Ir para conteúdo

Aylson Santos

Membros
  • Total de itens

    22
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Letícia, desde Janeiro/2014 na Venezuela passou a ser obrigatório apresentação de seguro viagem com mínimo de US$ 40.000 de cobertura para Assistência Médica; Cuba também exige seguro viagem com o mínimo de CUC 25.000 há algum tempo... É preciso tomar cuidado com contratações em meio à viagens como na questão do Adriano, se você contratar um seguro via internet de forma online por exemplo; poderia correr o risco de até mesmo não ter cobertura do seguro quando precisar, isso se a Seguradora entender que você contratou o seguro em meio a viagem. O seguro viagem deve OBRIGATORIAMENTE ser contratado na data de inicio da viagem que no seu caso (se bem entendi, ou a seguradora poderia assim entender) iniciou-se no Brasil, apesar dos diferentes destinos de fins de semana. Para obter garantia de cobertura nesse tipo de contratação, o ideal é registrar essa informação na seguradora para evitar problemas futuros, em geral, nesses casos o seguro é comercializado em caráter de exceção e de acordo com o período da viagem pode ser estipulada inclusive carência para atendimento. Minha sugestão, procure uma Corretora de Seguros Viagem. Aylson Santos
  2. Olá Adriano, Sou Corretor de Seguros e mesmo sob o risco de parecer tendencioso, gostaria de inserir algumas informações sobre seu comentário; Sobre a comissão do corretor de seguros, ela já está embutida no valor do seguro mesmo quando você contrata direto com a seguradora. A diferença é que alguns sites de venda online oferecem descontos direto na cotação, antes mesmo que o cliente o peça e se você pedir o mesmo desconto ao corretor tenho CERTEZA que ele irá cobrir a oferta desses sites. Seguros de viagem parecem ser produtos simples e muitos entendem como apenas mais uma obrigação burocrática da viagem, até que precise utilizar... São diversas as obrigações e deveres por parte dos clientes, limites e exclusões de contrato e algumas que nem neles aparecem... A falta de orientação por um profissional como o corretor de seguros pode deixar os clientes em total desvantagem diante da seguradora e as complexidades impostas, por isso a legislação não permite corretores de seguros contratados das seguradoras, apenas autônomos; Basta uma rápida pesquisa sobre reclamações de seguro e assistência em viagens, para notar que 99% são decorrentes de seguros contratados online, via cartões de crédito, estacionamentos de aeroportos, etc... Em que o cliente não obteve a devida orientação para utilizar de forma correta o seguro, perdendo direito a cobertura por coisas simples, como não ter solicitado um relatório ao médico, comunicado uma perda de bagagem no ato ou descobriu que o que contratou não era aquilo que imaginava ter contratado. Para se ter uma noção do que estou tentando dizer, a diferença está desde o momento da contratação: Quando você contrata o seguro SEM um corretor, em geral recebe por e-mail o voucher com número de telefone do seguro e felicitações pela contratação; Quando contrata com corretor de seguros (na Safer Corretora por exemplo), além do voucher e número da central, recebe no corpo do e-mail para fácil acesso; orientações de uso que vão ajudar a garantir as diversas coberturas em caso de utilização. Sem dizer a terrível sensação de ter qualquer dificuldade com a assistência, estando no exterior e não ter ninguém fora a própria assistência para recorrer, pois a justiça na maioria das vezes só pode ser acionada do Brasil e após a viagem.
  3. Quelle, Acredito que já esteja em viagem, mas vou deixar a informação para outros que possam ter a mesma dúvida; O Brasil tem convênio com o INSS da Espanha para Previdência Social: A Assistência a Saúde que fazia parte desse convênio e existia em garantia de reciprocidade entre os dois países foi suspensa por consenso de ambos. Portanto permanece a obrigatoriedade da contratação de Seguro Viagem para Europa com mínimo de EUR 30.000 em cobertura para assistência médica. Vale lembrar que um seguro viagem garante ainda diversos outros riscos iminentes em viagens e que vão desde a comum perda de bagagem à perda de documentos, remoções hospitalares, Assistência Odontológica, traslados médico e de corpo, perda de documentos entre outros dos quais acredito em momentos de necessidade se tornam tão ou mais importantes quanto a assistência médica. Contudo o seguro viagem é um investimento que realmente vale a pena!
  4. Quelle, Acredito que já esteja em viagem, mas vou deixar as informação para outros que possam ter a mesma dúvida; O Brasil tem convênio com o INSS de oito países, incluindo quatro europeus: Portugal, , Itália e Grécia
  5. Luciana, Atualmente as opções seguro viagem para europa são muitas, primeiro porque é obrigatório e segundo porque é um dos destinos mais procurados pelos Brasileiros, seguem as principais; Premium Assistance - OMINT GTA Assist ISIS Assistência Segur Viaje - Mapfre Assist Card Mondial Travel Ace Porto Seguro Coris Uma dica importante é atentar para uma ampla cobertura de repatriação médica, depois da assistência médica essa pode ser a cobertura mais importante do seguro viagem, algumas operadoras incluem essas duas coberturas em um só valor. O auxilio de um corretor de seguros de viagem pode ser muito útil para esclarecer todas suas dúvidas. Aylson Santos Corretor de Seguros na Safer Corretora
  6. Olá Alexandre, Com o Porto Seguro Viagem Europa você não terá problemas na imigração, na verdade para a imigração não importa muito o nome da seguradora e sim os limites mínimos estipulados no voucher do seguro contratado. Ainda assim, sugiro que contrate com corretor de seguros; o corretor poderá te dar todas orientações necessárias para utilização, auxiliar em situações de atendimento e você não paga nada a mais por isso. Aylson Santos Corretor de seguros na Safer Corretora
  7. Na verdade todas as operadoras dão preferência para o pagamento das despesas diretamente aos hospitais, isso porque em geral elas pagam valores reduzidos em relação aos usuários avulsos. A Assistências Médicas oferecidas por operadoras de cartões de crédito, Cias aéreas, entre outros... Em geral cobrem apenas a Assistência Médica por enfermidade e acidente o que pode ser suficiente para eventos de baixa gravidade, mas para procedimentos com média a alta gravidade são totalmente insuficientes; Um exemplo recente da diferença que pode fazer um seguro viagem completo; Veja as coberturas utilizadas por uma turista que sofreu um acidente na Europa e teve o pulmão perfurado, necessitando de algumas cirurgias e internação por um período de mais de 20 dias.: Assistência Médica EUR 30.000: Em uma situação dessas essa cobertura se esgota rapidamente, a saída neste caso poderia ser uma repatriação médica; Repatriação Médica: Cobertura que garante o transporte em avião equipado inclusive com UTI móvel para continuação do atendimento no país de origem. Uma repatriação médica da Europa para o Brasil chega a custar cerca de EUR 100.000. Despesas com acompanhantes: Em casos de internação o seguro viagem cobre as despesas com passagem e hospedagem de uma pessoa para acompanhar o segurado durante o período de internação. Além das coberturas citadas acima, diversas outras são disponibilizadas no seguro viagem e em situações até menos complexas como remoção médica, prorrogação de estadia por recomendação médica, cancelamento, interrupção e retorno antecipado de viagem, perda de documentos e assistência financeira, Assistência jurídica, entre outros. A escolha da seguradora ideal deve ser realizada de acordo com destino(s), objetivo e perfil do viajante: Destino: Algumas operadoras diferem no atendimento de acordo com a região, umas atendem melhor na Europa e deixam a desejar em outra regiões como América do Norte, central ou do Sul e Outros continentes e vice versa. Ou ainda diminuem a cobertura pela metade quando o segurado percorre outros destinos além do inicial da viagem. Objetivo: Além de influenciar nos preços, o objetivo da viagem pode até excluir as coberturas do seguro; é o caso de estudantes e praticantes de esportes que precisam contratar um seguro específico para estes fim. Perfil do viajante: Existem também planos e seguros direcionados para pessoas com doenças e lesões preexistentes, grávidas e idosos devido serem considerados públicos com maior risco. Para saber qual é o melhor seguro viagem internacional para você, o ideal é consultar um corretor de seguros especializado, por trabalhar com todas as operadoras ele saberá lhe indicar a melhor opção de acordo com a sua viagem e perfil. O corretor de seguros é também quem poderá lhe oferecer todo o suporte em uma eventual utilização com a seguradora nas diversas coberturas. E você não paga nada a mais por isso! Aylson Santos Corretor de seguros na Safer Corretora Seguro Viagem Internacional
  8. Revisando e respondendo as últimas questões deste tópico; Sobre contratar seguro viagem internacional estando fora do Brasil; Realmente não é fácil mas existem algumas Seguradoras que ainda abrem exceções como quando seu seguro atual expirou devido a uma prorrogação de tempo de viagem ou até mesmo quando você esqueceu de contratar e lembrou apenas durante a viagem até mesmo um ou dois dias depois. Em ambas situações a Seguradora poderá solicitar algum tipo de documentação em especifica, realizar análise de aceitação ou um prazo carência para que você possa usufruir do atendimento. Um Corretor de Seguros de Viagem poderá ajudar a encontrar esta opção. Contratar Assistência de cartão de crédito ou direto com a seguradora?? É importante fazer uma comparação entre os produtos; O seguro viagem pode incluir diversas coberturas que vão além das assistências médica, odontológica e farmácia em geral oferecidas pelas operadoras de cartões de crédito; São cerca de até 30 itens de cobertura incluindo remoção hospitalar, traslados de corpo por morte, Assistência jurídica, perda de documentos/dinheiro, assistência funeral, visita de acompanhantes, perda de bagagem entre diversas outras não menos importântes quando se precisa delas. Seguros contratados com Bancos: Apesar de parecer tudo muito simples, o seguro pode se tornar o item mais importante de sua viagem; Gerentes de banco e páginas para contrata seguro Online muitas vezes deixam passar informações importantes sobre coberturas e exceções. Por exemplo; alguns seguros com cobertura de EUR 30.000 para assistência na Europa; cobrem apenas a METADE desse valor em países que não fazem parte do continente Europeu ou do TRATADO SCHENGEN. A opção de contratar um seguro viagem para europa com cobertura de US$ 50.000 (conforme indagou a Dete) está correta já que atualmente na conversão para Euro corresponde a cerca de EUR 38.000 e lhe dará a mesma cobertura e outros países no mundo. Fica dica... Contratar com um corretor de seguro viagem é uma maneira de avaliar todas opções de seguros e planos com uma orientação isenta e experiente sobre cada operadora, tipo de viagem e perfil do viajante. Abraço a todos... Aylson Santos Corretor de Seguros
  9. Gostaria de compartilhar uma dica sobre a Nota Fiscal, que tantos esquecem de pedir ao varejista. Ainda é comum as pessoas comprarem equipamentos fotográficos no exterior e não trazerem a nota fiscal com receio de terem que pagar aquelas taxas altíssimas de impostos no desembarque (Lembramos que é permitido trazer uma câmera do exterior), ou pessoas que ganham de presente seus equipamentos sem nota por pura "etiqueta" e até mesmo pessoas que compram equipamentos em lojas que não fazem questão ou nem podem de emiti-las aqui no Brasil. A nota fiscal é importante para que você consiga segurar seu equipamento fotográfico e poder circular mais tranquilo com ele... além de outros benefícios que necessitam da comprovação de propriedade como garantia desses equipamentos que chegam a custar valores próximos ao de um carro popular... Fica a dica... E havendo mais dúvidas, podem me perguntar aqui mesmo.. Aylson Santos Corretor de Seguros para Equipamentos Fotográficos Seguro de Câmera Fotográfica Safer Corretora de Seguros em geral e Diferenciados
×
×
  • Criar Novo...