Ir para conteúdo

Lucas Bazé

Membros
  • Total de itens

    158
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

19 Boa

4 Seguidores

Sobre Lucas Bazé

  • Data de Nascimento 22-07-1991

Últimos Visitantes

1.036 visualizações
  1. Sim @Rafael_Salvador , concordo. E é um ponto muito importante a ser observado @Jaqueline Monte De Souza Pimenta. A Europa não é tão pequena quanto todos dizem. Claro que as opções de transporte entre países são inúmeras. Há opções baratas (consequentemente menos confortáveis), há muitas empresas áreas (de baixo custo inclusive), há trens (bem mais caros) e tudo mais. Mas na viagem de ônibus entre Bruges e Amsterdam, por exemplo, fizemos de ônibus no intuito de economizar. Foram mais ou menos 6h de viagem (se não me engano) em um ônibus com poltronas menos confortáveis e espaçosas do que qualquer avião que eu já tenha conhecido. Eu cheguei ótimo em Amsterdam, pronto pra curtir a cidade. A Mari minha esposa já teve mais dificuldade de dormir e chegou bem cansada. Então você precisa considerar esse tempo de deslocamento (e descanso pós deslocamento) também. Por conta do cancelamento do voo entre Amsterdam e Lisboa, perdemos uma dia todo no aeroporto, fizemos uma escala em Barcelona, onde passamos a noite e chegamos um dia depois do programado em Portugal. Ainda bem que tínhamos uma "gordurinha" pra queimar em cada cidade. Em seu roteiro, eu tiraria Suíça e Itália e aumentaria em Paris (pelo menos 06 dias para conhecer legal), mais 01 ou 02 na Bélgica para conhecer Ghent e Bruges e alguns na Holanda (04 em Amsterdam e dois bate-volta), há ótimas cidades holandesas que não são tão conhecidas. Ghent e Bruges (Bélgica), Utrecht, Haia e Haarlem (Holanda) são cidades medievais, muito diferente de tudo que conhecemos. Essa dica eu dou pelo que pesquisei, nunca fui e não conheço. Ao pessoal mais experiente e viajado, me corrijam se eu estiver errado: Se de tudo você achar desnecessário conhecer essas cidades, ou achar que não vale a pena aumentar o nº de dias em cada cidade, vá para a Alemanha ao invés da Suíça e Itália. Algumas cidades no Oeste Alemão parecem ser boas e são razoavelmente mais próximas da Holanda e Bélgica. Espero ter contribuído, abraços.
  2. Lucas Bazé

    Rifaina

    Fala galera, conheço algumas cachoeiras na região e atualmente há algumas empresas (Turismo Pedregulho e Turismo Rifaina) que tem realizado muitos roteiros pela região (Pedregulho, Rifaina e Serra da Canastra de modo geral) https://www.turismopedregulho.com.br/roteiros https://www.turismorifaina.com.br/roteiros/ Pode ser que ajude alguns interessados.
  3. @Ane70 Aqui no Mochileiros em vários relatos de mochilão para Machu Picchu, alguns com fotos e muito bem detalhados. Alguns blogs também ajudam muito para se planejar. Fiz o Roteiro Peru, Bolívia e Chile em Março/Abril de 2016 e, apesar de muitos recomendarem a partir de maio, achei que foi uma boa época. Não peguei muita chuva, nem muito frio. Peguei neve no Valle Nevado (Chile) no final da viagem (o que não é comum para o mês de Abril). Em se tratando de Machu Picchu, você pode ir para Lima e de lá voar para Cusco (de ônibus são 22 ou 24h, se não me engano). De Cusco fui de van para a Hidrelétrica e caminhei mais umas 2h30 até Águas Calientes, que é o vilarejo base para subir para Machu Picchu. Nesta caminhada especificamente, peguei um pouco de chuva, mas que foi até boa pelo calor que fazia. Eu dormi em Águas Calientes, subi pra MP no outro dia de madrugada (dá pra subir a pé ou de van) e retornei do outro dia para Cusco. Tem gente que retorna no segundo dia. Águas Calientes é pequeníssima, mas tem alguns termas e uma noite relativamente animada, alguns bares e restaurantes. Cusco é bem badalada, com ótimos hostels e bastante opção de restaurantes e bares. Você pode ainda ir de trem ou fazer os trekkings de 4, 5 dias pelos caminhos Incas (ambos tem valor mais elevado). Vou deixar alguns links de blogs, mas aqui mesmo no mochileiros, você encontra muita informação. https://viajandonajanela.com/cusco-peru-roteiro-3-5-7-dias/ https://www.viajenaviagem.com/2016/04/machu-picchu-e-cusco/ https://www.viajenaviagem.com/2016/04/viagem-ao-peru-roteiro-9-noites/ http://www.amandaviaja.com.br/guia-machu-picchu-e-cusco/ https://viajantecurioso.com.br/peru/como-ir-para-machu-pichu/ http://andarilhosdomundo.com.br/2013/11/como-montar-um-roteiro-para-machu-picchu/ Espero ter contribuído. Abraço
  4. Fala @Jaqueline Monte De Souza Pimenta vou te falar da minha experiência recente. Eu minha esposa passamos 30 dias num roteiro de Lua de Mel. Achei que foi um tempo ótimo pra aprender sobre as cidades. Conhecer realmente os principais pontos turísticos (e alguns de muito interesse ainda ficaram para trás), se perder nas ruas de bairros menos frequentados, entender como funciona o transporte público (não utilizamos Uber ou Táxi em nenhum momento durante toda a viagem), experimentar comidas e bebidas de cada país, curtir a lua de mel e até retornar em alguns pontos de maior interesse. Visitamos muitos museus em Paris e Londres, bebemos muita cerveja boa em todos as cidades, economizamos mais com alimentação em alguns dias e "esbanjamos" mais em outros. Chegamos dia 26/11 em Paris e passamos 6,5 dias por lá. Dia 03/12 de manhã fomos de trem para Londres, onde passamos mais 6,5 dias. Londres me surpreendeu muito e fiquei com vontade de ter mais tempo para conhecer lugares que não pude ir. Dia 09/12 viajamos de ônibus noturno para Bruxelas, chegamos dia 10/12 de madrugada, onde passamos dois dias "completos" (depois de uma viagem low cost de ônibus, você acaba não aproveitando integralmente o primeiro dia), mas o tempo foi suficiente para conhecer Bruxelas. Dia 12/12 logo cedo partimos para Ghent, onde passamos o dia e a noite. Dia 13/12 saimos de Ghent sentido Bruges e a noite viajamos para Amsterdam. Dias 14, 15, 16, 17 e 18/12 ficamos em Amsterdam e fomos um dia em Zaanse Schans. Amsterdam pede pelo menos uns 3 dias. Andar pela cidade e se perder pelos canais é incrível, além dos ótimos museus, dos bares, coffee shops, heineken experience, parques, travessia de barca e tudo mais. Dia 19/12 partiríamos para Lisboa, mas devido a greve da França, nosso vôo cancelado e tivemos que ir somente no dia 20/12 (essa é uma história e até um apelo para outro tópico). Ficamos do dia 20/12 até o dia 24/12 em Lisboa com um bate-volta até Sintra (a intensão inicial era dormir em Sintra e conhecer Cascais no outro dia). Dia 24/12 após o almoço retornamos para o Brasil. Qualquer dúvida, estou à disposição.
  5. @Rafael_Salvador Muito bom o vídeo Rafael.. ainda não comprei as passagens entre essas cidades. Mas o vídeo já deu uma luz. Quanto ao roteiro, compramos as passagens indo por Paris e voltando por Lisboa, então não dá pra fazer diferente. A ideia é dormir em Sintra pra fazer alguns roteiros menos pega turista no Parque Sintra-Cascais, também sair um pouco da cidade grande.. to pensando em alugar um carro e subir de Lisboa até Porto ou descer até Faro. Apesar do quase inverno, acho que dá pra fazer algumas trilhas, talvez curtir (de blusa de frio?) alguma praia. Acho que vou tirar a Espanha mesmo. tanto Madrid, quanto Barcelona. Incluo 01 ou 02 dias em Londres, 01 pra Bruges, 01 pra Ghent, 01 pra Amsterdam e mais 01 ou 02 pra Portugal (Porto talvez). De qualquer forma, agradeço você e ao @João Rosenthal . Abraços
  6. Entendi .. realmente vou fazer isso aí. Pois é cara. Desse roteiro todo, meu principal objetivo é Amsterdam, já a Mari, minha noiva sonha com Paris desde sempre. Na Bélgica, já comecei a avaliar a possibilidade de ficar em Ghent ao invés de Bruxelas, como você disse em outra postagem. De qualquer forma, valeu pelas dicas.
  7. Fala galera, tudo certo? Pra dar uma luz pra @Bruna Escobar e já aproveitando e pedindo uma ajuda pro @Rafael_Salvador e pro @João Rosenthal , que vi, por vários posts, entendem bem de Europa, posto meu roteiro de mochilão pela Europa. Eu e minha noiva vamos fazer um roteiro mochileiro de Lua de Mel. Estamos indo no Outono (novembro) e vamos passar por Paris, Londres, Bruxelas (já vi as boas indicaões de Ghent), Amsterdam, Barcelona, Madrid, Lisboa e Sintra. 1º dia - Ribeirão Preto - Paris 2º dia - Paris 3º dia - Paris 4º dia - Paris 5º dia - Paris 6º dia - Paris 7º dia - Paris 8º dia - Paris 9º dia - Paris - Londres 10º dia - Londres 11º dia - Londres 12º dia - Londres 13º dia - Londres 14º dia - Londres - Bruxelas 15º dia - Bruxelas 16º dia - Bruxelas 17º dia - Bruxelas - Amsterdam 18º dia - Amsterdam 19º dia - Amsterdam 20º dia - Amsterdam - Barcelona 21º dia - Barcelona 22º dia - Barcelona 23º dia - Barcelona 24º dia Barcelona - Madrid 25º dia - Madrid 26º dia - Madrid 27º dia - Madrid - Lisboa 28º dia - Lisboa 29º dia - Lisboa 30º dia - Lisboa - Sintra 31º dia - Sintra - Lisboa 32º dia - Lisboa - Ribeirão Preto Aos mais experientes pergunto: Devo tirar a Espanha (e futuramente fazer junto com a Itália) e distribuir os dias restantes entre Bélgica, Holanda e Portugal? Pergunto, porque sendo quase inverno, penso que nos países mais ao norte talvez, os dias fiquem um pouco ociosos (muito frio e algumas atrações fechadas). Em Portugal, Porto e Coimbra não me chamaram tanto a atenção (ainda vou pesquisar melhor) e os roteiros de praia também não devem ser muito indicados em Dezembro né? Até poderia aumentar a quantidade de dias na Inglaterra, mas além do frio, o valor também não colabora.
  8. Cara, Serra da Canastra é bem tranquilo. Claro que tem um pequeno aumento no movimento, mas nada que atrapalhe seu feriado. Fuja de Capitólio.
  9. @Jonatasmori Sinceramente, não recomendo Capitólio em datas festivas. O Turismo predatório e desenfreado está acabando com o lugar. Dezenas de ônibus, vans e carros chegam no mirante dos cânions nessas datas. As Cachoeiras ficam super lotadas e os preços cobrados tão ficando abusivos. Se você não se importa com muvuca e preços altos, vá sim, mesmo com tudo isso, o natureza continua abençoando o lugar.
  10. @AntonioNeto13 tô querendo passar o ano novo lá também. Chego dia 29 e retorno dia 02. Tô em dúvida entre STL, Carrancas e Serra da Canastra, mas qualquer coisa te aviso.
  11. @Jenifer Cristina e aí, tudo bem? Olha é bem complicado o transporte público na região. Não há ônibus regulares entres os pontos turísticos. O ideal é ficar em algum hostel/hotel que lhe ofereça passeios até os atrativos. 4 dias são suficientes para conhecer os principais e sempre lotados atrativos. Não sei te falar dos hostels, porque sempre acampo ou fico na casa de amigos da região, mas Capitólio já tem várias opções, veja as avaliações no booking/trip advisor.
  12. Lucas Bazé

    Jalapão

    Fala galera... To querendo ir em Junho para Tocantins e pensei em alugar um carro. O roteiro completo com agência não sai por menos de 2500, creio que acampando ou ficando em pousadas baratas dê para fazer com menos. Tenho experiência em guiar carros 1.0 por estradas de terra (Serra da Canastra por exemplo), mas não sei as reais condições das estradas no Jalapão e se realmente dá para atravessar num carro de passeio (apesar da época seca). Um SUV (Duster) sai por R$ 1100,00 aproximadamente. Se alguém tiver disponibilidade entre os dias 05 e 13 de junho e topar a aventura me da um salve. Abraços
  13. Ótimo relato.. Me inspirou a fazer o rolê por conta. Acho que agências te deixar muito preso. To querendo ir em Junho. Pensei em alugar um carro, foda que estou indo sozinho e mesmo um Duster não sai por menos de R$1000,00. O roteiro completo com agência não sai por menos de 2500, você acha que acampando ou dormindo no carro dá pra fazer por menos que isso? Como estou indo sozinho posso me virar bem dormindo num SUV (e alguma pousada dia ou outro para esticar a coluna haha), pensei em levar a barraca e montá-la em alguns lugares estratégicos ou mesmo em campings estruturados. Tenho experiência em guiar carros 1.0 por estradas de terra (Serra da Canastra por exemplo), mas não sei as reais condições das estradas no Jalapão e se realmente dá para atravessar num carro de passeio (apesar da época seca). Obs.: Se alguém tiver disponibilidade entre os dias 05 e 13 de junho, me da um salve. Abraços
  14. Minha experiência com a Commuter 41 Inicialmente, a mochila tem um ótimo custo benefício, é bonita, bem dividida e promete tudo que uma grande marca sugere, porém com 6 meses de uso, a mochila apresentou pequenos defeitos, o principal deles é o desgaste da resina interna do tecido. Nada que inutilize o produto, mas para uma mochila nesse valor, o mínimo que eu esperava era uma média durabilidade. Utilizo a mochila no dia a dia e em viagens curtas de finais de semana. Utilizei outras mochilas (com preços infinitamente menores) durante muitos anos sem apresentar defeito parecido. Quis investir numa mochila de qualidade e me arrependo amargamente. Sugiro que procurem outra marcar, há algumas que são da mesma faixa de preço (Quechua eu recomendo muito, também só tenho elogios para a Curtlo, essa última um pouco mais cara) e possuem maior qualidade. O atendimento do SAC foi bom, educados e atenciosos, mas para falar que devo cuidar melhor dos meus produtos e que não podem fazer nada para me ajudar. Fique decepcionado com a marca. Foram quase R$ 300,00 em um produto que me passou raiva em menos de uma ano (adquiri a mochila em Ago/2017).
  15. Para conhecer a região de Capitólio, cânions, cachoeiras, usina hidrelétrica e algumas trilhas, 3 a 4 dias pelo menos. Se quiser incluir Serra da Canastra, pelo menos uma semana... isso pra fazer aquele roteiro legal, sem muita pressa e aproveitar os lugares.
×
×
  • Criar Novo...