Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

ricardomoreira.12

Membros
  • Total de itens

    20
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre ricardomoreira.12

  • Data de Nascimento 20-11-1985

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    Trindade, Ubatuba, Caraguatatuba, Foz do Iguaçu, Ciudad del Este, Rio quente, Caldas novas, Cruzeiro, Rio de Janeiro, Maricá, Ponta Negra, Araruama, Arraial do Cabo, Barra do Sana, Guarapari e Belo Horizonte.
  • Próximo Destino
    Peru Machu Pichu, Jalapão.
  1. ricardomoreira.12

    Mochilão Bolívia e Peru 20.12 a 11.01.15

    E aí Galera, vou estar por lá tb nessas datas, vou sair de São Paulo dia 15 e vou pela Bolívia, Chile e Peru, meu facebook aqui, se der a gente toma umas pisco por lá !!! https://www.facebook.com/ricardo.m.araujo.5
  2. Ótimo relato Erik, bem show msmo, adoro viagens como as suas, passar perrengues são comuns msmo, mas no final vc olha pra trás e ri muito, e pensa se não fosse desse jeito não teria sido tão legal, e lembre-se que viagem como essa que vc fez dificilmente se repetem, o cara lá em cima falando um monte não tem nada à ver msmo, fez três coments no msmo tópico com coisas diferentes é um muleke nem dá bola, cara quando fui pela primeira vez pro Paraguay quase me fodi igual vc tb, tipo eu comprei SP a Ciudad del este ao invés de comprar até Foz que é bem mais prático, peguei um desses papeis da aduana e pra voltar um guia nos levou somente pra devolver na aduana, enfim eram dias mais trânquilos tb, hehehe, o esquema era ir direto pra foz já que não tem muita fiscalização e tals, se vc atravesssar à pé passe na aduana e peça o registro já que vai adentrar ao paraguay e não somente até ciudad del este, no mais tardar o passaporte ajuda em muito, muita gente não tira pq não precisa mas no final ajuda muito e agiliza sua passagem pelo país, cara vou ficar no aguardo pelos seus próximos post da Argentina e do Chile, valew !! grande abraço !!
  3. Valew Man, qualquer dia a gente se tromba sim aí poderemos falar sobre as viagens, olha o link do meu face é esse abaixo, nesse mês ainda embarco para Bolívia e Peru voltando pelo Chile, grande abraço Man ! https://www.facebook.com/ricardo.m.araujo.5
  4. Valew Gerson, Vc fez uma mega trip ein, vc tem o relato dela pois gostaria de ler, se algum dia passar por Belém irei me lembrar de vc e das 7 mil ilhas, realmente precisa ter um barco aí para explorar todas essas maravilhas.
  5. ricardomoreira.12

    Trem Belo Horizonte x Vitória

    Boa tarde Galera, passando aqui pra divulgar uma matéria da Vale, à partir de Março já teremos novos carros de passageiros circulando na Linha Vitória x Minas, segundo a matéria os novos carros tanto o executivo quanto econômica terão ar condicionado e o melhor terá tb tomadas individuais para vc carregar seu MP3 e ou cel, parece que o serviço vai ficar top msmo, e o melhor o preço da passagem seguirá o mesmo, segundo a Vale o upgrade partiu da própria empresa, mas em ano de copa acho que deve ser por isso tb, quem puder conferir à partir de março acho que já terão os novos carros. Segue abaixo o link da matéria ! http://www.revistaferroviaria.com.br/index.asp?InCdNewsletter=7454&InCdUsuario=28591&InCdMateria=21179&InCdEditoria=2 E boa viagem !!!
  6. Bem pessoal vamos lá a nossa última parte do Relato, bem sobrou por hora o Paraguay, muita muamba ein. Como todo Brasileiro eu não podia passar por lá e não comprar umas para revender e outras para o meu próprio uso, hehehhe. Acordei normalmente cedo lá pelas 8hs da manhã e fui tomar aquele café da manhã sabe, depois fiz minhas malas e pretendia fazer o check out do hostel e ir direto para o Paraguay, como ia comprar muamba já planejei voltar de ônibus pela Pluma msmo, tá saindo Foz à São Paulo por uns 170,00 reais se não me engano, fiz o check out com o Guilherme e paguei as minhas diárias, falei pro Guilherme que ia para o Paraguay comprar umas muambas e tals, aí ele me deixou guardar minha mochila lá msmo e depois na volta eu passava e pegava para aí sim ir para o rodoviária, o Guilherme é gente boa pra caramba sempre que ele pode ajuda o pessoal sabe, quem puder fique por lá msmo no Hostel e Pousada Minha casa, heheh. Parti em direção ao Terminal urbano que fica ali perto e peguei um bus que me deixasse ali perto da ponte, tem um ônibus que vai para o Paraguay se não me engano se chama Chaco Boreal sabe, tem vários nomes e é só perguntar pra alguém que te informa facilmente, bem esse ônibus se não me engano custa uns 6,00 reais não me lembro bem, é um pouquinho mais caro que o comum que é 2,85 aí resolvi economizar né, peguei um bus que me deixou bem perto da ponte, se vcs forem fazer compras por lá recomendo ir durante a semana bem cedo pois é melhor tem menos gente e menos ladrão, lá na ponte da amizade tem muitos ladrões e é sempre bom ficar esperto, cruzei a ponte e fui logo ver uma mochila nova, comprei uma dessas de camping msmo que são grande, fui na intenção de comprar apenas nos camelôs pq lá dá pra pechinchar legal, nas lojas não é aquele preço e ponto, bem vamos comprei a mochila por uns 73,00 chorei até chegar nesse preço era 85,00, comprei uma bota de Trekking, procurei e achei a mais barata réplica da Oakley heheheh, 55,00 baratinho vai, já fiz 2x trips com ela e tá inteirinha hehhe, fora isso ia comprar umas muambas para vender né, aí lembrei da Pamella que viaja de carona e tals e vende umas calcinhas, aí comprei uns 60,00 reais de calcinhas acho que deu umas 25 ou 30 unidades, comprei tb 16 óculos variados de qualidade por 40 Dollares essa cara que me vendeu falou que eu parecia chileno com o meu portunhol engraçado hehehheh, comprei 5 cuecas por 20,00 e umas 12x meias por 30,00, comprei tb um chapéu Panamenho sabe por 15,00 e uma camiseta da seleção Brasileira por 38,00 e ainda ganhei umas 2x meias de brinde, lá chove meia é impressionante, depois dessa gentileza até falei com o pessoal lá perto que todos eram bem vindos para a copa do mundo no Brasil em 2014, hauahuahau, quando eu lembro disso acho isso engraçado, aí eu percebi que o pessoal no geral era bastante de boa comigo, sempre tive medo do paraguay pq de roubos e etc, mas sei lá por eu tentar falar um pouco de espanhol com eles depois de assistir bastante La tele, haua, acho que vc meio que acaba ganhando um certo respeito sabe pq do seu esforço e dedicação para aprender a falar o Castelhano e a respeitar cultura do Paraguay tb, realmente foi uma das minhas melhores passagens por lá, eu esqueci de falar mas em 2013 msmo eu já tinha ido umas 2x já para comprar muamba, hehehhe. Essa é a Pamella que me inspirou comprar umas coisinhas para revender nas viagens e ganhar um trocado, passem no blog dela realmente vale a pena conferir.. Aqui é a ponte da amizade sempre lotada como sempre, como disse para vcs preferi ir à pé msmo, muitos preferem fazer o mesmo. Então finalizei as compras e atravessei de volta a ponte da amizade para o lado brasileiro, tentei pegar um bus para voltar para o terminal e pegar minha mala no hostel, aí conheci um casal de argentinos, eles eram tipo hippies e tinham pouca bagagem estavam querendo se hospedar em algum lugar porém tinham pouco dinheiro aí acabei dando umas dicas para eles venderem a sua arte e depois tentar trabalho em algum hostel ou hotel, eles estavam no paraguay em um albergue público porém esse albergue só permite que vc fique por 3x dias e depois disso vc tem que zarpar fora, eles estavam indo para a Bolívia aí falei para eles que ia para lá acho que em Janeiro e ou Fevereiro e por falar nisso ainda está de pé essa trip sim, falei para eles irem para as cataratas para tentar vender sua arte e depois voltar para Foz e tentar algo para juntar uma grana, eles estavam entre ir de ônibus partindo do paraguay pois era bem mais barato e ou partir pegando carona aqui do Brasil msmo aí dei aquelas dicas aqui que vcs viram para poder pegar caronas né, me despedi deles e fui para o Hostel, peguei minha mochila que já estava bem pesada e agora eu tinha 2x uma com roupas e outra com muamba, heheh, quando estava partindo ainda vi um casal que era do Acre e estava ali para estudar no paraguay, falei para eles não deixarem de visitarem as cataratas, parti para o terminal e peguei um bus para o rodoviária, fiz uma cotação entre as empresas, tinha Esmeralda, Pluma, Garcia etc. Acabei indo de Pluma msmo o pior é que a Pluma só tem Bus velho e é bem visada pela Receita federal para parar nos barracões, bem era o que eu tinha para hoje, era o mais barato tb, Kaiowa é bom porém é meio carinho cerca de 180,00 e ou 190,00 mas é mais confortável e tem DVD pra assistir, os da Pluma sempre estão quebrados, agora é sério a Pluma tá meio que sucateada só ônibus velho que já rodou pacas, bem embarquei umas 14:30 sempre tem ônibus para São Paulo nesse horário, aí no embarque uma mulher me viu e falou, nossa vc só vai levar isso ? e eu sim, ela me pediu pra levar uma mala pra ela pq a cota de bagagem é de 30kgs por pessoa, aí falei que não podia, pois acreditem é perigoso vc levar o que vc não sabe, muita gente leva drogas, armas, anabolizantes e já ouvi várias histórias do pessoal que vai sempre pra lá comprar muamba, depois disso partimos, aconselho sempre pegar uns 2x copinhos de água no fundo pq sempre acaba antes de chegar em SP, aí partimos de boa, tinha uma paradas e tals, nisso o pessoal que é sacoleiro faz uma vaquinha lá pra dar para o motorista, pq caso a Receita pare ele tenta passar uma pano sabe, eles me pediram e eu não contribuí, tava zerado tb, mas é bacana essa parceria vai, muita gente depende disso pra viver, eu msmo já dependi várias vezes, bem no dia seguinte já estava em São Paulo no terminal Tietê de volta à selva de pedra. Bem é isso pessoal, por aqui vou encerrando o meu relato, quem quiser acompanhar a minha trip na sequência para São Thomé das letras pegando carona segue abaixo o link: sao-thome-das-letras-pegando-carona-indo-e-voltado-de-sao-paulo-t90499.html Aqui vcs vão ver o perrengue pra vender as muambas, hehehe. Bem considerações finais do meu ponto de vista dessa trip: Vá para Foz visite as Cataratas do lado Brasileiro, mas guarde seu dinheiro para ir nas Cataratas do lado Argentino pois até os passeios de barco são mais em conta do que os praticados no Brasil, vá primeiro nas Cataratas do Brasil e depois no da Argentina senão acho que não vai ter muita graça sabe, guarde um pouco de prata para Puerto, cidadezinha simples e pacata, tem uns cacinos por lá tb na Argentina se quiser perder uma graninha por lá vá mas arrisque pouco, geralmente as máquinas dos caça níqueis são programadas para vc perder mais e ganhar menos, arrisque no Black Jack que é mais fácil e simples para ganhar, hehehhe, há e guarde um pouco para o Paraguay no geral vc pode ir e gastar bastante, a cota é de 300 dollares apenas, porém se vc for voltar de avião eles são bem rigorosos e vão querer ver as notas fiscais, se for voltar de ônibus e a receita te pegar compre um item de cada mercadoria, tipo um tablet, um cel, um whisky, se vc comprar muito repetido a receita confisca como sendo contrabando, se for comprar algo para vc msmo se puder já descarte a embalagem, guarde manual e acessórios soltos na mala msmo, eles geralmente pegam aquelas sacolas grandonas que vcs vão ver por lá, malas e mochilas eles não embaçam tanto, mas quando a polícia cisma de fazer um pente fino no ônibus inteiro nínguem escapa, bem é isso se alguém tiver alguma pergunta para fazer, tirar uma dúvida e ou fazer observação sobre o tópico estejam à vontade. Abraço à todos e Boa viagem !!!
  7. Boa noite Galera, Estou aqui mais uma vez para mais um post, depois de ir para Foz do Iguaçu pegando carona dessa vez fui para São Thomé das letras pegando carona aqui de São Paulo mesmo, parece difícil mas é mesmo, hauhauha, aprendi a pegar carona em Minas Gerais, quem for para lá irá perceber isso com certeza, lá as caronas são bem mais comuns, assim tb como no Rio Grande do Sul, apesar de nunca ter ido até lá já li alguns relatos e já conheci pessoas que me confirmaram que lá é bem mais comum pegar carona do que se pensa, bem antes de começar eu precisava falar um pouco disso pois acho que as pessoas deveriam pegar mais caronas sim, em São Paulo mesmo sempre vejo pessoas sozinhas ou com lugares no banco de trás e não dão carona, bem aí vcs me falam é realmente aqui é muito perigoso, há muita violência e tals, sim vcs todos estão certos disso pois vc liga a Tv à tarde no cidade alerta e só vê desgraça que ocorre em São Paulo, no interior nem tanto lá dificilmente há grandes crimes nos quais são praticados por aqui devido a grande concentração de riqueza e de pessoas, mas acreditem se quiserem as pessoas que moram no interior tem bem menos e ajudam bem mais o próximo. Bem galera vamos lá, o meu plano era pegar um ônibus para Mairiporã que saí ali do Terminal do Metrô Parada inglesa escolhi pegar por lá pq do valor passagem que é um pouco mais em conta se não me engado é 4,65 e o ônibus ia me deixar já um pouco mais afastado de São Paulo ali próximo ao pedágio na Fernão Diaz e de lá aproveitar os carros passando lentamente após o pedágio permitindo assim visualizarem a minha fisionomia e a minha placa dizendo "Três Corações Carona Feliz natal" hauahuahau, foi o máximo que a minha criatividade permitiu, então meu plano se sucedeu como sempre, para pegar caronas é sempre bom madrugar, e eu sempre perco a hora pra variar, mais ainda assim consegui chegar um pouco cedo vai, tipo umas 10hs da manhã estava eu lá depois do pedágio com a minha plaquinha, fiquei por lá acho que 1h mais ou menos tempo bom para uma carona saindo de São Paulo, se eu te falar que semana passada não consegui pegar carona ali de Santa Isabel para Taubaté fiquei mais de 6hs e nada até um hippie me deu umas dicas e tals mas não rolou a carona msmo, bem voltando ao nosso trajeto fiquei logo após ao pedágio de Mairiporã pq acreditava eu que os carros passavam mais devagar e esperava que alguém de Minas passasse por ali, pq é isso mesmo apesar de estar em São Paulo as caronas rolam pq as pessoas de outros estados e de outras culturas diferentes se dispõem a dar carona, fiquei por lá parou um carro eu fui correndo, opa essa foi rápido e tals, mas o cara errou a entrada e veio dando ré pelo acostamento para fazer uma conversão que ele já tinha perdido, blz espero o próximo heheh, aí parou um caminhão o foda é isso eles param bem longe, mas eles não pararam para dar carona não, pararam parece que pra um cara descer só, blz, aí passou mais um tempo e parou um caminhão daqueles de terra, aí fui correndo denovo na esperança e rolou mesmo a carona até Três corações, o caminhoneiro não me lembro o nome mas era lá de Sete Lagoas e puxava Minério de Ferro para São Paulo deve ser para alguma usina né, a gente foi conversando várias coisas e passou o tempo bateu mó fome, eu comi o restante das bolachas dele e ele tava zerado, tinhámos a esperança dele vender parte do Oleo Diesel na estrada pra ele conseguir um trocado, nisso a mulher dele estava um pouco mal e emprestei meu cel pra ele pois o cara era firmeza e me deu mó carona, aí ele torrou uns 9,00 reais do meu crédito, há blz a passagem custa uns 55,00 tá valendo, aí ele vendeu o oleo e já estávamos pensando em parar para comer pq eu tinha tomado café, nisso ele tinha umas mangas verdes e falou vamo comer essas mangas com sal, e eu com sal ? será que é bom, bem é muito bom msmo já ouvi falar que no japão se come melancia com sal e no méxico manga com pimenta, pensei de boa, e é msmo bem gostoso, vimos uma lanchonete na beira da estrada se não me engano é lanchonete do Kiko bem depois ali de pouso alto era só 6,00 reais o pratão com Arroz, Bife e Ovo, falamo, vamos lá mesmo, hehehe. Colamo lá e o prato é caprichado msmo, só falta um feijãozinho mas tava blz quando se está com fomé vai assim msmo, detonei o prato em uns 10min heheh, pegamos uma tubaína baratinha e já era, nosso almoço acho que deu uns 9,00 reais pra cada, nunca comi por tão barato assim, depois disso só de graça msmo, o motorista tava sem grana aí dei 2,00 reais pra ele pq o cara da lanchonete tava sem troco, blz. Aqui foi quando eu Cheguei em Três Corações... Lá pra umas 3h ou 4h cheguei ali em Três corações, eu fiquei por ali msmo na estrada e fui seguindo entrando na cidade que é um pouquinho longe, pensei preciso de mais uma carona até a cidade hehehe, blz dei sorte fui andando aí parou um Tiozinho bem gente boa vindo de Varginha comprar uma peça pra sua geladeira em Três Corações dessa vez eu nem tinha feito placa nenhuma e só fiz o sinal de carona heheh, depois ele me falou que só parou pq o tinha um carro na frente dele parando, blz hauahua dei sorte vai, bem aí fiquei no centro da cidade msmo e pensei vou parar por aqui msmo e depois parto para São Thomé, pq ? Bem eu tinha ido no Paraguay e comprei muita muamba para vender por lá, tipo óculos escuros, calcinha, meia e cueca, pensei vou tentar vender algumas coisas aqui pq tava msmo com pouca grana, tinha acabado de voltar de uma trip em Foz do Iguaçu e tava meio sem grana msmo, aí encostei minha mochila ali numa calçada de esquina e comecei a vender minhas muambas, passava gente demais e eu oferecia os produtos para as pessoas e nada, tava todo mundo duro, eu ainda brincava com todos cadê o Décimo terceiro, heheh, bem consegui vender acho que foi um óculos, uma calcinha e uma meia e eu acho que o pessoal comprou mais só para me ajudar vai, nisso fiquei mó tempo por lá, aí lá pelas 18hs ou 19hs, encostou uma vam de hotdog e montou por lá msmo cadeiras e mesas perguntei se ia atrapalhar ali e eles me disseram que tava de boa o pessoal era bem bacana e estava lá só ganhando o pão deles, as pessoas vinham bastante comprar hot dog deles até as pessoas que já tinham se recusado a comprar minhas mercadorias iam lá comer hot dog, pensei é séria melhor vender hot dog msmo, dá mais grana ehehe, nisso o Casal tinha uma filhinha novinha acho que tinha 5 ou 6 anos e ela ajudava eles muito, pegava refri, canudo, guardanapo aí ela me falou o nome dela acho que era Yimiri, e eu não entendia nada, aí ela me falou que os pais dela queriam colocar o nome dela de Yasmin, aí eu falei aí sim é mais fácil né, aí a menininha queria me ajudar a vender e tals sei lá acho que ela ficou com dó de mim tb, aí eu falava vc vai me ajudar a vender ? E ela sim !! hauahua, blz e ela levou a sério msmo ela pedia para as clientes da mãe dela comprar uma calcinha comigo, hauhaua, pensei na hora que legal essa menininha é por essas e por outras que vc acaba conhecendo pessoas assim e acaba valendo a pena fazer essas viagens sabe, aí já tava cansado de falar e falar e nada de vendas, resolvi vou ajudar vcs tb começei a imitar o Felix da novela vendendo hot dog, só não usava as roupas dele vai, mas imitava a voz dele parecida aí o pessoal passava e achava engraçado, hahahha, pelo menos alguém se divertiu e o pessoal do Carrinho de Hot dog tb, bem fiquei mais um pouco por lá aí começou a chover, pensei vou vazar gente, juntei minhas coisas e fui em direção a ponte próxima ao rodoviária, chego lá não tem mais ônibus para São Thomé, isso pq era ainda 20hs, tipo muito cedo por aqui né, enfim pensei vou me estabelecer por aqui, perguntei pra mulher do guichê da rodoviária aonde tinha um hotel barato, e ela me apontou uma pousada ali msmo em frente, parecia mais uma igrejinha sabe dessas de interior, fui até lá e os donos eram um casal de idosos, o quarto estava 30,00 sem tv e 40,00 com tv pensei preciso economizar ao máximo pois não sei do dia de amanhã, ehhe, aí fechei por 30,00 o quarto sem tv msmo, era bem humilde msmo a pousada, acho que do tempo do Pelé quando ele pegou o Trem dali do lado msmo pq a estação tb é ali do lado até Santos, heheh, bem aí eu não podia cozinhar e não tinha tv, parti tomei um banho tava todo zuado e cansado e fui assistir Tv na sala com o Casal de idosos, nisso aproveitei e tentei vender algumas coisas para eles aí a moça comprou umas 6 calçinhas e uma 4 cuecas resumindo recuperei minha grana que tinha gasto na pousada, aí venho novamente no assunto, era isso que pretendia com viagem sustentável vc poder viajar e ganhar um trocado e se mantendo durante a viagem, assisti o jornal nacional com eles e depois a novela comprei uma fanta de 2litros e tomei quase toda, eu ofereci mas ninguém queria aí depois da novela parti pro quarto pois no dia seguinte ia partir dali tentando carona dessa vez por definitivo para São Thomé das Letras, coloquei meu cel pra carregar (Dica nunca se esqueça de carregar quaisquer aparelhos enquanto estiver em hostel, hotel e pousada). E dormi, no dia seguinte ia partir até a divisa da cidade para tentar uma carona pra São Thomé, daí por diante já achei que seria bem mais fácil... Mas aí já é história para um próximo post.. Até mais pessoal, quem tiver alguma dúvida ou discorda de algo pode postar aí, pois para mim será bom e construtivo... Continua....
  8. Boa noite Galera, Passando aqui novamente para continuar o relato, eu estava em Paraty e lá tava bom demais da conta só, hauhauhaua, voltei esses dias e vou dar continuidade ao Relato agora da Argentina !! Hehehe, vamos lá Hermanos !! Bem acordei cedo lá pelas 8 da manhã e parti pra tomar aquele café da manhã reforçado que o Hostel serve, acredite gente é sempre bom reforçar no café da manhã é sem dúvida e a refeição mais importante do dia, bem comi pacas e resolvi partir logo em seguida peguei minha mochilinha, água, câmera etc, estava pronto para mais um dia de aventura, fui até o terminal e peguei o ônibus para Puerto Iguazu eu tive sorte pq já tinha um lá parado, e advinha quem estava lá, a Dani e a amiga dela ambas da Alemanha né, eu falei com elas e conforme já tinham me dito elas iriam mochilar pela Argentina tb, pegamos o bus ali por fora do rodoviária mesmo é só perguntar para alguém, pois esse ônibus é internacional e o preço dele é diferente tb, cerca de 4,00, o que é até barato, o ônibus para o Paraguay passa ali no mesmo ponto tb e custa se não me engano o mesmo preço, porém o ônibus da Argentina era bem melhor e conta inclusive com Ar condicionado, ali faz muito calor e poder ir de ar é bem melhor, então aí partimos e a Dani e a amiga dela desceram antes na Aduana Brasileira para fazer tipo um Check out que elas estavam saindo do Brasil e adentrando a Argentina, acredite se quiser se acontecer algo isso é muito importante, tem como o governo saber aonde vc está e procurar as autoridades responsáveis, seguimos até a Aduana a Argentina aí todos descemos e blá blá blá, nessas horas é bom ter passaporte pq é bem mais rápido, a mulher tira um scan do seu passaporte e preenche algumas coisas no micro e só, se vc for com o RG só, eles preenchem um papel e depois tem que devolver, só sei que a burocracia é um pouco maior vai... Antes de embarcar avisamos ao motorista que iria para o Parque Iguazu, depois que todos fizeram o visto e embarcaram novamente o ônibus seguiu viagem à Puerto e como sabemos, Puerto fica bem longe das Cataratas, é igual ao Brasil tem que pegar um ônibus pois é longinho mesmo, o motorista deixou a gente tipo no caminho em um ponto de ônibus e lá já estava conversando com uns brasileiros e um casal de argentinos a Belén e o Damian, como sempre estava com pouco grana afim de poupar o máximo que puder e perguntando ali e aqui achamos uma placa com a informação, o ônibus que deixa em frente ao Parque Iguazu custava 35,00 Pesos ou 17,50 reais, nossa !!! muito caro pra quem paga em Real nem se compara mais à frente vamos saber porque, tinha um taxi ali perto do ponto aí o Damian e Belén foram até lá ver quanto era e eu fui tb, hehehehhe, e negociamos com o taxi a nossa ida, ia ficar 10 reais pra mim e uns 50 pesos pra cada um deles, tipo tava muito cara pra eles sabe, e para mim tava muito barato sabe, o foda é tem muitas coisas que vc não entende umas são caras pra Pesos e outras baratas para real, enfim Damian negociava pacas e isso de ir e não ir um outro casal de brasileiros queriam ir se eles não fossem, pois ia ficar até então 10 reais pra cada e o bus era 17,50, bem mais barato né, aí o taxi já ia saindo carri atrás dele e falei que quero, nisso Damian e Belén voltaram atrás e foram comigo e casal de brasileiros ficou pra trás, mas chegou logo em seguida o ônibus, aí eles acabaram indo de bus msmo e eu paguei só 10,00 e fui com Damian e Belén de taxi, ehehhe, me dei bem, nisso indo para lá o taxista vinha falando com eles em Castelhano pq eles ficaram hospedados em Foz ao invés de punta e que tinha muito turismo lá, e que uma picanha ao Dente era barato e o Damian e Belén no que acá es más caro e que não sei o que enfim eles acabaram meio que ficando na dúvida se teria sido melhor ficar em foz ou em punta, enfim chegamos lá por só 10,00 reais hehe, aí pensei fudeu !! não tenho pesos, eu ia tentar cambiar pesos no caminho pois era domingo em foz e eu pulei uma parte sabe, foi aque eu fui até o shopping cambiar Pesos e como era domingo só abriria as 14hs fui andando pra lá deu mó canseira e voltei de bus para o terminal para pegar o ônibus da Argentina né, então se vc for cambiar plata lá em foz tente trocar durante a semana, pois no domingo fica bem difícil, aí falei foda-se foi com reais msmo lá tento cambiar. Cheguei lá no Parque era ainda acho que umas 10hs da manhã e tava sem pesos fui até o Câmbio que tem na porta e estava muito caro, tava 1,00 por 0,48 se não me engano, quase 0,50 centavos !!! aí consegui cambiar com Damian e Belén e por um preço justo sabe 1,00 por 0,33 eu achei bem mais justo e como eles iam no dia seguinte para as cataratas do lado Brasileiro e precisavam de Reais acabou saindo bom para ambas as partes, cambiei uns 60,00 reais por 200,00 pesos com eles e entrei no parque, para quem é Brasileiro e ou Mercosul é claro é um pouco mais caro cerca de 125,00 pesos, para Argentinos era só 80,00 pesos, já pra quem é estrangeiro e não é do mercosul e ainda bem mais caro porém o Euro e o Dollar valem bem mais do que o real né, entramos no parque e fomos em direção as cataratas, antes paramos e compramos água numa casa de suvenir ali dentro do parque e fiquei bobo logo de cara, pq tinha umas lembrancinhas tipo flauta, chaveiro sabe pra vc dar de presente para os amigos bem mais barato que em Foz do iguaçu, uma flautinha lá custava uns 15,00 pesos tipo uns 5,00 reais, quase comprei só não comprei pq só tinha mais 75,00 pesos que eram pro meu lanche heheheh. Partimos logo em seguida para o Piso inferior, lá é separado entre piso inferior aonde vc toma um jato no rosto igual no final do lado brasileiro, o superior que vc vê as cachoeiras por cima e garganta del Diablo, lá o parque é tão grande e há tantos animais no parque que vale muito à pena, lá é tão grande que tem um trenzinho que circula lá dentro por entre 3x estações, ao invés de vc ir andando dá pra descançar um pouco e pegar o trem que é na faixa tb, vimos e tiramos várias fotos do piso inferior e quando estávamos descendo achamos uma bolsa laranja cheia de passaportes pegamos a bolsa e devolvemos na próxima lanchonete da estação central e deixamos por lá, vimos o piso superior tb e partimos para garganta del diablo, olha pra quem for fazer esse passeio recomendo fazer nessa ordem, piso superior e ou inferior e depois a Garganta, senão não tem muita graça depois que vc vê a garganta pois é uma queda incrível, era como eu falava para a Belén no parque Brasileiro vc vê as Cataratas e no parque Argentino vc está nela, segundo informações senão me engano as cataratas pertencem 30% ao Brasil e 70% a Argentina aí vc tira pq o Parque Iguazu é bem maior que o Brasileiro e detalhe bem mais barato, fomos até a Gargante o Damian e Belén queriam ver os passeios de bote, nossa fiquei chocado nesse momento um passeio de bote na Argentina custa o mais barato uns 180,00 Pesos e ia subindo até 300,00 suponhamos o passeio completo lá ia sair oque uns 90,00 reais enquanto no Brasil vc paga uns 200,00 reais no mínimo, gente guarde sua grana para andar de bote na Argentina pois tá bem mais barato com certeza, nisso Belén e Damian ficaram seduzidos para fazer o passeio e eu falei para eles, vai pq no Brasil é bem mais caro, heheheh, acabaram não indo e ficou para próximo, fomos então para a Garganta del Diablo, lá tem umas passarelas iguais as do Brasil e dá pra ver uma que foi destruída faz tempo acho que pelo volume das água, na travessia vc vê várias coisas inusitadas como Macacos, tartarugas, peixes e até um ninho de pássaros abaixo do piso da passarela encontramos, tinha umas pedras tb que as pessoas jogam moedas acho que era pra dar sorte e fazer um pedido sei lá, chegamos lá nossa a visão é fantástica é de deixar o queixo caído, vc fica bem em cima da queda mais foda das cataratas e se molha pacas !!! Nessa foto Damian, Belén e Eu na Garganta del Diablo. Esse sou eu e o Damian no Piso inferior das cachoeiras dá pra se molhar um pouco aqui tb... Essa é a visão da Garganta del Diablo simplesmente fantástica !! ao fundo dá para observar o restaurante do parque Brasileiro, eu estive do outro lado e não da pra ver nada disso, é realmente fantástica msmo... Outra foto da Garganta, dá para tirar diversas fotos em vários ângulos diferentes... Esse é o Trenzinho que nos leva pelo parque... mais uma visão espetacular... Arco íris ao fundo, em meio a neblina vários passáros voavam despreocupados.. Essa é a visão do hotel que tem lá dentro do parque, fomos mesmo de impostor o lugar é top msmo, subimos e tiramos fotos... Esse é um ninho de passaros embaixo da passarela, publiquei como "Aonde parece não haver vida, há vida" há esse é o ladrão que te falei... Bem depois disso tínhamos visto já todo parque porém, tinha uma ilha que um bote leva de graça até lá, já tínhamos passado por lá mas queria confirmar, pegamos o trenzinho até a estação central e tomamos uma coca e comi um empanado que é até que barato só 12,00 pesos, já a coca era uns 25,00 pesos caro pacas, Damian e Belén ficaram por lá e fui explorar e tentar chegar até a margem do Rio e confirmar se não tinha msmo o bote para ilha que fica ali no centro das cataratas, combinei com Belén e Damian de encontrá-los ali na estação central pq iámos para Puerto comer algo e beber, nisso eles me ensinaram que Tartaruga é Tortuga, e Macaco e Mono, hauahua, várias coisas em castelhano, hehehhe... Desci lá estava fechado msmo pq da maré, mas fiz questão de descer até a margem nisso parei na primeira queda me refresquei e ia descendo quanto topo com aqueles lêmores sei lá como se chamam e um argentino tirando fotos eles estavam perto das sacolas e gritei para eles que eles são ladrões e tals e eles não entenderam e o bicho pegou a sacola deles e roubando os sanduíches, hauhaua, depois não diz que eu avisei... ehhehe Parti para a margem, olha que legal não sei se no lado Brasileiro dá pra fazer isso, no lado argentino dá, fui até a margem tirei várias fotos, na subida me deparei com um daqueles lagartões que já tinha tirado uma foto sabe do lado brasileiro, no caminho da segunda volta esqueci, encontrei 2x brasileiro um casal sabe eles trabalham com turismo e queriam ir ver umas quedas aí levei eles até lá fomos correndo pq o transfer deles ia partir acho que as 16hs, aí eles queriam ver e tirar uma fotos de voltar correndo, eles estavam hospedados no hotel das cataratos do lado brasileiro e me contaram do Arco íris da lua, tipo como eles estava hospedados no parque à noite eles foram ver a luz da lua que bate nas cataratas formando um arco íris, nossa sensacional, porém só dá para ver se vc se hospedar no hotel do parque brasileiro e olha que é uma nota, no parque a argentino eu acho que não dá para ver pois para chegar na garganta del diablo só dá para ir de trem mesmo e ele só funciona até as 16hs se não me engano. Estava voltando e quando vejo era Belén e Damian vindo em direção foi aí que fomos até o hotel que lá dentro, depois disso fomos em direção à saída do parque e tomei uma sprite garrafinha sabe de 600ml igual a coca que tomei, era 25,00 presos, huahauhau, já estava ficando sem pesos e a gente ainda ia para Puerto Iguaçu, nisso acho que me sobrou uns 15,00 pesos. Aí partimos para pegar um taxi para Puerto, e falei para Damian, olha já estoy sem pesos, heheh, ele falou deixa comigo... hauhuahua blz... Fomos de Taxi até Puerto e o Damian tinha fechado já a viagem em pesos acho que saiu por uns 150,00 pesos, achei caro vai, se fosse de bus ia dar 105,00 pesos, mas como a gente tava com pressa acabamos indo... Eles iam ablando muy com o motorista e eu não entendia nada, pq era um Castelhano fudido..hauahuahau Chegamos em Puerto, Cidade pequenina, nem se compara a Foz, Bem simples, o centro era tipo um cruzamento com umas 5 ou 6 ruas sabe e uns barzinhos, partimos para um bar e tomamos uma Quilmes de 1 litro, ehehhehe, tava barato até uns 18,00 pesos, mais barata que a coca, nisso ficamos por lá conversamos e tals sobre viagens Brasil e Argentina e etc... O casal era gente boa demais msmo, quem diria que os Argentinos fossem tão gente boa assim, mudei de opinião na hora.. Esse é um barzinho que achei interessante em Puerto.. Aqui é no barzinho no centro de Puerto tomando uma Quilmes com Damian.. Terminamos a Cerveja aí dei os meus últimos 15,00 pesos pro Damian pagar a conta, em seguida fomos andando até o rodoviário que de lá pegaríamos o ônibus para Foz do Iguaçu, até aí estava trânquilo pois o ônibus aceita reais e eram só 4,00, nisso fui andando e conhecendo um pouco da cidade e encontrei um hostel ali no centro em que a diária eram meros 20,00 reais acho que eram 60,00 pesos, pulta que barato, se vcs forem para Puerto fiquem por lá, é bem mais barato que aqui e se pagarem em Dollar acho que saí bem mais em conta, pois todo mundo aceita Dollar e segundo o Damian não se pode mais comprar dollares na Argentina sem ser de forma ilegal, ele me falou que se for comprar um dolllar de forma legal saí por 9,00 pesos 1,00 Dollar, o governo embutiu imposto tb, realmente tá um caos prá tá bem difícil as coisas com uma inflação de cerca de 30% o que é muito me contava Damian... Pegamos o Bus no Rodoviaria que servem para ambos os tipos de ônibus, os de viagem, os internacionais e os circulares, nisso tinham uns brasileiro que quando paramos na Aduana Argentina para fazer o Check out me disseram que tinha um passeio de barco super bacana pelo rio Paraná, quando vc atravessa a ponte da fronteira vc vê o barco ancorado, é um barco médio e de cor branca, segundo eles parece que é um passeio noturno e servem um jantar, achei super bacana, tratei logo de avisar Belén e Damian para fazerem tal passeio caso fosse bom e barato, chegamos em Foz já era umas 21hs do domingo dia 15/12/13, tratamos de nos despedir e pagar a minha parte no taxi da volta aí Damian já não tinha mais tantos Reales aí teve de me dar 50 Pesos de troco, pensei putz, torrei tudo na Argentina e agora ? Blz antes Pesos do que nada né, falei para eles do Muffato que tinha refeições baratas, pois aquele casal sim sabe pechinchar bem, aprendi muito com eles. Eles partiram para o Hotel e fui para o Muffato que estava fechado, horas e agora ? Tomei um banho acessei a internet e assisti um pouco de fantástico lá com o Guilherme dono do hostel Minha Casa e Pousada e parti pra Jantar, fui ali perto msmo atravessando a Avenida JK, perto da Feira de foz, vcs vão ver escrito Feira sei lá, hahuahua, aí parei num canto pedi um pratão de um bife à cavalo era uns 15,00 reais, pedi uma coca de garrafa uns 4,00 reais, aí depois que jantei pensei, vou tentar torrar esses 50,00 por sorte o dono da lanchonete aceitou porém olha só como são as coisas, eu peguei por 15,00 e ele queria pegar à 12,00, perdi 3,00 reais né, hauhaua, um dia se ganha e outro se perde e por aí vai, bem depois disso voltei pro Hostel e tratei de dormir e pq no dia seguinte eu ia para o Paraguay comprar muamba né, e é aí que entra aquela coisa de viagem sustentável, eu ia comprar umas muambas para vender no caminho da viagem, aí eu ia para o Paraguay e em seguida ir embora para São Paulo, mas aí já é outro dia né, e amanhã já posto o finalzinho com o Paraguay... Blz pessoal !!! Até mais !! Continua....
  9. Boa tarde Pessoal, Olha eu aqui de novo, e agora antes do previsto, bem aconteceram algumas coisas e não consegui terminar todo o meu roteiro que tinha planejado que ia de Minas Gerais em São Thomé das Letras até Trindade, bem como já tinha ido nesses lugares e almejo trips mais longas, resolvi voltar e fui somente em São Thomé das Letras quem puder ir para conhecer é ótimo !! Bem vamos continuar.. No dia Seguinte no Sab dia 14/12 eu iria para o Parque Iguaçu aonde se encontra as Cataratas do lado Brasileiro, eu ia ir com um Casal que encontrei por lá de Curtiba, porém eles eram bem fechadões sabe do tipo que mal se falam com o outro, eles iam almoçar em um amigo e depois partir também para as Cataratas, decidi ir sozinho mesmo já que ninguém queria companhia mesmo, fui até o Supermercado Muffato e comprei uma água, um sanduíche e um chocolate, pois sabia que as coisas eram muito caras por lá, alias é uma ótima opção esse supermercado pois fica à 2x quadras do terminal Urbano e tem um restaurante lá dentro Self Service que é bem barato tb, fora a padaria em que vc compra pães, doces e sanduíches e come por ali mesmo, quem quiser gastar pouco vá no Muffato, não estou ganhando nada promovendo o mercado mas é uma boa opção, heheheh. Parti ali mesmo do terminal urbano para as cataratas, o valor para entrar é 2,85, aliás todos os ônibus de lá com exceção dos internacionais são esse preço, então em mais ou menos 30 min, chegamos no Parque Iguaçu, o Parque é muito bonito e bem cuidado sabe, e valor da entrada para quem é Brasileiro é de 28,80, estrangeiros pagam um pouco mais, mas na Argentina é assim tb. Continuando logo na entrada vc tem de pegar um ônibus para Chegar até as Cataratas, no geral é bem confortável e tem 2x andares, no andar de cima aonde fui era aberto e tem um sistema de som em que avisa os pontos de parada, pois no total tem uns 3x, uma parada vc tem um passeio de trilhas e de barco pelas corredeiras e uma parada no Hotel tb, assim que chegar na primeira parada das Cataratas vc desce e vem fazendo o percurso através dos Mirantes que cada vez vem ficando melhor, se vc não fizer dessa forma acho que vai ficar sem graça, pois só no final vc toma um banho. Mapa do Parque Nacional do Iguaçu Essa é a Visão que vc tem dos primeiros Mirantes. No geral é bem bacana os Mirantes e te dão diferentes perspectivas para fotografar sabe. Mais adiante quase no final do passeio vc tem as passarelas que te levam bem perto das quedas, se vc gosta de se molhar como eu aproveite, senão compre uma capinha que vende por lá mesmo, lá tinha gente até dando umas de graça mas preferi me molhar, heheheh... Aqui vc se molha bastante... No final do passeio vc tem uma visão geral das cataratas, tem um elevador e lanchonetes e lojas que vendem vários artigos, desde chaveiros à camisetas, que por sinal são bem caras..ehehe Bem depois disso parei para comer meu sanduíche e dar uma explorada por aí, nessa em que eu estava comendo, vi um lagarto enorme passando pela margem e parei na hora para tirar fotos.. Perguntei para o pessoal do parque se tinha algo mais para ver e nada, somente os passeios que são pagos à parte e que custam muito ! Resolvi partir e ir pra o Parque das Aves que é ali do lado do Parque Iguaçu mesmo, muita gente para o carro lá para ir ao Parque Iguaçu tb, o preço é um pouco mais amigável por sinal porém o parque é bem menor em relação ao Iguaçu, bem o preço se me lembro bem era uns 20,00 reais que para mim eram bem pagos, pois o parque é bem bonito com muitas aves raras, há inclusive algumas gaiolas em que é possível vc entrar e tirar fotos com as Aves como se estivessem em seu Habitat natural, no geral vc leva algo em torno de 1h à 1h30 para fazer o passeio, e no final rola uma foto com uma Arara e se quiser passar a mão na cobra tb pode, hehhehehe, olha a malícia ein pessoal, tb tem uma lanchonete e uma loja de produtos do parque que vendem camisetas, chaveiros, etc, porém os preços são mais convidativos que os do Parque Iguaçu. Aqui vc entra na jaula e pode tirar fotos bem de perto dos animais, achei legal essa foto com a Criança.. E no final, rola uma foto com a Arara... Bem até terminar esses passeio já eram umas 15hs a 16hs, foi até que bem rápido, tentei pegar um bus até o terminal e partir para Itaipu, pois o Casal meio chato que estava lá no Hostel já tinham ido para ver as luzes ao escurecer e me recomendaram porém eu queria entrar lá dentro para ver mesmo. Parti para o Terminal e peguei outro bus para Itaipu, o bom de Foz é que se vc for para o terminal tem integração de graça, caso contrário vc teria de pagar 2x conduções, para ter bilhete único de lá vc precisa se cadastrar e tals, demora pra caramba no geral serve só para que mora lá mesmo e usa para sair, trabalhar e passear. Consegui pegar o Bus que estava lotado, me lembrei dos dias de trabalho aqui em São Paulo, heheh, no ônibus encontrei duas mulheres da Alemanha a gente conversou um pouco em inglês se bem que o meu inglês era uma merda, heheh, tinham coisas que eu não entendia e nem elas, heheh, fomos até Itaipu e chegamos lá fomos direto ver os passeios, como chegamos por volta de umas 17hs acabaram todos os passeios pela usina, havia apenas um passeio que o Casal do Hostel tinha feito em que vc via apenas as luzes sendo acessas, era uns 25,00 ou 30,00 reais, caro pra caramba pra ver só umas luzes serem acesas, hauhauahua, eu e as meninas desistimos e voltamos pro ponto de ônibus afim de voltar pra o Centro denovo, nisso demorou muito pra passar o bus aí a Dani umas das Alemãs tentava pedir carona para todos os carros que passavam, hauauhau, pq eu falei que vim pegando carona aí acho que ela achou que no Brasil é assim fácil, hehehehe, depois eu ensinei ela a falar "Eu estou muito suada" em Português, e depois ela me ensinou em Alemão. Só deu pra tirar essa foto mesmo de Itaipu.. Pegamos o Bus e chegamos novamente no centro, as meninas estavam cansadas e com sono e iriam comer e no dia seguinte partir para a Argentina tb, elas foram ao restaurante e eu parti para o Hostel, chegando lá quem eu encontro, o Hidehiro perambulando por lá, ele tinha feito as malas e ia partir para Floripa as 20hs do Rodoviária de Foz, e já eram quase 19hs, falei pra ele ir correndo que ia perder o Bus, hauahuhuaauua. Depois disso dei um pulo na piscina do hostel, tomei um banho assisti um pouco de tv paraguaia e acessei a internet, fui jantar no Muffato gastei só 12,00 reais, bem baratinho mesmo, e daí era dormir e acordar cedo para ir para Argentina... Bem aqui termina o dia 14/12... Logo mais posto o Parque Iguazú da Argentina !!! Continua...
  10. Bem depois de Dormir e de ter assistido ao The voice, acordei Bem cedo para voltar para a estrada em busca de Carona afim de terminar o meu trajeto, pois pensei em fazê-lo e 2x dias ou 2x etapas e acabou gerando 3x dias. Essa é a praça de Guarapuava, Natal bonito por lá... No dia Seguinte já era Sexta dia 13/12 e acordei bem cedo cerca das 7 da manhã, pra mim é cedo, não sei para os outros, heheh, aí fiz as malas e tinha me esquecido que tinha café da manhã, aproveitei e fiz aquela refeição e é claro sem desperdiçar nada, pois vida de mochileiro é bem cansativa e o café da manhã e fundamental, ainda mais quando tem frutas, sucos etc... Me arrebentei de comer e parti de volta pro Terminal central para ir pro Terminal na beira da estrada, cheguei rapidamente e atravessei a pista por uma passarela, lá do alto já via a direção que teria de tomar e aonde pegar carona tb. Tinha uma daqueles radares eletrônicos em que a velocidade máxima era de 60km por hora, pois bem fui pra lá já com a minha plaquinha pronta escrita "Foz do Iguaçu" finalmente, fui para o radar eletrônico que tinha inclusive uma lombada pouco adiante, fiquei lá por uns instantes e chegou 2x políciais também pedindo carona mais à frete, eu via vários carros passando por mim e parando logo em seguida para eles, achei um pulta preconceito mas fazer oquê né, os carros paravam e acredito eu que eles falavam que ia pra tal lugar e a pessoa provavelmente não ia, mas no total vi uns 3x carros pararem para os polícias, enfim chegou a minha vez passou um iveco e parou para mim um pouco depois dos policiais, achei aquilo fascinante, como assim ? Estou aqui há mó tempo e ainda vou antes do que os policiais, fui com aquele sorriso, o Caminhoneiro era o Sebastião, puxava carga congelada pro Porto provavelmente frango congelado, ele estava voltando para Cascavel e ia me dar uma carona até lá, e concordei pois já era uma boa parte do caminho, fomos conversando sobre política, família, dinheiro, várias coisas, passamos por tribos indígenas, paramos uma vez pra ir ao banheiro e tomar café e seguimos em frente, acho que meio dia estávamos no trevo no começo de Cascavel, ele me deixou por ali mesmo e me indicou qual era o Caminho de Foz, agradeci o mesmo e parti mais uma vez. A foto está de cabeça para baixo, mas esse aqui é o Trevo no começo de Cascavel. Fui em direção há uma passarela, fiquei por muito tempo lá esperando carona, algumas pessoas me diziam que ali não era bom, mas tinha um pouco de sombra aonde estava, e bem à frente um ponto de ônibus, acho que por isso me disseram, já tava por lá uma hora mais ou menos fui mais à frente depois do ponto, pois tinha uma saída de uma parada bem ali, depois que mudei de lugar não demorou muito e um cara parou e me deu carona até Matelândia, a gente chegou muito rápido ele tinha um ASTRA 2.0 e vinha chinelando à 160km por hora, eu esqueci o nome dele mas ele era vendedor e estava vindo de São Paulo, tinha saído as 6 da manhã e estava em um tempo muito bom quase chegando em casa, acredite se quiser o meu trajeto teve cerca de 1mil km, Matelândia fica um pouco antes de Foz do Iguaçu porém a viagem de ônibus de foz a São Paulo leva 18hs, é um tempo recorde só perde pro avião mesmo, aí durante a viagem até Matelândia que foi muito rápida por sinal viemos conversando sobre trab e tals e a economia local pois eu já estava gostando tanto do Paraná que eu já estava pensando em me mudar para lá, chegamos em Matelândia fiquei por ali na estrada msmo, me despedi e fui para uma lombada com radar eletrônico acreditem se quiser realmente dá retorno viu, é tipo um oasis no meu do deserto para um mochileiro caroneiro, hehehehhe. Fiquei por lá um tempo, calor de lascar e nisso tinha uma interrupção de trânsito sabe, vinha uns 15 veículos e paravam de passar, não entendi bem o porque mas era bom pq eu corria pra grama do lado da pista em que tinha uma palmeira e me refrescava um pouco, pq o calor é de lascar msmo, nisso vi uma mulher querendo atravessar a pista e eu disse que ia parar o trânsito pra ela passar e tals, ela agradeceu e me desejou boa sorte e me disse que seu marido era caminhoneiro e que se fosse para lá pediria a ele que me desse carona, mas infelizmente não era o caso, bem fiquei pouco por lá em Matolândia, cerca de uma hora mais ou menos até que um cara parou para mim, era o Roberto que me deu carona até Foz do Iguaçu direto, só no chinelo o cara era mó gente boa, tocava em banda, foi líder da torcida Dragões em Cascavel e é Fotógrafo, conversamos muito sobre os protestos tb de São Paulo e política tb, ele me deixou em foz bem perto da ponte da amizade me despedi e agora estou seguindo o seu blog de fotografia com dicas e truques tudo mais, ele foi para Ciudad del Este e eu em direção ao centro, fiquei um tempo por lá procurando hostels baratos na internet aí achei um, Hostel Minha Casa ali mesmo no centro próximo ao terminal de ônibus, tentei ir andando pela Av JK, mas desisti no meio do caminho, tava um calor de matar peguei o bus até o terminal e em seguida achei o Hostel que era 30,00 reais a diária, estava bem vazio e só tinha mais uma pessoa que não tinha visto ainda, tomei um banho refrescante liguei o ar, e assisti há um pouco de Tv, pensei em fazer alguma coisa mas não dava mais tempo, tinha chego em Foz as 15hs e no Hostel já era umas 17hs, fiquei por lá mesmo assistindo tv paraguaia, acredite se quiser só pegava tv do Paraguay, assisti uns programas lá, até achei bacana e os filmes dublados deles são muito dá hora, hauhauahu, até me lembro de um programa que se Chamava "Uma questão de peso" meu a abertura é muito engraçada, tipo parece um SBT com umas arquibancadas enormes cheio de Gordinhos dançando aí uma voz anuncia a apresentadora, e vem uma mulher mó gata, hauahuahu e os gordinhos se pesam e tals, outros choram pq não perderam peso e outros ficam felizes sabe, aí chega o Japa, Hideriro, tentei falar com ele e tals e mostrar o que eu sabia da sua cultura, ele que era o meu companheiro de quarto, gente boa eu falava mais em inglês com ele, quer dizer tentava pq não sou tão bom vai, mas fora isso ele só tinha inplicância com o Ar condicionado, fora isso gente boa, marquei com ele de sair mais tarde e ir em um pub irlandes que tinha ali perto mas aí o japonês dormiu, mano capotou só acordou no dia seguinte ele estudava em Quioto e estava fazendo um mochilão pela américa, já tinha passado por Salvador, Rio e São Paulo. Programinha de tv do Paraguai tipo Malhação sabe, se chamava La Rosa de Guadalupe era uma mistura tb de Bety a feia a protagonista me lembra um pouco ela, hehehe.. Esse é o Hidehiro indo embora no sab dia 14, ele ia pra Floripa e eu pras Cataratas... Essa é Pouco antes de Campo Largo, antes de pegar carona com o Luiz para Ponta Grossa. Essa é em Birigui já saindo de Curitiba. Fui dormir e no dia Seguinte ia partir pras Cataratas do Iguaçú lado Brasileiro e Parque das Aves sempre bem falado por aqui, fui para o Lado Argentino e comprar muamba no paraguay, vou postar aos poucos, pois estou saindo novamente para viajar pegando carona dessa vez pra São Thomé das letras em seguida Circuito da águas no Sul de Minas parando em Cruzeiro (casa da avó) passando o natal e seguindo para Trindade no ano novo, se alguém tiver alguma dúvida ou descordar de algo pode perguntar ok, Segue abaixo o meu Facebook https://www.facebook.com/ricardo.m.araujo.5 Se alguém quiser me chamar para viajar ou combinar trips pode chamar blz Até mais ! Continua...
  11. Continuando, Bem eu parei em Curitiba né, o Thiago me deu carona até próximo ao Parque Birigui bastante conhecido por lá, já houvi o Neto falar muito de Birigui e tals, ele me deixou lá agradeci a hospedagem e fui em direção saindo da cidade, pedi algumas informações e encontrei uma mulher que me deu algumas informoções e nessa ela me perguntou, Vc não tem medo de pegar Carona com desconhecidos ? e a minha resposta foi o que se repetiu muito durante essa viagem que era "Se a gente perder a fê nas pessoas, no mundo não haverá mais esperança" e essa foi uma frase que se repetiu muito durante a viagem, acho que se as pessoas tem a perspectiva de algum dia viver em paz e harmonia deveria ser levado em consideração a confiança entre si, bem eu tinha que pegar um ônibus que ia para campo largo, Já fora da cidade, pedi para o motorista e o cobrador me darem referências da onde ficar para pegar carona, e eles me deixaram em um posto de gasolina tipo parada e tals aonde vc almoça e faz as revisões no caro, era bastante movimentado e tinha esperanças de conseguir carona logo, mas não foi bem assim apesar de ter feito uma placa com referências para Guarapuava, consegui uma carona com um cara Chamado Luiz, ele é arquiteto em Curitiba e tem um Sítio em Morretes ele ficou de me dar carona até Ponta Grossa o que já me ajudaria muito, pois se caso não conseguisse carona adiante ficaria em Ponta Grossa msmo, conversamos muito sobre Trabalho, viagens e ele estava indo até a cidade pois sua mãe morava lá e estava internada em uma clínica por estar muito debilitada, ele vinha com um carrinho daqueles de guinchar e ia trazer uma geladeira e fogão armário etc, e me disse que ia precisar de alguém pra ajudar, ele sabia que eu ia pra Guarapuava e estava ainda bem longe, mas me ofereci para ajudá-lo mesmo que isso signifique que atrasarei um pouco a minha viagem, e falei para ele vc me ajudou eu tenho que te ajudar. Na casa da mãe do Luiz em Ponta Grossa Fazendinha, hehehh Ele concordou e e fomos para antiga casa da sua mãe, deixamos o carrinho lá comemos frutas direto do pé, pois a casa da mãe dele era praticamente uma fazenda, hehheh, fomos almoçar ele pagou meu almoço e depois partimos para a mudança, ele tinha galinhas e um cachorro lá que a vizinha cuidava, carregamos o carrinho e ele me deu uns 20,00 reais pela ajuda, colocamos a cachorra no carro pois ele ia levar para Morretes e partimos, ele me deixou perto de um posto na saída de Ponta grossa pois ele ia voltando agora para Curitiba, fiquei no posto com a placa na mão e nisso passou um funcionário do posto gente boa pra caramba, falou que se eu ficasse lá ia ser difícil conseguir carona e tals pq os caminhões ali passam em direção para São Paulo e não para Guarapuava, nisso levei uns 30 min apenas pra conseguir essa carona, porém ele me levou apenas depois de um trevo em que a estrada já ia em direção a Guarapuava, me deixou em um posto em uma Curva ainda em Ponta Grossa, pois aquela cidade é enorme mesmo, agradeci a carona e fiquei por ali mesmo, torrando a tarde toda, fiquei lá umas 5 horas, até que uns caras que estavam guinchando um carro e pararam ali na frente me ajudaram e me deram outra carona agora saindo já de Ponta Grossa me deixaram em um trevo que ia em 2x direções uma para a cidade aonde eles iam, e a outra para Guarapuava, me deixaram no trevo e me disseram que tinha um posto da polícia rodoviária Federal logo à frente, resolvi tentar uma carona por lá, e caso não conseguisse ia tentar dormir dentro de uns carros apreendidos que ficam por lá mesmo, vcs já devem ter visto. Fiquei alguns minutos apenas e foi uma das caronas mais rápidas que já peguei, acho que fiquei 15 min, como disse é lugar propício pois tinha um radar eletrônico daqueles que mostram a velocidade limite que naquela via era de 40km p/ Hora fora que tem que passar bem devagar pelo posto da polícia, isso me ajudou muito me deu visibilidade e segurança para as pessoas pararem pois afinal a polícia ficava bem ali, aí um motorista de caminhão parou se chamava Alexandre e ia para Guarapuava, ele vivia transportando comida de uma rede de atacado que tem por lá mesmo, isso já era quase 7 da noite e tive muita sorte fomos rapidamente para Guarapuava, conversamos pacas, sobre viagens e aventuras que nos reservam pela estrada e chegamos em Guarapuava por volta de umas 9 da noite ele me deixou na entrada da cidade aonde tinha um terminal de ônibus, chamei ele pra tomar uma breja mas ele já ia carregar novamente umas 3 da manhã do dia seguinte, vida corrida essa, fui pro terminal de ônibus e pedi algumas informações fui para o centro da cidade de bus e resolvi ficar por lá mesmo, consegui um hotelzinho bom e barato se Chamava Princesa, tem cara de puteiro né ? os quartos custavam 22,00 reais uma noite sem tv e 29,00 com tv, como queria ver o The voice paguei o mais caro com tv, cheguei no quarto não tinha colchão aí ganhei um upgrade para o duplo mesmo, detalhe os banheiros com chuveiro eram compartilhados, h uhauahua, e fica ali perto do terminal do centro de Guarapuava, o pessoal de lá é bem de boa sabe, fui comer algo e dei sorte pois havia uma especie de festival de natal na praça, com gente fantasiada, música e luzes de natal com uma feirinha bem simpática com comes e bebes da região, comi passei na farmácia pra comprar um sabonete e fui dormir, tomei banho e assisti o The voice, no dia seguinte acordei cedo e fui tomar café da manhã, eu tinha até esquecido disso... Mas aí já é outro dia e continua em um próximo capítulo até mais !!! Obrigado por acompanharem, acredito que será de grande ajuda para quem quer pegar carona pelo Brasil afora. Até mais..
  12. Bom dia Pessoal, Acabei de chegar de uma viagem recente que acabei de fazer para Foz do Iguaçu, o interessante dessa viagem é que estou tentando desenvolver um estilo novo e sustentável junto com um amigo meu chamado Lucas de Cataguases/MG. Primeiro Dia 11/12/13. Bem eu moro em São Paulo e resolvi ir para Foz do Iguaçu pegando carona, pois como não estou trabalhando mais, eu iria mesmo que de ônibus gastar muito, pois já fui algumas vezes para lá comprar muamba, e nessa viagem tb se inclue muamba porém vcs irão entender mais adiante, saí daqui com pouco dinheiro e tentando gastar o menos possível, meu plano foi sair de São Paulo pois as coronas aqui são muito difíceis pq do alto indice de criminalidade, então resolvi fazer a viagem em 2x etapas, uma vez saindo de São paulo fui de metrô até a estação Butantã da linha amarela do metrô de lá peguei um ônibus para Juquitiba pois era o bus que me deixaria o mais longe há um preço acessível, cerca de R$ 7,00 e poucos centavos, chegando em Juquitiba fiquei na frente da cidade pois antes estava no ponto de ônibus e um Rapaz que estava lá falou que era mais difícil pararem no ponto de ônibus, nesse exato momento a chuva dava suas caras, tanto é que tinha pensado e repensado várias vezes a data da minha saída, inclusive atrasando um pouco por conta disso, tive que entrar em Juquitiba e comprar uma capa da Nautica daquelas para mochila de camping que inclusive custou bem barato cerca de 20,00 sendo que no mercado livre é 30 reais e no centro de SP numa Rua perto da Luz aonde só vende materiais de camping e pesca deduzi que talvez seja mais caro pois já comprei algumas coisas lá. Após comprar a capa tive outro problema, pra quem nunca pegou carona é importante primeiramente, estar bem vestido e aparentado, com mochila e o principal uma plaquinha dizendo para aonde vc vai, no meu caso usei um pincel atômico azul para escrever em um caderno de desenho, a folha de papelão ajuda um pouco mas é escuro e não dá pra ler direito sabe, aí tava meio que chovendo e ia molhar meu caderno saí em Juquitiba atrás de um plástico daqueles pra A4 e tals, procurei por papelarias e nada, até que achei um lugar de cópias etc, eu queria comprar mas eles me deram, daí parti novamente pra pista, fiquei na curva da entrada da cidade logo após a conversão, pois na hora da carona temos de levar em consideração se o lugar é bom para quem irá te dar a carona poder reduzir e entrar no acostamento em segurança, segundo um lugar em que o veículo passe mais devagar e possa ver a placa e vc, pois muitos tem vontade de te dar carona, mas ficam com receio de dar para um desconhecido, fiquei em Juquitiba 1 hora mais ou menos e consegui pegar carona com um caminhoneiro que se chamava Ederson, ele é Gaúcho e voltava do Mato grosso, ele é um cara que está acostumado a dar carona, mas um pouco sério e de pouca conversa, falamos sobre o Rio Grande do Sul, Viagens e caminhão, pois um dos motivos para se pegar carona é esse ter companhia para conversar durante a viagem, portanto tente ser bem amigavél e receptivo, a viagem levou o quase que o dia inteiro, e tinha pensado em comer algo em Juquitiba, porém como não queria gastar muito pensei em comer mais adiante, e como o motorista do caminhão já tinha comido algo demorou bastante para parar e quando paramos numa amiga dele a mulher nem tava lá, só o boteco estava trancado, aí mais adiante já no Paraná por volta de umas 16hs paramos em um lugar que tinha muitos botecos e muitos vendedores de banana, pois o motorista queria comprar uns cachos enormes de banana sabe tipo a penca mesmo que pesava uns 20 kilos e custava cerca de 8 reais cada, ele ia vender por kilo e ganhar uma moeda sabe, nisso tratei de ajudar a carregar o caminhão com uns 3 cachos pois eram pesados e é sempre bom ajudar quem te ajuda, e corri pro boteco pra comprar um lanche que foi uns 6 reais, foi uma fanta que dividi com o motorista e um risole qualquer que não me lembro, fora isso ele comprou uma penca madura que eram poucas apenas pra comer ali mesmo, não sei se ele comprou ou ganhou de brinde, enfim viémos comendo bananas tb e aí já não estava mais com fome. Paramos ainda para reabastecer e o motorista deu o restante das bananas pro frentista do posto, pois eles dão um talento no caminhão, não apenas reabastecem sabe, cheguei em Curitiba mais ou menos umas 7 da noite e ainda estava claro, o motorista estava tentando conseguir um outro frete de Curitiba para o Sul aonde ele mora pois a Sogra dele estava mal no hospital, enquanto tentava achar o endereço da Ambev em Curitiba, na verdade encostamos em um posto em São José dos Pinhais e não em Curitiba, pois tem um rodoanel peguei algumas informações com o pessoal do posto de gasolina e me despedi do motorista que me deu carona e parti dali de São José de Pinhais para Pinhais pois o CouchSurfing que consegui com o Thiago estava um pouco longe, peguei alguns bus que iam de Terminal em terminal até que cheguei em Pinhais no total aí gastei uns 7 reais pois o terminal urbano de São josé dos Pinhais não tinha integração e no de Pinhais tinha, peguei algumas informações com o pessoal e cheguei na casa do Thiago conforme combinado, fui bem recebido me deram um quarto pra ficar e tomei um banho depois ficamos conversando eu o Thiago e o Igor que dividem a casa, fui dormi lá pelas 11hs todos nós capotamos pq eles mesmos iam trabalhar e estudar e ia partir com eles de carona de carro até próximo a saída da cidade em Birigui já em Curtiba. Continua...
  13. ricardomoreira.12

    Pico dos Marins (2.421m de altitude)

    Grande Relato, Estou faz um tempo tentando fazer essa escalada, mas sempre acontece algum imprevisto, se alguém estiver afim de subir entre em contato comigo, tem um brother no face que já foi 2x e me chamou no último feriado de julho mas não pude ir pois tive de trabalhar, bem segue abaixo o link do meu face, grande abraço ! e parabéns pelo relato, com certeza irá me ajudar muito !! https://www.facebook.com/ricardo.m.araujo.5
  14. Começou bem Debora !! Vou acompanhar o desfecho dessa Trip, sempre fazendo suspense né... Fico no aguardo pelos próximos capitulos !!
  15. ricardomoreira.12

    Abrindo a cabeça - o que eh ser mochileiro??

    Mochilar realmente tem à ver com aventura, interação e improviso, concordo com vcs, interagir com as pessoas da cidade conhecer novos lugares, fugir de lugares comuns, passar perrengues e tudo mais, quando vou para algum lugar gosto de estudar a história e a cultura do lugar e chegar lá ver tudo isso que vc estudou na prática, fugir de hotéis 5 estrelas tb !! realmente mochilar é um estilo de vida !!! e esse estilo de vida são para poucos !
×