmente as melhores fotos que tirei foram furtadas juntamente com uma mochila minha em Oruro... Os Geysers da Bolivia, que vc irá ver na travessia de SP Atacama para Uyuni são surreais !! Ë inacreditável o que vc vê !! Agua bobulhando, vapor pra tudo que é lado, saindo debaixo do seus pés. Há historias reais de turistas que cairam nos Geysers em função de terem se aproximado muito das crateras. Mas o local é seguro, basta não vacilar mas estas fotos, infelizmente foram furtadas... se vc for, por favor, tire umas fotos pra mim deste local !! hehehe Abraços
  5. Ola Leticia, Falta pouco para a sua viagem hein... daqui a pouco começa dar aquele friozinho na barriga. Antes de responder, lembro que os preços que tem no meu relato são do mês de setembro (inicio da baixa temporada...), ok? Ahhh... não esqueça de tomar a vacina da febre amarela !!! Não esqueça de levar a caderneta da vacina amarela com vc nesta viagem !!! Bom, com relação as suas duvida, vamos tentar ajuda-la! 1 - Em copacabana vi alguns relatos de pessoas que dormiram na ilha do sol. Vc sabe como funciona? Tem que fechar o hotel, levar a mochila e ai, como funciona a volta para copa? Vi no seu relato que vc chegou a noite lá em copa, fez o passeio o dia todo foi no outro dia para Puno... é qto tempo de viagem para puno? qdo saiu de capacabana disse que comprou a passagem copa-puno-cusco, mas ai fez passeio em puno, a que horas vc pegou o onibus pra cusco? RESPOSTA: Na ilha tem diversas pousadas, sendo todas elas rusticas!!! O pessoal que encontrei (e dormiu na ilha) fez da seguinte forma: Eles pegaram um barco que sai na parte da tarde de Copacabana (pelo que me lembro tem saídas às 8:15h da manhã e as 13:30h para a ilha do Sol) e como era época de baixa estação conseguiram pousadas de forma bem tranquila na ilha. Este barco para na parte Sul da ilha, onde ficam as pousadas. Chegando na ilha há uma escadaria de pedra muito íngreme, chamada escalera del inca !! O pessoal contrata uns burrinhos para levar a mochila para a parte de cima da ilha. Sem eles, fica muito dificil mesmo !! (eu penei pra descer sem mochila, imagina subir aquilo com mochila nas costas... impossivel !!) Com relação ao passeio na trilha desta ilha o pessoal acordou bem cedinho no dia seguinte e andou pra caramba, pois foram da parte Sul até as ruinas que ficam na parte Norte e voltaram para a parte Sul para pegar o barco pra Copacabana, que saí lá pelas 16:00h. Mas eles andaram pra caramba !!! tem que ter pernas, pois além das subidas, há o ar que é meio rarefeito !! eles haviam deixado a mochila na pousada para fazer esta trilha, a paisagem vale muito a pena, mas vc tem que andar pra caramba ! Com relação a ida para Puno, eu comprei a passagem para Cusco, com parada em Puno. Foi dentro do ônibus, no meio do caminho para Puno, que fechei tanto o passeio às ilhas de Uros (aquelas ilhas flotantes) e a estadia no hotel em Cusco!! Pode parecer estranho e até achei que ia tomar um golpe, pois eu tive que fazer o pagamento antecipado, mas deu tudo certo !!! O ônibus sai de Copacabana lá pelas 13:00h e chega em Puno lá pelas 15:30h. Daí a pessoa que me vendeu o pacote nos colocou em uma Van que te leva até o porto para pegar o barco até as ilhas flotante. Fizemos o passeio e voltamos para a rodoviária de Puno lá pelas 19:00h. Deu para jantar na rodoviária e daí pegamos o ônibus para Cusco lá pelas 22:00h. Neste meio tempo ficamos conversando com uns moleques que engraxavam sapatos, para treinar o Portunhol... Este ônibus chegou na rodoviária de Cusco lá pelas 5:00 da madrugada. Um pessoal que não tinha reservado o hostel ficou dormindo no próprio ônibus, esperando o dia amanhecer. O pacote que fechei contemplava o transporte da rodoviária de Cusco até o Hostel, então não precisei esperaro no ônibus, pois para a minha felicidade, logo na saída da Rodoviária estava o dono da Pousada me esperando, conforme o combinado !!! No meu relato há o contato desta pousada em Cusco. Lembro a vc para ter cuidado com a empresa Pony !!! O pacote que fechei em Copacabana era muito abaixo do que eu havia planejado, porém tive uma dor de cabeça por causa dela conforme meu relato. Há uma alternativa, talvez um pouco mais barata para ir de Copacabana para Puno. O pessoal pega uma Van na pracinha de Copacabana e esta te leva até Puno. Na Rodoviária de Puno eles contratam o passeio às Ilhas Flotantes, assim como as passagens para Cusco...não sei te informar se isso realmente vale a Pena, pois na Bolivia as coisas são baratas e se vc achar que está economizando muito em Bolivianos (moeda local), vc pode na verdade estar economizando apenas uns R$3,00... Sugiro que vc de uma olhada no site www.titicacabolivia.com Este site é o que está impresso no ticket do barco que peguei em Copacabana - Ilha do Sol. Dei uma olhada e tem muitas informações úteis !! 2 - Em cusco, o passeio do vale sagrado é feito em 1 dia? Eu queria fazer o rafting em Urumbamba... vc sabe como devo fazer para dormir no vale sagrado? Queria conhecer Ollamtaitambo e chinchero tbem... RESPOSTA: O passei ao Vale Sagrado é feito em 1 dia e inclui os povoados de Pisac, Ollantaytambo e Chinchero. Ele dura 1 dia, pois as localidades são distantes umas das outras. Eu comprei este pacote e começamos por Pisac, onde há uma feirinha de artesanato, e depois fomos para Ollanta. Em Ollanta nós pegamos o ultimo trem do dia para Machu Picchu, ou seja, eu não fui pra Chinchero. A vantagem de pegar o trem para Machu Picchu a partir de OIllanta é que a passagem é um pouco mais barato !! Antigamente era bem mais barato. Para dormir nestas cidades há diversos hostels, principalmente em Ollantaytambo. Quanto ao Rafting, eu não tenho informações, mas na Plaza de Armas de Cusco há uma infinidade de agencias de turismo que fazem diversos passeios !! Há perto da Plaza de Armas uma agencia oficial do governo que presta informações aos Turistas também . O passeio para Machu Picchu fiz por conta, sem agência ! Comprei a passagem de Ollantaytambo para Machu Picchu na sede da Cia de trem, localizada em Cusco, mas vc também pode compra-la em Ollanta. Mas por precaução... O passeio do Vale Sagrado eu contratei no próprio hostel que fiquei hospedado. 3 - Em cusco vc disse que o pessoal do hotel foi te buscar na rodoviaria... entao vc fez a reserva a partir do brasil? Como vc fez? RESPOSTA: Vide a resposta da pergunta 1. Eu fechei o pacote no ônibus, com uma pessoa que representava o hostel... corri o risco, mas deu certo. 4 - Sei que em fevereiro a trilha tradicional fecha para manutencao, mas vc sabe se tem alguma trilha alternativa. O trem continua funcionando, certo? Putz, esta informação eu não tenho, mas acredito que o trem nunca para ! Dá uma olhada no site da empresa de trem, ok? 5 - Qtos dias é preciso ficar em San Pedro do Atacama para fazer os passeios no deserto? Vc nao especificou isto, nem colocou o preco dos passeios do salar do atacama, vale da lua, etc. Vc só colocou o preco e tempo do Uyuni... queria saber qtos dias vou ficar la em San Pedro... RESPOSTA: Em San Pedro fiquei 4 noites, uma a mais do que o previsto em função da fronteira com a Bolivia estar fechada por causa de uma nevasca. Acredito que 3 noites (significa 3 dias inteiros) é mais do que o suficiente. Com relação aos passeios segue: Salar de Atacama + Toconao (que é uma cidadezinha proxima a Atacama): O por do sol e nascer da lua cheia ocorreu simultaneamente e foi uma das paisagens mais espetaculares da minha vida !!! tive sorte de pegar Lua Cheia ! Este passeio saiu por 5000 Pesos por pessoa. Valle de la Luna + Valle de la Muerte: 4000 Pesos por pessoa. Há um passeio pra praticar Sandboard no Valle de la Muerte, mas não sei o preço. Tour Astronômico: 10000 Pesos por pessoa. Não fiz o passeio ao Geysers del Tatio pois a estrada até lá estava bloqueada pela neve. 6 - Vcs levaram somente uma mochila cada um? O que é muito essencial levar? Fico apavorada ao pensar em levar tudo em 1 mochila... preciso de dicas... RESPOSTA: Na verdade levamos duas mochilas grandes cada uma, mais uma outra mochilinha pequena para carregar água, bolacha, óculos escuros, etc, para carregar durante nossos passeios/caminhadas. Acho que levei carga demais, pois cada mochila estava pesando uns 14kg...Acho que em termos de calçados, apenas 1 tenis apropriado e 1 chinelo seja o suficiente. Com relação a calça/bermuda, sugiro levar aquela calça que se tranforma em bermuda, bastando que vc abra o zíper que fica na altura do joelho.. Daí vc economiza espaço. Eu também levei um saco de dormir para utilizar na travessia de SP Atacama para Uyuni, pois na época estava muito frio. Se não me engano o pessoal da agencia também aluga isso, se necessário. Com relação a camiseta, comprei aquelas nylon, que são utilizadas pra praticar corridas, pois secam com muita facilidade... Oculos escuro, protetor solar, baton de cacau e hidratante são fundamentais !!! Caso falte alguma coisa, vc poderá comprar na Bolívia que é muito, mas muito, mas muito mesmo barato !! hehehe 7 - Vc levou todo o dinheiro em dolares trocados no brasil? Nao é muito perigoso ficar andando com mais de USD1000,00 no bolso? RESPOSTA:Eu levei dólares em espécie !! Levei junto ao corpo, naquelas pochetizinhas fininhas, sempre amarrado na cintura. Carregava o dinheiro, documentos e cartões de credito nela. Pelo que vi, a maioria fazia isso. Quanto ao perigo, depende de cada um. Há diversas historias de falsos policiais na Bolívia, mas eu não vi nenhum (mas dizem que existe)... além do mais, na maior parte do tempo vc estará junto com alguns outros turistas... Sempre é perigoso andar com dinheiro, seja na Bolívia, seja no Brasil. Em alguns hostel havia cofre na recepção, mas pra confiar neste serviço é difícil... Eu dividia o dinheiro com minha namorada...cada um carregava um pouco de dinheiro na pochete e um cartão de crédito. (levamos dois cartões). Bom, acho que é isso... vou ver se acho minha planilha de planejamento pra te enviar... mas esta planilha não está atualizada com os valores, horários, empresas que realizamos os passeios, imprevistos, etc.. é apenas a de planejamento... Não se esqueça ao planejar a sua viagem, de que em cada cidade vc precisará de um tempo para negociar pacotes, localizar onde vc e as atrações estão, comprar passagem para a próxima cidade, etc...Se as coisas ficarem muito corridas, vc acabará se cansando, se estressando com toda essa questão de logistica...e acabará não aproveitando muito as atrações. Não sei se ficou confuso o texto, mas qualquer duvida, estou por aqui !! Abraços mochileiros
  6. Ola Titan e Leticia_c Eu só não fui pra Nazca por falta de tempo, pois minha viagem iria ficar muito corrida e cansativa, o que não valeria a pena. Mas em 30 dias vc terá a chance de fazer muita coisa que eu não consegui fazer, como fazer passeio para escalar um vulcão... Abraços
  7. Ola Dani, Acabei me atrapalhando e perdi o seu email... não sei se vc já decidiu por onde irá começar a sua viagem. Realmente a Varig parece que não faz mais o trecho até La Paz... na época que eu fui eles estavam finalizando este trajeto e como eu já estava com os bilhetes emitidos, a Varig me colocou em um voo da LAB de Santa Cruz de La Sierra até La Paz. Se vc for por La Paz, vc irá descer já em grande altitude enquanto que Lima é mais para o nivel do mar... Bom qualquer duvida, me escreva de novo e desculpe por não responder para o seu email... Abraços
  8. Um colega me solicitou uma informação por email e aproveito para postar a minha resposta sobre o trecho Uyuni - Oruro - La Paz aqui. " Oi Helena, Eu não fui pra Tiwanaco pois tive uns imprevistos em Oruro e SP Atacama e não deu tempo. Uns colegas foram e acharam legal, porém me disseram que o lugar ficava em um lugar meio feio, com casas ao redor...enfim, não tinha muita preservação do local.... mas sendo o povo de Tiwanaco os melhores escultores da época, acho que tem muitos detalhes para serem visto. Com relação ao trajeto Uyuni - Oruro - La Paz eu fiz da seguinte forma: Uyuni - Oruro: Do escritorio da Colque tours até a estação de trem é pertinho e fui a pé. A passagem de trem na classe " Ejecutivo" custou por pessoa: 69,00 Bolivianos. Os serviçcos da classe ejecutivo são muito bons e em função da pobreza dos Bolivianos, só havia turistas nesta classe. Há a classe Salon que é a mais barata, mas daí não lembro quanto era o preço. Não há trens todos os dias. Mais informações tem no site: www.fca.com.bo Há ainda a possibilidade de ir de onibus direto pra La Paz, mas me disseram que o onibus é bem ruim pois a estrada até Oruro é de terra e vai gente sentada no corredor, o que parece ser meio normal na Bolivia... Como a excursão da Colque chegou no começo da tarde e o trem só partiria de madruga, eu e minha namorada ficamos em um hostel. Se não me engano, paguei uns 40 Bolivianos neste hostel... teve uns colegas nossos (um frances e outro autraliano) que preferiram ficar na estação de trem, que também pareceu ser confortavel... Em Oruro, vc pega um taxi para a rodoviária. Se não me engano, o taxi saiu uns 10,00 Bolivianos por pessoa. Fomos eu, minha namorada e o Australiano. Na Rodoviária de Oruro, vc tem que pagar uns 2,50 Bolivianos para entrar na Rodoviária. A passagem até La Paz custa em média uns 15,00 Bolivianos. Tome muito cuidado com suas bagagens na Rodoviária e nos onibus. Ainda há muitos trobadinhas, à moda antiga.... aqueles que levam as coisas sem vc perceber... mas o cuidado é o mesmo que vc teria em uma cidade como São Paulo. Acho que é isso.... Abraços Magno
  9. Ola AlexandreR Eu utilizei uma Canon A520, mas eu não tenho experiencia alguma com fotografia. É que os cenários que vc encontra na Bolivia, Peru e Chile são impressionantes !! Pra cada lugar que vc aponta a camera, vc consegue tirar uma foto boa ! Tirei mais de 700 fotos em 21 dias, ainda roubaram um memory card com as melhores fotos que tirei, que foram dos geysers Bolivianos. Eu não levei tripé, mas se vc for viajar sozinho e tiver lugar em sua mochila vale a pena ! Se precisar de alguma informação que eu possa ajudar, conte comigo ! Abraços Mochileiros
  10. Ola Fabinhuw Esta viagem vale muito a pena. A paisagem é deslumbrante e pra cada lugar que vc aponta a camera, vc consegue excelentes fotos ! Se vc tiver a oportunidade de viajar para lá, viaje que não irá se arrepender ! A Bolivia, apesar dos problemas sociais e economicos é um pais apaixonante, com cenários de tirar o folego! Chile e Peru também são excelentes destinos também !! Abraços mochileiros !
  11. Ola Ivan Eu não fiquei hospedado em Calama e nem em Arica. Em SP Atacama, os valores estão no meu relato. Quanto a Calama e Arica, acredito qe sejam muito mais barato do que SP Atacama, pois não são tão procuradas quanto SP. Abraços
  12. Ola Ivan, Eu não utilizo o msn... mas terei o maior prazer em ajudá-lo na sua viagem !! S.P. Atacama é aquela cidezinha, cheia de turistas estrangeiros, principalmente Europeus (e isso é que ajuda a cidade a ficar muito cara). Cheguei em Atacama e já no local que o onibus parou tinha umas 3 pessoas oferencendo pousadas. O preço do residencial Hara me agradou bastante (ver minhas mensagens anteriores que tem o email e tel de lá). Eles estavam cobrando praticamente a metade do que eu havia orçado. Não fechei e acabei me arrependedo pois tive que carregar a mochila nas costas (e que peso !!) até achar o local novamente... mas como era proximo a parada do Onibus... andamos um pouquinho. O que mais dificultou foi o vento...que vento que fez naquele lugar (vento de te desequilibrar)... vento + poeira !! Para realizar os passeios em S.P. há diversas agencias. Mas na verdade é o guia que faz a diferença. No passeio do Vale da Morte, o guia que nos acompanhou fez um percurso que nos levou por cima da montanha e isso fez com que pudessemos descer as dunas de areia descalsos (que sensação gostosa). As dunas são enormes e são formadas a partir do vento que bate nas montanhas e levam o pó para estas dunas. Vi que outros grupos foram por um caminho que não desciam as dunas. Nestas dunas também são feitos os passeios que incluem sandboarding. Vc pode contratar este em separado. Com relação ao passeio ao Salar de Atacama ele inclui a Quebrada de Jerez e a parada em uma cidadezinha que não me lembro o nome agora. Mas não achei nada de interessante perto do Salar de Uyuni. A final do passeio, vc chega ao Salar de Atacama para ver as lagunas/Flamingos e o por do Sol. Com relação aos flamingos, vc irá ver dezena deles nos Altiplanos Boliviano. Com relação ao por do Sol, realmente é muito bonito, principalmente pelo degrade de cores que ele causa nas montanhas/vulcões ao redor... isso é meio surreal. Mas o que mais me impressionou neste por do Sol, foi extamente o surgimento da Lua... e era Lua Cheia !!! e que Lua !!! indescritivel este momento. Nunca havia presenciado tal cena !!! Somente por este momento, o passeio valeu a pena !! Quanto ao passeio aos Geysers del Tatio eu não consegui fazer, pois o caminho até ele estava bloqueado pela neve ! Entretanto, no passeio aos Altiplanos Bolivianos (para o Salar), tive a oportunidade de ver os Geyser de la manana. Cara, é uma coisa impressionando... é puro vapor, agua borbulhando, crateras... impressionante a visão... pena que roubaram as fotos que eu fiz deste lugar (fui furtado em Oruro - Bolivia)... Há um museo também em S.P. Atacama, mas oq ue vc ve lá, eu já tinha visto nos museos Peruanos... Enfim, é um lugar surreal !!! Mágico !!! Se precisar de mais info, é so falar !!! Relembrar desta viagem é muito gostoso !! Estou a disposição !!!
  13. Ivan É muito fácil conseguir este passeio para o Salar de Uyuni ! Há muitas ofertas. Eu fui com a Colque tours e achei o serviço muito bom! Os carros estavam em bom estado e o motorista, o Téo, era um excelente guia, sempre nos dava toda a informação relativa a altitude, historia, etc. Tente ir com alguns Bolivianos na carteira, pos vc irá precisar deles para pagar algumas taxas de entrada em parques, comprar algumas guloseimas, lembranças, etc. No mes que eu fui, havia nevado e tivemos que ficar um dia a mais em SP Atacama. O caminho estava muito bonito com diversos pontos com neve ! Esta viagem vale muito a pena !! È uma coisa que você irá recordar para a vida inteira !! Os geyser de la manana são absurdamente bonitos ! sem contar as lagunas, flamingos, etc... De Uyuni para Oruro eu peguei o trem. A classe " ejecutica" é muito confortável e servem até café da manhã ! sem contar que chegando em Oruro vc passa no meio de um lago com flamingos por todos os lados !!
  14. Ola Ivan Dá sim ! Mas eu fui em um mês de baixa estação e minhas referencias de preços refletem isso!! A cidade mais cara de todas é San Pedro de Atacama, depois vem as do Peru e as da Bolivia. A Bolivia é muito barata ! O Peru é um pouco mais barato do que o Brasil (referencia São Paulo). Agora em Atacama, a coisa pega... No meu relato tem diversos sites e emails de pousadas que eu fiquei. Eu negociei tudo por lá mesmo, pois negociar a distância o pessoal cobra bem mais caro !! Em SP Atacama, eu fiquei em uma pousada que considerei muito barata e boa. Um casal ingles estava pagando mais que o dobro do que eu estava pagando...Tinha uns brasileiros que estavam cozinhando no proprio hostal e isso ficava muito mais em conta mesmo !! Perguntamos no proprio Hostal onde podiamos comer por um preço mais em conta e nos indicaram um de uma senhora (bem simples), que ficava em uma travessa, proxima ao final da Caracoles. Acho que o lugar chamava-se Nana. No Peru, geralmente quanto mais perto das Plaza de Armas, mais caro ficam as coisas !!
  15. Ola Carol, Acredito que ir de onibus é muito mais rápido do que ir de trem. As vezes não há trens todas os dias. Eu fiz todos os trechos de onibus, com excessão para ir para Aguas Callientes (Não há outra opção) e o trecho de Uyuni para Oruro. Neste ultimo, não há trens todos os dias. Vc pode visitar o site www.fca.com.bo que irá encontrar informações atualizadas sobre preços e disponibilidade de horarios e rotas. Quanto aos preços dos mesmos, eles estão no meu relato. Dá uma pesquisada que vc consegue encontrar !!! Abraços
  16. Ola Carol Eu fiz os trecho que você comentou de onibus, Trem eu peguei de Ollanta para Aguas Calientes para ir a Machu Picchu. Este trecho, tanto saindo de Ollanta quanto de Cusco só pode ser feito de trem. Se sair por Ollanta vc pode economizar um dinheirinho, pois vc pode pegar o ultimo trem do dia que sai lá pelas 19:00h de Ollanta e voltar no primeiro trem que sai de Aguas Callientes dois dias apos a sua chegada. Dai vc teria 1 dia inteiro para visita Machu Picchu. Outro trecho que eu fiz de trem, mas não está no seu roteiro, foi de Uyuni até Oruro. Eu fiz o trecho de SP/La Paz/SP de avião, então não tenho como te ajudar. Há outros relatos neste forum de pessoas que foram para La Paz de onibus e trem... Na Bolivia há informações sobre trens em www.fca.com.bo (para viagens dentro da Bolivia) Em meu relato há alguns sites de cias de onibus. As informações dos sites estavam bem atualizadas. Abraços Espero ter ajudado. Se precisar de mais informações, é só falar !!
  17. S.P Atacama - Salar de Uyuni - Oruro - La paz Bom, finalmente chego na ultima parte da minha viagem e talvez a mais agitada ! Desertos, companheiros de viagem de várias nacionalidades, fronteira fechada, furto em Oruro, embaixada do Brasil... nossa... mas isso tudo valeu muito a pena ! Tivemos que ficar um dia a mais em Atacama em função da fronteira com a Bolivia esta fechada. havia nevado muito nas redondezas e nem conseguimos fazer o passeio aos Geysers del Tatio. Entretanto, os Geysers que visitamos neste tour de 3 dias, conseguiu superar tudo de mais belo que havia visto na minha vida. È incrivel ver os Geyser. Parece que vc está vendo a "sala de máquinas" do planeta !! Ver a terra borbulhando naquelas crateras com o vapor saindo delas... Incrivel ! Bom, neste trecho, chegamos a uma altitude máxima de 4950m acima do nivel do mar. Fomos pela Colque (mas aí é a preferencia e risco de cada um) em um total de 10 pessoas. Havia um casal de ingleses muito simpáticos (Malcon e Pat), aposentados e estavam mochilando pelo mundo inteiro. O Malcon sofreu muito neste trecho pois ficou com muita dor de cabeça em função da altitude. A Pat não teve nenhum problema. Eram um casal simpático e ficar ouvindo as historias deles ao redor do mundo foi muito prazeroso. Havia também um australiano, o Drew, que também estava fazendo um tour pelo continente americano. Ele trabalhava como programador, ajuntava um dinheiro por um ano e depois saia para viajar. Tinha um frances, com cara de terrorista.. hahaha, de uns 20 e poucos anos, que morava em um caminhão na França. Muito gente boa !! engraçado de tudo é ele, naquele frangles dele (ingles misturado com frances) explicando para nós como ele conseguia tomar banho com apenas um copo de água. Havia Austiacos e também mineiros !! hehehe nossos colegas Marcelo e Pedro de BH! Também tinha outros dois franceses muito doidos. Um era músico e outro trabalhava na organização de eventos como o rally Paris-Dakar (agora mudou de nome), aquela corrida de barcos oceanicos...ele também viajava o mundo inteiro... Enfim, além das paisagens, aventuras, o que fica também gravo são as pessoas que você convive ! as historias que elas contam !! No meio do altiplano, pedimos para o motorista parar para tirarmos umas fotos de umas pedras. Ao nos aproximarmos destas pedras, começou a aparecer um monte de coelhos para nos recepcionar. O nosso motorista falou que o nome deles eram biscatcha. O legal é que também apareceu um ratinho junto com o coelho e ficava correndo de um lado pro outro. Me lembrou muito aquele desenho animado do Ligeirinho !! hehehe Os retiros eram meio rusticos mas nem ligamos pra isso. No primeiro, não há agua corrente. Ambos são quartos coletivos e vendem algumas guloseimas. Recomendo que troque dinheiro (tenha sempre Bolivianos) ainda no Chile, pois irá precisar para comprar estas Guloseimas, taxas de entrada nos parques e comprar algumas lembranças em Oruro. No meio dos altiplanos tem algumas fontes termais. Dá pra tomar banho, porém venta muito e este vendo é gelado demais. Mas o Frances (aquele que trabalha na empresa que organiza os rallys) entrou ! mas entrou peladão !! muito engraçado ! Em La Paz, há um restaurante perto do hostel que ficamos, em que há muitas fotos de turistas na paredes. Há diversas delas tiradas com todo mundo pelado, em pleno Salar de Uyuni !! Parece que é uma tradição. Visitamos a Isla del Pescado, Salar, entre outras atrações. Uma coisa muito curiosa, apontada pelo nosso motorista é que nas montanhas que rodeiam o Salar, principalmente naquelas que ficam proxima ao segundo retiro, vc pode observar a marca do nível da agua há milhares de anos atras. Sabe quando dá enchente e depois que a agua desce as paredes ficam todas marcadas com o nivel da agua... lá parece que é o mesmo !!! Bom, este trecho da viagem foi meio rustico, mas valeu muito pela experiencia, paisagens, historias compartilhadas, companheirismo, etc... Ao chegar em Oruro, fomos logo ver a passagem de trem. Os mineiros foram de onibus. Há um site com informações bem atualizadas www.fca.com.bo. Não há trens todos os dias. Achei que a relação custo beneficio vale muito a pena ! Sem contar que na chegada a Oruro, o trem passa no meio de um lago, com muitos flamingos !! O Furto: Bom, na estação de Oruro, peguei um taxi e fui para o terminal de onibus. Pagamos uns 3 Bolivianos para entrar na estação. Compramos o bilhete para La Paz. Há diversas companhias que fazem este trecho de hora em hora. Colocamos a mochila no bagageiro de baixo do onibus e fomos com duas mochilas de mão para dentro do onibus. Coloquei estas mochilas no bagageiro superior, bem em cima da minha cabeça. Tentei abrir a janela e não consegui. Eis que vem um boliviano no banco do frente, vira para mim e começa a tentar abrir a janela. Ele fica fazendo movimentos na fechadura da janela para prender nossa atenção por uns 20 segundos. Abre a janela e desce do onibus. Percebi que outro boliviano também desceu do onibus, falando para nós que o cara era louco... cinco segundos depois, levantei e procurei pelas malas. Olho no bagageiro e nada delas !!! Corri para fora do onibus em desespero e os caras já tinham sumido. Dei bobeira pois havia deixado meu passaporte e passagem do avião na mochila. Ainda bem que o dinheiro estava comigo...A policia foi bem solicita, foi conversar com a empresa, nos devolveram o dinheiro da passagem do onibus e nos encaminharam para a delegacia...fizemos o BO, voltamos para a rodoviaria e pegamos o onibus para La Paz. Não me conformava de ser furtado em pleno onibus. Aqui vai um conselho (além de carregar o passaporte, dinheiro, etc colados ao seu corpo), como tem um entra e sai de gente muito grande dentro do onibus e nenhum controle, deixem suas mochilas no colo ou perto do seu pé...pelo menos vc sempre terá um contato fisico e/ou visual com ela. Chegando em La Paz, começa o martirio. O pessoal da rodoviaria de La Paz foi muito atencioso também e nos indicou a localização da Embaixada do Brasil. Fomos para lá em estado deplorável. Viajamos a madrugada inteira, nem tinhamos almoçado ainda, e já eram umas 15:00h. Chegamos na embaixada para tratar do passaporte e fomos informados na recepção da embaizada que o expediente já tinha acabado e se quisessemos, poderiamos esperar por algum responsavel pela embaixada...só que do lado de fora... fiquei indignado. Nem podia entrar na Embaixada do meu pais para pedir ajuda. Esperamos uns 30 minutos e nada... para minha sorte, passou um senhor brasileiro, que era da Aeronautica e pedimos ajuda a ele. Ele foi conversar com a recepcionista e aí é que nos deixaram entrar. Depois disso fomos bem tratados. Um senhor boliviano, acho que o nome dele era Hiran, nos deu toda a assistencia necessária, ligando para a Varig (que é um outro caso a parte), Postos de vacinação, pois também levaram nossa caderneta de vacinação, etc. Ele compensou um pouco nossa avaliação inicial, mas ficar do lado de fora da embaixada esperando pelo responsável, para quem tinha viajado a madrugada inteira, perdido o passaporte, sem almoçar, sem ir pro banheiro, etc... é demais ! Como não queriamos arrumar mais problemas, apenas voltar seguros para o Brasil... fizemos o que foi possivel. Com relação a Varig, apesar do atendimento ter sido cortes no aeroporto (eles providenciaram uma pessoa da imigração boliviana para nos arrumar o papel de entrada no país, com data retroativa, para não termos problemas na hora de embarcar), achei um absurdo a taxa que nos cobraram para emitir a segunda via da passagem. Meu nome e da minha namorada estavam confirmados no voo, tudo certo, só não tinhamos as benditas passagens impressas... Nos cobraram para reemitir duas passagens a bagatela de USD 116,00 !!! Isso é que é um roubo !! hehehe lucraram mais que os caras que nos furtaram... Mas enfim apesar deste contratempo, valeu muito a pena !! E assim caminha a vida ! Muitas experiencias e historias para viver e contar aos netinhos em um futuro que espero que demore muito para chegar !! Abraços mochileiros a todos e se precisarem de alguma informação, estou a disposição !
  18. Ola Schwertner Grato pelo elogio. Quanto ao destino, pensei em ir para outros, porém a diversidade é muito grande seja dentro ou fora do Brasil! Qualquer viagem é sempre uma viagem !
  19. Oi Patty Pelo que ouvi de lá, as eleições são mesmo em dezembro. Tente fazer um plano "B" ! Qualquer coisa que eu puder leh ajudar, é só falar que estarei acessando o tópico de forma regular. Ainda tenho que postar o ultimo e mais bonito trecho da viagem, que é a travessia do deserto (SP Atacama até Oruro). Abraços
  20. Complementando...se vc quiser ver algumas fotos que eu tirei na viagem, acesse o seguinte link: http://www.imagestation.com/album/pictures.html?id=2119672264&code=18577533&mode=invite&DCMP=isc-email-AlbumInvite
  21. Oi Patty Tem um outro relato, de um mochileiro que também foi no mês de setembro via terrestre. Pelo relato dele, acho que ele gastou bem menos do que eu. Parece que ele foi com a namorada dele. Eu gastei um pouco a mais pois até que consegui ficar em lugares relativamente bons, comer em restaurantes razoaveis e fazer todos os passeios que queria. Mas sempre fazer um orçamento detalhado é muito bom !! Com relação a altitude e e minha namorada não sentimos nada ! Fomos de avião direto pra La Paz. Sentimos apenas um cansaço quando subiamos escadas ou ladeiras. Apenas por precaução, tomamos um soroche pill em La Paz. Isso depende de cada organismo !! Não tem jeito !! Na excursão de 3 dias que fizemos ao Salar (saindo de SP Atacama), das 12 pessoas do grupo, apenas um unico senhor sentiu os efeitos do aumento da altitude. Ele ficou com muita dor de cabeça o tempo inteiro e não conseguia comer direito, pois ficava enjoado e vomitava. Confesso que fiquei preocupado antes da viagem pois minha namorada tem uma rinite muito intensa e vira e mexe fica com o congestão nasal e um pouco de sinusite em Sao Paulo. Mas ela foi a um otorrino dois mês antes e ele receitou um remedio pra tratar da rinite. Nâo aconteceu nada com ela durante a viagem... Pelo contrario, como o ar é muito seco, meu nariz é que precisou do remédio dela, pois de tanto soar o nariz, acabei machucando-o por dentro.. hehehe Não fiz seguro saude. Vale lembrar que eu fui em época de inicio de baixa estação. Se vc for em época de alta estação, com certeza os preços vão estar mais caros. Em San Pedro, eu consegui achar uma pousada muito boa e barata. Na época de alta estação, o gerente da pousada disse que o preço dobra !!! Uma recomendação que eu faço é que programe os passeios que vc quer fazer, assim como o tempo de uma cidade a outra (verificando os horarios do onibus) !! 20 dias para o meu roteiro, indo via terrestre para La Paz, é pouco tempo!!! Daí vc vai ficar muito cansada e não terá tempo de ver muitas atrações que as cidades oferecem. Lembre que em cada cidade vc terá que negociar os pacotes de passeio, se localizar na cidade, comprar as passagens de onibus, etc..isso leva um tempo razoavel, ok! Qualquer duvida, conte comigo !
  22. Ola Patty Desculpa pela demora em responder...estava meio afastado... Isso tudo depende de onde vc for comer, de onde for dormir, das atrações que vc quer fazer...e principalmente da época que vc for... Eu fiquei sempre em quartos com banheiros privados, agua quente. No inicio da viagem, economizei bastante, mas ao longo dela eu comecei a gastar um pouco. Nos USD 1700,00 que eu gastei estão inclusos USD116,00 que eu tive que pagar a Varig para reemitir 2 bilhetes em La Paz, pois eu fui furtado em Oruro, ãlém de USD 50,00 para 2 taxas de embarque no aeroporto de La Paz, que vc deve pagar na hora. (eu pensava que este valor já estava incluso quando paguei a taxa de embarque na Varig em Sâo Paulo, mas não estava incluso. Tive que ficar mais um dia em SP Atacama, cidade muito cara !! pois a fronteira com a Bolivia estava fechada por causa da neve. Isso me custou uns USD 60,00 a mais. Qual seria o seu roteiro?
  23. San Pedro de Atacama: Para chegar até San Pedro, tivemos que pegar um ônibus até Calama e de lá um ônibus até S.P. Atacama, pois o ônibus direto já estava cheio. Fomos pela Turbus, viajando de madruga. Saímos de Arica as 22:35 e chegamos em S.P Atacama as 12:00h. O trecho de San Pedro até Calama custou 9000,00 Pesos por pessoa e o de Calama - San Pedro 1300,00 Pesos por pessoa. Em San Pedro conseguimos uma pousada boa e bem barata, com banheiro privado. Ficamos no Residencial Hara. Pagamos 13000 pesos pela diária. Em um dos passeios que fizemos, encontramos um casal britânico (Malcon e Pat) que estavam pagando 25000 pesos em um outro hostal... Residencial Hara: Calle Carrera Pinto, 480 - Próximo ao terminal de ônibus e perto do inicio da calle Caracoles. Tel: (56 - 55) 85 12 98. Em Atacama fizemos os diversos passeios como Valle de la Luna, Valle de la Muerte, Salar de Atacama, entre outros. Fizemos os passeios com a empresa Atacama Connection. Os serviços são bons e estavam mais baratos que a Cosmos Andino. Atacama Connection: Caracoles esquina Toconao Tel: (56 - 55) 851421 email: [email protected] [email protected] web: www.atacamaconnection.com ou www.atacamaconnection.cl Não conseguimos visitar os Geysers del Tatio, pois a estrada até lá estava bloqueada pela neve. Tivemos que ficar um dia a mais, pois os Carabineiros (policia do Chile) haviam fechado a imigração em função da neve na estrada. Olha que tinha um ônibus de argentino que estava " preso" na fronteira há pelo menos uns 15 dias. Estávamos desesperados, querendo sair de qualquer jeito de lá... Em San Pedro as coisas são muito caro e as casas de cambio não te oferecem uma boa taxa. Aconselho a trocar o seu dinheiro em Arica. Fizemos de tudo para economizar na refeição. Encontramos com mais dois Brasileiros (Pedro e Marcelo - de BH) que estavam em uma pousada equipada com cozinha). Uma refeição em SP custa em média 4000,00 a 5000,00 pesos por pessoa.. Encontramos uma senhora que tem um restaurante bem simples e pagamos 5000,00 pesos para 2 pessoas. A comida era bem simples e bem caseira. Ela fica na Calle Diogo Atienza e se não me engano o nome do restaurante dela é Nana. O passeio que mais gostei foi na Caverna de Sal, que faz parte do passeio ao Valle De La muerte/Luna) e assistir o por do Sol no Salar de Atacama. Na verdade, o por do Sol é bonito, mas fica ainda mais bonito em ver a Lua surgindo atrás do Licancabur. Tivemos uma grande sorte, pois era noite de Lua Cheia !! E que Lua !! Fiz também o passeio astronômico. Paguei 10000,00 Pesos por pessoa. Uma Van nos levou para um lugar que fica uns 5km de San Pedro, onde mora um Astrônomo Francês. Tivemos uma aulinha de astronomia e pudemos contemplar a Lua Cheia !! Tirei uma foto pelo telescópio da Lua Cheia !! Só por esta foto, já valeu o passeio. Consegui ver também uyma estrela cadente !! Vale muito a pena este passeio, mas o lugar é muito frio !! e que frio !! acho que fazia uns -5C... Havia fechado o passeio até o Salar de Uyuni com a Cordillera, A fronteira estava fechada e todas as agencias estavam realizando um passeio alternativo até Uyuni, porém sem passar pelas Lagunas, em função da neve. A Cordillera, através do vendedor Peter (um Sérvio) disse que eles conseguiriam passar pela fronteira, que não teríamos problemas. Pois bem, no dia combinado para o passeio, cadê o Sr. Peter... apareceu um bolíviano e começou... Senhores, a primeira coisa que eu peço é que vcs sejam pacientes... ai já viu... discutimos com ele sobre a irresponsabilidade do Peter. Após uma manhã inteira dis****ido com o cara, pegamos o dinheiro de volta. No dia seguinte, a fronteira se abriu e fomos pela Colque tour. Os carros são bem conservados e não tivemos nenhum problema. Pagamos USD65,00 por pessoa. Há que se pagar mais uns 3 dolares, se não me engano, para entrar no parque das lagunas e na Isla del Pescado. Mas são 3 dolares muito bem pagos !!! Recomendo comprar Bolivianos em San Pedro ou levar algumas notas trocadas de dólar. No passeio de 3 dias há algumas vendinhas para comprar bolachas, bebidas, etc. Uma coisa interessante, e também triste foi contado pelo nosso motorista do passeio de 3 dais. Ele disse que um dos resquícios da guerra entre a Bolívia e o Chile aparece na forma da venda do gás natural. A Bolívia não vende o gás diretamente para o Chile. Ela vende para a Argentina e esta revende para o Chile. Parece que os carros Chilenos sempre tem problemas de atravessar a fronteira com a Bolívia. Bom, não vou entrar no mérito nem apoiar nenhum dos lados. Isso é apenas um fato. Continua...
  24. Arequipa (13/09 a 15/09) A passagem de ônibus de Cusco para Arequipa saiu por 85,00 Soles por pessoa, pela Cruz del Sur. O ônibus é muito confortável e o serviço é muito bom ! Você viaja de madrugada e de manhã já está em Arequipa. Há que pagar 1,00 Sol de taxa de embarque na rodoviária de Cusco. O táxi do Hostal até a rodoviária de Cusco custou 3,00 Soles. Fiquei somente 2 dias nesta cidades. Como a cidade estava sediando um encontro de mineradores, tivemos um certa dificuldade de encontrar vaga nos hostels que havíamos planejado. Ficamos no Hostel El Condor, que se localiza a umas 3 quadras da Plaza de Armas. Pagamos 45,00 Soles pela diária de um quarto de casal, com banheiro privado. O quarto estava bom, porém tivemos problema com uma certa escassez de água quente. Hostal El Condor Calle San Juan de Dios, 525 Tel: 054-206166 Email: [email protected] Não fiz nenhum passeio especial nesta cidade, apesar de haver escalada no vulcão Misti de 2 dias. Deve ser muito legal. Visitei o mirante da cidade, o Monastério de Santa Catalina (não gostei tanto assim) e o Museo Santuarios Andinos, onde está a múmia Juanita. Achei esta visita ao museo muito interessante !! Vale a pena conferir toda a historia da Juanita. Conhecer todo o ritual de sacrificio desta garota de uns 12 anos e a sorte que os arqueólogos tiveram para encontrá-la, vale muito a pena !!!! Entrada no Monastério: 25,00 Soles por pessoa Entrada no Museo Santuários Andinos: 15,00 Soles por pessoa. www.ucam.edu.pe/santury tel: 200345 Calle La Merced, 110 Nestes dois lugares, o preço do guia não esta incluso. É o visitante quem estipula o preço do guia. Um negocio que me deixou muito puto foi a atendente do Museo Santuários Andinos. Compramos o boleto de entrada e pedimos um guia em espanhol (apesar de também falarmos inglês). A atendente pediu para esperarmos 20 minutos, pois o próximo grupo era com guia em Inglês. A visita consiste em assistir um filme da National Geographic e uma visita a dependências do museo onde estão guardados diversos objetos antigos e a múmia. Passados 20 minutos, percebi que a atendente estava colocando um outro grupo na minha frente, com guia em Inglês. Fiquei muito puto com ela e fui reclamar, dizendo que não era justo, que ela estava desrespeitando a mim e a minha namorada. Ela quis ignorar, mas comecei a aumentar o tom de voz. Foi aí que ela se tocou que as coisas poderiam engrossar (isso para mim era puro preconceito dela...aquele negocio de tratar bem quem fala inglês).. Então ela teve que explicar ao grupo de Americanos e Ingleses que eles não iriam ver o filme, pois era uma situação excepcional... Bom, problema resolvido, adoramos a visita !!! Pegamos um táxi e fizemos um mini city-tour. Visitamos os dois mirantes da cidade e pagamos 13,50 soles. Não visitei o Cânon del Coca, pois não teria tempo e ficaríamos muito cansados. Esta visita dura 2 dias. Vc sai no primeiro dia de manhãzinha e volta ao final da tarde do dia seguinte. Compramos a passagem para Tacna e fomos pela Cruz del Sur. Pagamos 30 Soles por pessoa, mais 1,50 Soles por pessoa pela taxa de embarque. Viagem tranqüila. Chegamos a Tacna e de lá, na própria rodoviária, contratamos o serviço de um táxi coletivo para cruzar a fronteira e ir até Arica. Esta viagem dura aprox. 1 hora e é feito em um carro que comporta até 5 passageiros em um Landau. O motorista te dá todas as instruções e te ajuda com a documentação. Pagamos 13 Soles por pessoa para cruzar a fronteira. Em Arica, deixamos as malas no guardador da Rodoviária e pagamos 1300,00 Pesos Chilenos. Não tivemos nenhum problema na imigração. Quando dissemos que éramos Brasileiros, a mulher da aduanos já começou a falar sobre carnaval, que o sonho dela era ir pro Rio de Janeiro, etc... Fizemos o cambio na rodoviária de Tacna... Em Arica a gente já sente como as coisas no Chile são bem mais caras.
  25. Ola nhioka2 Foi 1700,00/casal. Neste fim de semama pretendo finalizar. Estou separando todos os cartões, tickets de pagamento, etc. Aguarde mais um pouquinho ! Abraços
×
×
  • Criar Novo...