Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Marina Mello

Membros
  • Total de itens

    11
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre Marina Mello

  • Data de Nascimento 07-12-1988

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    Buenos Aires, Barilhoche (Argentina), San José, Arenal, Tamarindo, Samara, Manuel Antonio (Costa Rica), Uyuni, La Paz (Bolívia), São Paulo, Rio de Janeiro, Florianópolis, Salvador (Brasil)
  • Próximo Destino
    Cuba
  • Ocupação
    Analista de Compras
  1. Juliana, tudo bem? o nome da agência era Sumaj Jallpa (ou algo parecido). Bjss
  2. Marina Mello

    15 dias pela Costa Rica - [fotos]

    Ola Samantha, que bom que gostou =) entao, eu comprei tudo lá, é bem tranquilo pra hostel, passeio e onibus!...o único hostel que é bem disputado é o backpackers arenal, sempre estava cheio! como ele é muito bom vale a pena reservar antes! para os ônibus é bom chegar um pouquinho antes, mas também consegui comprar na hora todos que peguei! espero ter ajudado, beijos!
  3. Marina Mello

    15 dias pela Costa Rica - [fotos]

    Oi Rafa!! olha eu fiz a viagem em época de chuva e consegui aproveitar bem os passeios, não se preocupa! o site estava com uns problemas com as fotos, mas agora parece estar resolvido! se não conseguir ver ainda me avisa que eu te passo por e-mail! essa trilha na verdade passa no meio de uma floresta mas não tem grandes segredos...é bem tranquila..só é um pouco mais longo e a mata um pouco mais fechada em relação a trilha comum! acho que vale a pena pra conhecer um caminho diferente! se for ao parque Manuel Antonio, há trilhas alternativas também para chegar as praias! são lindas!
  4. Oi Lina!! obrigada! veja além da Amaszonas também a Tam boliviana (transporte aéreo militar) e a BOA (bolivian airlines)! Elas fazem La Paz - Uyuni. Beijos e boa sorte! =)
  5. boa!! vá que não irá se arrepender
  6. Marina Mello

    15 dias pela Costa Rica - [fotos]

    Oi Fernanda, obrigada!! Eu gastei em torno de R$ 1,500, sem as passagens aéreas! Levei dólares e eles são aceitos em praticamente todos os lugares! troquei em agencia na rua mesmo alguns dólares por moeda local pra pagar taxi e alguma lojinha, mas mesmo esses aceitam dólares na maioria das vezes!! boa sorte com a sua viagem e não deixe de visitar esses dois lugares que são incríveis! bjsss
  7. Pura Vida Amigos!! Sim, essa é a frase que representa a Costa Rica! É Pura Vida pra lá, Pura Vida pra cá...no começo da viagem eu não consegui entender bem o significado..pura vida...qual o sentido??... mas depois de 15 dias pelo pequeno país na América Centra, fazia mais do que sentido! A frase representa uma atmosfera única daquele lugar! É tanta vida, tanta natureza... estando lá você vai entender!! Resolvi ir para Costa Rica quando vi uma reportagem na televisão em um parque de Tirolesas...até então o que eu sabia sobre o país era...NADA!!... Mas vi as imagens no programa e de alguma forma fiquei hipnotizada!... uma amiga comentou comigo que queria viajar e o primeiro lugar que me veio na cabeça foi : Costa Rica! Parecia misterioso o suficiente para nos animar! Deu a louca, compramos as passagens e lá fomos nós! Eram 15 dias para descobrir o que tinha esse país! Antes de ir eu li alguns relatos e um guia pra ter uma base do que encontrar...mas a verdade é consegui poucas informações...bem, foi o suficiente pra saber 3 lugares que eu teria que passar: San Jose, Arenal e Manuel Antonio, esse último que considero como o lugar mais lindo que visitei lá! Enfim, não fomos com um roteiro definido...estavamos com alguns lugares na cabeça mas deixamos para descobrir e pegar dicas lá! Voamos pela Taca com escala no Peru! Foram 8 horas e meia de voo até chegar San José Chegamos já a noite em San Jose, onde planejavamos passar os proximos 2 dias. Pegamos um táxi do aeroporto até o Hostel, que se chama Casa Yoses. Ele fica muito bem localizado na cidade e tem um bar muito animado! Recomendo! O próprio taxista já nos recomendou alguns lugares que não poderiamos deixar de ir próximos a San Jose: Parque das Cataratas de La Paz e Volcán Poas. Perguntamos como chegar lá e ele nos disse que a melhor forma era fechar um pacote com alguma agência pois os locais eram um pouco longe da cidade e não era fácil conseguir ônibus para lá.. principalmente ônibus que saísse de um dos pontos e chegasse ao outro... e um complicador é que o outro dia era domingo. Já era tarde e a maior parte das agências estava fechada. Conseguimos encontrar uma com a seguinte opção de Tour..a van nos pegaria as 5 a.m no Hostel e nos levaria primeiro a uma fazenda de café (umas das principais atividades da Costa Rica é o plantio café), depois ao Vulcão Poás e depois as Cataratas de La Paz. Enfim...fechamos o pacote e seguimos para o Hostel, chegamos já tarde. Estava tendo uma festa no bar, estava cheia! Um detalhe na Costa Rica (tirando o centro de San Jose) é que não há endereços..as ruas não tem nome a as casas não tem número...então pra chegar nos lugares você precisa dar pontos de referência..ahh ..é a 200m da Igreja...ou na esquina da rua do museu.. Acordamos e logo começamos nosso Tour: 1-Fazenda de café (entrada $10) Não gostei muito...pra mim era uma fazenda normal... mas o café da manhã estava bom! Fomos apresentadas ao famoso galo pinto! Uma mistura de arroz, feijão e alguns temperos. O prato é a base do café da manhã do país! além disso comemos tortillas e frutas. 2-Volcán Poás (Entrada $10). Fica a cerca de 2 horas da cidade. Saimos da Van e subimos uma trilha a pé bem fácil que chegava até o vulcão. Você chega direto na cratera, que pode ser observada de cima. É um lugar muito bonito! Logo ao lado há uma lagoa também muito linda. Na volta há a opção de pegar uma trilha um pouco mais longa. Vale a pena conhecer! 3- Parque Cataratas de La Paz (Entrada $ 35) Neste momento começou a chover! Estivemos em Julho na Costa Rica, época das chuvas! Choveu praticamente todos os dias que estive lá, mas a chuva atrapalha pouco os passeios! O Parque das Cataratas é lindo! É um parque misturado com zoológico! Passamos por uma área cheia de passáros, onde você pode interagir com os tucanos. Passamos por um borboletário muito lindo, as borboletas ficam soltas e você anda por entre elas..são muitas! Logo depois há uma área com colibris, que também ficam soltos...área com sapos...essa tem que tomar cuidado pois alguns são venenosos...enfim..tem tigre, cobras, araras...vários animais! Logo após você desce uma trilha e termina em duas cachoeiras! Uma menor e outra maior, que é a Catarata de La Paz! Você não pode se banhar na cachoeira mas a paisagem é genial! Voltamos para San Jose (já era noite) acabadas de andar o dia todo! A programação do próximo dia era conhecer a cidade em si. E assim foi..visitamos o centro, onde há a Igreja Central e alguns museus, entre eles o museu do ouro colombino, o qual visitamos. Como já era de se esperar começou a chover um pouco antes do almoço...voltamos para o Hostel para esperar a chuva passar e voltar ao passeio pela cidade...mas choveu forte o dia inteiro e assim foi...ficamos por la mesmo. No outro dia fomos até a Rodoviária pegar um ônibus para o próximo destino: Arenal! Arenal A região de Arenal tem uma atração principal: o Vulcão Arenal! Ele está ativo e entrou em erupção pela última vez em 1968. Hoje ele continua emitindo vapor e gases e algumas vezes ainda é possível observar um pouco de lava. Foi a primeira vez que vi um vulcão assim, desses em formato de vulcão mesmo. Até então tinha visto o poás, mas ele foi visto de cima, então era diferente. Em Arenal fiquei em um Hostel muito bom, tinha até pisina e se chama Backpackers Arenal..recomendo! Fiquei no total 2 dias e meio em Arenal. Os passeios que fiz foram os seguintes: 1 - Trilha no Vulcão Arenal: Há uma trilha ao redor do Vulcão, onde se caminha por um trecho por onde passaram as lavas em 1968 -a partir de certo ponto não é mais permitido passar, pois fica perigoso uma vez que o vulcão ainda está ativo. Quando se chega no ponto mais alto é possível observar além do Vulcão um lago artificial muito bonito, com uma paisagem deslumbrante! 2 - Parque de águas termais: São piscinas artificiais com águas termais naturais. Muito bonito. É um parque bem turístico com muitas piscinas. Recomendo! 3- Parque de tirolesas: Sky Tram (bondinho que leva até o topo das plataformas de tirolesas) e Sky Trek ( a tirolesa em si). Parque de Tirolesas, que conta com 8 opções de diferentes tamanhos, o que garante diferentes sensações uma vez que a velocidade também varia! Muito emocionante por você sobrevoa florestas fechadas....se vai a Costa Rica é praticamente obrigatório a visita a um parque de Tirolesas! Conselho: os melhores parques estão em Monteverde (não cheguei a conhecer mas é o que todos falaram no Hostel) Pra você chegar nesses lugares o jeito mais fácil é contratar uma van, nos hostels eles já vendem os pacotes. tudo na Costa Rica é muito turístico e portanto muito caro – paguei cerca de $ 70 no primeiro dia e incluia transporte + Trilha no Vulcão com guia + Parque de Águas Termais + jantar no Parque. Já para o parque de Tirolesas você paga cerca de $50 com transporte.... Sim..tudo é caro! A CR é um país movido pelo turismo e recebe principalmente americanos e europeus.. Praticamente você ouve mais ingles que espanhol e vai ver pelas ruas muito mais turistas do que ticos (moradores locais).. De Arenal queriamos ir para o litoral. Como não teriamos tempo de conhecer o lado do Pacífico e do Caribe, tivemos que optar por um. Cada qual tem suas vantagens, mas o lado do Pacífico tem um lugar em específico que eu não poderia deixar de passar: Manuel Antonio...como essa praia fica mais ao sul, começamos do norte para ir descendo.... enquanto pesquisavamos as melhores praias nos guias lemos sobre Tamarindo, conhecida localmente como “Tamagringo” devido a tamanha quantidade de gringos na região. Se há tanta procura a praia deve ser boa...pensei eu. Mesmo sendo aconselhada por Ticos em San José que esse poderia não ser o melhor destino lá fui eu.. É muito difícil andar de onibus pela Costa Rica, isso porque praticamente não há onibus conectando os lugares. Há onibus que saem de San Jose para o país todo... San Jose - Arenal, San Jose - Tamarindo, San Jose – Manuel Antonio, etc....mas se você estiver em um lugar que não é San José e pretende ir pra outro luar que não é San José, entao prepare-se...você terá problemas... ou você necessariamente volta pra San José ou você paga mais caro por um transporte privado.. E foi isso que eu tive que fazer pra chegar em Tamarindo de Arenal..paguei uma van...não me lembro mais o preço mas foi caro...cerca de $50... A essa altura da viagem eu já estava preocupada com o meu dinheiro!! Mas la fui eu..essa etapa da viagem também foi um pouco tensa..porque um dia antes, ainda em arenal, eu fui pular na piscina a noite e ela era bem mais rasa do que eu imaginava....nessa brincadeira eu bati meu dedo do pé no fundo e machuquei...ele estava doendo muito. Quando eu cheguei no Brasil eu descobri que tinha quebrado. Mas durante a viagem fiquei achando que foi só uma batida mais forte. Fotos de Arenal “Tamagringo” Quando cheguei em Tamagringo eu não estava acreditando que chegou...estavamos na estrada...floresta de um lado...floresta do outro e de repente o carro parou e o motorista disse...pode descer é aqui!! Fiquei até com medo...mas era lá mesmo porque avistei no meio do mato uma casa com o nome do único hostel na região (o outro estava em reforma)..chamava beach house...anotem para não ficarem lá! Andando um pouco pra frente, na beira da estrada estavam outros hotéis e algum comércio...mas só..nada além daquilo... Entrei no hostel e tenho que admitir que foi o pior que já fiquei (foi também o mais engraçado)..sujo..fedido...meu quarto era cinza, pequeno, não tinha janela, a mesa era uma máquina de costura velha e tinha uns quadros renascentistas assustadores na parede.... no quintal havia umas galinhas, a louça era mal lavada...quebrou o cano do banheiro, entrou água no meu quarto...tive que tomar banho no outro banheiro e o ralo estava entupido.. a porta do quarto não fechava. ahaha cheguei, deixei minhas coisas e fui pra praia pra não ficar mais ali....o hostel ficava na frente da praia..mas era um lugar nada agradável...entre o hostel e a praia tinha um rio (que dizem os locais haver jacarés), vários troncos e cascalhos...então fui andar para a outra ponta da praia...pra falar a verdade não melhorou muito..não achei muito bonita..as pessoas gostam de lá porque é um bom point para Surf...mas como eu não surfo... também gostam as pessoas que podem pagar bons hotéis...que ficam em frente ao mar! Enfim...não gostei de la...voltei mais a noite para o hostel e fui ao mercado comprar algo pra comer...o problema é que o mercado assim como o resto das coisas ficam na beira da estrada, onde na maior parte do caminho não há calçada.. havia chovido (chove todo dia no país em julho) e a estrada estava cheia de lama...final da novela..tivemos que andar no cantinho correndo um grande risco de sermos atropeladas e quando estávamos já no meio do nada minha amiga caiu porque havia lodo e não conseguia mais levantar...tenho que admitir que foi engraçado e eu fiquei uns 5 minutos rindo...enfim...voltamos e declinamos o plano do mercado... compramos um cup noodles na vendinha la perto pra não ter que cozinhar no hostel.. Chegando la ficamos na sala já que nosso quarto era muito triste..estavamos no sofá quando entrou um caranguejo gigante vermelho na sala! O atendente do hostel foi e jogou o visitante para fora da sala...repito...pra fora da sala e não do Hostel...ou seja...ele ainda estava la dentro, no corredor... corri com minha amiga para o quarto e encostamos a porta (que não fechava) com medo do caranguejo entrar...resolvemos dormir e ir embora de tamagringo assim que o sol raiasse...dormimos de luz acesa..vai que entra o caranguejo... No outro dia cedo, as 6h, pegamos nossa mochila e fomos para o ponto de ônibus...destino: qualquer lugar longe dali!! Só passava um ônibus la...então foi esse mesmo...fomos até alguma cidadezinha por ali e voltamos para San Jose, pois é o único lugar de onde saem ônibus para outras praias....escolhemos uma que os locais nos aconselharam e se chama Samara. Foto de Tamagringo Samara Chegamos lá, também é muito pequena mas bem mais acolhedora! Alguns hotéis, alguns restaurantes, algumas lojas...não achamos nenhum hostel então ficamos em um hotel que era o máximo! Chama Ticos Adventure Lodge...o hotel é todo de madeira e tem várias árvores dentro, como se você estivesse em uma floresta!! Recomendo! O dia que chegamos choveu sem parar torrencialmente! Ainda bem que nosso hotel era o máximo, pois tivemos que ficar la o dia todo...até a noite só saimos pra jantar...choveu, choveu e choveu.. No outro dia estava sol!! Fomos até a praia e nos disseram que a caminhada até a ponta valia muito a pena...parecia perto...mas não era rsrsrs andei 2 horas com o dedo recém quebrado..mas valeu a pena! A praia é realmente muito bonita! Após a caminhada você passa por umas pedras e chega em uma praia menor com várias árvores de raizes grande onde vivem caranguejos! Fora a praia, Samara não tem muitas atividades...tem uns passeios a cavalo e se quiser pode fazer alguns passeios de barco para ver golfinhos, mergulhar etc....mas como eu já estava praticamente sem dinheiro fiquei por la tomando sol e chuva! Esse dia saimos as 22h do Hotel para jantar e tivemos uma surpresa.. estava tudo fechado!! Não havia um restaurante aberto!! Muito menos um mercado..andamos, andamos e descobrimos um restaurante meio bar que aceitou fazer um macarrão pra gente..enquanto esperávamos entrou um morcego que ficou sobrevoando nossa mesa... Finalmente chegou o macarrão! A comida na Costa Rica é muito parecida com a nossa...arroz, feijao, massas, frango, salada...eles comem arroz e feijão até no café da manhã- o famoso galo pinto! Tudo com muito, mas muito COENTRO eheh Bom...depois de 2 dias em Samara, tempo mais do que suficiente, parti para o último destino..na minha opinião o melhor de todos..Manuel Antonio Fotos de Samara: Manuel Antonio Ahhh Manuel Antonio... Manuel Antonio é o máximo!! É simplemente lindo...há as praias abertas a todos e as que ficam dentro do parque nacional de Manuel Antonio (fechado)! Você paga uma taxa de entrada..cerca de $15 e passa por uma trilha até chegar em uma das 3 praias da reserva. Por esse caminho você vê vários animais e vários tipos de planta...principalmente preguiças e macacos...encontramos ainda guaxinins..eles roubam as coisas das pessoas na areia, cuidado!! Eheh As praias são bem isoladas e cercadas por florestas. De uma praia a outra você pode fazer uma trilha mais fechada e mais íngrime, muito bonita! Uma das praias tem a água azul, azul, sem ondas...a outra é maior com uma água bem verde...é tudo lindo! A terceira estava fechada quando eu fui.. Vejam as fotos...não dá pra explicar direito mas é magico. Ficamos em um hostel bem ao lado da entrada do parque, com uma bar bem legal..bem localizado -Backpackers Costa Linda- ! De la, tinhamos acesso á varios restaurantes e a orla da praia...passei 3 dias em Manuel Antonio, e como a dona do Hotel em Samara nos disse...é um lugar que você poderia ficar pra sempre! Há outras praias e cachoeiras para se visitar também! Saimos uma das noites para o centro, em uma casa de salsa com musica ao vivo. Enfim...Manuel Antonio é apaixonante! De lá, voltamos para San José, de onde sairia nosso voo de volta! Ficamos hospedadas na casa de um amigo que fizemos lá, que nos levou para conhecer um Pub muito legal! Há muitos mochileiros pela Costa Rica...da Europa e dos EUA..Brasileiros eu encontrei uns 4... pouquissimos! Isso porque a Costa Rica não é um destino muito conhecido por aqui! E também porque acaba sendo um pouco caro.. mas eu recomendo muitissimo, pois o país é lindo, há muitas atividades ligadas ao ecoturismo e você vai encontrar paisagens únicas! Além disso o país é muito acolhedor! Pura Vida!!
  8. Marina Mello

    relato ÁFRICA DO SUL e NAMÍBIA

    Oi Helio! Parabéns pelo relato, muito legal sua viagem!! eu estou querendo ir pra Africa do Sul e Namíbia em 2013, mas ouvi dizer que as coisas por lá são caras, como os passeios e transporte...o que vc achou? bjss
  9. Obrigada Mauro e Bárbara!! Willy, o mais caro de ir pra Bolivia saindo de SP são as passagens! Eu precisava ir direto pra La Paz e há poucas cias que fazem esse voo com preços que não são impossíveis..a mais em conta que achei foi a BOA (bolivian airlines)..mas ela não opera todos dias e tem poucos horários. Fui de gol até Sta Cruz e de lá peguei o voo com a BOA até La Paz, gastei R$700,00. Contando a passagem de Uyuni ($200) + o Tour com hospedagem e comida inclusos ($100) + Hospedagem (Hostel Wild Rover), Táxi e comida em La Paz na ida e volta eu gastei em média R$1,400. A Bolívia é super barata! se vc fizer uma viagem mais longa os custos de passagem se diluem e fica bem mais em conta!
  10. Oi Péricles!! tudo bem!! Pois é, eu tinha pesquisado sobre o Salar antes de ir e nunca tinha visto sobre muitos desses lugares! só fiquei sabendo quando cheguei lá mesmo e por conta dos protestos! há ainda outros pontos que eram opções mas não deu tempo de passar! tem outros lugares do salar com múmias (alem da trilha do Thunupas) que as pessoas não costumam passar mas parecem bem legais! Vale a pena conhecer!! Com certeza é um lugar pra se voltar! Se seus planos de volta derem certo depois nos conte como foi Abraços!!
  11. Vou relatar aqui minha aventura pela Bolívia! Passei 6 dias no país. Meu objetivo era curto e claro: conhecer o Salar de Uyuni! Li diversos relatos de pessoas que passaram por problemas com a agência, que o carro quebrou, que o guia era ruim, que a comida era pouca, o frio era extremo, os hotéis precários...fui bem preparada para passar por tudo isso mas eu tive muita sorte! Peguei uma ótima agência e aparentemente uma época muito boa para estar no Salar, em novembro, quando ele ainda está seco mas o frio não é tão forte! O único imprevisto que eu tive eu nunca teria imaginado!! Mas vamos começar do início... Fui com mais 4 amigos, 2 brasileiros, 1 portugues e 1 Indiano. O ponto de encontro foi La Paz e a primeira questão a ser resolvida foi..como chegar ao salar de lá. Encontramos 2 opções: ônibus ou avião. Após ler muitos relatos aqui no mochileiros de ônibus que quebrou, emperrou, capotou, atrasou, etc, decidimos que pelo curto espaço de tempo não daria pra arriscar...então compramos pelas Amaszonas a passagem de avião...1 hora de vôo, cerca de $200 ida e volta (facada)....quem tiver tempo é bem mais em conta ir de onibus! E ai começaram os perrengues! Você comprar a passagem não significa que você vai voar. Eles pedem que você ligue 1 dias antes do vôo para confirmar se ele vai acontecer, ou seja, não dá pra se programar contando com isso....obviamente só descobrimos isso na hora. O problema foi que mudaram um dos meus amigos de cia aérea, de vôo e de aeroporto (!!!) e avisaram na noite anterior (o vôo estava marcado para as 7h30) através de um e-mail no nome de um rapaz, sem nenhuma identificação da cia aérea...claramente meu amigo não viu o aviso e foi fazer check-in com a gente. A cia alegou que não podia fazer nada pois tinha avisado e como nao dava mais tempo para o meu amigo ir até o outro aeroporto, eles talvez o realocariam para o vôo do próximo dia... isso para gente significava perder um dia, o que mataria nosso planos de tour no salar! Precisavamos chegar em Uyuni e já sair pra o Tour para dar tempo de fazer tudo! Após muito reclamar e implorar para a Amaszonas, conseguiram colocar meu amigo no Vôo....próxima etapa do perrengue foi saber que horas sairia o avião, que já estava 1 hora atrasado... ficamos até as 10 horas sem receber nenhuma informação, se ia sair, que horas, quando... De repente simplesmente anunciaram o embarque e sim! La fomos nós...esse é o avião: Sim...eu fiquei com medo. Ele desce praticamente dentro do Salar....é tudo tao branco e a janela estava tão suja, que achei que o Salar era um monte de nuvens....só percebi que estavamos descendo quando o avião estava praticamente no chão. Uma vez no aeroporto, pegamos um onibus até Uyuni, onde deveriamos encontrar várias agências (disputando nosso passeio), fechar na hora e já sair para o Tour...surpresaaaaaaa!! parte inesperada do perrengue...chegando lá nos deparamos com 90% das agências fechadas e as 10% que estavam abertas nos informando que não sairiam tours naquele dia pois os moradores locais estavam fazendo um protesto e haviam fechado o acesso a alguns lugares mais ao sul do Salar, como as lagoas verde e colorada.. as agências estavam apoiando o protesto e nenhuma delas queria sair para o Tour ..e não sabiam quando voltariam a operar...podia demorar mais alguns dias.. Entrei em desespero...não podia ser verdade...tanto trabalho pra chegar ali e eu não ia ver o Salar? Após passar em varias agências e tentar de toda forma convencer os operadores a nos levarem sem sucesso, resolvemos ir almoçar e bolar um plano B...tentamos contatar motoristas não ligados a agências (que legalmente não poderiam nos levar ao salar) mas faltava gasolina na cidade.. pensamos em alugar um carro e ir por conta, o que também não é legal pois é necessário ter uma licença para dirigir no Salar (isso foi o que os locais nos falaram, não sei até onde é verdade). Estavamos já planejando mudar os planos totalmente e passar o resto da viagem em Potosi.... Nesse momento, levantei da mesa e fui dar uma última olhada fora do restaurante para ver se não restava uma última chance...meu amigo levantou e foi comigo...foi então que vimos a luz no fim do túnel...um conglomerado de pessoas em frente a uma agência! Corremos para lá e sim..eles estavam saindo para o Tour (motivos políticos envolvidos que não vem ao caso)...e só restava mais um carro! Corri para pegar o dinheiro com meus amigos e entreguei para a operadora . Não tinha nem como negociar preço...era o que eles queriam ou nada! Não achamos uma sexta pessoa para ir com a gente no carro, então tivemos que pagar pela “sexta” presença. O tour sai em média $ 100,00 por pessoa, contando 6. Finalmente conseguimos!! Anotem o nome da operadora Sumaj Jallpa (ou algo parecido), ela foi excelente!! Saimos após uma hora para nosso passeio de 3 dias. Tivemos que mudar bastante o roteiro pois as lagoas e alguns outros locais estacam inacessíveis por conta do protesto... o novo plano era: - Primeiro dia (começamos o Tour já era 14h30): hotel de sal (onde tem as bandeiras), uma volta no salar e finalmente base do vulcão Thunupa, onde estava nosso Hotel. - Segundo dia: Trilha no vulcão Thunupa, passeio no salar para tirar fotos, Isla del Pescado. De lá San Juan, onde ficava nosso Hotel. - Terceiro dia: Um local com vulcões e formações de pedra (não lembro o nome) , 4 lagoas: Cañapa, Hedionda, Chiarkota, Honda e por fim volta a Uyuni passando pelo cemitério de trens. Eu não sabia bem o que esperar, mas estava tão feliz que conseguimos sair para o Tour que nem liguei que ele não seria exatamente como haviamos planejado! E realmente não tive do que reclamar! Todos os lugares que passamos foram incríveis. Terei que voltar um dia para visitar o que ficou.. se pudesse escolher hoje faria com certeza um tour de 4 dias...todos esse lugares mais as lagoas ao sul! Nosso primeiro hotel ficava na base de um vulcão, bem na divisa do limite do salar. Fomos ver o por-do-sol no deserto e foi lindo! Lá a noite fazia bastante frio, mas nada extremo...havia uma criação de llamas bem ao lado do Hotel. Foi o céu estrelado mais belo que eu já vi! Nosso hotel era bem melhor do que eu estava esperando! As paredes eram de sal, era bem aconchegante. As camas eram boas e havia cobertor suficiente l! Tinha chuveiro com água quente (10 bolivianos para usar) e se quisessemos podiamos pagar para usar a tomada (2 bolivianos/hora). Outra surpresa foi o jantar...muita comida! De entrada uma sopa, depois arroz, frango assado com batata e muita salada de folhas e legumes! Excelente! Acordamos as 5h00 para ver o sol nascer! Um espetáculo! Partimos para a trilha em direção ao Vulcão. A trilha tinha uma paisagem maravilhosa... Passamos por uma caverna com múmias e chegamos a um mirante, de um lado o salar e do outro o vulcão, paisagem de tirar o folego!. A trilha tem em torno de 5 km de subida, não é pesada...o que cansa é a altitude ehehe Quem quisesse podia continuar a trilha que levava mais um bom tempo e chegava mais próximo ao Vulcão. Não tinhamos tempo então voltamos para a base e almoçamos no hotel...muita comida novamente! Arroz, atum e muita salada!! Após o almoço partimos para o meio do salar onde tiramos as fotos de perspectiva! Divertidissimo! Depois fomos a Ilha del Pescado, onde tem os cactos gigantes e no topo uma vista do Salar 360º! Não preciso dizer que é lindo!!Para qualquer passeio no salar, é essencial passar protetor solar e se possível usar um chapéu para proteger a cabeça. Apesar de termos ido ao salar já no segundo dia em que chegamos na Bolívia, não passei mal por conta da altitude...mas foi sorte...é sempre bom ir preparado com remédios para todos os sintomas Da Isla, fomos ao povoado de San Juan, onde estava nosso próximo Hotel! Também bem melhor do que eu esperava! Paredes e chão de sal, a única coisa é que nao tinha chuveiro. As tomada eras livres! A noite demos uma volta no povoado...bem simples e pequeno... Voltamos para jantar...mais uma vez muito bom! Sopa de entrada (tinha até batata frita no meio rsrs) pão e depois macarrão com salada! No outro dia saimos cedo e fomos para um local que eu não lembro o nome! Vulcões ao fundo e umas formações de pedra, paisagem incrível! Tiramos muitas fotos! De lá, passamos por 4 lagoas, todas com paisagens deslumbrantes...parece que você está em outro mundo...são cores que você nunca viu igual. Nosso guia disse que as lagoas verde e coloradas são mais bonitas...mas fica pra próxima. Nesse meio tempo paramos para almoçar no meio da estrada, comemos macarrão, frango, salada e melancia de sobremesa! Tava ótimo! Essa foi a etapa que conhecemos a “palha braba”. Uma moita de espinhos muito comum na paisagem boliviana, que meu amigo achou ser de folhas macias e sentou em cima! O coitado não conseguiu mais sentar por umas 3 horas ahhaha o guia deu um alcool para ele passar e melhorou! Cuidado com elas! Na última lagoa havia ao lado o vale dos cogumelos, formações rochosas com formatos de várias coisas entre elas a cabeça do soldado. Lugar lindo para tirar foto. Foi o ponto mais alto a que chegamos. Quase 4,800 metros de altitude. Voltamos em direção a Uyuni e passamos pelo cemitério de trens...após todo o tour não me pareceu nada de especial. Era o fim do nosso Tour. O nosso guia era muito gente boa, simpático, divertido, paciente, sempre disposto a responder as perguntas e parar para tirar fotos. O nome dele era Pedro! Recomendo a agência e o guia! Por fim passamos a noite em Uyuni, fomos a um Pub e um restaurante. Ficamos em um hotel agradável e partimos no outro dia cedo, sem saber se a Amaszonas iria operar. Para nossa surpresa o vôo estava ainda marcado e saiu no horário. O avião dessa vez era bem maior! No final, fizemos um tour de 3 dias bem diferente do que planejei, mas que conta com paisagens lindas que muitas vezes não são apreciadas nos tours regulares de 3 dias! Com certeza faltou ver muita coisa, mas se você tiver mais tempo no salar, aconselho acrescentar esses trechos no tour!
×