Ir para conteúdo

ElainePires

Membros
  • Total de itens

    2
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Olá Silu, O e-mail do Sheriff é [email protected] Faz mais de seis anos que fui ao Egito, mas acho que não mudou. Na época, o real tava valorizado então achamos a maioria das coisas bem baratas, mas a situação deve ter mudado agora. O maior problema é que os preços não são fixos em muitos pontos turísticos, tudo tem que ser barganhado. Por exemplo, eu lembro que para um passeio de balão, pagamos metade do valor que os europeus e umas estudantes colombianas pagaram bem mais barato que nós. Quanto à língua não tivemos problema porque o guia fala português do Brasil e fizemos alguns passeios com outros guias que falavam português de Portugal ou espanhol. Só no mar vermelho que o guia "falava" inglês e foi um desastre rs, mas deu tudo certo. Para montar o roteiro eu pesquisei na internet e fui negociando e pedindo dicas para o Sherif. Aí ele que reservou todos os passeios, os hotéis e comprou as entradas, então não consigo te ajudar com esta parte. Posso te enviar o roteiro que fizemos por e-mail, se te interessar. Para Asswan fomos de trem e voltamos parando nos templos de cruzeiro. Valeu super a pena. Não me lembro de ter sacado dinheiro por lá. Eu costumo fazer sozinha as viagens mas, por ser cultura e língua muito diferentes optei pelo guia e não me arrependi. Foi ótimo. Tenho a impressão que organizar as coisas por lá não deve ser tão simples, mas posso estar errada.
  2. òtimo relato! Acho que peguei a mesma promoção que você ano passado mas não consegui até hoje fazer o relato. Mas o seu contempla muitas informações que eu colocaria. A diferença das novas viagens é que eu fiquei lá 15 dias e contratei um guia. Fiquei com um certo medo de fazer mochilão num pais tão diferente, principalmente por ser mulher. Planejamos nossa viagem com o guia Sherif, que eu recomendo muitíssimo. Ele fala um ótimo português, é super simpático e atende principalmente brasileiros. O preço que fechamos com ele foi super atrativo ao levar em conta que ele organizou toda a viagem em vários locais diferentes, os transportes, hotéis, passeios, guia, transporte em van climatizada no Cairo (!), etc. Pra mim foi uma experiência nova porque sempre faço eu mesmo todo o roteiro da viagem, mas acho que valeu a pena tanto pelas singularidades do país quanto pelo valor baixo que pagamos, devido a moeda desvalorizada do pais. O mais difícil foi pagar em dinheiro na chegada ao país o valor combindo. E o medo do guia sumir rs? Lembrem-se que é um país muçulmano e lá roubos são raríssimos, já que condenados pela religião. O único problema que tivemos com foi o guia do cruzeiro no Nilo, o Aladino, um rapaz que não gostava de história e só queria nos levar para compras. De resto, foi tudo como combinado, nos sentimos em casa com o Sherif. O contato dele é sherif elnaggar
×
×
  • Criar Novo...