Ir para conteúdo

marcio_yakuza

Membros
  • Total de itens

    39
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

2 Neutra

Sobre marcio_yakuza

  • Data de Nascimento 13-09-1988

Bio

  • Ocupação
    Analista de Sistemas

Outras informações

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. marcio_yakuza

    Huaraz

    Ois, Desculpe a demora, to beeeeem por fora do fórum e tua mensagem caiu "na sorte" no meu e-mail e por isso respondi aquele dia. Então quando eu fui pra Huaraz, viajei de bus tbm, levei umas 8~9h, sempre viajei a noite (assim economizava hospedagem, mas ficava podre de cansado). Daí eu já chegava de manhã e ia atrás de estadia e empresas de turismo, porque nem sempre tem passeios "fechados", as vezes é preciso esperar mais pessoas pra fechar de fato. Normalmente no 1ºdia eu não conseguia fechar, só se faltasse 1 pessoa pro grupo. Daí eu ficava andando pela cidade, conhecendo e fazendo aclimatação. Em Huaraz é o único lugar que tive problema em 2 meses viajando entre Peru, Chile e Bolívia, pois caí nas mãos de um Sechin Tours (cuidado com eles, porque vão inventar taxas, grana de "caução" por aluguel de equipamentos que depois "devolvem" se nada estiver danificado e por aí vai)... O grande problema é que eles trocam de nome com frequência, pois são uns golpistas mesmo... Eles vão estar bem na plataforma, vc vai descer do busão e vai ser abordado por essa galera. Recomendo ir no iPeru que lá eles falam quais cias são confiáveis, ou até na Caleb Expeditions, que é de um grande amigo que fiz aí. Ele era guia e abriu essa empresa, o nome dele é Abel Rosales. Eu fiz o trekking Sta Cruz de 3 dias... As gelerias de Pastoruri (que nem era mais geleira na época, hoje deve ser menos ainda por conta do aquecimento global) não acho que valha a pena... As lagunas e Huayhuash com ctza! Inclusive é meu sonho voltar pra Huaraz e ficar mais de 15 dias aí, no parque que é incrível. Quanto a bota, eu comprei um timberland de 199 reais, mesmo. Mas da decathlon eu usei depois um tênis de trilha e por isso falo que "não vai durar mto", mas serve sim. Com o tempo ele perde a impermeabilidade, o solado gasta super rápido... mas nessa viagem dá e sobra. Não existe mais o modelo que usava, mas era parecido com esse: https://www.decathlon.com.br/tenis-masculino-de-trilha-impermeavel-mh100/p?aSku=Cor:cinza-verde Tipo em Cusco tbm tem mta coisa... mas achei bem longe um do outro... perdi mto tempo indo e voltando. Hoje eu recomendaria, se for pra Huaraz tentar aproveitar tudo o que tem no norte e não perder uns 2 dias de deslocamento. Mas tbm eu fazia quase tudo de ônibus. Arequipa é uma das cidades mais bacanas que fiquei, curti demais!
  2. marcio_yakuza

    Huaraz

    Fala @Gabriela Cortez Cara, o que você vai fazer em Cusco e Huaraz? Trilhas? (pelo comentário de bota) Como vc vai de Lima pra essas cidades? (de ônibus são algumas várias horas, elas são cidades distantes uma da outra, talvez perca mais de 1 dia viajando, mesmo que faça como fiz ônibus a noite - pra economizar estadia em hostel, daí vc dorme mal, mas já chegar na cidade de madrugada e indo comprar o passeio pra tentar fazer no mesmo dia - nem sempre dá certo, pois tem que fechar turmas). Eu recomendo uns 2 a 3 dias de aclimatação (pra não dar tudo errado e vc ficar 4 ou 5 com diarréia, enxaqueca, vômitos, etc...), ou seja, passeios curtos e andar (o dia inteiro) pela cidade pra acostumar com a altitude, foi assim que fiz quando cheguei, pq é uma porrada subir de Lima (nível do mar) pra lá. Quanto a bota, é muito particular, na decathlon eu mesmo comprei alguns calçados que são suficientes (e fiz todas as trilhas sem nada impermeável), mas as mais baratas deles e a mais cara eram extremamente desconfortáveis pra mim, deixando o pé esticado, forçando a sola, causando dor na planta do pé... Coloque no pé e ache sua fôrma, mas o que for comprar da decathlon é suficiente sim, a marca é muito boa. Só não vai durar muitas trilhas depois, mas serve. Aproveite a aclimatação pra andar MUITO com a bota nova e amaciar antes... (ou vá trabalhar de bota aqui no Brasil alguns dias... vc vai entender o que estou falando, rs...) Abs, Marcio.
  3. marcio_yakuza

    Huaraz

    Olá pessoal! Acabo de deixar Huaraz e assim que terminar minha trip vou fazer um relato mas já deixo aqui algumas dicas: Em Lima, fiquei no hostel Nomade Backpackers em Miraflores e comprei a passagem pelo app BusPortal (app peruano e no Nomade há uma senha que dá desconto pelo site de mesmo nome: BusPortal). Fui pela oltursa, excelente cia, melhor que a cruz del sur, e lembre-se que em Lima existem 3 terminais, ou seja, as vezes está em Miraflores e compra uma passagem no Plaza Norte (e vai pegar um táxi por 60 soles), eu peguei uma passagem onde embarcava direto na cia, mais próximo de Miraflores, o táxi custou 20 soles - sempre chorando desconto, claro. Quando viajei, meu ônibus parou umas 5h da manhã, pois o outro ônibus da oltursa (que saiu mais cedo) tombou na pista (sim, pessoas ficaram feridas, mas creio ser uma fatalidade, pois a cia é mto boa mesmo), levamos todos para Huaraz e os feridos já haviam sido atendidos e levados, mas foi um cena foda... Invista numa boa cia... Se puder, claro, tem pessoas que não podem. Em Huaraz fiquei no hostel Alpes Huaraz (que te dá 10% de desconto na oltursa, mas um amigo australiano disse que a movil tbm é excepcional) - lembrando que qdo vc voltar pra Lima, normalmente o bus passa no Terminal Plaza Norte, de táxi ao aeroporto da 15 soles, não se esqueça de avisar no despacho de bagagens ou sinalize o comissário de bordo para te acordar, caso contrário pode parar no San Siro e pagar pelo menos 50 soles de táxi até o aeroporto de Lima. E uma última dica de Huaraz: NÃO COMPRE TOURS COM A SECHIN TOURS, me cobraram um "cheque calção" antecipado no dia do passeio e depois não devolveram... Sempre me enrolando... Falando pra voltar em 1h, esperar 5min, 10min... 15... Depois queria minha conta pra depositar depois (aham), já que eu inventei que precisava da grana pois tinha comprado passagem para sair as 12h da cidade. Tive que acionar o Iperu e a Polícia Turística (e perder mais uma noite em Huaraz, pois estava indo atrás disso e perdi o horário de Check-out). Faça uma negociação de tour, pegue o nome, chore desconto, e consulte a Iperu, para ver se existem reclamações de sua agência... Eles disseram que sempre tem problemas com essa empresa, mas não tem o suficiente para fecha-la. Ademais, enjoy Huaraz... Enquanto o aquecimento global não derreteu tudo, faça os Trekkings, lacunas... São deslumbrantes, coisas que não temos em território nacional e tão pouco teremos em 5 anos (sério, Pastoruri quase não tem neve mais).
  4. Eu tinha reparado que eram só equips mais tops que valeriam a pena (se valer por conta do dólar atual), mas agora entendi, mto obrigado!
  5. Oi, conseguiu comprar pela internet? Estou com um leve receio de não conseguir pro dia seguinte (na verdade de levar 3 dias pra conseguir sair de Puerto Quijarro) e por isso, penso em investir uma quantia em uma passagem comprada pela internet, com cotação alta, comissão, etc. Alguém aqui, em 2015 (talvez no segundo semestre) tentou comprar essa passagem (Quijarro > Sta Cruz) e levou mais de um dia? Estou ciente que para o mesmo dia deva ser quase impossível, mas esperar mais de 3 dias é osso.
  6. Pessoal, Em alguns dias estarei indo para a Bolívia e gostaria de saber se alguém conhece lojas de Trekking e Aventura no país. Muitos falam da Tatoo de La Paz (http://bo.tatoo.ws/stores), mas La Paz será a última cidade que visitarei (farei o trajeto BOL > CHI > PER > BOL, via trem da morte). Existem lojas conhecidas em Santa Cruz ou Sucre (que são o começo da viagem)? Uma outra observação é que, com o dólar a 4,00 reais, pelo menos pelo site, muita coisa não me pareceu valer a pena (e li que pelo site costuma ser "mais barato" que pessoalmente na loja), acham que AINDA vale a pena deixar pra comprar equips lá? Muito obrigado, abs! Marcio.
  7. E ae pessoal, Irei para o meu primeiro mochilão fazendo o trajeto Bol-> Chi -> Per -> Bol, via trem da morte, saindo de SP - Capital. Tenho um roteiro de uns 40 dias, quem quiser meu whatsapp: (11) 9 9497 7648 ou face: https://www.facebook.com/marcio.f.campos Abraços!!
  8. E ae pessoal, Irei para o meu primeiro mochilão fazendo o trajeto Bol-> Chi -> Per -> Bol, via trem da morte, saindo de SP - Capital. Tenho um roteiro de uns 40 dias, quem quiser meu whatsapp: (11) 9 9497 7648 ou face: https://www.facebook.com/marcio.f.campos Abraços!!
  9. Comecei lendo (e fazendo um curso) com Guilherme Cavallari de Gonçalves - MG, dono e escritor da Kalapalo Editora (http://www.kalapalo.com.br/novo/loja/livraria), ele possui um guia de Trekking mto pequeno e prático que me ajudou um bocado no início com meus equips. Mas o foco dele é mais trilhas de bike, mas fica ae a recomendação! :'> Um outro que tem me ajudado é o "Guia Criativo para o Viajante Independe - América do Sul", pois vou mochilar no nosso continente. É bem simples e de fácil linguagem!
  10. Conheço a Arco e Flecha, que fica na Lapa. A Mundo Terra em Pinheiros (e outros bairros) e a Casa de Pedra em Perdizes. Fora que eu prefiro a Decathlon da Raposo Tavares (mais organizada, com melhor estoque e mais completa). Abs!
  11. Verdade Otávio, é uma boa tbm! E eu não ligo mto pro fato de ficar estranho, estranho é vc andar com uma cargueira nas costas e outra de ataque na frente, tipo um canguru, rs... limitando um pouco os movimentos e ficando desconfortável, ehehehee!
  12. Obrigado pela colaboração Rodrigo, eu tenho uma Cargueira de 60L da Quechua que me supre mto bem, tem todos os bolsos que preciso e já estou acostumado com a anatomia dela (como ela me veste), mas pra um mochilão longo eu precisaria levar uma bolsa de ataque. Andar só com a cargueira não faz sentido. Pensando em "guardar" uma bolsa de ataque dentro da minha cargueira é perder espaço e fora que eu teria que comprar uma sem estrutura no encosto para poder dobrar dentro da cargueira. Todas as de ataque sem estrutura que vi (inclusive aquelas que viram um saquinho, que vc usa do avesso e pode ter até 20L) são bem estranhas e parecem arrebentar mto fácil. Aí não queria ficar no estilo canguru (bolsa na frente e atrás), heheheh... por isso cheguei nessas que possuem as duas unidas pelo zíper, mas estou repensando tbm... Acho que vou desistir, a idéia que vc deu é mto boa, hehehe!! Valeu!!
  13. Olá pessoal! Estou para comprar uma mochila cargueira + ataque (daqueles que ela é embutida e é possível desacoplar por um zíper), e por isso gostaria da opinião de vocês neste modelo específico. Gostaria de uma mochila com os seguintes tamanhos: - Cargueira 60L (min 50L - max 70L) - Ataque 10L (min 10L - max 20L) Claro que isso seriam os números perfeitos, pois eu tenho 1,70m de altura e peso 65kgs e sei que quanto maior, mais se enche, por isso penso que o ideal talvez fosse 70L - a soma de tudo, mas se não der tudo bem. Finalidade: mochila usada para longos mochilões (vou começar um de 40 dias, mas usaria para mochilões maiores), mas principalmente polivalente para alguns trekkings e se possível até travessias (Serra Fina, Marins-Itaguaré, Petro-Teresópolis, etc.) Após uma pesquisa na internet encontrei os seguintes produtos: - Deuter Traveller -(As melhores seriam as SL, mas são femininas e não sei se a série Traveller serviria para trekking, não tem capa de chuva) - Deuter Quantum (Mesmo coment[ario da Traveller, tem a SL, mas são femininas, então eu pegaria as maiores, mas tbm não sei se serviria para trekking, parece servir mais que a Traveller!) - Curtlo Adventure (Bacana demais! vira uma "malona" de viagem e tal, para um mochilão, ok! Mas para trekking... acho que não!) - Curtlo Journey (Essa parece ser mais versátil que a Curtlo Adventure, mas não tenho certeza... Vem com capa, talvez poderia usar em trekkings - pelo menos mais que a adventure!) - Deuter Achei uma Kailash, mas não consegui encontrar o nome... e compensa? (Falando de qualidade) Quais outras desse modelo (cargueira + ataque acoplada) vcs conhecem e poderiam recomendar?? Algum modelo que seria mais versátil?
×
×
  • Criar Novo...