Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

corujita

Membros
  • Total de itens

    13
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. corujita

    Guia e Dicas sobre Moedas, Cartões e Gastos no Uruguai

    Obrigada pela resposta rápida, LiCo! Mas ainda fiquei na dúvida... consigo fazer isso com meu cartão normal, que uso aqui? Ou teria que fazer um daqueles pra viagem mesmo? Valeu!
  2. corujita

    Seguro Carta Verde para Motocicleta

    Achei num relato de viagem aqui do mochileiros um link pra um post que tinha o telefone de uma seguradora do Chuí que faz a Carta Verde: http://www.aduaneirosmc.com.br/2013/05/seguro-carta-verde-chui-rs.html Mas achei furada, além de cobrar caro (R$176 para 15 dias, contra os US$33 que paguei no Banco do Brasil, mas só porque já tenho seguro da moto lá) o corretor me disse que a SulAmérica, que opera o seguro, não cobre motos de cilindradas baixas (isso que tenho uma 250cc). Ia ser só pra inglês ver... Fiquei na dúvida agora se é uma questão da SulAmérica ou da Carta Verde mesmo. Gusta, você que fez do lado uruguaio... onde você conseguiu fazer? é antes da fiscalização? Agora na real até já fiz a minha (viajo semana que vem, tirei ontem a carta no banco!), mas é bom saber pra uma próxima viagem!
  3. corujita

    Guia e Dicas sobre Moedas, Cartões e Gastos no Uruguai

    Gente Alguém saberia dizer como está funcionando atualmente esse esquema de sacar direto do caixa eletrônico lá? Entendi que é uma aposta na cotação futura do dólar, mas queria saber mais sobre quais são as redes de ATM que operam lá e quais bandeiras permitem esse serviço... Qualquer cartão de crédito internacional serve? Tenho um Mastercard do BB que é internacional, mas em outra viagem (pra Argentina) fiz um cartão especial pra usar na função débito e pra saques...
  4. corujita

    Vegetarianos ao pé do fogareiro

    Sim, comentei ali da PTS porque muita gente acaba comendo, e é realmente uma mão na roda pra cozinhar, mas eu mesma não como a não ser que seja a única opção vegetariana do lugar... se proteína de soja não entra nem na minha cozinha, não é na mochila que vou levar! hehe Quínoa é muito completa, nós temos alimentos riquíssimos e baratos que são os feijões, e lentilha (mais ainda a coral) é super fácil de preparar! Aliás, muito bom lembrar da germinação, com um pouquinho de organização dá pra fazer rangos vivos e super nutritivos
  5. Up! Estou indo para o Uruguai de moto em fevereiro e começando a me equipar... a ideia é acampar, ou em campings ou beira de estrada / posto de gasolina / beira do mar etc. Então, vou precisar de alguma autonomia pra cozinhar, vou ter que comprar um bom fogareiro a gás. Vocês sabem se consigo achar isso mais barato nos freeshops, ou se é mais garantido já sair do Brasil com o equipamento todo? (se alguém souber dos cartuchos mais comuns lá, facilita). Valeu!
  6. corujita

    SÓ PRA GALERA DAS 125cc

    Voltando aqui pra pedir dicas pra mais uma viagem, aproveito pra comentar como foi a primeira, que comentei ali em cima... Encarar a BR101 foi tranquilo, poucos trechos não duplicados, a maior dificuldade são os caminhões (e minha Intruder carregada não passa muito dos 90km/h - ou seja, às vezes eu tinha que simplesmente desistir de ultrapassar e ficaratrás deles, mesmo, respeitando a distância por segurança). Tinha medo de cruzar a ponte, mas foi tranquilíssimo, tanto em Laguna como em Floripa! Levamos umas 8-9h pra fazer os 500 km de Porto Alegre a Floripa e mais ou menos o mesmo tempo pra volta, mas porque nas duas vezes pegamos chuva (na ida, temporal com bastante congestionamento) e fizemos várias paradas, principalmente na volta (cansaaaaço e banco duro da Intruder!). E os alforjes foram uma baita compra, facilitaram muito a vida - tanto que até hoje não tirei da moto, mesmo que atrapalhe um pouco pra pegar corredor na cidade. Uma dica que meu mecânico deu foi levar uma câmara sobressalente para o pneu traseiro, que é difícil de achar na estrada. O pneu dianteiro da Intruder, segundo ele, é o mesmo da CG e fica mais fácil. Essa dica foi bem importante, precisei trocar num feriado e teria perdido um dia na estrada sem isso! A outra dica dele foi levar também lâmpadas reserva para os faróis, caso dê qualquer problema. Mas enfim, a motinho é valente e encarou bem a viagem, tanto que já viajamos de novo com algumas amigas (também de Intruder) para SC e estamos pretendendo agora ir ao RJ! Esse lance de estrada vicia...
  7. Obrigada pela dica, Getúlio! Eu pretendo levar uma lona, até para criar uma área de sombra fora da barraca (ficar dentro da barraca durante o dia é certeza de cozinhar)... Tu acha que nylon resinado valeria mais a pena do que a lona? Me parece que seria mais leve e compacto, mas nunca vi esse tipo de nylon.
  8. Comprei ontem a Esquilo! Já montei na sala de casa e a qualidade da barraca é muito boa. A lona do fundo é bem grossa (não tem nem graça comparar com as outras barracas que tive, essas de super), as costuras parecem bem fortes, o material do odrmitório é de boa qualidade e o mosquiteiro da porta é bem fininho. Sem contar que as varetas da barraca ficam uns 4-5cm longe do tecido do dormitório, o que vai dar um espaço entre este e o sobreteto. Acho que vai ficar menos abafada também! Assim que tiver testado a barraca nos campings, volto aqui pra contar como foi. Mas por enquanto estou bem feliz com a compra! =)
  9. corujita

    Vegetarianos ao pé do fogareiro

    Sim, o problema são lanches, etc... fica um pouco mais difícil comer em restaurantes/lancherias na rua ou na estrada quando se é vegetariano, e bem mais difícil quando se é vegano (principalmente pra lanches). Mas pra camping, realmente acho que é mais fácil, tanto que tem gente que come carne mas prefere a praticidade da PTS.
  10. corujita

    Vegetarianos ao pé do fogareiro

    Sou vegetariana há pouco mais de um ano e há alguns meses cortei também ovos e laticínios, rumo a uma dieta 100% vegetal... Como minha companheira não come proteína de soja (porque faz mal para ela, mas evitamos também por causa da transgenia), acabamos buscando outras fontes de proteínas. As leguminosas são ótimas fontes de proteínas e ferro, o problema é que demora muito pra cozinhar, especialmente os feijões. Pra quem vai cozinhar com fogareiro, uma dica é procurar pela "lentilha coral". Aqui em Porto Alegre eu só encontro no Mercado Público e em feiras, é uma lentilha cor de laranja (fica amarela quando cozida), sem casca e que cozinha super rápido (uns 8, 10 minutos). Dá pra fazer junto com o arroz, é uma refeição completa e muuuuuito mais saudável que qualquer miojo ou mesmo a proteína de soja... Aliás, feijões e lentilhas podem ser comidos também com massas e molho vermelho! Parece meio estranho, mas funciona e é bom pra variar um pouco o cardápio =) Fora das trilhas, quando for possível carregar algum peso extra, também tem aquelas caixinhas de feijão, lentilha, grão de bico prontos. É uma mão na roda!
  11. Vocês chegaram a adquirir alguma dessas barracas? Estou na mesma dúvida...
  12. corujita

    AJUDA - Barraca leve - 2/3 pessoas - até R$ 350

    Oi, gente, tudo bom? Estou na mesma situação, tentando escolher uma barraca nova para mim e minha namorada, para uma trip que vamos fazer agora no fim de janeiro. Procuro boa resistência à chuva (como viajamos de moto, preferiria não ter que carregar lona, embora tenha curtido a ideia do nylon resinado), um avanço razoável e que não seja muito grande pra carregar em cima do baú... E que, de preferência, seja bem arejada (normalmente viajamos no verão e eventualmente acabo cozida na barraca, hahaha) Estou entre a Super Esquilo e a Cota 2, me inclinando mais para a Esquilo (tem 20cm a mais de largura, o que faz alguma diferença para uma pessoa espaçosa como eu). Mas estou em dúvida porque penso também na Nautika Indy 3/4 (que tem um avanço enorme e super confortável), apesar de ela parecer um pouquinho mais trabalhosa pra montar, e na Coleman Hooligan 2 (pelas fotos que vi, o dormitório é feito praticamente só de tela mosquiteiro, deve ser muito fresquinha. Mas também não sei se não fica muito fria à noite, já que o sobreteto fica meio longe em função do avanço, e a coluna d'água dela é de 800mm. Só que vi bastante críticas à Nautika por aqui, e também alguns comentários pouco alvissareiros sobre a Hooligan. Acho que semana que vem vamos em uma loja comparar os modelos, mas queria saber a opinião de vocês! Abraços =D
  13. corujita

    SÓ PRA GALERA DAS 125cc

    Salve, galera! Vamos ver se damos um up nesse tópico... hehehe Tenho uma Intruder 125 2007, rodando bem, mas até hoje só fiz viagens curtas (até 150km) e sem levar muuuita bagagem, coisa pra 1-2 dias, pouco peso além do meu e da minha companheira. Sou de Porto Alegre, e estamos planejando uma trip mais longa para o fim do mês: subir para o litoral de SC pela BR101, fazendo a maior parte da distância (provavelmente até Imbituba ou Garopaba) no primeiro dia e depois ir de prainha em prainha pra conhecer vários lugares. Como em vários picos que pesquisamos não tem camping com estrutura, vamos precisar de uma infra melhor, fogareiro, comida, essas coisas... Enfim, é mais carga, estou pensando em investir num bom par de alforjes pra garantir que não vou precisar deixar nada de fora. O brabo é que isso, mais a velocidade da estrada, baixam bastante o rendimento da motoca... Na cidade ela faz 35km/l, na estrada com vento a 100km/h baixa pra 27! Mas queria umas dicas do pessoal das 125cc. Alguém aqui andou pela BR101 recentemente, sabe como estão as condições por lá para andar de moto? Ou só já cruzou a ponte de Laguna, sabe se o vento é tão forte quanto parece? Confesso pra vocês que penso nisso e arrepio um pouco... hahaha Quem tiver mais dicas de como se preparar para uma viagem dessas (e não saca nada de mecânica além de "revisar a moto antes da trip"), agradeço! =)
×