Ir para conteúdo

wiltonaraujo

Colaboradores
  • Total de itens

    35
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra

Bio

  • Ocupação
    Engenheiro

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Interessante o roteiro, estou iniciando avaliação para fazer apenas a metade do que você propõe aí saindo de Minas Gerais, uma forma mais segura é ir em mais de um carro, quem sabe não coincidem nossas datas? Você já tem roteiro ou algo planejado? Abraços Wilton
  2. Interessante, gostaria de ir até o fim do mundo Ushuaia também, mas saindo de MG. Alguém já pensou em roteiro e tempo para realizar essa viagem? Abraços Wilton
  3. Boa noite, estarei no jalapão de 14 a 19/04 de carro com a esposa e uma filha, é caminhonete e tem vaga para mais duas pessoas, ainda estou olhando roteiros. Se coincidirem as datas, mande mensagem no [email protected] Abraços Wilton
  4. Boa noite , se ainda estiverem abertas as inscrições, inclua o meu por favor 31-992055282 Obrigado Wilton
  5. Prezado bom dia, descer a pedra do sino é muito mais simples que descer pelos castelos de acçu, por isso o mais comum é fazer a travessia PetropolisXTeresopolis, não o contrário. A trilha entre Teresopolis - Pedra do Sino e Castelos de Açu - Petropolis são muito marcadas e não tem como errar, o trecho entre Pedra do Sino e Castelos do Açu tem marcações mas passa em muitos trechos sobre pedras que você tem que procurar os totens que indicam a trilha. Fiz com um GPS Garmin, mas hoje tem o aplicativo wikiloc que pode ser utilizado no celular (desde que você tenha uma bateria extra como garantia que não vai acabar no meio). Veja o arquivo em http://www.wikiloc.com/wikiloc/view.do?id=5081208 Existem centenas de relatos dessa viagem, é das mais belas que conheço. Abraços Wilton
  6. Ola Rafael você poderia me enviar esse trecklog? Já fiz o trajeto Diamantina - Mendanha e Diamantina - Parque Estadual do Rio Preto (passando pela nascente do rio preto) Estou pensando em montar uma expedição para travessia dos parques, Saindo de Diamantina e passando por Mendanha (P.E.das sempre vivas), Rio Preto (P.E. do Rio Preto), Capivari e Santo Antonio do Itambé (P.E. Itambé). Há trilhas para todo esse trajeto, mas ainda não consegui unificar todas para montar, essa sua é uma das que ainda não tenho. Se poder enviar para [email protected] eu agradeço. Você tem perfil do wikiloc? Abraços Wilton
  7. Eu fiz o trajeto Vila Oratorio / Ponta Negra/ Martin Sá/ Pouso da Cajaíba, vale muito a pena. Não utilizei guia, apenas um GPS ( http://pt.wikiloc.com/wikiloc/view.do?id=3288172 ). O nível de dificuldade não é muito elevado, minha filha tinha 11 anos na época. Agora pretendo complementar com outro tracklog que encontrei de praia grande da cajaíba até parati mirim!! Em ponta negra é obrigatório ficar com o Teteco, ele é "O CARA" do local, atendimento excelente, aluguei a casa do irmão dele que me levou até a trilha de saída que tem muitas variações para eu não errar. Abraço e recomento
  8. Breno boa noite, eu fiz a travessia, vale muito a pena. Caso tenha um GPS, segue o link do percurso que fiz: http://pt.wikiloc.com/wikiloc/view.do?id=5081208 O parque é administrado por uma empresa privada, os valores a pagar não são muito simbólicos, mas valem a pena. http://www.parnaso.tur.br/ Transporte, no meu caso, deixei o carro no estacionamento da rodoviária, pegamos um taxi até o parque (acho que uns R$80,00 em 2013), em teresópolis fomos andando até a rodoviária (atenção aos horários de ônibus, o ultimo de Teresopolis para Petropolis tinha saído 15 minutos antes de chegarmos, tivemos que ir para o Rio e então subir a serra). Quando chegamos na portaria do parque o segurança comentou que alguns deles pegam o seu carro e lhe busca em Teresópolis, o preço era +- o mesmo que gastei (diária na rodoviária, tx até o parque e passagem de ônibus) mas se o grupo for de 4 pessoas vale a pena. A travessia é bem marcada, mas quando se pega uma neblina fica difícil de visualiza a trilha e os totens que deixam no caminho, o GPS ajuda nesses casos. Dicas: - evite feriados prolongados, a quantidade de pessoas é muito grande e há três trechos que passam apenas uma pessoa de cada vez e, se encontrar com grupos de 15 ou 20 pessoas, terá que esperar um bom tempo para conseguir transpor. - O famoso "cavalinho" parece intransponível no primeiro momento, mas é possível passar uma pessoa subindo e outra embaixo empurrando, uma corda capaz de carregar uma pessoa com 3 metros já é suficiente para ajudar muito esse ícone da travessia; DICA MAIOR: reserve uma cama, dormir em um colchão ao final do dia de caminhada não tem preço. Outra questão é não ter que armar e desarmar barracas (e ainda não ter que carrega la), vale muito a pena o preço que é pago. São poucas vagas então, é melhor se programar com bastante antecedência. Outra questão é que, quando está dormindo dentro do abrigo, você pode usar a cozinha, um peso a menos. Dentro do abrigo não é tão frio, pode usar casacos mais leves, outro peso a menos. Espero ter ajudado, caso ainda não tenha feito a trilha. Abraços Wilton
×
×
  • Criar Novo...