Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

alexandreVSilva

Membros
  • Total de itens

    127
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre alexandreVSilva

  • Data de Nascimento 27-02-1985

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    Japão, Chile, Argentina, Canadá, Estados Unidos, Peru.
  • Próximo Destino
    Cidade do México e Acapulco (México)
  • Ocupação
    Professor do ensino médio e ensino fundamental
  1. alexandreVSilva

    Punta Cana para Mochileiro

    Fala Dudu, blza!! Cara adorei seu relato, vai ser tipo minha viagem para lá, só que serão apenas 3 dias e 2 em Santo Domingo, na época do Carnaval.. Não vou ficar em resort, mas estarei num hotel proximo de onde vc ficou, como tenho pouco tempo, quais passeios acha que são aqueles do tipo imperdível?? Acha que dá uma media de preco diaria por volta de quanto? (refeições e passeios, hotel vou pagar daqui pelo hoteis.com) Grato desde já!!
  2. Oi Paula. Curti demais o seu relato, estou embarcando dia 20/12 e estarei em todas as cidades que você visitou, me serviu muito o seu relato, valeu mesmo. Serâ que posso ter acesso a sua planilha de gastos? Grato desde já [email protected]
  3. alexandreVSilva

    Singapura - Perguntas e Respostas

    Demorou Guimasilva.. Me adiciona sim.. Vamos manter contato!! Valeu mesmo.. Massa ficar 1 ano por ai..
  4. Olá JrCastro. Cara, muito bom seu relato. Objetivo e detalhista ao mesmo tempo, foi muito tranquilo de ler e ja sai com meu roteiro pronto, só lendo ele.. Olha só, estou indo em Outubro deste ano, do dia 09 até 17, queria saber como estava o clima em MVD, Punta e Colonia, nos dias que vc esteve la.. Como foram as temperaturas? Precisa de roupa de frio ba sua opinião? Grato desde já.. Valeu..
  5. alexandreVSilva

    relato Fernando de Noronha – as melhores 20 mil milhas Smiles da minha vida

    Último dia de Fernando de Noronha No último dia da viagem, só me restava um pouco mais de meio dia, visto que o voo da Gol sai da ilha por volta de 16:00, teria que estar de volta no hotel no máximo às 13:00, felizmente o tempo ajudou nesse dia, pelo menos em parte, com o sol exposto pela manhã, fui direto para a Praia do Sancho para enfim descer na orla da praia, coisa que não consegui fazer em quase 5 dias de Noronha, para adiantar, fui de táxi dividindo com um casal de cariocas que conheci no hotel. Depois de apresentar meu cartão novamente, tive acesso as passarelas que levam até uma escada bem estreita entre as rochas que dá um certo trabalho para descer, principalmente para quem tem problemas com mobilidade, sem contar que em certos momentos o trânsito congestiona bastante com pessoas querendo subir e querendo descer, por vezes é preciso muita paciência. Passado isso consegui enfim ver de perto as água do Sancho, e não é que a praia é linda mesmo, apesar do mar estar agitado sua cor ainda chamava muito a atenção. Em poucos minutos a praia estava cheia, todos querendo aproveitar os raros momentos de sol na ilha nestes dias, fiz uma caminhada de uma ponta a outra da praia e pude perceber que a vista de cima é mais bonita que a de baixo. Saindo de Sancho corri para tentar fazer a parte restante pela praia, como no dia anterior fui de Leste a Oeste até chegar na Conceição, tentei fazer o inverso agora, comecei pela Cacimba do Padre que estive no primeiro dia e que me deixou apaixonado pela ilha junto com a Baía dos Porcos, passei rapidamente por lá e continuei andando, já tinham muitos surfistas na Cacimba, local onde ocorrem inúmeros campeonatos durante o ano, caminhei pela orla até a Praia do bode, outra bela praia de Noronha e com águas bem claras, infelizmente, com mar agitado também. Nesse momento consegui ver uma nuvem bem escura se formando e em questão de minutos a chuva caiu novamente, bem forte, dessa forma tive que abortar meu passeio e deixei a Praia do Americano e a do Boldró sem conhecer, minha aventura na ilha terminou assim, do mesmo jeito que começou, com muita chuva .. Mas valeu muito a pena, segundo moradores o melhor momento para visitar Noronha é no mês de setembro, quando os visitantes não são muitos e raramente chove, já está planejada uma volta, afinal de contas, essa ilha maravilhosa não pode ser visitada uma única vez Em breve um relato completo e bem mais detalhado vai estar no meu blog: http://namochiladealeh.blogspot.com.br/
  6. alexandreVSilva

    relato Fernando de Noronha – as melhores 20 mil milhas Smiles da minha vida

    3º dia por Noronha No dia seguinte tinha planejado voltar ate à Baia do Sancho e enfim descer até a praia e de lá fazer um caminho beirando as praias o quanto pudesse até chegar de volta à Praia do Cachorro, uma das primeiras. Nem um pouco surpreso fiquei ao acordar e ver que a chuva do dia anterior ainda continuava, e persistiu em ficar por lá até perto do meio dia depois disso foi o resto do dia nublado e como não queria “desperdiçar” uma ida até o Sancho para encontrar a praia bem feia, deixei a ida para o dia seguinte, dia de ir embora, me arrisquei a voltar da ilha sem ter se quer descido até a Praia do Sancho, a mais bonita do Brasil, um absurdo, felizmente deu tudo certo . Como os passeios que davam para ser feitos nessas condições não eram muitos, resolvi ir até o porto de ônibus e lá aproveitei para ver o modesto Museu dos Tubarões, legal para quem viaja com crianças. Olhei também o Buraco da Raquel, local repleto de rochedos e piscinas naturais, que infelizmente nesse dia nada era possível de ser visto. A região do porto também é bacana para passeio e as lojinhas de la são as que tem preços muito melhores que as outras da vila, mas o atendimento é horrível De volta do porto, fui almoçar no Cacimbas e como a chuva não caiu mais, apesar de estar tudo bem nublado, resolvi fazer o caminhada das praias, mas no sentido inverso. Começar pela Praia do Cachorro e ver até onde dava para ir pela orla, infelizmente a maré já estava subindo e não foi como eu planejava, mas deu pelo menos para ver algumas praias. Antes disso, passei no forte dos Remédios o que rendeu uma vista muito massa da ilha, mesmo com céu encoberto.. Saindo do forte comecei pela Praia do Cachorro, onde fica um dos bares mais badalados da ilha, o Bar do Cachorro, de onde se pode tomar umas e outras com vista para o mar, a noite as atrações são boas também, a maioria dos turistas bate cartão lá todos os dias. Pela orla da praia tive acesso à praia do Meio, recebe esse nome por estar entre a Praia do Cachorro e a da Conceição, famosa por ter uma das melhores vistas do pôr do sol em Noronha, além de ter algumas barracas na praia, tornando a permanência nessa praia bem maior que nas demais. Com o mau tempo as águas estavam meio fortes e poucos banhistas se arriscavam na água, muitos aproveitam essa situação somente para caminhar por lá e curtir a paisagem com o Morro do Pico bem próximo. Continua no próximo post... Em breve um relato completo e bem mais detalhado vai estar no meu blog: http://namochiladealeh.blogspot.com.br/
  7. alexandreVSilva

    relato Fernando de Noronha – as melhores 20 mil milhas Smiles da minha vida

    2º dia pela ilha Dia seguinte, ja com minha mochila, havia chegado no último voo do fim da tarde, foi a vez de fazer o passeio de barco pelo Mar de Fora, no dia em que cheguei eu fiz essa reserva com a empresa Blue Noronha e paguei R$100,00 em cash, no cartão estava por R$110,00. A van passa no hotel para te buscar e a primeira parada e para eles te alugarem o aparelho de mergulho, caso queira. Eu completo analfabeto que sou nessas questões de mergulho, nem o equipamento consigo usar, quanto mais mergulhar, mesmo assim paguei os R$20,00 e levei o equipamento por via das duvidas, quando estava indo para o porto caiu mais um tanto de água pensei que aquele passeio já era, a chuva estava forte mesmo, no entanto, no trajeto até o porto as nuvens se dissiparam e o sol abriu novamente, fizemos todo o precursor de barco com muito sol Os guia começa falando um pouco sobre o arquipelago e diferenciando a área do Parque Nacional Marinho da Área de Preservacão Ambiental, com o barco não muito cheio foi possivel apreciar tudo com calma e logo nos primeiros minutos de navegacão os golfinhos rotadores já estavam rodeando o barco para a alegria de todos, muitos tinham como único intuito nesse passeio ver os golfinhos tão famosos de Noronha. O passeio percorre todo o mar de for a até a Ponta da Sapata, no outro extremo da ilha, quando o barco retorna ele fica uns 40 minutos parado na Baia do Sancho onde pode-se tomar banho e mergulhar um pouco, água extremamente transparente, muito bom para olhar o fundo do mar e aproveitar o sol de Noronha, sem dúvida alguma é um dos pontos altos da viagem O passeio encerra próximo do meio dia, foi só o tempo de tomar banho e ir almoçar, nesse dia escolhi o restaurante Cacimba para almoçar, está localizado bem na lateral do prédio da prefeitura, na rua que desce para ter acesso ao Forte dos Remédios e Praia do Cachorro. O menu do dia custa R$36,00 e vem com bebida e sobremesa, enfim um local em Noronha onde o atendimento é muito bom, almocei lá nos três dias seguintes e recomendo muito :'> :'> Terminado o almoço parti de busão para a Baia do Sueste, onde naquela tarde aconteceria uma captura de tartaruga pelo Tamar para passar por uma triagem colocação de grampo de identificação e em seguida liberação do espécime, porém o pessoal do Tamar faz disso um evento com muitas explicações sobre o habitat e vida das tartarugas na ilha, infelizmente toda essa atividade não foi possível de ser feita nesse dia por conta do que vocês já imaginam. Exatamente, a chuva, ela mais uma vez atrapalhou os planos e nada pode ser feito somente apreciar um pouco da praia enquanto a chuva deu trégua e olhar as lembrancinhas da loja do PIC Sueste (aqui também precisa do cartão para entrar). Como a chuva passou um pouquinho, decidi tentar a trilha até a Praia do Leão, que fica exatamente do lado do Sueste, o local esta todo marcado com placas e não tem erro, em determinado momento a trilha se bifurca, o lado direito segue para o Leão e o esquerdo vai de encontro ao Forte São João Sueste e o Mirante Caracas. Decidi continuar pela trilha do Leão, visto que a outra estava mais dificil de ser feita devido a grande quantidade de lama, no entanto, no meio do caminho acabei desistindo pelos mesmos motivos, com a chuva intermitente nos últimos dias, o acesso a esses locais a pé ficou muito inviável, como nenhuma alma caridosa passou dessa vez para uma carona, o jeito foi abortar a missão e ser menos pão duro na próxima visita a Noronha e alugar um bugre para ir a todos os lugares Outra atração das mais tops da ilha eu acabei sem poder fazer, trata-se da trilha do Atalaia até a praia de mesmo nome, novamente por conta das chuvas o pessoal da administração do Parque interditou o passeio devido ao perigo da trilha por estar muito empoçada e escrregadia, assim como a piscina natural que muitos usam para mergulhar, coisa que só é permitida durante 30 minutos por pessoa, estava também interditada pois as águas estavam bem turvas, fazer o que?! Mais um motivo para retornar à ilha mais famosa do país. A noite a chuva continuou intensa e o jeito foi me contentar somente com o jantar no restaurant Flamboyant, que fica no meio da Praça de mesmo nome, na Vila dos Remédios, bem ao lado de onde estava hospedado (Vila do Trinta). Decepção total o restaurante, primeiro porque o atendimento é ruim, redundância dizer isso, bem mais caro em comparação com os outros que fui e a comida não é la essas coisas também. Nesse local que desisti mesmo de obter internet de qualidade na ilha, quando perguntei a garçonete se no restaurant tinha internet própria (coisa que nenhum restaurante tem) ela me responde assim: "oh moço, desista, internet aqui em Noronha é triste" Depois disso deixei tudo que tinha para resolver com uso da internet para quando chegasse em recife. Continua no próximo post... Em breve um relato completo e bem mais detalhado vai estar no meu blog: http://namochiladealeh.blogspot.com.br/
  8. Desde que tomei gosto por viagens, dedico boa parte do meu tempo livre a pesquisar promoções de passagens aéreas, seja pagando ou com milhas e numa dessas apareceu uma muito tentadora, Fernando de Noronha por apensas 10 mil milhas Smiles o trecho e saindo do aeroporto mais acessível para mim (VIX), e o melhor de tudo em pleno feriado prolongado mesmo faltando cerca de 10 meses para a viagem se concretizar agarrei logo essa oportunidade, que dificilmente aparece duas vezes... Muitos dias depois estava eu partindo para esse paraíso que todo mundo deveria ter a chance de conhecer, biólogos, assim como eu, tem obrigação, rsrsrs.. Tudo certo para o voo, que infelizmente é com a Gol, na minha opinião e de muitos é a pior companhia nacional, de Vitória tinhamos uma escala em Salvador para depois iriamos a Recife e lá sim uma conexão para Noronha. Com problemas no aeroporto de SSA tivemos que ir para Maceió e de lá retornamos para Salvador, onde enfim pousamos e tive que ser "arrancado" para outro voo que iria para Recife naquele instante, caso contrário perderia a conexão para Fernando, no resumo de tudo, correram para que eu não perdesse o meu voo e náo conseguiram mandar minha bagagem, o que os operadores da companhia ja sabiam que iria ocorrer, porém, muito menos ruim para a Gol não ter conseguido mandar minha bagagem para o destino final, do que mandar a mim mesmo. Resumo da disgraceira, as primeiras 24 hoars em Noronha sem minhas roupas, e como era voo nacional, me tranquilizei totalmente, nao levei quase nada na minha mochila que levo comigo Fiquei hospedado na Pousada Corrente Maritima, depois que minha reserva pelo booking.com na Pousada Lua Bela precisou ser remanejada pois a mesma entraria em reforma, no entanto a que fiquei atendeu bem, muito simples, assim como a maioria da ilha, com café da manha razoável e atendimento do pessoal (Carla e Eufrasio) muito bons. Tenha em mente que para ter acesso a Noronha você precisa pagar uma taxa diária de permanência na ilha, segundo o governo para manutenção do local e ajuda na preservação, claro que a gente sabe que parte desse dinheiro vai mesmo para o bolso dos políticos. O melhor é pagar antes mesmo de chegar, assim como fiz, o processo na chegada agiliza muito se você já estiver com a taxa paga, para isso acesse o site http://www.noronha.pe.gov.br/ e preencha seus dados, imprima o boleto e efetue o pagamento para mostrar ao pessoal no aeroporto. Outra taxa a ser paga, e essa somente na ilha, é para ter acesso a algumas praias, como é o caso da Baía do Sancho, Gofilnhos e Sueste. Essa tem o valor de R$81,00 e pode ser paga em muitos locais na ilha, inclusive nos locais de entrada dessas praias que citei, ou se estiver hospedado próximo da Vila dos Remédios, local mais central de Noronha, você pode pagar em um local que fica bem na praça central (Praca Flamboyant) eles te entregam um cartão que é valido por 10 dias e que você deve mostrar sempre que for ter acesso a esses locais. Algumas coisas em Noronha precisam ser levadas em consideração: não preciso nem dizer que por ser uma ilha no meio do oceano o conforto é bem pequeno, o acesso a internet é quase inexistente, celular funciona normalmente, muitos estabelecimentos não aceitam cartão de crédito, muito em virtude de queda de sinal e não tanto pela falta do equipamento, as ruas que dão acesso às praias são de barro, quando chove o trajeto é uma aventura e tanto. Por outro lado a quantidade de taxis e os valores cobrados sao bem satisfatórios, tem uma linha de ônibus que faz o trajeto de uma ponta da ilha a outra a cada 30 minutos com valor de R$3,00 te deixando muito próximo que quase todas as atrações. 1º dia de andanças em Noronha Dia seguinte da viagem, já parti para os pontos principais, mas como estava “sem roupas” precisei comprar umas peças, depois disso fui direto para a praia da Cacimba do Padre, famosa pelas competições de Surf que tem anualmente na ilha, mas não só por isso não, o lugar é deslumbrante e aos pés do Morro dois irmãos, praia com areia super branca, águas azuis e ondas nada calmas. Do lado esquerdo da Caçimba do Padre está a Baia dos Porcos e entre um local e o outro você acaba subindo em uma espécie de mirante para ambas as prais, depois de subir o difícil e descer, confesso que perdi muito tempo comtemplando as duas praias, sem saber para qual lado ao certo olhar direito e também olhando o Morro Dois Irmãos bem a frente. Para chegar até a Baia dos Porcos eu precisava descer do mirante e sé por esse motivos desci, pois o local impressiona pela beleza, na parte de baixo cheguei até a Baia dos Porcos, igualmente bonita, com o mar bem mais calmo e excelente para tomar banho, principalmente na maré baixa, outro detalhe legal dessa praia é que com a baixa da maré um monte de piscinas naturais se formam e uma delas em especial estava interditada devido a proliferação de corais que estava acontecendo dentro da piscina, uma cena espetacular, a forca e a beleza da natureza em um local tão pequeno. Um pouco mais a direita está a Baia do Sancho, segundo muitos a praia mais bonita do Brasil, quiçá do mundo, no entanto, o acesso não pode ser feito pela praia, você precisa retornar por onde chegou à Cacimba do Padre e pegar outra trilha para o Sancho, afinal de contas o acesso a essa praia é controlado e nela você precisa apresentar aquela carteirinha que citei acima e que custa R$81,00 para poder entrar, neste local está também a Baia dos Golfinhos. Nessa região da ilha a única opção de restaurante é a Barraca das Gêmeas na entrada da Cacimba do Padre, não deixe de experimentar o peixe assado na folha da bananeira, muito gostoso, como o mesmo demora cerca de 1 hora para ficar pronto, você pode fazer o pedido aproveitar mais a praia e em seguida voltar para almoçar, pagamos R$70,00 para 2 pessoas, achei o preço muito razoável para Noronha. Outra opção são os lanches da lanchonete na PIC (Posto de Informação e Controle) da Baia do Sancho, mas sem duvida o almoços nas Gêmeas é muito melhor, mas saiba que tudo é bem rústico, nem mesmo banheiro tem no local. Terminado o almoço e de volta a trilha, parti para o Sancho, aventura mais uma vez, como disse, as estradas de barro não são fáceis de serem vencidas a pé quando está com chuva e infelizmente nos dias anteriores a chuva foi intensa, e mais infelizmente ainda nos dias em que estive por lá choveu bastante, sendo assim, estradas horríveis e como eu não optei por alugar um bugre, coisa que muita gente faz e que deveria ser o correto, mas, pão duro que sou, resolvi caminhar mesmo pois acho que assim que se conhece os locais de verdade, em troca disso, muita chuva no lombo, Na chegada ao PIC o pessoal olha sua carteirinha e imediatamente te libera para entrar, como já passava das 14:30 decidi não descer até a Baia do Sancho e sim observá-la somente do alto através de umas passarelas bem legais que tem lá, em vários pontos você tem uma vista fantástica da baia e no fim dessa “trilha” esta o Mirante Dois irmãos e o Forte de São João Batista, de onde são tiradas as fotos célebres da ilha, e não é a toa que todos escolhem esse local para fazer suas fotos, disse a um amigo que neste local não precisa nem de pose ou saber tirar fotografias, basta aperta o botão da máquina para qualquer direção que suas fotos sairão perfeitas, tamanha a beleza do lugar. Felizmente a chuva sé veio depois de minha fotos, a partir de então, por volta de 15:30 o tempo fechou e a chuva caiu, depois que a água deu uma trégua eu aproveitei para encerrar o dia de praia pelas trilha da Baia do Golfinho, essa local não se tem acesso como nas demais baias, só podemos visualizar de cima do morro através de uma bela trilha no meio da mata e por um mirante bem bacana que fizeram no local onde geralmente os golfinhos rotadores aparecem, porém, não vá com esperança de ver algum não, eles só dão o ar da graça pela manhã bem cedo, por volta de cinco horas, mas ainda assim do alto do mirante a visualização desses mamíferos não é a ideal, bom memso de vê-los e através de um passeio de barco que as inúmeras agências da ilhas fazem. Terminando tudo chegou a hora de ir embora, no meio do caminho, aquele mesmo de lama que citei, a chuva desceu de novo repentinamente, em Noronha é assim mesmo, o tempo muda muito rápido nessa época do ano. A situação só nao foi pior poruqe uma alma caridosa me deu uma carona de bugre até o centro da ilha onde estava hospedado, ainda assim foi água demais na cabeça. No fim do dia o Tamar ainda faria uma soltura de filhotes de tartaruga em uma das praias, mas pelo horário e a falta de veículo próprio o jeito foi desistir da ideia, assim como desistir da palestra na sede do projeto, todos os dias tem uma diferente e muitas visitantes da ilha prestigiam o belo trabalha com as tartarugas. Nesta noite jantei uma pizza "quadrada" muito gostosa no restaurante Sabor Noronha que fica bem perto do prédio da prefeitura, único local da ilha que você pode conseguir um pouco de internet wifi gratuita, mas aviso que precisa ter muita paciência para postar uma fotozinha. O custo da pizza foi de R$50,00 e mais uma vez foi suficiente para dois, atendimento do local bom e as bebidas são bem caras, assim como em toda a ilha, o serviço ruim é outra coisa que você também vai perceber que deixa muito a desejar na maioria dos estabelecimentos. Na noite anterior, no dia que cheguei, jantei num restaurante self-service chamado "Ousadia" que fica bem em frente a Praça Flamboyant, se não estou enganado o valor do quilo foi de R$40,00 uma boa opção para fugir dos preços mais indigestos da ilha. Em breve um relato completo e bem mais detalhado vai estar no meu blog: http://namochiladealeh.blogspot.com.br/
  9. alexandreVSilva

    [Qatar Airways] É necessário visto para transfer em Doha?

    la pessoal!! Estou com passagens compradas para o sudeste asiático no fim do ano, graças a uma promoção de compra de milhas do Smiles, consegui emitir passagens pela Qatar Airways com preço muito bom. . Tenho o começo do roteiro pronto, antes de ir de fato para o sudeste (Tailândia, Camboja, Laos, Myanmar e Vietnã - já tenho 2 pessoas que fecharam para fazer o mesmo roteiro e estão com passagens compradas) vou fazer uma paradinha em Doha depois de ter ficado por 5 dias em Singapura. Queria verificar se alguém vai estar em Doha entre os dias 27/12 (chego às 05:00) e 29/12 (partirei às 21:30) para partilharmos despesas, acomodação, experiências e companhia claro.. Meus voos são QR0930 partindo de Singapura onde estarei desde o dia 22/12. Saindo de lá vou para o Sudeste no voo QR0830 e fico por lá até o dia 31/01/2016. Se alguém estiver por Doha nesses dias me avise, ou até mesmo em Singapura nas datas que citei, ou caso queira mais companhia para o sudeste também.. Contatos: Whats (73) 9137-6124 / email: [email protected] / Blog: http://namochiladealeh.blogspot.com.br/
  10. alexandreVSilva

    Qatar - Perguntas e Respostas

    la pessoal!! Estou com passagens compradas para o sudeste asiático no fim do ano, graças a uma promoção de compra de milhas do Smiles, consegui emitir passagens pela Qatar Airways com preço muito bom. . Tenho o começo do roteiro pronto, antes de ir de fato para o sudeste (Tailândia, Camboja, Laos, Myanmar e Vietnã - já tenho 2 pessoas que fecharam para fazer o mesmo roteiro e estão com passagens compradas) vou fazer uma paradinha em Doha depois de ter ficado por 5 dias em Singapura. Queria verificar se alguém vai estar em Doha entre os dias 27/12 (chego às 05:00) e 29/12 (partirei às 21:30) para partilharmos despesas, acomodação, experiências e companhia claro.. Meus voos são QR0930 partindo de Singapura onde estarei desde o dia 22/12. Saindo de lá vou para o Sudeste no voo QR0830 e fico por lá até o dia 31/01/2016. Se alguém estiver por Doha nesses dias me avise, ou até mesmo em Singapura nas datas que citei, ou caso queira mais companhia para o sudeste também.. Contatos: Whats (73) 9137-6124 / email: [email protected] / Blog: http://namochiladealeh.blogspot.com.br/
  11. alexandreVSilva

    Singapura - Perguntas e Respostas

    Ola pessoal!! Estou com passagens compradas para o sudeste asiático no fim do ano, graças a uma promoção de compra de milhas do Smiles, consegui emitir passagens pela Qatar Airways com preço muito bom. . Tenho o começo do roteiro pronto, antes de ir de fato para o sudeste (Tailândia, Camboja, Laos, Myanmar e Vietnã - já tenho 2 pessoas que fecharam para fazer o mesmo roteiro e estão com passagens compradas) vou fazer uma paradinha em Singapura e em Doha. Queria verificar se alguém vai estar em Singapura entre os dias 22/12 (chego às 21:30) e 27/12 (partirei às 02:00) para partilharmos despesas, acomodação, experiências e companhia claro.. Meus voos são QR0772 e QR0938 na ida e QR0939 na volta. Saindo de lá vou para Doha onde fico por três dias e logo em seguida vou para o Sudeste no voo QR0830 e fico por lá até o dia 31/01/2016. Se alguém estiver por Singapura nesses dias me avise, ou até mesmo em Doha, ou caso queira mais companhia para o sudeste também.. Contatos: Whats (73) 9137-6124 / email: [email protected] / Blog: http://namochiladealeh.blogspot.com.br/
  12. alexandreVSilva

    Barbados - Perguntas e Respostas

    Valeu Andre.. Vc é o mago do Caribe hein.. Valeu mesmo!! Optei por Barbados na semana santa do ano que vem, emiti com milhas Smiles aproveitando a promoção de compra com 100% de bônus em milhas.. Saiu por 30K ida e volta.. Até mais.. Ah, se tiver alguma dica de acomodação por lá para me passar eu agrdeço..
  13. alexandreVSilva

    relato 1 mês de norte a sul pelo Japão-13 províncias-18 cidades com fotos e JR pass

    Oi Nanda.. Muito obrigado!! Então, em Tokyo fiquei num hotel muito bom e barato perto da estação de Asakusa-Bashi, o nome é My Stays Asakusa-Bashi, já em Hiroshilma fiquei em um perto da estação central, se não estou enganado foi o Urban Hiroshima, em Nagasaki foi o APPA Ekiminami, Nagoya foi o MyStays Nagoya Sagae, Kobe fiquei no Sanside Hotel.. Nos demais locais fiquei em casa de amigos ou foi bate e volta de onde estava em Otsu. Aodrei Nagasaki, foi emocionante para mim, jamais esquecerei aquele dia. Abraços. Excelente viagem para voce..
  14. alexandreVSilva

    Barbados - Perguntas e Respostas

    Pessoal.. Boa tarde!! Qual a melhor época para visitar Barbados?? Tenho milhas smiles esperando para serem gastas, 30.000 ida e volta.. quem pode me ajudar??
×