Ir para conteúdo

M. Bernadete Silva

Membros
  • Total de itens

    26
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que M. Bernadete Silva postou

  1. Nunca ri tanto, muito engraçado. Espero outros relatos desse tipo. Obrigada, um abraço.
  2. Considerações finais da viagem: A nossa viagem foi muito boa, aproveitamos bastante, conhecemos muita coisa. Dentro dos nossos limites conseguimos fazer quase tudo o que havíamos planejado. Fizemos tudo sozinhos, pesquisei muita coisa na Internet, o livro do meu amigo Márcio Jardim "TÔ indo para a Itália" foi o meu guia durante toda a viagem até Veneza, e ficamos realizados com a viagem. Graças a Deus não ficamos doentes, os contratempos foram poucos e resolvidos logo. Concluo que a passagem por Paris nessa ocasião foi um erro, já estávamos cansados e com malas pesada
  3. A loja tem um estoque muito bom, mas não tinha o tênis Le Coq, então comprei um Nike mesmo para não dizer que não levou nada, comprei um para mim tb, e mais alguma coisinha. O meu tenis ficou o mesmo preço daqui do Brasil mas o dele foi uma compra boa, aqui está na faixa de R$600,00 e lá eu paguei 100,00E. Quis pagar com o cartão o qual eu havia desbloqueado para viajar, mas não sei porque não deu certo, e paguei em dinheiro mesmo. É por isso que eu levo dinheiro vivo para a viagem toda, cartão sempre dá problema, não dá para confiar. A vendedora gostou muito da gente qdo viu que éramos brasi
  4. PARIS Finalmente encontramos o hotel. Muito diferente das fotos, um prédio velho de cerca de 100 anos, totalmente decadente, sujo, enfim, uma verdadeira espelunca. Hotel prince Albert Louvre, e foi a diária mais cara de todos, 140,00E a diária . A única coisa que prestou ali foi a localização, inclusive qdo cheguei em casa fui ler as impressões no tripadvisor novamente para ver se não havia me enganado, e estranhamento tinha muitas impressões elogiando, para meu espanto. O recepcionista nos deu a chave (chave mesmo) e nem pediu os passaportes como nos outros hotéis. Parecia aquel
  5. Descemos do navio e pegamos um táxi até o aeroporto Marco Polo e pagamos 60,00E a corrida. Chegamos no aeroporto era 09:00hs, e é horrível, sem bancos para sentar e a muito custo conseguimos 2 banquinhos , as pessoas sentam sobre as malas, pq eles se recusam a fazer o check-in antes de 1 hora e meia do vôo. O nosso horário era às 15:30hs, culpa do meu marido que qdo compramos a agente nos ofereceu um horário às 10:30hs, mas ele ficou falando que não ia dar tempo, que íamos perder o vôo, que o navio podia atrasar, etc, e então ficamos com esse horário muito tarde. Tentei adiantar o horário
  6. KATAKALON -OLÍMPIA Descemos do navio e pegamos um ônibus por 8,00E ida e volta cada um até Olímpia. O caminho até lá é muito bonito, dá uns 40 minutos.Esta ilha é diferente das outras pq é ampla, plana, tem plantação, um lugar muito agradável. Visitamos o museu com calma , porém não fomos até as ruínas, nos haviam dito que não tem mais nada, apenas a pista original de 100m, eu não aguentava mais sol quente na minha pele, detesto tomar sol. Muitas lojinhas, restaurantes e ali almoçamos. Comi a tal de moussaka, coisa horrorosa,carne com gosto de canela, eu gosto muito de berinjela
  7. ATENAS Eu estava ansiosa para conhecer Atenas, por ser a Capital da Grécia. Ficaríamos lá das 06:00 às 18:00hs. Levantamos bem cedo e já saindo do Porto de Pireus compramos ingresso para o ônibus turístico 22,00E cada um. São 2 linhas, a Red e a Blue, a que vai até o Pireus é a Blue. Deu mais de uma hora até a Acrópole. Estava um dia de sol forte, aliás como todos os outros. Adoramos a cidade de Atenas. Muitos táxis, todos amarelos, ruas tb estreitas, muito prédio velho precisando de reforma, mas tudo calmo e gostoso para passear. O passeio na Acrópole torna-se bem cansativo por c
  8. MIKONOS Descemos do navio e pegamos o seatbus- 4,00E ida e volta por pessoa, que nos levou ao centro, e aí pegamos um barco grande - 17,00E por pessoa que nos levou até a Ilha de Delos, mais 5,00E para cada um para entrar na ilha e ver as ruínas e o museu. Tem muita coisa para ver, mas é uma ilha desabitada, não tem uma árvore sequer , e eu fiquei desesperada com o sol quente. Voltamos rápido para Mikonos. Como tem igrejas! Mas é uma encostada às outras, e tb muitas lojinhas, porém é bem agradável, e aí já deu para perceber um pouco da rotina dos locais. Detalhe: tem muito gato
  9. SANTORINI Tinha muitos brasileiros no navio (64), e todo mundo ansioso para conhecer Santorini. A ilha fica no alto, é só pedras vulcânicas, e para chegar lá em cima são 2 formas: 1-O teleférico - 8,00E ida e volta 2- Um caminho de pedras , fazendo ziguezague. Dá para subir a pé ou no lombo de burros-5,00E Não tenho pernas para tal, pq é muito alto, então fomos de teleférico. Dá um medo danado, na ida só olhei para o chão. Forma tipo uns degraus, e ás vezes ele bate nas pedras. São cabines para 6 pessoas. Tinha um casal americano com uma filha adolescente, um sr. ru
  10. NAVIO Nossa, em meia hora já estávamos dentro do navio. Tudo muito fácil e organizado, ao contrário do Concais em Santos, que é um caos total em dia de embarque. Havia mais ou menos uns 7 navios para sair naquele dia, e o nosso ficou por último, saímos já era quase 18:30hs. Já haviam avisado pelo alto falante que a saída de Veneza é imperdível, uma das mais belas do mundo, e foi mesmo. Coisa linda. Depois de tanta correria a gente vai ficando cansada, e o navio é bem relaxante, deu para curtir bastante com calma. Dia seguinte; SPLIT-CROÁCIA Passamos o dia em
  11. Chegando em Veneza, fomos comprar os tickets para o vaporetto-7,00E cada um, achei caro e já comprei 4, ida e volta. Depois perdemos os 2 da volta, não conseguimos encontrar e tivemos que comprar novamente mais 2 para a volta. Entramos pelo canal de Veneza já era umas 18:30hs, e realmente nos causou um grande impacto. Não sabíamos para qual lado olhar, de tão lindo que era tudo o que víamos.Descemos na Praça São Marcos, que coisa magnífica.Ficamos por lá até umas 21:00hs, fizemos um lanche, rodamso as lojinhas, muita coisa bonita porém caro, mas a comida eu achei melhor elaborada e os mesmos
  12. Paramos em um lugar que não passava de um ponto de venda de vinhos, e o tal almoço foram 2 fatias de pão com azeite, 2 fatias de salame, 2 folhas de alface e 2 fatias transparentes de queijo. Tudo já montado nos pratinhos descartáveis, tendo embaixo uma folha com caneta com o nome e os preços (caríssimos) dos vinhos. Depois distribuíram uns pratinhos tb descartáveis com uma massinha já fria, ressecada, horrorosa, e foi este o almoço.E o tempo todo uma mulher mostrando os vinhos e discorrendo sobre eles para a gente comprar, tudo em inglês. O que me salvou foram uns lanchinhos que eu havia peg
  13. Na caminhada de ida tem uma passagem de trem, tivemos que esperar fechar e abrir a cancela para passarmos, e a perdemos de vista. Tb durante este trajeto outras pessoas vão se misturando , e é fácil o grupo se dispersar. Não subimos na torre e nem entramos na igreja, pq era pouco tempo e só na fila do WC já perdemos um tempão. E eu sempre ligada no relógio, monitorando o tempo. Já voltando, compramos umas coisinhas pelo caminho, mas sempre dentro do horário combinado. Chegamos na praça ainda faltando 5min para o horário determinado.E aí cadê o ônibus, cadê o pessoal. Outros õnibus turísticos t
  14. FLORENÇA i No sábado fomos para Florença, super preocupados em não errar ou perder o trem, mas deu tudo certo, trem rápido apenas tenso para guardar as malas. Fiz a reserva no Hostel Archi Rossi, e ficamos ao lado no Mia Cara, que é onde ficam os quartos privativos com banheiro. Pertíssimo da estação do trem, localização excelente. A rua assusta um pouco, as fachadas são antigas e devem ser tombadas, mas por dentro é tudo reformado, enorme, muito bem decorado e parece um antiquario. Amei.Nos sentimos muito bem lá, como se estivéssemos em casa , limpeza nota 10, café da manhã farto, a
  15. Na quinta-feira já haviamos feito tudo o que nos interessava, e resolvemos ir na 6ª feira ao outlet Castel Romano. Perguntei no hotel e cobravam 25,50E mais uma taxa 9,00E pelo agendamento ,de cada um, o que não valia a pena. Pesquisei na Internet e vi que da Termini saía um tour no valor de 13,00E , ida e volta,com 1º horário ás 10:00 hs. Achamos facilmente e fomos no primeiro horário, e voltamos no ônibus das 13:45hs. Tem todas as grandes marcas , mas tudo muito caro, e sem nenhuma promoção. Comprei uma cafeteira por 23,90E; 2 blusas na Puma por 52,90E, um abrigo para o meu sobrinho por 4
  16. Vimos tudo, e o maior suspense era para chegar na Capela sistina, até que finalmente chegamos, estava escorada em obras e não me empolguei muito com ela. Não compramos nada na loja, pq era tudo muito caro. Faltava ver a Basílica, mas saindo do museu havia uma quantidade enorme de gente, não se sabia onde era o início da fila, pq em dia de audiência do Papa a igreja fica interditada até as 13:00hs, e depois vai todo mundo ao mesmo tempo. Então desistimos e deixamos para o dia seguinte.Procuramos um lugar para almoçar e foi onde eu comi o pior macarrrão da minha vida, duro que estralava na boca
  17. O meu receio foi infundado, pq apesar de ser longe é tudo muito bem sinalizado, e não tinha como errar.O funcionário da imigração nem olhou na nossa cara, apenas carimbou o passaporte, isso com quase todo mundo. Só vi eles embaçando com duas moças, inclusive uma chinezinha que depois estava no nosso vôo para Roma. Chegamos em Roma, no Fiumicino, e nós morrendo de medo das malas não aparecerem, mas não levou nem 10 mins. e para nosso alívio já estavam na esteira. O aeroporto tb muito bem sinalizado e encontramos rapidamente o ônibus que ia para a Estação Termini, e pagamos 7,00 euros
  18. Olá pessoal Eu e meu marido fizemos uma viagem em setembro de 2013, e vou procurar fazer um resuminho dos fatos principais, que talvez possa ser útil a alguém no planejamento de sua própria viagem. Compramos as passagens aéreas pela air France, pela qual ainda não havíamos viajado. Saímos de São Paulo em 08/09, um domingo, e o horário do nosso vôo seria ás 16:20 hs. Pretendíamos almoçar no aeroporto, então chegamos cedo, era 12:00hs. A intenção era nos livrarmos logo das malas (2), e então escolhermos onde iríamos almoçar. No balcão da companhia um funcionário nos pergunt
  19. Em 2010 eu e meu marido fizemos um cruzeiro de travessia Santos-Lisboa. Foram 15 dias de navegação. Passamos durante a travessia pela Ilha da Madeira , apenas um dia então fizemos o city tour pelo ônibus de turismo, o qual tem 2 linhas, fizemos as duas,porém não fomos no passeio do teleférico onde se costuma descer no cesto, pq deixamos por último e aí choveu o que nos levou a desistir do famoso passeio. Gostamos muito da Ilha, lugar cheio de turistas e foi onde comemos o nosso primeiro bacalhau em solo português. Depois ficamos uma semana em Lisboa, com alguns bate-volta aos arredores,
  20. É verdade Victor, nessa nossa viagem fez tempo ruim desde Santos, no Rio não podemos descer, os alto falantes avisavam que a cidade estava caótica devido ao excesso de chuva. Não usei a piscina nenhum dia, era chuva miúda e vento frio. Se balançou? Eu pensei que o navio não fosse aguentar, parecia um tobogã, ele subia nas ondas e depois descia com tudo. Eu tb passei mal umas 3 noites. Inclusive teve uma noite que segundo os comentários do dia seguinte, levantaram, e vestiram os coletes, não dormiram. Mas agora estamos aposentados e temos tempo sobrando, e o meu marido adora , então dá p
  21. É verdade Victor, nessa nossa viagem fez tempo ruim desde Santos, no Rio não podemos descer, os alto falantes avisavam que a cidade estava caótica devido ao excesso de chuva. Não usei a piscina nenhum dia, era chuva miúda e vento frio. Se balançou? Eu pensei que o navio não fosse aguentar, parecia um tobogã, ele subia nas ondas e depois descia com tudo. Eu tb passei mal umas 3 noites. Inclusive teve uma noite que segundo os comentários do dia seguinte, levantaram, e vestiram os coletes, não dormiram. Mas agora estamos aposentados e temos tempo sobrando, e o meu marido adora , então dá p
  22. Então Victor, como a viagem foi a nossa primeira viagem internacional, e indo de navio, eu não tinha muita experiência. Li todas as informações e achei que seriam 2 malas de 32 kgs. Mas na realidade era uma mala para cada um de nós de apenas 23 kg, muito pouco. Durante a travessia, uma senhora de Recife comentou comigo da dificuldade em fazer as malas, a dela e a do marido, mas para mim passou despercebido, eu não entendi. E ainda levei 2 pijamas para cada um, roupa social e seus complementos. Em Lisboa comprei uma mala de mão o que ajudou um pouco , mas mesmo assim passamos um pouco
  23. Oi Victor. Mas os taxistas são iguais em todo lugar do mundo. Ao chegarmos em Lisboa, saindo do navio ficamos na fila para táxi. Qdo ia chegar a nossa vez, encostou um carro que estava parado ao lado, e o motorista , de meia idade, já foi pegando as nossas malas e guardando. Eu estranhei pq ele estava fora da fila, e perguntei se ele era taxista. O homem começou a xingar, disse que se não fosse taxista não estaria ali, mas tudo aos berros e na maior grossura. Entramos no carro e eu vi que não tinha taxímetro. Perguntei como era e ele falou que era transfer, que ali não tinha nada de tax
  24. Oi Victor. Legal esse seu relato de hoje, pq nós já havíamos combinado em fazer um tour semelhante, inclusive em Roma pretendo fazer um day trip a Pompéia. Sai mais caro mas é menos cansativo e complicado. Em 2010 fizemos uma travessia Santos- Lisboa e ficamos mais 10 dias apenas em Portugal, e fizemos um tour até Fatima, e voltando passamos por Alcobaça, Óbidos, Nazaré, Batalha, fomos de van pequena,apenas 2 casais, e lá eles chamam de "carrinha". Sem carro não teríamos conseguido aproveitar tanto o dia e termos conhecido tantos lugares diferentes. Esse ônibus que vocês foram não tin
  25. Olá Victor. Estou adorando o seu relato, você escreve muito bem. Iremos, eu e meu marido no próximo dia 08/09 e retornaremos ni dia 03/10 2013. Voaremos pela Air France para Roma, depois iremos de trem para Florença, Veneza, onde embarcaremos no Legend Of The Seas para 10 noites nas Ilhas Gregas, no retorno 3 dias em Paris. Ainda não conhecemos nada deste lugares, então o seu relato está nos ajudando bastante. detalhe: adorei o guarda-chuva e pretendo comprar um igual para mim. Todo dia eu olho se já tem continuação. Parabéns e obrigada pelo excelente relato. Um abraço. Bernadete
×
×
  • Criar Novo...