Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

leandro.tognon

Membros
  • Total de itens

    11
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra

Sobre leandro.tognon

  • Data de Nascimento 28-03-1983

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    Inglaterra, Irlanda, Escócia, Portugal, França, Espanha, Itália, Alemanha, Holanda, Bélgica, Polônia, República Tcheca, Áustria, Croácia, Hungria, Eslováquia, Noruega, Estados Unidos, México, Chile, Bolivia, Argentina, Uruguai, Patagônia (Argentina e Chile)
  • Próximo Destino
    Arraial d'Ajuda, Vale Nevado, Costa Oeste EUA, Fernando de Noronha, Bonito, Egito, Grécia, Turquia, Rússia, Nova Zelândia, Malásia
  1. Vo tentar ajudar também...recentemente fiz o Atacama, e é o seguinte: - Partindo de San Pedro, o tour do Salar é de 4 dias, 3 dias de visitas e o 4 dia é só retorno para San Pedro. - Partindo de Uyuni, o tour demora os 3 dias pq tu já vem na direção de Uyuni para de San Pedro visitando os lugares, então não gasta 1 dia "só viajando de volta" Mas o tour é o mesmo, só em direções opostas. OBS: Fiz o tour de Salar com a World White Travel, e foi tudo muito bem e muito bom, recomendaria. Só não sei se eles também fazem Uyuni-San Pedro..o meu foi San Pedro-San Pedro
  2. leandro.tognon

    relato 6 dias em Bonito - MS (+ Paraguai)

    Parabéns pelo relato! Estou pensando em ir a Bonito em Outubro, e essas dicas sempre ajudam.
  3. Fala Fernando, Cara, no Hotel acho dificil... Mas assim, pega o endereço no site e coloca no Maps...é fácil achar.. Sugiro ir lá no Alvaro Tours com a maior antecedência possível, pq os passeios lotam rápido. Eles falam um Portunholbem tranquilo....é fácil a comunicação lá e o pessoal é bem gente boa. Qualquer coisa é só pedir ai... Abs, Leandro
  4. Jay, Lá existe muitas, mas muitas agencias de turismo que fazem passeios....na rua eles ficam te abordando oferecendo os passeios... Fortemente sugiro ir no Alvaro Tours, que atende super bem os brasileiros e os preços e segurança são melhores...se tu resolver ir por conta a todos os lugares, de uma pesquisada aqui no site de mochileiros que tem várias pessoas que utilizaram ônibus pra ir nas cidades perto de Cancun...Pra Isla las Mujeres tu pega um barco em Cancun que te leva pra ilha...por U$ 20,00 ida e volta... Quanto ao hotel, eu não conheço, tem que ver se fica na praia ou não, pq se não for na beira do mar, tem que ver se tem onde tu atravessar da rua até a areia, pq os hoteis beira-mar fecham grande parte dos acessos a areia, ai fica dificil chegar a praia....eu fiquei no Krystal Cancun sem all inclusive, paguei um preço barato pelo que o hotel oferece, muito bom, bem localizado. Abs, Leandro
  5. leandro.tognon

    relato New York / Orlando / Miami - 19 dias

    Leticia, Tu escolhe pelo site a quantia de dia que tu quer visitar a Disney e no site da Universal tu tbm compra a quantia de dias q tu quer... Como tu citou, tu pode comprar o ingresso da Disney para 1 dia e ir no Hollywood Studios, e o da Universal tu pode comprar o ingresso de 2 dias para visitar o Island of Adventure e o Universal Studios, 1 dia para cada um....existe também a possiblidade de comprar o da Universal para 1 dia com a opção de visitar os dois parques no mesmo dia, o que eu acho muito corrido. Sugiro comprar 2-day ticket pros parques da Universal, e 1-day ticket pro da Disney. Tu não compra o ingresso especifico pro parque, tu compra o ingresso sempre em número de dias que tu pretende visitar....e também tu vai ver que o preço de 1 pra 2 dias não aumenta muito. Não sei se me fiz claro....qualquer dúvida a mais é só perguntar. Abs, Leandro
  6. Olha, eu fiquei em um hotel e não peguei All Inclusive....sinceramente acho que não vale a pena, pq tu acaba ficando o dia todo fora em passeios, e também tu não fica preso a comer sempre no hotel, pode conhecer outros restaurantes e tal...
  7. leandro.tognon

    relato New York / Orlando / Miami - 19 dias

    Olá Leti, Bom, minha viagem custou em torno de RS 12.000,00, incluindo os dias no México. Os ingressos da Disney eu comprei pelo site https://disneyworld.disney.go.com/. Os ingressos sa Universal pelo site tbm..https://www.universalorlando.com/ Sobre os parques, todos da Disney ficam no mesmo complexo, só que são longes um do outro. O Hollywood Studios naum fica perto dos da Universal, ele é da Disney. Os ingressos dos museus eu comprei na hora, sem galho. O que comprei antes foi o do espetáculo do Spiderman, e o do jogo da NFL, o resto foi na hora em Nova York. Espero ter ajudado. Abs, Leandro
  8. Bom galera, pela primeira vez vou dividir com vocês uma das minhas experiências de viagem. Depois de pesquisar bastante, inclusive no site dos mochileiros, que me ajudou muito, fui fazer uma viagem de férias pelos EUA e México com mais dois amigos, entre 07/09/12 e 30/09/12. Aqui vou relatar e dar dicas sobre as cidades de Nova Iorque, Orlando e Miami, que foi as cidades que visitei nos EUA. Sobre Cancun no México eu escrevo em outra área do fórum http://www.mochileiros.com/cancun-isla-mujeres-tulum-akumal-playa-del-carmen-chichen-itza-4-dias-t77575.html Bom, vou tentar ser o mais breve nas dicas e impressões. A viagem pelos EUA foi dividida em 5 dias em Nova Iorque, 11 dias em Orlando e 3 dias em Miami. Passagem para os EUA – TAM Recomendo voo direto, é muito mais tranquilo e menos cansativo. Nova Iorque – 5 dias – 07/09/12 a 12/09/12 Hostel: Equity Point New York Hostel 206 West 41st Street New York, NY 10036 Preço médio: U$ 70,00/noite – quarto coletivo com 4 camas + café da manhã Sobre o hostel: Quartos pequenos, mas confortáveis. Limpo e organizado. Café da manhã simples, mas suficiente (pão, manteiga, geleia, cereal, leite, café, 1 fruta, iogurte). Localização: Excelente, perto da Times Square, bem central. Refeições: Bom, Nova Iorque é caro, em média gastávamos U$ 20,00 por refeição simples em um Pub/Restaurante. O maior vilão lá é que além do preço exibido no menu, tem que adicionar os impostos (~12%) e mais a gorjeta (15% a 20%), o que torna tudo muito mais caro. Beber também é bem caro, a pint (573ml) de cerveja custava em média U$ 7,00 + imposto + gorjeta. Dica: Subway (~U$ 7,50 = sanduiche 30 cm + bebida + imposto) e McDonalds (~U$ 7,00 = combo + imposto) são mais em conta para economizar as vezes. Não precisa dar gorjeta. Transporte: É muito fácil se locomover em Nova Iorque, o sistema de metro é bom e fácil, custa U$ 2,25 por viagem. Dia 1 (07/09) – Chegamos em Nova Iorque as 9h, passamos pela imigração sem problema nenhum. Para chegar ao Hostel pegamos um AirTrain no Aeroporto que leva atá a Jamaica Station. Lá na Jamaica Station você paga a tarifa de U$ 7,40 (air train+metro). Ai pegamos a linha Azul (E) do metro em direção a Manhattam, tudo muito tranquilo e qualquer coisa é só pedir informação na estação que eles ajudam. Chegamos ao Hostel as 11h, fizemos o pré check-in e deixamos nossas mochilas por lá, pois o check-in era só as 15h. Na tarde demos umas voltar pela Times Square, que é muito movimentada, ao estilo Picadily Circus (Londres). Fomos também no Rockfeller Center e subimos no Top of the Rock (U$ 25,00), onde se tem uma vista muito legal da cidade de Nova Iorque, vale a pena. Depois fomos andar pela cidade, até a entrada do Central Park, mas decidimos vir outro dia com mais tempo. Dia 2 (08/09) – Neste dia começamos pela visita a Estátua da Liberdade (U$ 17,00), que inclui a ida de barco até a Liberty Island e depois uma passada na Ellis Island, que tem o Museu da Imigração. A visita vale muito a pena a esses lugares, pela Estátua em si, pelo passeio de barco e pela vista de Manhattan. Depois passamos pela Estátua do Charging Bull, almoçamos e fomos conhecer o distrito financeiro de NY, a Wall Street e arredores. Ai demos uma passada no 11/09 Memorial, onde estão sendo construidos os novos World Trade Center e onde fica as piscinas em memória do ataque terrorista de 11/09. No final da tarde fomos atravessar a pé a Ponte do Brooklyn, que vale a pena. Depois voltamos para o Hostel, banho e sair para jantar. Dia 3 (09/09) – Bom, esse dia foi muito show. Demos uma volta pela Biblioteca Municipal, Grand Central Terminal, Sede da ONU, e depois fomos para o Metlife Stadium assistir um jogo de futebol americano (NFL). Recomendo muito ir a um jogo em um domingo a tarde, pois pra eles não é só um jogo, é um evento, que começa desde manhã no estacionamento, onde as famílias vão de carro, levam comida, churrasqueira, bebida e fazem uma festa no estacionamento antes do começo do jogo (os estacionamentos lá são gigantescos). Tem show das cheerleaders na entrada do estádio, muita música, festa.. O jogo em si é um espetáculo, com interação do locutor com a galera, animador de torcida, música, festa, e tudo durante o jogo, é um espetáculo, além do esporte ser muito legal. Os meus amigos não conheciam o futebol americano, mas depois do jogo ele viraram fãs do esporte. Recomendo muito ir num jogo da NFL. Nós compramos o ingresso pela internet e nos custou U$ 95,00/pessoa, mas valeu muito a pena. A tarde ainda fomos ver o por do sol do topo do Empire State Building (U$ 25,00), que também vale a pena. Pra finalizar o dia, saimos para jantar e tomar uma beer em um Pub assistindo ao Sunday Night Football (mais uma partida de NFL). Dicas: • A comida lá dentro do estádio é relativamente cara, custando em média U$ 10,00 um sanduiche, U$ 8,00 uma long neck de cerveja. Pode entrar no estádio com água em garrafas pequenas, bolacha, salgadinho, só não pode entrar com mochila normal, só mochila bem pequena ou aquelas bolsas pequenas tipo da Nike. Se for de mochila, tem que deixar do lado de fora, no guarda volume por U$ 5,00. • Para chegar no estádio, pegua-se um trem na Penn Station em Manhattam até o Meadlows Sports Complex, fazendo baldiação na Secaucus Junction. Custa U$ 10,40 o percurso total ida e volta, que tu compra na Penn Sation. Dia 4 (10/09) – Neste dia começamos alugando bicicletas no Central Park por 2 horas (U$ 15,00 cada) para conhecer o parque (alugue no mínimo 2 horas, senão não dá tempo). O parque é bem legal para pedalar e relaxar. Devolvemos as biciletas, almoçamos e fomos no Museu de História Natural Americana, que na minha opinião foi mais cansativo do que prazeroso, inclusive a sala onde está o famoso dinossauro do filme Uma noite no Museu estava fechada. Bom, para mim não foi tão prazeroso pois não sou fã de museus. Tem coisas legais, mas é muito grande e cansativo. À noite fomos assistir ao espetáculo Spiderman: Turn Off the Dark , muito legal o espetáculo. Recomendo bastante assistir um dos espetáculos da Brodway. O ingresso custou U$ 80,00 e foi comprado na internet. Existem lojas em NY chamadas TKTS Booths (Located "under the red steps" In Father Duffy Square on Broadway and 47th Street) que vendem ingresso pela manhã para o show na mesma noite, por um preço mais em conta, mas tem que ir cedo e enfrentar fila para conseguir o ingresso, que nem sempre será o que você queria ir assistir. Dia 5 (11/09) – Neste dia fomos conhecer Chinatown e Little Italy. Realmente é um pedaço da China em NY, muita lojinha com souvenirs, camisetas, comida chinesa, bem China. A Little Italy é cercada de restaurantes e bem estilo Italiana. Almoçamos num desses restaurantes, que a massa estava muito boa. Fomos andar pela cidade meio que sem rumo, só pra conhecer. Passamos no Flatiron Building também, e comprar algumas lembranças de NY. Dia 6 (12/09) – Viagem para Orlando pela JetBlue. Orlando – 11 dias – 12/09/12 a 23/09/12 Hotel: Days Inn Universal Maingate 5827 Caravan Court, Orlando, FL 32819 Preço médio: U$ 16,00/noite – sem café da manhã Sobre o hotel: Quarto confortável. Limpo e organizado. Café da manhã era a parte, era simples ao custo de U$ 4,00. Na minha opinião não valia a pena, pois acabamos indo ao supermercado e comprando pão, frios, achocolatado, frutas, e deixávamos no frigobar do quarto. Localização: Excelente, perto da Universal (10 min caminhando), fácil acesso para Disney, Seaworld, Tampa. Refeições: Bom, Orlando é mais barato que NY, onde conseguíamos comer uma boa refeição por U$15,00. E a cerveja também é mais barata, chegamos a pagar U$ 2,00 por uma pint (sem incluir o imposto que é em torno de 7% e a gorjeta que gira em torno de 15 a 20%) Dica: • Um bom lugar pra comer perto do hotel é o TGI Fridays, e tem também um Pub chamado Orlando Ale House que é bom e tem cerveja barata, tipio Pub de Sports Americano. E claro, se estiver de carro vale a pena uma ida ao Hooters. • Aluguem um carro, se forem dividir entre mais de 2 pessoas vale muito a pena. Conforto, comodidade e flexibilidade. Com carro conseguimos ir ao mercado fazer compras para o café da manhã, cerveja, salgadinhos, bolacha, refrigerante, água. Também conseguíamos estar nos parques antes de eles abrirem, aproveitando todo tempo de abertura do parque, visto que os shuttle que passam nos hotéis geralmente chegam tarde. Também conseguimos chegar bem cedo no Bush Gardens, e aproveitar muito o parque antes da multidão chegar. Outra facilidade era poder sair jantar em algum lugar diferente (por exemplo, Hooters, Burguer King). • Pesquisem os horários de abertura de cada parque e montem um roteiro de parques onde consigam abranger os dias que o parque abre por mais tempo. • Intercalem os parques aquáticos entre os outros, para dar uma relaxada. • Deixem os melhores parques (Seaworld, Island of Adventure e o Bush Gardens) para o final, para não estragar o animo para os outros parques. • Tentem pegar o mapa do parque e programar o que fazer durante o dia, principalmente nos parques que tem show, para dar tempo de ir em tudo. Tente ir nos primeiros shows, para evitar de perder a hora e ficar sem ver algum. Dia 1 (12/09) – Chegamos em Orlando as 12h, e fomos direto alugar o carro. Alugamos na Alamo um Chevrolet Impala Vermelho por 11 dias ao custo de U$ 330,00. Saimos de lá sem GPS, somente com o mapa que eu tinha baixado pro celular, mas foi bem fácil chegar no Hotel. Chegamos cedo e só poderíamos fazer o check-in as 16h. Fomos dar uma volta e procurar algum lugar pra almoçar. Almoçamos no Premium Outlet que tem perto do Hotel, ficamos dando umas voltas nas lojas, e mais tarde voltamos pro hotel. Aproveitamos o resto do dia na piscina do hotel, bem tranquilos. Dia 2 (13/09) – Universal Studios – Nota 9 Fomos a pé ao parque da Universal Studios. O parque é muito bom, com atrações fantásticas. Tem show de fogos e luzes no final do dia. Esclarecimento: Pode levar mochila com água e snacks, pois nos brinquedos que não pode ir com ela, existem lockers GRÁTIS ao lado do brinquedo, que tu pode deixar a mochila por um determinado tempo (esse tempo é calculado dependendo da demora em andar no brinquedo) Dia 3 (14/09) – Blizzard Beach – Nota 8 Pegamos o carro e fomos ao Blizzard Beach da Disney. O parque é bem legal, bom pra relaxar e se divertir. Estacionamento: GRÁTIS. Esclarecimento: Pode levar mochila com água e snacks, porém os lockers são pagos, tu paga U$ 13,00 pelo dia inteiro e ganha uma chave, no momento que tu devolve a chave eles devolvem U$ 5,00. Dia 4 (15/09) – Bush Gardens – Nota 10 Pegamos o carro e fomos no Bush Gardens, que fica em Tampa, distante 100 Km de Orlando. O parque é SENSACIONAL, para quem gosta de adrenalina é claro. Mas além de ter montanhas russas sensacionais, tem toda uma parte com clima de selva africana, com vários animais africanos que tu pode ver, chegar perto (através de vidros), e tem um safári bem legal. É uma mistura de parque de diversão com zoológico. Com certeza o melhor parque dentre os que eu visitei. Estacionamento: U$ 15,00. Esclarecimento: Pode levar mochila com água e snacks, porém os lockers são pagos e estão espalhados pelo parque. Tu coloca U$ 0,50 (2 moedas de U$ 0,25) e fecha o locker com tuas coisas dentro. Quando abrir tem que colocar mais U$ 0,50 se quiser fechar denovo. O que nós fazíamos era colocar a mochila em um locker e andar nos brinquedos, ai perto do meio dia retirávamos do locker para pegar dinheiro, por exemplo, e íamos almoçar, ai colocávamos denovo no locker (pagávamos mais U$ 0,50) e pegávamos somente no meio da tarde pra fazer um lanche, ai guardávamos denovo (mais U$ 0,50). Se planejar não sai tão caro, visto que se você quiser pode deixar no mesmo locker o dia todo trancado pelos U$ 0,50. Dia 5 (16/09) – Animal Kingdom – Nota 5 Pegamos o carro e fomos ao Animal Kingdom da Disney. Assim, opinião pessoal, o parque é muito infantil. O zoológico tem bastante variedade de animais, o que o torna um pouco interessante, mas no geral o parque é bem fraco, e muito cheio. Tem um brinquedo chamado Everest que é legalzinho. Estacionamento: U$ 15,00. Dia 6 (17/09) – Hollywood Studios – Nota 7 Pegamos o carro e fomos ao Hollywood Studios da Disney. Dos parques da Disney é o mais legal. Alguns brinquedos legais e espetáculos também. O show no final do dia é bem legal. Estacionamento: U$ 15,00. Esclarecimento: Pode levar mochila com água e snacks, e não precisa usar lockers, os brinquedos que tem tu pode levar a mochila junto. Dia 7 (18/09) – Seaworld – Nota 10 Pegamos o carro e fomos ao Seaworld. Bom, nesse dia, das montanhas russas, somente a Manta estava funcinando, a Kraken estava em manutenção, o que me deixou um pouco chateado, mas o parque todo é sensacional, os shows com os animais são muito bons e o tempo passa muito rápido. Dica: Procure ir no primeiro horário do show das Orcas, pois se o tempo fechar eles cancelam os shows. Estacionamento: U$ 15,00. Esclarecimento: Pode levar mochila com água e snacks, porém os lockers são pagos e estão espalhados pelo parque. Tu coloca U$ 0,50 (2 moedas de U$ 0,25) e fecha o locker com tuas coisas dentro. Quando abrir tem que colocar mais U$ 0,50 se quiser fechar denovo. O que nós fazíamos era colocar a mochila em um locker e andar nos brinquedos, ai perto do meio dia retirávamos do locker para pegar dinheiro, por exemplo, e íamos almoçar, ai colocávamos denovo no locker (pagávamos mais U$ 0,50) e pegávamos somente no meio da tarde pra fazer um lanche, ai guardávamos denovo (mais U$ 0,50). Se planejar não sai tão caro, visto que se você quiser pode deixar no mesmo locker o dia todo trancado pelos U$ 0,50. Dia 8 (19/09) – Epcot – Nota 7 Pegamos o carro e fomos ao Epcot da Disney. Bom, o parque é legalzinho, com alguns brinquedos que valem a pena, mas alguns que são muito infantis. Nesse dia, como vimos que o parque não tinha nada de muito interessante para nós, ficamos nele até as 15h, depois resolvemos conhecer o Disney Quest que fica na Downtown Disney, que é show de bola, são 4 ou 5 andares de Arcade, todo tipo de jogo de fliperama, simuladores, jogos de vídeo game...muito legal o lugar. O estacionamento no Downtown Disney é grátis. Depois voltamos para o Epcot para ver o show de encerramento, bem legal. Estacionamento: U$ 15,00. Esclarecimento: Pode levar mochila com água e snacks, e não precisa usar lockers, os brinquedos que tem tu pode levar a mochila junto. Dia 9 (20/09) – Typhoon Lagoon (Seaworld a tarde) – Nota 3 Pegamos o carro e fomos ao Typonn Lagoon, outro parque aquático da Disney. Bom, o parque é bem fraco, com brinquedos bem infantis e sem muita emoção. A única coisa legal é a piscina de ondas. Bom chegamos as 10h no parque e as 11:30 decidimos voltar pro Seaworld, para aproveitar a montanha russa que não tínhamos ido (Kraken) e aproveitar mais um pouco as atrações do parque, que é muito legal. Tivemos que pagar denovo o estacionamento. Estacionamento: GRÁTIS (Typhoon Lagoon). Esclarecimento: Typhoon Lagoon - Pode levar mochila com água e snacks, porém os lockers são pagos, tu paga U$ 13,00 pelo dia inteiro e ganha uma chave, no momento que tu devolve a chave eles devolvem U$ 5,00. Dia 10 (21/09) – Island of Adventure – Nota 10 Fomos a pé ao parque Island of Adventure, que é ao lado do Universal Studios, ambos da Universal. O parque é muito bom, com atrações fantásticas. A área temática do Harry Potter é sensacional, recriando a vila do filme, o castelo, e com duas montanhas russas bem legais. As aventuras interativas do Harry Potter, do Spiderman, são muito boas. Esclarecimento: Pode levar mochila com água e snacks, pois nos brinquedos que não pode ir com ela, existem lockers GRÁTIS ao lado do brinquedo, que tu pode deixar a mochila por um determinado tempo (esse tempo é calculado dependendo da demora em andar no brinquedo) Dia 11 (22/09) – Magic Kingdom – Nota 5 Pegamos o carro e fomos ao Magic Kingdom, que é outro parque da Disney. Estacionamos o carro e fomos para a entrada, mas ai pra chegar no parque tu tem que pegar um barco ou um trem pra chegar. Apesar disso a organização é muito boa, e na saída não teve nenhum tipo de confusão e demora pra voltarmos pro estacionamento. Bom, o parque é bem, mas bem infantil, chegamos a hora que abriu, e só ficamos até tarde porque queríamos ver o show de encerramento as 21h, mas o parque é bem sem graça pra quem não é criança. Estacionamento: U$ 15,00. Esclarecimento: Pode levar mochila com água e snacks, e não precisa usar lockers, os brinquedos que tem tu pode levar a mochila junto. Dia 6 (23/09) – Viagem para Cancun pela JetBlue. Impressão de Orlando Orlando é um lugar pra diversão em parques, não vi nada que tivesse tanto destaque fora os parques. Quanto aos parques, vou ser enfático na minha opinião (lembrando que é a minha opinião), os parques da Disney são muito infantis e não merecem toda a fama que tem, os parques da Universal (Universal Studios e Island of Adventure) são inúmeras vezes melhores, em todos os aspectos. O Seaworld é sensacional, tanto para adultos quanto para crianças, e o Bush Gardens é fantástico para quem gosta de adrenalina e diversão. Na minha humilde opinião, quando pensarem em ir a Orlando, não pensem em ir na Disney, mas sim na Universal, Seaworld, Bush Gardens, talvez até no Aquatica, Discovery Cove, que acabei não indo por priorizar os outros parques, e que hoje não sei se faria o mesmo. Miami – 3 dias – 27/09/12 a 30/09/12 Hotel: Tropics Hotel and Hostel 1550 Collins Avenue Miami Beach, FL 33139 Preço médio: U$ 42,00/noite – sem Café da manhã Sobre o hotel: Quarto triplo confortável, privativo, relativamente limpo, mas um pouco inseguro, pois ficamos no térreo e as janelas não podiam ser trancadas. Localização: Excelente, 1 quadra da praia, e 2 da Lincoln Road. Refeições: A comida em Miami é no padrão Orlando/Cancun. U$ 17,00 e tu consegue uma refeição (mais taxas e gorjeta de 15 a 20%). A cerveja custava em trono de U$ 5,00/pint. Bom, em Miami o objetivo era compras e fazer nada, não programamos nenhum passeio turístico ou coisa do gênero, apesar de me arrepender depois. Acredito que conhecer o Parque Nacional Everglades teria sido legal. Dia 1 (27/09) – Chegada Chegada de Cancun por volta das 17h no Aeroporto de Miami. Dica: A partir desse ano começou a funcionar um serviço expresso entre o Aeroporto e Miami Beach. O ônibus é o Linha 150, que custa U$ 2,35 por viagem. Lembre-se que para pagar direto dentro do ônibus o dinheiro deve ser trocado, pois a máquina não dá troco. Leva cerca de 30 minutos até a Lincoln Road. Tem várias paradas somente em Miami Beach. Dia 2 (28/09) – Sawgrass Mills Alugamos um carro pra irmos pro shopping, que é uns 60Km do Hotel. Fomos pro shopping e lá ficamos até fechar, 21:30. O shopping é grande mesmo, com muitas lojas famosas e preço bons, principalmente se comprar mais de uma peça. Nesse shopping não tem Best Buy, mas existe uma Best Buy pertinho do Shopping, em um outro centro comercial ali perto. Dica: Se alugar um carro, tiver que devolver na manhã seguinte e não quiser pagar pernoite, tem locadoras que tem garagem, e que tu pode deixar o carro nessa garagem a noite e devolver as chaves pela manhã, evitado um gasto de U$16,00. Dia 3 (29/09) – Praia A praia de Miami, na minha opinião, é bem feia se comparada a Cancun e ao Rio de Janeiro por exemplo. Não iria a Miami por causa da praia. Aproveitei e fui na Best Buy de Miami Beach comprar mais algumas coisas que faltaram. As festas em Miami prometem, mas devido a inúmeros problemas acabamos que não saímos em Miami. Dia 3 (29/09) – Retorno ao Brasil No domingo fui conhecer a Bayside Market, em Miami Downtown. É um centro comercial as margens do mar, onde tem um píer e uma vista bem legal, vale a pena conhecer. A tarde fomos pro Aeroporto para pegar o voo de volta ao Brasil. ACABARAM-SE AS FÉRIAS!!! Impressão de Miami Bom lugar para compras, cidade bonita, parece ser boa para festas, porém é uma cidade de ostentação, onde as pessoas parecem gostar de se mostrar e esbanjar dinheiro, não curti muito o clima da cidade. Não voltaria para fazer turismo, somente para compras. Bom pessoal, espero ter ajudado de alguma forma. Qualquer dúvida a mais pode perguntar que tentarei esclarecer. Abraços a todos e boa viagem a todos nós!!!
  9. Bom pessoal, conheci Cancun numa viagem que inclui os EUA também, que foi relatada em outro tópico. http://www.mochileiros.com/new-york-orlando-miami-19-dias-t77576.html Nessa trip fui eu e mais 2 amigos. Tentei colocar as informações que acho importantes e que podem tirar as dúvidas de muita gente, que assim como eu, procura o Mochileiros.com para planejar sua viagem. Espero que isso possa ajudar alguem de alguma maneira, segue: Hotel: Krystal Cancun Paseo Kukulcan, Cancun 77500, México Preço médio: U$ 50,00/noite – sem All Inclusive Sobre o hotel: Quarto confortável. Limpo, bonito e bem organizado. Localização: Excelente, no início da Zona Hoteleira, na beira da praia, muito perto do Cocobongo, Congo, Mandala entre outros. Refeições: Bom, Cancun é mediana comparada a NY e Orlando. Uma refeição custava em média U$ 17,00, a cerveja num pub custava U$ 4,00 (mais taxas e gorjeta de 15 a 20%). Festas: Devido a alguns incidentes e pouco tempo acabei indo somente ao Congo e ao Cocobongo, que são show de bola, com astral muito animado, música alta e a maravilhosa palavra OPEN BAR. Dica: • Reserve dias para turismo nos arredores de Cancun, e para festas também. • Os caras das empresas de turismo, taxistas e que vendem pulseiras pras boates ficam enchendo o saco na rua, não de muita conversa se não estiver interessado no que eles oferecem. • Recomendo muito a empresa ALVARO TOURS, como muitos aqui no site já recomendaram. Honestos, transparentes e bom preço. Inclusive ele tem transfer Aeroporto/Hotel/Aeroporto mais barato e mais seguro. Na chegada acabamos optando por pegar uma van no aeroporto e pagamos U$ 15,00/pessoa (U$ 45,00 no total), na volta optamos pelo ALVARO TOURS, que cobra U$ 25,00 para até 4 pessoas, ou seja, economizamos U$ 20,00 e foi bem mais tranquilo e seguro. • No Congo não é necessário pagar pra entrar, só se tu quiser OPEN BAR, que custava U$ 15,00, e tu compra na rua, de uns caras que ficam enchendo o saco tentando vender entradas pras boates. • O OPEN BAR é restrito a algumas marcas de bebidas e alguns tipos de bebidas, não pense que vai pagar e poder beber a cerveja que tu quiseres, mas acho que vale a pena. • Existe uma maneira de tu pagar o OPEN BAR do Congo e ganhar cortesia para entrar no Cocobongo (Cocobongo sem OPEN BAR), pechinche na hora da compra da pulseira pro Congo que os caras que vendem conseguem a cortesia pro Cocobongo, ou seja, paga U$ 15,00 do Congo e ganha OPEN BAR no Congo, e só a entrada pro Cocobongo, podendo comprar cerveja lá dentro na boa (a um custo de U$ 6,00+gorjeta à long neck). • A entrada do Cocobongo com OPEN BAR era U$ 55,00 durante a semana e U$ 65,00 no final de semana. Dia 1 (23/09) – Chegamos a Cancun no meio da tarde, vindos de Orlando, fizemos o check-in e fomos aproveitar o resto do dia na praia e na piscina do hotel. Quando tu está lá tu pensa... “eu poderia viver aqui pro resto da vida”, muito bom o clima da cidade e a praia. Dia 2 (24/09) – Isla las Mujeres Bom, a vontade era ter feito um dos passeios da agência de viagem, que te leva pro lugar mais bonito da ilha, com hotel e All Inclusive, mas não deu tempo, então decidimos ir por conta. Perto do Hotel tem um píer que tu pode pegar um ferry boat pra Ilha ao custo de U$ 17,00 + 3,00 (taxa portuária) ida e volta. Demora uns 30 minutos pra chegar na ilha. Chegamos lá e decidimos alugar um carrinho de golf. Dica: é melhor levar Pesos Mexicanos pra alugar o carrinho e comer na ilha, por mais que eles aceitem dólares, a conversão não é favorável. O Carrinho custou MX 500,00 (aprox. U$ 40,00) para o dia todo (até 17h, que é próximo a hora do último ferry boat pra Cancun (17:30). Aconselho alugar o carrinho, é prático e rápido, e não tem como andar a ilha toda a pé. A ilha é muito legal, tem poucas praias que de pra se banhar, mas tem lugares bem “Mar do Caribe”. Almoçamos na ponta sul da ilha, boa refeição e sem ser muito cara. Viemos parando na volta em algumas áreas que tinham acesso a praia, pra apreciar. Tem o parque Garrafon, que é um parque fechado, que tu paga pra entrar (se não me engano U$ 55,00), onde tu pode nadar com golfinhos (pagar extra), fazer snorkel (incluso), é All Inclusive (comida, bebida, toalhas), esse parque está incluso nos pacotes das empresas de turismo. Bom, passamos o dia na Ilha, dando a volta na Ilha e curtindo as praias. Recomendo muito o passeio, independente se for por conta ou com uma empresa de turismo. Nesse dia fomos no Congo, pagamos os U$ 15,00 e bebemos um pouco e curtimos o total clima de festa e loucura de Cancun. É um bar aberto, onde tem uma guria que fica dançando num palco, e no decorrer da noite acontecem coisas bem legais, que vocês descobrirão lá. Dia 3 (25/09) – Tulum, Cenote dos Ojos, Akumal, Playa Del Carmen Decidimos alugar um carro (U$ 28,00/diária) e ir por conta visitar alguns lugares que valem muito a pena. Infelizmente estava chovendo em Cancun, e só conseguimos sair pra Tulum as 11h, o que prejudicou um pouco nossos plano, mas tá valendo. Em Tulum estava um sol de rachar, muito quente. Tulum é uma cidade onde tem ruínas na beira do mar, com visual incrível. Entrada MX 57,00 (U$ 4,75), estacionamento MX 60,00 (U$ 5,00). Tulum fica a 130Km de Cancun. Ficamos 1h e 30 min lá e seguimos viagem. Os outros lugares ficavam no caminho, voltando pra Cancun. Primeiro paramos no Cenote dos Ojos, que é impressionante. Tem duas grutas que são interligadas por debaixo da rocha, sendo possível, com equipamento de mergulho, atravessar de um lado ao outro. Nós optamos pelo snorkel, que também foi sensacional. Só vendo o lugar pra entender o que estou falando. Entrada: MX 100,00 (U$ 8,00), snorkel MX 40,00 (U$ 3,50). Dica: A entrada para o Cenote somente é sinalizada por uma placa grande e Preta, do lado esquerdo da pista de quem vai pra Cancun, não tem essas placas verdes de sinalização, portanto precisa prestar bastante atenção. O cenote fica perto do Xel-há. Depois do Cenote paramos na Praia de Akumal, que é famosa pra prática do snorkel, devido à possibilidade de ver muita vida marinha perto da praia. Infelizmente chegamos às 17h, e todas as barracas de aluguel de snorkel estavam fechadas. Mesmo assim um casal se ofereceu pra emprestar o snorkel pra nós vermos uma tartaruga enorme que estava a uns 5 metros, comendo algas tranquilamente, foi muito show. Depois seguimos viagem para Playa Del Carmen, que é uma cidade até bem grandinha, onde as praias ficam do lado direito da rodovia (de quem vem pra Cancun). Chegamos mas já estava escurecendo, mas pelo que percebi a praia devia ser bem bonita, mas infelizmente não conseguimos chegar a tempo de aproveitá-la. Jantamos a beira da praia, num restaurante que tinha pela volta. Refeição barata e comer na beira da praia tomando uma Corona não tem preço. Bom, depois desse tour voltamos a Cancun já pelas 20:30, deixei os guri no hotel e fui entregar o carro na locadora. Dia 4 (26/09) – Chichen Itza Como Chichen Itza é longe de Cancun, preferimos pegar o pacote do ALVARO TOURS (Chichen Itza Especial – U$ 69,00), que incluía o transporte, entradas, guia, almoço típico, água, sombrinhas, visita ao Cenote Ik Kil e uma passada na cidade de Valliadolid. Valeu muito a pena pela comodidade, eles passam no hotel te pegar, é um grupo pequeno, o guia Tartaruga é uma figura, e fala português. Bom, Chichen Itza é muito legal, o guia explica tudo o que acontecia lá, como eram os rituais, jogos de futebol, sacrifícios, muito bom. Dica: cuidado com os vendedores, eles ficam enchendo o saco o tempo todo, e barganhe bastante, pois o primeiro preço é muito mais alto do que aquele que ele vai acabar te vendendo no final. O Cenote Ik Kil é legal, mas nem se compara ao Cenote dos Ojos, é mais um Cenote com infraestrutura pra turista, perdeu um pouco a naturalidade, mas vale a pena também. Voltamos pra hotel perto das 19h. Jantamos e fomos pro Congo, pegamos a pulseira de cortesia do Cocobongo, bebemos todas no Congo e depois fomos pro Cocobongo. O Cocobongo lota demais, tem uns shows durante a noite que são bem legais (Spiderman, Moulin Rouge, Máscara, Chicago, etc.), no meio da boate. Curtimos muito essa noite, valeu muito a pena, o clima de Cancun é propicio a festa e alegria. Dia 5 (27/09) – Viagem para Miami pela American Airlines. Ainda acordei pela manhã e fui tomar mais um banho de mar e piscina. O mar de Cancun é muito bom. Viajamos para Miami por volta das 14h. Impressão de Cancun Um excelente lugar, praias bonitas, lugares fantásticos nas redondezas, clima da cidade impressionante, com muita alegria e empolgação. Certamente indico a visita e voltarei novamente para passar mais dias e aproveitar melhor o lugar. Bom pessoal, Cancun é sensacional, eu indicaria uns 10 dias por lá, pra aproveitar as prais, as festas e as atrações ao redor da cidade. Abraços a todos e boa viagem!!!  
×