Ir para conteúdo

Santomo

Membros
  • Total de itens

    5
  • Registro em

  • Última visita

Conquistas de Santomo

Novo Membro

Novo Membro (1/14)

0

Reputação

  1. Quem for pra Campos na alta temporada (junho a agosto), muito cuidado, pq a bandidagem faz excursão para lá. Eu já sofri um sequestro relâmpago lá e em outra oportunidade roubaram o carro do meu primo e outros dois ao redor enquanto todos dormiam. Não quero estragar a viagem de ninguém, mas cuidado quando for pra lá na temporada.
  2. De Santos para São Paulo não existe nenhuma cidade praia no caminho, pois você subirá a Serra do Mar, mas se você quiser conhecer coisas legais, eu recomendo o litoral Norte, principalmente as praias de São Sebastião (incluindo Ilhabela) e mais para o Norte Ubatuba, quem tem muitas praias bem legais.
  3. Como ninguém ainda deu essa dica... O tradicional boteco Veloso não é barato, mas tem a melhor coxinha de SP, eleita por todos os juris a cada dois anos (no outro indicam a do Frangó), o bar é bem cheio, com uma galera bonita. Chegue cedo senão... Vários outros petiscos são deliciosos e as caipirinhas fazem bastante sucesso. Ele fica na Vila Mariana (próximo a caixa d'água), entre as estações Ana Rosa e Vila Mariana (linha azul).
  4. Como é o meu primeiro post neste tópico, farei um apanhado sobre as dicas que eu acho essenciais e assim que for lembrando ou descobrindo outras as postarei por aqui. Noções básicas de Sampa: São Paulo é uma cidade perigosa sim, mas também não é nada do outro mundo, se você tomar algumas precauções e tiver bom senso, a probabilidade de ter uma estadia agradável é grande. Seguem algumas dicas de segurança: - Câmeras, relógios, celulares, bolsas e carteiras chamam atenção de ladrões em qualquer lugar do mundo, aqui não é diferente. Minha dica é quando for bater perna, deixe a carteira (leve a grana e os documentos, lógico) e o relógio no hotel, mulherada, sem jóias enquanto anda na 25!!!!! E fiquem espertos com a câmera e o celular. - O centro de São Paulo é bem policiado durante o dia, mas eu não aconselho caminhar por lá durante a noite. - Se a intensão é ir em algum lugar mais arrumado, vá de TAXI (é bem mais seguro). - Caminhar a noite em SP é tranquilo em alguns lugares (Paulista, Baixo Augusta e Vila Madalena), mas em muitos não são. - Se você tiver de carro, evite trafegar a noite na região do Morumbi, próximo ao estádio (por lá tem muuuuuuuitos assaltos). Aqui existem diversos programas gratuitos de qualidade, mas também existe muita coisa cara para se fazer, tudo depende da sua vontade e principalmente do seu bolso. No quesito alimentação também existe opção para todos os bolsos. Você pode comer um pf no centro, com refrigerante, por R$ 15,00 ou pode gastar facilmente mais de milão em um jantar romântico. De um modo geral a alimentação por aqui é mais cara do que grande parte do resto do país, sendo que todas as comidas mais famosas da cidade não são baratas, por exemplo, o sanduíche de mortadela do Mercadão não deve ser menos de R$ 15,00 e o pastel de bacalhau deve custar, pelo menos, uns R$ 12,00. O outro sanduíche famoso é o de pernil, do Estadão, que também não deve sair por menos de R$ 15,00. O maior defeito de São Paulo é sem dúvida o trânsito. Infelizmente, tem dias em que se torna intransitável, portanto, fique esperto com seus deslocamentos, principalmente o do aeroporto (custa caro perder um voo). O que eu te indico: Passear pelo centro O roteiro que eu sugiro para fazer a pé é começar pela Praça da República, pegar a Barão de Itapetininga até o fim, quando do seu lado esquerdo estará o Teatro Municipal e a Frente o Viaduto do Chá, atravesse o viaduto (aproveite a visão do Vale do Anhangabaú abaixo) e vire a esquerda na Líbero Badaró, no final dela você estará no Mosteiro de São Bento, suba a São Bento até a Praça Antônio Prado, lá tem o prédio da BMF e um dos melhores happy hours da cidade, o Salve Jorge, o prédio da Bovespa também está ali do lado. Vá pela Rua da Quitanda até a Rua Boa Vista, então vire a direita e vá reto, você irá passar pelo Pátio do Colégio e chegará na Praça da Sé, que no final tem a Catedral e a esquerda dela estará o belo prédio do Tribunal de Justiça. Siga reto em direção a Praça João Mendes, ao atravessá-la, você irá entrar no bairro japonês, a Liberdade, caminhe pela Rua da Glória até a Rua dos Estudantes, suba ela e você estará na Praça da Liberdade (Metrô), destino final. Vale muito a pena perder um dia para conhecer o centro de São Paulo, essa caminhada que eu descrevi da para fazer com calma, apreciando, em umas quatro horas. Parque do Ibirapuera Pra mim esse é um dos meus lugares preferidos na cidade, é a praia dos paulistanos. No Ibirapuera além do parque em si (área verde e lago) existem quadras, pista de cooper e ciclovia, lá também existem alguns museus, o pavilhão da Bienal e o planetário. Domingo é um dia muuuuuuuito cheio, mas o legal dos domingos são os shows, na maioria gratuítos, por exemplo, no último domingo Rolou Maria Gadu, No domingo retrasado rolaram várias bandas gringas de jazz muito boas. No domingo eu só vou ao parque, ou para assistir um show, ou para deitar no sol e ler alguma coisa. Correr ou andar de bike, esquece, não existe espaço para isso. O melhor horário para ir ao parque é durante um dia de trabalho, após as 19h, quando tem uma galera correndo, andando de bike e skate, está longe de ser a orla do Rio, mas... E se for lá durante um dia da semana, quem sabe não nos trombamos durante uma corridinha. Pra chegar, a estação de metrô mais próxima é a estação Brigadeiro da linha verde. Saia da estação (que fica na Paulista), desça a Rua Manoel da Nóbrega até o fim e você estará no Parque (mais ou menos 1,5km). Passear pela Paulista É a rua, economicamente falando, mais importante da América Latina, lugar de escritórios bancos e embaixadas (a Paulista deve medir uns 2,5km). Mais ou menos no meio dá avenida fica o MASP (sem dúvida o maior acervo do Brasil), que além do acervo e da beleza arquitetônica, ainda apresenta várias exposições temporárias, ao domingos (talvez no sábado também...), existe uma feira de antiguidades no vão do museu. Em frente ao museu fica o parque do Trianon, que é bem pequeno, mas que vale a pena perder uns 20 minutinhos para percorrer o seu espaço e principalmente passar na ponte que passa por cima da Alameda Santos e liga as duas metades do parque (eu pirava nessa ponte quando era criança). Perto do início da avenida, um pouco antes do prédio da Gazeta (onde fica a torre da Tv Globo), tem os barzinhos na Rua Joaquim Eugênio de Lima, que ficam lotados na hora do HH. No final da Paulista tem, na minha opinião, a melhor noite de São Paulo, o Baixo Augusta (da Paulista pro Centro). Eu moro ao lado da Paulista e costumo caminhar por ela até as 23 horas tanquilamente, depois disso não custa nada ficar esperto. Durante o domingo a tarde é o melhor horário para conhecê-la, dia que uma ciclo-faixa é fixada em cada lado da avenida. Baixo Augusta Vários bairros tem boas baladas em São Paulo, mas a Augusta é Foda! Há um tempo atrás lá só existiam casas de meretrício (puteiros), com diversas garotas que vendiam o corpo na frente dos estabelecimentos. Uma galerinha alternativa começou a abrir algumas baladas por ali, como o Vegas e o Sarajevo, então, do nada, lá virou o lugar. INFORMAÇÕES IMPORTANTES: A augusta já não é mais aquele local alternativo que foi antigamente, mas ainda é "alternativinho", lá é comum ver pessoas do mesmo sexo de mãos dadas, ou até trocando carícias e também não será improvável se deparar com alguém consumindo alguma substancia ilícita. Se você não se importa, enjoy, caso se importe, procure outras baladas pois você irá se divertir mais. Pizza Se você vier para São Paulo e não comer uma pizza, sua viagem não foi completa! Mercadão Outro passeio clássico que também vale muito a pena, primeiro de um rolezinho nas bancas com diversas frutas exóticas embutidos e queijos deliciosos, depois, experimente os mais que tradicionais sanduíche de mortadela e pastel de bacalhau. Se quiser mesa no fds, chegue cedo, senão não reclame da espera. Espero ter ajudado... Irei postando por aqui... abraxxxxxxxx
  5. Depois de abusar anonimamente por três anos da preciosas informações deste fórum, eu decidi que também deveria ajudar. São Paulo é uma "puta" cidade, tanto para você morar ou para fazer um turismo, aqui tem atrações para todos os gostos. Caso precisem de alguma ajuda, mais um paulistano se coloca a disposição. Ps. Alguém pode me dar dicas de como diminuir uma foto para colocar no meu avatar? Sou péssimo em informática.
×
×
  • Criar Novo...