Ir para conteúdo

Leandro Biffi

Membros
  • Total de itens

    17
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

11 Boa

Links para Redes Sociais

1 Seguidor

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Olha, câmbio é uma coisa complicada e pode mudar a qualquer momento, ainda mais com a atual situação da Argentina. Mas quando eu estava em Ushuaia consultei uma casa de câmbio ao lado do Hotel Argentina e estava excelente. Estava 1 real para 13 pesos. Mas nada garante que ainda estará assim quando você chegar lá. Atualmente não uso mais casa de câmbio. Saco o dinheiro por Western Union.
  2. Olá, pessoal! Resolvi ir para a patagônia no final do inverno (e ainda estou aqui) e vou compartilhar esse relato com pontos positivos e negativos, já que viajar no inverno tem certas peculiaridades. USHUAIA Cheguei em Ushuaia no dia 29/agosto saindo de Buenos Aires. Paguei aproximadamente 500,00 reais no voo. Também existe a possibilidade de ir de ônibus, mas demora uns 3 dias e sai bem mais caro! Saindo do aeroporto você pode ir caminhando até a cidade, vai dar aproximadamente uma hora caminhando. Se preferir pegar um taxi, vai ficar uns 20 reais até o centro da cidade. Para mim ficou mais em conta, já que fiquei hospedado no La Posta Hostel e ele fica bem na entrada da cidade. O HOSTEL O La Posta Hostel é um excelente hostel, no entanto não fica no centro da cidade. Ele fica mais próximo do aeroporto. Para mim isso não foi problema, já que eu não saia a noite e não precisava ficar indo para o centro da cidade. A CIDADE A cidade é bem pequena e praticamente não há nada para fazer, principalmente no inverno. Visitei o museu do Fim do Mundo e para mim foi um dinheiro desperdiçado. A entrada custa 200 pesos. Mas se você gosta de biologia, história, etc, talvez seja interessante. Mas eu não recomendo...rsrs. Fora isso, não vi nada demais. Tem um cassino grande desativado e um pequeno funcionando, um lago, pouquíssimos bares e diversos restaurantes. Como fui no inverno, parecia uma cidade abandonada. PASSEIOS Há diversos passeios, mas quase todos fora do meu orçamento. Os valores são maios ou menos o seguinte (preços de setembro/2019): Quando só é um transfer ida e volta, fica em média de 500 pesos. Quando é necessário tour guiado, fica em média de 2000 pesos. Fiz um vídeo ensinando a ir até uma praia com transporte público, bem mão de vaca mesmo...rsrs. EL CALAFATE Peguei um ônibus em Ushuaia para Él Calafate. Paguei 2500 pesos. Também tinha a opção de avião, mas custaria 7200. A viagem de ônibus durou 18 horas. EL Calafate é uma cidade muito bonita e tranquila, tanto é que voltei para cá. Fiquei no Bla Hostel. Muito bem localizado e buena onda. No entanto, quando voltei para a cidade fiquei no Nakel Yenu que é muito mais barato e igualmente bom. PASSEIOS Como viajo gastando pouco, só fiz um passeio, afinal, chegar até Calafate e não ir ver as geleiras não faz sentido. O passeio mais barato para o Glaciar Perito Moreno custa 1000 de transfer + 800 de entrada no parque + 1000 para passeio de barco (opcional). No total eu gastei 2800 com o passeio de barco. Comida NÃO inclusa. EL CHALTÉN El Chalten é uma vila muito tranquila e charmosa. Há diversas trilhas de diversas dificuldades. Um detalhe: A comida é EXTREMAMENTE CARA, mesmo comprando nos mercadinhos. Leve comida de outra cidade, não vai se arrepender. Bem... seguimos... Em setembro não há nada, absolutamente nada para fazer na cidade. Não tem balada, não tem festa, não tem bares. Tudo fica fechado. Somente os mercadinhos e as hospedarias ficam abertos. Para alegrar nossas noites, fizemos nossas festas no hostel mesmo....rsrs. Perdeu no jogo, toma uma dose de vodka! PASSEIOS Há diversas trilha para fazer e todas são de graça. Eu fiz algumas, mas pretendo voltar no verão para fazer as outras. Fiz a trilha da Laguna Torre, Laguna Capri e para uma cachoeira. Como era inverno, as lagunas estavam congeladas, o que para mim foi incrível, já que nunca tinha visto nada parecido. Para fazer essas trilhas não é necessário equipamentos especiais. É bem tranquilo. O HOSTEL Fiquei hospedado no Hostel Luna Country que foi o mais barato que encontrei. Achei o hostel muito bom, com uma cozinha completa e bom atendimento do Emílio. Recomendo! CONCLUSÃO Conhecer esse lugares no inverno foi uma experiência fantástica para mim porque eu nunca tinha visto neve e nunca tinha curtido uma cidade tão gelada como Ushuaia. Se isso não é novidade para você, talvez seja mais interessante visitar a patagônia no versão. Inclusive, já estou armando esse mochilão. Caso tenha interesse, participe do tópico: Nos vemos!
  3. Olá, mochileiros e mochileiras! Alguém aqui pretende ficar viajando por muito tempo? Estou divulgando duas trips que vou fazer, quem quiser é só colar junto. Uma é para o leste europeu com início em abril/2020. A outra é para esse verão na Patagônia. O estilo da viagem é o seguinte: - Bem mão de vaca mesmo. - Viajar com mochila e barraca. - Transporte com ônibus ou caminhada.. - Cada um decide até onde pode ou quer ir. Pontos de partida: São Paulo: 01/11 Buenos Aires: 06/11 Bariloche (apenas para ponto de encontro) : 10/11 A partir daí começa a trip e o roteiro é decidido pelos participantes. Alguém anima?
  4. Olá, Bia! Estou em El Calafate e talvez dia 22 ainda esteja por aqui. Se quiser dicas ou companhia, é só avisar. +5518996139474
  5. Olá! Chego em Ushuaia dia 29/08 e não sei quantos dias vou ficar.
  6. Olá, pessoal! Tirei um tempo para conhecer a Argentina. Fiquei 2 meses em Buenos Aires, vou ficar 1 mês em Córdoba e depois vou para Ushuaia. Chego em Ushuaia dia 29/08 e depois não tenho destino e nem dia exato para me locomover. A ideia é ir subindo pelas cordilheiras do lado argentino e pousando em diversas cidades. O estilo da trip é natureza e mão de vaca, mesmo. Hospedagem nos hostels mais baratos e transporte de bus. Passeios pagos e restaurantes, mesmo que baratos, só em último caso e se realmente for necessário. Provavelmente vou ficar de 30 a 60 dias viajando, mas quem dispõe de menos tempo, podemos compartilhar alguns trajetos. Quem estiver a fim, nos falamos por aqui. Valeu!
  7. Já comprei minha passagem e chego em Ushuaia dia 29/08. Depois de Ushuaia não tenho destino e nem pressa. Provavelmente vou ir subindo por essas outras cidades. Quem estiver por lá da um salve aqui e nos encontramos em algum lugar para seguir com a trip. Abraço!
  8. Já fui uma vez em março. Quero voltar em outra época. Podemos combinar essa trip aí, hein!
  9. Fala, galera! Sempre viajei para diversos lugares e, claro, sempre pesquisava muito. Esse ano tive uma agradável surpresa. Mesmo não sendo a turismo, fui parar na Praia do rosa - SC! E nunca tinha ouvido falar desse lugar. Passei 3 meses em Floripa e mesmo assim não ouvi falar desse paraíso que fica um pouco mais ao sul da capital. Para quem não conhece, segue algumas informações, fotos e até vídeos. O que é a Praia do Rosa? Olha... só em tentar entender essa região já é uma coisa interessante. A Praia do Rosa é uma praia - dããã - mas não é só isso. Existe a Praia do Rosa. Essa praia fica em um bairro/distrito chamado Rosa. E a partir desse bairro você tem acesso a diversas praias e até dunas de areia. Então ir para a Praia do Rosa não é necessariamente ir para uma praia, mas sim ir para uma região com diversas praias, trilhas, dunas, e um bairro extremamente charmoso e tranquilo (em fora de temporada, claro ). E não para por aí: O Rosa é um bairro/distrito isolado do município de Imbituba - SC, mas ele fica na fronteira com o município de Garopaba (que também é demais! e tem mais praias e charmes! ) e por isso quase todos que vão para a Praia do Rosa, passam e conhecem Garopaba, e não Imbituba. resumindo: Praia do Rosa não é só uma praia, e ela fica em uma cidade, mas na prática fica em outra cidade. O bairro Ficar no Rosa é assim: Ficar em um bairro simples, mas muito interessante. Bairro pequeno, isolado de tudo (não tem banco, lotérica, nem caixa eletrônico).Em relação a comes e bebes, considero um lugar para quem tem grana, já que lá nem existe boteco. Os mochileiros pé rapado que nem eu compram bavaria no mercado e bebem onde tiver um banco, no hostel.... ou na praia! Quem já é mais afortunado tem mais opções, já que lá tem diversos restaurantes chiques e pousadas que vendem drinks. Mas nada que não tenha solução. Eu comprava marmitas vegetarianas por R$10,00 e cerveja nos mercados... só tinha que caminhar um pouco mais. Praias, trilhas e dunas Mesmo fazendo os rolês com minha havainas, consegui ir para vários lugares. Fiquei hospedado no Rosa mesmo e ia tranquilamente para a Praia do Rosa, Praia do Luz, Praia Vermelha, Praia e dunas do Ouvidor. Há diversos outros lugares para conhecer, mas aí tem que ir de carro ou busão... e eu optei por ficar largado na praia ao invés de ficar pegando ônibus. Hostel Fiquei em um hostel bem legal e no estilo que eu gosto, Paikea Hostel Praia do Rosa . Recomendo esse hostel para quem quer um preço acessível e não se importe em ficar em quarto compartilha, pois lá não tem quarto privativo. No Rosa tem centenas de pousadas e pouquíssimos hostels. Dever ter uns 5 ou 6. Cada um com suas peculiaridades. Comida e bebida para mãos de vacas Para quem quer economizar, pode pagar R$1,69 na Antártica ou R%2,09 na Amstel no mercado....rsrsrs. Marmitas tem a partir de R$10,00. Cerveja em bar já é mais complicado... lá simplesmente não tem boteco! O mais barato que achei é num barzinho bem legal que até rolava um forrózinho... Peek Neek. Lá tinha um chopp de R$10,00. Como chegar Acredito que o jeito mais fácil seja por Garopaba. Eu peguei um ônibus até Floripa. Depois outro até Garopaba. Depois outro até o Rosa.
  10. Fala ae galera... Consegui uns dias de folga e finalmente vou conhecer Bonito-MS. Algum sabe se Julho é uma boa época para ir para lá?
  11. Pow... essa cotação é boa mesmo hein! Quanto custa um almoço por lá? E quanto pagou na passagem aérea?
  12. Pessoal, Vou fazer a Trilha Inca e tudo indica que vou pegar muita chuva. Vocês acham que é melhor levar uma mochila impermeável ou uma com capa embutida dá conta do recado? Tenho essa dúvida porque nunca precisei usar essa capa embutida e estou com receio de que ela me deixa na mão. Além disso também vou estar com um poncho de chuva.
  13. Daniel, Também estou cotando com a Brasil de Mochila e a Huayna Picchu não está incluída. Pelo que me passaram, para fazer esta caminho fica mais USD 65 (outra entrada para Macchu Picchu + acesso a trilha).
×
×
  • Criar Novo...