Ir para conteúdo

karinabatista

Membros
  • Total de itens

    14
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre karinabatista

  • Data de Nascimento 03-03-1978

Bio

  • Ocupação
    Diagramadora - Jornalista
  1. Muito legal, Strondas. Se eu conseguisse tirar férias em julho faria um roteiro parecido, de carro. Tenho até alguma coisa rascunhada aqui para o ano que vem, mas volto pelo Paraná, lá por Cascavel, saindo em Presidente Prudente.
  2. Fabiano, bom dia. Obrigada pelas dicas. Vamos pesquisar mais, vimos fotos do Ice Bar e minha sinalizou interesse, nem que a gente fique só na Coca-cola e depois saia para jantar... Sobre o trem, não sei se teremos oportunidade para conhecer outros, e acho que vale pela vinícola e tal e para sair um pouco de Gramado, já que a gente não conhece a região e nunca estivemos no Rio Grande do Sul. Vou seguir sua dica e comprar o Bus Tour para 2 dias mesmo, assim posso me locomover melhor por Granado e Canela, tem um bom custo x benefício. Sobre a noite gaúcha, imaginamos que seja churrasco, pelo que li no roteiro. Então, passamos. Mas nem sei se vou para a Noite Alemã. Achei o preço muito alto e temos que pagar duas inteiras, fora as bebidas... o preço ficou muito salgado. Valeu,
  3. Olá pessoal, bom dia. Vou a Gramado com a minha filha de 11 anos em maio, de 18 a 23. Só nós duas. Já comprei o aéreo e hotel. Ficaremos hospedados na Av. das Hortênsias, a 1 km da igreja matriz. Acho que tá bem localizado e a gente pode caminhar para chegar no Centro Agora, a dúvida é sobre o roteiro. Já temos uma ideia de tudo o que queremos fazer, o difícil mesmo é montar um roteiro dia a dia. Acho que até lá tenho bastante tempo para me organizar, vou continuar pesquisando por aqui e aceito as dicas de vocês... QUINTA SANTOS - SÃO PAULO - POA - GRAMADO - Do aeroporto a Gramado vamos de Citral. Passagem R$ 45, mais barato do que traslado a R$ 100 trecho/pessoa. Como não sei o horário da chegada, pensei em fazer um tour de jardineira de 1 a 2 horas. Vi que a última saída do Fumacinha é às 15h, então não vou me arriscar a comprar antecipado. Mas acho que se for andando até o Centro deve ter outras opções. Se não tiver, vamos ficar ali pelo Centro mesmo. Para o jantar, aceito sugestões... SEXTA Preciso de 1 dia inteiro para Snowland? Estava pensando em comprar um Bus Tour (R$ 39 no laçador e R$ 69 em agências) e nesse dia ir ao Snowland, Lago Negro, Cascata Caracol com bondinho, aldeia do Papai Noel, Catedral de Pedra, alguma fábrica de chocolate... o bacana é que dá para desembarcar se vir alguma coisa bacana pelo caminho. Para o jantar, pensei na noite alemã, acho que minha filha iria gostar, mas R$ 119 por pessoa é meio puxado SÁBADO Itaimbezinho com piquenique (R$ 99 com cupom). Só tô com dúvida e pesquisar mais para ver como é a trilha, pq se tiver que andar muito acho que não vai rolar, rs ãã2::'> Mais uma vez, aceito sugestão para o jantar... DOMINGO Queremos fazer Rota do Vinho com Maria Fumaça. Do que pesquisei até agora, achei a diferença de preço gritante. De R$ 145,90 com almoço no Laçador de Ofertas a R$ 239 no Gramado Receptivo. Será que há muita diferença no passeio em si entre uma agência e outra?? Pelo que li nas descrições, passam quase todas nos mesmos lugares. E no dia desse passeio, que termina por volta de 19h, o que vcs sugerem à noite? Tava pensando no Ice Bar, ele fica em um pub ou perto de um pub? Não entendi direito. SEGUNDA Não sei o que fazer durante o dia.. mas à noite vamos de fondue. TERÇA Iremos cedinho para POA, porque comprei a passagem no horário errado
  4. Valeu Otavio, vou ler o link que você recomendou. E pesquisar como me proteger com o que temos, ahauhaua, que a ideia é gastar pouco. Obrigada
  5. Dia 2 - Balneário Municipal e Boiacross do Hotel Cabanas Aos domingos, é liberado apenas para moradores, mas entramos sem problema por ser baixa temporada. O ingresso custa R$ 15 por adulto. O local é bacana, organizado, limpo, tem salva-vidas, restaurantes, aluguel de coletes, máscaras, máquinas fotográficas. Já na entrada, você será abordado para já fechar com um dos restaurantes. Escolhemos o do Olha, que nos deu a chave do guarda-volumes. É bom se livrar das tralhas e ficar mais à vontade — carregue apenas o repelente — que deve ser reaplicado várias vezes — e a máquina fotográfica. O cartão de consumo fica no pescoço e só. Almoçamos um pintado a urucum (R$ 60), que serviu bem, enquanto ouvíamos uma dupla local. Depois de comer, dê uma passadinha nas lojas de presentes e se estique nas redes. Esperamos as araras, mas elas não apareceram. Minha filha brincou um pouco mais na água, deu comida aos peixes e o dia passou rapidinho. Nossa comanda não chegou a R$ 100 (almoço, refri e água durante o dia, aluguel de colete, máscara, ração para peixe). Salva-vidas a postos para qualquer eventualidade A área de banho não é muito grande Há dois ou três pontos onde você pode entrar na água e descer até as escadarias E dá pra nadar bem perto das piraputangas De vez em quando dava para ver um pintado lá no meio Veja a alegria das crianças É só jogar a ração que os peixes avançam Eles até pulam para pegar a ração no graveto Minha modelo Aluguel de tudo quando é coisa. Se chorar sai na faixa Não lembro o nome da dupla, mas por R$ 10 comprei um cd para ouvir no carro Refúgio para relaxer depois do almoço Mas não esqueça de se besuntar de repelente ...............................................................................................................................................................................   No fim da tarde fomos ao Boiacross do Hotel Cabanas (R$ 45 por pessoa). Pegamos o voucher no hostel, mas no Balneário, que fica ao lado, nos ofereceram o mesmo passeio por R$ 35. Apesar de o boiacross ter sido efusivamente recomendado para minha filha, ela não curtiu e teve medo. No receptivo, fiz várias perguntas sobre a descida e eles insistiram para que ela fosse. Depois, não deram a atenção que eu imaginava, apesar de estarmos em um grupo bem pequeno — ah, sei lá o que eu imaginava. Sai de lá com vontade de chorar e me sentido culpada. Não recomendo para crianças pequenas, a não ser que estejam acostumadas com saídas de aventura, caldos e mergulhos. Há uma queda da boia logo na primeira cachoeira e não tem jeito, porque todo mundo cai, e como caiu logo no começo, não curtiu o restante da descida. No fim do passeio oferecem um dvd com as fotos por R$ 35. Começo da descida, Maria Luiza ainda agarrada aos pés do pai Olha a cara de medo... agora ela ri quando vê as fotos, mas me senti uma merda quando vi Desesperada tentando alcançar a boia dela A segunda queda, dessa vez a gente não perde a boia Oh, dó... O empurrãozinho no fim da descida ............................................................................................................................................................................... Estranhamos o fim de tarde em Bonito. Lá anoitece muito cedo, entre 17h e 17h30. No fim da tarde, enquanto Maria Luiza aproveitou a piscina — sim, ela ainda tinha pique —,aproveitei para lavar roupa. Ah, e recebemos uma visita inesperada, um tucano ficou um tempão na árvore ao lado do nosso quarto. À noite, estávamos tão cansados que demos uma volta pela praça, gastamos R$ 20 em cachorros-quentes prensados e fomos dormir. Uma área bacana para descansar no hostel... e tem wi-fi Visita inesperada,o tucano ficou ali, pertinho da nossa janela Lavanderia limpa e organizada. Não levei roupa suja pra casa Barzinho ao lado da piscina. Cerveja com preço honesto E olha quem ainda tinha muita disposição À noite ainda encarou brinquedo inflável e pula-pula As piraputangas iluminadas ficam ainda mais lindas Quase... rs
  6. Minha visita a Bonito já está quase fazendo aniversário e só agora consigo passar por aqui para escrever o relato. Viajamos de 12 a 18 de abril de 2013. Somos três: eu, meu marido e minha filha — dois adultos sedentários e uma criança de sete anos. A ideia era fazer um passeio família, de carro, com criança e gastando pouco. Para isso, comecei a me programar com três meses de antecedência, li muitos posts aqui do fórum e defini o seguinte: (i) reservar hostel e adiantar o pagamento da hospedagem para aliviar os gastos da viagem; (ii) fugir dos passeios hardcore, que exigem muito esforço físico; (iii) não reservar as atrações — como era baixa temporada, arriscamos fechar na hora, conforme a disponibilidade, primeiro porque não sabíamos como seria a reação da minha filha diante das dificuldades de cada passeio e, segundo, não queríamos arriscar perder o dinheiro em caso de desistência. [googlemap]https://maps.google.com.br/maps?saddr=Santos,+SP&daddr=Presidente+Prudente,+SP&hl=pt&ll=-22.842008,-48.812256&spn=3.690021,6.696167&sll=-23.038954,-48.860266&sspn=3.684652,6.696167&geocode=FV51kv4ddx09_Slvhcd8uQPOlDFGvEuwB-XzPw%3BFWZ1rv4d_83v_ClbDFcRs_WTlDG5r0b8AVhH2g&oq=Presidente&t=m&mra=ltm&z=8[/googlemap] Dia 1 Viajamos de carro, de Santos a Presidente Prudente e, de lá, a Bonito. São aproximadamente 1.300 km. A parada em PP foi essencial para descansar, pois a viagem é longa e cansativa. Como temos família lá, não tivemos de desembolsar grana com hospedagem. Veja a rota que traçamos para chegar a Bonito. Traçado da primeira etapa: Santos, São Paulo, Rodoanel, SP-280, SP-270, Presidente Prudente (sendo SP-280 Rodovia Castelo Branco e SP-270 Rodovia Raposo Tavares). ............................................................................................................................................................................................................................................................... [googlemap]https://www.google.com.br/maps?saddr=Presidente+Prudente,+SP&daddr=Bataguassu+-+MS+to:Nova+Alvorada+do+Sul,+MS+to:Rio+Brilhante,+MS+to:Maracaju,+MS+to:Guia+Lopes+da+Laguna+-+MS+to:Bonito,+MS&hl=pt&ll=-22.248429,-54.228516&spn=2.897738,4.938354&sll=-22.515539,-51.406379&sspn=11.553737,19.753418&geocode=FWZ1rv4d_83v_ClbDFcRs_WTlDG5r0b8AVhH2g%3BFXKitP4dcBjg_CmRTzpYlMaRlDES6qqr3OgWQg%3BFbdVuf4dJbzC_Cm_moEoEqOIlDHknAMcpXqh-g%3BFaaos_4dMRDA_CkB3I5wDZWIlDE1q6WoxRPztw%3BFZPytf4d3VS2_CkFcSD9kAyIlDFv4f3e7nCLNA%3BFauQuP4docun_CnxCvXe0yN9lDFreVvG04e9yg%3BFV1vvv4dR06i_CnHB4QM1Vh8lDEwrOHH-6npTQ&oq=Presidente+prude&mra=pr&t=m&z=8[/googlemap] Dia 2 Saímos de Presidente Prudente às 6 horas. Nossa primeira parada foi no Posto Prudentão em Bataguassu para comprar um achocolatado e usar o banheiro. Levamos vários lanchinhos para comer durante a viagem, frutas, pois não há tantos postos como nas estradas paulistas. Paguei R$ 8 em um achocolatado de 200 ml e achei uma facada. Depois, só paramos em Maracaju para almoçar. A entrada da cidade é uma graça e Maria Luiza parou para fazer uma foto. Sentimos cheiro de comida e resolvemos procurar um self-service para almoçar. Desembolsamos R$ 35 em um almoço honesto — arroz, feijão, saladas, batatinhas, carne assada e refri. Chegamos em Bonito às 15 horas — lembrando que lá era 1 hora a menos por causa do fuso horário. Traçado da segunda etapa: Presidente Prudente, Presidente Epitácio via SP-270, MS-267 Bataguassu, Nova Alvorada do Sul, Rio Brilhante, Maracaju, Guia Lopes Laguna, entrar na MS-382 rumo a Bonito (sendo SP-270 Rodovia Raposo Tavares, MS-267 Rodovia Vital Brasil e MS-382 — não achei o nome desta rodovia). Fomos direto ao Bonito Ecological Hostel (Tel. (67) 3255-1022/3255-1462, http://www.bonitohostel.com.br). Reservamos quarto com ar-condicionado, mas não ligamos um dia sequer, à noite o clima é bem ameno, faz até um pouco de frio. O valor da diária, R$ 145, poderia ter saído ainda mais barato. Tiramos o restante da tarde para andar pela cidade e esticar as pernas. À noite fomos ao projeto Jiboia (Tel. (67) 8419-0313, http://www.projetojiboia.com.br, R$ 20 por pessoa). A ideia em si é bacana, tiramos fotos com as serpentes, mas a palestra foi longa, talvez por estarmos cansados da viagem. Estava chovendo muito em SP até Presidente Prudente. Foram vários dias de chuva forte. Logo, torcemos muito para o tempo mudar no MS E amanhece na estrada Posto Prudentão, pare só para abastecer e usar o banheiro Veja aí, milho, soja, estava tudo embaixo d’água Alguém arrisca quantos grãozinhos cabem ali? Ahauhau, bichinhos, minha filha adorou E gostou também da entrada de Bataguassu. Mira na seringueira gigante Ueba, chegamos a Bonito E uma pequena que parou em todos os telefones públicos Rua central de Bonito... tudo limpinho, e eu de olho no Taboa Só não vou pagar o mico de postar fotos com a cobra no pescoço
  7. Valeu, Geovanih Aqui em SP não faz muito frio, então não tenho nem ideia de como será a reação da minha filha. Em todo caso, vou pesquisando sobre essa viagem com criança. Um abraço!
  8. Boa noite, pessoal. Estou pensando em fazer um roteiro de carro para o Sul, nas férias de julho, saindo de SP. Eu, minha filha de 8 anos e meu marido. Antes de começar a me programar, fazer roteiro etc, gostaria de saber se vocês recomendariam esta viagem com criança, considerando que vai estar bem frio. Até porque a ideia é torcer para ver neve. Todo mundo tá dizendo que tô meio maluca por fazer isso com a criança, rs, embora minha filha aguente bem viagens longas de carro — ano passado fomos para Bonito, saindo de Santos/SP. Valeu!
  9. Bom saber, posso fechar o pacote e se ela desistir a gente não precisa perder o passeio. A minha viagem vai ser para gastar pouco mesmo, vou optar pelos balneários e escolher um ou dois passeios mais caros, principalmente pq ela ainda é pequena e nós, os pais, sedentários, kkk Beijão e obrigada pela força!
  10. Bacana, Fernanda. Vou marcar Buraco das Araras e Rio da Prata no mesmo dia. Com a sua experiência, você acha que o Rio da Prata é tranquilo para criança? Estou pensando na seguinte situação: chegar no passeio, minha filha ficar com medo e desistir. Será que ela pode acompanhar do barco de apoio ou todos temos de desistir? Um abraço
  11. Pessoal, o que tem pra fazer em Bodoquena? O que posso marcar no mesmo dia do Buraco das Araras? Abraço Karina
  12. Obrigada, Fernanda. Estou tentando fazer o roteiro dos passeios e depois posto aqui para você dar uma olhada, rs. Beijão
  13. Fernanda, tudo bem? Pretendo visitar Bonito em abril. Sou de Santos/SP, vou até Presidente Prudente/SP, e já que estarei na metade do caminho, vou reservar uma semana para o MS. Vamos eu, meu marido e minha filha de seis anos. Ainda estou lendo seu relato e vi que crianças não entram em alguns lugares, por isso fiquei com algumas dúvidas: Gruta da Lagoa Azul e Flutuação no Sucuri aceitam crianças? Abraço Karina
×
×
  • Criar Novo...