Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

tsbrito.rj

Membros
  • Total de itens

    19
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre tsbrito.rj

  • Data de Nascimento 02-02-1983

Outras informações

  • Próximo Destino
    [?] Mediterrâneo: Itália + Croácia OU Croácia + Grécia + Turquia
    [?] Sudeste Asiático
  1. tsbrito.rj

    Chapada Diamantina

    Fiz agora em dezembro Buracão e Fumacinha: SENSACIONAIS! Conforme for a sua disponibilidade e também da do guia, esse roteiro pelas 4 cachoeiras poderá ser montado para você. Se for do seu interesse, indico MUITO o César. Guia honesto e gente boa pacas! Só você mandar o que quer fazer que ele dá uma organizada e fala das possibilidades. Seguem os contatos do GUIA CÉSAR: (77) 98122-4252 ou (75) 99977-7767. Não sei qual dos dois é o do WhatsApp. Abs!
  2. tsbrito.rj

    Caraíva

    Pousada Raiz Forte, não vai se arrepender! Tem um perfil da pousada no Facebook. Abs!
  3. tsbrito.rj

    Aracaju

    Olá galera! Hoje me deparei com passagens (RJ - Aracaju) num preço atrativo no período de 14 a 26/06 [+/- 13 dias], já que o retorno é de madrugada. Primeiramente, tenho algumas questões que dando um giro rápido não encontrei as respostas: - Como ficam as chuvas nesse período hein? - As idas aos Cânions do São Francisco, Piranhas e Mangue Seco não ficam comprometidas não né? - Nem mesmo a ida às cidades históricas de Laranjeiras e São Cristóvão? Desde já, muito obrigado!
  4. tsbrito.rj

    Chile/Bolívia/Peru - 29/11 a 18/12 (18 dias)

    Obrigado pela ajuda ThiagoCSS, M.Hoffman e Tanaguchi Viagem chegando e resolvendo os últimos detalhes! Uma pergunta para vocês. Teremos que fazer La Paz/BOL - Puno/PERU, de ônibus, para pegar o voo para Cusco a partir de Puno. Estava surreal ir por La Paz/BOL. Levaremos entre 5/6h nesse trajeto né?! Abs!
  5. tsbrito.rj

    Chile/Bolívia/Peru - 29/11 a 18/12 (18 dias)

    M. Hoffman, Vamos avaliar essa possibilidade De antemão, você se lembra do tempo levado para o deslocamento entre Lima - Paracas (Ica)? Valeu!
  6. tsbrito.rj

    Chile/Bolívia/Peru - 29/11 a 18/12 (18 dias)

    Ao que parece, esse será o roteiro final, cortando alguns deslocamentos, correrias e afins pela Bolívia! Ficarão para outro mochilão =[ Estamos abertos para dicas, sugestões e todo resto... IDA – 29/11 (sábado): RJ/Brasil – Santiago/Chile [chegada às 00:05/horário local]; 1º dia – 30/11 (domingo): SANTIAGO/CHI [1º dia/passeios]; 2º dia – 01/12 (segunda): SANTIAGO/CHI [2º dia/passeios]; 3º dia – 02/12 (terça): SANTIAGO/CHI – S. P. ATACAMA/CHI [3º dia/passeios]; 4º dia – 03/12 (quarta): SANTIAGO/CHI - CALAMA/CHI - S. P. ATACAMA/CHI [pegar voo para Calama (manhã) + pegar estrada de Calama - S. P. Atacama (manhã) + Valle de la Luna e Valle de la Muerte – Sandboard (tarde) + Tour astronomico (noite)]; 5º dia – 04/12 (quinta): S. P. ATACAMA/CHI [Lagunas Altiplánicas com Piedras Rojas (manhã/tarde) + Laguna Cejar e Ojos del Salar (tardinha)]; 6º dia – 05/12 (sexta): S. P. ATACAMA/CHI [Geyser del Tatio e Pueblo de Machuca (manhã) + Valle del Arcoiris (tarde)]; 7º dia – 06/12 (sábado): S. P. ATACAMA/CHI [salar de Tara (manhã/ tarde)]; 8º dia – 07/12 (domingo): S. P. ATACAMA/CHI – S. UYUNI/BOL [ 1º dia/passeios por Uyuni]; 9º dia – 08/12 (segunda): S. UYUNI/BOL [2º dia/passeios por Uyuni]; 10º dia – 09/12 (terça): S. UYUNI/BOL - LA PAZ/BOL [3º dia/passeios por Uyuni + pegar estrada para La Paz]; 11º dia – 10/12 (quarta): LA PAZ/BOL - PUNO/PERU [giro por La Paz + pegar estrada para Puno (noite)]; 12º dia – 11/12 (quinta): PUNO/PERU – CUSCO/PERU [pegar voo para Cusco (manhã) + 1º dia/passeios]; 13º dia – 12/12 (sexta): CUSCO/PERU [2º dia/passeios]; 14º dia – 13/12 (sábado): CUSCO/PERU – OLLANTAYTAMBO/PERU - A. CALLIENTES/PERU [Vale Sagrado dos Incas (manhã/tarde) + Trem (Ollantaytambo para Aguas Callientes) + A. Callientes (noite)]; 15º dia – 14/12 (domingo): MACHU PICCHU/PERU – CUSCO/PERU [Machu Picchu e Huayna Picchu (manhã/tarde) + Trem Machu Picchu – Cusco (noite)]; 16º dia – 15/12 (segunda): CUSCO/PERU – LIMA/PERU [Voo para Lima (manhã) + 1º dia/passeios]; 17º dia – 16/12 (terça): LIMA/PERU [2º dia/passeios]; 18º dia – 17/12 (quarta): LIMA/PERU – RJ/BRASIL [3º dia/passeios + saída às 23:25/horário local]. É isso, por agora
  7. tsbrito.rj

    Chile/Bolívia/Peru - 29/11 a 18/12 (18 dias)

    M. Hoffman, valeu hein! Vou fechar melhor os passeios do Atacama/Uyuni e seus pitacos chegaram na melhor hora! Quanto a Copacabana, reestruturei o roteiro, uma vez mais! Ficará para um outro mochilão! A ideia é "correr" menos. Postarei noutra mensagem o roteiro final. Obrigado!
  8. Valeu ThiagoCSS! Ajuda bastante saber da previsão inicial desses deslocamentos...
  9. Valeu Tanaguchi! Ajudou pacas... Já tinha reestruturado algumas coisas. Fiz agora as modificações lá no roteiro... Valeu mesmo! Abs!
  10. tsbrito.rj

    Chile/Bolívia/Peru - 29/11 a 18/12 (18 dias)

    Valeu Tanaguchi pelos pitacos! Já reelaboramos alguns trechos do roteiro pensando mesmo nos imprevistos do transporte. Só sendo muito sortudos que não vai rolar alguma coisa nesse quesito Cortamos um dia de Santiago e Puno, daí deixamos o 1º dia em La Paz para aclimatação! Complicado fazer horas de viagem e já querer chegar para subir ainda mais a "ladeira" rs. E deixamos uma estadia menos corrida em Copacabana. Farei a edição na 1ª postagem mesmo! Se puder, dá uma conferida lá depois... Obrigado pelo help cara!
  11. Valeu Tanaguchi pelo seu relato! Está ótimo e indo direto ao ponto... Quando puder, dá uma olhadinha no roteiro que farei daqui a 12 dias e, se quiser, faça a sua contribuição, por favor! Segue o link: chile-bolivia-peru-29-11-a-18-12-18-dias-t104324.html No roteiro eu contemplei a ida a Tiahuanaco, mas vi que você recomenda mais Estrada da Morte (downhill). Seja um ou outro passeio, aproximadamente, a que horas eles começam hein!? Há uma infra boa para fazer o downhill? Pergunto mais por eu ser bem amador mesmo, caso venha a realizá-lo. De novo, valeu por compartilhar a sua viagem!
  12. Parabéns pela viagem! Seu roteiro e relatos foram bem importantes para a montagem da que eu farei daqui a 12 dias... Quando puder, gostaria de tirar algumas dúvidas, a começar sobre o tempo levado nos deslocamentos entre: 1. La Paz/BOL – Copacabana/BOL; 2. Copacabana/BOL – Puno/PERU; 3. Puno/PERU – Cusco/PERU. Noutra publicação, disponibilizei o roteiro (link: chile-bolivia-peru-29-11-a-18-12-18-dias-t104324.html). Estou com receio quanto aos deslocamentos terrestres. Ao que parece, na Bolívia temos que contar com os fatores “extra tempo”... Obrigado!
  13. tsbrito.rj

    Chile/Bolívia/Peru - 29/11 a 18/12 (18 dias)

    Compartilho, meio que em cima da hora, o provável roteiro da viagem que um amigo e eu faremos daqui a 12 dias ! IDA – 29/11 (sábado): RJ/BRA - SANTIAGO/CHILE [chegada às 00:05/horário local]; 1º dia – 30/11 (domingo): SANTIAGO/CHI ["giro" pela cidade (manhã/tarde) + pegar a estrada para S. P. Atacama]; 2º dia – 01/12 (segunda): S. P. ATACAMA/CHI [Valle de la Luna - Valle de la Muerte (tarde)]; 3º dia – 02/12 (terça): S. P. ATACAMA/CHI [Lagunas Altiplánicas - Salar de Atacama - Tocanao (manhã) + Lagunas Cejar (tarde)]; 4º dia – 03/12 (quarta): S. P. ATACAMA/CHI [Geysers del Tatio - Pueblo de Machuca (manhã) - Tour astronomico (noite)]; 5º dia – 04/12 (quinta): S. P. ATACAMA/CHI [salar de Tara (manhã/tarde) + Tour astronomico - "2ª possibilidade"]; 6º dia – 05/12 (sexta): S. P. ATACAMA/CHI - SALAR DE UYUNI/BOL [1º dia/passeios por Uyuni]; 7º dia – 06/12 (sábado): SALAR DE UYUNI/BOL [2º dia/passeios por Uyuni]; 8º dia – 07/12 (domingo): SALAR DE UYUNI/BOL - LA PAZ/BOL [3º dia/passeios por Uyuni (manhã/tarde) + pegar a estrada para La Paz (noite)]; 9º dia – 08/12 (segunda): LA PAZ/BOL [ "giro" pela cidade]; 10º dia – 09/12 (terça): LA PAZ/BOL [Tiahuanaco (manhã/tarde)]; 11º dia – 10/12 (quarta): LA PAZ/BOL [Chacaltaya + Valle de la Luna (manhã/tarde)]; 12º dia – 11/12 (quinta): LA PAZ/BOL - COPACABANA/BOL [pegar estrada para Copacabana (manhã) + Isla del Sol (tarde)]; 13º dia – 12/12 (sexta): COPACABANA/BOL – PUNO/PERU [isla del Sol (manhã/tarde) + pegar a estrada para Puno (noite)]; 14º dia – 13/12 (sábado): PUNO/PERU - CUSCO/PERU [Voo para Cusco (manhã) + "giro" pela cidade (tarde/noite)]; 15º dia – 14/12 (domingo): CUSCO/PERU – OLLANTAYTAMBO/PERU - A. CALLIENTES/PERU [Vale Sagrado dos Incas (manhã/tarde) + Trem de Ollantaytambo para Aguas Callientes (noite)]; 16º dia – 15/12 (segunda): MACHU PICCHU/PERU – CUSCO/PERU [Trem de Machu Picchu/A. Callientes para Cusco (tardinha/noite)]; 17º dia – 16/12 (terça): CUSCO/PERU – LIMA/PERU [Voo para Lima (manhã) + "giro" pela cidade (tarde/noite)]; 18º dia – 17/12 (quarta): LIMA/PERU – RJ/BRASIL ["giro" pela cidade (manhã/tarde/noite) + saída às 23:25/horário local]. Os relatos dos mochileiros foram muito importantes e por isso compartilho o nosso roteiro provisório - já com alterações da 1ª versão -, para que deem pitacos, dicas e etc., além de poder colaborar com outros que estão montando as suas trips também De antemão, tenho uma dúvida: alguém sabe falar sobre o tempo do deslocamento de LA PAZ - COPACABANA? E de COPACABANA - PUNO? Mesmo sabendo que vai encarecer um pouco a viagem, programamos, inicialmente, dois deslocamentos de avião [PUNO - CUSCO e CUSCO - LIMA]. Alguém sabe dizer do tempo levado no deslocamento terrestre nesses trajetos? Valeu galera!
  14. tsbrito.rj

    Fernando de Noronha

    Essas semanas foram muito corridas e não voltei aqui para fechar o relato. Pretendo fazer isso logo! Espero que ainda dê tempo! Segue o contato da NaOnda: (81) 3619.1307 [email protected] Abs!
  15. tsbrito.rj

    Fernando de Noronha

    Dando continuidade ao relato da viagem que fizemos a Noronha, no período de 07 a 14/08/2013. 4º dia – 10/08/2013 (Baía do Sueste + Projeto Tamar + Praia da Conceição + Aniversário de F. Noronha) Esqueci de fazer uma observação no relato que iniciei no último domingo: tendo como referência o horário de Brasília, em Fernando de Noronha o relógio deverá ser ajustado em +1h. Talvez esse tenha sido o dia em que despertamos mais tarde, ao redor das 08:30. O dia amanheceu meio estranho/nublado, daí resolvemos alugar um buggy por dois dias para que pudéssemos retornar com mais calma às praias/paraísos mais distantes. Tem um posto BR na ilha e o litro da gasolina saiu ao redor de R$4,20 (+/-). Como o marcador de combustível do buggy estava com defeito, não tivemos uma estimativa precisa do combustível que utilizamos, mas abastecemos 15L e foi o suficiente para rodarmos bastante por lá, sem falar nos acessos às praias que são bem “tortuosos”! Ainda com o dia nublado, logo após abastecermos, fomos à Baía do Sueste. Não demoramos muito por lá, pois começou a cair uma chuva que para a nossa sorte não durou mais que 20 minutos. Enquanto chovia, fomos ao Projeto Tamar. Entre uma volta pelo espaço e pela loja do Tamar, demoramos coisa de 1h. Cabe ressaltar que diariamente, sempre à noite, são realizadas diversas palestras na sede do Tamar sobre a fauna, flora e demais curiosidades sobre a ilha. Não conseguimos ir às palestras, mas conhecemos pessoas que foram nelas e gostaram. Normalmente não há muito o que fazer à noite por lá, então acaba sendo um opção para quem quiser fazer algo né! Como o sol ainda estava tímido, resolvemos almoçar. Fomos ao Restaurante Flamboyant. No almoço eles funcionam no estilo “self-service”. Não lembramos do valor do quilo, mas não passou de R$20/pessoa, incluindo a bebida (suco). Ou seja, o valor de um “self-service” mediano no Rio de Janeiro, talvez até mais em conta que num shopping né pessoal! Como o sol já não estava tão tímido, partimos para a Praia da Conceição. Passamos a tarde toda por lá! A praia é ampla e estava bem vazia. Sorte a nossa! Foi bem gostoso ficar por lá: mar calmo e gostoso, com atobás e gaivotas garantindo a nossa atenção/admiração durante os seus voos e mergulhos “kamikazes” para fisgar os peixes, um cachorro nos divertindo a beça na sua tentativa de pegá-las, mas sem que tivesse qualquer chance... Sem falar no pôr do sol que mesmo encoberto por algumas nuvens, deu mais um espetáculo! Retornamos à pousada por volta das 19h só para tomar um banho, trocar de roupa e fomos para a festa em comemoração aos 510 anos de aniversário de Noronha, na pracinha da Vila dos Remédios. Foi divertida! Estava bem cheia. Houve a apresentação de grupos culturais da ilha, como capoeira, maracatu, ciranda, forró, além de barraquinhas com quitutes e artesanato. Voltamos à pousada próximo da 00h. 5º dia – 11/08/2013 (Baía dos Golfinhos + Baía/Praia do Sancho + Baía dos Porcos + Praia da Cacimba do Padre) Despertamos um pouco mais cedo, mas não o suficiente para chegarmos ao mirante da Baía dos Golfinhos no período em que eles costumam estar por lá, a saber: das 06:30 às 08:00. Ainda assim, valeu a visita viu! É mais uma das paisagens paradisíacas de Noronha. Desse ponto há uma trilha de barro, sem qualquer grau de dificuldade, que dará no acesso à Baía/Praia do Sancho. Em tese, o trecho não levará mais do que 15 minutos, não fossem os quatro mirantes que encontramos no caminho e que de cada um deles tivemos uma vista do Sancho mais linda que a outra! Foi incrível esse percurso! Certamente levamos cerca de 1:30 até o acesso ao Sancho. Num dos mirantes é possível sentar no chão de um “barranco”, às vezes fechar os olhos, sentir o vento bater no rosto, admirar aquilo tudo e inclusive ver lá do alto os peixes, arraias, tamanha a transparência do mar... Foi uma sensação indescritível para nós! O dia estava apenas começando e já nos proporcionava essa coisa fantástica para a gente. Chegando ao acesso, descemos para a praia e por lá ficamos por cerca de 2h a 3h, entre mergulhos com máscara e snorkel (visibilidade incrível!), novamente nos divertindo com os atobás e gaivotas, os siris... No Sancho tem um “paredão” que também faz todo o diferencial! Essa combinação de praia, verde, a natureza mais próxima do seu, digamos assim, estado bruto, nos fascinou a ponto de termos gostado muito mais de Noronha do que a parte do Caribe que conhecemos numa outra viagem (San Andrés/Colômbia). Resolvemos não parar para almoçar e nos contentamos com biscoito e barras de cereal que tínhamos carregado. Partimos para a Praia da Cacimba do Padre que dá acesso à Baía dos Porcos. A energia desse lugar é impressionante! Seja lá do alto, babando pelo Dois Irmãos e as tonalidades de azul do mar, seja lá embaixo, na “prainha”, esse lugar é INCRÍVEL! A única vontade que tivemos foi de não querer sair de lá! A maré tava mais baixa e o mar feito piscininha. Voltamos a ser criança mergulhando das pedras, contemplando aquele lugar, sentindo a energia... Sem exagero algum, saímos de lá renovados! Ficamos por lá também por coisa de 2h a 3h. E o final do dia ainda reservava uma surpresa para gente... Retornando à Praia da Cacimba do Padre, os atobás, gaivotas, noivinhas e viuvinhas faziam a festa ao redor de um pescador que distribuía alguns peixes para elas. Bem bacana! E ainda não tinha acabado o dia... O pôr do sol da Praia da Cacimba do Padre com o Dois Irmãos ao fundo foi INCRÍVEL! O mais bonito de todos! De ficar babando mesmo... Retornamos à pousada ao redor das 18:30 para um banho, relaxar um pouco e saímos para comer alguma coisa. Voltamos ao Restaurante Flamboyant. À noite, ele funciona no sistema “a la carte”. Pedimos um peixe com camarão + três acompanhamentos, bem servido... Talvez tenha ficado em R$120,00 (+/-), com algumas caipirinhas. [Finalizaremos o relato da viagem por esses dias].
×