Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Boschi33

Membros
  • Total de itens

    16
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Outras informações

  • Meus Relatos de viagem
    http://www.mochileiros.com/post1108898.html#p1108898 - FERROVIA DO TRIGO 18/07/15

    http://www.mochileiros.com/post988396.html#p988396 - TREKKING FERROVIA DO TRIGO - 12/07/14

    http://www.mochileiros.com/post909760.html#p909760 - TREKKING FERROVIA DO TRIGO - Muçum à Guaporé

    http://www.mochileiros.com/post878433.html#p878433 - TREKKING PROTÁSIO ALVES À VILA FLORES -RS
  • Meu Blog
  1. Boschi33

    Ferrovia do Trigo 18/07/15

    Valeu Debora mas acho que o teu demanda mais coragem hein! heheheheh! Deve ter consigo uma ótima vista do viaduto também.
  2. Olá Jully! Muito bacana o relato desse pedal, me tirou algumas dúvidas. Estou programando para visitar a Serra do Corvo Branco nos feriados de Set ou Out, aproveitando para conhecer também a Serra do Rio do Rastro. E em ambas encarar a subida e descida de bike. Abraço.
  3. Falaaaaa Mochileiros! Mais um vez fazendo uma visita a Ferrovia do Trigo.. Depois de uma semana de muita chuva na Serra Gaúcha, encaramos uma trip no sábado, dia 18 de Julho, onde São Pedro deu uma trégua e nos ajudou na caminhada. Partimos a indiada pontualmente às 6:30, acessando os trilhos próximo à linha Colombo (Guaporé), por meio de um viaduto rodoviário. Na mesma semana, foram feitas diversas manutenções ao longo da Ferrovia, como troca de dormentes e limpeza das encostas. Após alguns km, nos deparamos com a famosa Mula Preta, como sempre, botando uma pressão no primeiro contato com quem não à conhece.. heheheh! (Haviam dois colegas que não conheciam a Ferrovia) Até ae tudo bem, o que não esperávamos, era escutar uma buzina em meio a travessia, o que no meu caso foi motivo de muita euforia.. Já havia encontrando o trem em diversos pontos, até mesmo em túneis, mas junto ao Mula Preta, seria a "cereja do bolo." Estávamos bem divididos na travessia, eu havia ficado para trás tirando algumas fotos, 03 pessoas mais à frente e 02 praticamente ao final do viaduto, estes que tiveram que dar uma boa corrida para sair do trilho, pois não daria mais tempo de retornar pra o escape. Enquanto esperávamos o trem, não dá pra negar que rolou um medinho heheheheh! Até porque o mesmo treme o viaduto inteiro. Mas a experiência é muito legal, e de quebra, consegui tirar várias fotos e fazer a gravação da passagem. Segue link do vídeo: Após a passagem do trem, hora de seguir viagem.. Depois desta experiência, já poderia ir pra casa, havia ganhado o dia!! hehehehhe! Não demorou muito para o sol nos fazer companhia, melhorando muito o dia! E este seguiu conosco durante todo percurso, ignorando as previsões de chuva. Próxima às 10:30 chegamos ao Viaduto Pesseguinho, onde aproveitamos para conversar com o Clair, proprietário do Recando da Ferrovia, sempre nos contando de seus projetos e investimentos voltados ao turismo. E depois de alguns viadutos e diversos túneis, os quais com muita água, nos aproximávamos do nosso destino final, o Viaduto 13. Logo após uma parada para o almoço.. seguimos com a caminhada. E enfim.. chegamos ao gigante em torno das 14h Mais uma pernada até o pé do V13 E estava feita mais uma trip por este lugar fantástico.. Conforme já havia relatado em um post anterior, este trecho é bem tranquilo pra se fazer, onde a quilometragem fica em torno de 26km. A trip não exige taaanto preparo, mas dependendo do ritmo da caminhada, a canseira pega legal. Também dispensa uma quantia grande de comida e água, devido à distância. Vale muito a pena fazer o trecho, mas não se comprara ao trekking completo, entre Muçum e Guaporé. Segue link com diversos vídeos realizados na Ferrovia: https://www.youtube.com/channel/UCmzTvobjeFwbULvPkcNWA9Q Um abraço e bons ventos!!
  4. Fala Tiago! Baita trip.. as fotos ficaram excelentes. Abraço!
  5. Valeu Rodrigo! Com certeza! o lugar é fantástico.. Vale a pena conhecer e visitar outras vezes. Abraço.
  6. Faaaala velho! Cara, não te aconselho fazer essa travessia de moto. Não digo isso apenas pelo fato de andar nos dormentes, mas são em torno de 15 túneis nesse trecho, mais 02 viadutos vazados (Pesseguinho e Mula Preta). E se por acaso tu encontrar o trem, não vai ser muito legal. Como tu vai de moto, fica fácil o acesso pra conhecer vários pontos do trecho, até por meio de trilhas, que são várias. Se te ajudar, segue o link do Panoramio, onde tenho algumas fotos mapeadas. http://www.panoramio.com/user/4488164 De qualquer forma, a galera aqui também pode te ajudar quanto à localização de alguns acessos. Abraço.
  7. Fala galera! Depois de um ano desde o último trekking na ferrovia, no dia 12/07 matamos a saudade.. Fizemos apenas um trecho de aprox. 24km, saindo de Guaporé até o Viaduto 13. Partimos da linha Colombo (8km de Guaporé), onde acessamos os trilhos junto à um viaduto rodoviário. Nos primeiros Kms, ainda escuro, nos acompanhava uma bela lua cheia. Após o primeiro túnel, já tínhamos os primeiros raios sol. Apesar da luminosidade, muito da paisagem estava escondida devido à forte neblina. Na maioria dos túneis, haviam grande presença de água, principalmente nas laterais e entradas, isso devido às semanas anteriores de muita chuva. Dois dos nossos amigos ainda não conheciam o trecho, então, cada km impressionava. Como o tempo ajudou, acabamos nos adiantando em quase 1h, chegando ao viaduto Pesseguinho em torno dás 10:30. Tempo suficiente para uma conversa com o Clair Com uma parada rápida para o almoço, seguimos por mais alguns kms até avistar o ponto final de nossa caminhada.. Viaduto 13! Apesar do trecho curto, vale muito a pena fazer, principalmente pelo fato de ser possível terminar em apenas um dia. Dispensando assim a necessidade de levar tanta coisa e principalmente barraca. É possível passar pelos principais viadutos e os túneis mais longos. Trekking muito recomendado, principalmente para quem está iniciando. Abraço!
  8. Boschi33

    Trekking Ferrovia do Trigo

    Fala Evandro! blz? Cara, é um lugar sensacional! A trip é pegada, mas vale muito a pena. Agora estamos programando para fazer no sentido Guaporé - Muçum. Abraço.
  9. Fala Edver! Belo relato! Em Julho fizemos o trecho de Protásio Alves - Feitor Faé.. a idéia agora é seguir o trecho até Jaboticaba. As informações da trip ajudaram bastante. Abraço!
  10. Com certeza Taise! Apesar de ser curto, esse trecho vale muito a pena. Sem contar que fica do lado de Nova Prata. Qualquer coisa dá um grito. Abraço.
  11. Valeu pessoal! Esse é um trecho bem curto.. excelente para ser feito em apenas um dia, principalmente agora no inverno. A próxima vai ser da estação Feitor Faé até a ponte no Rio das Antas.. abraço!
  12. Boschi33

    Trekking Ferrovia do Trigo

    Valeu Leo! Cara.. já estamos se progrando para fazer a próxima, agora no sentido Guaporé - Muçum.. Esse Lugar é fora de sério. abraço.
  13. Boschi33

    Trekking Ferrovia do Trigo

    Oi Bere! Muito obrigado.
  14. Fala Mochileiros! Esta faz um boooom tempo que fiquei de fazer o relato.. Nos dias 29 e 30 de Março/13 fizemos o famoso Trekking na Ferrovia do Trigo, saindo da estação de Muçum até o Cristo em Guaporé. Saímos em torno de umas 06:30 com bastante neblina, onde nos primeiros 3km encontramos alguns moradores fazendo a famosa colheita da marcela. Com a ausência do sol, a caminhada se tornava mais fácil, porém escondia muito da bela paisagem. Com o tempo a neblina foi se dissipando, mostrando melhor os vales.. Como era o primeiro trekking neste trecho, estávamos bastante impressionados com os viadutos e túneis, onde dentro de um deles, resolvemos tirar algumas fotos. O que não esperávamos era ver um "fantasma" ( pelo menos é o que parece) Na metade da manhã já era possível sentir o peso da mochila incomodando um pouco os ombros, mas logo era esquecida ao ver às imagens que tínhamos pela frente Viaduto 11 Já próximo ao meio dia chegamos ao gigante Viaduto 13 Por fim acabamos almoçando nas incríveis janelas do túnel, e por ser sexta-feira santa só nos restou ficar no atum. Dae pra frente o sol já castigava, e a dor nos ombros já fazia companhia para a dor nos pés! hehehhe! Durante a sexta encontramos vários outros grupos de caminhada, porém estes no sentido Guaporé - Muçum. Ao final da tarde chegamos ao Viaduto Pesseguinho, onde conhecemos o Clair,proprietário do camping que ae se encontra, grande figura. Após escutarmos algumas de suas histórias e projetos voltados ao turismo, seguimos por mais uns 2km até chegarmos na estação abandonada de Dois Lajeados. Montamos o acampamento e acendemos o fogo. Após uns 40 minutos escutamos um barulho que parecia ser o trem, nosso amigo Felipe Boito correu para a frente da estação, onde recebeu um banho de aguá do trem de manutenção da ALL Próximo às 23:30 o trem passou em direção à Muçum e às 03:00 passou novamente no sentido de Guaporé, o que nas duas passagens ocasionou euforia no pessoal. Como o cansaço era grande, sequer vimos a noite passar, e 06:30 já estávamos tomando o café para retomar a caminhada. Logo nos primeiros quilômetros passamos pelo Aqueduto e após um túnel de aprox. 2,5km. Então sim a recompensa.. Viaduto da Mula Preta! Visto pessoalmente, é algo fantástico. Após várias e várias fotos na Mula Preta, seguimos caminho rumo à Guaporé. Nosso almoço foi mais um lanche, uma vez que nossa carona estaria nos aguardando em torno dás 14h. Mais alguns túneis e viadutos pelo caminho, enfim chegamos à cidade de Guaporé até antes do esperado, com tempo de sobra para tomar uma Coca Cola com muito gelo!!
×