Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

LeticiaGLeite

Membros
  • Total de itens

    19
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Outras informações

  • Próximo Destino
    Cuzco, Macchu Picchu. Depois algum lugar da Europa....
  1. Puxado essa caminhada hein! nossa ..fiquei imaginando como vou cansar de fazer Salkantay. Quero muito subir WP. Lindas fotos!
  2. Muito engraçado seu relato..muitas risadas!!! Valeu!!Abçs
  3. LeticiaGLeite

    relato Guia de viagem: pedalando na Suíça

    Olá Mari. Fantástico seu relato. Fiquei imaginando eu pedalando nessas rotas ehehe. Excelente as dicas... Abços
  4. Olá Lais!!Achei a Agência sim, gostei do site, vou procurar por eles em Cusco. Eu quero deixar para fechar o pacote lá mesmo para ver se pego mais em conta. Oque vc levou de roupas na trilha. É muito frio??? Obrigada!! Abraços
  5. Imagino que deve ser cansativo mesmo, mas estou me preparando fisicamente. heheh Qt tu pagou para fazer a Salkantay? Abçs
  6. Olá Lais.. sua viagem deve ter sido muito legal....vou para Cuzco final desse mês. vc fez o caminho inca ou salkantay? Poderia me dar dicas de agência que contratou para os passeios?? Obrigadaaa Leticia
  7. Boa tarde Sorrent. Estava lendo seu relato e vc comentou que tem como trocar real em soles. Como eu ainda nao vi nenhum comentário assim em algum post fiquei curiosa pra saber se vale a pena, ou se é melhor levar dólares. Como estava as cotaçoes? Obrigada!!
  8. To entrando todos os dias para ver se postou...continuaaa Faltam 28 dias para minha viagem....Estou indo sem reservar nada, nem hotel, nem trilha...Só estou preocupa se as roupas vão suprir o frio na trilha eheheh.
  9. Estou adorando relato de Cusco!! Está me ajudando muito ...Que venha os próximos.... Abçs
  10. Oi Mauro! Li nos noticiários sobre o desaparecimento de um brasileiro em Santa Teresa. O que vc achou da segurança na região? É tranquilo?
  11. Show essas fotos de Geysers del Tatio. Ainda não conheço o Atacama, mas já estou programando para uma próxima viagem. Já estive na região dos lagos e adorei. Me apaixonei pelo Chile!
  12. LeticiaGLeite

    Trilha Salkantay (dicas) - Outubro 2012

    Olá Léo. Seu relato foi muito precioso. Eu e meu esposo vamos fazer Salkantay em Abril e estávamos cm dúvidas sobre a quantidade de roupa e comida levar. Em relação as agências, pretendo fechar lá mesmo. Vc tem alguma dica de Agências ? O que mais me preocupa é essa questão da organização das empresas, pq já vi alguns relatos que as pessoas tbm tiveram problemas pela falta de organização. Obrigada!
  13. Olá. Seu relato ficou muito 10. Muito claro de entender como é o percurso. Estarei lá em Abril e me ajudou muito o que escreveu. Valeu!!
  14. LeticiaGLeite

    Escalada Vulcão Villarica - Pucón, Chile

    Boa noite pessoal. Como vi vários comentários sobre as agências para Subir ao Villarica, vou deixar o ponto de vista meu e do meu esposo. Quando decidimos ir para Pucon, com o objetivo de subir o Villarica, fiz várias pesquisa, pelo prório Mochileiros.com, sobre as agências de turismo. Chegando lá, fomos ao centro de informações turísticas para saber quais agências eram credenciais e etc.. Fechamos com a Patagonia Experience (credenciada), foi a primeira que entramos e gostamos do atendimento. Ficamos muito tempo conversando com o atendente e ele nos explicou muitas informações sobre o Vulcão. O cara já tinha morado em Floripa e ai o papo foi bem bacana. Comentei cm ele sobre o brasileiro Felipe que faleceu ao cair numa fenda do vulcão e qual era a empresa que ele tinha contratado, e foi e mesma que fechamos. No momento que ele comentou que tinha sido cm a empresa deles, fiquei um pouco assustada, mas ele nos passou muita segurança e achei que não teria problemas. A única coisa que ele comentou sobre o fato é que foi uma fatalidade nada mais. Ele nos emprestou uma máscara para usar no cume caso tivesse muita fumaça, foi muito atencioso. No dia seguinte chegamos na empresa, nos reunimos as outras pessoas e fomos para o Villarica. Ainda estava bem escuro e ventava muito. Ficamos um bom tempo lá parados, conversando e tirando fotos, pq segundo eles estava ventando muito e o teleférico não estava funcionamento por causa dos ventos fortes. Passou um bom tempo, ai um dos guias que nos acompanhava chegou dizendo que não iríamos subir pq estava ventando muito e como o teleférico estava desligado seria muito difícil subir, isto é, nao aguentaríamos. A maioria das pessoas concordaram, afinal eles tinham mais dias para fazer o passeio e pelo que percebi nao tinham um bom preparo físico. Aí eu e meu esposo observamos que tinham vários grupos se preparando para subir e já tinha grupo na trilha. Esse foi o primeiro momento que percebemos algo estranho. Ficou aquele rolo, sobe, nao vai subir, e por sorte tinha duas estudantes americanas no nosso grupo que ficaram insistindo para os dois dos guias para subir pq elas só tinham esse dia, que iriam embora no outro dia. Percebi que um dos guias ficou de conversinhas com elas, e elas choramingando para subir. Daí, o guia diz: entao vamos subir com as duas americanas e os demais voltam outro dia. Nesse momento meu esposo ficou uma fera. Chegou firme para o guia e disse: Se elas podem subir pq nós nao podemos? O que elas tem que nós não temos? Achamos muita sacanagem ele ter feito isso, afinal tínhamos prepara físico para isso, e só nao daria para chegar algo cume pelas condiçoes clímaticas. Aí ele disse que nós poderíamos subir tbm. Subidos em 4 pessoas e 2 guias. Um deles era mais legal, muito gente fina e recomendo muito, chama-se Phepo. Eles nos deram atenção e respeitaram nossos limites. Conseguimos chegar os 4 no cume, junto com as outras equipes. E o vento? Se foi...o dia estava maravilhoso, muito sol e o céu num azul maravilhoso. Nossas conclusões: alguns guias (acredito que nem todos), não fazem questão de subir cm o pessoal (um dos nossos guias nao era funcionário da empresa, acho que eles pegam outros guias para ajudar. O guia mais gentil era próprio da empresa que contratamos) se eles vão cm sua cara bza, se nao, pode ser que terá problemas. Se o teleférico nao estiver funcionando,piorou, pq o trekking fica mais difícil. No nosso caso, acho que eles queriam subir só cm as duas meninas achando que elas nao iriam aguentar e que logo eles iriam voltar. Que pra eles é interessante afinal quem sobe uma parte, mas nao chega ao cume, nao recebe o dinheiro de volta.E eles nao se desgastam, voltam mais cedo pra casa. Eu e meu esposo temos ótimo condicionamento físico, qd estávamos no cume o guia nos disse que achava que nós nao aguentaríamos subir, pq brasileiros não mandam bem pra subir, e que nós não temos esse costume no Brasil, como os europeus, que fazem muito trekking em montanhas. Aí eu disse que era educadora física, dai ele comentou: está explicado entao. POrque subimos muito bem. As americanas tiveram um pouco de dificuldade quando já estavamos próximos do cume mas fomos muitos parceiros uns com os outros, e deu tudo certo. Na volta eles aceleraram mais, pareciam que tinham presa para descer, para terminar logo o passeio. No geral, O único problema foi no inicio do passeio mesmo, mas durante o trekking foi ótimo. Além de escolher bem a empresa, tem que ficar esperto com os guias. Recomendo a empresa que fizemos o passeio, a Patagonia Experience, com o guia Phepo. Valeu pessoal!
×