Ir para conteúdo

Andrea Matos

Membros
  • Total de itens

    76
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Andrea Matos postou

  1. 9 DIA: Estou em Paris. O voo da Easyjet foi bom, mas tive que pagar 44 Euros por excesso de unidades Eles contaram a pasta do laptop como um volume extra de mao. O hotel Belfort 'e apenas razoavel, mas a localizacao e perfeita. Bjos Andrea
  2. 8 DIA: Ola pessoal, hoje estou em Veneza. Nao pude escrever ontem, pois quando cheguei em nosso hotel Ca Dei Fuseri, mais de 6 da tarde, havia um bilhete na porta, do dono, dizendo que havia escondido a chave embaixo do tapete. Achei a chave da porta e entrei sozinha, com meus pais. Nao tive a quem perguntar se havia Internet... havia. Mas vamos do comeco do capitulo de ontem dessa novela, que foi cheio de emocoes. Sai de Florenca de carro por volta de 13 horas. Como ja disse, o hotel Galileu de Florenca nao decepciona, o cafe da manha bonzinho, pao, queijo, geleia, uns 3 tipos de bolo, iogurte, cereal... Da para ir andando para o Duomo. Josy, B& B significa Bed and Breakfast, sao hoteis simplezinhos com cafe da manha incluido no preco. Funciona bem para mim, se tiver banheiro no quarto e for bem localizado, afinal, so fico no quarto para dormir, nao me importo se for pequeno e sem luxo. Nao sei se mencionei que paguei 24 Euros para estacionar o carro em uma garagem de Florenca, pois nosso hotel nao tinha estacionamento. Nao se esquecam de computar as despesas com pedagio e estacionamento, que temos que fazer quando alugamos um carro, alem do combustivel, claro. Para encher o tanque do carro Fiat Punto, paguei 50 Euros. O valor do pedagio depende da quilometragem. Entre Florenca e Veneza paguei 12,70 Euros. Pessoal, a estrada e linda e um verdadeiro tapete, mas essa parte entre Florenca e Veneza e cheia de tuneis, uns 20, e cheia de caminhoes. Ficamos estressados. E teve um momento de terror, que foi quando errei a entrada (Josuina, nosso GPS, disse para virar a direita e eu virei, sem observar que era em 200 metros...virei mal e sai do mapa de Josuina. Nao tenho a menor ideia do que aconteceu, o mostrador do GPS ficou sem mostrar a estrada e eu fiquei sem saber para onde ir. Imagino que eu tenha entrado em uma parte nova da estrada, que o mapa nao estivesse atualizado, qualquer coisa errada. O fato e que meus pais ficaram agoniados, eu fiquei nervosa, a pista de alta velocidade...resolvi entrar na saida de Milao, que eu sabia que era errada, mas com esperanca que Jesuina voltasse a me mostrar para onde ir. E foi o que acabou acontecendo. Finalmente achamos a HERTZ de Mestre para devolver o carro, mas aquela altura estava cansada e com medo de errar o caminho de novo (perdi a hora do jogo do Brasil) por isso nao enchi o tanque. Eles simplesmente me cobraram 30 Euros de multa por causa disso. Assim, nao esquecam de encher o tanque na volta, se foi nesse sentido o contrato. Outra coisa, acabei pagando 50 Euros a mais do que o que me foi mostrado pela Internet pelo carro. A explicacao que eles me deram e que o GPS nao estava incluido no preco, mas eu sei que estava. Eu fiz a opcao do carro economico com GPS e o preco 243 reais incluia o GPS. Na hora eles disseram que nao, eu ja estava cansada, meus pais mais ainda, por isso nao discuti muito. Mas vou reclamar quando voltar para o Brasil. Em Mestre, cidade vizinha a Veneza, compramos um passe que da direito a vaporettos e onibus por 2 dias (28 Euros por pessoa, carissimo, nao sei se valeu a pena no meu caso). Peguei um onibus, cheguei da Piazza Roma, onde peguei um vaporetto para a Rialto, perto do Ca Dei Fuseri, que contratei pela Booking.com. Tudo isso arrastando mala. Gracas a Deus eu e meus pais nao fomos bobos e trouxemos malas pequenas. Achei o hotel, que e otimo em termos de conforto do quarto, cafe da manha e localizacao, mas nossos quartos ficam no 3 andar de escadas. Subimos com as malas... Achei esse Ca Dei Fuseri melhor do que o B&B Rota, que fiquei da outra vez. Veneza e uma cidade cara. Jantamos e almocamos perto da Rialto por 75 Euros. A media do prato de massa e 16 Euros. Sentamos da san Marco para beber um refrigerante e pagamos uma conta de 20 Euros e mais gorgeta, esse valor por 2 cocas e uma agua. Tudo da Piazza San Marco e mais caro. Paguei 80 Euros para passear de Gondola, o preço é por gôndola e não por pessoa, como eu pensava. Quanto as compras, nao resisti e acabei comprando uns cristais de murano, nao se como vai ser na Easyjet amanha. Amanha seguiremos para Paris de aviao. Nao sei se la tem Internet. Para a menina que escreveu para meu e-mail pessoal, perguntando sobre o clima, hoje o dia foi ensolarado e quente, mesmo durante a noite. Adoraria ter trazido vestidos leves de verao, eles combinam muito com Veneza. Mas para entrar na Igreja de San Marco e preciso cobrir os ombros e nada de shorts. Eu tive que colocar um casaquinho para cobrir os meus (o homem da porta ordenou sem mais nem menos: "senorina, cubra os ombros", me senti "descomposta"). Os meses de julho e agosto costumam ser muito quentes na Italia, tragam roupas de verao e um casaco leve, just in case. Quanto ao roteiro, para uma viagem a dois, eu diria, 4 dias em Roma, 2 em Siena, passando uma tarde inteira em San Giminiano, 2 em Florenca, 2 em Veneza. Beijos, desculpem o e-mail longo, a turma de casa tb esta acompanhando...me empolguei. Andrea
  3. 6 DIA. Hoje, 24 de junho, estou em Florenca. Deixamos Siena de manha, por volta das 9 horas, Mais uma vez, recomendo o B&B Camolia, de Siena. Quarto confortavel, com banheiro privativo e cafe da manha gostosinho e super bem localiza. O B&B e administrado por uma familia super simpatica. Seguimos de carro, passando por algumas cidadezinhas. A mais bonita, onde descemos para dar uma volta, foi San Geminiano. Vale a pena conhecer, Para dormir eu ainda prefiro Siena, onde a noite e super animada. Passamos umas 3 horas em San Geminiano, tendo deixado o carro em um estacionamento pago na porta do centro historico (6 Euros as 3 horas). Depois seguimos para Florenca (cerca de uma hora de carro). A estrada e linda, cheia de vinhedos e construcoes pitorescas. Infelizmente nao vi os girassois, acho que ainda e cedo para eles. Chegamos em Florenca e o hotel Universo, que reservamos pela Booking.com, estava cheio. Eles haviam contactado com um hotel parceiro, o Galileu, que e aonde estamos. Estou bem instalada, pelo mesmo preco. O pessoal do hotel Galileu providenciou levar nosso carro para um estacionamento pago, 24 Euros. Mas, como se diz na Bahia, "fiquei retada" com o pessoal do Hotel Universo. Como podem fazer uma coisa dessas? E se a gente nao tivesse gostado desse outro que nao escolhemos??? Um absurdo! Deixamos nossas coisas no Galileu e fomos passear na cidade. Visitamos o Duomo, a Ponte Vecchio e outros pontos turisticos. Dessa vez nao fomos a galeria Ufizi, que ja conhecemos, porque demandaria muito tempo. Voltamos exaustos para o hotel. Amanha rodaremos em Florenca pela manha e depois seguiremos para Veneza. Josy, querida, obrigada pelo carinho!!! As estradas estao maravilhosas e sao lindas, pitorescas... Enquanto um dirige o outro fica tirando fotos... Vinhedos verdinhos, construcoes medievais, castelos... So nao vi os girassois. Mas as estradas, embora perfeitas em termos de asfalto e sinalizacao, sao sinuosas, cheia de "rotundas", como toda hora diz a portuguesa de nosso GPS, carinhosamente apelidada de Jesuina. O pedagio foi barato, nao lembro o valor, pois meu pai que pagou. A gente pega um cartao no inicio e devolve o cartao, pagando o valor, no final. Desde Roma ate aqui so pagamos um pedagio. Talvez Josuina tenha nos mandado para umas estradas secundarias, sem pedagio. Nao foi de proposito, apenas optamos pelo caminho mais curto no GPS. Concluo que isso aconteceu, pois entramos em estradas pequenas, subidas e descidas, atravessando propriedades privadas, lindas paisagens... achei melhor do que auto-estrada o tempo todo. Os Italianos sao realmente meio rudes. Encontramos alguns brasileiros que trabalham por aqui que nos relataram isso. Eu pessoalmente nao tive problemas. Me aproximo com um sorriso e um Bon Giorrrrno bem firme, digo que nao parlo italiano e comeco a falar em Ingles. Alguns nao falam, entao engato aquele nosso italiano da novela das oito e acaba dando tudo certo. No final, gratzie e prego! Catita... Nao fique em Roma todos esses dias, acho que vc vai se arrepender se fizer isso. Se e a primeira vez que vc ve Roma, alugue o ap por 5 dias e depois siga de carro pela Toscana. Meu roteiro esta funcionando bem. Inclua mais um dia em Florenca, para que vc possa visitar a Galeria Ufizi, onde estao as obras de arte mais importantes do mundo. Digo com seguranca que e melhor vc dormir nas cidades, para que vc possa aproveitar a noite nos locais. Vc vai ver restaurantes lindos, pitorescos, romanticos e certamente vai querer jantar com o seu amado, talvez provar os vinhos maravilhosos da regiao, sem se preocupar em dirigir. Os lugares sao tao lindos, que ja tirei umas 2.000 fotos... Hoje e dia de Sao Joao aqui em Fireze e teve queima de fogos. Minha mae me deu de presente uma medalha de ouro, para comemorar a data (nao e fofa???). Falando nisso, quem gosta de joias, o ouro e mais barato aqui do que no Brasil. na ponte Vecchio tem varias casas. Meninas, eu jurei que nao iria comprar nada, mas esta tao dificil...Tanta coisa bonita... Nao sei como vou fazer no meu voo pela Easyjet, para Paris, que tem limite de peso... Beijos Andrea
  4. Oi Josy Eu vou de carro ate Veneza e de la vou pegar um voo da Easyjet para Paris. Vou deixar o carro em Veneza-Mestre, no dia da chegada. Deve ter voo direto de Florenca para Paris tb. Com relacao a minha "novela" , acabou dando tudo certo. Peguei o carro na Hertz, Estacao Termini, de Roma, e segui viagem para Cortona, onde almocei. A Cidade e linda, vale super a pena. Depois resolvi seguir direto para Siena. Desisti de Arezzo, porque achei que ficaria tarde. O Hotel Camolia em Siena e otimo, super bem localizado. A Cidade de Siena e um charme. Esta cheia de gente jovem e bonita. Estou cansada demais para escrever hoje. Beijo Andrea
  5. Oi pessoal, Ainda em Roma, hoje cansada... Passei o dia todo andando, de manha fiz compras na Via Del Corso e arredores, de tarde fomos a varias Igrejas e pracas... Santa Maria Maggiori, Piazza Popolo, Piazza da Republica, igreja Magdalena, e outras que nem lembro mais o nome. Almocamos perto da Santa Maria Maggiori, por 50 Euros e jantamos perto da Fontana de Trevi, por 70 Euros. As comidas desses restaurantes turisticos sao todas parecidas, inclusive os precos. Nos tres gastamos entre 50 e 70 Euros em todas as resfeicoes, mas sempre sem bebida alcoolica, pois meus pais nao bebem. Acho que pessoas mais jovens conseguem gastar bem menos, comendo mais pizzas e sanduiches. Marilia, nao procurei saber sobre excursoes para Napoles, e agora nao da mais tempo para olhar para vc, porque vou sair de Roma amanha. Um bom lugar para ficar por aqui e o centro historico, pois vc vai para os pontos historicos andando. Estou na Via Del Tritone, pertinho da Fontana de Trevi, Piazza Navona, Via del Corso, etc Perto tb de farmacias, supermercados e ponto de onibus. Na proxima vou procurar ficar por aqui mesmo. Da vez passada fiquei perto da Estacao Termini e tambem nao foi mal, mas andei mais de onibus e de Metro. Josy, o Roma Pass nao da direito ao Museu do Vaticano. Usei o Roma Pass para ir e volta de la, de "onibus. O Roma Pass lhe da direito a ir para dois museus de Roma e descontos em outros, alem do uso dos transportes publicos. Claro que da para comprar os ingressos do Museu do Vaticano pela Internet em agosto. Comprei os meus uns 20 dias antes da viagem. Amanha de manha vou me dirigir para a HERTZ para pegar o carro que aluguei e fazer a regi'ao da TOSCANA. Aluguei um carro economico por 3 dias e vou pagar na hora da retirada, 243 Euros, incluindo seguro e GPS. Ja que estou dividindo as emocoes dessa viagem com vcs, confesso que estou um pouco ansiosa, para nao dizer, com medo... E a primeira vez que vou alugar carro e dirigir na Europa (na Alemanha meu namorado dirigiu). Por cautela, alem do GPS, resolvi comprar um mapa da regi'ao... A ideia e passar por Montepulciano, Cortona e Arezzo e dormir em Siena. De manha, passar em San Gemininano e seguir para Florenca. No dia seguinte passar em Padova e seguir para Veneza. Meus hoteis estao reservados pela Internet. Estou louca para ver os girassois das estradas. Minha ideia e encostar o carro, apreciar e tirar fotos... Nao sei trocar pneu de carro, nao gosto de dirigir de noite, sera que vai dar para parar o carro e ver as cidades a pe? sera que o GPS vai funcionar? Sera que vai dar tempo de ver tudo? Que os carros ao meu lado vao estar velozes e furiosos? Torcam por mim, please. Espero ter Internet no hotel de Siena para que eu possa contar tudo. bjos Andrea
  6. 3 DIA - EM ROMA - Pessoal, hoje fui ao VATICANO e vou fazer outra recomendacao importante. Comprem o ingresso do Vaticano pela Internet!!! Vc paga 4 Euros a mais, eu paguei 12 a mais, porque somos 3, mas eu pagaria muito mais, se fosse o caso, e ainda assim valeria a pena. Meus pais concordaram 100%. A fila para comprar o ingresso e gigantesca. Fotografei tudo, pena que nao trouxe o cabo usb para mandar as fotos para vcs. O site e www.vatican.va. Paguei 57 Euros pelos 3 ingressos, com as taxas (o ingresso e 15 Euros). Tambem tem fila para quem tem ingresso, mas e super rapida, decorrente apenas de ter que passar as bolsas pelo detector de metais. A entrada e pela direita da Catedral. Depois de visitar o museu e a Capela Sistina, fomos a Basilica de Sao Pedro. Enfrentamos outra fila, mas essa tambem e rapida. Alguns detalhes: tem uma placa avisando que nao pode entrar usando shorts, minissaia e ombros de fora; fizemos um lanche, 3 sanduiches e 3 refrigerantes no interior do Museu por 17 Euros; vi muita gente levando bronca dos guardas na capela Sistina por fotografar, sentar na escada e usar chapeu; a visita aos tumulos dos papas e gratuita, assim como a basilica de Sao Pedro; a visita ao museu dos papas e paga, 6 Euros por pessoa, e a cupula tb, nao recordo se custa 6 ou 7 Euros por pessoa. Nao fui a cupula dessa vez, porque senti claustrofobia da ultima vez na escadaria. Acho que se vc nao se importar com escadas longas, apertadas e cheias de gente, vale a pena pagar pela cupula, porque a vista e linda. Nao achei nada demais no museu dos papas (calices, coroas, cetros, joias e vestimentas papais), talvez eu ja estivesse cansada demais para apreciar. Depois do Vaticano, demos uma passeada na Praca Barberini e seguimos pela Via del Corso, onde compramos algumas lembrancas. Em seguida fomos jantar nas imediacoes da Fontana de Trevi. Sentamos em um restaurante pequeno, chamado Pizza in Trevo. Comemos uma pizza e dois pratos de massa; uma taca de vinho, duas cocas e um cafe, por 45 Euros, incluindo a gorgeta de pouco mais de 10% . A comida estava muito boa.e farta. Depois fomos tomar um delicioso gelatto e voltamos para casa (me senti como Elisabeth Gilbert, de Comer, Rezar e Amar, espero nao engordar 10 kg como ela). Estou com as notas em minhas maos, vou anotar para ajudar no calculo das despesas diarias: no mercado a lata de coca custa 1,50; a garrafa grande de agua, 0,50; uma caixa de suco de laranja, 1,90; um pacote de biscoito ou de pao, 2,50; queijos fatiados, 2;50. No restaurante, a lata de coca 3,50; o cafezinho 2,50, uma pizza Margarita 8,50. um prato de massa 10 Euros. Josi, comprei o Roma Pass em uma tabacaria aqui no centro por 25 Euros. Vc tem direito a 2 museus que vc escolhe (escolhi Vaticano e Forum Romano, com Capitolino), e bilhetes de onibus e metro por 3 dias. Eles ainda dao descontos em outros museus, de 10 a 20 %. Se for o mesmo preco no Aeroporto, nao ha porque nao comprar. Roma e linda, romantica, estamos encantados... O clima esta otimo, os bares e pontos turisticos estao cheios, mas nao lotados. Escolhi bem o periodo para viajar. Um abraco. Andrea
  7. Leticia, Entao vou continuar esse relato no topico Relato de Viagens. Estou contando os detalhes, tomara mesmo que seja util. Um abraco Andrea
  8. 1 DIA: Pessoal, estou em Roma. O clima esta bom, ensolarado, nem quente nem frio. Ao anoitecer precisamos de um casaco leve (as mulheres estao usando lencos e scarfs no pescoco). O apartamento que alugamos pela Rental in Rome 'e bom: 2 quartos, uma sala, cozinha e banheiro. Perfeito para uma familia ou 2 casais. Ter escolhido ficar no Centro da Cidade foi uma boa ideia. O Metro Barberini e dois pontos de onibus estao em nossa porta. Primeira licao (ja viram minhas limitacoes nesse teclado, ne?). Nosso voo atrasou mais uma hora e o carro contratado para nos buscar igualmente atraves da Rental in Rome, apos consultar o horario do voo pela Internet, tambem atrasou, so que demais. Chegamos cansados e com sono no Aeroporto de Roma e nao havia ninguem nos esperando com um papel na mao contendo o nome de meu pai, como acertado. Nessa hora fiquei contente porque tinha um plano B, ou seja, tinha em maos os numeros dos telefones para contactar o pessoal do carro e do apartamento, alem de Euros em moeda para telefonar de um telefone publico. Assim, recomendo que todos tenham na bolsa de mao os telefones dos servicos contratados e do hotel da cidade da chegada, lembrando que nem todo hotel tem recepcao 24 horas. No meu caso, telefonei para a empresa, e felizmente o carro chegou, depois mais 45 minutos de espera, e deu tudo certo no final. Chegando no ap, o motorista (55 Euros) nos ajudou com as malas (+ 5 de gorgeta), porque eram 2 lances de escada. Ele havia contatado o pessoal do ap., de modo que ja havia alguem nos esperando para a entrega das chaves e explicacoes basicas. Paguei na chegada, em especie, 390 Euros.Eu ja havia dado 130 de sinal, de modo que os quatro dias em Roma, para 3 pessoas, nos custaram 520 reais. O ap. estava limpo e e arrumadinho. Desvantagens: nao tem cafe da manha; por ser no centro ;e um pouco barulhento e tem dois lances de escada. No geral, eu e meus pais concordamos que valeu a pena. Temos mais privacidade e nos sentimos mais em familia. Agora mesmo, meus pais estao dormindo e eu estou na sala escrevendo. Compramos um cafe da manha em um mercado aqui perto (pao, queijo, cafe soluvel, suco de laranja, mac^as, detergente de prato e agua, tudo para 3 dias, por 17 Euros). Renata, para quem vem em lua de mel pode ser legal (vinhos, queijos, velas, musica, coisa e tal). Pois bem, chegamos. Apos um banho e um pequeno descanso, fomos andando para as Escadarias da Piazza de Espanha, onde havia uma orquestra tocando, lindo! Depois fomos a p[e a Fontana de Trevi e andei mais um pouco em direcao a Piazza Navona. No caminho, vi um restaurantezinho simpatico, mesas na rua, velas acesas, cheiro bom, muita gente. Jantamos os 3 por 60 Euros, incluindo as gorgetas. Massa, refrigerantes e agua, sem bebida alcoolica. Poderia sair por menos, se fosse a intencao, pois havia pratos em promocao e sentar dentro do restaurante seria mais barato (preferi ficar fora, afinal, nao [e todo dia que janto em Roma com meus pais!). Os menus prontos (massa ou sopa, carne ou frango e salada) custam 18 Euros por pessoa. Os pratos individuais de massa entre 10 e 15 Euros. Depois do jantar meus pais estavam cansados, pegamos um taxi de volta por 8 Euros (se forem alugar apartamento, nao esquecam de ter em maos o endereco e um ponto de referencia). Pessoal, nao sei se estou sendo util ou chata. Estou com tempo para escrever, porque tenho mais energia do que meus pais e internet free nesse apartamento, por isso imagino que esses relatos possam ser uteis para alguem. Um abraco Andrea 2 DIA: Depois do cafe da manha, comprado no mercado ASBAT aqui perto, compramos o tao falado ROMA PASS por 25 Euros cada um. Pessoal, vale a pena o passe, vou dizer direitinho porque: usamos o passe para pegar um onibus para o Coliseu. Descemos em frente ao Monumento de Vitorio Emanuele, demos uma olhada, fotografamos muito e saimos andando em dire;ao ao Coliseu. A fila do Coliseu estava mosntruosa e nos nao tivemos fila alguma, zero, nada. Meus pais nao acreditaram (foi ai que falei a eles desse site, e do quanto me tem sido util). Passamos algumas horas admirando o Coliseu, que [e lindo. Vc pode alugar o aparelho para ouvir a historia, mas nao tem em Portugues. Custa apenas 4,50 Euros e eu ia pegar em Espanhol, que entendo melhor do que Ingles, mas eles exigiram meu passaporte como garantia. Achei complicado me separar de meu passaporte, fiquei com medo de ter fila para pegar de volta, entao desisti. Choveu um pouco no final da manha. Depois do Coliseu e Arco de Constantino, almocamos uma deliciosa pizza com coca-cola em um carro-bar ali proximo. Comemos na praca, estava tudo gostoso. Meus pais tambem gostaram e acharam pratico, pois iamos visitar o Forum Romano e o Museu Capitolino ali perto. Nao era conveniente que fossemos com fome. Foi mesmo pratico, gostoso e barato, 20 Euros 3 pizzas e 3 cocas. Depois de visitar o Forum Romano e o Museu Capitolino (mais uma vez sem fila, gra;as ao Roma Pass), passamos pela Piazza Veneza (vimos varias noivas fotografando nessa regiao) e pegamos um onibus para a Piazza Navona. Andamos, fotografamos, encontramos varios brasileiros usando a camisa do Brasil, pois hoje foi dia de jogo da Copa do Mundo. Quando encontravamos um grupo animado paravamos para fotografar. Perto da P. Navona vimos alguns bares com a nossa bandeira na porta e tv para exibirem o jogo. Decidimos jantar na Piazza Navona. Escolhemos aleatoriamente o T. Scalini, que tinha mesa vaga na frente e jantamos: dois pratos de passa, um de frango, uma garrafa de agua grande, 2 tacas de vinho da casa e 4 cocas por 50 Euros, com gorgeta. A comida nao era nada especial, mas tambem nao era ruim e eu achei barato. Pegamos um onibus de volta para casa (meus pais estavam cansados para irem assistir o jogo no bar com outros brasileiros, eu queria muito ir, mas essa viagem eu planejei para eles... pelo menos ganhamos de 3X1). Voltando ao Roma Pass, so esse primeiro dia valeu o investimento de 25 Euros). Assim, recomendo muito a sua compra. Abracos Andrea.
  9. Pessoal, estou em Roma. O clima esta bom, ensolarado, nem quente nem frio. A noite precisamos de um casaco leve. O apartamento 'e bom, 2 quartos, uma sala, cozinha e banheiro. Perfeito para uma familia ou 2 casais. Ter escolhido ficar no Centro foi uma boa ideia. Primeira licao (estou com limitacoes nesse teclado). Nosso voo atrasou mais uma hora e o carro contratado para nos buscar, tambem atraves da Rental in Rome, tambem atrasou. Cansada e com sono no Aeroporto de Roma, fiquei contente porque tinha um plano B, ou seja, tinha em maos os numeros dos telefones para contactar o pessoal do carro e do apartamento e Euros em moeda para telefonar. Assim, recomendo que todos tenham na bolsa de mao os telefones dos servicos contratados e hoteis, lembrando que nem todo hotel tem recepcao 24 horas. Enfim, o carro chegou, depois mais 45 minutos de espera, e deu tudo certo. Apos um banho e um pequeno descanso, fomos as Escadarias da Piazza de Espanha, onde havia uma orquestra cantando, lindo! Fui a Fontana de Trevi e andei mais um pouco em direcao a Piazza Navona. Vi um restaurantezinho simpatico, mesas na rua, velas acesas, cheiro bom, muita gente. Jantamos os 3 por 60 Euros, incluindo as gorgetas. Massa, refrigerantes e agua, sem bebida alcoolica. Poderia sair por menos. Os menus prontos (massa ou sopa, carne ou frango e salada) custam 18 Euros. Os pratos individuais de massa entre 10 e 15 Euros. Sentar do lado de fora e mais caro. Meus pais estavam cansados, pegamos um taxi de volta por 8 Euros. Amanha vou comprar o Roma Pass e vou ao Coliseu e Forum Romano. Pessoal, nao sei se estou sendo util ou chata. Estou com tempo para escrever porque tenho mais energia do que meus pais e internet free nesse apartamento, por isso imagino que esses relatos possam ser uteis para alguem. Um abraco Andrea
  10. Oi pessoal, Estou no Aeroporto de Lisboa, esperando meu voo para Roma. Como ainda tenho uma hora de espera resolvi escrever. O voo da TAP foi otimo, 8 horas direto de Salvador. Eles estao muito abusados com esse negocio de liquidos na bagagem. Minha mae teve que jogar fora um removedor de esmalte e uma tesourinha pequena que trazia na bagagem de mao. Renata, sobre a rota romantica na Alemanha, fiz com meu namorado e vale muito a pena tambem. Fui de carro de Munique ate Berlin, passando por lindas cidades do interior, Rotemburg, Nuremberg, Fussen... Quando estive na Italia, fui a Verona de trem. Foi romantico, pois meu namorado escreveu nosso nome em um muro da casa de Julieta, o que os casais costumam fazer, para dar sorte. Toda viagem e linda e romantica, quando a gente esta com esse astral. LOL Abracos Andrea
  11. Obrigada, Renata. Até julho, se Deus quiser! Wil, uns dizem que sim, outros que não Na dúvida, resolvi fazer a minha habilitação internacional. Foi fácil, vc leva no DETRAN ou SAC sua CNH e um comprovante de residência, os originais e as cópias, e paga uma taxa de 68 reais. Sem perguntas, sem exames, sem foto. Em 6 dias úteis está pronta. Tem a mesma validade da outra carteira.
  12. Renata, Hotel Universo em Florença (booking.com), 105 Euros a diária, suite com café da manhã. Hotel Belfort em Paris. 80 Euros a diária, suite com café da manhã (esse é bem simplezinho, já que vc vai em lua de mel, me deixe testar primeiro). Estou indo amanhã, por isso não vou escrever até julho. Um abraço, até breve. Andrea
  13. Oi Renata, Seu roteiro está bem parecido com o meu e me parece muito bom. Resolvi dormir em Siena uma noite, porque já estive em Florença e dessa vez não vou à Galeria Ufizi, que é maravilhosa, mas demanda muitas horas. Não fosse isso tb ficaria mais um dia em Florença, como vc fez. Em Roma, tente alugar um apartamento no rental in home. Vc vai ser atendida em Português e tem apartamentos de todo preço, mais baratos que os hotéis. Se vc esperar até o início de julho, vou ter experimentado tudo e te digo como foi. Aluguei o carro pela Hertz, 2 dias com seguro e GPS por 242 Euros, carro econômico. Vou pegar na Estação Termini, no último dia de Roma e entregar em Mestre, logo na chegada. As pessoas que ficam em Mestre não reclamam, tem transporte público fácil. Mas eu, pessoalmente, prefiro dormir na cidade de Veneza. Gosto de andar de volta para o hotel, naquelas ruazinhas, nas pontes, me perdendo, olhando as luzes da cidade, as janelas, as sombras... Se tiver que ficar preocupada com o horário do transporte para Mestre pode não ser a mesma coisa. Não aconselho ir de trem de Veneza para Paris, pois são muitas horas. Se vc pudesse parar uns 3 dias em Munique, seria diferente... Dizem que essa viagem de trem entre Veneza e Munique é muito boa. Era o que eu ia fazer, mas tive que encurtar minha viagem. Comprei passagens pela Easyjet, cerca de 65 Euros por pessoa (Aeroporto Marco Polo -Aeroporte Charles de Gaulle) Vc paga mais 11 Euros por cada mala que embarcar, e pode levar uma mala de bordo. Lembre-se que levar mala grande para a Europa é um grande esparro. Os hotéis costumam ter escadas, a gente acaba tendo que carregar mala em trem, metrô, vaporeto... Leve só o essencial e use o laundry se for preciso. Levo duas calças, além da que vou vestida, umas 7 blusinhas que combinem com tudo (duas mais arrumadas, para um jantar, por ex); um tênis (além de um sapato confortável, mas arrumadinho, que vou usando); uma segunda pele térmica, que levo na bolsa para todo canto, e um casaco. Algumas meias e roupas de baixo, mais nada. Dá certo, acredite. Reservei tudo em fevereiro, para viajar agora, dia 18. Quanto mais cedo, maiores são as chances de vc encontrar vagas nos hotéis melhores e mais em conta. Acho que 120 Euros por dia para o casal é suficiente. Mas vcs vão ter que economizar na comida. Costumo comprar comida em supermercados na hora do almoço. É mais econômico, mais rápido e, se vc quiser, mais saudável, pois dá para comprar salada e frutas. Boa sorte. Andrea
  14. Obrigada pela ajuda pessoal. Já sei o que vou fazer, vou estar com o GPS, por isso não preciso que me guiem. Meu medo é o trânsito de Roma mesmo. Para enfrentar isso vou tentar sair bem cedo, assim que a Locadora abrir. Me desejem boa sorte. Quando eu voltar conto tudo, dou a nota dos hotéis, demais serviços e do roteiro, para que sirva de experiência para todos. Um grande abraço Andréa
  15. Olá pessoal, Considerando o tanto que esse site me tem sido útil, e que já tenho também alguma estrada, posto aqui a minha modesta colaboração. Estou partindo de Salvador no próximo dia 18 de junho, dessa vez com meus pais. Nosso roteiro é ROMA, SIENA, FLORENÇA, VENEZA e PARIS, em 16 dias. Vamos ficar 4 dias em ROMA (não é ideal, nunca é, pois Roma tem muita coisa para se ver, mas é suficiente, eu já testei em 2006). ALUGAMOS UM APARTAMENTO de 2 quartos em Roma, por 130 Euros por dia, mais uma taxa de 20 Euros pelo serviço, no site Rental in Rome (Foi fácil, eles falam Português). Contratamos também um serviço de transfer do Aeroporto para o apartamento por 55 Euros no mesmo site. Sai um pouco mais caro do que ir de trem (a passagem custa uns 12 Euros por pessoa), mas quando fizemos o cálculo achamos que valia a pena gastar cerca de cinquenta reais, dividido por nós 3, para ter esse conforto logo na chegada. No último dia de Roma vamos ALUGAR UM CARRO e partir de manhã em direção a SIENA. Passaremos em CORTONA e AREZZO antes, na esperança de ver os campos de girassóis na Estrada A-71. A idéia é almoçar em Arezzo, dar um giro rápido pelo centro da cidade e seguir para SIENA, onde vamos dormir. Em SIENA nos hospedaremos no B&B Camollia, pelo site booking.com (já reservei vários hotéis por esse site e nunca tive problemas). Contratamos um quarto triplo por 95 Euros, com banheiro privativo, café da manhã e estacionamento grátis. A idéia é chegar em Siena dia claro, deixar o carro e seguir para o centro histórico, onde jantaremos. De manhã cedo partiremos para Florença, pela Estrada S-222, a qual soube que é linda. Em FLORENÇA ficaremos no Hotel Universo (booking.com), mais uma vez em um quarto triplo, com banheiro privativo e café da manhã, por 105 Euros a diária. Pagaremos mais 25 Euros para estacionar nas proximidades desse hotel. A idéia é chegar no meio da manhã e passear o dia todo no Centro Histórico, visitar o Duomo, a Ponte Vecchio, etc. Dessa vez não vamos à Galeria Uffizi, a qual já visitamos em outra oportunidade, porque demandaria muitas horas e a nossa idéia dessa vez é passear pela região da TOSCANA. Partiremos de Florença no dia seguinte de manhã. Passaremos em PADOVA, para um volta rápida, apenas para ver a Basílica de Santo Antônio, talvez almoçar. E seguiremos para VENEZA. Em VENEZA ficaremos no Ca’Dei Fuseri, em dois quartos com banheiro e café da manhã. As duas diárias para 3 pessoas, saiu por 380 Euros. Deixaremos o nosso carro logo na chegada. Passearemos o resto do dia em Veneza e todo o dia seguinte. No dia 27 embarcaremos para Paris, nossa paixão, onde ficaremos 6 dias. Fiz duas viagens de mochila para a Europa com meu namorado (ITALIA-GRÉCIA-PORTUGAL e ALEMANHA-HOLANDA-BELGICA-FRANÇA, em 2006 e 2007 respectivamente) e adorei. Colocamos uma bandeira de cada país em nossas mochilas, que ficaram super “estilosas”. Agora vou testar viajar com mala de bordo, para ver o que parece melhor. A única duvida que tenho é se devo alugar o carro em Roma perto da Estação de trem ou no Aeroporto, para evitar o transito caótico de Roma. Alugar no Aeroporto vai ser mais caro, mas já me deixa praticamente na estrada. Me pergunto se conseguiria sair do centro da cidade intacta, com a ajuda do GPS. Não decidi nada do carro ainda, se alguém tiver alguma dica, inclusive da Locadora, eu agradeço. Abs Andréa Matos
  16. Ricardo, Tenho um bom conselho, espero que ainda seja útil (eu estava viajando, por isso não respondi antes). Comece por Veneza e termine por Roma (a parte da Italia),e de Roma vá de avião para Atenas. São três horas e pouco, eu já sai do Brasil com essa passagem comprada. No Aeroporto de Atenas, procure um balcão de turismo e compre as passagens do Ferry para Mykonos ou Santorini (fiz Mykonos primeiro). Vc vai pegar um ônibus no proprio Aeroporto, que vai lhe levar para o porto (são dois, um deles o Piraeus o outr eu ja esqueci). No porto vc pega o ferry, são 5 ou 6 horas de viagem..Paguei 90 Euros, mas foi porque para aquele horario (eu nao queria ficar esperando no Aeroporto) só achei primeira classe. A classe econômica deve custas uns 50 Euros. A viagem de ferry foi confortavel, dormi, lanchei, tirei fotos do mar, valeu... Passei três maravilhosos dias em Myknos e lá procurei uma agência onde comprei a passagem para Santorini, onde passei outros três maravilhosos dias. Deixei de propósito Atenas para o final, os dois últimos dias, para não haver estresse na hora de ir para o Aeroporto. Não queria partir de umas das ilhas de barco no dia de voar, porque sei que pode haver atrasos devido ao tempo. Acho que 10 dias dá demais para conhecer a Grécia. Em Mykonos vá a um restaurante chamada Appaloosa. A'comida é divina e o preço é justo, me foi recomendada por um brasileiro que morava lá. Em Santorini tente ver o por do sol de Oia- é famoso pela beleza. Em Atenas não perca a troca da guarda em frente ao Palácio do Governador. É muito diferente para nós, brasileiros, nunca esqueci aquela marcha e aqueles sapatinhos. Boa Sorte! Andrea
  17. Didi, Veja bem, cada deslocamento envolve tempo, despesa e um certo stress (horário, procura do local de embarque, etc), portanto, avalie se vc não está planejando visitar muitas cidades para 15 dias. Se vc não quer mudar muita coisa, tire Lisboa e acrescente um dia a mais em Paris e um em Roma. Lembre que Lisboa costuma ser nossa porta de entrada para a Europa e vc vai ter outras oportunidades para conhecer. Se vc vai e volta pela TAP, como eu geralmente faço, talvez fique muito tentado a descer em Lisboa. Nesse caso, veja se vale a pena mesmo ir para a Grécia nessa época do ano, em pleno inverno... Se vc desistir de Santorini e Atenas, pode acrescentar em seu roteiro mais um dia em Paris, mais um dia em Roma e incluir 2 dias em Florença. Fica entre Roma e Veneza, de modo que vc pode ir de trem... É a minha opinião. Por outro lado, cada caso é um caso, e vc estando sozinho, no seu ritmo próprio, pode ser que dê conta de ir a todos os lugares que lhe interessam...Nesse caso, vá em frente. Boa Sorte!!! Andrea
  18. Oi Camila, O custo da viagem depende do número de dias e de cidades... Fiz outra viagem, também de 20 dias, para Munique, Fussen, Nuremberg, Berlin, Amsterdam, Bruxelas, Bruges e Paris, e cada um de nós (eu, meu namorado, meu irmão e a namorada) levou 1.700 Euros, que foi mais do que o suficiente. Não ficamos em albergues, mas em hostels simples, com banheiro no quarto, alguns com café da manhã, outros não. Alugamos um carro na parte da Alemanha, pois fizemos a rota romântica, e ficava mais barato o aluguel do carro com GPS do que as passagens de trem para nós quatro. De Berlin para Amsterdam e as outras cidades: Bruges, Bruxelas e Paris, nessa ordem, fizemos de trem. Uma boa forma de economizar, como já disse, é comprar comida em mercados na hora do almoço (além de + barato é mais rápido, não perdemos tempo) e deixar para jantar em restaurantes à noite. Essa nossa segunda viagem de mochila ficou um pouco mais cara porque fomos ao Octoberfast em Munique (adoramos). Acredito que 1.500 Euros por pessoa são suficientes para 20 dias desde que, evidentemente, saibamos escolher nosso hotéis e não cometamos desperdícios. Quanto a viajar sozinha, isso é muito pessoal. Conheci uma menina de Belo Horizonte, em Arraial da Ajuda-BA, que me disse que sempre viajava sozinha e adorava, pois acabava fazendo vários novos amigos... Pode ser, ainda mais no caso dela, jovem, descolada, destemida, falando bem Inglês...Mas eu, pessoalmente, não gostaria de estar sozinha nos lugares onde estive...Dei graças a Deus pela oportunidade de estar com meu amor em Roma, Veneza, Santorini e Paris, que são cidades super românticas... Mas mesmo deixando o romantismo de lado, é bom ter pessoas para compartilhar esses bons momentos, para tirar fotos, para ajudar a achar coisas no mapa, sentar numa mesa de restaurante...Sou contra grupos grandes, porque acaba sendo complicado administrar os interesses, mas viajar com um(a) amigo(a) ou dois, é perfeito. Ver coisas tão especiais, como o exuberante por do sol de Oia; o inusitado desfile dos soldados de Atenas e o chocante museu dos Judeus em Berlin (só para citar alguns exemplos) sem ter ninguém do lado para comentar não me parece a melhor opção. Recebi um e-mail de Juliana, que também está querendo ir para a Italia e Grécia, e gostaria de responder, mas não tenho o e-mail dela...De qualquer modo, a maioria das perguntas que ela fez já estão respondidas em meus relatos, lembrando que viajei de trem na Italia (Roma, Florença, Verona e Veneza) e de avião de Roma para Atenas. Entre as Ilhas, viajei nos ferries, tendo comprado os tíquetes no local. Qualquer coisa mais, Juliana, é so dizer. Um abraço. Andrea
  19. Oi Mimi, Em Florença fiquei em uma pensão chamada Alex House, que encontrei no hostelword.com. É simples, mas os quartos são grandes, com banheiro, e muito limpos, e o melhor de tudo é a localização, perto do Duomo. Paguei no ano passado uma diária de 28 Euros em um quarto duplo, sem café da manhã. Apenas tenha cuidado se vc chegar na Cidade à noite, após as 19 horas, porque eles não têm recepção. Com relação aos trens, eu peguei os inter regionais de Veneza para Verona, de Verona para Florença e de Florença para Roma. Foram ótimas as viagens, mas eu não lembro mais o preço. Andrea
  20. Oi Vanessa, Respondi seu e-mail e estou aguardando o seu contato. Fico feliz em ser útil e te darei todas as dicas que puder. Um abraço. Andrea
  21. Oi Dalua, Junho já está chegando e vc vai adorar a sua viagem. Quanto à sua pergunta, eu e me namorado gastamos cerca de R$16.000,00 nesses vintes dias. Mas este preço inclui absolutamente tudo, desde as passagens até os pequenos souvenirs que trouxemos para nossa família. Na época o Euro estava mais caro que hoje, por isso já não me lembro quanto isso representou na moeda européia. Nossos hotéis foram escolhidos basicamente nesse site, todos quartos individuais com banheiro, menos o The Behind em Roma, onde ficamos em um apartamento normal com 4 quartos e um banheiro e uma cozinha coletivos. Não foi tão mal assim, e pensando bem foi até legal fazer nosso café da manhã ao lado de uma típica housewife americana, que fritava ovos e bacon para seu fiho adolescente. Os alemães grandalhões do outro quarto tomavam litros de leite de manhã cedo e todos eram muito educados. Fizemos uma boa economia de tempo e de dinheiro não parando em restaurantes para almoçar. De dia, praticamente todos os dias comprávamos comida em supermercado, sanduiches, sucos, frutas, chocolates, e comíamos nos jardins. À noite sim, já cansados de andar, parávamos em algum restaurante legal e com direito a um vinho (geralmente o da casa, que é mais barato). Boa sorte!!! Andréa
  22. Oi Marina, Essa foi exatamente a minha viagem e o roteiro é perfeito. Mas eu usei muito bem os 20 dias, por isso estou achando que 15 dias é pouco para tantos lugares. Vc vai passar tempo demais se deslocando de ônibus ou de trem, considerando não só a duração do trajeto em si, mas a sua preocupação em chegar com antecedência nos locais da partida, o tempo que se perde em procurar estações, binários, arrumar as malas... Além disso, com tão pouco tempo em lugares onde há tanto para se ver acaba rolando um estresse, que é tudo que não precisamos em uma viagem maravilhosa dessas, não é mesmo? Ir à Grécia, em princípio, é mais difícil, portanto, vc não deve deixar de conhecer Atenas, Mykonos e Santorini, pelo menos. Acho que deve passar 3 dias em cada lugar, para dar tempo de conhecer as praias mais famosas, a noite, curtir o por do sol... Se tiver que subtrair um dia, tire de Atenas. E escolha apenas 2 cidades na Itália. Dois dias em Veneza é legal e dois em Florença também, embora o ideal seja três, para dar tempo de passar uma tarde inteirinha no Uffizi, que é o maior museu de arte da Itália. Escolha uma dessas duas cidade e passe os 3 ou 4 dias restantes em Roma, onde há muito para fazer, o Vaticano, etc. Tanto Veneza como Florença são lindíssimos. Veneza é diferente de tudo que já vimos, adoro me lembrar da Piazza San Marco à noite, do alarido na Ponte Rialto, dos passeios no canal e nas ruelas estreitas... Mas Florença é uma cidade especial. Foi emocionante ver pela primeira vez o Duomo, é enorme! E tem os museus, Davi, tantas obras de arte inesquecíveis... Ah, em Florença as coisas são muito mais baratas que em Veneza, viu? Boa sorte e se tiver qualquer dúvida estou pronta para ajudar, no que puder. Andrea
  23. Oi pessoal, Estou feliz com o interesse de vocês e ficarei ainda mais se puder ajudar. Minha viagem de mochila para a Itália, Grécia e Portugal foi em abril deste ano e durou 20 dias. Viajei com meu namorado e foi tudo absolutamente perfeito. Foi a minha primeira viagem de mochila e eu confesso que estava apreensiva, mas acabou dando tudo muito certo. Meu primeiro medo era a LINGUA, pois nosso inglês não é muito fluente. Foi ai que descobri que falar inglês em paises que não são da lingua inglesa é bem mais fácil. Não tive qualquer problema com isso, pois nos aeroportos, estações de trem, hotéis, restaurantes, lojas, as pessoas se comunicam razoavelmente em inglês e têm paciência com os turistas. Meu segundo medo era o CLIMA, pois tinha ouvido falar que em abril ainda chovia muito e eu acho que chuva estraga os passeios e as fotos, que não ficam bonitas. Que nada! peguei uma chuvinha pequena em Veneza e em Florença, nada que atrapalhasse. Mas quando dizem que na Europa sempre faz frio à noite, é verdade. Eu havia levado apenas um agasalho de lã, e por isso tive que comprar um casaco mais pesado e um cachecol. Quem vai para as Ilhas Gregas geralmente acaba alugando uma moto ou um quadriciclo (foi o que eu fiz), e não dá para andar sem um bom casaco de jeito nenhum, mesmo no verão. Em Roma, em Athenas, nas Ilhas e em Lisboa, peguei lindos dias de sol (mas ainda não dava para tomar banho de mar). Meu terceiro medo eram os HOTÉIS (êpa, acho que essa ordem não está muito certa, acho que esse era meu primeiro medo). É que eu havia reservado tudo pela internet, pelo site hostelworld.com, e não sabia o que iria encontrar pela frente. Mais uma vez, deu tudo certo, quando cheguei com meu número de reserva eles estavam mesmo me aguardando e o preço era o mesmo. O pior hotel foi o de Veneza, o B& B Rota, exatamento o mais caro. Ainda assim é limpo e bem localizado, só que... é horrível! Tomei um susto quando vi aquela portinha velha, uma escada tenebrosa, tudo antigo, escuro... E o engraçado foi que esse foi o primeiro hotel, 97 Euros a diária para o casal. E nós pensamos o que estaria nos esperando nos demais, que eram bem mais baratos... Mais uma vez o medo era infundado. O Alex House de Florença é ótimo, o mesmo em Roma, The Beehive, Sourmeli Garden em Mykonos; Summer Time em Santorini e Residencial Astoria em Lisboa. O Fivos de Atenas é bem feio também (quando falo feio é feio mesmo, cama velha, parede descascando...), mas pelo menos é limpo e a localização é tão perfeita, que se eu voltar à Atenas vou ficar lá de novo. Meu quarto medo (a ordem está definitivamente errada) eram os TRENS e os BARCOS. Tudo comprado na hora, e acabou dando tudo certo. Encontramos alguns anjos de pessoas nas estações, como uma Maestra em Bologna e um casal em Veneza, que nos ajudaram a achar os Binarios certos (locais numerados onde param os três), e tivemos que correr à beça para não perder. Essas viagens de trem na Itália são muito boas. O trem rápido, Europass, é demais... Nos BARCOS da Grécia, tudo ótimo, confortável, limpo, seguro, não enjoei (tomei dramim), mas tivemos que comprar um bilhete de primeira classe, de 98 Euros por pessoa, porque era feriado de Páscoa e não havia nenhuma vaga na segunda classe de Santorini para Atenas no dia em que precisávamos viajar. Bem, ainda há muita coisa a contar, sobre a MOCHILA, sobre os PASSEIOS, detalhes dos HOTEIS, os PREÇOS, etc... mas esse relato está ficando muito longo e chato. Então, eu fico aguardando qualquer pergunta. Um abraço Andrea
  24. Mauro, que dicas maravilhosas. Obrigada, de novo! Então acha que mesmo em abril, que não é alta temporada, não vou ter problemas com essa viagem de Mykonos para Santorini, não é mesmo? Vou chegar em Athenas às 12 h (17.04,)e procurar um lugar barato para deixar as mochilas; vou rodar a cidade, jantar, dormir até às 4:30 a.m. nesse mesmo lugar barato (talvez o próprio Fivos, onde vou me hospedar no final da viagem à Grécia) e seguir direto para Piraeus, de metrô, para pegar o ferry Blue Star, às 7:30 para Mikonos. Não achei nenhum barco no dia 17 depois das 12, para Mikonos, como seria ideal para mim. Só para Santorini, às 5:50, chegando à meia-noite, o que não é legal. Depois de Mikonos (3 dias) vou para Santorini (mais três) e finalmente para Athenas (2 dias).Se tiver algum "conserto" no meu plano... Acha que tem metrô às 5 da madrugada? Andrea
  25. Andréia, Estava bom demais para ser verdade. Fui conferir e para Mykonos, no período em que vou, só encontrei barco às 7:35 h, chegando às 12:50 em Mykonos (car ferry - Blue Star). O preço é 25 Euros por pessoa. Não fiquei nada contente, pois isso significa que vou ter que dormir em Athenas dia 17, acordar beeem cedo para chegar em Piraeus antes de 7:35 h (li o Athens Guide - parece que pego a linha 1 - verde do metrô, 20 minutos do centro para Pireaus). Para Santorini eu teria como ir no próprio dia 17 - mas ai eu chegaria de madrugada na ilha -não acho legal. De avião eu tenho medo, pois soube que são pequenos, além de bem mais caros... Se alguém tiver alguma dica... (que eu tou com medo, tou - já pensaram? achar a estação, comprar bilhete do metrô, achar direção, achar a parada, achar o ferry certo, comprar o bilhete do ferry, para tudo estar pronto à 7:35 h? [:0] Tudo escrito em grego?[xx(] Estou exagerando ou vai ser complicado mesmo? Beijos Andréa
×
×
  • Criar Novo...