Ir para conteúdo

Ana Kahlo

Membros
  • Total de itens

    5
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra
  1. Gente, dezembro é época de chuva e talvez seja meio arriscado pegar a estrada. Ano passado houve desmoronamento de pedras mais ou menos nesse período, então carros e ônibus ficaram presos na estrada e todos tiveram que voltar ou passar até dois dias esperando a estrada liberar. Quanto a segurança, não temos relatos de problemas como assaltos ou roubos. Acho que é bem mais seguro que nossas estradas brasileiras, rs.
  2. Oi Luana. Desculpa a demora para responder... Olha só, para ir à Bolívia via Rio Branco: Rio Branco-Epitaciolandia-Cobija (já na Bolívia) - La Paz . Cheguei recentemente de La Paz e o meu percurso foi esse. Saí de Rio Branco rumo a Epitaciolandia à noite, dormi lá para prevenir imprevistos e garantir chegar a tempo no aeroporto de Cobija, já que o voo estava marcado para as 10h30min. Às 8h da manhã já estava no posto da Polícia Federal para registrar a saída do país e logo depois segui rumo a imigração boliviana que fica a menos de 15 minutos dali. Registrada a entrada na Bolivia, segui para o aeroporto. o vôo foi direto para La Paz e durou aprox. 1h e 05 min, super tranquilo. Espero ter ajudado
  3. Junior, julho é um mês de alta temporada. É o mês das festas da independência do Perú, então os hotéis ficam meio lotados. Eu já fui duas vezes em julho bem nos dias dos feriados (27 e 28/07) e a única dificuldade que tive foi de encontrar vagas em hotéis em Arequipa por exemplo. Os preços dão uma subidinha também,rs. Mas é tranquilo, pelo menos pra mim foi. O bom é que as cidades estão cheias, muita gente de todo o mundo! Abs
  4. Moro em Rio Branco e já fui ao Perú 3x . Bom, não temos vôos para o Perú então a opção é busão mesmo. A empresa que faz a rota é a Movil Tour, com ônibus bem bacaninhas. Você pode comprar sua passagem somente até Puerto Maldonado ou pode comprar Rio Branco-Puerto_Cusco. Saindo de Rio Branco o ônibus faz uma parada para almoço em Epitaciolândia e depois segue viagem sem paradas direto para Puerto Maldonado parando somente na alfândega em Assis Brasil já na fronteira e alguns minutos depois na imigração peruana em Iñapari. Lá você vai registrar sua entrada no país e pode aproveitar para comprar alguns soles, água e algo para comer . Depois disso, a parada já é em Pto Maldonado. Se for seguir viagem direto, o outro ônibus fica aguardando no terminal rodoviário todos os passageiros chegarem. É a mesma empresa de ônibus, e chega a ser mais confortável ainda. A viagem é longa, dura em média 11h. Deixe fácil na mochila uma roupa mais quente,pois logo que o ônibus começar a subir, a temperatura tende a cair. Espero ter ajudado a tempo, rsrs. Abraços!
  5. Olá! Estou em busca de informações e seu relato ajudou muito. Porém, programei meu mochilão saindo da Bolívia até Santiago. Queria saber se é uma boa alternativa. O programa ficou assim: Rio Branco (Acre)- Cobija- La Paz - Uyuni- San Pedro - Santiago. Ainda não programei se voltaremos pelo mesmo lugar ou se vale mais a pena retornar pelo Perú. Alguma informação complementar ou dica? Obrigada pelo seu relato!
×
×
  • Criar Novo...