Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Ritters

Membros
  • Total de itens

    54
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre Ritters

  • Data de Nascimento 12-06-1987

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    Baviera, Salzburg, Paris, Londres, Oslo, Porto Seguro, Rio de janeiro, Floripa, São Paulo, Goiânia, serra gaúcha
  • Próximo Destino
    Cusco, Machu Picchu, Lago Titicaca, La Paz, Lima, Huaraz
  • Ocupação
    Engenheiro autônomo
  • Meu Blog
  1. zibuia, eles me pediram na hora também, mas no meu caso consegui desconto e na hora eles olharam e não implicaram, foi bem tranquilo!
  2. 03/6/2013 Acordei cedo, e quando o sol estava nascendo parti para caminhar. Meu objetivo era ir do Norte da Ilha até o lado sul. Porém como eu visualizei que a trilha era MTO inclinada e que não era assim muito muito bem sinalizada, resolvi abortar a missão!!! Ja vinha de dias de trilhas exaustivas, e olhando la do norte da Ilha se vê que o caminho ia ser muito puxado mesmo, subidas exaustivas. Recomendo terem cuidado porque vocês estão no meio do nada, a 3800 metros de altitude. Passar mal nessas condições pode não ser uma boa ideia. Bom, peguei o primeiro barco para Copa, partiu as 8:30 e custou 25 bol. Chegando em Copa, fui caminhar, pois o onibus para Puno sairia apenas as 13:30. Passando numa loja de casacos e roupas (tudo falsificado, é logico kkk), resolvi fazer uma comprinha, afinal o preço estava mto atrativo, mesmo sendo falsificado. Comprei um casaco da North Face por 70 bol e um outro cinza com azul por 90 bol. Esses preços ja são com desconto!!! Chorem mesmo, pq la tudo rola desconto, não é que nem essa merda de Brasil, kkkkkk. Embarquei as 13:30 para Puno com a Tour Peru, por miseros 20 bol. A viagem até q nao foi ruim, não estava tao quente dessa vez. O taxi em Puno até o hostel foi barato tmb, 4 soles. Gastos do dia: 25,00BOB barco norte da ilha - Copa 160,00BOB compra 2 casacos 20,00BOB onibus Copacabana - Puno (Tour Peru) 15,00 soles hostel em Puno 4,00 soles taxi até o hostel
  3. Ritters

    Cusco e Valle Sagrado

    Por isso que eu falei: opção para quem tem menos tempo e menos dinheiro...
  4. Ritters

    Cusco e Valle Sagrado

    Sim sim, a desvantagem é que Ollanta fica de fora neste caso. Eu acabei optando por visitar Pisac e não Ollantaytambo, porque não tinha muito tempo. Quem optar pelo mesmo acaba se beneficiando bastante nessa dica
  5. Ritters

    Cusco e Valle Sagrado

    Pessoal, reforçando o que o Aletucs disse, caso vocês possuam o boleto podem fazer o que eu fiz: Saí de manhã cedo, peguei um ônibus de linha com destino a Pisac (4 soles). Visitei todo o circuito de PIsac, inclusive subi a pé (aqui recomendo pra quem já estiver um pouco aclimatado, e não esquecer um chapéu, pois o sol é forte). Na volta peguei o mesmo ônibus de linha (4 soles) porém com destino a Cusco, mas pedi para descer em Tambomachay. Visitei, caminhei até Pukapukara, depois peguei uma van (2 soles) até Qenqo, e de lá caminhei até Saqsaywaman, visitei o mesmo e voltei caminhando até a Plaza de Armas. Gasto para Pisaq e City tour = 10 soles!!. Caso fossem com agência fazer City Tour e Pisac, acho q sairia uns 40 soles no mínimo, fora que ficariam precisando acompanhar o guia, correndo no ritmo deles. Saí de Saqsaywaman já estava escuro, e o bom é q tem uma cruz la em cima que vc pode tirar uma foto de Cusco toda iluminada, recomendo bastante realizar o passeio por conta. Quem quiser ler, estou relatando como fiz os passeios tudo por conta, sem agencia, inclusive Machu Picchu: cusco-machu-picchu-titicaca-e-huaraz-dicas-baixo-custo-t83537.html
  6. Oi, desculpem a demora na resposta! É que acabei sem poder acessar alguns dias!! Be_diniz, acho perfeitamente possível o que queres realizar, eu na verdade te aconselharia a realizar a ida de ônibus também para vc aproveitar as paisagens durante o dia tmb, pq são imperdiveis! Caso vc realmente nao possa, podes voltar somente então pela hidrelétrica. Descendo umas 13h vc chegaria na hidrelétrica umas 17h sim, e como vc já está com um grupo vc nao teria problemas para voltar pq sempre tem algumas vans estacionadas lá, esperando os turistas, pois para muitos motoristas aquele trajeto acaba sendo um ganha pão para eles. Caso vc chegue la e nao tenha ninguem, espere um tempinho que logo aparece alguma. Normalmente eles levam até Sta. Maria, a minha levou direto pra Cusco, pertinho da Plaza de Armas!! O templo do sol eu recomendo mto pois a paisagem que você vê até subir la é incrivel, é super alto la, 2700m se nao me engano, 1h e meia de subida desde o acesso principal de Machu Picchu, dos portões. Se o céu estiver limpinho então nem se fala, a vista é super incrivel! Qualquer duvida podem me perguntar, logo logo já posto a continuação
  7. Oi Thaahh, olha recomendo fortemente a você realizar o passeio via Hidro também!!! Motivos? Muitos: 1 - Mais de 3 vezes mais barato 2 - Aventura muito maior 3 - Paisagens!!! Olha os melhores momentos da minha viagem foram em Huaraz e durante a caminhada da Hidroelétrica até Aguas Calientes. Além disso o caminho que o ônibus faz pra chegar na Hidroelétrica são incomparáveis (via Abra de Malaga). São caminhos que você só vê indo de ônibus. Nota 10!!! Recomendo muito mesmo!!!
  8. Acredito que você consiga com sua carteirinha também. Tenta dar uma chorada, diz que não tem muito dinheiro que eles liberam meia, foi assim que eu fiz
  9. Oi Lu, a carteirinha que eu tenho é da FESN - Federação dos estudantes. Eu fiz ela aí no Rio quando estive visitando a cidade. Ela é carteirinha nacional, mas consegui desconto tanto para o boleto turístico de Cusco como para o ingresso para Machu Picchu. Em ambos os casos perguntaram minha idade, então acho que pra conseguir desconto com carteirinha, deve-se ter menos que 26 anos
  10. Hahaha, obrigado pelo apoio Glaucia, pode deixar que logo logo já postarei!! Ja estou preparando aqui!! =DDD
  11. Eduardo, quanto a seu roteiro, se puder me passe as cidades que deseja visitar, pois sei que a Bolivia é mais barata sim, porém eu evitaria ir por Santa Cruz porque a cidade é longe de tudo. Caso queira ir para La Paz de ônibus você passaria mais da metade de um dia dentro do ônibus. Pode ser uma opção caso queira estender até Uyuni, mas me diz direitinho por onde quer passar. Lembrando que visitei apenas Copacabana na Bolivia, nao fui para La Paz Abraços
  12. Claro, estou escrevendo aqui a continuação dos dias e vocês verão que se pode viajar a baixo custo sim. Uma dica que dou para vocês: pechinchem! Pechinchem tudo! Consegui desconto em todas as minhas estadias, sem exceção, tanto em Cusco, como em Puno, como em Huaraz! Luciene, de Cusco fui para Lima de avião, e de Lima para Huaraz de ônibus por uma promoção da Cruz del Sur, por apenas 29 soles. Existe uma empresa chamada Z Buss que também faz o trajeto Lima - Huaraz a baixo custo. A passagem custa 30 soles. O preço normal da Cruz del Sur é 80 soles, então se baseie na Z Buss, é um serviço bom e vale a pena poupar 50 soles!
  13. Com a passagem!!!! Vou passar as dicas dos outros dias também, viajei por 16 dias + 1 tudo incluído por 2100 reais, isso q paguei o dolar caro ainda!!
  14. 28/5/2013 Acordei cedo, comi algumas coisas que ainda tinha, tomei uma água (tinha fervido no hostel no dia anterior) e fui ao paradeiro de ônibus para Pisac. Resolvi fazer o passeio por conta. Custou apenas 4 soles a passagem para la! Pisac é incrível, o onibus te deixa próximo da praça central, com uma árvore histórica. Ja iniciei a subida (a pé), parando e tirando fotos (é importante ir devagar, pois está a aproximadamente 3000 m.s.n.m.). Levei aproximadamente 3h de subida até as ruinas, parando bastante, tirando fotos, gravando videos. Não tive problema algum com a altitude, exceto uma enxaqueca no final do dia. Isto porque (DICA!) levei chocolate amargo para comer junto com as comidas que trouxe. O chocolate contém flavonoides, que são otimos para a altitude, além de fornecer a energia que se precisa. Levei castanhas e nozes também, que são fontes de minerais (selenio) e gorduras. Considerando a baita altitude, vejo que me arrisquei por ter feito essa subida a pé, mas me saí muito bem! Na descida parei na feirinha que tem na praça central e comprei alguns souvenirs: uma manta (de 18 por 12 soles) para minha mãe, uma flauta peruana (de 20 por 10 soles), um chapéu de Cusco/MP para proteger do sol (fiz toda a subida no sol sem proteção, acredito que esta foi uma causa da enxaqueca a noite, e nao a altitude), e comprei uma agua por 1,50 soles. Quando estava descendo tinha uma mulher fazendo suco de laranja na hora, pediu 2 soles, ofereci 1 sol e ela aceitou, melhor suco de laranja da vida (morrendo de sede kkk). Na volta de Pisac (4 soles o onibus), pedi pra me deixarem em Tambomachay e ir ja fazendo o city tour no mesmo dia (otima ideia pra quem tem pouco tempo!!). Tirei fotos, e fui caminhando até Pukapukara (5 min de caminhada, mto perto). Visitei o local, tirei fotos, e voltei para Tambomachay para pegar uma van até Qenqo (2 soles). Visitei o local e fui caminhando até Saqsaywaman (20 a 25 minutos de caminhada). Saqsaywaman é um sitio maior, então provavelmente termine ele a noite ja. De lá pode seguir a pé descendo uma escadaria até a Plaza de Armas, bem tranquilo! Gastos do dia: 4,00 - ônibus de ida Pisac 1,00 - suco de laranja descida 30,00 - souvenirs 4,00 - ônibus Pisac - Cusco, parando em Tambomachay 2,00 - Van Tambomachay - Qenqo 20,00 - compras mercado: bolachas, pão, manjar blanco (doce de leite), agua, frutas 18,00 - hostel Munay Wasi 29/5/2013 Acordei ainda mais cedo este dia, e fui ao terminal onde partem os onibus para Santa Maria (caminho para Hidrelétrica e Machu Picchu). A linha vai até Quillabamba. Deve-se pedir para descer em Santa Maria. O preço é 20 soles (muito mais barato do que ir de trem, ainda mais que consegui cotação 1 dolar = 2,68 soles). O horário do onibus era pra ser as 7:00, porém partiu as 7:40. Chegando em Santa Maria (5:30h de viagem), procurei um taxista para me levar direto para a Hidrelétrica. Foram mais 3 pessoas, e o preço saiu 15 soles para cada um. Nesse trajeto foram 1:30h de viagem. Chegando na hidrelétrica comi uma comida feita ali mesmo por umas senhoras, só tomei o cuidado de retirar a alface (bom evitar verduras devido a agua utilizada poder trazer problemas). Da hidrelétrica até Aguas Calientes são 3 horas de caminhada. Logo que se inicia a caminhada há uma escada para acessar outro trilho de trem, mais alto. Deve-se ir por esse caminho! Depois disso é bem tranquilo o caminho, só ir seguindo os trilhos do trem e o rio Urubamba. Cheguei ja estava escurecendo em Aguas Calientes. Procurei o local onde se vende o boleto para Machu Picchu e consegui MEIA ENTRADA SEM ISIC, só com a carteirinha de estudante feita no RJ! Paguei 73 soles (não inclui Montana Picchu nem Whayna Picchu). Na saída uma mulher me abordou e ofereceu um quarto privativo em seu hostel por 20 soles. Era pra ser com ducha caliente, mas percebi que o manipulo do chuveiro quente tinha sido removido só vi isso depois que paguei, entao nao tinha muito o que fazer. Gastos do dia: 20,00 ônibus Cusco - Santa Maria 15,00 taxi Santa Maria - Hidrelétrica 5,00 almoço hidrelétrica 73,00 boleto Machu Picchu (meia entrada, só até 25 anos também) 20,00 hostel Aguas Calientes 15,00 compras mercado (agua, bolachas, pão, iogurte) 30/5/2013 Neste dia acordei antes de amanhecer, por volta das 5h, para iniciar a caminhada de subida de Aguas Calientes rumo a Machu Picchu Recomendo a caminhada se você está em um bom condicionamento físico e se acordar cedo que nem eu, porque a subida é pesada, é só subida mesmo, não há trechos retos. Levei aproximadamente 1h30 para chegar la em cima. O ponto positivo é que se poupa 8 dolares, e como o dolar estava super valorizado nesta epoca, optei por subir caminhando mesmo. Chegando lá em cima não tem nem o que comentar... você entra em estágio alfa eu diria, são paisagens deslumbrantes, um outro ar, parece outro mundo! Eu decidi visitar, de inicio, o Templo do Sol. É mais uma caminhada puxadinha, mas nada demais. Esta caminhada vale tanto a pena pela vista que se tem de todas as montanhas próximas e de todo o entorno de Machu Picchu. Na minha opinião foi o ponto alto da visita a Machu Picchu, mais até que as próprias ruínas! Então: SUPER recomendo caminharem até o Templo do Sol (Intipunku)!!! Depois para retornar e descer até as ruínas de Machu Picchu é super fácil, afinal toda a parte mais difícil já foi feita, e lembrando que eu paguei meia entrada sem acesso a Montana Picchu ou Huayna Picchu, mas achei que super valeu a pena, a caminhada até o Intipunku tem todas as vistas espetaculares que se tem nas outras montanhas, e mais até eu acho! Bom, todo o meu passeio por Machu Picchu foi das 5:30 (inicio da subida) até as 12:30h. Após a minha descida a pé (super tranquilo, recomendo descer a pé), caminhei de volta até a Hidrelétrica. Não necessita retornar a Aguas Calientes, pode-se caminhar direto para a Hidrelétrica. Apesar de longa, a caminhada é suave. São 3h de caminhada, cheguei as 3:30. Esperei uns 30 minutos por uma van que retornaria direto para Cusco. A desvantagem da van é que vc vai apertado, sem muito espaço, mas nada de outro mundo também. Custou 35 soles e a viagem direta até Cusco levou 6h. DICA: Se voltarem com a van provavelmente vocês irão parar para comer em alguns pequenos restaurantes ou na beira da estrada. Cuidem bem o local que vão comer. Eu pedi um milho tipico da região (Choclo) com queijo derretido, uma delicia!! Recomendo, custou 3 soles! Gastos do dia: 35,00 van Hidrelétrica - Cusco 6,00 Choclo (pedi 2, hehehe) 7,00 Agua 2 litros em MP 18,00 Hostel Munay Wasi 31/5/2013 Neste dia durmi um pouco mais, acordei por volta das 8h, comi algo que tinha preparado ainda dos dias anteriores e fui ao centro de informações turisticas (pertinho da Plaza de Armas e da Av. El Sol) me informar sobre o local de saída dos onibus que vão para Maras/Moray. O pessoal la é super atencioso, te dão mapas e explicam direitinho de onde que sai os onibus, recomendo vocês irem lá sempre para se informar sobre os onibus! :'> Tendo o ponto certo de saída, fui para la comprar a passagem (4 soles) e comprei mais um iogurte e algumas bolachas. É importante dizer que esse foi um dos únicos passeios que gastei praticamente a mesma coisa indo por conta do que se tivesse contratado por agência, os outros todos gastei menos (principalmente Machu Picchu)!!! A razão de ter gasto um pouco mais é que o onibus te deixa próximo da comunidade de Maras, e de lá para visitar as Salinas de Maras e o complexo arqueológico de Moray, apenas de taxi ou pegando carona em alguma van. Bom, chegando la fui perguntar o preço aos taxistas e queriam me cobrar no mínimo 60 soles para ir aos dois locais!! ainda bem que logo chegou um casal francês e consegui rachar com eles o taxi (ele nos leva e espera cerca de 1 hora em cada ponto, para tirarmos fotos e visitar). O valor saiu, então, 20 soles por pessoa. DICA: apenas pague o taxi quando estiver voltando, do contrario tchau tchau, ele certamente nao vai te esperar Bom, como tinha o boleto, apenas precisei pagar a entrada para as Salinas. Custa 7 soles. Moray estava incluso no boleto turístico. Tirei muitas fotos dos dois locais, são lindos!!! Primeiro fomos a Moray e depois a Maras. É bom não ir muito tarde, porque se o sol se por as fotos não vao ficar a mesma coisa!!! Obs: não façam como eu. Pedi pra tirarem foto de mim em Moray bem no centro dos círculos e pra voltar tentei correr... nem preciso dizer que meu coração quase saiu pela boca né?? Sério, fiquei totalmente sem ar!!! Não façam isso! Enfim, recomendo a visita tanto de Maras como Moray, são lindos!!! Quando cheguei em Cusco, passei proximo ao Mercadão da cidade e havia muita comida tipica por la. Resolvi provar mais 2 comidas tipicas: - Picarones (um doce com cobertura de mel, uma delicia) - Plato de Chicharron de Cusco (consegui por 6 soles, uma refeição completa muito deliciosa!!) Aproveitei e comprei umas frutas tipicas deles la, um pacotinho de Ciruelas, custou apenas 1 sol e as frutas são otimas, bem docinhas. Gastos do dia: 12,00 Compras: iogurte, agua, bolachas 4,00 onibus Cusco - ramal de Maras 20,00 taxi Maras/Moray (dividido com 3 pessoas, 20,00 para cada um) 7,00 boleto entrada Salineras de Maras 5,00 onibus retorno a Cusco 2,00 Picarones 6,00 Plato de Chicharron de Cusco 1,00 pacotinho de ciruelas 18,00 hostel Munay Wasi 01/6/2013 Acertei os 18 soles da noite passada no hostel e segui para a rodoviária de Cusco. Peguei um ônibus da Tour Peru com destino a Puno (acredito que peguei o ônibus as 9h). O mesmo custou 30 soles. Confesso que passei um pouco de calor nesse ônibus, nao sei o motivo mas simplesmente desligavam o ar condicionado quando mais precisava, que é quando tinha mais sol. Os onibus la são fechados então por mais que esteja um pouco frio do lado de fora o ônibus esquenta dentro. Bom, eu voltei de Huayhuros e não tive esse problema, então não gostei muito dessa Tour Peru... Cheguei as 15h em Puno. Minha ideia inicial era ir direto para Copacabana, pois tinha lido relatos de que Puno era dispensável, porém como não tinha opção (os últimos ônibus para Copacabana saem de Puno às 14:30h!!), acabei aceitando ali na rodoviária mesmo negociar um hostel e um tour pelas Islas Uros. Acabei me surpreendendo, pois adorei o passeio pelas islas flotantes, conheci vários brasileiros lá!! O passeio é bacana, explicam direitinho de que forma as ilhas flutuam e se pode tirar muitas fotos legais lá. O hostel que fiquei hospedado depois foi o Lake Hostel, por miseros 15 soles um quarto privativo!! Cama de casal muito boa e confortável, recomendado!! Durante a noite comi algumas comidas baratíssimas por miseros 2,50 soles proximos ao hostel, que vinha com omelete, arroz, batata e salada. A comida em Puno realmente é barata! Gastos do dia: 30,00 onibus Cusco - Puno (Tour Peru) 15,00 hostel Lake Hostel 17,00 tour Islas Flotantes de Uros com transfer in/out e guia 2,50 janta 4,00 água 5,00 taxi até o hostel quando cheguei na rodoviária 02/6/2013 Já havia pago o hostel no dia anterior, então caminhei até a Plaza de Armas e peguei um taxi até o terminal terrestre de Puno (há 2 terminais, deve-se dizer que vai para fora de Puno). O ônibus partiu de Puno as 8:30 com destino a Copacabana/Bolívia. Fui de Huayhuros e a passagem custou 15 soles. Particularmente eu gostei mais da Huayhuros do que a Tour Peru, apesar dos onibus serem mto parecidos. Bom, eu achei a fronteira Peru/Bolívia relativamente organizada, poréeem (E NAO SEI PQ) um casal de brasileiros que estavam comigo não conseguiram cruzar a fronteira, queriam cobrar 300 bolivianos deles!!! eu desconfio que é pq eles estavam só com a identidade (ou) pq perderam o papel verde (ou branco) que se ganha quando se chega ao Peru. Então, MTA atenção com isso (recomendo ir com passaporte, e não perder de forma alguma esse papel que entregam no vôo quando vc chega ao Peru)!!!! Cheguei em Copa acho q era 12:20h (adianta-se o relógio em 1h!), seria 11:20h entao. Dica: Não troque seu dinheiro de dolar por bolivianos na fronteira, a não ser uns 5 dolares no máximo. A cotação é desfavoravel! E outra coisa, eu desci do ônibus em Copa e fui em direção a orla. Se eu fosse até a plaza de armas (2 quadras de onde o ônibus deixa) eu pegaria cotação de 1 dolar = 6,90 bolivianos. Se vc desce do onibus e já vai em direção aos barcos, a cotação piora, peguei 1 dolar = 6,70 bolivianos então, ali mesmo onde vc desce há lugares que a cotação é boa, só dar uma pesquisadinha. Bom, fiz o câmbio de 50 dolares, e ali perto onde vc compra os tickets pra ir a Isla del Sol comi uma truta e sopa por 20 soles. Como havia pouco tempo nem tinha pesquisado mto os preços, comida boa até, mas no dia seguinte comi uma truta inteira e quase morri comendo por 18 bolivianos próximo a Plaza de Armas. Após almoçar, fui nas casinhas onde vendem os tickets, e me cobraram 25 bolivianos até o lado norte da ilha (me cobraram 25 só pq eu disse q ia dormir la, senao era 20... ) e depois ainda descobri q se comprasse direto nos barcos conseguia por 15... kkkk, enfim, como a moeda é super desvalorizada, nem dei mta bola, até recomendo nao darem bola pq na Bolivia é tudo barato mesmo! Bom, comprei o ticket era 13h, o barco saía as 13:30, entao fui a um mercado ali perto fazer umas compras. Parti as 13:30, e cheguei as 15:30 no lado norte da Isla del Sol. Cheguei e já fui abordado por pessoas oferecendo hostel. Consegui um quarto com 2 camas, mas dormi sozinho, por 20 bolivianos, ultra barato!!! Larguei minhas coisas e já fui caminhar em uma trilha que se faz e que se conhece algumas ruínas. Bem legal a trilha, mas cuidado para ir logo que vc chega, pois do contrario vc pode ficar no escuro na hora do retorno, pois a caminhada é de 1h30min mais ou menos. Caso tenha lanterna, bem tranquilo!!! E a paisagem é de outro mundo, e vc passa por bichos no meio da trilha que dá um ar mais aventureiro ainda!! Gastos do dia: 15,00SOLES onibus Puno - Copacabana (Huayhuros) 20,00BOB - almoço 25,00BOB barco Copacabana - Isla del Sol lado norte 20,00BOB hostel 10,00BOB tarifa que cobram para acessar ruinas lado norte, la mesmo 25,00BOB compras mercado
  15. Pessoal recomendo a leitura deste post pra quem pretende visitar a região!! Viajei por 17 dias com tudo incluso por 2100 reais!! Nos primeiros dias comi algumas coisas que levei, e depois fui comendo comidas tipicas e ia no mercado. Peru e Bolívia: quase tudo mais barato que aqui! Exceção: pão integral, frutas, iogurte (mesmo preço). Então o segredo é: prato do dia! menus economicos! Você encontra na maioria dos restaurantes! Eu jantei Pachamanca e outros pratos tipicos em Huaraz por 5 soles!!! CINCO! Onde se janta por 5 reais no Brasil? Nenhum lugar!! Bom, dadas as dicas iniciais, vou sequenciar minha viagem: 26/5/2013 Saída de Porto Alegre para São Paulo às 19:50. Tive que pernoitar em São Paulo para ir a Lima só no dia seguinte. Escolhi o Hostel Jardim São Paulo Airport, reservado pelo hostelworld.com por 33 reais a noite, com café da manhã (bem simples). Recomendado para quem tiver esse problema de voos. O hostel é super bem localizado, próximo a estação de metrô Tatuapé, acessível de onibus direto do Aeroporto pela linha EMTU GRU - Tatuapé (R$ 4,30). Cheguei, tomei uma ducha, água quente e banheiro bom, e fui dormir. Custos do dia: 4,30 - ônibus 33,00 - diária hostel 27/5/2013 Tomei um café da manhã simples, com 1 pão (acredito que houve este problema porque pedi pra antecipar 2 horas o café para mim, então está ok), leite com nescau, algumas frutas. Peguei o onibus e fui pra GRU. O voo pra Lima foi pontual, recomenda-se chegar com 2 horas de antecedência! Chegando em Lima, procurei agua em bebedor (não tinha) então esperei para pedir no avião. Prepare-se para gastar muito com água lá, é indispensável, nem pense em tomar água da torneira! Chegando em Cusco, com a mochila nas costas, já senti um pouco o cansaço, então negociei com um taxista que me cobrou 12 soles até o Milhouse Hostel a deixar por 10. Não troquei moeda no aeroporto, deixei pra trocar 10 dolares no Milhouse, porém a troca la tmb nao foi boa (1 dolar = 2,50 soles). Bom de posse de 25 soles, paguei o taxista e perguntei se havia vagas no hostel. Havia apenas para quartos mais caros, entao decidi procurar outro hostel. Logo na saída conheci um brasileiro!! Estava hospedado no hostel Munay Wasi e disse q la o preço era bom. Fui la conferir, e realmente era bom. Consegui quarto privado por 18 soles!!!! O quarto era bom, o banheiro e algumas coisas q nao eram (fecham a cozinha as 9 da noite, entao se quiser preparar algo, esqueça!). Quando for tomar banho, peça pra ligarem o disjuntor (sim, senao tomará banho gelado!). Fora isso, o preço esta realmente otimo para um quarto privado e espaçoso até! Bom, o restante do dia usei para comprar o boleto turístico (paguei meia com carteira de estudante feita no RJ!!) e dar uma volta pela Plaza de Armas Custos do dia: 10,00 taxi 70,00 boleto turistico (meia entrada, só até 25 anos!) 18,00 hostel
×