Ir para conteúdo

Marinaguazzelli

Membros
  • Total de itens

    1
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Marinaguazzelli postou

  1. Olá pessoal, tudo bem com vocês? Sempre leio os fóruns daqui, por isso, resolvi colaborar com as minhas dicas de viagem. Esse é o primeiro relato e vou falar sobre um bate e volta que fiz em Campos de Jordão - São Paulo. Sou de Santo André - Sâo Paulo, e no último domingo acordei cedinho e fui a Campos, o dia estava friozinho, ideal para o passei. Chegamos lá em torno das nove e meia da manhã, e fomos diretamente para o Museu Felicia Leirner, vale muito a visita ( principalmente para os amantes de fotografia como nós!), mas não tem muito o que fazer por lá, então, logo em seguida, fomos ao Palacio do Governador. No Palacio ( Que é praticamente ao lado do Museu) tomamos café da manhã em uma cafeteria com uma paisagem linda, mas com um atendimento não tão lindo assim, que fica do lado de fora. Para entrar, pegamos uma fila imensa, mas que valeu a pena, lá dentro pudemos apreciar obras de Anita, Tarsila e Di Cavalcanti, além dos moveis antigos ( Se não me engano século XVII), Saimos de lá rumo a Pedra do Baú, que é longeeeeee do centro ( Na verdade lá nem é mais Campos do Jordão), no caminho paramos na Gruta dos Criolos, que é legal pela história, por que o lugar propriamente dito, está abandonado e não tem nada o que fazer lá. Chegando a Pedra , pegamos a trilha que leva ao "bauzinho" ( 15 min caminhada ) e não a que leva ao topo do "Baú" ( 3 horas de caminhada) por falta de tempo, e não de vontade, por que o lugar é deslumbrante. Mas, de qualquer maneira, vale muito a visita, mesmo que só até o bauzinho, uma paisagem incrivel e que é possível subir até um pouco mais alto, por isso, meninas, vão de tênis. Voltando, por volta das duas e meia da tarde, e morrendo de fome, encontramos um restaurante, meio parque, meio pesqueiro, muito gostoso, chamado ECO PARQUE, comemos bem, em um buffet de 26 reais. Gostoso, deu vontade de ficar mais tempo. Passamos na super loja de chocolate da Cacau Show, nada de muito impressionante, e fomos a fábrica da Baden Baden ( Vale pesquisar bem o endereço, ou ir de GPS, pois é bem escondidinho e as placas da cidade não ajudam muito, ou seja, ficamos um bom tempo perdidos). Na fábrica de cervejas artesanais, era necessário o agendamento prévio para o tour e apresentação da fábrica, nós, obviamente, não tinhamos feito. Porém, a minha dica é, se você tentou agendar por telefone e não conseguiu, vá assim mesmo, pois muitas pessoas que agendam não vão, e então eles encaixam as pessoas que estão lá na hora. E foi o que aconteceu com a gente. Entramos no tour das 16hrs, pagamos 15 reais cada para entrar, escutamos toda a história da Baden Baden, aprendemos sobre os processos de fábricaçao e sobre os ingredientes utilizados, bem como o portifólio de bebidas, Depois desse mini-tour ( a fábrica é muito pequinininhaa) levaram a gente para a sala de degustação, tomamos dois copos de cervejas cada ( cristal e a block) e ganhamos um copo de brinde. Achei que compensa. Na saída tem uma lojinha em que você pode adquirir as cervejas por mais ou menos onze reais cada. Saímos correndo, e fomos ver o por do sol no morro do Itapeva, passando rapidamente pelo lago de Itapeva. A paisagem é bonita ( não tanto quanto a da Pedra do Báu!) e lá em cima tem umas lojinhas com uns preços bacanas ( Lenços por 10 reais !!!). A noite, fomos a Capivari, demos uma voltinha no centro , que estava lotado e frio, e jantamos no badalado restaurante Baden Baden, que tinha uma fila de espera meia grande mas que andou bem rápido, comemos a famosa linguiça recheada com queijo, bolinhos de tilápia, vinho quente e mais cervejas baden baden. Uma delícia o lugar, mas prepare-se para gastar. Aproveitamos por algumas horas e voltamos para Casa. Foi um dia muito bacana, e muito bem aproveitado!!! Espero que tenham gostado !! Até a próxima. Marina
×
×
  • Criar Novo...