Ir para conteúdo

trabecula

Membros
  • Total de itens

    224
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

2 Neutra

Outras informações

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. A 2kms da bela e pacata Koh Lipe, uma das ilhas inabitadas e desertas - sim, ainda existem - da Tailândia: Koh Adang Foi o nosso primeiro Natal fora de casa e adoramos! http://mochileta.blogspot.com/2018/12/koh-adang.html Boas Viagens e Feliz Natal!!!
  2. Depois das Filipinas, seguiu-se o regresso à Tailândia, desta feita à idílica ilha de Koh Lipe: http://mochileta.blogspot.com/2018/10/koh-lipe.html Boas Viagens!!!
  3. A nossa última paragem nas Filipinas, Bantayan. Um destino paradisíaco que ainda recupera do furacão Hayan. http://mochileta.blogspot.com/2018/10/bantayan.html Boas Viagens!!!
  4. Mais uma das belas surpresas que descobrimos nas Filipinas, a idílica ilha de Malapascua: http://mochileta.blogspot.com/2018/07/malapascua_29.HTML Boas Viagens!!!
  5. A melhor surpresa que as Filipinas nos reservou, um pedacinho do paraíso chamado Camotes. http://mochileta.blogspot.pt/2018/05/camotes.html Boas Viagens!!!
  6. A nossa última etapa em Myanmar iniciou-se com uma longa viagem naquele que é "provavelmente o comboio mais lento do mundo", segundo o autor do afamado Seat61. A desconhecida Dawei é uma pequena cidade fora do trilho turístico habitual, com uma praia literalmente deserta de gente mesmo ali ao lado. http://mochileta.blogspot.pt/2018/03/dawei.html Boas Viagens!!!
  7. Recuperamos a nossa etapa transmongoliana da viagem que fizemos de comboio de Moscovo até Pyongyang antes de invertermos a marcha até Macau e Hong Kong, agora em vídeo. A repetir! Não se esqueçam de subscrever!!! http://mochileta.blogspot.pt/2018/03/transmongoliano-em-video.html Boas Viagens!!!
  8. Mais uma etapa nas Filipinas, a fantástica ilha de Bohol: http://mochileta.blogspot.pt/2018/02/bohol.html Boas Viagens!!!
  9. A nossa penúltima etapa em Myanmar, outrora capital da Birmânia Britânica e actual detentora do maior Buda reclinado do mundo: Mawlamyine http://mochileta.blogspot.pt/2018/02/mawlamyine.html Boas Viagens!!!
  10. Olá! Nós regressamos de lá este mês. Visitamos Seul, Jeonju e Busan. Recomendo vivamente os 3 sítios, uns 3 dias para Seul, um para Jeonju e mais 2 ou 3 para Busan (se for na Primavera ou no Verão talvez mais, tem praia e bons locais para caminhadas). Pode ainda acrescentar uma visita à DMZ - nós não fomos porque já tínhamos ido a partir da Coreia do Norte - e se a carteira o permitir, um saltinho à ilha de Jeju.
  11. Depois de Tailândia, Índia e Marrocos, encerramos o ano de 2017 em Seul, atravessamos a península da Coreia a Sul do paralelo 38 e levantamos voo para o Japão! Fica uma amostra da viagem, relatos em breve! http://mochileta.blogspot.pt/2018/01/coreia-do-sul-e-japao.html Boas Viagens!!!
  12. Oslob, o nosso ponto de entrada no país mais "latino" da Ásia: as Filipinas http://mochileta.blogspot.pt/2017/11/oslob.html Boas Viagens!!!
  13. O nosso review do cartão Revolut foi ele próprio revisto, por se revelar um cartão inseguro e pouco confiável. Para quem estiver a pensar usar o mesmo, é melhor pensar duas vezes antes. Aqui fica a nossa partilha: http://mochileta.blogspot.pt/2016/12/cartao-revolut-o-nosso-review.html
  14. Nada com terminar o relato da nossa passagem pela China com uma das grandes cidades que maior impacto nos causou, Hong Kong! Um roteiro prático para 3 dias nesta fantástica cidade: http://mochileta.blogspot.pt/2017/10/hong-kong-em-3-dias.html Boas Viagens!!!
  15. Na minha modesta opinião são países a mais para 30 dias (nós fizemos os 4 primeiros em 24 dias e foi uma correria valente). Para Myanmar reservamos 3 semanas e vimos metade, talvez um pouco mais, do que havia para ver. Contudo, se decidirem manter esse roteiro, sugiro os seguintes ajustes: - tirar um dia a Siem Reap, outro a Bagan e eventualmente outro às ilhas (que tentaria reduzir a uma ilha só); - adicionar um dia a Mandalay (precisa de 2 para a cidade e um para Sagaing, Inwa e Amarapura) e mesmo assim tem que cortar Mingun, o que é uma pena; - ter em conta as viagens e o tempo perdido nelas. Nesse roteiro estão contemplados 28 (e não 29) dias mas não vejo dias para as viagens. de Hanoi para Halong Bay são 4h de viagem no mínimo. O dia de ida e e o da volta para as ilhas são dias perdidos. De Bagan para Yangon perde outro dia, se for de noite vai ter que descansar no dia seguinte. Para chegar a Luang Prabang conte com mais 1 dia perdido, assim como para chegar a Siem Reap. Já para não falar no jet lag... Sinceramente, adorei Luang Prabang (é eventualmente a minha cidade preferida de todo o sudeste asiático) mas ir ao Laos para estar só num sítio não compensa. Pondere deixar Myanmar para outra viagem e visitar pelo menos Vang Vieng e Vientiane (3 a 4 dias) ou então corte o Laos e distribua esses 2 dias pelo resto.
×
×
  • Criar Novo...