Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

lucaskv

Membros
  • Total de itens

    33
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

8 Neutra

Sobre lucaskv

  • Data de Nascimento 28-09-1992

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    Porto Alegre, Gramado, Balneário Camboriú, Joinville, Blumenau, Curitiba, São Paulo, Cuiabá, Nobres, Buenos Aires.
  • Próximo Destino
    Indefinido! Aceito Sugestões..!
  • Ocupação
    Business Analyst

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. lucaskv

    Santiago - Vinícolas em apenas um dia?

    Foi em Setembro/2017. Sim a Santa Rita é um pouco mais longe, a partir da Concha Y Toro chamei um Uber que me custou quase 5 mil Pesos (R$25) pra chegar na Santa Rita. No meu relato tem mais detalhes e algumas dicas que podem te ajudar a planejar esse dia das Vinícolas.
  2. lucaskv

    Santiago - Vinícolas em apenas um dia?

    Eu fiz 2 em pouco menos de 1 dia, estava livre às 14hrs. Foram a Concha Y Toro e a Santa Rita, nas duas passamos pelos parreirais e houve degustação. A contrário do que li em relatos e fóruns, a que mais gostei foi a Concha Y Toro.
  3. Aluguei um SUV, não é necessário, mas se puder, alugue. O caminho não é asfaltado para região do Embalse e Termas, carros baixos vão bater o fundo, um grupo que conheci lá estava em um Jetta e falaram que batia direto. Fiz tudo aqui do Brasil ainda pra garantir preços melhores. Basta pesquisar, tem muitas locadoras. Sobre a visita das vinícolas, os agendamentos são feitos direto no site de cada uma, Concha Y Toro, Santa Rita, etc...
  4. Karina, sai de Santiago às 08:00 e cheguei no Embalse el Yeso umas 10:30...contando com trânsito, parada rápida em San Jose del Maipo... Do Embalse a Termas, deve ter ido mais 1 hora. Sei que cheguei de volta em Santiago 18:00 passando por todos esse pontos. Minha dica é, saia mais cedo! 06:00/06:30, vai chegar com o Embalse ainda sem o movimento de vans e aproveitar bem mais o dia, podendo ficar até algumas horas em cada lugar!
  5. Felipe, eu fui de Tur Bus, pelo que percebi é a maior e mais conhecida lá no Chile... A viagem é 01:50, os ônibus são muito bons e da pra comprar até pelo site para escolher um bom lugar (R$ 30/trecho), vale procurar os horários que saem os ônibus de dois andares e pegar a primeira poltrona da direita no andar de cima, assim pode ir vendo alguns vinhedos no caminho. Alugar um carro SÓ para ir para Viña..? Eu diria que não! Pelo custo não compensa...além disso tu vai ter a preocupação de achar estacionamento, sempre lembrar que Viña é uma cidade de praia para eles...a cidade pode estar bem cheia, além disso, o passeio vai ser muito melhor se percorrer a cidade a pé!
  6. Leonardo, então, vamos lá... 1° - Pra ir do Aeroporto para o Centro e vice-versa tem várias opções, a que sinceramente recomendo pelo custo é o transfer da Transvip, você pode comprar diretamente no site deles e chegando no aeroporto é só ir para o portão de saída das vans, assim que uma van para Providencia lotar, ela sai e vai deixando os passageiros nos endereços conforme melhor rota, eu usei e recomendo muito! Na volta reservei pelo site, paguei pelo cartão e às 05:30 da manhã o motorista estava na porta do prédio me esperando, de lá, buscamos outros passageiros antes de ir pro aeroporto. Outra opção com custo mais baixo ainda é o ônibus da Transvip, no Google tu vai achar as informações, mas pelo custo...recomendaria ainda assim a Transvip. 2° - Nas poucas vezes que precisei, andei de Uber, e ainda assim tive 2 problemas onde tive que pedir reembolso. Não usei táxi, mas não recomendaria, há vários relatos na internet contra indicando por alguns motivos. De modo geral, metrô atende mais do que bem! Uber somente a noite, isso quando bem tarde mesmo! 3° - A van que fui pro Valle Nevado era um tour que peguei indicação com outro brasileiro que encontrei andando por Santiago, paguei 15.000 Pesos, preço bem abaixo do que vendem por aí... Infelizmente perdi o contato. Como a disponibilidade de tours pro Valle é bem grande, recomendaria contratar somente lá, negociando bem o preço, e pagando somente ao motorista no dia!
  7. Nossa, agora olhando o mapa, acho que passamos por lá.. Mas não paramos pelo jeito, fomos direto a Baños Morales e depois Termas Colina. Pelo que entendi El Morado fica antes de Baños e das Termas... Aprendendo pra próxima ida até lá, o lugar é incrível que vale voltar com certeza! Outra dica é, fiz todo o trajeto via Google Maps antes pra me situar bem do caminho, por incrível que pareça o Google passou por lá.
  8. A estrada pro Embalse e Termas é a mesma até certo ponto, para o Embalse chega uma parte que você pega a esquerda e segue, na volta do Embalse para ir a Termas, pega a esquerda de novo, se fosse a direita, retornaria a Santiago no mesmo caminho que te levou até lá. Com Waze não tem como errar, funciona muito bem. Aluguei em SUV sem tração, deu tranquilamente mesmo tendo alguns pontos com um pouco de neve derretendo e barro. Agora, com relação a El Morado, não conheço o caminho...mas se for apenas estrada de chão como vai ser pra ti o Embalse e Termas, um SUV é bem mais que suficiente! O caminho todo é basicamente isso, alguns pontos melhores, outros piores, mas tranquilo se for com calma...
  9. Fiz com antecedência pelo site da Chilean para garantir um preço melhor, mas se for retirar no Aeroporto, vale lembrar que a Chilean cobra uma taxa para retiradas e entregas lá! Se teu caso for esse, recomendaria pesquisar em outras locadoras.
  10. Continuando com a segunda parte... Dia 4 (24/09) - De novo saindo bem cedo pra aproveitar o dia, que era de visita a duas vinícolas, a Concha Y Toro, e a Santa Rita. Lembrando que todos os passeios, fiz por conta, sozinho, sem agências, que é o que recomendo. Santiago e região são fáceis de andar e se você domina o básico de Espanhol vai conseguir ser entendido por todos. Até a Concha Y Toro demorei mais ou menos 1:15 fazendo um trajeto misto entre Metro e Uber, mas isso era em um Domingo. Coloque 2 horas em dias de semana! Peguei o Metro na Estação Santa Lucia (Linha Vermelha) e desci na Estação Tobalaba (Linhas Vermelha/Azul) para fazer conexão e ir até a penúltima Estação da Linha Azul, Las Mercedes. Chegando lá chamei um Uber que me custou 2.200 Pesos. Eu reservei aqui do Brasil o meu Tour para às 10:00hrs, e era em Espanhol..! Havia o Tour em Português, mas era somente 10:20, e esses 20 minutos me fariam não chegar a tempo no Tour da Viña Santa Rita que eu faria às 12:00! Ter feito o Tour em Espanhol foi ótimo, eu consegui entender tudo e fazer algumas perguntas, no nosso grupo haviam apenas 7 pessoas, contra 32 pessoas no grupo que faria em Português e saiu logo depois... Adivinha quem aproveitou mais o Tour??? Li em alguns Blog que o Tour da Concha Y Toro era mais comercial e não tão bom quanto outros, cheguei até a pensar em não fazê-lo, sorte que não fui atrás disso! Mais para frente vou explicar isso. Eu particularmente, gostei muito do Tour deles, me pareceu bem mais tradicional do que na Viña Santa Rita, além de um Tour mais longo, a Concha Y Toro me permitiu cenários melhores para fotos. Único ponto que destaco é que as lojas das vinícolas não valem a pena! Comprei vinhos nas duas, Concha Y Toro e Santa Rita, quando fui ao Supermercado Jumbo no Costanera Center encontrei os mesmos rótulos por até 800 Pesos mais barato! É apenas R$ 4 mais barato, mas já compensa o fato de você não ter que ficar carregando garrafas entre as vinícolas! Terminado o Tour, chamei novamente outro Uber e fui até a Viña Santa Rita para o Tour - esse em Português, que na verdade era Portunhol - que sairia às 12:00, o Uber me custou 4.800 Pesos. No Tour da Viña Santa Rita passamos por Toneis de Alumínio, e só depois fomos ao Barris, a última coisa que gostaria de ter visto em uma Vinícola eram Toneis de Alumínio, me senti em uma Cervejaria. Por isso o Tour da Concha Y Toro me deixou bem mais satisfeito. Vou deixar essas fotos de fora, porque, acreditem, não vale a pena ver! A Visita na Viña Santa Rita vale a pena? Sim, para ter experiência de ir em outra vinícola, mas na minha opinião, se tiver pouco tempo, escolha somente a Concha Y Toro, além de mais perto, tem um Tour mais tradicional. Dia 5 (25/09) Aproveitei esse dia para conhecer o Parque Arauco, e o Shopping que leva o mesmo nome e fica quase em frente ao Parque. A tarde, subi o Sky Costanera no 62° andar e andei pelo Costanera Center e suas lojas de grifes internacionais que tem preços proibitivos para nós, que na época estávamos com o Dólar a R$ 3,30! Os preços em Santiago - quando falo de Roupas, Sapatos, Perfumes se equiparam aos do Brasil, ou em alguns casos, achei produtos mais caros lá, do que aqui. Não valia comprar nada, já que o preço era quase o mesmo. Valeu ter colocado na mala apenas Vinhos e Azeites, os dois são muito mais baratos lá do que aqui, e na minha percepção, com qualidade muito superior. Traga, mas cuidado com excesso de bagagem! A Aerolineas Argentinas me cobrou USD 80 pelo excesso de 4,8KG. Não teve choro, fui obrigado a pagar, ou tirava as coisas da mala. A velocidade com esse elevador sobe é impressionante, acho que não foram nem 30 segundos do Térreo até o 61°, alguns sentiram os ouvidos, mas da pra encarar fácil. Do 61° ao 62° você sobe de escada rolante, e se quiser...neste andar não há cobertura no telhado, é céu aberto. O tempo de permanência lá em cima, é livre, é possível subir ao 62° e voltar ao 61° a hora que quiser. O que eu recomendaria é subir um tempo antes do pôr do sol, e em dia de céu limpo! Nesse dia, apesar do céu claro, na hora do pôr do sol ficou tudo nublado. Dia 6 (26/09) Último dia no Chile, aproveitei para ir ao Valle Nevado, encontrei muitos brasileiros em Santiago que falaram que já não havia mais neve, que não valia o passeio, mas mesmo assim, resolvi ir, afinal, se eu não fosse, ficaria andando por Santiago, e como eu já havia conhecido o principal da cidade...valia o risco de subir a montanha. Por sorte fomos somente eu, e outro casal de brasileiros na van, quase um Tour privado! E não é que encontramos NEVE? Pouca, com certeza muito menos que no Inverno, mas tinha..! Abaixo fotos da área dos Hotéis, nessa época, todos já estavam fechados, incluindo as lojas do Valle Nevado, só havia turistas que como nós, subiram de manhã e desceriam fim da tarde.
  11. Aproveitei uma promoção da Aerolineas Argetinas com trecho FLN-SCL por R$900 com taxas e resolvi finalmente conhecer o Chile, a viagem, que foi entre 20 e 27 de Setembro, vocês conferem abaixo! Tudo foi feito por conta própria, sem agências, já que o Chile é um País relativamente fácil e receptivo. Dia 1 (21/09) – Sai cedo do apartamento que tinha reservado pelo Airbnb - fiquei na região do metro Santa Lucia, na Calle Marcoleta, perto de absolutamente tudo no Centro! Fiz muita coisa a pé a partir do apartamento –, para sacar o dinheiro que tinha enviado via Western Union, dica , a cotação da WU foi de 203 Pesos por Real, contra 189 das casas de câmbio que encontrei em Santiago. Parece pouco, mas no fim da viagem gerou uma economia. Depois fui procurar uma loja da Claro para comprar um Chip, lá eles chamam de “Pre Pago con Internet”, na loja foram muito simpáticos e fizeram todo o processo pra mim, até a ativação do chip, sai com ele funcionando por 4.000 Pesos com 5GB de internet! Essa internet durou 7 dias com uso intenso de GPS, Redes Sociais... No aeroporto esse mesmo chip teria me custado 18.000 Pesos! Já eram 10hrs quando cheguei no Palacio La Moneda para o a Cerimônia de Cambio de Guarda, que acontece em determinados dias conforme o calendário disponível em http://www.gob.cl/cambio-de-guardia/, após a cerimônia aproveitei para conhecer os arredores do Palacio até o horário da Visita Guiada, que necessita de agendamento com antecedência! Visita encerrou meio-dia, encontrei outra brasileira turistando e fomos almoçar em um restaurante na Calle Jose Victorino Lastarria, fomos a pé do Palácio até lá e aproveitamos pra conhecer mais um pouco do Centro, depois do almoço fui para o Cerro Santa Lucia, lugar imperdível que vale a pena reservar um período de céu azul para visitar com calma. Por volta das 16hrs resolvi ir para o Cerro San Cristóbal e aproveitar o dia escurecendo tarde! A fila do Funicular estava enorme, mas o passeio vale qualquer espera em fila, o San Cristóbal é o Cerro mais alto da cidade, uma vista panorâmica indescritível e tem o Teleférico como atração, minha recomendação é, compre 2 “Tramos” de Funicular e 2 “Tramos” de Teleférico, assim você sobe de Funicular, desce de Tele, sobe de Tele de novo e desce de Funicular pra aproveitar bem o passeio e o visual, fiquei no Cerro até o horário do último Funicular descer, 19hrs. Dia 2 (22/09) – Sai às 6hrs do apartamento para ir buscar um carro na locadora e ir até Cajón del Maipo, esse dia foi sem dúvidas o melhor da viagem, recomendo que façam essa parte da viagem sem medo, dirigir no Chile, além de fácil, foi extremamente tranquilo, se você dirige nas grandes capitais do Brasil, não vai ter nenhuma dificuldade com um Waze funcionando no celular. Aluguei em SUV na Chilean Rent a Car na Calle Curico por 35.900 Pesos com taxas e seguros inclusos, considerei um bom preço depois de pesquisar bastante! Esse custo foi muito próximo ao preço do passeio por agência, sendo quase o mesmo, prefiro ir por conta e aproveitar do meu jeito. Sai da Chilean às 07:30 e 09:30 já estava chegando no Embalse el Yeso. O visual é de tirar o fôlego e não foi pela altitude! Lá você estaciona o carro na beira de uma ribanceira, e vai a pé o resto do caminho, chegando cedo você não vai se incomodar com as vans que lotam o lugar dificultando a chegada de outros carros. Minha dica é: VÁ DE CARRO, FAÇA SEU HORÁRIO, AGÊNCIA VAI CUSTAR MAIS DO QUE O ALUGUEL DE UM BOM CARRO! As fotos abaixo falam por si. Eram 11hrs quando encontrei uma família de brasileiros e resolvemos ir até Termas Colina, de Cajón del Maipo até lá são 2 horas em uma estrada muito ruim, em certos pontos passa por rios que cortam o caminho e muitas pedras grandes, dificilmente se consegue passar de 40km/h, carro alto é melhor. Saímos de Termas Colinas por volta das 16hrs e chegamos em Santiago às 18:30, ainda aproveitei para dar um pulo no Templo Bahá'i para ver o pôr do sol de um dos pontos altos da cidade que é onde fica esse, pelo que li, é o único da religião na América do Sul. Deixei o carro na locadora às 21hrs sem problemas, a única exigência deles é que entregue limpo, há vários postos com a placa "Lavado" que cobram 3.000 Pesos a cada 3 minutos de ducha que você mesmo tem que fazer, não tem ninguém que faça isso como temos aqui no Brasil. Dia 3 (23/09) - Sai novamente cedo e fui direto para o Terminal de Buses onde peguei um Tur Bus para Viña del Mar, outros brasileiros que encontrei por lá falaram um tanto mal de Valparaíso, que a cidade está muito suja e com assaltos a turistas, coisa que de acordo com alguns, não existia anos atrás! Isso me fez riscar Valpa e ir direto para Viña. A viagem de Santiago até Viña é de umas 2 horas e a estrada e os ônibus são realmente muito bons! Primeiro contato com as famosas Águas do Pacífico... Castillo Wulff, você pode entrar e conhecer esse Castelo que fica a beira de uma das praias de Viña, fiz praticamente toda a cidade a pé..! Os principais pontos são próximos e andar é descobrir. Playa el Sol com prédios altos na frente da praia, me lembrou um pouco como uma mini Balneário Camboriú aqui de SC. Lá as ruas são muito limpas e largas, carros importados pelas ruas, prédios altos e grandes, essa parte da cidade onde fica a Playa el Sol é como uma cidade a parte. Voltei para Santiago em um ônibus das 16hrs e cheguei no Terminal de Buses quase 18hrs. Em breve coloco a segunda parte com os dias que visitei as Vinícolas, mais um pouco de Santiago incluindo o prédio mais alto da América Latina, o Costanera Center com 300 metros de altura - é possível subir no último, 61° andar, - e a ida ao Valle Nevado!
  12. lucaskv

    Chile Setembro

    Também estou indo em Setembro, para facilitar minha viagem montei roteiro detalhado no My Maps com a sequencia de lugares que vou visitar a cada dia, incluindo os fora da cidade de Santiago, se quiser, posso compartilhar. No My Maps é possível acessar o roteiro direto no celular quando estiver lá e ir se guiando com o mapa das ruas! Me manda mensagem que envio o link. Um ótimo blog onde estou pegando várias dicas é o www.nosnochile.com.br. Recomendo muito!
  13. lucaskv

    São Joaquim e Urubici

    Oi pessoal, estou programando conhecer a Serra entre 05 e 07/09, os principais pontos já deu para ter uma noção pelos relatos que lí. Mas estou procurando mais informações sobre a rota que devo fazer até Urubici saindo de Floripa, alguém indica o melhor caminho para ida e volta? Aos que já foram ao local, tem algum lugar que recomendam visitar, além dos tradicionais..?
×