Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

RodriguesEdu

Membros
  • Total de itens

    58
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra

Sobre RodriguesEdu

  • Data de Nascimento 26-12-1992
  1. RodriguesEdu

    Mochilão pelo Brasil

    Galera, seguinte, faz algum tempo que venho planejando esse mochilão/semestre sabático em uma expedição pelo Brasil, mesclando trabalho voluntário em troca de hospedagem/alimentação, e também um pouco de redescobrimento das belezas do Brasil. A viagem deve começar aqui de São Paulo, e ir subindo em direção ao Norte/Nordeste, buscando ONG's ou grupo de pessoas que precisem de ajuda em diversas áreas relacionadas a cultura e educação. E é nesse pedaço que vocês entram. Estou buscando informações de ONGs, instituições, pessoas, hostels e etc. que tenham interesse de me ter lá ajudando, fazendo serviços, em troca de hospedagem e alimentação. Vocês, desse brasilzão bonito que só vendo, conseguem me ajudar com informações preciosas? A idéia é começar em Agosto, com um mini roteiro só previamente traçado. É isso galera, Vamos tentar ajudar o amigo aqui. Bj
  2. RodriguesEdu

    Guia e Dicas sobre Moedas, Cartões e Gastos no Chile

    Alguem com noticias sobre o cambio? Vou pra lá amanhã e queria me planejar certinho sobre.
  3. RodriguesEdu

    Estados Unidos - Hospedagem

    acho que vale vagas nos POD, é uma boa opção tambem, porem um pouco mais caro que o HI Hostel, mas com a opção de quartos individuais
  4. amei o relato, vou usar um monte de coisas !
  5. RodriguesEdu

    Washington DC - Perguntas e Respostas

    Sara, qual companhia de onibus você sabe que faz esse percurso? vou dar uma procurada aqui nos valores, e pretendo ja fechar.
  6. RodriguesEdu

    Washington DC - Perguntas e Respostas

    Vou pra NYC no final do ano com uns amigos. Eles vão embora no dia 03/01 e eu fico até dia 07/01. Estou planejando uma viagem para Was, saindo dia 04/01 e volto dia 06/01 para não correr risco com o vôo de volta pro Brasil. Estou querendo ir de trem, e voltar de trem também. Acham que vale a pena, ou devo me programar pra pegar um ônibus?! Como vou estar com mala, imaginei com o trem ia ser mais fácil. Engano meu? E quanto a neve, corro risco de ter uma tempestade e ficar preso na cidade, ou coisa de menino preocupado? Outra coisa, alguém tem sugestão de hotel/hostel? Queria um lugar bacana, já que vou estar sozinho lá. Valeu galera.
  7. RodriguesEdu

    Santiago - Onde Ficar?

    Rose, fiquei nos dois e sou muito mais o Happy House! O Ventana me recebeu super bem, mas o Happy House teve um diferencial muito a mais pelas instalações, banheiro e staff. O diferencial do Ventana mesmo é a localidade, mas o HH não esta em um lugar ruim tambem.
  8. RodriguesEdu

    Santiago - Onde Ficar?

    Carol Teles, pode perguntar! Se quiser mandar MP estou aberto!
  9. RodriguesEdu

    Santiago - Onde Ficar?

    Carol, quando eu fui pra lá fiquei em dois Hostels, porque teve deslizamento no Andes e não pude cruzar a fronteira pra Arg, e o primeiro hostel que eu fiquei não tinha mais espaço. Depois dessa história triste eu lhe digo: ainda bem que o Andes deslizou. Eu acabei encontrando o Happy House Hostel, que é um hostel bem acessivel e super bem localizado (perto da Plaza de Armas e da Avenida Brasil. Ele fica perto do metro (duas quadras), tem supermercado do lado, a staff é super receptiva (sempre tiravam minhas duvidas do que fazer, me mantinham informado sobre a situação do Andes, me apresentaram algumas pessoas no hostel...) e tem piscina em uma área bem legal. Perto do metro tambem tem um bus que leva e trás do aeroporto (não lembro o nome da companhia, mas vou pesquisar e te mando MP confirmando) o que te poupa uns bons dinheiros já que o aero não é tão perto da cidade. SUPER RECOMENDO O HOSTEL! http://www.happyhousehostel.com/
  10. RodriguesEdu

    relato 7 dias em Nova York - MAIO/2014

    Fantastico! Gostei muito do seu relato, e acho que ele vai me ajudar a ter uma noção daqueles detalhes de cada lugar que quase ninguem lembra.
  11. RodriguesEdu

    New York - Perguntas e Respostas

    A imigração não para de funcionar, MarcoMar. Não precisa se preocupar! A unica coisa que pode acontecer ter um contigente de funcionarios um pouco menor do que o habitual, mas 00:30 ainda é um horário de bastante movimento de passageiros, então deve ser bem de boa.
  12. RodriguesEdu

    Estados Unidos - Hospedagem

    Galera, alguem tem contato de pessoas que alugam apartamentos em NY? Já falei com o Fernando, e me falaram que existem outras pessoas. Estou querendo fazer um orçamento para minha viagem no ano novo. Abraços
  13. RodriguesEdu

    Qual é o pior lugar do Brasil?

    e quando você achava que estava tudo na pior, vem uma anta e piora tudo ! a 23 está pior do que nunca hahahah
  14. RodriguesEdu

    NOITE EM SÃO PAULO – Um guia da noite paulistana!

    BARES Assim como as baladas, os bares da cidade de São Paulo também atendem diversos públicos, e têm muitas características singulares, que dão a cidade esse ar cosmopolita. Existem dois principais tipos de bares na cidade: o bar-balada e os bar convencional. Eles atendem diversos tipos de públicos, desde os descolados, passando por alternativos, chegando em público gls e universitários em geral. O horário de funcionamento deles costuma ser bem variado, podendo abrir as 11:00, para os que gostam de beber e já emendar o almoço, até os que só abrem durante a noite, servindo de esquenta para baladas. Aproveitando o gancho, não vou citar aqui aqueles bares que ficam na frente das baladas, que servem como apoio para dar um fire up antes de entrar nas casas noturnas. Vou levantar aqui os bares que podem substituir uma noitada. Na cidade existem diferentes pontos em que estão concentrados os bares, vou separar aqui por região, o que acaba também interferindo no público que frequenta o local. VILA MADALENA: A Vila Madalena é um dos lugares mais badalados, se não o mais, da cidade de São Paulo e principal reduto dos boêmios de plantão. ASTOR: O bar Astor, localizado na Rua Delfina, 163, é extremamente charmoso com a sua decoração inspirada nos anos 50 e 60. O local ainda apresenta uma carta de vinhos bastante variada e o chopp geladinho. Petiscos, filés e sanduíches fazem parte do cardápio. Destaque para as omeletes e o Bloody Mary, um dos melhores da cidade. SANCHA: O Bar do Sacha é um boteco localizado na Rua Original, 87. Sempre cheio, ele ferve no happy hour, possui um atendimento descontraído e mesas na calçada, sem falar no chopp sempre bem geladinho. BOTECO SÃO BENTO: O Boteco São Bento, que fica na Rua Mourato Coelho, 1.060, procura recuperar o visual e ambiente de botecos clássicos. A arquitetura do lugar faz diversas referências a São Paulo de antigamente, com mesas de mármore, limoeiros em volta das mesas externas, prateleiras e postes de luz velhos. FILIAL: O Filial, localizado na Rua Fidalga, 254, é considerado um dos melhores bares para curtir o "fim de noite" em São Paulo. O bar recebe muitos boêmios, universitários, jornalistas, publicitários, músicos e atores. GENÉSIO BAR E CHOPP: O Genésio é um bar localizado na Rua Fidalga, 259. Sempre cheio e animado, tem diversas fotos antigas do bairro nas paredes. O ambiente é de boteco clássico, com mesas de madeira na área externa e na calçada em frente. Está sempre bem movimentado e é uma boa opção de para tomar um chopp e comer um petisco ou pasta no fim de tarde. GENIAL BAR: O Genial é um bar dos mesmos proprietários do Genésio e do Filial, que fica na Rua Girassol, 374. O ambiente da casa é espaçoso e tem clima dos tradicionais botecos da cidade, com fotos de personalidades nas paredes e uma varanda com teto retrátil. O público é eclético e composto por pessoas de todas as idades. MELOGRAMO: O Melograno está localizado na agitada Rua Aspicuelta, 436 e conta com mais de 150 rótulos de cervejas, além de ser especializado em combinações de alimentos com a bebida. MERCEARIA SÃO PEDRO: A Mercearia São Pedro existe desde 1968, na Rua Aspicuelta, 544. O boteco é point cult da cidade e está sempre lotado de intelectuais e descolados. O ambiente é despojado, com cara de mercearia e mesinhas na varanda. SALVE JORGE: O Salve Jorge, localizado na Rua Aspicuelta, 544, possui diversas referências ao nome Jorge, desde uma pintura de São Jorge na parede, até fotos de famosos com esse nome, como Jorge Benjor e Jorge Mautner. SÃO CRISTOVÃO: O São Cristovão, também na Rua Aspicuelta, 533, homenageia o time de futebol carioca homônimo. O ambiente é pequeno e quase sempre lotado, com decoração formada de recortes de jornais antigos e fotos de jogadores famosos, como Pelé, Zico e Garrincha, que cobrem as paredes. ITAIM BIBI: O Itaim Bibi é um dos lugares mais badalados na cidade de São Paulo e o bairro em que se concentra o maior número de bares e baladas. BARDOT: Localizado numa esquina da Rua Clodomiro Amazonas, 260, o Bardot é um dos endereços preferidos do público no Itaim. Inspirado numa das grandes musas do cinema, a atriz Brigitte Bardot, o boteco tem clima intimista com jeitão de bistrô. CHARLES EDWARD: O Charles Edward tem estilo de pub europeu somado com bar americano. Localizado na Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 1426, a decoração conta com algumas peças antigas, como um caça-níquel de 1910. O público tem faxa etária de aproximadamente 35 anos e costuma se agitar com o pop rock ao vivo, principal atração do bar. DEZOITO BAR: O Dezoito Bar, na Rua Professor Atílio Innocenti, 101, conta com uma ambientação que combina iluminação baixa, paredes envidraçadas e mesas de estilo bistrô. Para deixar o clima animado, a programação alterna bandas ao vivo e som de DJs. EU TU ELES: O Eu Tu Eles é um bar que fica no térreo de um edifício comercial, de frente para Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2902. Decorado com mais de quatro mil fitinhas do Senhor do Bonfim penduradas no teto, a proposta do bar é fazer os clientes se sentirem em casa com um cardápio onde a cozinha brasileira é o destaque. KIA ORA: Localizado na Rua Dr. Eduardo de Souza Aranha, 377, o Kia Ora, pub neozelandês, conta com apresentações de bandas ao vivo, mesas de sinuca e pinball, além de muitas opções de cervejas e vinhos da região. A casa também serve os tradicionais espetinhos australianos. LOUIS: O Louis é filial de uma casa de Miami. O bar/balada foi inaugurado em março na Rua Amauri, 282. Música lounge e house compõem a trilha sonora, na medida para agradar a bem arrumada clientela. O local também oferece happy hour e esquenta pré-balada. MYNY: O MyNY é um bar inspirado nos tempos da Lei Seca e lembra os antigos prédios nova-iorquinos. Localizado na Rua Pedroso Alvarenga, 1285, traz no cardápio alguns coquetéis mais clássicos e diversas opções de sanduíches e petiscos. TATU BOLA: Localizado na esquina da Rua Joaquim Floriano com a Clodomiro Amazonas, o Tatu Bola Bar conta com um estilo especial que une de várias tribos e estilos. No cardápio também há 14 opções de caipirinha. THE SAILOR: Já o The Sailor, localizado na Avenida Faria Lima, 2776, é um pub britânico com inspiração em pin-ups e decoração de navio antigo. Além de shows com banda de rock e pop, a casa oferece cervejas Leffe e drinques com nomes de bandas, como Strokes e Coldplay. WALL STREET: Por fim, o famoso Wall Street Bar, na Rua Jerônimo da Veiga, 149, funciona como uma verdadeira bolsa de ações, onde o cliente pode ver (em tempo real) as cotações de suas próprias bebidas. A casa também conta com uma jukebox, para você escolher a música que quer ouvir no ambiente. BLÁ BAR: O local funciona como restaurante e bar, com destaque para o Happy Hour que, além de disputado, conta com a presença de DJs. A cozinha do local mistura as culinárias italiana e contemporânea, com destaque para as bruschettas e para o Tagliatelli de Ragú de Fraldinha. Frequentado pelos publicitários da região, o bar também já recebeu o cantor Sting e a banda The Killers. Como puxadinho do bar, o club Anexo fica ao lado, para quem quiser estender a noite. Avenida Brigadeiro Luis Antonio, 5003 - Jardim Paulista BAR DO ARNESTO: O Bar do Arnesto, no Itaim Bibi, foi inspirado nos botequins paulistas dos anos 60 e homenageia os sambistas da época, tendo como referência o personagem da música ”Samba do Arnesto”, de Adoniran Barbosa. A decoração foi toda garimpada de antiquários com mesas em diferentes materiais e tamanhos, para combinar com o clima de botequim. No quesito bebidas, o Arnesto oferece cerveja de garrafa com um sistema de refrigeração especial que gela de maneira uniforme e baixa a temperatura até cinco graus negativos sem congelar o líquido e uma carta de cachaça com mais de 503 rótulos. Endereço: Rua Ministro Jesuíno Cardoso, 207 - Itaim Bibi B4 LOUNGE: Com clima intimista, o B4 tem a proposta de ser um esquenta para a balada. A casa traz em seus ambientes sofás brancos, música ambiente, dois bares e mesa de bilhar. R. Amauri, 244 - Jardim Europa PAULISTA/AUGUSTA: A rua reafirmou sua vocação boêmia, passou a atrair jovens frequentadores e virou ponto de encontro de várias turmas BEACH BEER: Na altura do número 2456 da Alameda Santos (paralela da Avenida Paulista, perto do metrô Consolação), está localizado o Beach Beer. O boteco – que passou por recente reforma – tem porções de calabresa, provolone, fritas, frango a passarinho e afins a preços justos. A cerveja está sempre gelada e os garçons – procure o Gaúcho e o Alemão – são muito gentis e atenciosos. Na TV, tá rolando sempre uma programação esportiva bacana. PUPPY: Quase em frente a Faculdade Cásper Líbero, o Puppy fica no número 1009 da Avenida Paulista, próximo ao metrô Trianon-MASP. Por lá, o esquema é bem informal mesmo. As disputadas mesas - de plástico mesmo, do jeito que um botequeiro gosta – ficam todas na larga calçada da Avenida. Os lugares são muito disputados, então o ideal mesmo é pegar umas brejas – tem que pagar a ficha com antecedência – e beber em pé, apoiando as garrafas na lixeira de concreto da Avenida Paulista (mais roots impossível) BLUE VELVET: O bar entra no clima do clássico Blue Velvet, de David Lynch. A decoração é azul, com clima de balada em plena sala de estar. A acomodação, com sofás e pufes e uma pistinha de dança onde se ouvem hits de groove e soul dos anos 80 e 90, é uma sugestão de esquenta. R. Bela Cintra, 1541 - Jardim Paulista BARÃO DE ITARARÉ: O bar é chiquérrimo, com uma decoração inspirada nos anos 50 e 60. O público de lá é "arrumadinho", mas bem diversificado - vai de engravatados a artistas modernosos, e gays. A carta de bebidas é imensa, com mais de 50 tipos de cachaça e 12 de cerveja. Ideal para aqueles dias em que você quer fazer a phyna. R. Peixoto Gomide, 155 - Jardim Paulista FREY CAFÉ: Localizado na Rua Frei Caneca, um dos principais locais de encontro entre os LGBT, o Frey Café é uma delícia a qualquer hora. É perfeito para tomar um café com os amigos no final da tarde, para os drinks da happy hour ou mesmo para "ahazar na buatchy", já que lá também vira balada. Frequentemente, o local recebe festas temáticas, como a do Orgulho LGBT, e shows de stand up comedy. R. Frei Caneca, 721 - Consolação SPOT: É uma mistura de restaurante e pub frequentado por gente "phyna e eleganthcy", mas com um pé na modernidade. O som passeia pelo eletrônico, jazz e drum'n'bass. É ótimo para um jantar um pouco mais formal, porém sem frescuras. Também dá para ficar no balcão saboreando os deliciosos drinks da casa. Al. Ministro Rocha Azevedo, 72 - Cerqueira César CAOS: O Caos é um misto de loja de antiguidades durante o dia, bar com festas à noite e ainda é programa de TV no The History Channel Brasil! Como um pré-clube, as noites do Caos começam e terminam mais cedo, mas a programação musical é fina: ska e dub, música brasileira, hip hop old school, disco, funk, soul e boogie. Rua Augusta, 584 – Consolação VOLT: O bar Volt, localizado nos Jardins, é conhecido pela decoração em neon, que mescla peças restaurados de lugares clássicos do Baixo Augusta com novos criados por personalidades da noite paulistana. É considerado por muitos os melhor bar gay friendly para paquerar. No som, rola muito eletrônico dos anos 80. R. Haddock Lobo, 40 - Consolação
×