Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Natalia Quirino

Membros
  • Total de itens

    29
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre Natalia Quirino

  • Data de Nascimento 14-03-1983

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Natalia Quirino

    Mini Guia do Mochileiro em Maceió

    Voltei da viagem, foi muito bom! Pena que não pude ficar mais tempo.
  2. Natalia Quirino

    Mini Guia do Mochileiro em Maceió

    Muito obrigada, Pedro! Foi muito útil. Terei somente 3 dias completos, então alugamos um carro, a ideia é um dia fazer litoral norte (São Miguel dos Milagres), outro dia litoral sul (Gunga, Frances) e um pra Maragogi. É viável? Correria vai ser inevitável , mas é impossível?
  3. Natalia Quirino

    Japão - 18 dias

    Aquelas fotos são de uma exposição temporária que, infelizmente, já se encerrou... :-/ Pensei que fosse durar mais https://www.miraikan.jst.go.jp/en/spexhibition/gameon/ Se você gosta de videogames antigos, recomendo muito ir na Super Potato , em Akihabara. Eles são focados em jogos antigos.
  4. Natalia Quirino

    Japão - 18 dias

    Obrigada Levei dolares, pois na minha cidade nao encontrei yen à venda. Troquei no aeroporto, pois tinha ouvido dizer que lá a cotação não era desfavorável. Como foi bem corrido , então nem prestei atenção em casasa de câmbio para comprovar isso. Desculpe não poder ajudar mais.
  5. Natalia Quirino

    Espírito Santo sobre 2 rodas

    Parabéns pela iniciativa! Ótimas fotos. Eu não pedalo, mas vejo um crescimento na popularidade e aumento na quantidade de ciclovias por aqui. Vão fazer relatos da ida até Guarapari/Setiba?
  6. Natalia Quirino

    Japão - 18 dias

    É um prazer! Esse fórum me ajuda muito, é o mínimo que posso fazer ^^
  7. Natalia Quirino

    29 dias de um gaijin no Japao: dicas e custos

    Obrigada por compartilhar! Se puder falar sobre Okinawa e Sapporo , agradeço muito! Não fui nestas cidades e mal voltei e já fico sonhando com roteiros para uma 2a viagem pra lá... Não experimentei o esquema de beber ilimitado por um tempo (nomihoudai). Acho que existe de comida também (buffet livre - tabehoudai)
  8. Natalia Quirino

    Japão - 18 dias

    Estive por 18 dias no Japão, seguem algumas observações: Ah, antes de tudo: Fotos: https://www.flickr.com/photos/[email protected]/albums Vídeos: FujiQ , Chureito Pagoda e Shibazakura As três atrações são próximas uma da outra, então pode-se tentar fazer duas em um dia, de acordo com o gosto, para otimizar a logística. Lembrar que o Shibazakura é sazional, só em parte da primavera. FujiQ O parque FujiQ vale a pena se você é fã de montanhas russas (algumas das mais radicais do mundo estão lá) ou Evangelion. O parque realmente tem uma vista bonita do Fuji , mas o tempo de deslocamento é bem grande (cerca de 2h), tem que analisar se vale a pena. Ingresso no parque sem tickets para os brinquedos: 1500 yen Ingresso ilimitado às montanhas russas: 5500 yen Evangelion World: 800 yen Valeu o $, a imersão é muito boa e tem células originais dos filmes Rebuild *_* Trem: há uma pequena parte não coberta pelo JR Chureito Pagoda Quanto ao Pagoda em si, ele é bem simples e possivelmente você vai ver outros, mas ele é o único ou um dos poucos que você consegue colocar aquela vista do Fuji, com o pagoda e sakuras, tudo na mesma foto. A subida é agradável, em contato com a natureza. Não que tenha sido ruim, mas como estava nublado, não foi o ponto alto da viagem. Festival Shibazakura Bonito, mas pra mim não valeu a pena, a não ser que: Você tenha perdido toda floração de sakuras (ainda assim, é diferente, estas são rasteiras, não árvores) Você gosta MUITO de plantas e jardins Tem muitos dias disponíveis Talvez seja pois não dei a sorte de conseguir fotografar o Fuji de lá. É de lá uma das fotos icônicas, que pega as flores, um lago e o Fuji-san. Inclusive aparece em uma das notas de Yen. Acompanhe a floração online para ver se vale a pena na data pretendida. O site deles diz "hoje já floresceram 70% do total", por exemplo. Takayama OBS: A viagem para Takayama a partir de Tokyo é um pouquinho longa (cerca de 4h). Se você não for visitar o castelo de Himeji , ou se não enjoa deste tipo de construção antiga, uma opção é fazer uma parada em Matsumoto, que possui um dos mais famosos castelos. Himeji é o maior e mais famoso, Matsumoto é o que tem mais partes originais conservadas. Além da parte famosa de Takayama, existe uma área que não fica cheia de turistas e é muito bonita, basta acompanhar a beira do rio. Vale a pena a degustação de sakes em alguns lugares, achei o preço bastante justo pelo que ofereceu. Shirakawa-go O lugar mais charmoso da viagem, juntamente com os Alpes. É uma pequena vila: meio período é suficiente, mas tem que ser meio período mesmo, senão pode ser corrido demais. Se tiver o JR, não perca esse passeio. Faça juntamente com Takayama. Alpes - Tateyama Kurobe Alpen Road Este foi um dos dias mais recompensadores, e também dia mais insano (cansativo) disparado - por minha culpa, não do passeio em si. Saímos de Kyoto para Matsumoto e a volta foi por Kanazawa. Kanawaza tem um jardim famoso que não visitamos por conta da correria,e Matsumoto tem o famoso castelo, também perdemos. Mas felizmente vocês não precisam fazer a mesma loucura, há várias opções de trajeto: - pode pernoitar mais próximo, em Matsumoto (castelo) ou Kanazawa (tem um jardim famoso), ou até mesmo Toyama. - pode fazer sentido leste -> oeste ou o contrário - pode fazer a rota inteira (recomendo) ou somente parte Preço: 9000 yen, não incluso no JR. Foi o passeio mais caro, mas valeu. A represa é bonita , as montanhas são lindas, o corredor de neve é único, e demos muita sorte na descida de ônibus , "furamos" as nuvens, a estrada cheia de curvas com neve e neblina estava lindíssima. Kyoto Kyoto é uma das cidades mais famosas, como só fiz o clichê, vou pular essa parte A estação de trem: maravilhosa, moderna, muito bacana, assim como a de Osaka Vale a pena comprar o passe diário de ônibus, já que duas passagens simples quase dão o valor (500 yen) Osaka Aquário: vai depender se a pessoa já foi em algum dos grandes aquários do mundo. Eu nunca tinha ido em algum tão grande e bem cuidado, me encantei. Destaque para o maior tanque, com tubaroes, arraias , etc, para a parte das aguas vivas e caravelas. E têm pinguins que são a cara do Pen Pen, de Evangelion. Estação de trem linda. Vale a pena andar por lá. Vários prédios. Tem um relógio d´agua interessante. Dotonbori - O passeio de barco vale a pena, na minha opinião. Eu costumo gostar destes passeios. Kuromon Market: bom para experimentar comidas Den Den town: uma pequena Akihabara. Tem uma Super Potato, e outras lojas famosas Nara Ah, os viadinhos (shika) são muito fofos. Dá pra ficar horas brincando e dando comida para eles. Só cuidado para não assusta-los , faze-los correr, além de nao ser bacana é proibido. O Buda também é impressionante (mas não o maior do Japão) No mais, não fiquei tanto tempo assim. Miyajima e Hiroshima Para quem vai fazer Miyajima e Hiroshima no mesmo dia, recomendo fazer Miyajima pela manhã. Simplesmente pois fica mais simples controlar o tempo. Fomos primeiro no templo e depois ao teleférico. Muito bonito o templo (em particular na maré cheia). Lá foi onde vi meninas vestidas com roupas estilo kagome , de Inuyasha. Prepare-se para caminhar um bocadinho até chegar ao teleférico. Hiroshima O museu, óbvio, é muito triste. Só não fiquei tão chocada pois já tinha lido Gen Pés Descalços então já tinha levado uma “pancada” antes. Recomendo e acho que deveria ser leitura obrigatória nas escolas de todo o mundo. O bom é que o pouco que andei, a cidade me pareceu muito agradável. Dá uma arejada e faz o dia ficar menos pesado, depois do museu que é bem tenso. Não senti falta de dormir lá, mas dormiria, se não fosse a minha preferência por fazer bases (Osaka, no caso). Himeji Faça o passeio nos jardins. Muito bonito. Tem muitas escadas, mas não achei tão cansativo pois há muitas paradas pelo caminho. Himeji é o castelo da garça branca, então vai ver várias ilustrações, placas, até tampas de bueiro com este tema. Não consegui pegar o shinkansen de Evangelion , uma pena, o horário não favorecia. Tokyo Pokemon centers: há vários deles. Os que fui são em Osaka e Tokyo (Ikebukuro e aeroporto de Narita). Achei genial ter um no aeroporto. Museu de ciência: Em frente ao parque Ueno. Para mim, pessoalmente, valeu a pena. Vai depender de quantos dias tem disponível e o tamanho de seu interesse em ciência. Destaque para a parte de sismologia (por motivos infelizmente óbvios) Muito legais também as partes interativas, é bacana ver a criançada brincando e aprendendo Odaiba Foi uma das surpresas mais agradáveis, mas tive um tanto de sorte por eventos que estavam acontecendo na semana que fui. Por exemplo, estava tendo uma Oktoberfest em frente ao Diver City Tokyo (shopping onde fica a estátua do Gundam). A chegada é um espetáculo e só ela vale a ida. O metrô é suspenso e passa pela baía , cheia de prédios futuristas. A linha não é da JR, então tem que comprar ticket. Observar que há um ticket para o dia inteiro, que custa pouco mais do que o de ida-e-volta. Então, eu sugiro pegar ele e ficar tranquilo para descer em várias estações à vontade. Museu do futuro (Miraikan): estava tendo uma exposição sobre videogames, então precisava ir lá. Também tem as demonstrações aquele robô da Honda, Asimo. Infelizmente meu tempo disponível era limitado. Não cheguei a ver a ponte iluminada e não fiz o passeio de barco. Tokyo Skytree e Tokyo Tower Vale a pena? Bem, depende do tanto que você gosta de mirantes. A Tokyo Skytree não é barata, é um dos passeios mais caros. Na minha opinião, não valeu a pena. Se for em épocas movimentadas, sugiro pegar o fast lane para estrangeiros. É mais caro, mas melhor do que ficar horas esperando na fila, foi super rápido. A subida é interessante, bem rápido o elevador, mas ele não é panorâmico, eles passam um video em uma tela enquanto sobe. 2800 yen o fast track A Tokyo Tower não sei o preço, só passei em frente, e fiquei satisfeita com as fotos. A Tokyo Tower tem um lugar no coração de quem gosta de anime, não tem jeito. Tinha um parque sobre One Piece, não deu tempo de ir. OBS: há uma 3a maneira, mais econômica, que foi dica de um senhor no mercado de Tsukuji: o edifício Caretta Shiodome. Gratuito. Elevador panorâmico até um andar alto. O prédio é meio confuso de achar as coisas, mas nada que impeça o passeio. Ikebukuro Valeu a pena, se você tiver tempo e gostar de anime. Se nao, basta Akihabara. Meu deus, o que é aquela loja da Ghibli (Donguri Kyowakoku)?? Fica perto do Pokemon center. Tem uma Yodobashi grande (mas nao tanto quanto a de Akiba), HardOff (paraíso pra quem gosta de cds, mangas e artbooks) , Pokemon Center, por ai vai... Dizem que tem uma zona de barzinhos também, mas não deu tempo e nem era o foco. Artnia Loja e café de Final Fantasy. Para fãs, é imperdível. Para não fãs, acho bobeira, apesar de ser estiloso. Produtos mais caros do que eu esperava :-/ (o câmbio também não ajudou) Akiba Não tem muito o que explicar, não? É o paraíso otaku. A única coisa que recomendo é dar uma pesquisada em preços e lojas antes. Tem lojas mais escondidas com muitos gashapons, por exemplo. E para otimizar o passeio , leve em conta o horário de funcionamento de cada loja. Muitas fecham mais cedo, algumas fecham às 23h (BookOff). Não que seja difícil retornar mais dias... Harajuku OBS: Perto da estação há um parque onde estava tendo um casamento (os noivos, familias e convidados chegando ao templo onde foi/seria a cerimônia). Foi bem interessante fotografar. Algumas curiosidades sobre comida: Espetinho de arroz: doce, com algumas opções de molho diferentes. Não gostei Espetinho de Kani: exatamente o mesmo sabor do kani normal, pode passar se não você liga. King crab: aí sim achei que valeu a pena, só uma pena que não estava quentinho São vendidos espetinhos de lotus, ovo, frutas, TUDO. É curioso rs Morango branco: até gostoso, mas ridiculamente caro, não valeu a pena. O morango comum, em compensação, bem docinho e com preço menos absurdo. Onigiris (atum com maionese): vale a pena provar! Barato, típico e sustenta bem. Meropan: apesar do nome, não tem gosto de melão. Tente a versão com sorvete de creme dentro. Calpis: refrigerante bem gostoso. Meio parecido com tutti frutti Sushi de esteira: experimente, nem que seja uma só vez. Achei bom o custo-benefício (os sushis em restaurantes normais estavam muito caros devido ao câmbio desfavorável). Se estiver com medo de pegar sem saber o preço, você pode pedir apontando no cardápio. Umeboshi: adorei, achei menso salgado do que as que provei aqui no Brasil. Com gohan fica uma delícia Tudo de macha: eles fazem TUDO de macha. Pena que eu não gosto. Falando em chá (茶), esse é um dos kanjis que vale a pena decorar, para reduzir o risco de pegar chá por engano nas maquininhas (hanbaiki). Sashimis: se comprar nos mercados municipais, nem fica tão caro em relação ao sushi Mercado de peixes: admito que a aparência me fez não experimentar muitas coisas :-/ Scalops e oysters: bem populares. Me arrependo de não ter provado Gyudon com ovo cru (nama): achei muito gostoso. Tako Tamago: sugiro provar logo que encontrar, para não fazer como eu que dispensei pois estava cheia e depois não encontrei mais :-/ Okonomiyaki e takoyaki - gostosos, mas fica repetitivo, por causa do molho. Não é pra ficar comendo todo dia. Ruffles de nori: gostoso, mesmo que não goste de nori, pode arriscar Balinhas e gelatinas: baratas (se compra até mesmo por menos de 100 yen) e tem muita variedade de sabores. Ótimo para manter a glicose durante as caminhadas rs Confeitaria: eu não sou muito fã, mas meus parentes que gostam, aprovaram! Existe uma infinidade de doces locais e biscoitinhos para serem dados como lembrança (omiyages - decore esas palavra お土産 ou おみやげ). Wagyu: experimentei somente um espetinho em Takayama, não posso opinar sobre as carnes nobres. Cortes de carne diferentes. Lingua de boi (harami).. Gostei. É sem molho. Pra quem não gosta da comida japonesa, tem comida chinesa , kebab , italiana… Pão com yakisoba Exemplo perfeito de maluquice nas konbinis. Eu evitava pegar estes itens muito industrializados, e principalmente estas combinações mais malucas. Ramen: não tem muito o que dizer, existem milhares de restaurantes de ramen. Mas um diferente que experimentei e gostei MUITO foi um ramen com alho. Curiosidades Recolher lixo no chão: impressionante o zelo do japonês com o seu entorno, mesmo com poucas lixeiras, a limpeza é impecável na maioria dos lugares. Recomendo levar sempre uma sacola de plastico na mochila para ir colocando o lixo gerado. Silêncio: convém manter o silêncio em ambientes como trens e templos Organização nos shows: foi incrível a educação das pessoas em um show. Entrada por ordem da numeração do ticket, sem tumúltuos e empurra-empurra Mangas smartphones: vi muito mais pessoas lendo mangas pelo telefone do que revistas físicas Inglês: a pronúncia do inglês de alguns japoneses é um pouco complicada, pode ser um pouco frustrante. Mas eles farão de TUDO para ajudar. Fui muito, muito bem recebida, a fama de prestativos deles é justa. Filas: não tente furar fila, por favor, não é legal. E sim, provavelmente vai ser repreendido, uma vez eu só cheguei para pedir informação e já me mandaram voltar, mas ai expliquei e deu tudo certo. É uma questão de respeito ao tempo dos outros. Uniformes impecáveis, crianças e adolescentes: imagino a trabalheira que não deve dar para a pessoa sair arrumadinha de casa, todo santo dia. É muito bonito de se ver. Uniformes impecáveis de trabalhadores: ternos, fardas dos policiais (com luvas). Mascotes das cidades: não sabia disso até chegar lá. O Kawaii aparece em todos os lugares. Em Himeji, tem a garça branca e bichinhos no formato do castelo. O Roku-chan de Nara é muito fofo. Pastinhas: quase toda loja de souvenirs vai ter pastas e artigos de papelaria. O motivo dessa popularidade toda, não sei... Bem, por enquanto é isso. Espero que tenham gostado! Meu 1o relato.
  9. Natalia Quirino

    25 dias duristando pela europa

    Adluis deu uns conselhos muito bons. A taxa de embarque em Londres é cara, em Barcelona em compensação é bem barata. Segue um link que pode te fazer economizar, ou te colocar ainda mais indecisa quanto ao roteiro rsrs http://budgettraveller.org/the-cheapest-way-to-travel-across-europe/
  10. Natalia Quirino

    Europa 10 dias (Ajuda!!)

    Olá! Outra idéia é aumentar o tempo da viagem , se possível, e visitar as 3 cidades. Ou fazer stop over de só um dia em Amsterdam, só para ter uma ideia geral como é, se não for aumentar o custo. O fórum tem bastante material para pequisa
  11. Natalia Quirino

    relato Mochilão (nerd) pelo Japão 2015 -- Planilha de Custos e Vídeo ^^

    Deu muito certo! Ainda faltou ver bastante coisa Quem sabe um dia nao volto! Aqui alguns videos, mas admito que sou melhor nas fotos rs
  12. Natalia Quirino

    Melhor forma de viajar entre países da Europa

    Para quem quer fazer trechos de ônibus, segue um link excelente: http://budgettraveller.org/the-cheapest-way-to-travel-across-europe/
  13. Natalia Quirino

    Empresas Low Cost na Europa - Perguntas e Respostas

    Tópico bem importante! Por sorte, até hoje consegui fazer trechos internos pagando relativamente pouco para despachar mala. Mas é bom saber, tenho uma mala que, dependendo estouraria em 1 ou 2cm as dimensões de algumas das low costs e justamente tinha essa dúvida de como seria a medição. Admito que me irrita um pouco a falta de padronização. Até entendo pois varia o modelo do bagageiro nos aviões, mas é chato hein... O que eu recomendaria é sempre simular todos os preços: 1) sem bagagem despachada, 2) pegar bagagem despachada avulsa pela tarifa pior e 3) a tarifa "do centro" (nem a pior nem a top) e comparar e aí sim tomar a decisão.
  14. Natalia Quirino

    Ushuaia

    Bom saber que ainda é possível achar essas promos do smiles...também fui assim, foi um super negócio.
  15. Natalia Quirino

    relato Mochilão (nerd) pelo Japão 2015 -- Planilha de Custos e Vídeo ^^

    Relato de viagem quase pronto Se alguém quiser ver fotos (não apareço nelas, só paisagens por enquanto)... tem de outras viagens também, ainda estou organizando https://www.flickr.com/photos/[email protected]/albums
×