Ir para conteúdo

cleide_ce

Membros
  • Total de itens

    62
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que cleide_ce postou

  1. Oi, Mauro. Legal q tenha gostado. É muito bom poder dividir experiências de viagens com outras pessoas. Ainda não terminei o relato da 2ª parte, faltam os dois últimos dias(preguiiiça!). Mas farei o q vc sugeriu. Obg. Abç
  2. Oi, Pespis. Muito bom poder ir de carro. Vc pode comprar o que quiser sem se preocupar em exceder o peso da franquia(23kg). Tive q me conformar em comprar apenas lembrançinhas(o dinheiro tava curto tb, rsrsrsr). Tive q ir de avião pq moro muuuuuito longe(Fortaleza). Obrigada pela dica sobre as fotos. Se eu puder ajudar com alguma dica, informação, sinta-se à vontade.
  3. 5º Dia - 25/08: Acordei cedíssimo, tomei um café rápido e fui pra Rodov. Tinha comprado a passagem(49,50/Empresa UTIL) com antecedência. O ônibus, q sairia às 7:30hs(horários 7:30 e 19:00hs) tem como destino final São Paulo, mas passa em S. J. Del Rei, onde eu iria descer. A viagem dura 4hs, com uma parada de 10 min em Congonhas, pra ir ao banheiro, comprar água, etc. Cheguei em São João pouco depois de 11:00hs e no guichê de informações comprei a taxa d embarque(0,20). Fui informada q o próximo ônibus(Empresa Vale Dourado) pra Tiradentes sairia 12:00hs. Que nada, saiu 1h depois. Nem almoçei, com medo d perder o tal ônibus. Enquanto esperava, puxei conversa com um casal d italianos q iriam prá lá tb. Enfim, chega o ônibus(3,00) e, depois d meia hora, chegamos a Tiradentes. Boa parte da estrada é calçamento, aliás, em Tiradentes, a maioria das ruas é de calçamento. Aquele era o último dia do Festival d Gastronomia q acontecia na cidade(lotada). Por esse motivo o ônibus não pôde passar pela rua onde fica a POUSADA DA JOSI, pq estava interditada. Nossa sorte(minha e dos italianos) é q encontramos uma senhora muito simpática e prestativa q contactou um taxista conhecido, e ainda pechinchou, cê acredita? Muito legal, né? Algum tempo depois o Sr. João chega e nos leva pra pousada por R$ 10,00, q rachei com os italianos. Adorei a pousada . Tudo limpinho, lencóis e toalhas cheirosos, sem falar da simpatia e solicitude da Josi(proprietária) e d sua mãe, dona Lúcia. Depois q nos instalamos fomos almoçar ali perto mesmo, no "Montanha"(PF 9,00 e refresco 1,00). Bem simples. Em seguida, sobremesa no Chico Doceiro, citado em qse todos os relatos sobre Tiradentes. Os doces são muito bons, feitos no fogão à lenha. Aliás, as lojas d doce da cidade são uma tentação. Doces d todas os tipos, sabores, cores, formatos.... De volta à pousada, descansei um pouco e no final da tarde fui caminhar pela cidade. Fiquei encantada. Tiradentes é um charme! Sim, existem algumas ladeiras, mas não tão íngremes como em OP. Ainda comparando, d dia faz mais calor. Tiradas algumas fotos, voltei pra pousada, comi um salgado+ suco na padaria vizinha e cama. 6º Dia - 26/08: Após um café farto(destaque da pousada), fiquei tagarelando com alguns hóspedes, mostrei fotos de Jericoacoara pros italianos e fui com eles passear pela cidade. Desta vez fomos até a Igreja de São Fco de Paula. Estava fechada. Achei interessante uma cruz cheia de símbolos em frente à igreja. Encontraria essa cruz em frente a outras igrejas. Depois fomos à Matriz de Santo Antônio(5,00). Permitiam fotos. A Câmara Municipal ficava ali vizinho. Dali voltei pra pousada, pois ia encontrar um casal carioca hospedado lá, q muito gentilmente m ofereçeu carona até Bichinho, lugarejo a 8 km de Tiradentes, com várias lojas d artesanato. Prá lá só de carro. Não tem ônibus de linha. Acontece q nos desencontramos e acabei indo com alguns mineiros de BH, q tb estavam na pousada. O roteiro acertado com o taxista seria Bichinho-Prados(sede)-Resende Costa-Tiradentes por R$ 150,00. Éramos 4 passageiros. As lojas de Bichinho têm coisas liiindas! As esculturas de madeira da loja do Amilton são perfeitas! A loja de casinhas é um amor. Tudo tão caprichado! Não podíamos deixar de almoçar no Tempero da Ângela. Imperdível. Comida maravilhosa e preço bom, R$ 20,00 self service à vontade+sobremesa. Falando em sobremesa, o doce de leite servido lá é ESPECIAL. Nos disseram q era feito ali pertinho. Fomos lá e descobrimos q levava 80 litros de leite e "3kg" o de acúcar . Valor do pote gde R$ 15,00. Ao longo do caminho fiquei sabendo um pouco mais sobre meus colegas de passeio. Adorei conhecê-los. Pessoas simpáticas, alegres, alto astral. Muito bom ficar perto d pessoas assim. Passamos por Prados rapidamente. Em Resende Costa paramos numa loja d tecelagem. Muita coisa bonita e barata. A essa altura o calor desanimava . Observei não ser costume dos taxistas usarem o ar condicionado, então haja calor e poeira. Voltando à pousada, tomei banho, pedi uma pizza média(20,00) e me recolhi. Vcs devem ter observado q eu não saía à noite, é q não bebo, estava sozinha e fazia muito frio(acho q são motivos razoáveis, não?). Ah! não há fotos desse passeio pq fiz o favor de apagá-las.
  4. Bom pessoal, qd estou m preparando p/ viajar gosto d ler relatos d viagem, principalmente os q t dão muitas informações s/ o local, sendo assim, aqui vai a minha contribuição: 1º Dia - 21/08: Cheguei no aeroporto de Confins por volta d 17:30hs. Peguei a bagagem e m informei s/ o ônibus pra Rodov. d BH. Comprei a passagem(8,90 - Empresa UNIR) pra 18:15hs. Não dá pra comprar dentro do ônibus. Chegando à Rodoviária, depois d 1h e meia d viagem, comprei a passagem(25,70 - Empresa Pássaro Verde) pra OP no ônibus de 20:00hs. Enfim, às 22:00hs , estava em OP. Apesar da pousada ficar a uns 400ms da Rodov.(dava pra ir à pé), o frio (eu batia os dentes) e a bagagem pesada m fizeram pegar um táxi(10,00, pechinchando). Já na pousada, pedi um sanduíche+refri p/ entrega(11,00). Não gostei da pousada, mas indico a Horto dos Contos, q fica a uns 10min(caminhando) da Praça Tiradentes e custa 80,00 a diária/individual(baixa temporada). 2º Dia - 22/08: Acordei cedo(como sempre),tomei café e rumo à Praça Tiradentes, à pé mesmo. Levou uns 15min. Lá chegando, com a maior cara d turista, fui abordada por um guia q falava sem parar e m convenceu a contratá-lo por 70,00 pra m mostrar vários pontos turísticos, mas, no final das contas, visitamos apenas a Igreja de S. F. de Assis(8,00) e de N. S. do Pilar(8,00). Ele falava tão rápido, q mal dava pra entender as explicações sobre as igrejas. Ainda m fez pagar um táxi(30,00 - ida e volta) pra conhecer uma tal Mina de Ouro Felipe dos Santos. Passeio absolutamente dispensável. Vc paga 25,00 pra se sujar d lama. Voltei pra pousada e almoçei ali perto mesmo, na Churrascaria Pedrosa(24,90 o kg e sobremesa 3,00). Aprovada. Descansei um pouco(a decepção com o guia m deu até dor d cabeça) e, no final da tarde, voltei ao centro. Parei numa lanchonete, Cantinho do Pão de Queijo, e pedi um "copo de salgado"+suco natural d laranja(7,00). Indico muito. Dei uma voltinha na feira d pedra sabão e mais tarde tomei um caldo verde no "Caldo de Minas" na Praça Tiradentes(11,00). Dica: Dentro de Ouro Preto o ônibus custa 2,10, mas dá pra conhecer a maioria dos pontos turísticos à pé. Use roupa leve de dia, mas é bom levar um casaco. À noite faz frio. Qto aos tênis, nem preciso falar, né? Ah! bolsa/mochila pesada, nem pensar, a coluna agradece. A minha qse trava. 3º Dia - 23/08: Dessa vez o passeio começou pelo Vale dos Contos. A entrada(gratuita) fica em frente à rodoviária. Depois d 15/20 min de caminhada chega-se à Casa dos Contos, cujo acesso só às 10:00, então deixe pra ir umas 9:30hs. É uma casa muito bonita e tem muita coisa legal pra ver. A entrada tb é gratuita e dá pra tirar fotos, só não da senzala. Bateu a fome e, ali mesmo no Centro, almoçei no "O Nazareno" um PF+suco lata(12,00). No Museu da Ciência e Técnica(Minerologia) paguei 6,00 a entrada. Não é permitido tirar fotos. Tanta pedras liiiindas! Em seguida, ia pro Museu da Inconfidência, mas tinha muitos estudantes pra entrar, então deixei pra depois. Fui à Igreja de N. S. do Carmo, ali vizinho(2,00). Definitivamente as Igrejas de Ouro Preto são de uma beleza sem igual. Ao lado o Museu do Oratório(4,00), tb nada d fotos. Enfim, o Museu da Inconfidência(8,00). Imperdível. Tem a opção d comprar um audio-guia por 8,00. Vc conecta o aparelho prox à peça e ouve a explicação sobre a mesma.Visite com tempo, pq há muita coisa interessante pra ver. Se der fome tem uma lanchonete lá dentro. Um salgado+ suco lata me custou 6,50. Qdo saí d lá já tava fechando(18:00). Tirei mais algumas fotos, comprei um caldo no Cantinho....(lembra?) por 5,00 e peguei um ônibus d volta pra pousada(tava muito cansada). 4º Dia - 24/08: Dessa vez o destino é Mariana, de trem, é claro! Saindo cedo, fui andando até a estação, uns 15 min. No caminho fotografei um chafariz, uma capelinha, a Prefeitura de Ouro Preto e logo depois avistei a estação, q só abriria 09:00hs pra venda dos bilhetes. Comprei só ida(40,00/aceita cartão). O trem sairia às 10:00hs. Fiquei tirando fotos da estação, do trem, do vagão sonoro ambiental, do vagão café, enfim. O trem é um luxo, apesar d não ser a Mª Fumaça. Vale muuuito a pena o passeio . A paisagem no caminho é sensacional, tem até cachoeira. Não vou falar mais pq perde a graça. Em Mariana conheci basicamente os 3 famosos monumentos. Almoçei no King's Burger(16,90 o kg e 2,00 o suco, acredita?). De bucho cheio, peguei o ônibus(2,10) pra Mina da Passagem, dali a uns 20 min. A entrada custou 30,00. A Mina é muito interessante. :'> Completamente diferente da q eu conheci em OP! Vc percorre 120m num carrinho até chegar no seu interior, passando a caminhar pelas galerias. Dá pra tirar fotos muito legais. Tem, inclusive, um lago(será q é esse o nome?) de águas cristalinas(a visibilidade chega a 50m e a profundidade a uns 200m). Sempre tem mergulhadores profissionais por lá. Peguei o ônibus(3,20) d volta pra OP. Tomei um banho rápido(em Mariana tava muito quente) e fui à Casa da Ópera, mas tava fechada, então visitei o Museu do Oratório(não deu pra ir no dia anterior). Por fim a Feirinha d Pedra Sabão pra comprar umas lembrancinhas, né! Comi um pão de queijo recheado d bacon+suco natural no famoso Cantinho....e voltei pra pousada d ônibus. Dia seguinte viajaria pra Tiradentes às 7:30hs. Tinha q acordar cedíssimo! Esse relato fica pra 2ª parte, tá bom?
  5. Bom,pessoal,qdo estou m preparando pra viajar gosto d ler relatos d viagem,principalmente os q tem muitas informações sobre o local,sendo assim, aqui vai a minha contribuição: 1º dia-21/08: Cheguei no aeroporto de Confins,por volta d 17:30 hs. Depois d pegar a bagagem,m informei sobre o ônibus q iria pra Rodov d BH. Comprei a passagem(8,90) pra 18:15 hs,pela empresa UNIR. Tem q comprar antes d entrar no ônibus. Chegando à Rodov d BH,depois d 1h e meia d viagem,comprei a passagem pra OP(25,70) pela Empresa Pássaro Verde pra 20:00 hs. Às 22:00 estava em OP. Apesar da pousada ficar a uns 400 ms(dava pra ir à pé),o frio (eu batia os dentes) e a bagagem pesada m fizeram pegar um táxi(10,00,pechinchando). Na pousada pedi um sanduíche+refri p/ entrega(11,00). Pessoal,não gostei da pousada,mas indico a horto dos contos,R$ 80,00 a diária/individual, e fica a 10 min do centro,andando. 17.JPG[/attachment] Voltei à pousada. Almoçei ali perto mesmo,na Churrascaria Pedrosa(24,90 o kg e sobremesa 3,00).Aprovada. Descansei um pouco,pq a decepção com o guia m deu até dor d cabeça. No final da tarde voltei ao Centro. Parei numa lanchonete(Cantinho do Pão de Queijo) e pedi um "copo de salgado"+suco natural laranja(7,00). Indico muito :'> Dei uma voltinha na feira d pedra sabão e mais tarde tomei um caldo no "Caldo de Minas"(11,00) na Praça Tiradentes. [attachment=0]98.JPG[/attachment] Por hj é só. Depois posto a 2ªparte.
×
×
  • Criar Novo...