Ir para conteúdo

biayum

Membros
  • Total de itens

    5
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que biayum postou

  1. La Tabacalera é um espaço cultural - um C.S.A ou Centro Cultural Autogestionado, como eles chamam - no charmoso bairro de Lavapiés onde acontecem várias exposições, apresentações, baladas... É uma antiga tabacaria no bairro de Lavapiés que foi transformada por um monte de gente bacana ligada em cultura livre e sustentabilidade e é muito vivo, as paredes todas grafitadas, gente levando o almoço pro comer no quintalzinho, várias pessoas fazendo coisas diferentes em todos os cantos - fui tipo numa quarta feira à tarde e vi aula de capoeira, carpintaria, um grupo de teatro ensaiando uma peça sobre a crise na Espanha e até um cara ensaiando bateria numa das salinhas escondidas como quem toca na sala de casa. Vale a pena ir atrás da programação ou pelo menos dar uma passada pra conhecer. http://latabacalera.net/c-s-a-la-tabacalera-de-lavapies/
  2. Outro lugar maravilhoso é o Parque Níjar, a maior área de proteção na costa da Andaluzia. É mais conhecido por Cabo de Gata, mas essa região é só uma parte do litoral que faz parte do parque. Eu fiquei um pouquinho mais pra frente, em San José. Fiquei de couchsurfing no trailer de um espanhol de seus 40 e poucos anos muito gente fina que desencanou da vida formal e foi morar na Vila de San José - dentro do trailer que ele mesmo construiu há anos. Mas tem várias pousadinhas e pelo menos um camping, que eu vi passando de ônibus. Pra Cabo de Gata, San José ou outras praias do parque é só pegar um ônibus da cidade de Almería. Não são caros e tem uma boa oferta de horário durante o dia - mas é bom ficar esperto com o horário dos últimos ônibus, o pra San José por exemplo era por volta das 18h. Fui em Maio e achei uma época ótima, por que já tava começando a esquentar - o mergulho no mar ainda tava dando aquele susto inicial! rs Mas nada que uma nadada não resolva! Aliás, falando em mergulho, não fiz mergulho mas dizem que é uma região incrível pra fazer - e o turismo pesado ainda não tinha começado, então passava as tardes com a praia inteira só pra mim! O pessoal local que eu conheci me disse que Julho a população da vila vai de 1000 pra mais de 10000 (!) pessoas só com o turismo, mas que em Agosto a vila volta ao seu sossego normal e o clima é até melhor que em Maio. Fiquei ali na beira do mar, numa praia há uns 15min a pé pela estradinha de terra pra fora da vila, mas na região mais central da vila tem vários restaurantes e bares. Ali onde eu tava tinha só um barzinho simples, que aliás pro pessoal que gosta do rolê mais tranquilo era um lugar bem legal. Então é isso, tá registrado mais um dos tesouros da costa Mediterrânea...
  3. Borough Market realmente vale muito a pena, é uma delícia! Comi um pratinho de um queijo derretido que a moça derretia na hora, colocado a própria casca da peça (a peçona grande do queijo inteiro!) na brasa e tirando a camada derretida de cima, colocando em cima de uns vegetais. Bom demais!! Um amigo meu também comeu umas ostras fresquíssimas e adorou (eu não como ostra, mas admito que tava com uma cara mto boa!). Outra dica é Candem Town, um bairro bohemio cheio de feiras de rua, meio hippie. Bacana pra tomar um pint, comer comidinhas de rua, comprar umas lembranças ou barganhar umas peças de roupas interessantes nas barracas (as barraquinhas ficam até umas 18h - http://www.camdenlock.net/). Tomei uma cerveja ali no Stables Market num bar cubano, rolou um som ao vivo bacana. Notting Hill também é um charme, as ladeirinhas cheias de casas coloridas. Agora um outro detalhe que não sei se é muita caipirisse minha, mas foi em Notting Hill, na Portobello Road, que eu vi pela primeira vez aqueles banheiros púbicos que são auto-limpantes, achei uma brisa! rs Você entra, aperta o botão pra fechar a porta, tem botão pra ouvir as instruções, é botão pra sair de lá... Bem coisa de Zoropa mesmo. Pra quem tá na rua e gosta de comida japonesa, logo do lado da Primark da estação Tottenham Court Road tem um "fast-food" (entre aspas por que não tem jeitão de fast-food apesar de ser um, e as comidas são muito fresquinhas e gostosas) japonês que me esqueci o nome mas é fácil de reconhecer, é uma parede de vidro, a fachada branca com o nome escrito em verde... Não é caro e é delicioso. Fica a uns 10 ou 15 min a pé do British Museum, então vale a pena fazer uma boquinha antes ou na saída do museu.
  4. Oi Marcos! Bacana! Valeu a dica. Pensei em Itália e Grécia pra matar um pouquinho a vontade de ver o sol, pensando em dar uma escapada da região do Reino Unido mais pelo céu cinza do que pelo frio em si. Também porque li em alguns lugares que a primavera é linda nesses dois países. Bom, juntando o que eu quero (primavera e sol) com a ideia de se locomover menos, Holanda ou sul da França também parecem ser opções bem bacanas. Continuo aceitando dicas de roteiro! rs Abraços, Bia
  5. Olá mochileiros! Estou morando em Glasgow, na Escócia, desde janeiro e vou ter férias de primavera agora no final de março/começo de abril. Estou pensando em fazer 10 dias na Grécia + 10 dias na Itália (na região da Toscana) ou só 20 dias na Grécia, pensando que é um tempo bacana pra conhecer um lugar, além de provavelmente sair mais em conta. Mas também não sei se é besteira ficar tanto tempo num lugar só, já que eu também não tenho a vida toda aqui! rs Alguém tem dicas pra dar? E o que tem de mais bacana nesses lugares? Valeu! Abraços, Bia
×
×
  • Criar Novo...