Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

jcozec

Membros
  • Total de itens

    60
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    Argentina, Paraguai, Brasil (Sul, Sudeste e Centro Oeste), EUA, Inglaterra, Escócia, País de Gales, França e Bélgica.
  • Próximo Destino
    Patagônia e Terra do Fogo
  • Meu Blog
  1. E a kombi já se foi heim LeoFreitas93? É sem dúvida um carro muito resistente. Abraços
  2. Olá Diogo, dormimos dentro da kombi, levamos colchões, eu dormia no chão e minha filha no banco traseiro
  3. jcozec

    roteiro uruguai

    Caros, Eu fiz uma viagem no início do ano passado, partindo de SP e entrando no Uruguay por Chui, cruzando o rio da Prata de buquebus a partir de Colonia. Podem ler meu relato até BAs (eu fui até Ushuaia) para tomaram por base. Não percam o parque e forte Santa Teresa, Montevideo e Colonia. Luiz Gonzaga, nove dias é pouco heim? roteiro-para-patagonia-viajando-40-e-poucos-dias-de-kombi-t80906.html Boa viagem!
  4. Olá jcozec, vocês foram até a Cueva de las Manos? E tiveram problemas com gasolina neste trecho? Estou indo em janeiro de carro com a família, e pretendo acampar em alguns lugares. Ainda não sei se acamparemos em Ushuaia, porque tenho medo de estar muito frio. Mas com certeza acamparemos na região dos lagos e em TDP. O que você achou da estrutura dos campings? Legal? Abs Olá deia_nit, Não fomos a Cueva de las Manos, mas se estiver com tempo, acho que vale a pena ir. Não tivemos problemas depois de 3 Lagos, aliás os únicos problemas que tivemos com a gasolina foram em El Chalten e Peninsula Valdés (postos YPF fechados, aguardando gasolina). Os campings das cidades maiores tem mais estrutura, mas são mais caros. Todos são limpos, incluindo os menores. Eu acampei perto do lago Fagnano, e realmente estava muito frio. Todos os campings que estão no meu relato, eu recomendo. Não creio que tenha sido sorte. Abraços,
  5. Opinião cada um tem a sua, mas discordo do colega gastoneto. O Buquebus (e seus análogos) é a melhor opção para quem está no Uruguai chegar a Buenos Aires, em especial quando se compra a passagem com antecedência, pela internet. Além da economia de tempo (evita-se uma volta de 600 km), compensa pelo custo. Façamos as contas : Olhei no site agora, e está em torno de $500 para carro mais uma pessoa. https://www.buquebus.com/BQBWebV2/web/POR.Home Dando a volta, o custo (só da gasolina, sem pedágios) sairia no mínimo $600 (considerando 50 litros de nafta a $12 o litro, preço do site ruta0). http://www.ruta0.com/rutas_argentinas.aspx?d1=Colonia&h1=Buenos+Aires&desde=785&hasta=7&tipo=4&tipoq=1 Saudações a todos
  6. jcozec

    Ushuaia

    jcozec, Tem foto sua com neve, é em Ushuaia? Estarei indo para Torres del Paine, também. Será que estes lugares não são muito úmidos, molhados, no verão, por causa do degelo da neve? A foto com neve é no Cerro Martial, em Ushuaia. Foi o lugar mais úmido que passamos. Mas não fui em Torres del Paine, e acho que por lá em bom você ir com uma bota razoável. Ou comprar/alugar lá. Abraços
  7. jcozec

    Ushuaia

    Ushuaia, em janeiro, sinceramente, não precisa não. Fui em janeiro deste ano, olha meu relato: roteiro-para-patagonia-viajando-40-e-poucos-dias-de-kombi-t80906.html Abraços e boa viagem.
  8. Olá geovanih, A kombi estava estacionada na calle Elflein, no centro de Bariloche. Arrombaram a fechadura da porta do motorista, foi na hora do almoço, entraram no carro e procuraram os equipamentos. A mala que continha o notebook e a câmera estava debaixo de um dos bancos da kombi. Ao chegar nas cidades maiores, o melhor é procurar primeiro onde ficar e deixar o que for importante guardado. Abraços a todos
  9. t0d, Quebrou apenas um vidro do farol dianteiro esquerdo, já no Paraná, na volta. O escapamento trincou, tive que trocar quando cheguei a São Paulo. Também uma das fechaduras foi danificada em Bariloche, quando do arrombamento para furtar o notebook. O vidro do parabrisa está um pouco trincado, por causa do rípio, mas ainda não substituí.
  10. t0d: $ Pesos Argentinos US$ Dólares A previsão de gastos com gasolina, que eu fiz lá em cima, se manteve. Levei em conta, na Argentina, o custo médio de $ 8 por litro. Os preços variaram entre $ 6 e 12 ao longo do país. Gastei então, no total com a kombi, contando pedágios, troca de óleo, e peças quebradas, uns 6 mil reais. O melhor, para economizar, é comprar dólares no Brasil e ir trocando onde encontrar bom câmbio. Em Buenos Aires e nas cidades grandes ao longo do caminho. Os hoteis são bons postos de troca. Guardar bem esse dinheiro. Levaram meu notebook em Bariloche, se tivesse dinheiro no carro, o prejuízo teria sido maior.
  11. Obrigado xmts_jose_br, concordo com você, o que vale é a lembrança do que foi vivido. E a vontade que fica de fazer a próxima viagem! No dia 24 de janeiro cruzaríamos a fronteira para o Chile, pelo paso Rio Jeimenemi, chegando em Chile Chico. Mas incrivelmente, após passarmos pela parte argentina, a Luana deixou cair do bolso do casaco, ao ir ao banheiro, a certidão de óbito da mãe, e sem ela não conseguimos passar pela parte chilena. Voltamos para procurar o documento e o guarda argentino que havia nos atendido e visto que tínhamos o documento ficou lá com a gente, uns 30 minutos, procurando o papel no descampado ao lado do banheiro, um vento fortíssimo. Não encontramos, e tivemos que mudar mais uma vez o roteiro. Continuaríamos pela RN 40 até Bariloche. Nesse dia seguimos até a cidade de Gobernador Costa, onde dormiríamos no camping municipal. Ao abastecer deixei a tampa do tanque de combustível em cima da Kombi. Fiquei conversando com o frentista sobre o camping, havia pedido informações a ele sobre o mesmo, e esqueci de fechar. Só notei quando pessoas na rua nos pararam para a avisar que o tanque estava sem a tampa. Voltei ao posto, refizemos o caminho duas vezes, mas nada. Já quase meia noite, no camping, aparece o frentista sorridente com tampa, haviam achado na rua e entregado no posto de gasolina.
  12. Caros, vou prosseguir com o relato, de onde parei por problemas de conexão, e depois pelo furto do notebook. Pena que agora vá sem fotos. No dia 23 de janeiro fizemos mais 400 km de RN 40, sendo uns 100 km de rípio, bem ruim em alguns trechos. Quando estava bom dava para colocar 60-70 km/h na Kombi, e com o vento lateral, e o rípio no leito da estrada, tínhamos a sensação de que ela navegava! O asfalto está chegando em toda ruta, e prevejo que nos próximos 2 ou 3 anos não tenhamos mais rípio. Quem quiser vivenciar, tem que ser logo. De Gobernador Gregores chegamos na cidade de Perito Moreno, tomando a RP (ruta provincial 25), margeando o lago Buenos Aires (lindo) rumo a Los Antiguos. No dia seguinte deveríamos cruzar a fronteira com o Chile rumo a Chile Chico, lago General Carrera e Carretera Austral. Não foi bem assim, mas depois conto o motivo. Fui a um mercado comprar comida pronta, e inventei de usar o cartão na modalidade débito para "testar". Não passou, mesmo havendo saldo, e tive que pagar em dinheiro mesmo. Minutos depois recebi uma ligação da operadora do cartão, dizendo que o havia bloqueado por tentativa de fraude. O que acontece na verdade é que em alguns locais o pessoal se atrapalha na hora de passar o cartão, e o banco, mesmo sabendo que você está no exterior, não pensa muito antes de bloquear por segurança. Tive alguns problemas com isso na viagem. O melhor mesmo é levar dólares e ir trocando aos poucos por pesos. Pagar tudo em dinheiro, deixando o cartão para emergências. Dormimos no hotel Los Antiguos Cerezos, $350,00.
  13. Obrigado t0d, No que eu puder ajudar estou à disposição. Adianto que a kombi se comportou muito bem durante toda a viagem (foram 15200 km no total). Os únicos problemas foram o arrombamento em Bariloche (uma das fechaduras foi danificada), pedradas que geraram trincas no para-brisa na ruta 40, um furo no escapamento e um dos vidros do farol dianteiro quebrado. Saudações a todos
  14. Chegamos bem, todos, inclusive a kombi. O senão foi que tivemos o notebook furtado em Bariloche, junto com a câmera, perdemos todas as fotos da viagem (ou quase todas, temos algumas no celular). Tenho muito para contar, espero poder em breve terminar o relato. Saudações a todos
  15. Olá caros, Estamos em Gobernador Gregores, subindo a mítica Ruta 40. Não vai dar para publicar as fotos de onde passamos (El Calafate, Glaciar Perito Moreno, El Chalten e a propria RN 40), pois a conexão é muito ruim. O glaciar é espetacular, as fotos também não descreveriam sua imensa beleza. A RN 40 também é bela. À sua maneira. Hoje foram 250 km mais ou menos desde El Chalten, 120 km de rípio, segundo o homem da gasolineira de 3 Lagos. O mesmo que fica no caixa, limpa os banheiros. Quem serve o café e os lanches é a esposa, depois publico uma foto do posto. Não havia gasolina no YPF de El Chalten, e com isso teve emoção até chegarmos ao pequeno posto de 3 Lagos. Como ainda era asfalto tive que ir a 70 km/h para economizar combustível. Kessler, o verdadeiro teste começa agora, na ruta 40, mas até agora sem problemas, o fusca faria com o pé nas costas. Também nenhum problema com a polícia, fomos parados umas 4 vezes, a Kombi chama atenção e os guardas comentam sobre ela, um até quis ver o painel e o motor. Aliás a Kombi é uma atração à parte, não tinha idéia de como ela é querida pelos argentinos. Pedem para tirar fotos, querem ver dentro, perguntam o ano, valor. Vamos sair para conhecer a pequena cidade, e descansar, amanhã tem muito mais chão e rípio. Saudações a todos, obrigado por comentarem,
×